SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Teste de glicemia capilar: o que
é e valores de referência
Instrutora: Renata Nobre Varela e Silva
CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM 2019
SENAC CRATO
GLICEMIA CAPILAR
Para medir a glicemia capilar e saber o nível de açúcar no
sangue no momento, deve-se utilizar um aparelho de glicemia
específico capaz de avaliar a quantidade de glicose em uma
gota de sangue retirada da ponta do dedo.
GLICEMIA CAPILAR
Geralmente, é importante medir a glicemia capilar quando se tem
diabetes ou pré diabetes, especialmente antes e após as refeições,
para controlar o tipo e a quantidade de alimentos ingeridos, assim
como antes de tomar insulina, para regular as doses do remédio.
Além disso, o endocrinologista também pode recomendar que o
paciente faça a medição da glicemia capilar em outros momentos,
como antes de dormir ou após acordar, para ajudar a adequar
corretamente o tratamento.
COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
Para medir a glicemia com aparelho comum deve-se:
1. Lavar as mãos e secar corretamente;
2. Inserir uma fita de teste no aparelho de glicemia;
3. Espetar o dedo com a agulha do aparelho;
4. Encostar a fita de teste à gota de sangue até preencher o depósito
da fita de teste;
5. Esperar alguns segundos até que o valor de glicemia apareça no
monitor do aparelho.
COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
Para evitar espetar sempre o mesmo local, deve-se trocar de dedo a
cada nova medição da glicemia capilar. Os aparelhos de glicemia mais
recentes também conseguem medir o açúcar de sangue retirado do
braço ou coxa, por exemplo.
Alguns aparelhos de glicemia podem funcionar de forma diferente,
sendo, por isso, importante ler as instruções de utilização do
fabricante, antes de usar o aparelho.
COMO MEDIR A GLICEMIA USANDO O FREESTYLE LIBRE
COMO MEDIR A GLICEMIA USANDO O FREESTYLE LIBRE
O freestyle libre é um pequeno sensor que deve ser acoplado no braço, que
avalia a glicose sanguínea constantemente, durante o dia e a noite. O
aparelho mostra a glicemia no exato momento, nas 8 horas anteriores e
qual a tendência da sua glicemia nos próximos instantes, sendo uma
excelente forma de controlar a diabetes, evitando a hipoglicemia e também
a hiperglicemia.
Para saber a glicemia usando o Freestyle basta aproximar o leitor do
pequeno aparelho acoplado no braço para que ele faça a leitura, como se
fosse um scan, durante alguns segundos. O resultado irá aparecer em
instantes.
Valores de referência da glicemia
Após medir a glicemia capilar, é importante comparar o resultado com
os valores de referência:
No caso dos recém-nascidos, é difícil que o exame seja realizado em jejum,
por isso, é recomendado que os níveis de glicose no sangue do recém-
nascido estejam entre 50 e 80 mg/dL.
Valores de referência da glicemia
Na leitura do aparelho Glicosímetro pode aparecer as siglas: LO = que
significaabaixo do limite de detecção do aparelho, ou seja a glicose está muito
baixa.
HI = acima do limite de detecção do aparelho. Neste caso a glicemia em geral
está acima de 500 mg/dL.
Significa que a medida está respectivamente abaixo ou acima da capacidade
do aparelho medir.
Nenhum destes resultados é bom.
Procure seu médico para ver o que está acontecendo com você.
Valores de referência da glicemia
Valores de referência da glicemia
Caso a pessoa não tenha diabetes, mas o valor de glicemia esteja na
coluna da glicemia alterada ou da diabetes, é recomendado que volte a
repetir a medição no dia seguinte, e caso o resultado persista, consultar o
endocrinologista para que seja feito o diagnóstico conclusivo. Já no caso
em que a pessoa tem diabetes e o valor de glicemia se situa na coluna da
diabetes, deve consultar o médico para adaptar o tratamento ou tomar
insulina de acordo com as doses indicadas pelo médico.
Nos casos em que a glicemia está abaixo de 70 mg/dl, deve-se tomar um
copo de suco ou um copo de água com açúcar, por exemplo.
COMO BAIXAR OS NÍVEIS DE GLICOSE:
Os níveis de glicose podem ser controlados com mudança simples no
dia-a-dia, como por exemplo a prática de atividades físicas regulares e
uma dieta balanceada pobre em alimentos que contenham muito
açúcar. No entanto, caso os níveis de glicose não voltem ao normal, o
médico pode recomendar o uso de alguns medicamentos, que devem
ser consumidos conforme recomendação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Semiologia slide pronto 19112012 (1)
Semiologia slide pronto 19112012 (1)Semiologia slide pronto 19112012 (1)
Semiologia slide pronto 19112012 (1)
Karina Pereira
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
Renatbar
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
Danilo Nunes Anunciação
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagem
Ivanete Dias
 

Mais procurados (20)

Aula sinais vitais
Aula sinais vitaisAula sinais vitais
Aula sinais vitais
 
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptxEnfermagem clínica SLIDE.pptx
Enfermagem clínica SLIDE.pptx
 
Punção venosa.
Punção venosa.Punção venosa.
Punção venosa.
 
Aula prevenção de lesão por pressão (LP)
Aula prevenção de lesão por pressão (LP)Aula prevenção de lesão por pressão (LP)
Aula prevenção de lesão por pressão (LP)
 
Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)Clínica Médica II (parte 1)
Clínica Médica II (parte 1)
 
Semiologia slide pronto 19112012 (1)
Semiologia slide pronto 19112012 (1)Semiologia slide pronto 19112012 (1)
Semiologia slide pronto 19112012 (1)
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 2)
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Sistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagemSistematização da assistência de enfermagem
Sistematização da assistência de enfermagem
 
Sinais Vitais
Sinais VitaisSinais Vitais
Sinais Vitais
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idoso
 
Anotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagemAnotação+de+enfermagem
Anotação+de+enfermagem
 
Aula feridas e curativos
Aula feridas e curativosAula feridas e curativos
Aula feridas e curativos
 
Sae aula .. (1)
Sae aula .. (1)Sae aula .. (1)
Sae aula .. (1)
 
Segurança do paciente
Segurança do pacienteSegurança do paciente
Segurança do paciente
 
Relatórios de enfermegem
Relatórios de enfermegemRelatórios de enfermegem
Relatórios de enfermegem
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Injetáveis com segurança
Injetáveis com segurançaInjetáveis com segurança
Injetáveis com segurança
 
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
Unidade de Terapia Intensiva (parte 1)
 
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do pacienteAula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
Aula sobre cuidados paliativos e segurança do paciente
 

Semelhante a Teste de glicemia capilar slide

DIABETES.pptx
DIABETES.pptxDIABETES.pptx
DIABETES.pptx
DaianeSantos80986
 
Estudo De Caso S AÚ D E D A M U L H E R Apresentação
Estudo De Caso  S AÚ D E  D A  M U L H E R   ApresentaçãoEstudo De Caso  S AÚ D E  D A  M U L H E R   Apresentação
Estudo De Caso S AÚ D E D A M U L H E R Apresentação
vi_uema
 
Convivendocomadiabetes
ConvivendocomadiabetesConvivendocomadiabetes
Convivendocomadiabetes
Junior Leina
 

Semelhante a Teste de glicemia capilar slide (20)

Cartilha_glicosimetro (1).pdf
Cartilha_glicosimetro (1).pdfCartilha_glicosimetro (1).pdf
Cartilha_glicosimetro (1).pdf
 
Automonitorizacao glicemica.pdf
Automonitorizacao glicemica.pdfAutomonitorizacao glicemica.pdf
Automonitorizacao glicemica.pdf
 
Diario de glicemia
Diario de glicemiaDiario de glicemia
Diario de glicemia
 
Diario de glicemia
Diario de glicemiaDiario de glicemia
Diario de glicemia
 
Manual d diabetes
Manual d diabetesManual d diabetes
Manual d diabetes
 
Dia nacional controle diabetes
Dia nacional controle diabetesDia nacional controle diabetes
Dia nacional controle diabetes
 
HIPOGLICEMIA.pdf
HIPOGLICEMIA.pdfHIPOGLICEMIA.pdf
HIPOGLICEMIA.pdf
 
25 razões para o sobe e desce da glicemia que você não imaginava! controle ...
25 razões para o sobe e desce da glicemia que você não imaginava!   controle ...25 razões para o sobe e desce da glicemia que você não imaginava!   controle ...
25 razões para o sobe e desce da glicemia que você não imaginava! controle ...
 
DIABETES
DIABETESDIABETES
DIABETES
 
DIABETES.pptx
DIABETES.pptxDIABETES.pptx
DIABETES.pptx
 
Cartilha sobre diabetes
Cartilha sobre diabetesCartilha sobre diabetes
Cartilha sobre diabetes
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
As 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o DiabetesAs 15 Melhores formas de controla o Diabetes
As 15 Melhores formas de controla o Diabetes
 
HIPOGLICEMIA.pptx
HIPOGLICEMIA.pptxHIPOGLICEMIA.pptx
HIPOGLICEMIA.pptx
 
Estudo De Caso S AÚ D E D A M U L H E R Apresentação
Estudo De Caso  S AÚ D E  D A  M U L H E R   ApresentaçãoEstudo De Caso  S AÚ D E  D A  M U L H E R   Apresentação
Estudo De Caso S AÚ D E D A M U L H E R Apresentação
 
Hemoglobina Glicosilada
Hemoglobina GlicosiladaHemoglobina Glicosilada
Hemoglobina Glicosilada
 
Convivendocomadiabetes
ConvivendocomadiabetesConvivendocomadiabetes
Convivendocomadiabetes
 
REVISTA DA DIABETES - CONTROLE DA-DIABETES-BRASIL
REVISTA DA DIABETES - CONTROLE DA-DIABETES-BRASILREVISTA DA DIABETES - CONTROLE DA-DIABETES-BRASIL
REVISTA DA DIABETES - CONTROLE DA-DIABETES-BRASIL
 
Hipoglicemia
HipoglicemiaHipoglicemia
Hipoglicemia
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 

Último

CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
wilkaccb
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
WendelldaLuz
 
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdfSINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
Jorge Filho
 

Último (12)

Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
Rowe_etal_2024Evidence for planning and motor subtypes of stuttering based on...
 
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
CARL ROGERS E A ACPNascido em 1902, em Oak Park, Illinois, subúrbio de Chicag...
 
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
aula de Me enxergou na minha tormenta Me livrou em meus problemas Transformou...
 
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptxaula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
aula sobre HELMINTOS E DOENÇAS CAUSADAS.pptx
 
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso AutonomoFarmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
Farmacologia do Sistema Nervoso Autonomo
 
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptxanemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
anemia ferropriva e megaloblástica FINAL.pptx
 
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptxAULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
AULA 07 - PROTOZOARIO E PRINCIPAIS DOENÇAS.pptx
 
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptxSlides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
Slides-trabalho-biossegurança em hospitais.pptx
 
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdfATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
ATLAS DE FOTOGRAMETRIA FORENSE - EEPHCFMUSP .pdf
 
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01Protocolo Zero Rugas - formato digital01
Protocolo Zero Rugas - formato digital01
 
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdfSINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
SINAIS VITAIS guia prático do cuidador de idoso.pdf
 
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismoEscala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
Escala-CARS-1.pdf teste para crianças com autismo
 

Teste de glicemia capilar slide

  • 1. Teste de glicemia capilar: o que é e valores de referência Instrutora: Renata Nobre Varela e Silva CURSO TÉCNICO EM ENFERMAGEM 2019 SENAC CRATO
  • 2. GLICEMIA CAPILAR Para medir a glicemia capilar e saber o nível de açúcar no sangue no momento, deve-se utilizar um aparelho de glicemia específico capaz de avaliar a quantidade de glicose em uma gota de sangue retirada da ponta do dedo.
  • 3. GLICEMIA CAPILAR Geralmente, é importante medir a glicemia capilar quando se tem diabetes ou pré diabetes, especialmente antes e após as refeições, para controlar o tipo e a quantidade de alimentos ingeridos, assim como antes de tomar insulina, para regular as doses do remédio. Além disso, o endocrinologista também pode recomendar que o paciente faça a medição da glicemia capilar em outros momentos, como antes de dormir ou após acordar, para ajudar a adequar corretamente o tratamento.
  • 4. COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
  • 5. COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM
  • 6. COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM Para medir a glicemia com aparelho comum deve-se: 1. Lavar as mãos e secar corretamente; 2. Inserir uma fita de teste no aparelho de glicemia; 3. Espetar o dedo com a agulha do aparelho; 4. Encostar a fita de teste à gota de sangue até preencher o depósito da fita de teste; 5. Esperar alguns segundos até que o valor de glicemia apareça no monitor do aparelho.
  • 7. COMO MEDIR A GLICEMIA COM APARELHO COMUM Para evitar espetar sempre o mesmo local, deve-se trocar de dedo a cada nova medição da glicemia capilar. Os aparelhos de glicemia mais recentes também conseguem medir o açúcar de sangue retirado do braço ou coxa, por exemplo. Alguns aparelhos de glicemia podem funcionar de forma diferente, sendo, por isso, importante ler as instruções de utilização do fabricante, antes de usar o aparelho.
  • 8.
  • 9. COMO MEDIR A GLICEMIA USANDO O FREESTYLE LIBRE
  • 10. COMO MEDIR A GLICEMIA USANDO O FREESTYLE LIBRE O freestyle libre é um pequeno sensor que deve ser acoplado no braço, que avalia a glicose sanguínea constantemente, durante o dia e a noite. O aparelho mostra a glicemia no exato momento, nas 8 horas anteriores e qual a tendência da sua glicemia nos próximos instantes, sendo uma excelente forma de controlar a diabetes, evitando a hipoglicemia e também a hiperglicemia. Para saber a glicemia usando o Freestyle basta aproximar o leitor do pequeno aparelho acoplado no braço para que ele faça a leitura, como se fosse um scan, durante alguns segundos. O resultado irá aparecer em instantes.
  • 11. Valores de referência da glicemia Após medir a glicemia capilar, é importante comparar o resultado com os valores de referência: No caso dos recém-nascidos, é difícil que o exame seja realizado em jejum, por isso, é recomendado que os níveis de glicose no sangue do recém- nascido estejam entre 50 e 80 mg/dL.
  • 12. Valores de referência da glicemia Na leitura do aparelho Glicosímetro pode aparecer as siglas: LO = que significaabaixo do limite de detecção do aparelho, ou seja a glicose está muito baixa. HI = acima do limite de detecção do aparelho. Neste caso a glicemia em geral está acima de 500 mg/dL. Significa que a medida está respectivamente abaixo ou acima da capacidade do aparelho medir. Nenhum destes resultados é bom. Procure seu médico para ver o que está acontecendo com você.
  • 13. Valores de referência da glicemia
  • 14. Valores de referência da glicemia Caso a pessoa não tenha diabetes, mas o valor de glicemia esteja na coluna da glicemia alterada ou da diabetes, é recomendado que volte a repetir a medição no dia seguinte, e caso o resultado persista, consultar o endocrinologista para que seja feito o diagnóstico conclusivo. Já no caso em que a pessoa tem diabetes e o valor de glicemia se situa na coluna da diabetes, deve consultar o médico para adaptar o tratamento ou tomar insulina de acordo com as doses indicadas pelo médico. Nos casos em que a glicemia está abaixo de 70 mg/dl, deve-se tomar um copo de suco ou um copo de água com açúcar, por exemplo.
  • 15. COMO BAIXAR OS NÍVEIS DE GLICOSE: Os níveis de glicose podem ser controlados com mudança simples no dia-a-dia, como por exemplo a prática de atividades físicas regulares e uma dieta balanceada pobre em alimentos que contenham muito açúcar. No entanto, caso os níveis de glicose não voltem ao normal, o médico pode recomendar o uso de alguns medicamentos, que devem ser consumidos conforme recomendação.