O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Perspetiva de formadores na área das TIC sobre a formação que desenvolvem

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 17 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Perspetiva de formadores na área das TIC sobre a formação que desenvolvem (20)

Mais de EB 2,3 Rainha Santa Isabel - Carreira (18)

Anúncio

Mais recentes (20)

Perspetiva de formadores na área das TIC sobre a formação que desenvolvem

  1. 1. Helena Felizardo & Fernando A. Costa Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem 2 de fevereiro de 2017
  2. 2. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa CONTEXTUALIZAÇÃO DO ESTUDO Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem
  3. 3. A Formação de professores na área das TIC: Que perfil de formador? Formadores da área TIC – CFAE (Focus Group); Professores dos 1º, 2º , 3º ciclo e Sec. (Questionário); Diretores de CFAE (Entrevistas individuais). Estudo prévio: Caraterização dos formadores na área das TIC em Portugal. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa Formadores de professores na área das TIC ligados aos Centros de Formação de Associação de Escolas (CFAE) 3 etapas de recolha de dados
  4. 4. Método: Focus Group Data: 3 de dezembro de 2015 Local: Escola Básica da zona centro Duração: 85 minutos. Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem Participantes 6 formadores de um Centro de Formação da zona centro com grande experiência e oriundos de diferentes grupos disciplinares e diferentes níveis de ensino Objetivo geral Recolher as perspetivas de formadores sobre a formação contínua de professores na área das TIC e sobre a formação que desenvolvem Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa O ESTUDO (2ª fase)
  5. 5. A perceção dos formadores sobre: • O propósito da formação contínua (FC) de professores em TIC • As competências dos professores para a integração das TIC • A eficácia do trabalho do formador da FC de professores • A Identidade/estatuto do formador da FC de professores • A preparação/formação dos formadores da FC de professores • A visão estratégica para a FC de professores na área das TIC Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa Temas/tópicos do Focus Group
  6. 6. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa RESULTADOS Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem
  7. 7. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa O propósito da formação contínua de professores em TIC Capacitação técnica dos professores Induzir novas metodologias Reflexão sobre potencialidades das tic Mudança relação professor-aluno Criar confiança/ quebrar barreiras “gosto de aprender” (aluno) Nota: Única referência que se aproxima da melhoria das aprendizagens dos alunos
  8. 8. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa As competências dos professores para a integração das TIC Nota: Não há nenhuma referência à competência técnica ou técnico-pedagógica FAVORÁVEIS: - Sentir necessidade - Abertura; - Confiança, autoestima; - Ousadia (aceitar desafios); - Motivação; - Autoaprendizagem. DESFAVORÁVEIS: Barreiras psicológicas: - Medo; - Insegurança… Competências atitudinais
  9. 9. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A eficácia do trabalho do formador na área das TiC Obstáculos Estratégias • Descontextualização da formação • Falta de recursos materiais (equipamentos, internet…) • Tempo da formação (pós-laboral) • Heterogeneidade dos formandos • Falta de formação de formadores (para os formadores dos CFAE) • Mais oferta de formação fora dos grandes centros (a distância) • Formação integrada nas didáticas especificas • Formação em contexto de escola direcionada para os projetos da escola • Outros formatos de formação – workshops para públicos específicos Nota: A eficácia do trabalho do formador parece depender mais da conceção e da configuração da formação.
  10. 10. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A identidade/estatuto do formador na área das TiC Indefinível… Bombeiro os que acodem quando há problemas técnicos Professor da sua disciplina Pessoas que encaram desafios (…)
  11. 11. Mas… Avaliação entre pares: CONFLITOS Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A identidade/estatuto do formador na área das TiC FORMAÇÃO ENTRE PARES APENAS ASPECTOS POSITIVOS: - Proximidade, - Cumplicidade; - Conhecer os problemas, as escolas, o trabalho com os alunos “Na sala de formação, deixo de ser colega, sou o líder, quem manda e impõe as regras” Ninguém admitiu ter tido um problema desta natureza…. No entanto… “Todos nós já tivemos um recurso, Não já?” E se alguém deixar de falar… que já deixaram…” (…)
  12. 12. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A preparação/formação dos formadores na área das TiC Requisitos necessários Competências relevantes Formação de formadores Ao identificarem os requisitos necessários, nas expressões utilizadas denota-se que consideram fracas as exigências para a acreditação dos formadores pelo CCPFCP Denota-se que nunca houve reflexão nem discussão sobre esta temática, pelo silêncio inicial… a hesitação (alguns formadores não fizeram nenhuma intervenção). Destaque para a COMUNICAÇÃO (Empatia, envolver, motivar, equilíbrio técnico- emocional) Pouca / inexistente Descontextualizada das suas reais necessidades. Destaque para: - A formação por iniciativa própria (contínua, mestrados) - A formação informal e o autodidatismo Entidade formadora? Os CFAE (com eventual recurso a especialistas)
  13. 13. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A visão estratégica para a formação contínua na área das TiC Constrangimentos Medidas • Sistema educativo • Organização da escola • Currículo (metas /programas /conteúdos) • Metodologias Tradicionais (Escola- fábrica) • Formação massificada (plano de formação e certificação nacional) • Falta de tempo para reflexão e avaliação • Formação centrada nas necessidades da escola • Contágio – profs inovadores • Visão estratégica das lideranças (perceção da importância das TIC) • Necessidade de mudança de paradigma na educação (repensar a escola)
  14. 14. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa A visão estratégica para a formação contínua na área das TiC  Modelo  Apoio de retaguarda  Facilitador Aquele que faz o acompanhamento não apenas em contexto de formação formal, mas também no contexto da aprendizagem informal
  15. 15. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa REFLEXÃO FINAL Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem
  16. 16. Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa Ideias Claras e precisas Ideias pouco claras e superficiais Propósito da formação Competências dos professores Eficácia do trabalho do formador Visão estratégica Identidade/estatuto do formador Preparação/formação dos formadores Ideias contraditórias
  17. 17. Perspetiva de formadores na área das TiC sobre a formação que desenvolvem 2 de fevereiro de 2017 Obrigada pela sua atenção Felizardo & Costa, IE da Universidade de Lisboa

Notas do Editor

  • Escolhemos como técnica de pesquisa o focus group por permitir aprofundar a discussão e troca de opiniões entre os participantes a partir de questões sugeridas pelo investigador.
    Com esta estratégia, procurámos aprofundar o nosso conhecimento sobre aqueles que têm a seu cargo a formação contínua dos professores na área das tecnologias digitais.

×