SlideShare uma empresa Scribd logo
FLORENCE NIGHTINGALE
HISTÓRIA DA ENFERMAGEM
Larissa Sapucaia F. Esteves
CENÁRIO DA HISTÓRIA
Revolução Industrial (Europa á partir de 1760)
- População camponesa = massa operária
- Muitos não se adaptaram e viraram
mendigos (enforcados por vadiagem)
- Condições precárias de trabalho
- Péssimas condições de vida
- Suscetibilidade a doenças
- Grande mortalidade materna e infantil
(trabalho nas indústrias)
FLORENCE FOI CONHECIDA SÓ
PELA ENFERMAGEM ???
NÃO!
Uma das mais notáveis figuras femininas
que a Inglaterra jamais produziu.
Abriu para as mulheres possibilidade de
seguir carreira independente.
Vislumbrou a possibilidade de desfrutar a
liberdade social e econômica.
FLORENCE CONHECIDA SÓ
PELA ENFERMAGEM
ANTES DE FLORENCE...
- Já havia treinamento para cuidar de
feridos e doentes.
- Já existiam escolas de enfermagem.
- O cuidado já era visto como um ofício.
O que fez Florence então???
UM BOMBOM
PARA QUEM
RESPONDER....
FLORENCE NIGHTINGALE
Sua personalidade forte
Sua visão
Sua habilidade prática para organização
Trouxe à enfermagem fundamentos,
princípios técnicos, educacionais e...
ELEVADA ÉTICA
FLORENCE NIGHTINGALE
BIOGRAFIA
Nasceu no dia 12 de maio de 1820
Florença – Itália
Família rica e aristocrata
Segunda filha do casal Fanny e Willian
Morreu em 13 de agosto de 1910 (90
anos)
Sua vida cobriu 5 reinados ingleses
Presenciou o progresso – surgimento de
ferrovias, carros, luz elétrica e telefone.
Educada em casa pelo pai.
Conhecia história, matemática e ciências.
Falava inglês, francês, alemão e italiano
Detalhe: NÃO HAVIA ESCOLAS PARA
MENINAS E MULHERES...
FLORENCE NIGHTINGALE
BIOGRAFIA
Recebeu dos pais a noção de
responsabilidade social.
Grande sensibilidade para com os menos
favorecidos.
Interesse pela melhoria da
condição de vida e pela
educação dessas pessoas
FLORENCE NIGHTINGALE
BIOGRAFIA
Aos 17 anos sentiu sua vocação, como
um chamado de Deus, para prestar
serviços aos doentes.
FLORENCE NIGHTINGALE
O CHAMADO
POR QUE FLORENCE NÃO
VIROU FREIRA???
Por dois anos viajou pela França, Suíça e
Itália.
Conheceu escritores e políticos influentes.
Debatia temas como: liberdade e lutas
sociais pela igualdade.
Anotava suas observações
em um diário.
FLORENCE NIGHTINGALE
O CHAMADO
Em Paris, observou o trabalho das Filhas
de Caridade e registrou em suas
anotações “a Inglaterra necessita de algo
parecido”.
Por onde passava, visitava hospitais e
registrava suas
conclusões.
FLORENCE NIGHTINGALE
O CHAMADO
FLORENCE NIGHTINGALE
O CHAMADO
AO VOLTAR PARA
INGLATERRA...
CONSEGUIU COLOCAR SEUS
CONHECIMENTOS EM
PRÁTICA???
HOSPITAIS INGLESES
- Não era local para moça de família.
- Mulheres que cuidavam de doentes
haviam sido recrutadas em prisões.
- Rudes, analfabetas, de moral duvidosa.
- Incapazes de transmitir
qualquer tipo
de ensinamento.
FLORENCE NIGHTINGALE
O CHAMADO
O DESPERTAR DE FLORENCE
Em 1844, sua família recebeu a visita Dr.
Samuel Gridley Howe (americano)
Aos 24 anos, infeliz e frustrada por ter seu
desejo negado pela família.
Conversou com Dr. que a incentivou....
“fazer o bem aos outros não
poderia ser impróprio a
ninguém, especialmente se ela
tivesse realmente tal vocação”
OGUISSO, p. 69, 2008
Em 1845 – cuidou de uma familiar...
Percebeu: NÃO BASTAVA TER CARINHO,
BONDADE DE PACIENCIA PARA
ASSISTIR A UM ENFERMO.
Era necessário ter CONHECIMENTOS E
HABILIDADES e isso só poderia ser
alcançado com TREINAMENTO.
O DESPERTAR DE FLORENCE
Uma das formas de
contornar o problema
O DESPERTAR DE
FLORENCE
Em Roma, conheceu Sidney Herbert.
Conversava sobre sua enfermagem.
Sobre seus planos de reforma dos
hospitais.
A opinião pública começava a se
interessar pelo assunto.
Florence, que tinha vasta experiência no
assunto, era capaz de discorrer com
sabedoria sobre o assunto.
O DESPERTAR DE FLORENCE
Já com 31 anos, conseguiu vencer a
resistencia da família e foi autorizada a ir
para a instituição Kaiserswerth (THEODOR
FLIEDNER)
Voltou à França e obteve autorização ara
completar seus estudos com as Filhas de
Caridade (Hôtel-Dieu).
Indicada para trabalhar como
superintendente de uma instituição de
mulheres doentes da alta sociedade.
O DESPERTAR DE FLORENCE
O DESPERTAR DE FLORENCE
GUERRA DA CRIMÉIA 1853-1856
GUERRA DA CRIMÉIA
Foi uma disputa entre a Rússia e as forças
aliadas da França, Inglaterra e Turquia na
península da Criméia.
A guerra acontece em reação as forças
expansionistas da Russia.
Rússia e França tinham suas próprias
religiosas para atender seus doentes.
Inglaterra contava com poucos homens
sem treinamentos para cuidar dos
soldados.
Soldados ingleses em grande sofrimento
pela negligencia de cuidados.
FLORENCE – viu surgir sua grande
OPORTUNIDADE.
Escreveu para Sidney Herbert (ministro da
guerra).
GUERRA DA CRIMÉIA
GUERRA DA CRIMÉIA
Florence recrutou 38 mulheres (religiosas
anglicanas, católicas e leigas)
Em 21 outubro de 1854 foram levadas à
base militar de Scutari.
Florence e sua equipe foram
encarregadas de cuidar de mais de 1500
feridos.
GUERRA DA CRIMÉIA
Hospital de Campanha
Condições sanitárias as piores possíveis.
Excesso de feridos.
Falta de camas e suplementos.
Falta de material e roupas.
Taxa de mortalidade
em torno de 40%.
Florence
Organizou a cozinha e lavanderia.
Usava de seus prórpios recursos para
adquirir material.
Escrevia aos amigos para solicitar mais
suplementos.
Embora aceitasse que o médico prescrevia
a alimentação, ela defendia que a ciência e
a arte de alimentar um doente era saber da
enfermagem.
GUERRA DA CRIMÉIA
Florence
Em dois meses conseguiu colocar ordem
no hospital.
O fato lhe valeu a reputação e
administradora e reformadora de
hospitais.
E em 6 meses diminuiu
a mortalidade a 2%
GUERRA DA CRIMÉIA
AS IDEIAS DE FLORENCE
- O cuidado de enfermagem é tanto para
seres humanos sadios quanto para os
doentes.
- A cura é um privilégio da natureza,
médicos e enfermeiros devem favorecer
essa reabilitação.
Médicos e Enfermeiras possuem funções
completamente diferentes:
- MÉDICOS: ações centradas na doença
- ENFERMEIRAS: ações centradas nos seres
humanos doentes ou não e não na sua doença
AS IDEIAS DE FLORENCE
O LEGADO DE FLORENCE
Grande capacidade com estatística –
Membro da Real Sociedade de Estatística
da Inglaterra (1858).
Membro da Associação Americana de
Estatística (1874).
Os soldados a amavam e a respeitavam
pelo conforto que lhes oferecia,
“Mas foi pela ronda noturna que Florence se
notabilizou. Depois que todos os profissionais
já haviam se recolhido e os pacientes
estavam no silêncio e na escuridão, ela ia
fazer sua ronda solitária, empunhando uma
pequena lâmpada para clarear o caminho e
ver as condições dos pacientes”
OGUISSO, p. 75, 2008.
Em Scutari, Florence decidiu ir até o
campo de batalha.
Lá contraiu Febre Tifóide.
Voltou a Scutari e foi a última a deixar o
hospital após o fim da guerra em 1856.
O LEGADO DE FLORENCE
• Em 1860 criou as própria escola de enfermeiras
– Hospital Sant Thomas.
• Primeira escola que ensinava
enfermagem como profissão
no mundo.
• Hoje King's College de Londres.
• Em 1883, a Rainha Vitória concedeu-lhe a Cruz
Vermelha Real e em 1907 ela se tornou a
primeira mulher a receber a Ordem do Mérito.
• Faleceu em 13 de agosto de 1910.
O LEGADO DE FLORENCE
“uma das mais famosas inválidas, por ter-se
recolhido ao leito doze meses após o
retorno da Guerra da Criméia e nele
permanecido por mais de dez anos. Mesmo
no leito se ocupou intensamente da
reforma de hospitais civis e militares e
também das condições sanitárias do
Exército Inglês...impulsinou o progresso
social na Inglaterra com a criação do
Serviço Nacional de Saúde”.
OGUISSO, p. 66, 2008

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem

Florence Nightingale - Impacto nos dias atuais
Florence Nightingale - Impacto nos dias atuaisFlorence Nightingale - Impacto nos dias atuais
Florence Nightingale - Impacto nos dias atuais
Célia Costa
 
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdfAula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
profalicebolelli
 
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
DheniseMikaelly
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
Elter Alves
 
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdf
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdfApresentação Slide Forence Nightingale.pdf
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdf
EvertonGranadeiro
 
historia da enfermagem ana Nery Florence
historia da enfermagem ana Nery Florencehistoria da enfermagem ana Nery Florence
historia da enfermagem ana Nery Florence
LuanMiguelCosta
 
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptxLegislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
GizeleSantos10
 
História da Enfermagem 2.pdf
História da Enfermagem 2.pdfHistória da Enfermagem 2.pdf
História da Enfermagem 2.pdf
MarceloGonalves899715
 
Historia Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemHistoria Da Enfermagem
Historia Da Enfermagem
Fernando Dias
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
Bernardo Matos
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
Bernardo Matos
 
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
JOICEMONALIZAVERNINI
 
Florence nightingale
Florence nightingaleFlorence nightingale
Florence nightingale
Caroline Gonsalves
 
( Espiritismo) # - biografias # johan carl friedrich zöllner
( Espiritismo)   # - biografias # johan carl friedrich zöllner( Espiritismo)   # - biografias # johan carl friedrich zöllner
( Espiritismo) # - biografias # johan carl friedrich zöllner
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdf
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdfAula - Protagonismo Feminino na História.pdf
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdf
Nomedenome
 
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEMINTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
LuanMiguelCosta
 
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atualA história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
UNIME
 
Enfermagem e ciência a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
Enfermagem e ciência   a história de florence e sua relação com a enfermagem ...Enfermagem e ciência   a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
Enfermagem e ciência a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
Amamosaenfermagem
 
Memórias e diário opinião sobre anne frank
Memórias e diário opinião sobre anne frankMemórias e diário opinião sobre anne frank
Memórias e diário opinião sobre anne frank
Tina Lima
 

Semelhante a Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem (20)

Florence Nightingale - Impacto nos dias atuais
Florence Nightingale - Impacto nos dias atuaisFlorence Nightingale - Impacto nos dias atuais
Florence Nightingale - Impacto nos dias atuais
 
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdfAula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
Aula 1 - História da Enfermagem (Teoria Ambientalista).pdf
 
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
1aulaintroducao-de-enfermagem-150901145645-lva1-app6891.pdf
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
 
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdf
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdfApresentação Slide Forence Nightingale.pdf
Apresentação Slide Forence Nightingale.pdf
 
historia da enfermagem ana Nery Florence
historia da enfermagem ana Nery Florencehistoria da enfermagem ana Nery Florence
historia da enfermagem ana Nery Florence
 
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptxLegislação Profissional (Aula 01).pptx
Legislação Profissional (Aula 01).pptx
 
História da Enfermagem 2.pdf
História da Enfermagem 2.pdfHistória da Enfermagem 2.pdf
História da Enfermagem 2.pdf
 
Historia Da Enfermagem
Historia Da EnfermagemHistoria Da Enfermagem
Historia Da Enfermagem
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
 
Humanistas
HumanistasHumanistas
Humanistas
 
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
HISTORIA DA ENFERMAGEM ENFERMAGEM_2024/1
 
Florence nightingale
Florence nightingaleFlorence nightingale
Florence nightingale
 
( Espiritismo) # - biografias # johan carl friedrich zöllner
( Espiritismo)   # - biografias # johan carl friedrich zöllner( Espiritismo)   # - biografias # johan carl friedrich zöllner
( Espiritismo) # - biografias # johan carl friedrich zöllner
 
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdf
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdfAula - Protagonismo Feminino na História.pdf
Aula - Protagonismo Feminino na História.pdf
 
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEMINTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
INTRODUÇÃO ENFERMAGEM 2 HISTORIA DE ENFERMAGEM
 
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atualA história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
A história de Florence e sua relação com a Enfermagem atual
 
Enfermagem e ciência a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
Enfermagem e ciência   a história de florence e sua relação com a enfermagem ...Enfermagem e ciência   a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
Enfermagem e ciência a história de florence e sua relação com a enfermagem ...
 
Memórias e diário opinião sobre anne frank
Memórias e diário opinião sobre anne frankMemórias e diário opinião sobre anne frank
Memórias e diário opinião sobre anne frank
 

Último

Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
FabianeOlegario2
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
PatrciaOliveiraPat
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
CarolLopes74
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
NanandorMacosso
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Jssica597589
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
balmeida871
 

Último (6)

Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabiConferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
Conferência de saúde - Fpolis.pptx01fabi
 
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema TegumentarSeminário para saúde: Sistema Tegumentar
Seminário para saúde: Sistema Tegumentar
 
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacteriasTuberculose manual modulo 1 micobacterias
Tuberculose manual modulo 1 micobacterias
 
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
02. Alimentação saudável Autor Biblioteca Virtual em Saúde MS.pdf
 
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagemAula PNAB.... curso técnico de enfermagem
Aula PNAB.... curso técnico de enfermagem
 
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
Vitamina K2 e a Pele Saudável: Descubra os Segredos para uma Aparência Jovem ...
 

Historia de FLORENCE NIGHTINGALE na enfermagem

  • 1. FLORENCE NIGHTINGALE HISTÓRIA DA ENFERMAGEM Larissa Sapucaia F. Esteves
  • 2. CENÁRIO DA HISTÓRIA Revolução Industrial (Europa á partir de 1760) - População camponesa = massa operária - Muitos não se adaptaram e viraram mendigos (enforcados por vadiagem) - Condições precárias de trabalho - Péssimas condições de vida - Suscetibilidade a doenças - Grande mortalidade materna e infantil (trabalho nas indústrias)
  • 3. FLORENCE FOI CONHECIDA SÓ PELA ENFERMAGEM ???
  • 4. NÃO! Uma das mais notáveis figuras femininas que a Inglaterra jamais produziu. Abriu para as mulheres possibilidade de seguir carreira independente. Vislumbrou a possibilidade de desfrutar a liberdade social e econômica. FLORENCE CONHECIDA SÓ PELA ENFERMAGEM
  • 5. ANTES DE FLORENCE... - Já havia treinamento para cuidar de feridos e doentes. - Já existiam escolas de enfermagem. - O cuidado já era visto como um ofício.
  • 6. O que fez Florence então??? UM BOMBOM PARA QUEM RESPONDER....
  • 7. FLORENCE NIGHTINGALE Sua personalidade forte Sua visão Sua habilidade prática para organização Trouxe à enfermagem fundamentos, princípios técnicos, educacionais e... ELEVADA ÉTICA
  • 8. FLORENCE NIGHTINGALE BIOGRAFIA Nasceu no dia 12 de maio de 1820 Florença – Itália Família rica e aristocrata Segunda filha do casal Fanny e Willian Morreu em 13 de agosto de 1910 (90 anos) Sua vida cobriu 5 reinados ingleses
  • 9. Presenciou o progresso – surgimento de ferrovias, carros, luz elétrica e telefone. Educada em casa pelo pai. Conhecia história, matemática e ciências. Falava inglês, francês, alemão e italiano Detalhe: NÃO HAVIA ESCOLAS PARA MENINAS E MULHERES... FLORENCE NIGHTINGALE BIOGRAFIA
  • 10. Recebeu dos pais a noção de responsabilidade social. Grande sensibilidade para com os menos favorecidos. Interesse pela melhoria da condição de vida e pela educação dessas pessoas FLORENCE NIGHTINGALE BIOGRAFIA
  • 11. Aos 17 anos sentiu sua vocação, como um chamado de Deus, para prestar serviços aos doentes. FLORENCE NIGHTINGALE O CHAMADO
  • 12. POR QUE FLORENCE NÃO VIROU FREIRA???
  • 13. Por dois anos viajou pela França, Suíça e Itália. Conheceu escritores e políticos influentes. Debatia temas como: liberdade e lutas sociais pela igualdade. Anotava suas observações em um diário. FLORENCE NIGHTINGALE O CHAMADO
  • 14. Em Paris, observou o trabalho das Filhas de Caridade e registrou em suas anotações “a Inglaterra necessita de algo parecido”. Por onde passava, visitava hospitais e registrava suas conclusões. FLORENCE NIGHTINGALE O CHAMADO
  • 15. FLORENCE NIGHTINGALE O CHAMADO AO VOLTAR PARA INGLATERRA... CONSEGUIU COLOCAR SEUS CONHECIMENTOS EM PRÁTICA???
  • 16. HOSPITAIS INGLESES - Não era local para moça de família. - Mulheres que cuidavam de doentes haviam sido recrutadas em prisões. - Rudes, analfabetas, de moral duvidosa. - Incapazes de transmitir qualquer tipo de ensinamento. FLORENCE NIGHTINGALE O CHAMADO
  • 17. O DESPERTAR DE FLORENCE Em 1844, sua família recebeu a visita Dr. Samuel Gridley Howe (americano) Aos 24 anos, infeliz e frustrada por ter seu desejo negado pela família. Conversou com Dr. que a incentivou....
  • 18. “fazer o bem aos outros não poderia ser impróprio a ninguém, especialmente se ela tivesse realmente tal vocação” OGUISSO, p. 69, 2008
  • 19. Em 1845 – cuidou de uma familiar... Percebeu: NÃO BASTAVA TER CARINHO, BONDADE DE PACIENCIA PARA ASSISTIR A UM ENFERMO. Era necessário ter CONHECIMENTOS E HABILIDADES e isso só poderia ser alcançado com TREINAMENTO. O DESPERTAR DE FLORENCE
  • 20. Uma das formas de contornar o problema O DESPERTAR DE FLORENCE
  • 21. Em Roma, conheceu Sidney Herbert. Conversava sobre sua enfermagem. Sobre seus planos de reforma dos hospitais. A opinião pública começava a se interessar pelo assunto. Florence, que tinha vasta experiência no assunto, era capaz de discorrer com sabedoria sobre o assunto. O DESPERTAR DE FLORENCE
  • 22. Já com 31 anos, conseguiu vencer a resistencia da família e foi autorizada a ir para a instituição Kaiserswerth (THEODOR FLIEDNER) Voltou à França e obteve autorização ara completar seus estudos com as Filhas de Caridade (Hôtel-Dieu). Indicada para trabalhar como superintendente de uma instituição de mulheres doentes da alta sociedade. O DESPERTAR DE FLORENCE
  • 23. O DESPERTAR DE FLORENCE GUERRA DA CRIMÉIA 1853-1856
  • 24. GUERRA DA CRIMÉIA Foi uma disputa entre a Rússia e as forças aliadas da França, Inglaterra e Turquia na península da Criméia. A guerra acontece em reação as forças expansionistas da Russia. Rússia e França tinham suas próprias religiosas para atender seus doentes. Inglaterra contava com poucos homens sem treinamentos para cuidar dos soldados.
  • 25. Soldados ingleses em grande sofrimento pela negligencia de cuidados. FLORENCE – viu surgir sua grande OPORTUNIDADE. Escreveu para Sidney Herbert (ministro da guerra). GUERRA DA CRIMÉIA
  • 26. GUERRA DA CRIMÉIA Florence recrutou 38 mulheres (religiosas anglicanas, católicas e leigas) Em 21 outubro de 1854 foram levadas à base militar de Scutari. Florence e sua equipe foram encarregadas de cuidar de mais de 1500 feridos.
  • 27. GUERRA DA CRIMÉIA Hospital de Campanha Condições sanitárias as piores possíveis. Excesso de feridos. Falta de camas e suplementos. Falta de material e roupas. Taxa de mortalidade em torno de 40%.
  • 28. Florence Organizou a cozinha e lavanderia. Usava de seus prórpios recursos para adquirir material. Escrevia aos amigos para solicitar mais suplementos. Embora aceitasse que o médico prescrevia a alimentação, ela defendia que a ciência e a arte de alimentar um doente era saber da enfermagem. GUERRA DA CRIMÉIA
  • 29. Florence Em dois meses conseguiu colocar ordem no hospital. O fato lhe valeu a reputação e administradora e reformadora de hospitais. E em 6 meses diminuiu a mortalidade a 2% GUERRA DA CRIMÉIA
  • 30. AS IDEIAS DE FLORENCE - O cuidado de enfermagem é tanto para seres humanos sadios quanto para os doentes. - A cura é um privilégio da natureza, médicos e enfermeiros devem favorecer essa reabilitação.
  • 31. Médicos e Enfermeiras possuem funções completamente diferentes: - MÉDICOS: ações centradas na doença - ENFERMEIRAS: ações centradas nos seres humanos doentes ou não e não na sua doença AS IDEIAS DE FLORENCE
  • 32. O LEGADO DE FLORENCE Grande capacidade com estatística – Membro da Real Sociedade de Estatística da Inglaterra (1858). Membro da Associação Americana de Estatística (1874). Os soldados a amavam e a respeitavam pelo conforto que lhes oferecia,
  • 33. “Mas foi pela ronda noturna que Florence se notabilizou. Depois que todos os profissionais já haviam se recolhido e os pacientes estavam no silêncio e na escuridão, ela ia fazer sua ronda solitária, empunhando uma pequena lâmpada para clarear o caminho e ver as condições dos pacientes” OGUISSO, p. 75, 2008.
  • 34. Em Scutari, Florence decidiu ir até o campo de batalha. Lá contraiu Febre Tifóide. Voltou a Scutari e foi a última a deixar o hospital após o fim da guerra em 1856. O LEGADO DE FLORENCE
  • 35. • Em 1860 criou as própria escola de enfermeiras – Hospital Sant Thomas. • Primeira escola que ensinava enfermagem como profissão no mundo. • Hoje King's College de Londres. • Em 1883, a Rainha Vitória concedeu-lhe a Cruz Vermelha Real e em 1907 ela se tornou a primeira mulher a receber a Ordem do Mérito. • Faleceu em 13 de agosto de 1910. O LEGADO DE FLORENCE
  • 36. “uma das mais famosas inválidas, por ter-se recolhido ao leito doze meses após o retorno da Guerra da Criméia e nele permanecido por mais de dez anos. Mesmo no leito se ocupou intensamente da reforma de hospitais civis e militares e também das condições sanitárias do Exército Inglês...impulsinou o progresso social na Inglaterra com a criação do Serviço Nacional de Saúde”. OGUISSO, p. 66, 2008