SlideShare uma empresa Scribd logo
Trabalho realizado por: João Mendes Nº12 9ºD
                          Faustino Teixeira Nº8 9ºD
 Nósneste trabalho pretendemos saber
 mais sobre como era a vida durante o
 regime de Adolf Hitler e também saber
 como o povo vivia naquela altura.
O  nazismo, conhecido oficialmente na
 Alemanha como nacional-socialismo alemão, é
 a ideologia praticada pelo Partido Nazista da
 Alemanha, formulada por Adolf Hitler, e adotada
 pelo governo da Alemanha de 1933 a 1945, e
 esse período ficou conhecido como Alemanha
 Nazista ou Terceiro Reich.
   O nazismo é frequentemente considerado por
    estudiosos como uma derivação do Fascismo. O
    nazismo é considerado a extrema direita. Os
    nazistas foram um dos vários grupos históricos que
    utilizaram o termo nacional-socialismo para
    descrever a si mesmos, e na década de 1920,
    tornaram-se o maior grupo da Alemanha.
   O Partido Nazista apresentou os seus ideais no
    programa de 25 pontos do Nacional Socialista em
    1920. Entre os elementos-chave do nazismo, há o
    anti-parlamentarismo, o anticomunismo, o racismo,
    entre outros…
   O nazismo desenvolveu várias teorias a respeito de raças.
    Afirmavam poder estipular cientificamente uma hierarquia
    estrita entre "raças humanas"; no topo, estava a "raça
    nórdica", e em seguida, as "raças inferiores". Na parte inferior
    desta hierarquia estavam as raças "parasíticas", os quais
    eram percebidos como perigosos para a sociedade. Os mais
    baixos de todos na política racial da Alemanha Nazista eram
    os africanos, ciganos e judeus.
   Ciganos e judeus eram considerados Leben ("vida indigna de
    viver"). Os judeus, e posteriormente os ciganos, tornaram-se
    cidadãos de “segunda-classe”, expulsos da Alemanha Nazista
    antes de serem confrontados em campos de concentração
    e depois exterminados durante o Holocausto (sacrifício).
   A ideologia nazista dizia que por ser a nação e a
    expressão da raça, a grandeza da raça poderia ser
    avaliada de acordo com a capacidade e desejo de
    uma "raça" em obter uma grande terra natal. As
    realizações germânicas na ciência, tecnologia, filosofia
    e cultura eram interpretadas como evidências
    científicas para apoiar a ideologia racista nazi. A
    "pureza racial" era vista como se necessitasse de
    proteção, enquanto clínicas "Lebensborn" tentavam
    gerar uma "raça ariana mais pura", inclusive através
    da tomada à força de crianças norueguesas das
    mães e levando-as para serem criadas no Terceiro
    Reich.
 Algumas  pessoas como, Alfred Delp, padre
 jesuíta; Nikolaus Gross, beatificado por João
 Paulo II e o padre Augustinus Rosch, provincial
 da Baviera entre outros rejeitaram formalmente
 o culto nazi a Hitler assinando a Declaração de
 Bremen, em 1934. Ajudaram vários judeus a
 fugir da perseguição e combaterem ativamente o
 regime de Hitler mas infelizmente todos eles
 foram detido e assassinados.
 Nós  com este trabalho concluímos que o
  regime ditador de Adolf Hitler era muito
  severo e aprendemos também os
  problemas que o povo sofria naquela
  altura.
 Nesse regime ditador sugiram milhares de
  mortes.
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Nazismo
 http://pt.wikipedia.org/wiki/Nazismo_e_ra%
  C3%A7a
 Manual de EMRC – 9º ano
Nazismo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
vivisabadoti
 
2 o judaísmo catarina mendes
2 o judaísmo catarina mendes2 o judaísmo catarina mendes
2 o judaísmo catarina mendes
Natercia
 
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismoLiberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
elzacky
 
Iluminismo disma
Iluminismo dismaIluminismo disma
Iluminismo disma
Dismael Sagás
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Ana Barreiros
 
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
CaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do NazismoCaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do Nazismo
Sílvia Mendonça
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Holocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos HumanosHolocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos Humanos
débora Santos
 
O nazismo[1]
O nazismo[1]O nazismo[1]
O nazismo[1]
Ana Barreiros
 
O Fascismo e o Nazismo
O Fascismo e o NazismoO Fascismo e o Nazismo
O Fascismo e o Nazismo
_7udy_
 
Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo
Adail Silva
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Jorge Almeida
 
Nazismo
NazismoNazismo
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
Jorge Almeida
 
Fascismo trabalho de história 9ºe
Fascismo trabalho de história 9ºeFascismo trabalho de história 9ºe
Fascismo trabalho de história 9ºe
luizinhovlr
 
6.nazismo
6.nazismo6.nazismo
6.nazismo
22leozao
 
Holocausto nazi
Holocausto nazi Holocausto nazi
Holocausto nazi
Marisa_Sousa
 
Nazi fascismo
Nazi fascismoNazi fascismo
Nazi fascismo
Ericka Bastos
 

Mais procurados (20)

Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
Nazismo - Alemanha Fascista no período entre guerras.
 
2 o judaísmo catarina mendes
2 o judaísmo catarina mendes2 o judaísmo catarina mendes
2 o judaísmo catarina mendes
 
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismoLiberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
Liberalismo, nacionalismo, nazismo e fascismo
 
Iluminismo disma
Iluminismo dismaIluminismo disma
Iluminismo disma
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair AguilarAs obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
As obras do Nazismo - Prof. Altair Aguilar
 
CaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do NazismoCaracteríSticas Do Nazismo
CaracteríSticas Do Nazismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Holocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos HumanosHolocausto + Direitos Humanos
Holocausto + Direitos Humanos
 
O nazismo[1]
O nazismo[1]O nazismo[1]
O nazismo[1]
 
O Fascismo e o Nazismo
O Fascismo e o NazismoO Fascismo e o Nazismo
O Fascismo e o Nazismo
 
Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo Nazismo Fascismo
Nazismo Fascismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
O Nazismo
O NazismoO Nazismo
O Nazismo
 
Fascismo trabalho de história 9ºe
Fascismo trabalho de história 9ºeFascismo trabalho de história 9ºe
Fascismo trabalho de história 9ºe
 
6.nazismo
6.nazismo6.nazismo
6.nazismo
 
Holocausto nazi
Holocausto nazi Holocausto nazi
Holocausto nazi
 
Nazi fascismo
Nazi fascismoNazi fascismo
Nazi fascismo
 

Semelhante a Nazismo

Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Espaço Emrc
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
Conflito Judaico-Nazi
Conflito Judaico-NaziConflito Judaico-Nazi
Conflito Judaico-Nazi
Pedro Miguel Figueiredo Pereira
 
Nazismo
NazismoNazismo
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemáticoO holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
Jose Martins Silva Silva
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid
Pietra Silva
 
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
Tissiane Gomes
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
matheulopet
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
Lú Carvalho
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
Renata Telha
 
Nazi fascismo
Nazi fascismoNazi fascismo
Nazi fascismo
Paulo Henrique
 
Hannah arendt
Hannah arendtHannah arendt
Hannah arendt
Felipe M
 
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo naziV os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
Básicas ou Secundárias
 
Teoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismoTeoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismo
Giovani Balbinot
 
A alemanha hitleriana
A alemanha hitlerianaA alemanha hitleriana
A alemanha hitleriana
FranciscaVasconcelos
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo 9 d
Nazismo 9 dNazismo 9 d
Nazismo 9 d
António Alves
 
Nazismo e racismo
Nazismo e racismoNazismo e racismo
Nazismo e racismo
Luiz Antonio Souza
 

Semelhante a Nazismo (20)

Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Livro aristides
Livro aristidesLivro aristides
Livro aristides
 
Conflito Judaico-Nazi
Conflito Judaico-NaziConflito Judaico-Nazi
Conflito Judaico-Nazi
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemáticoO holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
O holocausto foi a perseguição e o extermínio sistemático
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid Nazismo e apartheid
Nazismo e apartheid
 
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
JORNAL – AUTOFAGIA INDEPENDENTE: HOLOCAUSTO JUDAICO.
 
Racismo
RacismoRacismo
Racismo
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?O que foi o holocausto?
O que foi o holocausto?
 
Nazi fascismo
Nazi fascismoNazi fascismo
Nazi fascismo
 
Hannah arendt
Hannah arendtHannah arendt
Hannah arendt
 
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo naziV os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
V os regimes fascista e nazi o totalitarismo nazi
 
Teoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismoTeoria sobre o nazismo
Teoria sobre o nazismo
 
A alemanha hitleriana
A alemanha hitlerianaA alemanha hitleriana
A alemanha hitleriana
 
Nazismo
NazismoNazismo
Nazismo
 
Nazismo 9 d
Nazismo 9 dNazismo 9 d
Nazismo 9 d
 
Nazismo e racismo
Nazismo e racismoNazismo e racismo
Nazismo e racismo
 

Mais de António Alves

Igreja santa rita 9 A
Igreja santa rita 9 AIgreja santa rita 9 A
Igreja santa rita 9 A
António Alves
 
Igreja santa rita 9A
Igreja santa rita 9AIgreja santa rita 9A
Igreja santa rita 9A
António Alves
 
Capela de sao tiago modelos 9 B
Capela de sao tiago modelos 9 BCapela de sao tiago modelos 9 B
Capela de sao tiago modelos 9 B
António Alves
 
Santuario de santa rita 9 C
Santuario de santa rita 9 CSantuario de santa rita 9 C
Santuario de santa rita 9 C
António Alves
 
Mosteiro de s salvador 9 C
Mosteiro de s salvador 9 CMosteiro de s salvador 9 C
Mosteiro de s salvador 9 C
António Alves
 
Igreja da vandoma 9 E
Igreja da vandoma 9 EIgreja da vandoma 9 E
Igreja da vandoma 9 E
António Alves
 
Santuario do sameiro 9 E
Santuario do sameiro 9 ESantuario do sameiro 9 E
Santuario do sameiro 9 E
António Alves
 
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_E
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_EMosteiro de s ao pedro de cete 9_E
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_E
António Alves
 
Igreja matriz de vandoma 9 E
Igreja matriz de vandoma 9 EIgreja matriz de vandoma 9 E
Igreja matriz de vandoma 9 E
António Alves
 
Igreja do sameiro 9 E
Igreja do sameiro 9 EIgreja do sameiro 9 E
Igreja do sameiro 9 E
António Alves
 
Sameiro penafiel 9 B
Sameiro penafiel 9 BSameiro penafiel 9 B
Sameiro penafiel 9 B
António Alves
 
Mosteiro de ferreira 9 D
Mosteiro de ferreira 9 DMosteiro de ferreira 9 D
Mosteiro de ferreira 9 D
António Alves
 
Mosteiro de ferreira 9 A
Mosteiro de ferreira 9 AMosteiro de ferreira 9 A
Mosteiro de ferreira 9 A
António Alves
 
Mosteiro de Cete 9 B
Mosteiro de Cete 9 BMosteiro de Cete 9 B
Mosteiro de Cete 9 B
António Alves
 
Mosteiro de Cete 9D
Mosteiro de Cete 9DMosteiro de Cete 9D
Mosteiro de Cete 9D
António Alves
 
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 DIgreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
António Alves
 
Igreja de vilela 9D
Igreja de vilela 9DIgreja de vilela 9D
Igreja de vilela 9D
António Alves
 
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja velha 9_a
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja  velha 9_aIgreja de sao miguel de rebordosa igreja  velha 9_a
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja velha 9_a
António Alves
 
Partilhar enriquece nos-4ano
Partilhar enriquece nos-4anoPartilhar enriquece nos-4ano
Partilhar enriquece nos-4ano
António Alves
 
Partilhar enriquece_nos-4ano
Partilhar enriquece_nos-4anoPartilhar enriquece_nos-4ano
Partilhar enriquece_nos-4ano
António Alves
 

Mais de António Alves (20)

Igreja santa rita 9 A
Igreja santa rita 9 AIgreja santa rita 9 A
Igreja santa rita 9 A
 
Igreja santa rita 9A
Igreja santa rita 9AIgreja santa rita 9A
Igreja santa rita 9A
 
Capela de sao tiago modelos 9 B
Capela de sao tiago modelos 9 BCapela de sao tiago modelos 9 B
Capela de sao tiago modelos 9 B
 
Santuario de santa rita 9 C
Santuario de santa rita 9 CSantuario de santa rita 9 C
Santuario de santa rita 9 C
 
Mosteiro de s salvador 9 C
Mosteiro de s salvador 9 CMosteiro de s salvador 9 C
Mosteiro de s salvador 9 C
 
Igreja da vandoma 9 E
Igreja da vandoma 9 EIgreja da vandoma 9 E
Igreja da vandoma 9 E
 
Santuario do sameiro 9 E
Santuario do sameiro 9 ESantuario do sameiro 9 E
Santuario do sameiro 9 E
 
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_E
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_EMosteiro de s ao pedro de cete 9_E
Mosteiro de s ao pedro de cete 9_E
 
Igreja matriz de vandoma 9 E
Igreja matriz de vandoma 9 EIgreja matriz de vandoma 9 E
Igreja matriz de vandoma 9 E
 
Igreja do sameiro 9 E
Igreja do sameiro 9 EIgreja do sameiro 9 E
Igreja do sameiro 9 E
 
Sameiro penafiel 9 B
Sameiro penafiel 9 BSameiro penafiel 9 B
Sameiro penafiel 9 B
 
Mosteiro de ferreira 9 D
Mosteiro de ferreira 9 DMosteiro de ferreira 9 D
Mosteiro de ferreira 9 D
 
Mosteiro de ferreira 9 A
Mosteiro de ferreira 9 AMosteiro de ferreira 9 A
Mosteiro de ferreira 9 A
 
Mosteiro de Cete 9 B
Mosteiro de Cete 9 BMosteiro de Cete 9 B
Mosteiro de Cete 9 B
 
Mosteiro de Cete 9D
Mosteiro de Cete 9DMosteiro de Cete 9D
Mosteiro de Cete 9D
 
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 DIgreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
Igreja santa Eulalia Sobrosa 9 D
 
Igreja de vilela 9D
Igreja de vilela 9DIgreja de vilela 9D
Igreja de vilela 9D
 
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja velha 9_a
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja  velha 9_aIgreja de sao miguel de rebordosa igreja  velha 9_a
Igreja de sao miguel de rebordosa igreja velha 9_a
 
Partilhar enriquece nos-4ano
Partilhar enriquece nos-4anoPartilhar enriquece nos-4ano
Partilhar enriquece nos-4ano
 
Partilhar enriquece_nos-4ano
Partilhar enriquece_nos-4anoPartilhar enriquece_nos-4ano
Partilhar enriquece_nos-4ano
 

Nazismo

  • 1. Trabalho realizado por: João Mendes Nº12 9ºD Faustino Teixeira Nº8 9ºD
  • 2.  Nósneste trabalho pretendemos saber mais sobre como era a vida durante o regime de Adolf Hitler e também saber como o povo vivia naquela altura.
  • 3. O nazismo, conhecido oficialmente na Alemanha como nacional-socialismo alemão, é a ideologia praticada pelo Partido Nazista da Alemanha, formulada por Adolf Hitler, e adotada pelo governo da Alemanha de 1933 a 1945, e esse período ficou conhecido como Alemanha Nazista ou Terceiro Reich.
  • 4. O nazismo é frequentemente considerado por estudiosos como uma derivação do Fascismo. O nazismo é considerado a extrema direita. Os nazistas foram um dos vários grupos históricos que utilizaram o termo nacional-socialismo para descrever a si mesmos, e na década de 1920, tornaram-se o maior grupo da Alemanha.  O Partido Nazista apresentou os seus ideais no programa de 25 pontos do Nacional Socialista em 1920. Entre os elementos-chave do nazismo, há o anti-parlamentarismo, o anticomunismo, o racismo, entre outros…
  • 5. O nazismo desenvolveu várias teorias a respeito de raças. Afirmavam poder estipular cientificamente uma hierarquia estrita entre "raças humanas"; no topo, estava a "raça nórdica", e em seguida, as "raças inferiores". Na parte inferior desta hierarquia estavam as raças "parasíticas", os quais eram percebidos como perigosos para a sociedade. Os mais baixos de todos na política racial da Alemanha Nazista eram os africanos, ciganos e judeus.  Ciganos e judeus eram considerados Leben ("vida indigna de viver"). Os judeus, e posteriormente os ciganos, tornaram-se cidadãos de “segunda-classe”, expulsos da Alemanha Nazista antes de serem confrontados em campos de concentração e depois exterminados durante o Holocausto (sacrifício).
  • 6. A ideologia nazista dizia que por ser a nação e a expressão da raça, a grandeza da raça poderia ser avaliada de acordo com a capacidade e desejo de uma "raça" em obter uma grande terra natal. As realizações germânicas na ciência, tecnologia, filosofia e cultura eram interpretadas como evidências científicas para apoiar a ideologia racista nazi. A "pureza racial" era vista como se necessitasse de proteção, enquanto clínicas "Lebensborn" tentavam gerar uma "raça ariana mais pura", inclusive através da tomada à força de crianças norueguesas das mães e levando-as para serem criadas no Terceiro Reich.
  • 7.  Algumas pessoas como, Alfred Delp, padre jesuíta; Nikolaus Gross, beatificado por João Paulo II e o padre Augustinus Rosch, provincial da Baviera entre outros rejeitaram formalmente o culto nazi a Hitler assinando a Declaração de Bremen, em 1934. Ajudaram vários judeus a fugir da perseguição e combaterem ativamente o regime de Hitler mas infelizmente todos eles foram detido e assassinados.
  • 8.  Nós com este trabalho concluímos que o regime ditador de Adolf Hitler era muito severo e aprendemos também os problemas que o povo sofria naquela altura.  Nesse regime ditador sugiram milhares de mortes.