SlideShare uma empresa Scribd logo
Química Orgânica
Álcool, fenol, enol, éter e aldeído.
- OH presa a C saturada
Classificação:
Quanto ao número de –OH
Monol ou monoalcool 1 –OH
Dial ou dialcool 2 –OH
Trial ou trialcool 3 –OH
Álcool
Quanto ao tipo de C que se prende a –OH
 Álcool 1ário
 Álcool 2ário
 Ácool 3ário
IUPAC:
Prefixo + intermediário + OL
A partir de 3C precisa numerar a cadeia. Para cadeias
mais complexas utilizar as regras de cadeias ramificadas
chamando o –OH de hidróxi.
Usual:
Álcool + Radical + ICO
Nomenclatura - Álcool
IUPAC:
hidróxi + nome do HC
Usual: não tem regras.
Fenol
Fórmula Geral: Aromática -OH
ORTO META PARA
Vizinho (1,2) Pula um (1,3) Pula dois (1,4)
IMPORTANTE
AROMÁTICAS - IMPORTANTE
BENZENO
É um falso alcool
Tem OH preso no C com dupla
A nomenclatura é semelhante ao álcool
ENOL
IMPORTANTE: NÃO CONFUNDA
Álcool -OH presa em C lig. simples
Fenol -OH presa no anel
Enol -OH preso em C lig. dupla
São compostos de cadeia heterogênea oxigenada.
IUPAC: Prefixo indicativo do nº de C para o menor radical seguido
do sufixo OXI e a seguir o radical maior como HC.
Ex: C – C – O – C metóxi etano
Usual: Éter + nome dos radicais (primeiro menor depois
maior)+ICO.
ÉterFórmula Geral: R – O – R
São compostos que apresentam a carbonila na
extremidade da cadeia.
Fórmula Geral: R
Aldeído
IUPAC: Prefixo + intermediário + AL
Usual: Não tem regras (tem que gravar)
Metanal – aldeído fórmico
Propanal – aldeído propiônico
Propenal – aldeído acrílico
Butanal – aldeído butírico
Pentanal – aldeído valérico
Etanodial – aldeído oxálico
Propanodial – aldeído malônico
Butanodial – aldeído succínico
Etanal – aldeído acético
Nomenclatura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo dos álcoois 1
Estudo dos álcoois 1 Estudo dos álcoois 1
Estudo dos álcoois 1
Manuel Vicente
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
Carlos Alberto
 
áLcoois
áLcooisáLcoois
áLcoois
Álvaro Junior
 
Exemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicosExemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicos
Escola Pública/Particular
 
Aula de funções oxigenadas
Aula de funções oxigenadasAula de funções oxigenadas
Aula de funções oxigenadas
manaquifamasul
 
Estudo da família dos éteres
Estudo da família dos éteresEstudo da família dos éteres
Estudo da família dos éteres
Manuel Vicente
 
Aldeídos
AldeídosAldeídos
Aldeídos
Josyanne Neves
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
paramore146
 
Capítulo 5 – funções oxigenadas
Capítulo 5 – funções oxigenadasCapítulo 5 – funções oxigenadas
Capítulo 5 – funções oxigenadas
Fabiano Santos
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
Rosbergue Lúcio
 
Funções orgânicas oxigenadas
Funções orgânicas oxigenadasFunções orgânicas oxigenadas
Funções orgânicas oxigenadas
marinha1996
 
Aula funções oxigenadas
Aula  funções oxigenadasAula  funções oxigenadas
Aula funções oxigenadas
Profª Alda Ernestina
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
Carlos Priante
 
Funções orgânicas
Funções orgânicasFunções orgânicas
Funções orgânicas
quimicadacla
 
ALDEÍDOS
ALDEÍDOSALDEÍDOS
Fenol, enol e éter
Fenol, enol e éterFenol, enol e éter
Fenol, enol e éter
Kaires Braga
 
Alimentos e funções orgânicas
Alimentos e funções orgânicasAlimentos e funções orgânicas
Alimentos e funções orgânicas
Glaucia Perez
 
Func oxigenadas
Func oxigenadasFunc oxigenadas
Func oxigenadas
con_seguir
 
Fun org
Fun orgFun org

Mais procurados (20)

Estudo dos álcoois 1
Estudo dos álcoois 1 Estudo dos álcoois 1
Estudo dos álcoois 1
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
áLcoois
áLcooisáLcoois
áLcoois
 
Exemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicosExemplos de compostos orgânicos
Exemplos de compostos orgânicos
 
Aula de funções oxigenadas
Aula de funções oxigenadasAula de funções oxigenadas
Aula de funções oxigenadas
 
Estudo da família dos éteres
Estudo da família dos éteresEstudo da família dos éteres
Estudo da família dos éteres
 
Aldeídos
AldeídosAldeídos
Aldeídos
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
 
Resumo comp. org
Resumo comp. orgResumo comp. org
Resumo comp. org
 
Capítulo 5 – funções oxigenadas
Capítulo 5 – funções oxigenadasCapítulo 5 – funções oxigenadas
Capítulo 5 – funções oxigenadas
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
 
Funções orgânicas oxigenadas
Funções orgânicas oxigenadasFunções orgânicas oxigenadas
Funções orgânicas oxigenadas
 
Aula funções oxigenadas
Aula  funções oxigenadasAula  funções oxigenadas
Aula funções oxigenadas
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
 
Funções orgânicas
Funções orgânicasFunções orgânicas
Funções orgânicas
 
ALDEÍDOS
ALDEÍDOSALDEÍDOS
ALDEÍDOS
 
Fenol, enol e éter
Fenol, enol e éterFenol, enol e éter
Fenol, enol e éter
 
Alimentos e funções orgânicas
Alimentos e funções orgânicasAlimentos e funções orgânicas
Alimentos e funções orgânicas
 
Func oxigenadas
Func oxigenadasFunc oxigenadas
Func oxigenadas
 
Fun org
Fun orgFun org
Fun org
 

Destaque

Funcoes organicas oxigenadas 1
Funcoes organicas oxigenadas 1Funcoes organicas oxigenadas 1
Funcoes organicas oxigenadas 1
lasqmc1
 
Biologia sudação ou gutação
Biologia sudação ou gutaçãoBiologia sudação ou gutação
Biologia sudação ou gutação
izaborgesa
 
3º ano caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
3º ano   caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição3º ano   caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
3º ano caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
Analynne Almeida
 
3°s orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
3°s   orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos3°s   orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
3°s orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
samuelr81
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Ajudar Pessoas
 
Treino quimica organica
Treino quimica organicaTreino quimica organica
Treino quimica organica
Fernando Lucas
 
Funções halogenadas e nitrogenadas
Funções halogenadas e nitrogenadasFunções halogenadas e nitrogenadas
Funções halogenadas e nitrogenadas
paramore146
 
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicosPropriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Fernanda Cordeiro
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
Jhonny Marllon
 
Funções orgânicas oxigenadas cetonas
Funções orgânicas oxigenadas  cetonasFunções orgânicas oxigenadas  cetonas
Funções orgânicas oxigenadas cetonas
WALTER ALENCAR DE SOUSA
 
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
Estratégia Concursos
 
Funcoes organicas
Funcoes organicasFuncoes organicas
Funcoes organicas
Adrianne Mendonça
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
Mateus Serejo
 
Função oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadasFunção oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadas
Escola Modelo de Iguatu
 
Funções orgânicas
Funções orgânicasFunções orgânicas
Funções orgânicas
Isabella Silva
 
Organica completa
Organica completaOrganica completa
Organica completa
Fernando Lucas
 
Funcoes organicas oxigenadas
Funcoes organicas oxigenadasFuncoes organicas oxigenadas
Funcoes organicas oxigenadas
Estude Mais
 
Química Orgânica- Funções Oxigenadas
Química Orgânica- Funções OxigenadasQuímica Orgânica- Funções Oxigenadas
Química Orgânica- Funções Oxigenadas
Josenildo Vasconcelos
 
Funções oxigenadas e nitrogenadas
Funções oxigenadas e nitrogenadasFunções oxigenadas e nitrogenadas
Funções oxigenadas e nitrogenadas
Vinny Silva
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
Samária Mércia Saudades Bega
 

Destaque (20)

Funcoes organicas oxigenadas 1
Funcoes organicas oxigenadas 1Funcoes organicas oxigenadas 1
Funcoes organicas oxigenadas 1
 
Biologia sudação ou gutação
Biologia sudação ou gutaçãoBiologia sudação ou gutação
Biologia sudação ou gutação
 
3º ano caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
3º ano   caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição3º ano   caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
3º ano caráter acidobásico de substâncias orgânicas e reações de substituição
 
3°s orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
3°s   orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos3°s   orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
3°s orgânica - experimentos iniciais - carcterização dos compostos orgânicos
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
 
Treino quimica organica
Treino quimica organicaTreino quimica organica
Treino quimica organica
 
Funções halogenadas e nitrogenadas
Funções halogenadas e nitrogenadasFunções halogenadas e nitrogenadas
Funções halogenadas e nitrogenadas
 
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicosPropriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
Propriedade físicas e químicas dos compostos orgânicos
 
Funções oxigenadas
Funções oxigenadasFunções oxigenadas
Funções oxigenadas
 
Funções orgânicas oxigenadas cetonas
Funções orgânicas oxigenadas  cetonasFunções orgânicas oxigenadas  cetonas
Funções orgânicas oxigenadas cetonas
 
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
Curso de Química para Concurso Petrobras 2015
 
Funcoes organicas
Funcoes organicasFuncoes organicas
Funcoes organicas
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
 
Função oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadasFunção oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadas
 
Funções orgânicas
Funções orgânicasFunções orgânicas
Funções orgânicas
 
Organica completa
Organica completaOrganica completa
Organica completa
 
Funcoes organicas oxigenadas
Funcoes organicas oxigenadasFuncoes organicas oxigenadas
Funcoes organicas oxigenadas
 
Química Orgânica- Funções Oxigenadas
Química Orgânica- Funções OxigenadasQuímica Orgânica- Funções Oxigenadas
Química Orgânica- Funções Oxigenadas
 
Funções oxigenadas e nitrogenadas
Funções oxigenadas e nitrogenadasFunções oxigenadas e nitrogenadas
Funções oxigenadas e nitrogenadas
 
Funções Orgânicas
Funções OrgânicasFunções Orgânicas
Funções Orgânicas
 

Semelhante a Quimica organica

Alcoois
AlcooisAlcoois
Revisão biomédicas - enem 2009
Revisão biomédicas - enem 2009Revisão biomédicas - enem 2009
Revisão biomédicas - enem 2009
Vestibular Seriado
 
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
JulianaGimenes
 
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhhQuimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
lizatoria1
 
Haletos 3a3
Haletos 3a3Haletos 3a3
Quimica orgânica
Quimica orgânicaQuimica orgânica
Janice pós
Janice pósJanice pós
Janice pós
Janicenf
 
Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.
JulianaGimenes
 
Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.
JulianaGimenes
 
ÁLCOOISgg.pptx
ÁLCOOISgg.pptxÁLCOOISgg.pptx
ÁLCOOISgg.pptx
DESCULPE Por partilhar
 
Quimica organica para iniciantes
Quimica organica para iniciantesQuimica organica para iniciantes
Quimica organica para iniciantes
Governo do Estado de Sergipe
 
Aula 2 funções orgânicas.
Aula 2   funções orgânicas.Aula 2   funções orgânicas.
Aula 2 funções orgânicas.
Ajudar Pessoas
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organica
japquimica
 
Resumo comp. org
Resumo comp. orgResumo comp. org
Resumo comp. org
JulianaGimenes
 
Quimica 003 funcoes oxigenadas
Quimica  003 funcoes oxigenadasQuimica  003 funcoes oxigenadas
Quimica 003 funcoes oxigenadas
con_seguir
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Mariana Ferreira
 
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdfAula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
NicolasFerreira66
 
áCido carboxílico-3a3
áCido carboxílico-3a3áCido carboxílico-3a3
áCido carboxílico-3a3
EEB Francisco Mazzola
 
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
Manuel da Mata Vicente
 
Ácidos
ÁcidosÁcidos

Semelhante a Quimica organica (20)

Alcoois
AlcooisAlcoois
Alcoois
 
Revisão biomédicas - enem 2009
Revisão biomédicas - enem 2009Revisão biomédicas - enem 2009
Revisão biomédicas - enem 2009
 
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
Funções org.oxig. + nitrog. maio 2010
 
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhhQuimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
Quimica Organica II.pptxhhhhhhhhhhhhhhhh
 
Haletos 3a3
Haletos 3a3Haletos 3a3
Haletos 3a3
 
Quimica orgânica
Quimica orgânicaQuimica orgânica
Quimica orgânica
 
Janice pós
Janice pósJanice pós
Janice pós
 
Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.
 
Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.Funções.org.oxig.
Funções.org.oxig.
 
ÁLCOOISgg.pptx
ÁLCOOISgg.pptxÁLCOOISgg.pptx
ÁLCOOISgg.pptx
 
Quimica organica para iniciantes
Quimica organica para iniciantesQuimica organica para iniciantes
Quimica organica para iniciantes
 
Aula 2 funções orgânicas.
Aula 2   funções orgânicas.Aula 2   funções orgânicas.
Aula 2 funções orgânicas.
 
Quimica organica
Quimica organicaQuimica organica
Quimica organica
 
Resumo comp. org
Resumo comp. orgResumo comp. org
Resumo comp. org
 
Quimica 003 funcoes oxigenadas
Quimica  003 funcoes oxigenadasQuimica  003 funcoes oxigenadas
Quimica 003 funcoes oxigenadas
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdfAula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
Aula 12 Funções orgânicas 2-2.pdf
 
áCido carboxílico-3a3
áCido carboxílico-3a3áCido carboxílico-3a3
áCido carboxílico-3a3
 
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
Estudo dos ácidos dicarboxilicos 013
 
Ácidos
ÁcidosÁcidos
Ácidos
 

Último

SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
y6zh7bvphf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 

Último (20)

SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
SLIDE LIÇÃO 10 - DESENVOLVENDO UMA CONSCIÊNCIA DE SANTIDADE - TEXTO ÁUREO...
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 

Quimica organica

  • 1. Química Orgânica Álcool, fenol, enol, éter e aldeído.
  • 2. - OH presa a C saturada Classificação: Quanto ao número de –OH Monol ou monoalcool 1 –OH Dial ou dialcool 2 –OH Trial ou trialcool 3 –OH Álcool Quanto ao tipo de C que se prende a –OH  Álcool 1ário  Álcool 2ário  Ácool 3ário
  • 3. IUPAC: Prefixo + intermediário + OL A partir de 3C precisa numerar a cadeia. Para cadeias mais complexas utilizar as regras de cadeias ramificadas chamando o –OH de hidróxi. Usual: Álcool + Radical + ICO Nomenclatura - Álcool
  • 4. IUPAC: hidróxi + nome do HC Usual: não tem regras. Fenol Fórmula Geral: Aromática -OH
  • 5. ORTO META PARA Vizinho (1,2) Pula um (1,3) Pula dois (1,4) IMPORTANTE
  • 7. É um falso alcool Tem OH preso no C com dupla A nomenclatura é semelhante ao álcool ENOL
  • 8. IMPORTANTE: NÃO CONFUNDA Álcool -OH presa em C lig. simples Fenol -OH presa no anel Enol -OH preso em C lig. dupla
  • 9. São compostos de cadeia heterogênea oxigenada. IUPAC: Prefixo indicativo do nº de C para o menor radical seguido do sufixo OXI e a seguir o radical maior como HC. Ex: C – C – O – C metóxi etano Usual: Éter + nome dos radicais (primeiro menor depois maior)+ICO. ÉterFórmula Geral: R – O – R
  • 10. São compostos que apresentam a carbonila na extremidade da cadeia. Fórmula Geral: R Aldeído
  • 11. IUPAC: Prefixo + intermediário + AL Usual: Não tem regras (tem que gravar) Metanal – aldeído fórmico Propanal – aldeído propiônico Propenal – aldeído acrílico Butanal – aldeído butírico Pentanal – aldeído valérico Etanodial – aldeído oxálico Propanodial – aldeído malônico Butanodial – aldeído succínico Etanal – aldeído acético Nomenclatura