SlideShare uma empresa Scribd logo
Superioridade da raça 
ariana
1. Oque e a Raça Ariana ? 
 É um conceito surgido no século 19 e que hoje está completamente 
desacreditado. "A raça ariana seria supostamente a linhagem ‘mais pura’ dos 
seres humanos, constituída apenas por indivíduos altos, fortes, claros e 
inteligentes, representando assim, de acordo comcritérios arbitrários, uma 
raça superior às demais"
Porque Hitler defendia a Raça Ariana ? 
 Hitler era obcecado com o ideal de pureza racial. Para ele a raça ariana era a 
suprema , e os que não se encaixavam neste pensamento , eram 
considerados inferiores e os causadores dos males que a Alemanha 
atravessava naquela época (A economia Alemã antes da Segunda Guerra 
não vivia nos seus melhores dias).
Quando aconteceu o Termo "raça Ariana" 
 O termo “raça ariana” teve seu auge no século XIX até a metade do século 
XX, um termo que foi utilizado amplamente pelo Partido Nazista da 
Alemanha.
Quem Difundiu a ideia da superioridade 
da Raça ariana ? 
 Hitler Junto com o Nazismo proclamava também a "superioridade 
biológica da raça ariana" (a que pertenceria o povo alemão) e, 
conseqüentemente, a necessidade de dominar as "raças inferiores". 
Entre estes, colocavam-se os judeus, os eslavos, os ciganos e os 
negros. Também era necessário extinguir os considerados "doentes 
incuráveis": homossexuais, epiléticos, esquizofrênicos, retardados, 
alcoólatras, etc.
GRUPO: 
 Ana Beatriz Moretti 
 Ramon Santos 
 Juliana Martins 
 Rafael Medeiros
Fontes : 
1. http://www.historiadomundo.com.br/artigos/raca-ariana.htm 
2. https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20101230083409AAKftm 
H 
3. http://historia3d.blogspot.com.br/2009/05/superioridade-raca-ariana-o-nazismo. 
html 
4. https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20111018063849AALcrCc

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

06. brasil aula sobre primeiro reinado
06. brasil aula sobre primeiro reinado06. brasil aula sobre primeiro reinado
06. brasil aula sobre primeiro reinado
Darlan Campos
 
Africa
AfricaAfrica
Racismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpointRacismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpoint
Nokas Alves
 
América latina no século xx
América latina no século xxAmérica latina no século xx
América latina no século xx
harlissoncarvalho
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Tavinho Koneski Westphal
 
Guerra de secessão
Guerra de secessãoGuerra de secessão
Guerra de secessão
turmac11
 
18. aula de história geral - américa no século XIX
18. aula de história geral - américa no século XIX18. aula de história geral - américa no século XIX
18. aula de história geral - américa no século XIX
Darlan Campos
 
História dos E.U.A
História dos E.U.AHistória dos E.U.A
História dos E.U.A
Alex Ferreira dos Santos
 
Filosofias no Helenismo
Filosofias no HelenismoFilosofias no Helenismo
Filosofias no Helenismo
Bruno Carrasco
 
Tipos de dominacao
Tipos de dominacaoTipos de dominacao
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Priscila Azeredo
 
Aula Poder
Aula PoderAula Poder
Aula Poder
Fabio Santos
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Edenilson Morais
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
tyromello
 
Mitologia egípcia
Mitologia egípciaMitologia egípcia
Mitologia egípcia
Marcela Marangon Ribeiro
 
Desigualdade racial
Desigualdade racialDesigualdade racial
Desigualdade racial
Maira Conde
 
América Latina no século XX
América Latina no século XXAmérica Latina no século XX
América Latina no século XX
Elton Zanoni
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
Maria Barroso
 
Brasil império II reinado (1840-1889)
Brasil império II reinado (1840-1889)Brasil império II reinado (1840-1889)
Brasil império II reinado (1840-1889)
Privada
 
Anarquismo
AnarquismoAnarquismo
Anarquismo
Barbara Delson
 

Mais procurados (20)

06. brasil aula sobre primeiro reinado
06. brasil aula sobre primeiro reinado06. brasil aula sobre primeiro reinado
06. brasil aula sobre primeiro reinado
 
Africa
AfricaAfrica
Africa
 
Racismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpointRacismo e xenofobia powerpoint
Racismo e xenofobia powerpoint
 
América latina no século xx
América latina no século xxAmérica latina no século xx
América latina no século xx
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Guerra de secessão
Guerra de secessãoGuerra de secessão
Guerra de secessão
 
18. aula de história geral - américa no século XIX
18. aula de história geral - américa no século XIX18. aula de história geral - américa no século XIX
18. aula de história geral - américa no século XIX
 
História dos E.U.A
História dos E.U.AHistória dos E.U.A
História dos E.U.A
 
Filosofias no Helenismo
Filosofias no HelenismoFilosofias no Helenismo
Filosofias no Helenismo
 
Tipos de dominacao
Tipos de dominacaoTipos de dominacao
Tipos de dominacao
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Aula Poder
Aula PoderAula Poder
Aula Poder
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
 
Aula revolução chinesa
Aula revolução chinesaAula revolução chinesa
Aula revolução chinesa
 
Mitologia egípcia
Mitologia egípciaMitologia egípcia
Mitologia egípcia
 
Desigualdade racial
Desigualdade racialDesigualdade racial
Desigualdade racial
 
América Latina no século XX
América Latina no século XXAmérica Latina no século XX
América Latina no século XX
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
 
Brasil império II reinado (1840-1889)
Brasil império II reinado (1840-1889)Brasil império II reinado (1840-1889)
Brasil império II reinado (1840-1889)
 
Anarquismo
AnarquismoAnarquismo
Anarquismo
 

Destaque

O holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômicaO holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômica
historiando
 
Antissemitismo na Alemanha
Antissemitismo na AlemanhaAntissemitismo na Alemanha
Antissemitismo na Alemanha
Renata Telha
 
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair AguilarCampos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
turma9amarinhas
 
Campos De ConcentraçãO
Campos De ConcentraçãOCampos De ConcentraçãO
Campos De ConcentraçãO
crie_historia9
 
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - HistóriaAula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
Kevin Mattos Mariano
 
Trabalho Para Cp
Trabalho Para CpTrabalho Para Cp
Trabalho Para Cp
ADIBB
 
Os Judeus Não São Nazistas
Os Judeus Não São NazistasOs Judeus Não São Nazistas
Os Judeus Não São Nazistas
Editora Menorah
 
Apresentação o menino do pijama listrado célia
Apresentação o menino do pijama listrado céliaApresentação o menino do pijama listrado célia
Apresentação o menino do pijama listrado célia
Nair Rodrigues Neves Boni
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
uppcdl
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
Renata Telha
 
A história se repete
A história se repeteA história se repete
A história se repete
Sylvio Bazote
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Anti semitismo
Anti semitismo Anti semitismo
Anti semitismo
Bruna Marques Ferreira
 
Sociedade Civil e Cidadania - EFA
Sociedade Civil e Cidadania - EFASociedade Civil e Cidadania - EFA
Sociedade Civil e Cidadania - EFA
abarros
 
Visita virtual A Casa de Anne Frank
Visita virtual  A Casa de Anne FrankVisita virtual  A Casa de Anne Frank
Visita virtual A Casa de Anne Frank
Maria Gomes
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Dr 1 cp
Dr 1 cpDr 1 cp
Dr 1 cp
Leonel Lopes
 
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
becreluisdeloureiro
 
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro IvoNazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
Leandro Bessa
 

Destaque (20)

O holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômicaO holocausto e as bombas atômica
O holocausto e as bombas atômica
 
Antissemitismo na Alemanha
Antissemitismo na AlemanhaAntissemitismo na Alemanha
Antissemitismo na Alemanha
 
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair AguilarCampos Nazista - Prof. Altair Aguilar
Campos Nazista - Prof. Altair Aguilar
 
A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......A perseguição aos judeus......
A perseguição aos judeus......
 
Campos De ConcentraçãO
Campos De ConcentraçãOCampos De ConcentraçãO
Campos De ConcentraçãO
 
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - HistóriaAula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
Aula Palestra Segunda Guerra Mundial - História
 
Trabalho Para Cp
Trabalho Para CpTrabalho Para Cp
Trabalho Para Cp
 
Os Judeus Não São Nazistas
Os Judeus Não São NazistasOs Judeus Não São Nazistas
Os Judeus Não São Nazistas
 
Apresentação o menino do pijama listrado célia
Apresentação o menino do pijama listrado céliaApresentação o menino do pijama listrado célia
Apresentação o menino do pijama listrado célia
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
 
A história se repete
A história se repeteA história se repete
A história se repete
 
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair AguilarDiscurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
Discurso de Adolf Hitler - Prof. Altair Aguilar
 
Anti semitismo
Anti semitismo Anti semitismo
Anti semitismo
 
Sociedade Civil e Cidadania - EFA
Sociedade Civil e Cidadania - EFASociedade Civil e Cidadania - EFA
Sociedade Civil e Cidadania - EFA
 
Visita virtual A Casa de Anne Frank
Visita virtual  A Casa de Anne FrankVisita virtual  A Casa de Anne Frank
Visita virtual A Casa de Anne Frank
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
 
Dr 1 cp
Dr 1 cpDr 1 cp
Dr 1 cp
 
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
Uma leitura de "O rapaz do pijama às riscas"
 
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro IvoNazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
Nazismo e Antissemitismo - Auschwitz | Viagens de Clio por Pedro Ivo
 

Semelhante a A superioridade da raça ariana

Teoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismoTeoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismo
Giovani Balbinot
 
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo naziV os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
Básicas ou Secundárias
 
Teoria nazista - Nazismo
Teoria nazista - NazismoTeoria nazista - Nazismo
Teoria nazista - Nazismo
Giovani Balbinot
 
CaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do NazismoCaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do Nazismo
Sílvia Mendonça
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
profnelton
 
Nazismo
NazismoNazismo
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
profnelton
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
profnelton
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
matheulopet
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Antônio Neto
 
Nazi-fascismo
Nazi-fascismoNazi-fascismo
Nazi-fascismo
Luiz Antonio Souza
 
Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid
Pietra Silva
 
Nazifascismo
Nazifascismo Nazifascismo
Nazifascismo
KellyCarvalho2011
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Lú Carvalho
 
Nazismo
NazismoNazismo
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra MundialGeopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
Eddieuepg
 
Anarquismo, racismo e luta de classes
Anarquismo, racismo e luta de classesAnarquismo, racismo e luta de classes
Anarquismo, racismo e luta de classes
moratonoise
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 

Semelhante a A superioridade da raça ariana (20)

Teoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismoTeoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismo
 
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo naziV os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
 
Teoria nazista - Nazismo
Teoria nazista - NazismoTeoria nazista - Nazismo
Teoria nazista - Nazismo
 
CaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do NazismoCaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do Nazismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Nazi-fascismo
Nazi-fascismoNazi-fascismo
Nazi-fascismo
 
Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid
 
Nazifascismo
Nazifascismo Nazifascismo
Nazifascismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra MundialGeopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
Geopolitica, Imperialismo e a 1° e 2° Guerra Mundial
 
Anarquismo, racismo e luta de classes
Anarquismo, racismo e luta de classesAnarquismo, racismo e luta de classes
Anarquismo, racismo e luta de classes
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 

Mais de Renata Telha

Dorothy stang queimadas
Dorothy stang   queimadasDorothy stang   queimadas
Dorothy stang queimadas
Renata Telha
 
Bertha Lutz
Bertha LutzBertha Lutz
Bertha Lutz
Renata Telha
 
Dona ivone lara
Dona ivone laraDona ivone lara
Dona ivone lara
Renata Telha
 
O que é Tuberculose?
O que é Tuberculose?O que é Tuberculose?
O que é Tuberculose?
Renata Telha
 
Varíola
VaríolaVaríola
Varíola
Renata Telha
 
Peste Bubônica
Peste BubônicaPeste Bubônica
Peste Bubônica
Renata Telha
 
Paleolítico e neolítico
Paleolítico e neolíticoPaleolítico e neolítico
Paleolítico e neolítico
Renata Telha
 
Explicação científica para origem dos seres humanos
Explicação científica para origem dos seres humanosExplicação científica para origem dos seres humanos
Explicação científica para origem dos seres humanos
Renata Telha
 
As origens míticas dos seres humanos
As origens míticas dos seres humanosAs origens míticas dos seres humanos
As origens míticas dos seres humanos
Renata Telha
 
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismoInvasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Renata Telha
 
05 por que estudamos história
05   por que estudamos história05   por que estudamos história
05 por que estudamos história
Renata Telha
 
2013 08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
2013  08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)2013  08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
2013 08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
Renata Telha
 
Quem produz o cohecimento histórico?
Quem produz o cohecimento histórico?Quem produz o cohecimento histórico?
Quem produz o cohecimento histórico?
Renata Telha
 
Formação da Europa feudal
Formação da Europa feudalFormação da Europa feudal
Formação da Europa feudal
Renata Telha
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
Renata Telha
 
06 quem faz a história
06   quem faz a história06   quem faz a história
06 quem faz a história
Renata Telha
 
05 por que estudamos história
05   por que estudamos história05   por que estudamos história
05 por que estudamos história
Renata Telha
 
O que é história?
O que é história?O que é história?
O que é história?
Renata Telha
 
Famílias, moradia e sociedade
Famílias, moradia e sociedadeFamílias, moradia e sociedade
Famílias, moradia e sociedade
Renata Telha
 
Este é o nosso espaço
Este é o nosso espaçoEste é o nosso espaço
Este é o nosso espaço
Renata Telha
 

Mais de Renata Telha (20)

Dorothy stang queimadas
Dorothy stang   queimadasDorothy stang   queimadas
Dorothy stang queimadas
 
Bertha Lutz
Bertha LutzBertha Lutz
Bertha Lutz
 
Dona ivone lara
Dona ivone laraDona ivone lara
Dona ivone lara
 
O que é Tuberculose?
O que é Tuberculose?O que é Tuberculose?
O que é Tuberculose?
 
Varíola
VaríolaVaríola
Varíola
 
Peste Bubônica
Peste BubônicaPeste Bubônica
Peste Bubônica
 
Paleolítico e neolítico
Paleolítico e neolíticoPaleolítico e neolítico
Paleolítico e neolítico
 
Explicação científica para origem dos seres humanos
Explicação científica para origem dos seres humanosExplicação científica para origem dos seres humanos
Explicação científica para origem dos seres humanos
 
As origens míticas dos seres humanos
As origens míticas dos seres humanosAs origens míticas dos seres humanos
As origens míticas dos seres humanos
 
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismoInvasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
 
05 por que estudamos história
05   por que estudamos história05   por que estudamos história
05 por que estudamos história
 
2013 08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
2013  08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)2013  08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
2013 08 ano, os impactos da revolução industrial inglesa (2)
 
Quem produz o cohecimento histórico?
Quem produz o cohecimento histórico?Quem produz o cohecimento histórico?
Quem produz o cohecimento histórico?
 
Formação da Europa feudal
Formação da Europa feudalFormação da Europa feudal
Formação da Europa feudal
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
 
06 quem faz a história
06   quem faz a história06   quem faz a história
06 quem faz a história
 
05 por que estudamos história
05   por que estudamos história05   por que estudamos história
05 por que estudamos história
 
O que é história?
O que é história?O que é história?
O que é história?
 
Famílias, moradia e sociedade
Famílias, moradia e sociedadeFamílias, moradia e sociedade
Famílias, moradia e sociedade
 
Este é o nosso espaço
Este é o nosso espaçoEste é o nosso espaço
Este é o nosso espaço
 

Último

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 

Último (20)

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 

A superioridade da raça ariana

  • 2. 1. Oque e a Raça Ariana ?  É um conceito surgido no século 19 e que hoje está completamente desacreditado. "A raça ariana seria supostamente a linhagem ‘mais pura’ dos seres humanos, constituída apenas por indivíduos altos, fortes, claros e inteligentes, representando assim, de acordo comcritérios arbitrários, uma raça superior às demais"
  • 3. Porque Hitler defendia a Raça Ariana ?  Hitler era obcecado com o ideal de pureza racial. Para ele a raça ariana era a suprema , e os que não se encaixavam neste pensamento , eram considerados inferiores e os causadores dos males que a Alemanha atravessava naquela época (A economia Alemã antes da Segunda Guerra não vivia nos seus melhores dias).
  • 4. Quando aconteceu o Termo "raça Ariana"  O termo “raça ariana” teve seu auge no século XIX até a metade do século XX, um termo que foi utilizado amplamente pelo Partido Nazista da Alemanha.
  • 5. Quem Difundiu a ideia da superioridade da Raça ariana ?  Hitler Junto com o Nazismo proclamava também a "superioridade biológica da raça ariana" (a que pertenceria o povo alemão) e, conseqüentemente, a necessidade de dominar as "raças inferiores". Entre estes, colocavam-se os judeus, os eslavos, os ciganos e os negros. Também era necessário extinguir os considerados "doentes incuráveis": homossexuais, epiléticos, esquizofrênicos, retardados, alcoólatras, etc.
  • 6. GRUPO:  Ana Beatriz Moretti  Ramon Santos  Juliana Martins  Rafael Medeiros
  • 7. Fontes : 1. http://www.historiadomundo.com.br/artigos/raca-ariana.htm 2. https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20101230083409AAKftm H 3. http://historia3d.blogspot.com.br/2009/05/superioridade-raca-ariana-o-nazismo. html 4. https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20111018063849AALcrCc