SlideShare uma empresa Scribd logo
INTRODUÇÃO
MATERIAIS E MÉTODOS
CONCLUSÕES
RESULTADOS E DISCUSSÃO
AGRADECIMENTOS
b
Acadêmicas do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia, UFOPA/PARFOR - Campus Santarém-PA
Orientadora : Daiane Pinheiro -Universidade Federal do Oeste do Pará. E-mail: daianepinheiroufopa@gmail.com
Isabel Cristina de Aguiar Pinto, Lúcia Maria Maia Pimentel
e-mail para contato: belcrisaguiar@yahoo.com.br, maia.pimentel10@gmail.com
AFETIVIDADE E MEDIAÇÃO DO PROFESSOR NO PROCESSO DE
ENSINO E APRENDIZAGEM
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
Estudiosos apontam que a afetividade é fator fundamental para o
desenvolvimento cognitivo de crianças. Wallon (2007) sugere que a
educação não se limita somente ao processo de ensinar, ler e escrever,
tendo em vista que as expressões humanas também fazem parte
desse processo de aprendizagem. A partir desse interesse temática
apresentamos como problemática desse estudo: De que forma as
relações de afetividade são abordadas e articuladas nas práticas
pedagógicas desenvolvidas em turmas do primeiro ano do ensino
fundamental de uma escola municipal de Santarém- PA? Neste
contexto, considera-se de grande relevância realizar este estudo,
promovendo caminhos para se pensar a afetividade como instrumento
para estimular a aprendizagem. O objetivo desse estudo prioriza
olhar para os efeitos e o processo da prática docente, e não a
prática em si. Ou seja, priorizamos observar como acontece o
processo e mediação didático-pedagógica articulado estritamente
a questão da afetividade.
Para dar conta dos processos investigativos que delinearam essa
pesquisa nos posicionamos no campo da pesquisa qualitativa,
considerando movimentos culturais, acontecimentos investigativos
subjetivos e observações de ações dentro do contexto da sala de aula.
A pesquisa foi realizada em uma escola da rede municipal de ensino
na cidade de Santarém/PA, com quatro turmas e três professoras,
sendo que uma das professoras trabalha nos dois turnos, e alunos e
professoras do primeiro ano do Ensino Fundamental. Os dados foram
coletados através de observação tendo como instrumento um diário de
campo pré definido com questões a serem observadas. Esse
instrumento possibilitou o levantamento de informações pertinentes à
afetividade no processo de ensino na escola municipal de Santarém.
Para Fiorentini e Lorenzato (2009, p. 118) O diário de campo “[...] Tem
como objetivo registrar de maneira detalhada e sistematizada, os
acontecimentos, as rotinas e as conversas que contribuirão no
processo de análise das ocorrências observadas”. Os dados foram
apresentados em forma de categorias analíticas segundo as instruções
do método de análise de conteúdo proposto por Bardin (1997). sendo
elas: Relações afetivas entre professor e aluno e Efeitos das relações
afetivas em sala de aula sob o aprendizado dos alunos. Na primeira
categoria foram analisadas as relações estabelecidas entre
professores e alunos, tomando como parâmetros observações
imediatas, que marcam os encaminhamentos afetivos os quais se
instituem nas rotinas discentes e docentes e na segunda categoria
buscou-se analisar os aspectos observados na dimensão afetiva e sua
contribuição na construção do conhecimento, dando direcionamentos
específicos para o desenvolvimento cognitivo dos alunos.
Diante das análises entende-se que a relação de afetividade entre
professor e aluno é de fundamental importância para o processo de
ensino, pois quando isso acontece o aluno sente-se seguro, aprende
com mais facilidade, despertando o interesse e a motivação pela
aprendizagem. Nesse contexto observou-se a relevância do
planejamento na prática educativa, sendo dessa forma aliado à
afetividade, considerados fatores determinantes na construção do
conhecimento. De modo geral notou-se a dificuldade de algumas
educadoras na mediação pedagógica, ao lidar com a afetividade na sala
de aula, deixando de aproveitar o momento para fomentar o
conhecimento do aluno através do afeto, respeito mútuo e carinho,
sendo nesse contexto a base para construir, solidificar o cotidiano
escolar, potencializando o ensino. No entanto, temos exemplos de bons
profissionais, que fizeram do espaço escolar um lugar de aprendizagem,
utilizando o carinho, respeito e afeto como ferramenta de ensino.
Dessa forma, destacamos a importância dessa pesquisa, que deve ser
divulgada, publicada, para servir de instrumento de consulta na própria
escola.
BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução de Luís A. Reto e Augusto Pinheiro.
5ªed. Lisboa: Edições 70, 2009.
CHALITA, Gabriel. Educação: a solução está no afeto. São Paulo:Editora Gente,
2004.
FIORENTINI, D. e LORENZATO, S. Investigação em educação matemática:
percursos teóricos e metodológicos. 2ª ed. Campinas: Autores Associados, 2009.
VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. Rio de Janeiro: Martins Fontes,
1996.
WALLON, H. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007.
Buscamos aproximar os dados de pesquisa nas categorias
mencionadas dando maior visibilidade e ênfase nas questões
observadas quanto as relações afetivas, comportamento dos alunos e
professores no processo de ensino e aprendizagem. De modo geral
observamos que as professoras A, B e C iniciavam suas aulas com
muita animação. No primeiro momento as professoras faziam a
acolhida dos alunos através de orações e músicas infantis. O que nos
chamou atenção foi a contação de historias que incentivam a
formação de valores nos alunos. Na concepção de Chalita (2003,
p.10):As histórias nos permitem conhecer e criar mundos fantásticos,
... sem elas, a infância, a adolescência, a juventude e a maturidade
estariam condenadas a ocupar um palco sombrio, triste, desprovido
de autores verdadeiramente apaixonados. Além dessa importância na
construção da personalidade e subjetividade da criança, observamos
que essas atividades colaboram para a aproximação afetiva entre os
professor e aluno, bem como inter-relação constituídas entre os
próprios colegas. Nesse processo educativo a sala de aula exerce um
papel construtor no aprendizado, que mediado e organizado por um
educador atento as necessidades de seus alunos transforma esse
espaço num ambiente favorável e estimulador capaz de proporcionar
o crescimento cognitivo, interpessoal, emocional e social formando
assim, cidadãos críticos, responsáveis e construtores do seu próprio
conhecimento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Alessandra Alves
 
Fundamentos do currículo
Fundamentos do currículoFundamentos do currículo
Fundamentos do currículo
Selmy Araujo
 
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestradoEducação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
packarde2709
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
www.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
moniquests
 
Desafios e exigencias do ensino superior
Desafios e exigencias do ensino superiorDesafios e exigencias do ensino superior
Desafios e exigencias do ensino superior
Geraldo Homo Júnior
 
Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio
edimar f dantas dantas
 
A construção da aprendizagem do aluno com TDAH
A construção da aprendizagem do aluno com TDAHA construção da aprendizagem do aluno com TDAH
A construção da aprendizagem do aluno com TDAH
Luci Bubinick S Lopes
 
Estagio regencia de sala
Estagio regencia de salaEstagio regencia de sala
Estagio regencia de sala
Alessandra Alves
 
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins RodriguesRelatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
Kamilla Rodrigues
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
Giselle Coutinho
 
Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011
adrianafrancisca
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
ProfLeandrodosSantos
 
Projecto de pesquisa
Projecto de pesquisaProjecto de pesquisa
Projecto de pesquisa
Bruno Gurué
 
Estagio de observação
Estagio de observaçãoEstagio de observação
Estagio de observação
Bárbara Marcelly
 
Métodos de ensino
Métodos de ensinoMétodos de ensino
Métodos de ensino
Mara Salvucci
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
LOCIMAR MASSALAI
 
Artigo vera lucia_cezani
Artigo vera lucia_cezaniArtigo vera lucia_cezani
Artigo vera lucia_cezani
Juliele Ferreira
 
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃOPaper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Polliane Almeida
 
Caderno de estagio ef
Caderno de estagio efCaderno de estagio ef
Caderno de estagio ef
mkbariotto
 

Mais procurados (20)

Relatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativoRelatorio de estagio supervisionado administrativo
Relatorio de estagio supervisionado administrativo
 
Fundamentos do currículo
Fundamentos do currículoFundamentos do currículo
Fundamentos do currículo
 
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestradoEducação inclusiva pre-projeto mestrado
Educação inclusiva pre-projeto mestrado
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Projeto de Intervenção
Projeto de IntervençãoProjeto de Intervenção
Projeto de Intervenção
 
Desafios e exigencias do ensino superior
Desafios e exigencias do ensino superiorDesafios e exigencias do ensino superior
Desafios e exigencias do ensino superior
 
Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio Relatório projeto de extenção estágio
Relatório projeto de extenção estágio
 
A construção da aprendizagem do aluno com TDAH
A construção da aprendizagem do aluno com TDAHA construção da aprendizagem do aluno com TDAH
A construção da aprendizagem do aluno com TDAH
 
Estagio regencia de sala
Estagio regencia de salaEstagio regencia de sala
Estagio regencia de sala
 
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins RodriguesRelatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
Relatorio de estágio final.de estagio Supervisionado Kamilla Martins Rodrigues
 
Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio Relatorio de estágio do ensino médio
Relatorio de estágio do ensino médio
 
Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011
 
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docxCópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
Cópia de Plano de Ação_EE Coronel 2023.docx
 
Projecto de pesquisa
Projecto de pesquisaProjecto de pesquisa
Projecto de pesquisa
 
Estagio de observação
Estagio de observaçãoEstagio de observação
Estagio de observação
 
Métodos de ensino
Métodos de ensinoMétodos de ensino
Métodos de ensino
 
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
implementação da BNCC: compromisso com a excelência e a equidade nas aprendiz...
 
Artigo vera lucia_cezani
Artigo vera lucia_cezaniArtigo vera lucia_cezani
Artigo vera lucia_cezani
 
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃOPaper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
Paper TRABALHO DE GRADUAÇÃO
 
Caderno de estagio ef
Caderno de estagio efCaderno de estagio ef
Caderno de estagio ef
 

Destaque

Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação  lucia maiaArtigo mídias tecnológicas na educação  lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Lúcia Maia
 
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/ParforTrabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
Lúcia Maia
 
O que é Hipertexto
O que é HipertextoO que é Hipertexto
O que é Hipertexto
Oilas e Claudia
 
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARDPROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
Lúcia Maia
 
Slide: Professoras Mães
Slide: Professoras MãesSlide: Professoras Mães
Slide: Professoras Mães
Lúcia Maia
 
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt ucaConhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Ilton Bruno
 
Projeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumondProjeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumond
SimoneHelenDrumond
 
Pp institucional
Pp institucionalPp institucional
Pp institucional
Rosilene Vieira
 
Projeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anualProjeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anual
dayse
 
Sequencia didática para trabalhar com as fábulas
Sequencia didática para trabalhar com as fábulasSequencia didática para trabalhar com as fábulas
Sequencia didática para trabalhar com as fábulas
RITA DE CASSIA LAGO GOMES
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
JJOAOPAULO7
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
joiramara
 

Destaque (12)

Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação  lucia maiaArtigo mídias tecnológicas na educação  lucia maia
Artigo mídias tecnológicas na educação lucia maia
 
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/ParforTrabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
Trabalho de Conclusão do Curso de Pedagogia- Ufopa/Parfor
 
O que é Hipertexto
O que é HipertextoO que é Hipertexto
O que é Hipertexto
 
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARDPROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
PROJETO ESCOLA D'ÁGUA NA ESCOLA IRMÃ LEODGARD
 
Slide: Professoras Mães
Slide: Professoras MãesSlide: Professoras Mães
Slide: Professoras Mães
 
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt ucaConhecendo o sistema operacional ubunt uca
Conhecendo o sistema operacional ubunt uca
 
Projeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumondProjeto ludico simone drumond
Projeto ludico simone drumond
 
Pp institucional
Pp institucionalPp institucional
Pp institucional
 
Projeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anualProjeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anual
 
Sequencia didática para trabalhar com as fábulas
Sequencia didática para trabalhar com as fábulasSequencia didática para trabalhar com as fábulas
Sequencia didática para trabalhar com as fábulas
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Meu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara naraMeu pré projeto joiara nara
Meu pré projeto joiara nara
 

Semelhante a Poster parfor tcc afetividade

Veloso, Soares, Copetti.pdf
Veloso, Soares, Copetti.pdfVeloso, Soares, Copetti.pdf
Veloso, Soares, Copetti.pdf
GabrielSilva548620
 
Afetividade em Paulo Freire.pptx
Afetividade em Paulo Freire.pptxAfetividade em Paulo Freire.pptx
Afetividade em Paulo Freire.pptx
Maria Célia Silva Gonçalves
 
As marcas da indisciplina na escola
As marcas da indisciplina na escolaAs marcas da indisciplina na escola
As marcas da indisciplina na escola
Gabriel Angelo Oliveira
 
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdfA IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
Ciceromoura8
 
Monografia Carla Pedagogia 2008
Monografia Carla Pedagogia 2008Monografia Carla Pedagogia 2008
Monografia Carla Pedagogia 2008
Biblioteca Campus VII
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
christianceapcursos
 
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
ProfessorPrincipiante
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
christianceapcursos
 
Afetividade uma opcao para a educacao
Afetividade uma opcao para a educacaoAfetividade uma opcao para a educacao
Afetividade uma opcao para a educacao
Daniele Occaso
 
Colosse.docx
Colosse.docxColosse.docx
Colosse.docx
Joaquim Lemane
 
A importância da afetividade entre aluno e professor
A importância da afetividade entre aluno e professorA importância da afetividade entre aluno e professor
A importância da afetividade entre aluno e professor
christianceapcursos
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete MantovaniDiretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
IveteMantovani
 
História local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisaHistória local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisa
Paulo Alexandre
 
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
Alexandre da Rosa
 
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
Temas para TCC
 
Colaboração familia escola maiomoni
Colaboração familia escola   maiomoniColaboração familia escola   maiomoni
Colaboração familia escola maiomoni
pedagogiaveracruz
 
Apresentação artigo1
Apresentação artigo1Apresentação artigo1
Apresentação artigo1
Leonor
 
Curso didática geral em um arqujivo unesp
Curso didática geral em um arqujivo   unespCurso didática geral em um arqujivo   unesp
Curso didática geral em um arqujivo unesp
Vanderlita Gomes B Marquetti
 
Percepção ambiental
Percepção ambientalPercepção ambiental
Percepção ambiental
gcordeiro42
 
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagemAs+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
pedagogia para licenciados
 

Semelhante a Poster parfor tcc afetividade (20)

Veloso, Soares, Copetti.pdf
Veloso, Soares, Copetti.pdfVeloso, Soares, Copetti.pdf
Veloso, Soares, Copetti.pdf
 
Afetividade em Paulo Freire.pptx
Afetividade em Paulo Freire.pptxAfetividade em Paulo Freire.pptx
Afetividade em Paulo Freire.pptx
 
As marcas da indisciplina na escola
As marcas da indisciplina na escolaAs marcas da indisciplina na escola
As marcas da indisciplina na escola
 
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdfA IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
A IMPORTANCIA DA RELACAO FAMILIA E ESCOLA NA FORMACAO DO ALUNO.pdf
 
Monografia Carla Pedagogia 2008
Monografia Carla Pedagogia 2008Monografia Carla Pedagogia 2008
Monografia Carla Pedagogia 2008
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
 
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
RELAÇÕES ENTRE PROFESSORES INICIANTES E ESTUDANTES: ELEMENTOS DO PROCESSO DE ...
 
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS  Noelma Carvalho...
A IMPORTÂNCIA DA AFETIVIDADE NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Noelma Carvalho...
 
Afetividade uma opcao para a educacao
Afetividade uma opcao para a educacaoAfetividade uma opcao para a educacao
Afetividade uma opcao para a educacao
 
Colosse.docx
Colosse.docxColosse.docx
Colosse.docx
 
A importância da afetividade entre aluno e professor
A importância da afetividade entre aluno e professorA importância da afetividade entre aluno e professor
A importância da afetividade entre aluno e professor
 
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete MantovaniDiretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental - Ivete Mantovani
 
História local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisaHistória local: Entre o ensino e a pesquisa
História local: Entre o ensino e a pesquisa
 
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
PROEJA-FIC - PROEJA-FIC em Salvador do Sul: Uma Experiência de Construção Col...
 
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
Interação entre professora e alunos em salas de aula com proposta pedagógica ...
 
Colaboração familia escola maiomoni
Colaboração familia escola   maiomoniColaboração familia escola   maiomoni
Colaboração familia escola maiomoni
 
Apresentação artigo1
Apresentação artigo1Apresentação artigo1
Apresentação artigo1
 
Curso didática geral em um arqujivo unesp
Curso didática geral em um arqujivo   unespCurso didática geral em um arqujivo   unesp
Curso didática geral em um arqujivo unesp
 
Percepção ambiental
Percepção ambientalPercepção ambiental
Percepção ambiental
 
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagemAs+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
 

Mais de Lúcia Maia

RETROSPECTIVA 2022.pptx
RETROSPECTIVA 2022.pptxRETROSPECTIVA 2022.pptx
RETROSPECTIVA 2022.pptx
Lúcia Maia
 
cronograma labin 2023.pdf
cronograma labin 2023.pdfcronograma labin 2023.pdf
cronograma labin 2023.pdf
Lúcia Maia
 
BLITZ 2022.pptx
BLITZ 2022.pptxBLITZ 2022.pptx
BLITZ 2022.pptx
Lúcia Maia
 
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdfRelatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
Lúcia Maia
 
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptxSLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
Lúcia Maia
 
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdfrelatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
Lúcia Maia
 
plano de ação informatica 2022.docx
plano de ação informatica 2022.docxplano de ação informatica 2022.docx
plano de ação informatica 2022.docx
Lúcia Maia
 
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de criseRelatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Lúcia Maia
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Lúcia Maia
 
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de criseRelatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Lúcia Maia
 
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARAAS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
Lúcia Maia
 
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁTEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
Lúcia Maia
 
Banner Educação Fiscal /2019
Banner Educação Fiscal /2019Banner Educação Fiscal /2019
Banner Educação Fiscal /2019
Lúcia Maia
 
Jornal da Educação Fiscal/ 2019
Jornal da Educação Fiscal/ 2019Jornal da Educação Fiscal/ 2019
Jornal da Educação Fiscal/ 2019
Lúcia Maia
 
Projeto Educação Fiscal/2019
Projeto Educação Fiscal/2019Projeto Educação Fiscal/2019
Projeto Educação Fiscal/2019
Lúcia Maia
 
Relatório Prouca 2 bim 2013/ com o PIBID/Ufopa
Relatório Prouca 2 bim  2013/ com o PIBID/UfopaRelatório Prouca 2 bim  2013/ com o PIBID/Ufopa
Relatório Prouca 2 bim 2013/ com o PIBID/Ufopa
Lúcia Maia
 
Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
 Educação para o transito/2016-Escola Leodgard Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
Lúcia Maia
 
Banner família na escola novo
Banner  família na escola novoBanner  família na escola novo
Banner família na escola novo
Lúcia Maia
 
Slide escola D'Água
Slide escola D'Água Slide escola D'Água
Slide escola D'Água
Lúcia Maia
 
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
Lúcia Maia
 

Mais de Lúcia Maia (20)

RETROSPECTIVA 2022.pptx
RETROSPECTIVA 2022.pptxRETROSPECTIVA 2022.pptx
RETROSPECTIVA 2022.pptx
 
cronograma labin 2023.pdf
cronograma labin 2023.pdfcronograma labin 2023.pdf
cronograma labin 2023.pdf
 
BLITZ 2022.pptx
BLITZ 2022.pptxBLITZ 2022.pptx
BLITZ 2022.pptx
 
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdfRelatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
Relatorio de ações do Proj. ED. FISCAL ATUALIZADO.pdf
 
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptxSLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
SLIDE DIA DAS MÃES 2022.pptx
 
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdfrelatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
relatorio comite de crise segundo semestre 2021.pdf
 
plano de ação informatica 2022.docx
plano de ação informatica 2022.docxplano de ação informatica 2022.docx
plano de ação informatica 2022.docx
 
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de criseRelatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de crise
 
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeeePlano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
Plano de ação 2021 primeiro semeste esseeeee
 
Relatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de criseRelatorio primeiro semestre comite de crise
Relatorio primeiro semestre comite de crise
 
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARAAS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
AS TRANSFORMAÇÕES NO BAIRRO URUARA
 
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁTEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
TEXTOS DE ALUNOS SOBRE EDUCAÇÃO FISCAL E PAC/URUARÁ
 
Banner Educação Fiscal /2019
Banner Educação Fiscal /2019Banner Educação Fiscal /2019
Banner Educação Fiscal /2019
 
Jornal da Educação Fiscal/ 2019
Jornal da Educação Fiscal/ 2019Jornal da Educação Fiscal/ 2019
Jornal da Educação Fiscal/ 2019
 
Projeto Educação Fiscal/2019
Projeto Educação Fiscal/2019Projeto Educação Fiscal/2019
Projeto Educação Fiscal/2019
 
Relatório Prouca 2 bim 2013/ com o PIBID/Ufopa
Relatório Prouca 2 bim  2013/ com o PIBID/UfopaRelatório Prouca 2 bim  2013/ com o PIBID/Ufopa
Relatório Prouca 2 bim 2013/ com o PIBID/Ufopa
 
Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
 Educação para o transito/2016-Escola Leodgard Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
Educação para o transito/2016-Escola Leodgard
 
Banner família na escola novo
Banner  família na escola novoBanner  família na escola novo
Banner família na escola novo
 
Slide escola D'Água
Slide escola D'Água Slide escola D'Água
Slide escola D'Água
 
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
Momentos especiais funcionários da Escola Irmã Leodgard/2015
 

Último

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 

Último (20)

A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 

Poster parfor tcc afetividade

  • 1. INTRODUÇÃO MATERIAIS E MÉTODOS CONCLUSÕES RESULTADOS E DISCUSSÃO AGRADECIMENTOS b Acadêmicas do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia, UFOPA/PARFOR - Campus Santarém-PA Orientadora : Daiane Pinheiro -Universidade Federal do Oeste do Pará. E-mail: daianepinheiroufopa@gmail.com Isabel Cristina de Aguiar Pinto, Lúcia Maria Maia Pimentel e-mail para contato: belcrisaguiar@yahoo.com.br, maia.pimentel10@gmail.com AFETIVIDADE E MEDIAÇÃO DO PROFESSOR NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Estudiosos apontam que a afetividade é fator fundamental para o desenvolvimento cognitivo de crianças. Wallon (2007) sugere que a educação não se limita somente ao processo de ensinar, ler e escrever, tendo em vista que as expressões humanas também fazem parte desse processo de aprendizagem. A partir desse interesse temática apresentamos como problemática desse estudo: De que forma as relações de afetividade são abordadas e articuladas nas práticas pedagógicas desenvolvidas em turmas do primeiro ano do ensino fundamental de uma escola municipal de Santarém- PA? Neste contexto, considera-se de grande relevância realizar este estudo, promovendo caminhos para se pensar a afetividade como instrumento para estimular a aprendizagem. O objetivo desse estudo prioriza olhar para os efeitos e o processo da prática docente, e não a prática em si. Ou seja, priorizamos observar como acontece o processo e mediação didático-pedagógica articulado estritamente a questão da afetividade. Para dar conta dos processos investigativos que delinearam essa pesquisa nos posicionamos no campo da pesquisa qualitativa, considerando movimentos culturais, acontecimentos investigativos subjetivos e observações de ações dentro do contexto da sala de aula. A pesquisa foi realizada em uma escola da rede municipal de ensino na cidade de Santarém/PA, com quatro turmas e três professoras, sendo que uma das professoras trabalha nos dois turnos, e alunos e professoras do primeiro ano do Ensino Fundamental. Os dados foram coletados através de observação tendo como instrumento um diário de campo pré definido com questões a serem observadas. Esse instrumento possibilitou o levantamento de informações pertinentes à afetividade no processo de ensino na escola municipal de Santarém. Para Fiorentini e Lorenzato (2009, p. 118) O diário de campo “[...] Tem como objetivo registrar de maneira detalhada e sistematizada, os acontecimentos, as rotinas e as conversas que contribuirão no processo de análise das ocorrências observadas”. Os dados foram apresentados em forma de categorias analíticas segundo as instruções do método de análise de conteúdo proposto por Bardin (1997). sendo elas: Relações afetivas entre professor e aluno e Efeitos das relações afetivas em sala de aula sob o aprendizado dos alunos. Na primeira categoria foram analisadas as relações estabelecidas entre professores e alunos, tomando como parâmetros observações imediatas, que marcam os encaminhamentos afetivos os quais se instituem nas rotinas discentes e docentes e na segunda categoria buscou-se analisar os aspectos observados na dimensão afetiva e sua contribuição na construção do conhecimento, dando direcionamentos específicos para o desenvolvimento cognitivo dos alunos. Diante das análises entende-se que a relação de afetividade entre professor e aluno é de fundamental importância para o processo de ensino, pois quando isso acontece o aluno sente-se seguro, aprende com mais facilidade, despertando o interesse e a motivação pela aprendizagem. Nesse contexto observou-se a relevância do planejamento na prática educativa, sendo dessa forma aliado à afetividade, considerados fatores determinantes na construção do conhecimento. De modo geral notou-se a dificuldade de algumas educadoras na mediação pedagógica, ao lidar com a afetividade na sala de aula, deixando de aproveitar o momento para fomentar o conhecimento do aluno através do afeto, respeito mútuo e carinho, sendo nesse contexto a base para construir, solidificar o cotidiano escolar, potencializando o ensino. No entanto, temos exemplos de bons profissionais, que fizeram do espaço escolar um lugar de aprendizagem, utilizando o carinho, respeito e afeto como ferramenta de ensino. Dessa forma, destacamos a importância dessa pesquisa, que deve ser divulgada, publicada, para servir de instrumento de consulta na própria escola. BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução de Luís A. Reto e Augusto Pinheiro. 5ªed. Lisboa: Edições 70, 2009. CHALITA, Gabriel. Educação: a solução está no afeto. São Paulo:Editora Gente, 2004. FIORENTINI, D. e LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 2ª ed. Campinas: Autores Associados, 2009. VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1996. WALLON, H. A evolução psicológica da criança. São Paulo: Martins Fontes, 2007. Buscamos aproximar os dados de pesquisa nas categorias mencionadas dando maior visibilidade e ênfase nas questões observadas quanto as relações afetivas, comportamento dos alunos e professores no processo de ensino e aprendizagem. De modo geral observamos que as professoras A, B e C iniciavam suas aulas com muita animação. No primeiro momento as professoras faziam a acolhida dos alunos através de orações e músicas infantis. O que nos chamou atenção foi a contação de historias que incentivam a formação de valores nos alunos. Na concepção de Chalita (2003, p.10):As histórias nos permitem conhecer e criar mundos fantásticos, ... sem elas, a infância, a adolescência, a juventude e a maturidade estariam condenadas a ocupar um palco sombrio, triste, desprovido de autores verdadeiramente apaixonados. Além dessa importância na construção da personalidade e subjetividade da criança, observamos que essas atividades colaboram para a aproximação afetiva entre os professor e aluno, bem como inter-relação constituídas entre os próprios colegas. Nesse processo educativo a sala de aula exerce um papel construtor no aprendizado, que mediado e organizado por um educador atento as necessidades de seus alunos transforma esse espaço num ambiente favorável e estimulador capaz de proporcionar o crescimento cognitivo, interpessoal, emocional e social formando assim, cidadãos críticos, responsáveis e construtores do seu próprio conhecimento.