SlideShare uma empresa Scribd logo
QUESTÕES PUC-RIO - PROBLEMA DO KURATOWSKI
Claudio Buffara – Rio de Janeiro
Mais uma questão debatida no forum da PUC-Rio para as olimpíadas de
matémática. Dessa vez o teorema de Kuratowski
Introdução
Imagino que o que você queira é gerar, a partir de A_1 = A, por sucessivas
aplicações de F ou C, uma sequência de conjuntos A_1, A_2, ...,
tal que:
i) A_(n+1) = F(A_n) ou A_(n+1) = C(A_n)
e
ii) a família {A_1, A_2, ...} tenha a maior cardinalidade possível.
Eu acho que a maior cardinalidade possível é 8.
Minha explicação segue abaixo.
Como, para todo X, F(F(X)) = F(X) e C(C(X)) = X, a única chance de obtermos
um conjunto "inédito" é aplicando alternadamente C e F.
Por exemplo, se A_1 = A = União(n em Z) [2n-1,2n], então F(A) = A.
Assim, fazemos:
A_2 = C(A_1) = C(A) = União(n em Z) (2n,2n+1) ==>
A_3 = F(A_2) = F(C(A)) = União(n em Z) [2n,2n+1] ==>
A_4 = C(A_3) = C(F(C(A))) = União(n em Z) (2n-1,2n) ==>
A_5 = F(A_4) = F(C(F(C(A)) = União(n em Z) [2n-1,2n] = A_1.
Logo, a partir de A obtivemos uma família de cardinalidade 4.
Começando com qualquer A contido em R se, em algum ponto, aplicarmos F e
depois C, obteremos C(F(A)), um subconjunto aberto de R, o qual se expressa
de maneira única como uma reunião no máximo enumerável de intervalos
abertos dois a dois disjuntos.
Se os fechos desses intervalos forem disjuntos dois a dois, então cairemos
numa situação como a do exemplo acima. Logo, a idéia é adiar ao máximo a
aparição de um aberto cujo fecho seja uma união de intervalos fechados
(degenerados ou não) disjuntos dois a dois.
Por exemplo, se tivermos:
A_1 = (a,b) união (b,c), com a < b < c, então:
A_2 = F(A_1) = [a,c]
A_3 = C(A_2) = (-inf,a) união (c,+inf)
A_4 = F(A_3) = (-inf,a] união [c,+inf)
A_5 = C(A_4) = (a,c)
A_6 = F(A_5) = [a,c] = A_2 ==>
obtivemos uma família de cardinalidade 5.
Esse exemplo mostra que se algum A_k for uma reunião de intervalos abertos
cujos fechos não são disjuntos, teremos A_(k+1) = F(A_k) = união de intervalos
fechados disjuntos (cada dois intervalos abertos cujos fechos se intersectam
se fundirão num único intervalo fechado contendo ambos e, possivelemnte,
mais outros intervalos abertos).
A partir desse ponto, o primeiro exemplo mostra que geraremos apenas mais
três conjuntos inéditos - A_(k+2), A_(k+3) e A_(k+4). Teremos necessariamente
A_(k+5) = A_(k+1).
A seguir, partimos de A, uma união de intervalos abertos cujos fechos não
sejam disjuntos e tentamos obter o maior número possível de termos
anteriores a A na sequência.
Por exemplo, quem seria o antecessor de A = (-1,0) união (0,1)?
Como este conjunto é aberto, só pode ter sido obtido como complementar de
algum conjunto B.
Naturalmente, B = (-inf,-1] união {0} união [1,+inf).
B é o fecho de algum C, por exemplo, C = (-inf,-1) união {0} união (1,+inf).
Finalmente, C é o complementar de D = [-1,0) união (0,1].
Não podemos voltar mais, pois D não é fechado e, portanto, não é fecho de
ninguém. D é o complementar de C, o que não adiciona nenhum conjunto
inédito. Logo, a sequência começa com D. Chamando este D de A_1, teremos:
A_1 = [-1,0) união (0,1]
A_2 = C(A_1) = (-inf,-1) união {0} união (1,+inf).
A_3 = F(A_2) = (-inf,-1] união {0} união [1,+inf)
A_4 = C(A_3) = (-1,0) união (0,1)
A_5 = F(A_4) = [-1,1]
A_6 = C(A_5) = (-inf,-1) união (1,+inf)
A_7 = F(A_6) = (-inf,-1] união [1,+inf)
A_8 = C(A_7) = (-1,1)
A_9 = F(A_8) = [-1,1] = A_5 ==>
cardinalidade = 8.
Confira a discussão completa em:
http://www.mat.puc-rio.br/~obmlistas/obm-l.200504/msg00029.html

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2ª ficha de avaliação 7º ano
2ª ficha de avaliação 7º ano2ª ficha de avaliação 7º ano
2ª ficha de avaliação 7º ano
Liliana_Almeida1
 
Cap. 5
Cap. 5Cap. 5
Calculo 2 aula 1 integral indefinida
Calculo 2 aula 1  integral indefinidaCalculo 2 aula 1  integral indefinida
Calculo 2 aula 1 integral indefinida
Paulo Sampaio
 
Lista 1 - Cálculo
Lista 1 - CálculoLista 1 - Cálculo
Lista 1 - Cálculo
Anna Ferreira
 
Lista I
Lista ILista I
Lista I
FeefelipeeRS
 
Exercícios sobre função
Exercícios sobre funçãoExercícios sobre função
Exercícios sobre função
Dayanne Sousa
 
Polinômios
PolinômiosPolinômios
Polinomios aula
Polinomios aulaPolinomios aula
Polinomios aula
ELIZEU GODOY JR
 
Polinômios..
Polinômios..Polinômios..
Polinômios..
Rodrigo Carvalho
 
Lista funcao quadratica
Lista funcao quadraticaLista funcao quadratica
Lista funcao quadratica
littlevic4
 
Mat conicas elipses
Mat conicas elipsesMat conicas elipses
Mat conicas elipses
trigono_metria
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
rosania39
 
Restrição e prolongamento de uma função: Exercícios resolvidos
Restrição e prolongamento de uma função:  Exercícios resolvidosRestrição e prolongamento de uma função:  Exercícios resolvidos
Restrição e prolongamento de uma função: Exercícios resolvidos
numerosnamente
 
Aula Semana 01 9 ano
Aula Semana 01  9 anoAula Semana 01  9 ano
Aula Semana 01 9 ano
Vanessa Franco
 
DivisãO De PolinôMios
DivisãO De PolinôMiosDivisãO De PolinôMios
DivisãO De PolinôMios
Naiara Pessoa
 
Equações Polinomiais
Equações PolinomiaisEquações Polinomiais
Equações Polinomiais
Nanda Freitas
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
Antonio Carneiro
 
Informatica Da EducaçãO[1]
Informatica Da EducaçãO[1]Informatica Da EducaçãO[1]
Informatica Da EducaçãO[1]
guest519fd1
 

Mais procurados (18)

2ª ficha de avaliação 7º ano
2ª ficha de avaliação 7º ano2ª ficha de avaliação 7º ano
2ª ficha de avaliação 7º ano
 
Cap. 5
Cap. 5Cap. 5
Cap. 5
 
Calculo 2 aula 1 integral indefinida
Calculo 2 aula 1  integral indefinidaCalculo 2 aula 1  integral indefinida
Calculo 2 aula 1 integral indefinida
 
Lista 1 - Cálculo
Lista 1 - CálculoLista 1 - Cálculo
Lista 1 - Cálculo
 
Lista I
Lista ILista I
Lista I
 
Exercícios sobre função
Exercícios sobre funçãoExercícios sobre função
Exercícios sobre função
 
Polinômios
PolinômiosPolinômios
Polinômios
 
Polinomios aula
Polinomios aulaPolinomios aula
Polinomios aula
 
Polinômios..
Polinômios..Polinômios..
Polinômios..
 
Lista funcao quadratica
Lista funcao quadraticaLista funcao quadratica
Lista funcao quadratica
 
Mat conicas elipses
Mat conicas elipsesMat conicas elipses
Mat conicas elipses
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
Restrição e prolongamento de uma função: Exercícios resolvidos
Restrição e prolongamento de uma função:  Exercícios resolvidosRestrição e prolongamento de uma função:  Exercícios resolvidos
Restrição e prolongamento de uma função: Exercícios resolvidos
 
Aula Semana 01 9 ano
Aula Semana 01  9 anoAula Semana 01  9 ano
Aula Semana 01 9 ano
 
DivisãO De PolinôMios
DivisãO De PolinôMiosDivisãO De PolinôMios
DivisãO De PolinôMios
 
Equações Polinomiais
Equações PolinomiaisEquações Polinomiais
Equações Polinomiais
 
Polinomios
PolinomiosPolinomios
Polinomios
 
Informatica Da EducaçãO[1]
Informatica Da EducaçãO[1]Informatica Da EducaçãO[1]
Informatica Da EducaçãO[1]
 

Semelhante a QUESTÕES PUC-RIO - PROBLEMA DO KURATOWSKI

Teoria dos Conjuntos
Teoria dos ConjuntosTeoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos
Ronoaldo Cavalcante
 
Dicas quentes conjuntos
Dicas quentes conjuntosDicas quentes conjuntos
Dicas quentes conjuntos
trigono_metria
 
Conjuntos1
Conjuntos1Conjuntos1
Conjuntos1
Raquel Almeida
 
Exercsolv1
Exercsolv1Exercsolv1
Exercsolv1
Rosinalldo Santos
 
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
Taline Justino
 
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
Antonio Marcos
 
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
Antonio Tatero Spindler
 
Conjunto1
Conjunto1Conjunto1
Conjunto1
Carlos Almeida
 
Apostila de Algebra Linear.pdf
Apostila de Algebra Linear.pdfApostila de Algebra Linear.pdf
Apostila de Algebra Linear.pdf
Marcelo Martelli Rossilho
 
Conjuntos
ConjuntosConjuntos
Conjuntos
Mônica Almeida
 
conjuntos.pdf
conjuntos.pdfconjuntos.pdf
conjuntos.pdf
CarlosCarrapio3
 
TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS
Luciano Pessanha
 
Conjuntos apostila i
Conjuntos apostila iConjuntos apostila i
Conjuntos apostila i
Suselaine Da Fonseca Silva
 
Teoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos   Teoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos
Luciano Pessanha
 
Apostila 001 conjuntos operações
Apostila  001 conjuntos operaçõesApostila  001 conjuntos operações
Apostila 001 conjuntos operações
con_seguir
 
06 conjuntos - operaes
06 conjuntos - operaes06 conjuntos - operaes
06 conjuntos - operaes
resolvidos
 
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro BarrosoConjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
guestbf5561
 
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
JoseJoanicioBenevinu1
 
Nota aula 01
Nota aula 01Nota aula 01
Nota aula 01
Pitterpp
 
Aula 01 conjuntos
Aula 01   conjuntosAula 01   conjuntos
Aula 01 conjuntos
Professor Serginho
 

Semelhante a QUESTÕES PUC-RIO - PROBLEMA DO KURATOWSKI (20)

Teoria dos Conjuntos
Teoria dos ConjuntosTeoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos
 
Dicas quentes conjuntos
Dicas quentes conjuntosDicas quentes conjuntos
Dicas quentes conjuntos
 
Conjuntos1
Conjuntos1Conjuntos1
Conjuntos1
 
Exercsolv1
Exercsolv1Exercsolv1
Exercsolv1
 
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
001+-+TEORIA+DOS+CONJUNTOS.pptx
 
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
Algebra - Livro texto IV (UNIP/Matemática) 2018
 
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
Slide teoria dos conjuntos e conjuntos numéricos terceirão 1
 
Conjunto1
Conjunto1Conjunto1
Conjunto1
 
Apostila de Algebra Linear.pdf
Apostila de Algebra Linear.pdfApostila de Algebra Linear.pdf
Apostila de Algebra Linear.pdf
 
Conjuntos
ConjuntosConjuntos
Conjuntos
 
conjuntos.pdf
conjuntos.pdfconjuntos.pdf
conjuntos.pdf
 
TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS TEORIA DE CONJUNTOS
TEORIA DE CONJUNTOS
 
Conjuntos apostila i
Conjuntos apostila iConjuntos apostila i
Conjuntos apostila i
 
Teoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos   Teoria dos Conjuntos
Teoria dos Conjuntos
 
Apostila 001 conjuntos operações
Apostila  001 conjuntos operaçõesApostila  001 conjuntos operações
Apostila 001 conjuntos operações
 
06 conjuntos - operaes
06 conjuntos - operaes06 conjuntos - operaes
06 conjuntos - operaes
 
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro BarrosoConjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
Conjuntos Autor Antonio Carlos Carneiro Barroso
 
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
7463_APOSTILA_Matematica_Prof_Roberto.pdf
 
Nota aula 01
Nota aula 01Nota aula 01
Nota aula 01
 
Aula 01 conjuntos
Aula 01   conjuntosAula 01   conjuntos
Aula 01 conjuntos
 

Mais de Antonio Claudio Lage Buffara

ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOGANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADEANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTEANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - ORTOGONAIS?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO  - ORTOGONAIS?ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO  - ORTOGONAIS?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - ORTOGONAIS?
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADOANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIALANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.AANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCARANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
Antonio Claudio Lage Buffara
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
Antonio Claudio Lage Buffara
 

Mais de Antonio Claudio Lage Buffara (20)

ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - TÉCNICAS CRIATIVAS DE MEDIÇÕES: RESOLVENDO PRO...
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOGANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - APROXIMAÇÃO DE LOG
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - O USO DE QUEBRA-CABEÇAS NO DESENVOLVIMENTO LÓG...
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADEANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROBABILIDADE
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - JOGO DO CÂMBIO: UMA PROPOSTA PARA EDUCAÇÃO INF...
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - AUTO-ESPAÇOS
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - APRENDENDO A ESTUDAR: ERROS COMUNS E SUAS POSS...
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTEANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - ENEM 2018: POSSÍVEIS NOTAS DE CORTE
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC- RIO - ESFERAS E TETRAEDROS
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - ORTOGONAIS?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO  - ORTOGONAIS?ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO  - ORTOGONAIS?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - ORTOGONAIS?
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADOANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - PROPOSIÇÕES: UM EXERCÍCIO COMENTADO
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA - DESAFIO MATEMÁTICO: QUANTO É 2 + 5 X 3 + 4 ?
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIALANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA VETORIAL
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOSANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO EM - UMA SOBRE COMPLEXOS
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PRIMOS E PA
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO AXIOMAS PARA RESOLUÇÃ...
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.AANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO PROBLEMA SIMPLES DE P.A
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCARANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - DÚVIDA EPCAR
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - PROGRESSÃO ARITMÉTICA
 
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIAANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
ANTONIO CLAUDIO LAGE BUFFARA RESPONDE: QUESTÕES PUC-RIO - CONGRUÊNCIA
 

Último

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 

Último (20)

DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 

QUESTÕES PUC-RIO - PROBLEMA DO KURATOWSKI

  • 1. QUESTÕES PUC-RIO - PROBLEMA DO KURATOWSKI Claudio Buffara – Rio de Janeiro
  • 2. Mais uma questão debatida no forum da PUC-Rio para as olimpíadas de matémática. Dessa vez o teorema de Kuratowski Introdução
  • 3. Imagino que o que você queira é gerar, a partir de A_1 = A, por sucessivas aplicações de F ou C, uma sequência de conjuntos A_1, A_2, ..., tal que: i) A_(n+1) = F(A_n) ou A_(n+1) = C(A_n) e ii) a família {A_1, A_2, ...} tenha a maior cardinalidade possível. Eu acho que a maior cardinalidade possível é 8. Minha explicação segue abaixo.
  • 4. Como, para todo X, F(F(X)) = F(X) e C(C(X)) = X, a única chance de obtermos um conjunto "inédito" é aplicando alternadamente C e F. Por exemplo, se A_1 = A = União(n em Z) [2n-1,2n], então F(A) = A.
  • 5. Assim, fazemos: A_2 = C(A_1) = C(A) = União(n em Z) (2n,2n+1) ==> A_3 = F(A_2) = F(C(A)) = União(n em Z) [2n,2n+1] ==> A_4 = C(A_3) = C(F(C(A))) = União(n em Z) (2n-1,2n) ==> A_5 = F(A_4) = F(C(F(C(A)) = União(n em Z) [2n-1,2n] = A_1. Logo, a partir de A obtivemos uma família de cardinalidade 4.
  • 6. Começando com qualquer A contido em R se, em algum ponto, aplicarmos F e depois C, obteremos C(F(A)), um subconjunto aberto de R, o qual se expressa de maneira única como uma reunião no máximo enumerável de intervalos abertos dois a dois disjuntos. Se os fechos desses intervalos forem disjuntos dois a dois, então cairemos numa situação como a do exemplo acima. Logo, a idéia é adiar ao máximo a aparição de um aberto cujo fecho seja uma união de intervalos fechados (degenerados ou não) disjuntos dois a dois.
  • 7. Por exemplo, se tivermos: A_1 = (a,b) união (b,c), com a < b < c, então: A_2 = F(A_1) = [a,c] A_3 = C(A_2) = (-inf,a) união (c,+inf) A_4 = F(A_3) = (-inf,a] união [c,+inf) A_5 = C(A_4) = (a,c) A_6 = F(A_5) = [a,c] = A_2 ==> obtivemos uma família de cardinalidade 5.
  • 8. Esse exemplo mostra que se algum A_k for uma reunião de intervalos abertos cujos fechos não são disjuntos, teremos A_(k+1) = F(A_k) = união de intervalos fechados disjuntos (cada dois intervalos abertos cujos fechos se intersectam se fundirão num único intervalo fechado contendo ambos e, possivelemnte, mais outros intervalos abertos). A partir desse ponto, o primeiro exemplo mostra que geraremos apenas mais três conjuntos inéditos - A_(k+2), A_(k+3) e A_(k+4). Teremos necessariamente A_(k+5) = A_(k+1).
  • 9. A seguir, partimos de A, uma união de intervalos abertos cujos fechos não sejam disjuntos e tentamos obter o maior número possível de termos anteriores a A na sequência. Por exemplo, quem seria o antecessor de A = (-1,0) união (0,1)? Como este conjunto é aberto, só pode ter sido obtido como complementar de algum conjunto B.
  • 10. Naturalmente, B = (-inf,-1] união {0} união [1,+inf). B é o fecho de algum C, por exemplo, C = (-inf,-1) união {0} união (1,+inf). Finalmente, C é o complementar de D = [-1,0) união (0,1]. Não podemos voltar mais, pois D não é fechado e, portanto, não é fecho de ninguém. D é o complementar de C, o que não adiciona nenhum conjunto inédito. Logo, a sequência começa com D. Chamando este D de A_1, teremos:
  • 11. A_1 = [-1,0) união (0,1] A_2 = C(A_1) = (-inf,-1) união {0} união (1,+inf). A_3 = F(A_2) = (-inf,-1] união {0} união [1,+inf) A_4 = C(A_3) = (-1,0) união (0,1) A_5 = F(A_4) = [-1,1] A_6 = C(A_5) = (-inf,-1) união (1,+inf) A_7 = F(A_6) = (-inf,-1] união [1,+inf) A_8 = C(A_7) = (-1,1) A_9 = F(A_8) = [-1,1] = A_5 ==> cardinalidade = 8. Confira a discussão completa em: http://www.mat.puc-rio.br/~obmlistas/obm-l.200504/msg00029.html