SlideShare uma empresa Scribd logo
GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

ROTINA ESCOLAR
Serviço Especializado de Apoio à Aprendizagem

Anaí Haeser (Psicóloga Escolar)
Elizete Medeiros (Pedagoga)
Na conversa com pais de alunos, professores sempre
enfatizam a importância da criança ter uma rotina bem
definida

em

casa,

com

horário

para

estudar, brincar, auxiliar nos afazeres domésticos...

E qual a importância da criança ter uma rotina bem

definida na escola?
A importância da rotina escolar
Segundo Reis, Lima, Gascón e Dias (2011):
 “A organização da rotina escolar é (...) de grande

necessidade por se tratar da melhor maneira de

aproveitar

o

tempo

e

o

conteúdo

a

ser

trabalhado.”

 “Uma

rotina clara e definida é um fator de

segurança porque serve para orientar as ações
dos professores e crianças favorecendo a previsão
do que possa vir a acontecer.”
Reflexos da rotina escolar
 “Uma rotina estável, clara e compreensível permite que as

crianças a incorporem, podendo antecipar o que irá
acontecer em seguida. Isso oferece uma sensação de
segurança a elas, o que, por sua vez, permitirá que elas
atuem com maior autonomia e tranquilidade no ambiente
escolar.” (Valadares, 2013).
A rotina ensina valores, atitudes, ações
Soligo (2012) afirma que...
“a rotina que estabelecemos para a classe é também uma
situação de ensino e aprendizagem, a despeito de não...ser

planejada...
Se (...) a leitura é realizada apenas uma vez ou outra e a escrita é
uma

atividade

frequente,

o

que

estamos

ensinando

–

involuntariamente – para os alunos é que a escrita é mais
importante do que a leitura. Se o trabalho com as áreas de
História, Geografia e Ciências ocorre apenas nas semanas que
antecedem a avaliação bimestral, o que estamos ensinando é que

os conteúdos dessas áreas servem apenas para estudar às
vésperas da prova...”
O que é a rotina escolar?
Qual a sua função?
O que é a rotina escolar?
 É um instrumento para concretizar as intenções educativas.
 Por meio da rotina se organiza o tempo, o espaço, os

materiais, as ações, as intervenções escolares.
 A rotina consiste na definição sistematizada de uma

sequência ou ordenação às ações, atividades, materiais,
espaços e tempos escolares, envolvendo periodicidade (diária,
semanal, mensal, bimestral, semestral, anual), com o objetivo
de proporcionar organização, autonomia, segurança.
 A espinha dorsal da rotina são os marcos temporais,

espaciais e atitudinais contidos na sequenciação de
ações e atividades.
Dimensões da rotina escolar
Dimensão
causal

Dimensão
implícita

Dimensão
planejada

Dimensão
explícita
Âmbitos da rotina escolar
Rotina da Escola
Rotina do
Professor
Rotina da
Classe/ Sala de
aula

• Circunscrita pelo PPP, crenças e
práticas de ensino/ educativas
• Engloba organização implícita ou
explícita das ações, tempos e
espaços escolares

• Orienta o planejamento do
professor

• Orienta as ações da classe
Quais são as funções da rotina escolar?
 Organizar as ações, atividades, intervenções, tempos, espaços

escolares
 Melhorar os processos de ensino-aprendizagem
 Proporcionar autonomia
 Criar sensação de segurança
 Aumentar a participação da turma
 Proporcionar maior tranquilidade e

estabilidade
 Desenvolver competências acadêmicas

e sociais
 Oportunizar criação de equilíbrio entre

momentos de contato social e desenvolvimento individual
“O conhecimento da rotina (...) pelos alunos evidencia maior

organização

do

ambiente,

maior

tranquilidade

na

elaboração das atividades, mais motivação na espera de
novas propostas e o cumprimento do que é proposto.
Fica claro que a rotina didática traz benefícios para o
aprendizado, pois habituado a esta o aluno consegue
baixar sua ansiedade, o que é bastante comum nesta fase
de aprendizagem, contribuindo para sua noção de tempo e

a partir da vivência de rotina didática no cotidiano da
escolar, tem-se como referência para a sua vida cotidiana
com a família e a sociedade.” (Reis, Lima, Gascón e
Dias, 2011).
Como é rotina...
- na sua escola?
- na sua prática de ensino?
Elementos indispensáveis da rotina
 Planejamento prévio;
 Flexibilidade;
 Consideração às necessidades dos alunos*, docentes e

institucionais;
 Consideração às variações nas demandas:
 conforme a época do ano (1º semestre, 2º semestre),
 conforme a série/ nível de ensino.

 Equilíbrio entre áreas trabalhadas e

estratégias utilizadas.
Para organizar a rotina
1º

2º

3º

Definir:
• todas as áreas a serem trabalhadas,
• as ações e atividades a serem realizadas,
• a frequência,
• os conteúdos que serão abordados,
• a melhor forma de organizar e tratar didaticamente os conteúdos,
• os textos e os tipos de atividade a serem propostos durante
a semana (tanto na sala de aula como em casa) e a
respectiva frequência,
• local e materiais relacionados.
Distribuir tudo isso no tempo disponível durante o dia, a semana ou
o mês de trabalho, estabelecendo as devidas prioridades e
sequencias.
• Instrumentos importantes: Quadros de horários diários e
semanais; Calendários mensais.

Publicizar, revisar, abordar frequentemente.
Os diferentes tratamentos didáticos do
conteúdo na rotina escolar
Atividades permanentes
Atividades sequenciadas
Atividades de sistematização
Atividades independentes ou iminentes
Projetos
Momentos importantes da rotina diária
 Recepção dos alunos
 Caracterização do dia:
o Calendário
o Tempo
 Chamada
 Ajudante do dia
 Roda ou tempo para

conversar com a turma
 Repasse dos combinados

ou regras da turma
 Revisão da tarefa de casa

 Apresentação das atividades

do dia: quadro de rotinas
 Momento do lanche
 Recreio
 Retorno do recreio – atividade

para relaxar e concentrar
 Apresentação da tarefa de

casa ao final da aula
 Organização do espaço

escolar
 Agenda
 Encerramento
Formas de expor a rotina
em sala de aula
Rotina diária
Rotina semanal
Rotina escolar
Rotinas diária e mensal
Como trabalhar com a
rotina escolar?
Trabalhando com a rotina escolar estabelecida
 A rotina é:
 planejada de uma forma geral/ ampla no início do ano,
 replanejada semanalmente,
 abordada em sala de aula diariamente,
 revisitada constantemente.
 Torne os eventos previsíveis sem perder a chama da novidade

e do inesperado.
 Crie um espaço para expor a rotina e trabalhar com ela

pedagogicamente.
 Aborde a rotina diariamente com os alunos e fale sobre

modificações.
 Crie rituais, as crianças gostam disso e eles

auxiliam a fixar a rotina.
Balões para cada mês do ano

Mãos para
contagem
dos dias

Ajudantes
do dia

Calendário
mensal

Quadro do
tempo

Rotina
diária
REFERÊNCIAS










Miller, Karen. Educação Infantil: como lidar com situações difíceis. Porto
Alegre: Artmed, 2008.
Ministérios da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Programa de
Formação de Professores Alfabetizadores. Coletânea de Textos. Módulo 01.
Brasília, MEC: 2001.
Morangon, Cristiane. Um quadro de rotinas. Revista Nova Escola. Edição nº160.
São Paulo: Editora Abril, março, 2003.
Reis, M. C.; Lima, A. F. O.; Gascón, A. S. M.; Dias, V. L. C. A implantação da rotina
didática no primeiro ano do ensino fundamental. Anais do XV Encontro Latino
Americano de Iniciação Científica, XI Encontro Latino-Americano de PósGraduação, V Encontro de Iniciação Científica Júnior. Universidade do Vale da
Paraíba,
2011.
Disponível
em:
http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2011/anais/arquivos/0147_1053_01.pdf
.
Acessado aos 31 de janeiro de 2014, às 19h.
Soligo, Rosaura. Dez importantes questões a considerar: Variáveis que interferem
nos resultados do trabalho pedagógico. Revista Nova Escola, Edição 256. São
Paulo: Abril, 2012.
Valadares, A. C. Rotina do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Blog do Colégio
A. Carlos Valadares. Indaroba (SE), 28 de fevereiro de 2013. Disponível em:
http://colegioacvaladares.blogspot.com.br/2013/02/rotina-do-1-ao-5-ano-doensino.html . Acessado aos 31 de janeiro de 2013, às 18h.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de avaliação
Ficha de avaliaçãoFicha de avaliação
Ficha de avaliação
Isa ...
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
Elisângela Chaves
 
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
Plano de ação pedagógica 2009   anandreiaPlano de ação pedagógica 2009   anandreia
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
COORDENADORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO VILHENA
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
SimoneHelenDrumond
 
Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019
Lindomar Oliveira
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
muni2014
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
SimoneHelenDrumond
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especial
straraposa
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
SimoneHelenDrumond
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
flaviacrm
 
Relatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolarRelatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolar
Maryanne Monteiro
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolar
CLEAN LOURENÇO
 
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITAJOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
Fabiana Lopes
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
Luiza Carvalho
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Araceli Kleemann
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitadoParecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
SimoneHelenDrumond
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
Magda Marques
 
Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down
Victor Said
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantil
Meire Moura
 

Mais procurados (20)

Ficha de avaliação
Ficha de avaliaçãoFicha de avaliação
Ficha de avaliação
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
 
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
Plano de ação pedagógica 2009   anandreiaPlano de ação pedagógica 2009   anandreia
Plano de ação pedagógica 2009 anandreia
 
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém  que precisa de limitesParecer de um bom aluno porém  que precisa de limites
Parecer de um bom aluno porém que precisa de limites
 
Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019Plano de ação gestão 2016 2019
Plano de ação gestão 2016 2019
 
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021 Plano de Ação - Gestão 2019-2021
Plano de Ação - Gestão 2019-2021
 
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
Modelo de parecer de uma criança com necessidades especiais.
 
Modelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especialModelo relatório pedagogico aluno especial
Modelo relatório pedagogico aluno especial
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
 
Relatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolarRelatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolar
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolar
 
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITAJOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
JOGOS PARA TRABALHAR OS NÍVEIS DE LEITURA E ESCRITA
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
 
Pareceres do 1º ano 2º semestre
Pareceres do 1º ano    2º semestrePareceres do 1º ano    2º semestre
Pareceres do 1º ano 2º semestre
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
 
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitadoParecer de um aluno inteligênte mas agitado
Parecer de um aluno inteligênte mas agitado
 
Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.Formação continuada de professores.
Formação continuada de professores.
 
Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down Relatório sindrome de down
Relatório sindrome de down
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantil
 

Semelhante a Rotina escolar

Planejamento CENE 2023.pptx.pdf
Planejamento CENE 2023.pptx.pdfPlanejamento CENE 2023.pptx.pdf
Planejamento CENE 2023.pptx.pdf
AdeliceBraga
 
Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2
Sme Otacílio Costa
 
Capítulo 3 bassedas
Capítulo 3 bassedasCapítulo 3 bassedas
Capítulo 3 bassedas
Vera Lúcia Fialho Capellini
 
Projeto diario de classe ed. infantil uyara assunção - Timon
Projeto diario de classe ed. infantil   uyara assunção - TimonProjeto diario de classe ed. infantil   uyara assunção - Timon
Projeto diario de classe ed. infantil uyara assunção - Timon
Uyara Santana Assunção
 
na prática aprendendo ensino fundamental II.doc
na prática aprendendo ensino fundamental II.docna prática aprendendo ensino fundamental II.doc
na prática aprendendo ensino fundamental II.doc
RaimundoMarreirodeAl1
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
Claudio Pessoa
 
Apresentação planejamento e avaliação
Apresentação   planejamento e avaliaçãoApresentação   planejamento e avaliação
Apresentação planejamento e avaliação
Ana Lúcia M. Benício
 
Revista Refletir EdInf nº02
Revista Refletir EdInf nº02Revista Refletir EdInf nº02
Revista Refletir EdInf nº02
Envolve-te pela Educação de infância
 
Livro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantilLivro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantil
Tamires Salomão
 
Artigo relatório de estágio na educação infantil.
Artigo relatório de estágio na educação infantil.Artigo relatório de estágio na educação infantil.
Artigo relatório de estágio na educação infantil.
renatalguterres
 
Modulo 3
Modulo 3Modulo 3
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptxENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
ManoelMessiasMatos
 
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptxSlide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
Vanusia Santana
 
Prática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantilPrática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantil
Rosinara Azeredo
 
4º ano
4º ano4º ano
Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2
Daniela Menezes
 
Ano 3 unidade_2_miolo
Ano 3 unidade_2_mioloAno 3 unidade_2_miolo
Ano 3 unidade_2_miolo
Fabiana Barbom Mendes
 
Heterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciaisHeterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciais
renatalguterres
 
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptxrotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
Maria685414
 
Geo 4 not plan
Geo 4 not planGeo 4 not plan
Geo 4 not plan
Fernando Pimentel
 

Semelhante a Rotina escolar (20)

Planejamento CENE 2023.pptx.pdf
Planejamento CENE 2023.pptx.pdfPlanejamento CENE 2023.pptx.pdf
Planejamento CENE 2023.pptx.pdf
 
Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2
 
Capítulo 3 bassedas
Capítulo 3 bassedasCapítulo 3 bassedas
Capítulo 3 bassedas
 
Projeto diario de classe ed. infantil uyara assunção - Timon
Projeto diario de classe ed. infantil   uyara assunção - TimonProjeto diario de classe ed. infantil   uyara assunção - Timon
Projeto diario de classe ed. infantil uyara assunção - Timon
 
na prática aprendendo ensino fundamental II.doc
na prática aprendendo ensino fundamental II.docna prática aprendendo ensino fundamental II.doc
na prática aprendendo ensino fundamental II.doc
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
 
Apresentação planejamento e avaliação
Apresentação   planejamento e avaliaçãoApresentação   planejamento e avaliação
Apresentação planejamento e avaliação
 
Revista Refletir EdInf nº02
Revista Refletir EdInf nº02Revista Refletir EdInf nº02
Revista Refletir EdInf nº02
 
Livro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantilLivro matemárica na educação infantil
Livro matemárica na educação infantil
 
Artigo relatório de estágio na educação infantil.
Artigo relatório de estágio na educação infantil.Artigo relatório de estágio na educação infantil.
Artigo relatório de estágio na educação infantil.
 
Modulo 3
Modulo 3Modulo 3
Modulo 3
 
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptxENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
ENCONTRO FORMATIVO - GESTORES DA EDUCAÇÃO INFANTIL 2023.pptx
 
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptxSlide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
Slide reunião pedagógoica 25 de fevereiro.pptx
 
Prática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantilPrática docente na educação infantil
Prática docente na educação infantil
 
4º ano
4º ano4º ano
4º ano
 
Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2Ano 3 unidade_2
Ano 3 unidade_2
 
Ano 3 unidade_2_miolo
Ano 3 unidade_2_mioloAno 3 unidade_2_miolo
Ano 3 unidade_2_miolo
 
Heterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciaisHeterogeneidade nos anos iniciais
Heterogeneidade nos anos iniciais
 
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptxrotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
rotina-na-alfabetizac3a7c3a3o.pptx
 
Geo 4 not plan
Geo 4 not planGeo 4 not plan
Geo 4 not plan
 

Mais de Anaí Peña

Workshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educaçãoWorkshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educação
Anaí Peña
 
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino MédioEncontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
Anaí Peña
 
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopeeOs desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
Anaí Peña
 
Tdah e seus desafios na escola do século xxi sopee
Tdah e seus desafios na escola do século xxi   sopeeTdah e seus desafios na escola do século xxi   sopee
Tdah e seus desafios na escola do século xxi sopee
Anaí Peña
 
Apresentação da nova psicóloga
Apresentação da nova psicólogaApresentação da nova psicóloga
Apresentação da nova psicóloga
Anaí Peña
 
Apresentação da equipe de apoio da UNIEB
Apresentação da equipe de apoio da UNIEBApresentação da equipe de apoio da UNIEB
Apresentação da equipe de apoio da UNIEB
Anaí Peña
 
Formação UNIEB - Desafios a inclusão
Formação UNIEB -   Desafios a inclusãoFormação UNIEB -   Desafios a inclusão
Formação UNIEB - Desafios a inclusão
Anaí Peña
 
Adequação curricular
Adequação curricularAdequação curricular
Adequação curricular
Anaí Peña
 
Material de apoio do seaa
Material de apoio do seaaMaterial de apoio do seaa
Material de apoio do seaa
Anaí Peña
 
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
Anaí Peña
 
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
Anaí Peña
 
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdahEstratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
Anaí Peña
 
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdahEstratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
Anaí Peña
 
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamentalAvaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
Anaí Peña
 
Projeto cei 1 abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
Projeto cei 1   abordagem à problemas de comportamento na educação infantilProjeto cei 1   abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
Projeto cei 1 abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
Anaí Peña
 
Mapeamento institucional devolutiva
Mapeamento institucional   devolutivaMapeamento institucional   devolutiva
Mapeamento institucional devolutiva
Anaí Peña
 
Discalculia
DiscalculiaDiscalculia
Discalculia
Anaí Peña
 
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Anaí Peña
 
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAARelato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
Anaí Peña
 
Mapeamento institucional concepções docentes
Mapeamento institucional   concepções docentesMapeamento institucional   concepções docentes
Mapeamento institucional concepções docentes
Anaí Peña
 

Mais de Anaí Peña (20)

Workshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educaçãoWorkshop emoções e afetos na educação
Workshop emoções e afetos na educação
 
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino MédioEncontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
Encontro SEEDF - CRE TAG - Anos Finais & Ensino Médio
 
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopeeOs desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
Os desafios do tdah nos processos de ensino aprendizagem sopee
 
Tdah e seus desafios na escola do século xxi sopee
Tdah e seus desafios na escola do século xxi   sopeeTdah e seus desafios na escola do século xxi   sopee
Tdah e seus desafios na escola do século xxi sopee
 
Apresentação da nova psicóloga
Apresentação da nova psicólogaApresentação da nova psicóloga
Apresentação da nova psicóloga
 
Apresentação da equipe de apoio da UNIEB
Apresentação da equipe de apoio da UNIEBApresentação da equipe de apoio da UNIEB
Apresentação da equipe de apoio da UNIEB
 
Formação UNIEB - Desafios a inclusão
Formação UNIEB -   Desafios a inclusãoFormação UNIEB -   Desafios a inclusão
Formação UNIEB - Desafios a inclusão
 
Adequação curricular
Adequação curricularAdequação curricular
Adequação curricular
 
Material de apoio do seaa
Material de apoio do seaaMaterial de apoio do seaa
Material de apoio do seaa
 
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
Necessidades educacionais especiais no ensino fundamental anos finais cef vil...
 
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
O Professor e a Inclusão: A Formação e os desafios à prática docente
 
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdahEstratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
Estratégias didático pedagógicas para a inclusão tdah
 
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdahEstratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
Estratégias didático pedagógicas para a qualidade da relação prof aluno tdah
 
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamentalAvaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
Avaliação da aprendizagem na educação infantil e 1o ano do ensino fundamental
 
Projeto cei 1 abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
Projeto cei 1   abordagem à problemas de comportamento na educação infantilProjeto cei 1   abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
Projeto cei 1 abordagem à problemas de comportamento na educação infantil
 
Mapeamento institucional devolutiva
Mapeamento institucional   devolutivaMapeamento institucional   devolutiva
Mapeamento institucional devolutiva
 
Discalculia
DiscalculiaDiscalculia
Discalculia
 
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
Estudo Coletivo sobre Transtornos do Espectro Autista - Abordagem Pedagógica ...
 
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAARelato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
Relato de uma experiência de trabalho em equipe na EEAA
 
Mapeamento institucional concepções docentes
Mapeamento institucional   concepções docentesMapeamento institucional   concepções docentes
Mapeamento institucional concepções docentes
 

Último

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Rotina escolar

  • 1. GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL ROTINA ESCOLAR Serviço Especializado de Apoio à Aprendizagem Anaí Haeser (Psicóloga Escolar) Elizete Medeiros (Pedagoga)
  • 2. Na conversa com pais de alunos, professores sempre enfatizam a importância da criança ter uma rotina bem definida em casa, com horário para estudar, brincar, auxiliar nos afazeres domésticos... E qual a importância da criança ter uma rotina bem definida na escola?
  • 3. A importância da rotina escolar Segundo Reis, Lima, Gascón e Dias (2011):  “A organização da rotina escolar é (...) de grande necessidade por se tratar da melhor maneira de aproveitar o tempo e o conteúdo a ser trabalhado.”  “Uma rotina clara e definida é um fator de segurança porque serve para orientar as ações dos professores e crianças favorecendo a previsão do que possa vir a acontecer.”
  • 4. Reflexos da rotina escolar  “Uma rotina estável, clara e compreensível permite que as crianças a incorporem, podendo antecipar o que irá acontecer em seguida. Isso oferece uma sensação de segurança a elas, o que, por sua vez, permitirá que elas atuem com maior autonomia e tranquilidade no ambiente escolar.” (Valadares, 2013).
  • 5. A rotina ensina valores, atitudes, ações Soligo (2012) afirma que... “a rotina que estabelecemos para a classe é também uma situação de ensino e aprendizagem, a despeito de não...ser planejada... Se (...) a leitura é realizada apenas uma vez ou outra e a escrita é uma atividade frequente, o que estamos ensinando – involuntariamente – para os alunos é que a escrita é mais importante do que a leitura. Se o trabalho com as áreas de História, Geografia e Ciências ocorre apenas nas semanas que antecedem a avaliação bimestral, o que estamos ensinando é que os conteúdos dessas áreas servem apenas para estudar às vésperas da prova...”
  • 6. O que é a rotina escolar? Qual a sua função?
  • 7. O que é a rotina escolar?  É um instrumento para concretizar as intenções educativas.  Por meio da rotina se organiza o tempo, o espaço, os materiais, as ações, as intervenções escolares.  A rotina consiste na definição sistematizada de uma sequência ou ordenação às ações, atividades, materiais, espaços e tempos escolares, envolvendo periodicidade (diária, semanal, mensal, bimestral, semestral, anual), com o objetivo de proporcionar organização, autonomia, segurança.  A espinha dorsal da rotina são os marcos temporais, espaciais e atitudinais contidos na sequenciação de ações e atividades.
  • 8. Dimensões da rotina escolar Dimensão causal Dimensão implícita Dimensão planejada Dimensão explícita
  • 9. Âmbitos da rotina escolar Rotina da Escola Rotina do Professor Rotina da Classe/ Sala de aula • Circunscrita pelo PPP, crenças e práticas de ensino/ educativas • Engloba organização implícita ou explícita das ações, tempos e espaços escolares • Orienta o planejamento do professor • Orienta as ações da classe
  • 10. Quais são as funções da rotina escolar?  Organizar as ações, atividades, intervenções, tempos, espaços escolares  Melhorar os processos de ensino-aprendizagem  Proporcionar autonomia  Criar sensação de segurança  Aumentar a participação da turma  Proporcionar maior tranquilidade e estabilidade  Desenvolver competências acadêmicas e sociais  Oportunizar criação de equilíbrio entre momentos de contato social e desenvolvimento individual
  • 11. “O conhecimento da rotina (...) pelos alunos evidencia maior organização do ambiente, maior tranquilidade na elaboração das atividades, mais motivação na espera de novas propostas e o cumprimento do que é proposto. Fica claro que a rotina didática traz benefícios para o aprendizado, pois habituado a esta o aluno consegue baixar sua ansiedade, o que é bastante comum nesta fase de aprendizagem, contribuindo para sua noção de tempo e a partir da vivência de rotina didática no cotidiano da escolar, tem-se como referência para a sua vida cotidiana com a família e a sociedade.” (Reis, Lima, Gascón e Dias, 2011).
  • 12. Como é rotina... - na sua escola? - na sua prática de ensino?
  • 13. Elementos indispensáveis da rotina  Planejamento prévio;  Flexibilidade;  Consideração às necessidades dos alunos*, docentes e institucionais;  Consideração às variações nas demandas:  conforme a época do ano (1º semestre, 2º semestre),  conforme a série/ nível de ensino.  Equilíbrio entre áreas trabalhadas e estratégias utilizadas.
  • 14. Para organizar a rotina 1º 2º 3º Definir: • todas as áreas a serem trabalhadas, • as ações e atividades a serem realizadas, • a frequência, • os conteúdos que serão abordados, • a melhor forma de organizar e tratar didaticamente os conteúdos, • os textos e os tipos de atividade a serem propostos durante a semana (tanto na sala de aula como em casa) e a respectiva frequência, • local e materiais relacionados. Distribuir tudo isso no tempo disponível durante o dia, a semana ou o mês de trabalho, estabelecendo as devidas prioridades e sequencias. • Instrumentos importantes: Quadros de horários diários e semanais; Calendários mensais. Publicizar, revisar, abordar frequentemente.
  • 15. Os diferentes tratamentos didáticos do conteúdo na rotina escolar Atividades permanentes Atividades sequenciadas Atividades de sistematização Atividades independentes ou iminentes Projetos
  • 16. Momentos importantes da rotina diária  Recepção dos alunos  Caracterização do dia: o Calendário o Tempo  Chamada  Ajudante do dia  Roda ou tempo para conversar com a turma  Repasse dos combinados ou regras da turma  Revisão da tarefa de casa  Apresentação das atividades do dia: quadro de rotinas  Momento do lanche  Recreio  Retorno do recreio – atividade para relaxar e concentrar  Apresentação da tarefa de casa ao final da aula  Organização do espaço escolar  Agenda  Encerramento
  • 17. Formas de expor a rotina em sala de aula
  • 22. Como trabalhar com a rotina escolar?
  • 23. Trabalhando com a rotina escolar estabelecida  A rotina é:  planejada de uma forma geral/ ampla no início do ano,  replanejada semanalmente,  abordada em sala de aula diariamente,  revisitada constantemente.  Torne os eventos previsíveis sem perder a chama da novidade e do inesperado.  Crie um espaço para expor a rotina e trabalhar com ela pedagogicamente.  Aborde a rotina diariamente com os alunos e fale sobre modificações.  Crie rituais, as crianças gostam disso e eles auxiliam a fixar a rotina.
  • 24. Balões para cada mês do ano Mãos para contagem dos dias Ajudantes do dia Calendário mensal Quadro do tempo Rotina diária
  • 25. REFERÊNCIAS       Miller, Karen. Educação Infantil: como lidar com situações difíceis. Porto Alegre: Artmed, 2008. Ministérios da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Programa de Formação de Professores Alfabetizadores. Coletânea de Textos. Módulo 01. Brasília, MEC: 2001. Morangon, Cristiane. Um quadro de rotinas. Revista Nova Escola. Edição nº160. São Paulo: Editora Abril, março, 2003. Reis, M. C.; Lima, A. F. O.; Gascón, A. S. M.; Dias, V. L. C. A implantação da rotina didática no primeiro ano do ensino fundamental. Anais do XV Encontro Latino Americano de Iniciação Científica, XI Encontro Latino-Americano de PósGraduação, V Encontro de Iniciação Científica Júnior. Universidade do Vale da Paraíba, 2011. Disponível em: http://www.inicepg.univap.br/cd/INIC_2011/anais/arquivos/0147_1053_01.pdf . Acessado aos 31 de janeiro de 2014, às 19h. Soligo, Rosaura. Dez importantes questões a considerar: Variáveis que interferem nos resultados do trabalho pedagógico. Revista Nova Escola, Edição 256. São Paulo: Abril, 2012. Valadares, A. C. Rotina do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Blog do Colégio A. Carlos Valadares. Indaroba (SE), 28 de fevereiro de 2013. Disponível em: http://colegioacvaladares.blogspot.com.br/2013/02/rotina-do-1-ao-5-ano-doensino.html . Acessado aos 31 de janeiro de 2013, às 18h.