SlideShare uma empresa Scribd logo
A busca por respeito às minorias sociais
As minorias sociais, sejam numéricas ou subalternas, ao longo da história sempre
enfrentaram barreiras na livre expressão cultural de seus anseios, opiniões ou ideias. Desde
as mulheres, passando pelos Judeus até os homossexuais, por exemplo, o machismo, o
fundamentalismo e a homofobia foram meios utilizados pelas maiorias sociais para
desqualificar ou decepar movimentos e lutas encampados por esses injustiçados
historicamente. No século XXI isso não mais é aceitável, como também deve ser banido das
relações humanas.
Na busca pelo desenvolvimento humano, o respeito e a interação são os caminhos mais
sensatos, e avanços nas jurisdições, a exemplo da Lei Maria da Penha - de 2006 - e da
retirada da homossexualidade de uma lista internacional de doenças, em 1990, pela
Organização Mundial da Saúde (OMS), são avanços que a humanidade vem conseguindo.
Assim, devemos buscar não a igualdade entre os diferentes, mas o respeito e a harmonia
entre as diferenças, afinal elas são necessárias à criatividade e à vida e precisam estar
harmonizadas para existir. Nesse contexto, Confúcio invocava a analogia da música para
explicar a vida em sociedade, afirmando que as notas são diferentes, mas numa composição
harmoniosa, regida por uma melodia equilibrada, formam uma bela música.
Na sociedade contemporânea a busca por respeito às minorias sociais parece ganhar espaço
cada vez maior com as mobilizações ocorridas ao redor do planeta, a exemplo das várias
paradas gays, das cotas que beneficiam pessoas de origem negra no ingresso à educação
superior no Brasil, das várias manifestações democráticas ocorridas em prol dos menos
favorecidos sociocultural e economicamente, como nos países árabes e ultimamente no
Brasil. A humanidade parece estar em processo de (re)construção quando começa a
despertar a ideia de que o “difícil” não vive sem o “fácil”, o “alto” não sobrevive sem o
“baixo” nem o “som” sem o “silêncio. Sem as diferenças, a raça humana implica em uma
estagnação eterna na busca pela evolução.
De forma equilibrada, mas firme, as autoridades constituídas, desde as políticas até as
educacionais, porque são elas a parte “esclarecida” de uma sociedade, devem buscar, como
vêm buscando, sempre de forma discutida e participativa, a implantação de leis que
condenem qualquer ato de discriminação seja de que natureza for. Além disso, o trabalho
de conscientização pelo respeito a todos de forma indistinta deve ser desenvolvido desde a
base, seja na família ou na escola, pelos educadores e pais.
A desigualdade social: entrave para o pleno desenvolvimento brasileiro
Apesar de o Brasil crescer economicamente na última década - tornando-se a sexta
maior economia do planeta - e diminuir os índices de desigualdade social, ainda continua
sendo um dos quinze países mais desiguais do mundo, o que trava qualquer tentativa de
pleno desenvolvimento. Dentre outras razões, o maior problema para a discrepância
socioeconômica no país é o “câncer” da corrupção instalada nas mais diversas instituições.
Desde sempre o Brasil viveu num patamar de destaque mundial nos quesitos
desigualdade social e corrupção, deixando boa parte de seus “filhos” sem acesso qualitativo
à educação e saúde, por exemplo, acarretando posições mundiais tristes. O Índice de
Desenvolvimento Humano (IDH) é o 85º e menor (0,730) que a média da América Latina,
que é de 0,741; a educação ficou em penúltimo lugar num estudo que mede as habilidades
cognitivas dos alunos e o sistema de aprendizado; o valor que se gasta para realizar uma
obra no Brasil dá para fazer outras tantas em países sérios, a exemplo da Copa do Mundo de
2014, que custará mais que a soma das últimas três. É por essa e outas que o general
francês Charles De Gaulle, quando presidente da França ,disse que o Brasil não é um país
sério.
Dados e situações como essas levam a uma constatação: o direito à igualdade entre
os brasileiros não é uma realidade vivenciada, já que o crescimento econômico não
contempla também áreas de extrema importância para a sociedade, como educação e
saúde de qualidade. É bem verdade que houve uma melhora significativa no quesito
distribuição de renda - a classe média aumentou enquanto a classe mais baixa e considerada
miserável diminuiu desde o governo Lula -, mas é algo extremamente paliativo, visto que
esses dados foram conseguidos com “esmolas” distribuídas e não dão plena cidadania ao
indivíduo “beneficiado”, que deve viver do seu labor. Nesse contexto, Dimenstein, em seu
livro Cidadão de Papel, diz que a cidadania brasileira é aparente e a denomina de “cidadania
de papel”.
O Brasil já passou por várias epidemias, mas a maior e mais ferrenha inimiga de seu
desenvolvimento pleno é a corrupção. É imperativo que toda a sociedade brasileira de
forma democrática e participativa saia do estado de letargia em que se encontra - o que
vem fazendo através das últimas manifestações - e lute, através de discussões no Congresso,
no Judiciário e nas Câmaras legislativas espalhadas pelo país, por serviços públicos de
qualidade e cidadania para todos de forma indistinta, como também por leis que punam de
forma exemplar aqueles que incorrerem no crime de leso à pátria.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A rotina de um autista
A rotina de um autistaA rotina de um autista
A rotina de um autista
SimoneHelenDrumond
 
Análize crítica de sso
Análize crítica de ssoAnálize crítica de sso
Análize crítica de sso
priscillasuzane
 
Projeto flauta doce ficha de inscrição
Projeto flauta doce ficha de inscriçãoProjeto flauta doce ficha de inscrição
Projeto flauta doce ficha de inscrição
WesleyAlvesRodrigues1
 
Modelo de requerimento de qualificação
Modelo de requerimento de qualificaçãoModelo de requerimento de qualificação
Modelo de requerimento de qualificação
Monitoria Contabil S/C
 
Se as coisas fossem mães
Se as coisas fossem mãesSe as coisas fossem mães
Se as coisas fossem mães
Marcia Panzarin
 
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdfSE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
fatima espirito santo machado
 
Planilha controle de lavagem
Planilha controle de lavagemPlanilha controle de lavagem
Planilha controle de lavagem
Monitoria Contabil S/C
 
História um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangelHistória um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangel
Andreá Perez Leinat
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
fasifo
 
O livro dos sentimentos
O livro dos sentimentosO livro dos sentimentos
O livro dos sentimentos
elisecaetano1
 
Termo de responsabilidade jop
Termo de responsabilidade jopTermo de responsabilidade jop
Termo de responsabilidade jop
guitdenis
 
Cada um mora onde pode
Cada um mora onde podeCada um mora onde pode
Cada um mora onde pode
PamellaSilveira3
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?
Marina01P
 
Atividades seu lobato
Atividades seu lobatoAtividades seu lobato
Atividades seu lobato
Lakalondres
 
Carta para Secretaria de Saúde
Carta para Secretaria de SaúdeCarta para Secretaria de Saúde
Carta para Secretaria de Saúde
Portal NE10
 
O cabelo-de-lele pdf
O cabelo-de-lele pdfO cabelo-de-lele pdf
O cabelo-de-lele pdf
Lílian Cilza
 
Termo de responsabilidade - Obras na unidade
Termo de responsabilidade - Obras na unidadeTermo de responsabilidade - Obras na unidade
Termo de responsabilidade - Obras na unidade
sindiconet
 
Recibo vale transporte
Recibo vale transporteRecibo vale transporte
Recibo vale transporte
sindiconet
 

Mais procurados (20)

A rotina de um autista
A rotina de um autistaA rotina de um autista
A rotina de um autista
 
Análize crítica de sso
Análize crítica de ssoAnálize crítica de sso
Análize crítica de sso
 
Projeto flauta doce ficha de inscrição
Projeto flauta doce ficha de inscriçãoProjeto flauta doce ficha de inscrição
Projeto flauta doce ficha de inscrição
 
Meu amigo down na escola
Meu amigo down na escolaMeu amigo down na escola
Meu amigo down na escola
 
Modelo de requerimento de qualificação
Modelo de requerimento de qualificaçãoModelo de requerimento de qualificação
Modelo de requerimento de qualificação
 
Se as coisas fossem mães
Se as coisas fossem mãesSe as coisas fossem mães
Se as coisas fossem mães
 
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdfSE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
SE CRIANÇA GOVERNASSE O MUNDO (1).pdf
 
Planilha controle de lavagem
Planilha controle de lavagemPlanilha controle de lavagem
Planilha controle de lavagem
 
História um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangelHistória um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangel
 
Oficio da escola
Oficio da escolaOficio da escola
Oficio da escola
 
O livro dos sentimentos
O livro dos sentimentosO livro dos sentimentos
O livro dos sentimentos
 
Termo de responsabilidade jop
Termo de responsabilidade jopTermo de responsabilidade jop
Termo de responsabilidade jop
 
Cada um mora onde pode
Cada um mora onde podeCada um mora onde pode
Cada um mora onde pode
 
Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?Livro Porque somos de cores diferentes?
Livro Porque somos de cores diferentes?
 
Atividades seu lobato
Atividades seu lobatoAtividades seu lobato
Atividades seu lobato
 
Carta para Secretaria de Saúde
Carta para Secretaria de SaúdeCarta para Secretaria de Saúde
Carta para Secretaria de Saúde
 
O batalhão das letras
O batalhão das letrasO batalhão das letras
O batalhão das letras
 
O cabelo-de-lele pdf
O cabelo-de-lele pdfO cabelo-de-lele pdf
O cabelo-de-lele pdf
 
Termo de responsabilidade - Obras na unidade
Termo de responsabilidade - Obras na unidadeTermo de responsabilidade - Obras na unidade
Termo de responsabilidade - Obras na unidade
 
Recibo vale transporte
Recibo vale transporteRecibo vale transporte
Recibo vale transporte
 

Destaque

Análise do tema de redação do UOL mês de maio
Análise do tema de redação do UOL mês de maioAnálise do tema de redação do UOL mês de maio
Análise do tema de redação do UOL mês de maio
João Mendonça
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
João Mendonça
 
2ª Geração do Romantismo
2ª Geração do Romantismo2ª Geração do Romantismo
2ª Geração do Romantismo
Gabriel Luck
 
Texto Argumentativo
Texto ArgumentativoTexto Argumentativo
Texto Argumentativo
complementoindirecto
 
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2sCaderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
E.E. Mario Martins Pereira
 
Ideias-chave e palavras-chave
Ideias-chave e palavras-chave Ideias-chave e palavras-chave
Ideias-chave e palavras-chave
João Mendonça
 
Simulado 3ª a
Simulado 3ª aSimulado 3ª a
Simulado 3ª a
Nathalia Marzura
 

Destaque (7)

Análise do tema de redação do UOL mês de maio
Análise do tema de redação do UOL mês de maioAnálise do tema de redação do UOL mês de maio
Análise do tema de redação do UOL mês de maio
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
 
2ª Geração do Romantismo
2ª Geração do Romantismo2ª Geração do Romantismo
2ª Geração do Romantismo
 
Texto Argumentativo
Texto ArgumentativoTexto Argumentativo
Texto Argumentativo
 
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2sCaderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
Caderno doprofessor 2014_vol1_baixa_lc_linguaportuguesa_em_2s
 
Ideias-chave e palavras-chave
Ideias-chave e palavras-chave Ideias-chave e palavras-chave
Ideias-chave e palavras-chave
 
Simulado 3ª a
Simulado 3ª aSimulado 3ª a
Simulado 3ª a
 

Semelhante a Redações

Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XXFolhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Valter Gomes
 
Desigualdades raciais no brasil
Desigualdades raciais no brasilDesigualdades raciais no brasil
Desigualdades raciais no brasil
População Negra e Saúde
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
ma.no.el.ne.ves
 
Texto 2 etnocentrismo
Texto 2   etnocentrismoTexto 2   etnocentrismo
Texto 2 etnocentrismo
Luciana Melo
 
Texto 2 etnocentrismo
Texto 2   etnocentrismoTexto 2   etnocentrismo
Texto 2 etnocentrismo
Luciana Melo
 
Desigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordensDesigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordens
Aldenei Barros
 
Políticas públicas e dignidade humana
Políticas públicas e dignidade humanaPolíticas públicas e dignidade humana
Políticas públicas e dignidade humana
Luci Bonini
 
Políticas públicas e formação humana
Políticas públicas e formação humanaPolíticas públicas e formação humana
Políticas públicas e formação humana
Luci Bonini
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e Etnia
Welton Castro
 
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistasMANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
NdiaOliveira43
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
Bernardo Matos
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Violencia contra a pessoa idosa
Violencia contra a pessoa idosaViolencia contra a pessoa idosa
Violencia contra a pessoa idosa
RuteJC
 
Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sóciocultural
João Mendonça
 
Palestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e CidadaniaPalestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e Cidadania
Faculdade Maurício de Nassau
 
Aula 2 - CIDADANIA.ppt
Aula 2 - CIDADANIA.pptAula 2 - CIDADANIA.ppt
Aula 2 - CIDADANIA.ppt
GiseleDias67
 
Educação em direitos humanos 1
Educação em direitos humanos 1Educação em direitos humanos 1
Educação em direitos humanos 1
Clécia Maria Limeira
 
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdfHistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
AdrianaCarvalhoRibei
 
Luta democrática x comodismo artigo diário
Luta democrática x comodismo   artigo diárioLuta democrática x comodismo   artigo diário
Luta democrática x comodismo artigo diário
Bianca Lopes Brites
 
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
Emerson Mathias
 

Semelhante a Redações (20)

Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XXFolhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
Folhetim do Estudante - Ano II - Núm. XX
 
Desigualdades raciais no brasil
Desigualdades raciais no brasilDesigualdades raciais no brasil
Desigualdades raciais no brasil
 
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel NevesRedações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
Redações nota 1000 no enem 2015 por Manoel Neves
 
Texto 2 etnocentrismo
Texto 2   etnocentrismoTexto 2   etnocentrismo
Texto 2 etnocentrismo
 
Texto 2 etnocentrismo
Texto 2   etnocentrismoTexto 2   etnocentrismo
Texto 2 etnocentrismo
 
Desigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordensDesigualdades de várias ordens
Desigualdades de várias ordens
 
Políticas públicas e dignidade humana
Políticas públicas e dignidade humanaPolíticas públicas e dignidade humana
Políticas públicas e dignidade humana
 
Políticas públicas e formação humana
Políticas públicas e formação humanaPolíticas públicas e formação humana
Políticas públicas e formação humana
 
Pluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e EtniaPluralidade Cultural e Etnia
Pluralidade Cultural e Etnia
 
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistasMANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
MANUAL SejaAntirracista.pdf manual para estabelecer cidadãos antirracistas
 
Desigualdades sociais
Desigualdades sociaisDesigualdades sociais
Desigualdades sociais
 
Cidadania
CidadaniaCidadania
Cidadania
 
Violencia contra a pessoa idosa
Violencia contra a pessoa idosaViolencia contra a pessoa idosa
Violencia contra a pessoa idosa
 
Uso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sócioculturalUso do repertório sóciocultural
Uso do repertório sóciocultural
 
Palestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e CidadaniaPalestra Globalização e Cidadania
Palestra Globalização e Cidadania
 
Aula 2 - CIDADANIA.ppt
Aula 2 - CIDADANIA.pptAula 2 - CIDADANIA.ppt
Aula 2 - CIDADANIA.ppt
 
Educação em direitos humanos 1
Educação em direitos humanos 1Educação em direitos humanos 1
Educação em direitos humanos 1
 
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdfHistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
HistoriaVainfas_3_MP_0105P18043_PNLD2018.pdf
 
Luta democrática x comodismo artigo diário
Luta democrática x comodismo   artigo diárioLuta democrática x comodismo   artigo diário
Luta democrática x comodismo artigo diário
 
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
Educação do Negro na Primeira República-1889 á 1930.
 

Mais de João Mendonça

A redação enem dicas
A redação enem dicasA redação enem dicas
A redação enem dicas
João Mendonça
 
O aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasilO aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasil
João Mendonça
 
Estrutura da redação enem
Estrutura da redação enemEstrutura da redação enem
Estrutura da redação enem
João Mendonça
 
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambientalLixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
João Mendonça
 
O processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasilO processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasil
João Mendonça
 
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidadeOs desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
João Mendonça
 
Justiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãosJustiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãos
João Mendonça
 
Particularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesaParticularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesa
João Mendonça
 
O crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no BrasilO crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no Brasil
João Mendonça
 
O trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no BrasilO trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no Brasil
João Mendonça
 
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXIOs desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
João Mendonça
 
A obesidade no brasil
A obesidade no brasilA obesidade no brasil
A obesidade no brasil
João Mendonça
 
Linguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redaçãoLinguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redação
João Mendonça
 
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXIO trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
João Mendonça
 
Obesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbanaObesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbana
João Mendonça
 
O trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hojeO trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hoje
João Mendonça
 
O papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxiO papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxi
João Mendonça
 
A problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasilA problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasil
João Mendonça
 
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
João Mendonça
 
Os desafios de viver em sociedade
Os desafios de viver em sociedadeOs desafios de viver em sociedade
Os desafios de viver em sociedade
João Mendonça
 

Mais de João Mendonça (20)

A redação enem dicas
A redação enem dicasA redação enem dicas
A redação enem dicas
 
O aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasilO aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasil
 
Estrutura da redação enem
Estrutura da redação enemEstrutura da redação enem
Estrutura da redação enem
 
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambientalLixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
 
O processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasilO processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasil
 
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidadeOs desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
 
Justiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãosJustiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãos
 
Particularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesaParticularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesa
 
O crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no BrasilO crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no Brasil
 
O trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no BrasilO trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no Brasil
 
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXIOs desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
 
A obesidade no brasil
A obesidade no brasilA obesidade no brasil
A obesidade no brasil
 
Linguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redaçãoLinguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redação
 
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXIO trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
 
Obesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbanaObesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbana
 
O trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hojeO trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hoje
 
O papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxiO papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxi
 
A problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasilA problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasil
 
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
 
Os desafios de viver em sociedade
Os desafios de viver em sociedadeOs desafios de viver em sociedade
Os desafios de viver em sociedade
 

Último

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 

Redações

  • 1. A busca por respeito às minorias sociais As minorias sociais, sejam numéricas ou subalternas, ao longo da história sempre enfrentaram barreiras na livre expressão cultural de seus anseios, opiniões ou ideias. Desde as mulheres, passando pelos Judeus até os homossexuais, por exemplo, o machismo, o fundamentalismo e a homofobia foram meios utilizados pelas maiorias sociais para desqualificar ou decepar movimentos e lutas encampados por esses injustiçados historicamente. No século XXI isso não mais é aceitável, como também deve ser banido das relações humanas. Na busca pelo desenvolvimento humano, o respeito e a interação são os caminhos mais sensatos, e avanços nas jurisdições, a exemplo da Lei Maria da Penha - de 2006 - e da retirada da homossexualidade de uma lista internacional de doenças, em 1990, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), são avanços que a humanidade vem conseguindo. Assim, devemos buscar não a igualdade entre os diferentes, mas o respeito e a harmonia entre as diferenças, afinal elas são necessárias à criatividade e à vida e precisam estar harmonizadas para existir. Nesse contexto, Confúcio invocava a analogia da música para explicar a vida em sociedade, afirmando que as notas são diferentes, mas numa composição harmoniosa, regida por uma melodia equilibrada, formam uma bela música. Na sociedade contemporânea a busca por respeito às minorias sociais parece ganhar espaço cada vez maior com as mobilizações ocorridas ao redor do planeta, a exemplo das várias paradas gays, das cotas que beneficiam pessoas de origem negra no ingresso à educação superior no Brasil, das várias manifestações democráticas ocorridas em prol dos menos favorecidos sociocultural e economicamente, como nos países árabes e ultimamente no Brasil. A humanidade parece estar em processo de (re)construção quando começa a despertar a ideia de que o “difícil” não vive sem o “fácil”, o “alto” não sobrevive sem o “baixo” nem o “som” sem o “silêncio. Sem as diferenças, a raça humana implica em uma estagnação eterna na busca pela evolução. De forma equilibrada, mas firme, as autoridades constituídas, desde as políticas até as educacionais, porque são elas a parte “esclarecida” de uma sociedade, devem buscar, como vêm buscando, sempre de forma discutida e participativa, a implantação de leis que condenem qualquer ato de discriminação seja de que natureza for. Além disso, o trabalho de conscientização pelo respeito a todos de forma indistinta deve ser desenvolvido desde a base, seja na família ou na escola, pelos educadores e pais.
  • 2. A desigualdade social: entrave para o pleno desenvolvimento brasileiro Apesar de o Brasil crescer economicamente na última década - tornando-se a sexta maior economia do planeta - e diminuir os índices de desigualdade social, ainda continua sendo um dos quinze países mais desiguais do mundo, o que trava qualquer tentativa de pleno desenvolvimento. Dentre outras razões, o maior problema para a discrepância socioeconômica no país é o “câncer” da corrupção instalada nas mais diversas instituições. Desde sempre o Brasil viveu num patamar de destaque mundial nos quesitos desigualdade social e corrupção, deixando boa parte de seus “filhos” sem acesso qualitativo à educação e saúde, por exemplo, acarretando posições mundiais tristes. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é o 85º e menor (0,730) que a média da América Latina, que é de 0,741; a educação ficou em penúltimo lugar num estudo que mede as habilidades cognitivas dos alunos e o sistema de aprendizado; o valor que se gasta para realizar uma obra no Brasil dá para fazer outras tantas em países sérios, a exemplo da Copa do Mundo de 2014, que custará mais que a soma das últimas três. É por essa e outas que o general francês Charles De Gaulle, quando presidente da França ,disse que o Brasil não é um país sério. Dados e situações como essas levam a uma constatação: o direito à igualdade entre os brasileiros não é uma realidade vivenciada, já que o crescimento econômico não contempla também áreas de extrema importância para a sociedade, como educação e saúde de qualidade. É bem verdade que houve uma melhora significativa no quesito distribuição de renda - a classe média aumentou enquanto a classe mais baixa e considerada miserável diminuiu desde o governo Lula -, mas é algo extremamente paliativo, visto que esses dados foram conseguidos com “esmolas” distribuídas e não dão plena cidadania ao indivíduo “beneficiado”, que deve viver do seu labor. Nesse contexto, Dimenstein, em seu livro Cidadão de Papel, diz que a cidadania brasileira é aparente e a denomina de “cidadania de papel”. O Brasil já passou por várias epidemias, mas a maior e mais ferrenha inimiga de seu desenvolvimento pleno é a corrupção. É imperativo que toda a sociedade brasileira de forma democrática e participativa saia do estado de letargia em que se encontra - o que vem fazendo através das últimas manifestações - e lute, através de discussões no Congresso, no Judiciário e nas Câmaras legislativas espalhadas pelo país, por serviços públicos de qualidade e cidadania para todos de forma indistinta, como também por leis que punam de forma exemplar aqueles que incorrerem no crime de leso à pátria.