SlideShare uma empresa Scribd logo
CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL
ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO - BRÁS
CCB
Treinamento – Brigada 1° Socorros
Regional Administrativa Catanduva – Microrregião Santa Adélia –
Cidade de Santa Adélia.
Uso Exclusivo para Treinamento na Congregação Cristã no Brasil
Regional Catanduva
Sejam bem vindos
› Favor desligar o celular – colocar no silencioso
› 8h00 – abertura com uma oração a Deus.
› Apresentação.
›Deus abençoe pela presença;
›Bom treinamento para todos;
›Já assinaram a lista?
3
CARACTERÍSTICAS DE UM BOM VOLUNTÁRIO
1 - Conhecimento técnico
2 - Tempo disponível
3 - Prazer em servir a Deus como
voluntário
4 - Unidade Fé (efésios 4 – Andeis como é digno de
vocação com que fostes chamados, com toda humildade e mansidão,
Brigadistas - socorristas
› Vocês
› Vamos granjear com nosso trabalho, Deus nos
recompensará
Vamos servir a Deus nessa parte?
As irmãs podem
retirar os véus
Vamos iniciar as atividades técnicas
Identificação na CCB
IT 17 - 2014
Instrução técnica que legisla sobre
formação da brigada de incêndio
nas edificações. Formação de
socorristas.
Treinamento de
hoje...
Primeiros socorros
Atualizada
2019
Livro ata
e anotações
Sugerimos ter em cada Casa de Oração,
um irmão responsável da Brigada.
Função: agrupar os brigadistas, marcar as
reuniões trimestrais, comunicar o
Ministério local sobre as datas para essas
reuniões. Preencher o livro ata. Elaborar
escala.
Os escalados do dia, assinar o livro.
Anotações
de ocorrências
Todos os Brigadistas devem se reunir, fazer uma
varredura na igreja, verificar os extintores, estarem junto
com os irmãos que trabalham nas manutenções
preventivas, limpeza, convidar os irmãos da Comissão
para estar junto com os irmãos.
MODELO DE ATA
› Ata da reunião conjunta do Ministério e Brigadistas da casa de oração ______________________(nome da casa de
oração) da Congregação Cristã no Brasil.
› No dia ______/______/_____ às ____ horas e ____ minutos iniciou a reunião para os irmãos (ãs) Brigadistas em
conjunto com o Ministério local e os irmãos da manutenção.
Pauta do dia:
_________________________________________________________________________________________________
› Ocorrências: (relatar as ocorrências e atendimentos feitos no último período).
› Pendências da última reunião: (relatar as pendências deixadas na última reunião e as ações tomadas).
› Plano de ação: (relatar os planos de ações e melhorias à serem desempenhadas para o próximo período).
› Obs.: (caso tenha mais algo a acrescentar)
› Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião com uma oração de agradecimento à Deus, às ____ horas e ____
minutos, da qual para constar, foi lavrada a Ata pelo irmão(ã) brigadistas que, depois de lida e aprovada vai devidamente
assinada pelos presentes.
› Assinatura de todos os presentes...
MODELO DE ATENDIMENTO
ATENDIMENTO DO DIA ________/_________/_____________ hora _________
› Código de atendimento:________________________________________________________________________
› Atendido por:________________________________________________________________________________
› Pessoa ou local atendido: _____________________ (sê for uma pessoa colocar o nome, sê for fogo colocar o
local)
› Relato dos fatos:________________________________________________ (fazer uma descrição da situação)
› ____________________________________________________________________________________________
__________
› ____________________________________________________________________________________________
__________
› ____________________________________________________________________________________________
__________
› Obs. No campo código de atendimento, colocar a letra e nº. dos códigos abaixo:
Códigos de atendimento:
› Ao chegar, já avisar o irmão ou irmã que atende a porta, onde vai
sentar;
› Ficar em local que possa sair rapidamente;
› Precisamos ficar atentos dentro da igreja.
› Identificando um problema, ou sendo chamado, deve agir
prontamente;
› Ao atender, avaliando e vendo a necessidade, pede ajuda...
Boas práticas:
Todos, sentar nas pontas dos bancos,
orar, ficar atento.
Devem ser prestativos aos Irmãos
Idosos, Cadeirantes, e Visitas.
Acontecendo algo, devem estar
preparados para agirem.
Você sabe o endereço da sua Comum?
Nome da Rua ou Avenida
Número
Bairro
Para socorrer alguém
›Basta ter boa vontade
›Querer ajudar
›Ter iniciativa
Devemos saber socorrer
Brigada de
Primeiros socorros
O que é
primeiros
socorros?
 Os Primeiros Socorros ou socorro
básico de urgência são as medidas
iniciais e imediatas dedicadas à
vítima, fora do ambiente hospitalar,
executadas por qualquer pessoa
treinada, para garantir a vida,
proporcionar bem-estar e evitar
agravamento das lesões
existentes.
Brigada de
Primeiros socorros
Quem pode prestar 1º socorros?
 A prestação dos Primeiros Socorros depende de conhecimentos
básicos, teóricos e práticos por parte de quem os está aplicando.
 O restabelecimento da vítima de um acidente, seja qual for sua
natureza, dependerá muito do preparo psicológico e técnico da
pessoa que prestar o atendimento.
 O socorrista deve agir com bom senso, tolerância e calma.
 O primeiro atendimento mal sucedido pode levar vítimas de
acidentes a sequelas irreversíveis.
Brigada de
Primeiros socorros
Onde pedir
ajuda?
Em qual nº
ligar?
192
O que dizer, quando
ligar?
Seu nome
Endereço da Casa de
Oração
Ocorrência
O corpo humano tem vários sistemas
› Mas vamos falar de 3
› Os 3 órgãos essenciais
› Coração
› Pulmão
› Cérebro
Qual é a função do coração?
Bombear o sangue para o organismo.
Qual é a função do pulmão?
Oxigenar o sangue e eliminar o dióxido de
carbono.
Qual é a função do cérebro?
Responsável pelas funções de movimento,
equilíbrio e postura.
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
Quais são
os
Locais de
verificação
de pulso?
Mais segura
BC
Entre 60 e 100 x
Por minuto
Como abordar
uma pessoa
que esta em
mal súbito?
Avaliando a
respiração
Chegar perto
Tocar nos ombros
Chamar alto
Senhor, Senhor
Irmão, Irmão
Você me ouve?
Ideal entre 12 e
20 respirações
por minuto
Devemos estar sempre atentos!
Abrir vias aéreas
Ver elevação
torácica
Sentir saída de ar
Sistema Neurológico
Responsável por controlar ações voluntárias (correr, falar, andar) e involuntárias (respiração, digestão,
batimentos cardíacos) etc...
Por que passamos mal?
› Falta de alimentação/hidratação;
› Falta de repouso/dormir;
› Exaustão;
› Estresses;
› Enfermidades;
› ...
› O que é mais comum acontecer?
Desmaio ou mal súbito
Causas:
Fome
Nervoso
Muita emoção
Calor/aglomeração
pessoas
Sinais e sintomas:
Palidez facial
Suor intenso
Tremores
Fraqueza / queda
O
que
fazer
Acalmar a pessoa;
Afrouxar as roupas;
Retirar para fora da igreja;
Usar cadeira de rodas.
Fora do ambiente, avaliar.
Atividade – simulação de desmaio
› Em algum ponto da Casa de
Oração:
› Alguém vai desmaiar
Crise
convulsiva
O corpo sofre contrações
musculares intensas e
involuntárias.
(Arroxeada, lábios e dentes cerrados,
salivação excessiva e em alguns casos
perda da consciência).
Queda da
própria altura
Agir prontamente;
Avaliar;
Se bateu a cabeça, tem sinais
de fraturas, manter no local até
a chegada do serviço de saúde
Em queda simples,
oferecer apoio, se for
necessário, usar a cadeira
de rodas
Engasg
o
Obstrução
das vias
aéreas
superiores
Como atender?
Chegar perto:
Avaliar
Se respira e ou
tem dificuldade.
Se não respirar...
Manobra
de
Manobra
de
No engasgo
SE A PESSOA DESMAIAR... Se a vítima for uma
grávida...
Se for bebe...
Se for bebe...
33
›Em duplas:
›Todos praticando:
AVE/AVC
Encaminhar o mais rápido possível
para o serviço de saúde mais
próximo.
O acidente vascular encefálico (AVE), também
denominado como acidente vascular cerebral
(AVC) ou derrame cerebral. O nome mudou, e
hoje é mais comum usar AVE por se tratar de
uma lesão que possivelmente pode afetar todo o
encéfalo (cérebro, tronco encefálico e cerebelo)
e não só o cérebro
Infarto Agudo do Miocárdio
IAM
Ocorre quando um coágulo bloqueia o
fluxo sanguíneo para o coração. Sem
sangue, o tecido perde oxigênio e
morre.
IA
M
Sintomas: Dor forte no peito,
Dormência no braço esquerdo,
Tosse,
Tontura,
Falta de ar,
Sudorese e
Náuseas.
Como atender?
Ligar 192
Sentar a pessoa,
Colocar em local arejado,
Afrouxar as roupas,
Acalmá-la,
Se vomitar:
Lateralizar o rosto e
Aguarda o serviço...
Atenção: Se
Não responder;
Avaliar:
Pulso
Respiração
Iniciar protocolo
RCP
IAM – infarto agudo do miocárdio
38
Protocolos de Ressuscitação
Cardiopulmonar
RC
P
Avaliação:
Deitar a pessoa no chão
Chamá-lo tocando nos
ombros
Verificar pulso carotídeo
Verificar respiração
Se ausência: de R e BC
Iniciar
Compressão torácica
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
Reanimação
Cardiopulmonar
Em crianças:
Para realizar o RCP em crianças siga os seguintes passos:
Em crianças:
Para realizar o RCP em crianças siga os seguintes passos:
?
FOGOOOOOOO FOGOOOOOOOOO
Técnico em
Segurança do
Trabalho
Quais são os deveres e responsabilidades do
brigadista?
Brigada de incêndio é um grupo treinado e capacitado para
atuar no atendimento a emergências. Responsáveis pela
prevenção e combate a eventuais sinistros ocorridos dentro
da igreja.
• Combater um principio de incêndio;
• Se tomar proporção maior, pensar na evacuação da
igreja de forma organizada, e sem pânico.
Quais são os deveres e responsabilidades do
brigadista?
A SEGURANÇA CONSISTE NA
RESPONSABILIDADE DE SABER
E AGIR DA MANIERA CORRETA.
Chamar o Corpo de Bombeiros o
mais breve possível, (193)
• Inspecionar os equipamentos de emergência e mantê-los
desobstruídos (prática diária);
• Exercer prevenção, combater princípios
de incêndio e efetuar salvamento;
• Conhecer e avaliar os riscos de incêndio existentes;
• Recepcionar e orientar o Corpo de Bombeiros;
• Participar das inspeções regulares e periódicas;
• Conhecer as vias de escape
• Conhecer os locais onde estão instalados os equipamentos de
proteção contra incêndio (extintores, hidrantes, detectores, alarme)
ATRIBUIÇÕES DA BRIGADA
• Conhecer todas as instalações da igreja;
• Conhecer o princípio de funcionamento de todos os
equipamentos de proteção contra incêndio;
• Estar sempre atento e atender imediatamente a qualquer
chamado de emergência;
• Agir de maneira rápida e enérgica em situações de
emergência;
• Inspecionar os locais ao término do culto, verificando se
todos os equipamentos foram desligados, luzes apagadas e
lixeiras esvaziadas;
ATRIBUIÇÕES DA BRIGADA
Edificação
› Acesso livre no local que devemos manter os extintores
› Se mantermos na parede, qual é a medida?
› Se mantermos no chão, como proceder?
› Cuidados diários com os extintores.
1,60 CM
0,20 CM chão
Brigada de
Incêndio
Fogo é um processo químico de transformação, também
chamado de combustão.
Podemos defini-lo, ainda como, o resultado de uma reação
química que desprende luz e calor devido à combustão de
materiais diversos.
TEORIA DO FOGO
ELEMENTOS QUE COMPÕEM O FOGO
Para que haja fogo, necessitamos reunir os quatro
elementos essenciais:
O Combustível em contato com uma fonte de Calor e em presença
de um Comburente (geralmente o oxigênio contido no ar) começará
inflamar gerando a Reação em cadeia.
PROPOGAÇÃO DO FOGO
O calor pode se propagar de três diferentes maneiras: condução,
convecção, e irradiação.
 Condução: Transferência de calor através de um corpo sólido de
molécula em molécula.
Transferência de calor
através de um corpo.
 Convecção: Transferência de calor pelo movimento ascendente de
massas de gases.
Movimentação de massas gasosas transporta o calor para cima e horizontalmente nos andares.
PROPOGAÇÃO DO FOGO
 Irradiação: Transferência de calor por ondas de energia calorífica
que deslocam através do espaço.
Ondas caloríficas atingem os objetos, aquecendo-as.
PROPOGAÇÃO DO FOGO
PROPOGAÇÃO DO FOGO
COMBUSTÍVEL
É o elemento que alimenta o fogo e serve
de campo para sua propagação.
Os combustíveis podem ser sólidos,
líquidos ou gasosos, e a grande maioria
precisa passar pelo estado gasoso para,
então, combinar com o oxigênio.
A extinção do fogo baseia-se na retirada de um dos quatro elementos
essenciais que provocam o fogo, por meio da:
Retirada de material;
Resfriamento;
Abafamento;
Quebra da Reação em cadeia
MÉTODOS DE EXTINÇÃO DO FOGO
CLASSIFICAÇÃO DE INCÊNDIOS
Os incêndios são classificados de acordo
com os materiais neles envolvidos, bem
como a situação em que se encontram.
Essa classificação é feita para
determinar o agente extintor adequado
para o tipo de incêndio específico.
Brigada de Incêndio
Classe de
extintores
RESFRIAMENTO
Consiste em diminuir a
temperatura do material
que está queimando.
A água é o agente extintor
mais usado neste método.
São aqueles combustíveis que queimam
em superfície e profundidade, deixando
resíduos sólidos (cinzas).
Brigada de Incêndio
Classe de
extintores
ABAFAMENTO
O abafamento por espuma
destaca-se como o método
mais eficaz, porem hoje usa-
se com maior frequência o
pó químico.
Incêndio envolvendo líquidos inflamáveis, graxas e
gases combustíveis.
É caracterizado por não deixar resíduos e queimar
apenas na superfície exposta e não em
profundidade.
Classe “C”
São os incêndios que ocorrem em aparelhos elétricos energizados.
ABAFAMENTO
Para a sua extinção necessita
de agente extintor que não
conduza a corrente elétrica e
utilize o princípio de
abafamento ou da
interrupção (quebra) da
reação em cadeia.
Lançar um agente que não
conduza eletricidade num
incêndio classe “C” por
exemplo, CO2 (dióxido de
carbono).
Manuseio do Extintor
Evacuação de área
› Brigadista observa um princípio de incêndio;
› Brigadista realiza avaliação;
› Vê que não vai ter sucesso usando extintor;
› Comunica o irmão do Ministério, que tem um princípio de incêndio e
que terá de evacuar a igreja;
› Irmão do Ministério comunica a irmandade para manter a calma e
seguir as orientações dos irmãos brigadistas.
› Formar equipe de evacuação:
› Um ponta de fila e um final de fila por corredor;
› Vai retirando todos pela porta sem obstáculo;
› O ultimo deve verificar todo prédio, se não está ficando alguém para
trás.
NÚMEROS DE EMERGÊNCIA
Corpo de Bombeiros – 193
Polícia Militar – 190
Ambulância – 192
Ponto de encontro!
› Realizar as práticas com extintor de incêndio.
Tempo da evacuação?
Estacionamento da Casa de Oração.
Deus abençoe pela presença.
67

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx

Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
Cargos slideshare-131103170746-phpapp02Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
arlindopolicarpo
 
Apresentação - Cuidados ao utente.ppt
Apresentação - Cuidados ao utente.pptApresentação - Cuidados ao utente.ppt
Apresentação - Cuidados ao utente.ppt
MiriamMarques27
 
Soul Detox - Desintoxicando a Alma
Soul Detox - Desintoxicando a AlmaSoul Detox - Desintoxicando a Alma
Soul Detox - Desintoxicando a Alma
Daniel de Carvalho Luz
 
Transf. atitudes negativas
Transf. atitudes negativasTransf. atitudes negativas
Transf. atitudes negativas
WM Treinamentos Cursos e Palestras Ltda
 
Physio News 02
Physio News 02Physio News 02
Physio News 02
physioserv
 
Como Posso Lidar Com O Estresse
Como Posso Lidar Com O EstresseComo Posso Lidar Com O Estresse
Como Posso Lidar Com O Estresse
Daniel Luzz
 
socorrismo
socorrismosocorrismo
socorrismo
Pedro Alves
 
Ef andriana 6_a
Ef andriana 6_aEf andriana 6_a
Ef andriana 6_a
TurmaNova
 
Curso de 1 socorros.pptx
Curso de 1 socorros.pptxCurso de 1 socorros.pptx
Curso de 1 socorros.pptx
AlexandrelindoVital1
 
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergênciasTreinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
Márcio Roberto de Mattos
 
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantasTrabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Vera Filipa Silva
 
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantasTrabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Vera Filipa Silva
 
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptxPalestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
ssusere4feb1
 
Primeiros socorros completo
Primeiros socorros completoPrimeiros socorros completo
Primeiros socorros completo
May Mello
 
Primeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptxPrimeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptx
AlessandroAlvesPerei1
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
fonsecahugo
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
JessicaPetty10
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
comercialisobrasmatr
 
Primeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptxPrimeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptx
andrikazi
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
AlbaCristina10
 

Semelhante a TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx (20)

Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
Cargos slideshare-131103170746-phpapp02Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
Cargos slideshare-131103170746-phpapp02
 
Apresentação - Cuidados ao utente.ppt
Apresentação - Cuidados ao utente.pptApresentação - Cuidados ao utente.ppt
Apresentação - Cuidados ao utente.ppt
 
Soul Detox - Desintoxicando a Alma
Soul Detox - Desintoxicando a AlmaSoul Detox - Desintoxicando a Alma
Soul Detox - Desintoxicando a Alma
 
Transf. atitudes negativas
Transf. atitudes negativasTransf. atitudes negativas
Transf. atitudes negativas
 
Physio News 02
Physio News 02Physio News 02
Physio News 02
 
Como Posso Lidar Com O Estresse
Como Posso Lidar Com O EstresseComo Posso Lidar Com O Estresse
Como Posso Lidar Com O Estresse
 
socorrismo
socorrismosocorrismo
socorrismo
 
Ef andriana 6_a
Ef andriana 6_aEf andriana 6_a
Ef andriana 6_a
 
Curso de 1 socorros.pptx
Curso de 1 socorros.pptxCurso de 1 socorros.pptx
Curso de 1 socorros.pptx
 
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergênciasTreinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
Treinamento de primeiros socorros para brigadistas de emergências
 
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantasTrabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
 
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantasTrabalho módulo 1   suporte básico de vida - daniela dantas
Trabalho módulo 1 suporte básico de vida - daniela dantas
 
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptxPalestra técnicas de proteção-2.pptx
Palestra técnicas de proteção-2.pptx
 
Primeiros socorros completo
Primeiros socorros completoPrimeiros socorros completo
Primeiros socorros completo
 
Primeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptxPrimeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptx
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt1 Primeiros socorros 03112005.ppt
1 Primeiros socorros 03112005.ppt
 
Primeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptxPrimeiros Socorros-2.pptx
Primeiros Socorros-2.pptx
 
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
1 Primeiros socorros 03112005.ppt.........
 

Último

Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 

TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx

  • 1. CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL ADMINISTRAÇÃO SÃO PAULO - BRÁS CCB Treinamento – Brigada 1° Socorros Regional Administrativa Catanduva – Microrregião Santa Adélia – Cidade de Santa Adélia. Uso Exclusivo para Treinamento na Congregação Cristã no Brasil Regional Catanduva
  • 2. Sejam bem vindos › Favor desligar o celular – colocar no silencioso › 8h00 – abertura com uma oração a Deus. › Apresentação.
  • 3. ›Deus abençoe pela presença; ›Bom treinamento para todos; ›Já assinaram a lista? 3
  • 4. CARACTERÍSTICAS DE UM BOM VOLUNTÁRIO 1 - Conhecimento técnico 2 - Tempo disponível 3 - Prazer em servir a Deus como voluntário 4 - Unidade Fé (efésios 4 – Andeis como é digno de vocação com que fostes chamados, com toda humildade e mansidão,
  • 5. Brigadistas - socorristas › Vocês › Vamos granjear com nosso trabalho, Deus nos recompensará Vamos servir a Deus nessa parte? As irmãs podem retirar os véus Vamos iniciar as atividades técnicas Identificação na CCB
  • 6. IT 17 - 2014 Instrução técnica que legisla sobre formação da brigada de incêndio nas edificações. Formação de socorristas. Treinamento de hoje... Primeiros socorros Atualizada 2019
  • 7. Livro ata e anotações Sugerimos ter em cada Casa de Oração, um irmão responsável da Brigada. Função: agrupar os brigadistas, marcar as reuniões trimestrais, comunicar o Ministério local sobre as datas para essas reuniões. Preencher o livro ata. Elaborar escala. Os escalados do dia, assinar o livro. Anotações de ocorrências Todos os Brigadistas devem se reunir, fazer uma varredura na igreja, verificar os extintores, estarem junto com os irmãos que trabalham nas manutenções preventivas, limpeza, convidar os irmãos da Comissão para estar junto com os irmãos.
  • 8. MODELO DE ATA › Ata da reunião conjunta do Ministério e Brigadistas da casa de oração ______________________(nome da casa de oração) da Congregação Cristã no Brasil. › No dia ______/______/_____ às ____ horas e ____ minutos iniciou a reunião para os irmãos (ãs) Brigadistas em conjunto com o Ministério local e os irmãos da manutenção. Pauta do dia: _________________________________________________________________________________________________ › Ocorrências: (relatar as ocorrências e atendimentos feitos no último período). › Pendências da última reunião: (relatar as pendências deixadas na última reunião e as ações tomadas). › Plano de ação: (relatar os planos de ações e melhorias à serem desempenhadas para o próximo período). › Obs.: (caso tenha mais algo a acrescentar) › Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião com uma oração de agradecimento à Deus, às ____ horas e ____ minutos, da qual para constar, foi lavrada a Ata pelo irmão(ã) brigadistas que, depois de lida e aprovada vai devidamente assinada pelos presentes. › Assinatura de todos os presentes...
  • 9. MODELO DE ATENDIMENTO ATENDIMENTO DO DIA ________/_________/_____________ hora _________ › Código de atendimento:________________________________________________________________________ › Atendido por:________________________________________________________________________________ › Pessoa ou local atendido: _____________________ (sê for uma pessoa colocar o nome, sê for fogo colocar o local) › Relato dos fatos:________________________________________________ (fazer uma descrição da situação) › ____________________________________________________________________________________________ __________ › ____________________________________________________________________________________________ __________ › ____________________________________________________________________________________________ __________ › Obs. No campo código de atendimento, colocar a letra e nº. dos códigos abaixo: Códigos de atendimento:
  • 10. › Ao chegar, já avisar o irmão ou irmã que atende a porta, onde vai sentar; › Ficar em local que possa sair rapidamente; › Precisamos ficar atentos dentro da igreja. › Identificando um problema, ou sendo chamado, deve agir prontamente; › Ao atender, avaliando e vendo a necessidade, pede ajuda...
  • 11. Boas práticas: Todos, sentar nas pontas dos bancos, orar, ficar atento. Devem ser prestativos aos Irmãos Idosos, Cadeirantes, e Visitas. Acontecendo algo, devem estar preparados para agirem.
  • 12. Você sabe o endereço da sua Comum? Nome da Rua ou Avenida Número Bairro
  • 13. Para socorrer alguém ›Basta ter boa vontade ›Querer ajudar ›Ter iniciativa Devemos saber socorrer
  • 14. Brigada de Primeiros socorros O que é primeiros socorros?  Os Primeiros Socorros ou socorro básico de urgência são as medidas iniciais e imediatas dedicadas à vítima, fora do ambiente hospitalar, executadas por qualquer pessoa treinada, para garantir a vida, proporcionar bem-estar e evitar agravamento das lesões existentes.
  • 15. Brigada de Primeiros socorros Quem pode prestar 1º socorros?  A prestação dos Primeiros Socorros depende de conhecimentos básicos, teóricos e práticos por parte de quem os está aplicando.  O restabelecimento da vítima de um acidente, seja qual for sua natureza, dependerá muito do preparo psicológico e técnico da pessoa que prestar o atendimento.  O socorrista deve agir com bom senso, tolerância e calma.  O primeiro atendimento mal sucedido pode levar vítimas de acidentes a sequelas irreversíveis.
  • 16. Brigada de Primeiros socorros Onde pedir ajuda? Em qual nº ligar? 192 O que dizer, quando ligar? Seu nome Endereço da Casa de Oração Ocorrência
  • 17. O corpo humano tem vários sistemas › Mas vamos falar de 3 › Os 3 órgãos essenciais › Coração › Pulmão › Cérebro Qual é a função do coração? Bombear o sangue para o organismo. Qual é a função do pulmão? Oxigenar o sangue e eliminar o dióxido de carbono. Qual é a função do cérebro? Responsável pelas funções de movimento, equilíbrio e postura.
  • 19. Quais são os Locais de verificação de pulso? Mais segura BC Entre 60 e 100 x Por minuto
  • 20. Como abordar uma pessoa que esta em mal súbito? Avaliando a respiração Chegar perto Tocar nos ombros Chamar alto Senhor, Senhor Irmão, Irmão Você me ouve? Ideal entre 12 e 20 respirações por minuto Devemos estar sempre atentos! Abrir vias aéreas Ver elevação torácica Sentir saída de ar
  • 21. Sistema Neurológico Responsável por controlar ações voluntárias (correr, falar, andar) e involuntárias (respiração, digestão, batimentos cardíacos) etc...
  • 22. Por que passamos mal? › Falta de alimentação/hidratação; › Falta de repouso/dormir; › Exaustão; › Estresses; › Enfermidades; › ... › O que é mais comum acontecer?
  • 23. Desmaio ou mal súbito Causas: Fome Nervoso Muita emoção Calor/aglomeração pessoas Sinais e sintomas: Palidez facial Suor intenso Tremores Fraqueza / queda O que fazer Acalmar a pessoa; Afrouxar as roupas; Retirar para fora da igreja; Usar cadeira de rodas. Fora do ambiente, avaliar.
  • 24. Atividade – simulação de desmaio › Em algum ponto da Casa de Oração: › Alguém vai desmaiar
  • 25. Crise convulsiva O corpo sofre contrações musculares intensas e involuntárias. (Arroxeada, lábios e dentes cerrados, salivação excessiva e em alguns casos perda da consciência).
  • 26. Queda da própria altura Agir prontamente; Avaliar; Se bateu a cabeça, tem sinais de fraturas, manter no local até a chegada do serviço de saúde Em queda simples, oferecer apoio, se for necessário, usar a cadeira de rodas
  • 27. Engasg o Obstrução das vias aéreas superiores Como atender? Chegar perto: Avaliar Se respira e ou tem dificuldade. Se não respirar...
  • 30. No engasgo SE A PESSOA DESMAIAR... Se a vítima for uma grávida...
  • 34. AVE/AVC Encaminhar o mais rápido possível para o serviço de saúde mais próximo. O acidente vascular encefálico (AVE), também denominado como acidente vascular cerebral (AVC) ou derrame cerebral. O nome mudou, e hoje é mais comum usar AVE por se tratar de uma lesão que possivelmente pode afetar todo o encéfalo (cérebro, tronco encefálico e cerebelo) e não só o cérebro
  • 35. Infarto Agudo do Miocárdio IAM Ocorre quando um coágulo bloqueia o fluxo sanguíneo para o coração. Sem sangue, o tecido perde oxigênio e morre.
  • 36. IA M Sintomas: Dor forte no peito, Dormência no braço esquerdo, Tosse, Tontura, Falta de ar, Sudorese e Náuseas. Como atender? Ligar 192 Sentar a pessoa, Colocar em local arejado, Afrouxar as roupas, Acalmá-la, Se vomitar: Lateralizar o rosto e Aguarda o serviço... Atenção: Se Não responder; Avaliar: Pulso Respiração Iniciar protocolo RCP
  • 37. IAM – infarto agudo do miocárdio
  • 38. 38
  • 39. Protocolos de Ressuscitação Cardiopulmonar RC P Avaliação: Deitar a pessoa no chão Chamá-lo tocando nos ombros Verificar pulso carotídeo Verificar respiração Se ausência: de R e BC Iniciar Compressão torácica
  • 42. Em crianças: Para realizar o RCP em crianças siga os seguintes passos:
  • 43. Em crianças: Para realizar o RCP em crianças siga os seguintes passos: ?
  • 45. Quais são os deveres e responsabilidades do brigadista? Brigada de incêndio é um grupo treinado e capacitado para atuar no atendimento a emergências. Responsáveis pela prevenção e combate a eventuais sinistros ocorridos dentro da igreja. • Combater um principio de incêndio; • Se tomar proporção maior, pensar na evacuação da igreja de forma organizada, e sem pânico.
  • 46. Quais são os deveres e responsabilidades do brigadista? A SEGURANÇA CONSISTE NA RESPONSABILIDADE DE SABER E AGIR DA MANIERA CORRETA. Chamar o Corpo de Bombeiros o mais breve possível, (193)
  • 47. • Inspecionar os equipamentos de emergência e mantê-los desobstruídos (prática diária); • Exercer prevenção, combater princípios de incêndio e efetuar salvamento; • Conhecer e avaliar os riscos de incêndio existentes; • Recepcionar e orientar o Corpo de Bombeiros; • Participar das inspeções regulares e periódicas; • Conhecer as vias de escape • Conhecer os locais onde estão instalados os equipamentos de proteção contra incêndio (extintores, hidrantes, detectores, alarme) ATRIBUIÇÕES DA BRIGADA
  • 48. • Conhecer todas as instalações da igreja; • Conhecer o princípio de funcionamento de todos os equipamentos de proteção contra incêndio; • Estar sempre atento e atender imediatamente a qualquer chamado de emergência; • Agir de maneira rápida e enérgica em situações de emergência; • Inspecionar os locais ao término do culto, verificando se todos os equipamentos foram desligados, luzes apagadas e lixeiras esvaziadas; ATRIBUIÇÕES DA BRIGADA
  • 49. Edificação › Acesso livre no local que devemos manter os extintores › Se mantermos na parede, qual é a medida? › Se mantermos no chão, como proceder? › Cuidados diários com os extintores. 1,60 CM 0,20 CM chão
  • 51. Fogo é um processo químico de transformação, também chamado de combustão. Podemos defini-lo, ainda como, o resultado de uma reação química que desprende luz e calor devido à combustão de materiais diversos. TEORIA DO FOGO
  • 52. ELEMENTOS QUE COMPÕEM O FOGO Para que haja fogo, necessitamos reunir os quatro elementos essenciais: O Combustível em contato com uma fonte de Calor e em presença de um Comburente (geralmente o oxigênio contido no ar) começará inflamar gerando a Reação em cadeia.
  • 53. PROPOGAÇÃO DO FOGO O calor pode se propagar de três diferentes maneiras: condução, convecção, e irradiação.  Condução: Transferência de calor através de um corpo sólido de molécula em molécula. Transferência de calor através de um corpo.
  • 54.  Convecção: Transferência de calor pelo movimento ascendente de massas de gases. Movimentação de massas gasosas transporta o calor para cima e horizontalmente nos andares. PROPOGAÇÃO DO FOGO
  • 55.  Irradiação: Transferência de calor por ondas de energia calorífica que deslocam através do espaço. Ondas caloríficas atingem os objetos, aquecendo-as. PROPOGAÇÃO DO FOGO
  • 57. COMBUSTÍVEL É o elemento que alimenta o fogo e serve de campo para sua propagação. Os combustíveis podem ser sólidos, líquidos ou gasosos, e a grande maioria precisa passar pelo estado gasoso para, então, combinar com o oxigênio.
  • 58. A extinção do fogo baseia-se na retirada de um dos quatro elementos essenciais que provocam o fogo, por meio da: Retirada de material; Resfriamento; Abafamento; Quebra da Reação em cadeia MÉTODOS DE EXTINÇÃO DO FOGO
  • 59. CLASSIFICAÇÃO DE INCÊNDIOS Os incêndios são classificados de acordo com os materiais neles envolvidos, bem como a situação em que se encontram. Essa classificação é feita para determinar o agente extintor adequado para o tipo de incêndio específico.
  • 60. Brigada de Incêndio Classe de extintores RESFRIAMENTO Consiste em diminuir a temperatura do material que está queimando. A água é o agente extintor mais usado neste método. São aqueles combustíveis que queimam em superfície e profundidade, deixando resíduos sólidos (cinzas).
  • 61. Brigada de Incêndio Classe de extintores ABAFAMENTO O abafamento por espuma destaca-se como o método mais eficaz, porem hoje usa- se com maior frequência o pó químico. Incêndio envolvendo líquidos inflamáveis, graxas e gases combustíveis. É caracterizado por não deixar resíduos e queimar apenas na superfície exposta e não em profundidade.
  • 62. Classe “C” São os incêndios que ocorrem em aparelhos elétricos energizados. ABAFAMENTO Para a sua extinção necessita de agente extintor que não conduza a corrente elétrica e utilize o princípio de abafamento ou da interrupção (quebra) da reação em cadeia. Lançar um agente que não conduza eletricidade num incêndio classe “C” por exemplo, CO2 (dióxido de carbono).
  • 64. Evacuação de área › Brigadista observa um princípio de incêndio; › Brigadista realiza avaliação; › Vê que não vai ter sucesso usando extintor; › Comunica o irmão do Ministério, que tem um princípio de incêndio e que terá de evacuar a igreja; › Irmão do Ministério comunica a irmandade para manter a calma e seguir as orientações dos irmãos brigadistas. › Formar equipe de evacuação: › Um ponta de fila e um final de fila por corredor; › Vai retirando todos pela porta sem obstáculo; › O ultimo deve verificar todo prédio, se não está ficando alguém para trás.
  • 65. NÚMEROS DE EMERGÊNCIA Corpo de Bombeiros – 193 Polícia Militar – 190 Ambulância – 192
  • 66. Ponto de encontro! › Realizar as práticas com extintor de incêndio. Tempo da evacuação? Estacionamento da Casa de Oração.
  • 67. Deus abençoe pela presença. 67

Notas do Editor

  1. Precisamos ter formação para atuar nas diferentes frente de trabalho. Aqui nessa parte, ser técnico em segurança do trabalho, ser profissional de saúde para ministrar 1º socorros. Querer ajudar na Obra de Deus, quantas horas temos na semana? 168 horas, não podemos dedicar 8 horas dessas para o Senhor? Temos que ter prazer em fazer pela obra de Deus, não tem profissão? Vem varrer a Casa do Senhor, ajudar na manutenção, nas construções. Ter fé, seguir a doutrina, respeitar nosso ministério, estar com eles, auxiliar eles nessa árdua missão...que é cuidar da Santa Obra de Deus.