SlideShare uma empresa Scribd logo
PERCEÇÃO DOS PROFESSORES
SOBRE O PERFIL DE COMPETÊNCIAS DOS FORMADORES
E SOBRE A QUALIDADE DA FORMAÇÃO NA ÁREA DAS TIC
Maria Helena Vieira Felizardo
Fernando Albuquerque Costa
Estudo inserido no âmbito do Doutoramento em Educação, na área de especialidade Tecnologias de
Informação e Comunicação na Educação, do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Formadores de professores na área das TIC
ligados aos Centro de Formação de
Associação de Escolas (CFAE).
Formação contínua de professores na área das TIC:
Que perfil de formador?
Na área das TIC, que perfil
deve ter um formador para
ajudar os professores na
integração efetiva das
tecnologias digitais no processo
de ensino e de aprendizagem?
Contextualização
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Questionário online
15 de abril a 29 de maio de 2105
Objetivo:
Identificar a perceção dos professores do Ensino
Básico e Secundário do país sobre o perfil de
competências dos formadores e qualidade da
formação contínua de professores na área das TIC.
766 Escolas/Agrupamentos de todo o país
1578 respostas válidas
1ª fase do Estudo
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Questionário
1ª Parte 2º Parte
Caracterização
dos
respondentes
Duas escalas Likert de 5 pontos - 2 dimensões
- Concordo totalmente
- Concordo
- Discordo
- Discordo totalmente
- Sem opinião
1ª Dimensão “Perfil de competências dos formadores na área das TIC”
Identificar a perceção dos professores sobre a ação e as competências dos
formadores na área das TIC.
2ª Dimensão “Avaliação da formação contínua em TIC efetuada pelos CFAE”
Identificar a perceção dos professores sobre a qualidade da formação contínua de
professores na área das TIC.
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Resultados
Caracterização dos respondentes
IDADEGÉNERO
26%
74%
Género masculino Género feminino
< 31 anos
31 a 45 anos
> 45 anos
4.3%
34.8%
60.9%
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
TEMPO DE SERVIÇOSITUAÇÃO PROFISSIONAL
78.7%
9.4%
11.9%
QE / QA Zona Pedagógica Contratado/a
< 11 anos
11 a 20 anos
> 20 anos
5.2%
34.7%
60.1%
Caracterização dos respondentes
Resultados
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
ÁREA DE ENSINO
1º Ciclo do Ensino Básico
Línguas
Matemáticas e ciências
experimentais
Ciências sociais e humanas
Expressões (+ Educ. Especial)
Outros
17.1%
18.3%
29.9%
13.4%
18.1%
3.2%
Caracterização dos respondentes
Resultados
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Perceção dos professores sobre perfil de competências do formador na área das TIC (Dimensão 1)
13.9
23.4 25.5
82.1
72.4
65.9
4.1 4.2
8.6
Fator 1 Fator 2 Fator 3
DT/D C/CT S/O
Fator 1 - Conhecimentos disciplinares,
didáticos e transversais
Fator 2 – Competências metodológica
inerentes à função de formador
Fator 3 – Competência reflexiva teórico-
prática
Resultados
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Perceção dos professores sobre a formação efetuada pelos CFAE (Dimensão 2)
28.2
24.9
68.3 70.4
3.5 4.7
Fator 1 Fator 2
DT/D C/CT S/O
Fator 1 - Contributos da formação para a
integração das TIC e para a inovação
Fator 2 – Qualidade da formação
desenvolvida pelos CFAE
Resultados
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Concluindo...
Os professores têm uma
PERSPETIVA POSITIVA das
competências dos formadores
(73,46% - C/CT)
Conhecimentos
disciplinares, didáticos
e transversais
Competências
metodológicas
inerentes
Competência
reflexiva
Visão centrada na transmissão
de conteúdos….
Felizardo & Costa 2016
Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC
Os professores têm uma PERSPETIVA POSITIVA da
formação desenvolvida pelos CFAE (69,35% - C/CT)
“A maioria da oferta de formação na área das
TIC é organizada em função das
necessidades concretas das escolas e dos
seus projetos educativos” (Item 30)
46,9% Discordância – D/DT
Questões menos consensuais…. Exemplo:
Concluindo...
PERCEÇÃO DOS PROFESSORES
SOBRE O PERFIL DE COMPETÊNCIAS DOS FORMADORES
E SOBRE A QUALIDADE DA FORMAÇÃO NA ÁREA DAS TIC
Maria Helena Vieira Felizardo
Fernando Albuquerque Costa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Competências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
Competências Digitais dos Docentes do Ensino SuperiorCompetências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
Competências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
e-Learning Lab - Universidade de Lisboa
 
Técnico em multimeios didáticos
Técnico em multimeios didáticosTécnico em multimeios didáticos
Técnico em multimeios didáticos
gervaine
 
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
Cleide Muñoz
 
A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo. A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo.
Fernando Albuquerque Costa
 
1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]
1  -formacao_pte_-_pressupostos[2]1  -formacao_pte_-_pressupostos[2]
1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]
alziram
 
A importância da Capacitação
A importância da CapacitaçãoA importância da Capacitação
A importância da Capacitação
Flávia Páscoa
 
Formação de Tutores
Formação de TutoresFormação de Tutores
Formação de Tutores
Fernanda Coutinho
 
Curso fpif torres vedras outubro_2012
Curso fpif torres vedras outubro_2012Curso fpif torres vedras outubro_2012
Curso fpif torres vedras outubro_2012
Dianova
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
Cherla Mabene
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
Cherla Mabene
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
Cherla Mabene
 
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de DoutoramentoApresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
Susana Lemos
 
Apresentação 01
Apresentação 01Apresentação 01
Apresentação 01
jjpm
 
Projeto UCA: Formação Brasil
Projeto UCA: Formação BrasilProjeto UCA: Formação Brasil
Projeto UCA: Formação Brasil
Simão Pedro Marinho
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
Cleide Muñoz
 
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
Jorge Borges
 
Elaboração de Projetos - Apresentação
Elaboração de Projetos - ApresentaçãoElaboração de Projetos - Apresentação
Elaboração de Projetos - Apresentação
Diana Pilatti
 
Curso elaboração de _projetos
Curso elaboração  de _projetosCurso elaboração  de _projetos
Curso elaboração de _projetos
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
Apresentação curso Elaboração de Projetos
Apresentação curso Elaboração de ProjetosApresentação curso Elaboração de Projetos
Apresentação curso Elaboração de Projetos
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
Tic Educa 2016
Tic Educa 2016Tic Educa 2016
Tic Educa 2016
Laura Chagas
 

Mais procurados (20)

Competências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
Competências Digitais dos Docentes do Ensino SuperiorCompetências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
Competências Digitais dos Docentes do Ensino Superior
 
Técnico em multimeios didáticos
Técnico em multimeios didáticosTécnico em multimeios didáticos
Técnico em multimeios didáticos
 
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
Capacitação para professores e professoras Centro Universitário Sumaré 2º sem...
 
A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo. A utilização das TIC em contexto educativo.
A utilização das TIC em contexto educativo.
 
1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]
1  -formacao_pte_-_pressupostos[2]1  -formacao_pte_-_pressupostos[2]
1 -formacao_pte_-_pressupostos[2]
 
A importância da Capacitação
A importância da CapacitaçãoA importância da Capacitação
A importância da Capacitação
 
Formação de Tutores
Formação de TutoresFormação de Tutores
Formação de Tutores
 
Curso fpif torres vedras outubro_2012
Curso fpif torres vedras outubro_2012Curso fpif torres vedras outubro_2012
Curso fpif torres vedras outubro_2012
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
 
Examen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacionExamen final tecnologia a la educacion
Examen final tecnologia a la educacion
 
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de DoutoramentoApresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
Apresentação da defesa do Projeto de Tese de Doutoramento
 
Apresentação 01
Apresentação 01Apresentação 01
Apresentação 01
 
Projeto UCA: Formação Brasil
Projeto UCA: Formação BrasilProjeto UCA: Formação Brasil
Projeto UCA: Formação Brasil
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
Ensino Secundário, que futuro? A perspectiva do mundo empresarial (AIP)
 
Elaboração de Projetos - Apresentação
Elaboração de Projetos - ApresentaçãoElaboração de Projetos - Apresentação
Elaboração de Projetos - Apresentação
 
Curso elaboração de _projetos
Curso elaboração  de _projetosCurso elaboração  de _projetos
Curso elaboração de _projetos
 
Apresentação curso Elaboração de Projetos
Apresentação curso Elaboração de ProjetosApresentação curso Elaboração de Projetos
Apresentação curso Elaboração de Projetos
 
Tic Educa 2016
Tic Educa 2016Tic Educa 2016
Tic Educa 2016
 

Destaque

Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuroLiteracia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Poster no Seminário Internacional LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
Poster no Seminário Internacional  LITERACIA DIGITAL (ULisboa)Poster no Seminário Internacional  LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
Poster no Seminário Internacional LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA20146 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Superpoderes da-leitura
Superpoderes da-leituraSuperpoderes da-leitura
Superpoderes da-leitura
eb23acoliveira
 

Destaque (8)

Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuroLiteracia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro
 
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
Literacia Sociodigital, numa escola orientada para o futuro (AFIRSE 2017)
 
Poster no Seminário Internacional LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
Poster no Seminário Internacional  LITERACIA DIGITAL (ULisboa)Poster no Seminário Internacional  LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
Poster no Seminário Internacional LITERACIA DIGITAL (ULisboa)
 
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
Poster "Seis Passos com TIC para @prender" no Callenges 2015
 
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
6 Passos com TIC para @prender (comunicação TIC@Portugal2014)
 
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA20146 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
6 Passos com TIC para @prender, no ticEDUCA2014
 
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
6 Passos com TIC para @prender ou Desenvolver a autonomia dos alunos para ger...
 
Superpoderes da-leitura
Superpoderes da-leituraSuperpoderes da-leitura
Superpoderes da-leitura
 

Semelhante a Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e sobre a qualidade da formação na área das TIC.

33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
33167603 an2 a-qim-artes-expressoes33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
Abel Antunes
 
Apresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestradoApresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestrado
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Integração das TIC na Escola: A relevância do
Integração das TIC na Escola: A relevância doIntegração das TIC na Escola: A relevância do
Integração das TIC na Escola: A relevância do
João Piedade
 
Apresent defesa Tese
Apresent defesa TeseApresent defesa Tese
Apresent defesa Tese
jcancela
 
Educacao x pesquisa
Educacao x pesquisaEducacao x pesquisa
Educacao x pesquisa
Ruy Ferreira
 
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de DoutoramentoApresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Susana Lemos
 
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
João Piedade
 
E formador
E formadorE formador
E formador
Oscar Ramada Eng
 
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdfEnsino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
João Paulo Freire
 
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distanciaCAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
JOAO AURELIANO
 
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rsGestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
pintof5
 
Apresentação infobrasil (ppt97 2003)
Apresentação infobrasil (ppt97 2003)Apresentação infobrasil (ppt97 2003)
Arte gestao pessoas
Arte gestao pessoasArte gestao pessoas
Arte gestao pessoas
Marcos Ferreira, Ms.
 
An2 a cri@r-proposta final
An2 a cri@r-proposta finalAn2 a cri@r-proposta final
An2 a cri@r-proposta final
Sandra Lopes
 
Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)
heder oliveira silva
 
PROINFO INTEGRADO
PROINFO INTEGRADOPROINFO INTEGRADO
PROINFO INTEGRADO
castropi
 
Slide proinfo 100h
Slide proinfo 100hSlide proinfo 100h
Slide proinfo 100h
Elisangela
 
ApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
ApresentaçãoAlessandraSoares.pptApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
ApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
AlessandraSoaresMont
 
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptxvf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
micassalesale
 
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_matOrientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
Kleber Lima .'.
 

Semelhante a Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e sobre a qualidade da formação na área das TIC. (20)

33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
33167603 an2 a-qim-artes-expressoes33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
33167603 an2 a-qim-artes-expressoes
 
Apresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestradoApresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestrado
 
Integração das TIC na Escola: A relevância do
Integração das TIC na Escola: A relevância doIntegração das TIC na Escola: A relevância do
Integração das TIC na Escola: A relevância do
 
Apresent defesa Tese
Apresent defesa TeseApresent defesa Tese
Apresent defesa Tese
 
Educacao x pesquisa
Educacao x pesquisaEducacao x pesquisa
Educacao x pesquisa
 
Apresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de DoutoramentoApresentação pré projeto de Doutoramento
Apresentação pré projeto de Doutoramento
 
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
Utilização das tic por parte dos professores de uma escola do ensino básico e...
 
E formador
E formadorE formador
E formador
 
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdfEnsino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
Ensino Online e Ambientes Inovadores de Aprendizagem.pdf
 
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distanciaCAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
CAPITULO 4 - Tecnologia na educação de professores a distancia
 
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rsGestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
Gestao de pessoas_2015_santa_maria_rs
 
Apresentação infobrasil (ppt97 2003)
Apresentação infobrasil (ppt97 2003)Apresentação infobrasil (ppt97 2003)
Apresentação infobrasil (ppt97 2003)
 
Arte gestao pessoas
Arte gestao pessoasArte gestao pessoas
Arte gestao pessoas
 
An2 a cri@r-proposta final
An2 a cri@r-proposta finalAn2 a cri@r-proposta final
An2 a cri@r-proposta final
 
Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)Sala de educador_02_03_2015 (2)
Sala de educador_02_03_2015 (2)
 
PROINFO INTEGRADO
PROINFO INTEGRADOPROINFO INTEGRADO
PROINFO INTEGRADO
 
Slide proinfo 100h
Slide proinfo 100hSlide proinfo 100h
Slide proinfo 100h
 
ApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
ApresentaçãoAlessandraSoares.pptApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
ApresentaçãoAlessandraSoares.ppt
 
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptxvf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
vf..Divulgação do ADE Desempenho 2024 II (1).pptx
 
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_matOrientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
Orientacpes curriculares proposicao_expectativas_de_aprendizagem_ensfundii_mat
 

Mais de EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira

Trabalhar em rede
Trabalhar em redeTrabalhar em rede
Comunicar e colaborar com murais digitais
Comunicar e colaborar com murais digitaisComunicar e colaborar com murais digitais
Comunicar e colaborar com murais digitais
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Workshop Podcast: Audacity e Souncloud
Workshop Podcast: Audacity e SouncloudWorkshop Podcast: Audacity e Souncloud
Workshop Podcast: Audacity e Souncloud
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Workshop 07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
Workshop  07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicarWorkshop  07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
Workshop 07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamificationKahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Mapas Conceituais e Aprendizagem
Mapas Conceituais e AprendizagemMapas Conceituais e Aprendizagem
Mapas Conceituais e Aprendizagem
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Podcast nas Línguas
Podcast nas LínguasPodcast nas Línguas
Aprender com Tecnologias
Aprender com TecnologiasAprender com Tecnologias
Aprender com Tecnologias
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Podcast no ensino das línguas
Podcast no ensino das línguasPodcast no ensino das línguas
Podcast no ensino das línguas
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de ReiWorkshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de ReiProjeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Literacia SocioDigital
Literacia SocioDigitalLiteracia SocioDigital
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimentoDesenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira
 

Mais de EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira (20)

Word Art 4.pdf
Word Art 4.pdfWord Art 4.pdf
Word Art 4.pdf
 
Trabalhar em rede
Trabalhar em redeTrabalhar em rede
Trabalhar em rede
 
Comunicar e colaborar com murais digitais
Comunicar e colaborar com murais digitaisComunicar e colaborar com murais digitais
Comunicar e colaborar com murais digitais
 
Workshop Podcast: Audacity e Souncloud
Workshop Podcast: Audacity e SouncloudWorkshop Podcast: Audacity e Souncloud
Workshop Podcast: Audacity e Souncloud
 
Workshop 07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
Workshop  07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicarWorkshop  07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
Workshop 07: Padlet e Tricider.... para pensar e comunicar
 
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamificationKahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
Kahoot e QR code - aprendizagem móvel e gamification
 
Mapas Conceituais e Aprendizagem
Mapas Conceituais e AprendizagemMapas Conceituais e Aprendizagem
Mapas Conceituais e Aprendizagem
 
Podcast nas Línguas
Podcast nas LínguasPodcast nas Línguas
Podcast nas Línguas
 
Aprender com Tecnologias
Aprender com TecnologiasAprender com Tecnologias
Aprender com Tecnologias
 
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
Curso de Formação "Seis Passos com TIC para @prender"
 
Podcast no ensino das línguas
Podcast no ensino das línguasPodcast no ensino das línguas
Podcast no ensino das línguas
 
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
Projeto "Seis passos com TIC para @prender" na ESECS (Leiria)
 
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de ReiWorkshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
Workshop "Pensar Agir e Interagir com a web 2.0" em Vila de Rei
 
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de ReiProjeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
Projeto "Seis passos com tic para @prender" em Vila de Rei
 
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
Balanço do Projeto "6 Passos com TIC para @prender"
 
Literacia SocioDigital
Literacia SocioDigitalLiteracia SocioDigital
Literacia SocioDigital
 
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
25 de Abril 1974 em Debate na Biblioteca Escolar
 
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
Pensar, agir e interagir com a Web 2.0
 
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
Uma História na Ponta da Língua - duas escolas, duas professoras... um Projeto.
 
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimentoDesenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
Desenvolver a autonomia dos alunos para gerar conhecimento
 

Último

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 

Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e sobre a qualidade da formação na área das TIC.

  • 1. PERCEÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O PERFIL DE COMPETÊNCIAS DOS FORMADORES E SOBRE A QUALIDADE DA FORMAÇÃO NA ÁREA DAS TIC Maria Helena Vieira Felizardo Fernando Albuquerque Costa Estudo inserido no âmbito do Doutoramento em Educação, na área de especialidade Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.
  • 2. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Formadores de professores na área das TIC ligados aos Centro de Formação de Associação de Escolas (CFAE). Formação contínua de professores na área das TIC: Que perfil de formador? Na área das TIC, que perfil deve ter um formador para ajudar os professores na integração efetiva das tecnologias digitais no processo de ensino e de aprendizagem? Contextualização
  • 3. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Questionário online 15 de abril a 29 de maio de 2105 Objetivo: Identificar a perceção dos professores do Ensino Básico e Secundário do país sobre o perfil de competências dos formadores e qualidade da formação contínua de professores na área das TIC. 766 Escolas/Agrupamentos de todo o país 1578 respostas válidas 1ª fase do Estudo
  • 4. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Questionário 1ª Parte 2º Parte Caracterização dos respondentes Duas escalas Likert de 5 pontos - 2 dimensões - Concordo totalmente - Concordo - Discordo - Discordo totalmente - Sem opinião 1ª Dimensão “Perfil de competências dos formadores na área das TIC” Identificar a perceção dos professores sobre a ação e as competências dos formadores na área das TIC. 2ª Dimensão “Avaliação da formação contínua em TIC efetuada pelos CFAE” Identificar a perceção dos professores sobre a qualidade da formação contínua de professores na área das TIC.
  • 5. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Resultados Caracterização dos respondentes IDADEGÉNERO 26% 74% Género masculino Género feminino < 31 anos 31 a 45 anos > 45 anos 4.3% 34.8% 60.9%
  • 6. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC TEMPO DE SERVIÇOSITUAÇÃO PROFISSIONAL 78.7% 9.4% 11.9% QE / QA Zona Pedagógica Contratado/a < 11 anos 11 a 20 anos > 20 anos 5.2% 34.7% 60.1% Caracterização dos respondentes Resultados
  • 7. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC ÁREA DE ENSINO 1º Ciclo do Ensino Básico Línguas Matemáticas e ciências experimentais Ciências sociais e humanas Expressões (+ Educ. Especial) Outros 17.1% 18.3% 29.9% 13.4% 18.1% 3.2% Caracterização dos respondentes Resultados
  • 8. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Perceção dos professores sobre perfil de competências do formador na área das TIC (Dimensão 1) 13.9 23.4 25.5 82.1 72.4 65.9 4.1 4.2 8.6 Fator 1 Fator 2 Fator 3 DT/D C/CT S/O Fator 1 - Conhecimentos disciplinares, didáticos e transversais Fator 2 – Competências metodológica inerentes à função de formador Fator 3 – Competência reflexiva teórico- prática Resultados
  • 9. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Perceção dos professores sobre a formação efetuada pelos CFAE (Dimensão 2) 28.2 24.9 68.3 70.4 3.5 4.7 Fator 1 Fator 2 DT/D C/CT S/O Fator 1 - Contributos da formação para a integração das TIC e para a inovação Fator 2 – Qualidade da formação desenvolvida pelos CFAE Resultados
  • 10. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Concluindo... Os professores têm uma PERSPETIVA POSITIVA das competências dos formadores (73,46% - C/CT) Conhecimentos disciplinares, didáticos e transversais Competências metodológicas inerentes Competência reflexiva Visão centrada na transmissão de conteúdos….
  • 11. Felizardo & Costa 2016 Perceção dos professores sobre o perfil de competências dos formadores e a qualidade da formação na área das TIC Os professores têm uma PERSPETIVA POSITIVA da formação desenvolvida pelos CFAE (69,35% - C/CT) “A maioria da oferta de formação na área das TIC é organizada em função das necessidades concretas das escolas e dos seus projetos educativos” (Item 30) 46,9% Discordância – D/DT Questões menos consensuais…. Exemplo: Concluindo...
  • 12. PERCEÇÃO DOS PROFESSORES SOBRE O PERFIL DE COMPETÊNCIAS DOS FORMADORES E SOBRE A QUALIDADE DA FORMAÇÃO NA ÁREA DAS TIC Maria Helena Vieira Felizardo Fernando Albuquerque Costa

Notas do Editor

  1. Este trabalho insere-se no âmbito de um estudo de doutoramento ………. o nosso objeto de estudo é o formador. Esta opção surge na sequência de um estudo anterior que nos permitiu constatar que os formadores na área das TIC, ligados aos CFAE, não têm uma preparação específica para o exercício desta função, mas que podem assumir um papel preponderante como elemento facilitador na mudança de práticas dos professores.
  2. (Dimensão 1 – 3 fatores: itens – 5 + 6 + 5= 16 itens – Dimensão 2 – 2 fatores: itens – 7 + 5 = 12 itens O constructo inicial realizado com base na literatura foi validado, em primeiro lugar, por sete especialistas da área das tecnologias na Educação, professores e investigadores de várias Universidades do país Análise fatorial confirmou o constructo inicial. (pequenas alterações: foram apagados 4 itens na 1ª dimensão - houve troca de posição de 3 itens, na segunda dimensão
  3. A maioria dos docentes do ensino básico e secundário são mulheres, o que contrasta com o facto da maioria dos formadores da formação contínua de professores na área das TIC, respondentes no nosso estudo anterior, 63% serem do género masculino (Felizardo, 2012). Tem havido uma diminuta contratação de jovens professores no sistema educativo, nas últimas duas décadas.
  4. Predominância de professores respondentes da área da matemática e ciências exatas, área de proveniência da maioria dos formadores da área das TIC, de acordo com a caracterização que realizámos destes profissionais num estudo anterior.
  5. Os valores constantes expressos em percentagem. Agrupámos ainda os valores referentes à discordância (discordo totalmente + discordo) e os valores referentes à concordância (concordo + concordo totalmente), para uma síntese dos resultados. Os professores revelaram uma opinião bastante positiva sobre as competências que os formadores apresentam, em particular, as que dizem respeito aos conhecimentos disciplinares, didáticos e transversais (fator 1). Já os formadores da formação contínua de professores na área das TIC, inquiridos num estudo anterior, haviam considerado estas competências como sendo as mais importantes, quando inquiridos sobre os mesmos itens (Felizardo 2012), o que confirma que estas competências profissionais mais tradicionais são, de facto, as mais reconhecidas como necessárias, tal como afirma Houpert (2005). MESMA VISÃO A percentagem mais elevada de respostas no ponto ”Sem opinião” recai sobre o fator 3, referente à competências reflexiva teórico–prática - este conjunto de competências são mais subjetivas e mais difíceis de observar e avaliar.
  6. Os professores revelaram uma opinião bastante positiva sobre a formação que tem sido efetuada pelos CFAE na área das TIC, 70,4% dos professores inquiridos concordaram que a formação tem sido desenvolvida com qualidade 68,3% concordam que a formação contribuiu para a integração curricular das TIC e para a inovação de práticas pedagógicas. No entanto, há questões menos consensuais. Destacamos o item que refere que “a maioria da oferta de formação na área das TIC é organizada em função das necessidades concretas das escolas e dos seus projetos educativos “ (Item 30), como o único que apresenta uma maior percentagem do lado da discordância (46,9%), permitindo-nos concluir que praticamente metade dos professores inquiridos consideram que a formação não responde às suas reiais necessidades.
  7. estamos em presença de perceções bastante positivas sobre as competências dos formadores (primeira dimensão), destacando-se as competências referentes aos conhecimentos disciplinares, didáticos e transversais. Este resultado pode dever-se ao facto de as competências atitudinais, para além de conterem maior subjetividade na apreciação, serem mais difíceis de percecionar no espaço e tempo de formação. Ou dever-se ao facto de estarmos em presença de uma dimensão menos valorizada no contexto das ações de formação em TIC. Esta perceção dos professores está na linha também do que muitos autores afirmam relativamente à formação na área das tecnologias, mais focada na aquisição de competências técnicas e técnico-pedagógicas nem sempre acompanhada com uma reflexão mais aprofundada sobre os fundamentos teóricos subjacentes à utilização das mesmas (Timperley, 2011; Alvarez, 2013). Uma visão ainda muito centrada sobretudo na transmissão de conteúdos, e subvalorizando o papel que as tecnologias podem assumir na construção de conhecimento por parte dos alunos, por exemplo quando integradas em metodologias de projeto e de resolução de problemas e assentes no trabalho colaborativo.
  8. Quanto à avaliação que os professores fazem da formação desenvolvida pelos Centros de Formação de Associação de Escolas, esta parece-nos bastante positiva, embora menos consensual em algumas questões particulares. (Item) A dissonância entre as competências dos formadores e a qualidade da formação assinaladas pelos professores, por um lado, e os resultados que tardam em fazer-se sentir nas salas de aula ao nível da integração das tecnologias digitais no processo de ensino e aprendizagem, por outro lado, levantam algumas questões às quais esperamos poder vir a responder no decorrer desta investigação,