SlideShare uma empresa Scribd logo
A Era Vargas (1930-1945))
O fim da aliança da café com leite
• A traição do PRP → em 1929, o presidente Washington Luís
(PRP) apoiou a candidato paulista Júlio Prestes, traindo o PRM.
• A Aliança Liberal → a reação dos mineiros foi aliar-se ao Rio
Grande do Sul e a Paraíba, formando a Aliança Liberal, que lançou a
candidatura de Getúlio Vargas.
►A Revolução de 1930 marca o início da Era Vargas que pode
ser dividida em três períodos:
• Governo provisório (1930 – 1934);
• Governo constitucional (1934 – 1937);
• Governo ditatorial (1937 – 1945).
Governo provisório (1930 – 1934)
►Ao assumir,Vargas buscou atender às reivindicações dos grupos
que lhe deram apoio. Entre suas primeiras medidas, destacam-se:
• A suspensão da Constituição de 1891;
• O fechamento do Legislativo
• Nomeação de interventores para os estados.
Revolta Constitucionalista de São Paulo
(1932)
*As causas:
• O afastamento da oligarquia de São Paulo do Poder;
• A nomeação do capital pernambucano, João Alberto
Lins para interventor.
O MMDC
As primeiras manifestações
dos paulistas provocaram
a morte dos estudantes
Martins, Miragaia,
Dráuzio e Camargo.
daí a sigla MMDC,
entidade envolvida
na organização
da revolução.
Os objetivos:
▪ A convocação
de uma
Assembleia
Constituinte
A Constituição de 1934
• Critérios de cidadania → voto secreto, incluindo mulheres. Mas
excluiu os analfabetos, mendigos, militares até o posto de sargento.
• Direitos trabalhistas → salário mínimo, jornada de 8 horas,
proibição do trabalho de menores de 14 anos, férias remuneradas e
indenização na demissão sem justa causa.
• Nacionalismo econômico → decidiu-se pela proteção das riquezas
do país, como jazidas minerais e quedas-d'água.
Grupos políticos do período
Constitucional
Nesse período, ganharam destaque dois grupos
políticos com ideologias diferentes: os integralistas
e os aliancistas. Esses grupos refletem a mesma
polarização política que ocorria na Europa.
Ação Integralista Brasileira (AIB)
▪ Líder → Plínio Salgado
▪ Grupos envolvidos: - empresários
- classe média
- militares
- Igreja Católica
Principais propostas:
▪ Combate ao comunismo e ao liberalismo;
▪ Nacionalismo extremado;
▪ Por um regime político ditatorial
chefiado por um líder capaz de
impor a disciplina.
Inspiração ideológica
A Aliança Nacional Libertadora (ANL)
▪ Líder → Luís Carlos Prestes
▪ Grupos envolvidos: - democratas,
- sindicalistas,
- socialistas.
► Uma das correntes da ANL era o Partido Comunista
Principais propostas:
▪ Nacionalização das empresas estrangeiras,
▪ O não-pagamento da dívida externa,
▪ Reforma agrária.
A Intentona Comunista (1935)
• Repressão à Aliança Nacional Libertadora
• A Intentona Comunista (1935)
►A ação militar contra Vargas foi liderada por Prestes, com o
apoio de estrangeiros. Seu fracasso desencadeou a perseguição a
seus integrantes, entre eles, Olga, que foi entregue aos alemães.
O Plano Cohen: o golpe de 1937
►O mandato de Vargas terminaria em 1938 e a campanha
eleitoral ocorria normalmente. Enquanto isso, Vargas preparava
um golpe de Estado para permanecer na presidência.
• O Plano Cohen → contra o "perigo comunista", Vargas
fechou o Congresso Nacional e outorgou uma nova Constituição.
O Estado Novo (1937-1945)
Características políticas
• Fechamento das Assembleias Legislativas;
• Extinção dos partidos e das eleições democráticas;
• Fim do federalismo.
O Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP)
►Objetivos:
▪ Coordenar a propaganda
▪ Censurar os meios de
comunicação.
Vejamos algumas realizações do DIP
▪ Divulgava as
realizações do
governo .
▪ Vargas era
apresentado como
“pai dos pobres”.
As comemorações trabalhistas
A música popular
O governo
encomendava
canções com
letras favoráveis à
sua política.
Wilson Batista e o trabalhismo
“Com meu chapéu de lado,
tamanco arrastado.
Lenço no pescoço, navalha
no bolso.
Eu passo gingando, provoco
e desafio.
Eu tenho orgulho de ser
vadio.”
(Wilson Batista, 1933).
“Quem trabalha é quem tem
razão.
Eu digo e não tenho medo de
errar
o bonde de São Januário
leva mais um operário
sou eu que vou trabalhar”.
(Wilson Batista, 1940)
A legislação trabalhista de Vargas
1. Conquistar a simpatia dos trabalhadores
2. Exercer domínio sobre os trabalhadores,
controlando seus sindicatos
►No período getulista, São Paulo e Rio atraíram muitos trabalhadores.
O governo percebeu a força do operariado e elaborou uma política
trabalhista que tinha duas funções:
►Nesse período várias leis trabalhistas foram cridas, mas não foram
simples concessões do governo. Também são resultado das lutas.
• Corporativismo → doutrina que prega a reunião das classes em
corporações, sob a fiscalização do Estado, que por sua vez busca a
cooperação entre patrões e empregados.
• O peleguismo → o imposto sindical era recolhido pelo governo e repassado
aos sindicatos. Em troca dos benefícios, os dirigentes não entravam em
choque com o governo e os patrões.
• Salário mínimo (1940)
• Consolidação das Leis
Trabalhistas (1943)
• Carteira de trabalho
(1932)
Industrialização
• Intervencionismo estatal e nacionalismo (CVRD e CSN)
• Substituição das importações
Os incentivos da Guerra
► A Guerra foi benéfica para a economia do país e Vargas
procurou obter o máximo de vantagens do conflito.
▪ Substituição das importações;
▪ Aliança militar com os EUA mediante concessão de
empréstimos e transferência de tecnologia.
O fim do Estado Novo
A participação do Brasil na guerra contra o nazifascismo
impulsionou as mobilizações democráticas no país. O
Estado Novo caiu após a guerra por uma questão
lógica: o Brasil lutara em favor das democracias;
logo, não fazia sentido manter-se como ditadura.
Os opositores do regime
• Os opositores internos → levantaram-se contra o regime:
intelectuais, artistas, a UNE, políticos e militares.
• A oposição dos EUA → para os EUA o nacionalismo de Vargas era
um entrave aos seus interesses.
Fim do Estado Novo
A pressão levou o governo a marcar as eleições
para dezembro de 1945. Nesse ínterim,
foram autorizadas a formação de
partidos políticos e o início
das campanhas
eleitorais.
O queremismo
►Vargas fazia um jogo contraditório. apoiava Dutra, mas estimulava
um movimento popular que pedia sua permanência: o queremismo.
Características gerais
▪ O pragmatismo político
▪ Nacionalismo econômico
▪ Industrialização com intervencionismo
▪ A legislação trabalhista

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
Fabiana Tonsis
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
dmflores21
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
Portal do Vestibulando
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
Ramiro Bicca
 
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
carlosbidu
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
Edenilson Morais
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
Daniel Alves Bronstrup
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
Isabel Aguiar
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
Privada
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
Elaine Bogo Pavani
 
3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial
Daniel Alves Bronstrup
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
Vivihistoria
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
Portal do Vestibulando
 
Formação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUAFormação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUA
Paulo Alexandre
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
Daniel Alves Bronstrup
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
Simone P Baldissera
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
Jerry Guimarães
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
Edenilson Morais
 

Mais procurados (20)

Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
 
Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
BRASIL REPÚBLICA: O INÍCIO
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUAINDEPENDÊNCIA DOS EUA
INDEPENDÊNCIA DOS EUA
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial
 
Brasil imperial
Brasil imperialBrasil imperial
Brasil imperial
 
República Oligárquica
República OligárquicaRepública Oligárquica
República Oligárquica
 
Formação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUAFormação e desenvolvimento dos EUA
Formação e desenvolvimento dos EUA
 
3º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 19173º ano - Revolução Russa 1917
3º ano - Revolução Russa 1917
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
Ciclo do ouro
Ciclo do ouroCiclo do ouro
Ciclo do ouro
 
Mineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil ColôniaMineração no Brasil Colônia
Mineração no Brasil Colônia
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
 

Destaque

Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
Rodrigo Luiz
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
Rodrigo Luiz
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
Rodrigo Luiz
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xix
Rodrigo Luiz
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombiana
Rodrigo Luiz
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesa
Rodrigo Luiz
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era Vargas
Rodrigo Luiz
 
Resolução de questões
Resolução de questõesResolução de questões
Resolução de questões
Rodrigo Luiz
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Rodrigo Luiz
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Rodrigo Luiz
 
A contracultura
A contraculturaA contracultura
A contracultura
Rodrigo Luiz
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
Ânderson Nunes
 
1940's fashion
1940's fashion1940's fashion
1940's fashion
Study
 
1940's fashion
1940's fashion1940's fashion
1940's fashion
femmyaccount
 
Fashion in the 1930s
Fashion in the 1930sFashion in the 1930s
Fashion in the 1930s
Katie Miller
 
1930s fashion
1930s fashion1930s fashion
1930s fashion
Study
 
O processo de independência da américa portuguesa
O processo de independência da américa portuguesaO processo de independência da américa portuguesa
O processo de independência da américa portuguesa
Hugo Figueira
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Rodrigo Luiz
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Rodrigo Luiz
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Rodrigo Luiz
 

Destaque (20)

Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Grandes navegações
Grandes navegaçõesGrandes navegações
Grandes navegações
 
Imperialismo do século xix
Imperialismo do século xixImperialismo do século xix
Imperialismo do século xix
 
A américa pré colombiana
A américa pré colombianaA américa pré colombiana
A américa pré colombiana
 
Independência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesaIndependência da américa portuguesa
Independência da américa portuguesa
 
Atividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era VargasAtividades de revisão: a Era Vargas
Atividades de revisão: a Era Vargas
 
Resolução de questões
Resolução de questõesResolução de questões
Resolução de questões
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
A contracultura
A contraculturaA contracultura
A contracultura
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
 
1940's fashion
1940's fashion1940's fashion
1940's fashion
 
1940's fashion
1940's fashion1940's fashion
1940's fashion
 
Fashion in the 1930s
Fashion in the 1930sFashion in the 1930s
Fashion in the 1930s
 
1930s fashion
1930s fashion1930s fashion
1930s fashion
 
O processo de independência da américa portuguesa
O processo de independência da américa portuguesaO processo de independência da américa portuguesa
O processo de independência da américa portuguesa
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 

Semelhante a A Era Vargas (1930 1945)-aulão

A era vargas (1930 1945)-2
A era vargas (1930 1945)-2A era vargas (1930 1945)-2
A era vargas (1930 1945)-2
Rodrigo Luiz
 
ERA VARGAS (1930-1945).pptx
ERA VARGAS (1930-1945).pptxERA VARGAS (1930-1945).pptx
ERA VARGAS (1930-1945).pptx
LucianaAbrantesNobre
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
isameucci
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Nelia Salles Nantes
 
A era Vargas (1930 1945)
A era Vargas (1930 1945)A era Vargas (1930 1945)
A era Vargas (1930 1945)
Bruno E Geyse Ornelas
 
A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)
Bruno E Geyse Ornelas
 
Era vargas forte militar aula 9
Era vargas forte militar   aula 9Era vargas forte militar   aula 9
Era vargas forte militar aula 9
Íris Ferreira
 
Era vargas1
Era vargas1Era vargas1
Era vargas1
harlissoncarvalho
 
Era vargas1
Era vargas1Era vargas1
Era vargas1
harlissoncarvalho
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
André Ubinski
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
Iara Simiquelli
 
A Era Vargas
A Era Vargas A Era Vargas
A Era Vargas
felipewatz
 
Brasil Era Vargas (1930 - 45)
Brasil Era Vargas (1930 - 45)Brasil Era Vargas (1930 - 45)
Brasil Era Vargas (1930 - 45)
Alexandre Protásio
 
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdfAula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Gerson Coppes
 
Era Vargas Prof. Elvis John
Era Vargas  Prof. Elvis JohnEra Vargas  Prof. Elvis John
Era Vargas Prof. Elvis John
ElvisJohnR
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
Lú Carvalho
 
Era vargas
Era vargas Era vargas
Era vargas
Íris Ferreira
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas 2016
Era vargas 2016Era vargas 2016
Era vargas 2016
Murilo Cisalpino
 
3 12-eravargas
3 12-eravargas3 12-eravargas
3 12-eravargas
Paulo Alexandre
 

Semelhante a A Era Vargas (1930 1945)-aulão (20)

A era vargas (1930 1945)-2
A era vargas (1930 1945)-2A era vargas (1930 1945)-2
A era vargas (1930 1945)-2
 
ERA VARGAS (1930-1945).pptx
ERA VARGAS (1930-1945).pptxERA VARGAS (1930-1945).pptx
ERA VARGAS (1930-1945).pptx
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
A era Vargas (1930 1945)
A era Vargas (1930 1945)A era Vargas (1930 1945)
A era Vargas (1930 1945)
 
A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)A era vargas (1930 1945)
A era vargas (1930 1945)
 
Era vargas forte militar aula 9
Era vargas forte militar   aula 9Era vargas forte militar   aula 9
Era vargas forte militar aula 9
 
Era vargas1
Era vargas1Era vargas1
Era vargas1
 
Era vargas1
Era vargas1Era vargas1
Era vargas1
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
A Era Vargas
A Era Vargas A Era Vargas
A Era Vargas
 
Brasil Era Vargas (1930 - 45)
Brasil Era Vargas (1930 - 45)Brasil Era Vargas (1930 - 45)
Brasil Era Vargas (1930 - 45)
 
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdfAula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
Aula 6 [3-2022] - Era Vargas.pdf
 
Era Vargas Prof. Elvis John
Era Vargas  Prof. Elvis JohnEra Vargas  Prof. Elvis John
Era Vargas Prof. Elvis John
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Era vargas
Era vargas Era vargas
Era vargas
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Era vargas 2016
Era vargas 2016Era vargas 2016
Era vargas 2016
 
3 12-eravargas
3 12-eravargas3 12-eravargas
3 12-eravargas
 

Mais de Rodrigo Luiz

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Rodrigo Luiz
 
Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na grécia
Rodrigo Luiz
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
Rodrigo Luiz
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Rodrigo Luiz
 
Primeira Guerra
Primeira GuerraPrimeira Guerra
Primeira Guerra
Rodrigo Luiz
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
Rodrigo Luiz
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Rodrigo Luiz
 
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
Rodrigo Luiz
 
Governos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasilGovernos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasil
Rodrigo Luiz
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
Rodrigo Luiz
 
Governos militares
Governos militaresGovernos militares
Governos militares
Rodrigo Luiz
 
Segunda guerra
Segunda guerraSegunda guerra
Segunda guerra
Rodrigo Luiz
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
Rodrigo Luiz
 
Da origem do homem aos primeiros estados
Da origem do homem aos primeiros estadosDa origem do homem aos primeiros estados
Da origem do homem aos primeiros estados
Rodrigo Luiz
 
O mundo árabe 2
O mundo árabe 2O mundo árabe 2
O mundo árabe 2
Rodrigo Luiz
 

Mais de Rodrigo Luiz (15)

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Cultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na gréciaCultura, religião e arte na grécia
Cultura, religião e arte na grécia
 
Imperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIXImperialismo do século XIX
Imperialismo do século XIX
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Primeira Guerra
Primeira GuerraPrimeira Guerra
Primeira Guerra
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
As lutas de libertação nacional na áfrica e da ásia 2
 
Governos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasilGovernos poplistas no brasil
Governos poplistas no brasil
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
Governos militares
Governos militaresGovernos militares
Governos militares
 
Segunda guerra
Segunda guerraSegunda guerra
Segunda guerra
 
Crise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da repúblicaCrise do império e proclamação da república
Crise do império e proclamação da república
 
Da origem do homem aos primeiros estados
Da origem do homem aos primeiros estadosDa origem do homem aos primeiros estados
Da origem do homem aos primeiros estados
 
O mundo árabe 2
O mundo árabe 2O mundo árabe 2
O mundo árabe 2
 

Último

Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 

Último (20)

Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 

A Era Vargas (1930 1945)-aulão

  • 1. A Era Vargas (1930-1945))
  • 2. O fim da aliança da café com leite • A traição do PRP → em 1929, o presidente Washington Luís (PRP) apoiou a candidato paulista Júlio Prestes, traindo o PRM. • A Aliança Liberal → a reação dos mineiros foi aliar-se ao Rio Grande do Sul e a Paraíba, formando a Aliança Liberal, que lançou a candidatura de Getúlio Vargas.
  • 3. ►A Revolução de 1930 marca o início da Era Vargas que pode ser dividida em três períodos: • Governo provisório (1930 – 1934); • Governo constitucional (1934 – 1937); • Governo ditatorial (1937 – 1945).
  • 4. Governo provisório (1930 – 1934) ►Ao assumir,Vargas buscou atender às reivindicações dos grupos que lhe deram apoio. Entre suas primeiras medidas, destacam-se: • A suspensão da Constituição de 1891; • O fechamento do Legislativo • Nomeação de interventores para os estados.
  • 5. Revolta Constitucionalista de São Paulo (1932) *As causas: • O afastamento da oligarquia de São Paulo do Poder; • A nomeação do capital pernambucano, João Alberto Lins para interventor.
  • 6. O MMDC As primeiras manifestações dos paulistas provocaram a morte dos estudantes Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo. daí a sigla MMDC, entidade envolvida na organização da revolução.
  • 7. Os objetivos: ▪ A convocação de uma Assembleia Constituinte
  • 8. A Constituição de 1934 • Critérios de cidadania → voto secreto, incluindo mulheres. Mas excluiu os analfabetos, mendigos, militares até o posto de sargento. • Direitos trabalhistas → salário mínimo, jornada de 8 horas, proibição do trabalho de menores de 14 anos, férias remuneradas e indenização na demissão sem justa causa. • Nacionalismo econômico → decidiu-se pela proteção das riquezas do país, como jazidas minerais e quedas-d'água.
  • 9. Grupos políticos do período Constitucional Nesse período, ganharam destaque dois grupos políticos com ideologias diferentes: os integralistas e os aliancistas. Esses grupos refletem a mesma polarização política que ocorria na Europa.
  • 10. Ação Integralista Brasileira (AIB) ▪ Líder → Plínio Salgado ▪ Grupos envolvidos: - empresários - classe média - militares - Igreja Católica
  • 11. Principais propostas: ▪ Combate ao comunismo e ao liberalismo; ▪ Nacionalismo extremado; ▪ Por um regime político ditatorial chefiado por um líder capaz de impor a disciplina.
  • 13. A Aliança Nacional Libertadora (ANL) ▪ Líder → Luís Carlos Prestes ▪ Grupos envolvidos: - democratas, - sindicalistas, - socialistas. ► Uma das correntes da ANL era o Partido Comunista
  • 14. Principais propostas: ▪ Nacionalização das empresas estrangeiras, ▪ O não-pagamento da dívida externa, ▪ Reforma agrária.
  • 15. A Intentona Comunista (1935) • Repressão à Aliança Nacional Libertadora • A Intentona Comunista (1935) ►A ação militar contra Vargas foi liderada por Prestes, com o apoio de estrangeiros. Seu fracasso desencadeou a perseguição a seus integrantes, entre eles, Olga, que foi entregue aos alemães.
  • 16. O Plano Cohen: o golpe de 1937 ►O mandato de Vargas terminaria em 1938 e a campanha eleitoral ocorria normalmente. Enquanto isso, Vargas preparava um golpe de Estado para permanecer na presidência. • O Plano Cohen → contra o "perigo comunista", Vargas fechou o Congresso Nacional e outorgou uma nova Constituição.
  • 17. O Estado Novo (1937-1945)
  • 18. Características políticas • Fechamento das Assembleias Legislativas; • Extinção dos partidos e das eleições democráticas; • Fim do federalismo.
  • 19. O Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) ►Objetivos: ▪ Coordenar a propaganda ▪ Censurar os meios de comunicação.
  • 20. Vejamos algumas realizações do DIP ▪ Divulgava as realizações do governo . ▪ Vargas era apresentado como “pai dos pobres”.
  • 22. A música popular O governo encomendava canções com letras favoráveis à sua política.
  • 23. Wilson Batista e o trabalhismo “Com meu chapéu de lado, tamanco arrastado. Lenço no pescoço, navalha no bolso. Eu passo gingando, provoco e desafio. Eu tenho orgulho de ser vadio.” (Wilson Batista, 1933). “Quem trabalha é quem tem razão. Eu digo e não tenho medo de errar o bonde de São Januário leva mais um operário sou eu que vou trabalhar”. (Wilson Batista, 1940)
  • 24. A legislação trabalhista de Vargas 1. Conquistar a simpatia dos trabalhadores 2. Exercer domínio sobre os trabalhadores, controlando seus sindicatos ►No período getulista, São Paulo e Rio atraíram muitos trabalhadores. O governo percebeu a força do operariado e elaborou uma política trabalhista que tinha duas funções:
  • 25. ►Nesse período várias leis trabalhistas foram cridas, mas não foram simples concessões do governo. Também são resultado das lutas. • Corporativismo → doutrina que prega a reunião das classes em corporações, sob a fiscalização do Estado, que por sua vez busca a cooperação entre patrões e empregados. • O peleguismo → o imposto sindical era recolhido pelo governo e repassado aos sindicatos. Em troca dos benefícios, os dirigentes não entravam em choque com o governo e os patrões.
  • 26. • Salário mínimo (1940) • Consolidação das Leis Trabalhistas (1943) • Carteira de trabalho (1932)
  • 27. Industrialização • Intervencionismo estatal e nacionalismo (CVRD e CSN) • Substituição das importações
  • 28. Os incentivos da Guerra ► A Guerra foi benéfica para a economia do país e Vargas procurou obter o máximo de vantagens do conflito. ▪ Substituição das importações; ▪ Aliança militar com os EUA mediante concessão de empréstimos e transferência de tecnologia.
  • 29. O fim do Estado Novo A participação do Brasil na guerra contra o nazifascismo impulsionou as mobilizações democráticas no país. O Estado Novo caiu após a guerra por uma questão lógica: o Brasil lutara em favor das democracias; logo, não fazia sentido manter-se como ditadura.
  • 30. Os opositores do regime • Os opositores internos → levantaram-se contra o regime: intelectuais, artistas, a UNE, políticos e militares. • A oposição dos EUA → para os EUA o nacionalismo de Vargas era um entrave aos seus interesses.
  • 31. Fim do Estado Novo A pressão levou o governo a marcar as eleições para dezembro de 1945. Nesse ínterim, foram autorizadas a formação de partidos políticos e o início das campanhas eleitorais.
  • 32. O queremismo ►Vargas fazia um jogo contraditório. apoiava Dutra, mas estimulava um movimento popular que pedia sua permanência: o queremismo.
  • 33. Características gerais ▪ O pragmatismo político ▪ Nacionalismo econômico ▪ Industrialização com intervencionismo ▪ A legislação trabalhista