Apresentação 01

783 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
783
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 01

  1. 1. Proposta e Discussão de um Modelo de e-Learning para o ISCTE Dissertação apresentada por João José Paiva Monteiro para obtenção do grau de Mestre em Multimédia em Educação Sob orientação do Doutor Fernando Manuel Santos Ramos Professor Catedrático do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro
  2. 2. Contextualização do Tema e Problema <ul><li>ensino e aprendizagem pela tecnologia </li></ul><ul><li>mudança do paradigma educativo </li></ul><ul><li>desafios e mudanças no ensino superior </li></ul><ul><li>convergência entre metodologias de ensino diferenciadas </li></ul><ul><li>metodologias complementares ao ensino presencial </li></ul><ul><ul><li>O Tratado de Bolonha </li></ul></ul><ul><li>melhorar e inovar na qualidade de ensino </li></ul>
  3. 3. Objectivos <ul><li>compreender as mudanças no paradigma educativo </li></ul><ul><li>conhecer experiências institucionais no ensino superior </li></ul><ul><li>analisar aspectos institucionais e organizacionais do ISCTE </li></ul><ul><li>caracterizar o público-alvo do ISCTE </li></ul><ul><li>conceber uma proposta de modelo adaptado ao ISCTE </li></ul><ul><li>identificar e discutir estratégias metodológicas </li></ul><ul><li>contribuir para o desenvolvimento e qualidade de ensino </li></ul>
  4. 4. Metodologia <ul><li>metodologia adoptada: Estudo de Caso </li></ul><ul><ul><li>recolha e análise de documentação institucional </li></ul></ul><ul><ul><li>elaboração de um guião de entrevista </li></ul></ul><ul><ul><li>entrevista a elementos-chave do ISCTE </li></ul></ul><ul><ul><li>tratamento e análise das entrevistas </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>descrição e leitura do conteúdo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>análise de conteúdos-chave e de referência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>organização de conteúdos por categorias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>inferência sobre os conteúdos </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>levantamento de dados sobre o público-alvo </li></ul></ul><ul><ul><li>análise e síntese dos dados obtidos nas diversas fontes </li></ul></ul><ul><ul><li>conhecimento pessoal e profissional da instituição </li></ul></ul>
  5. 5. Enquadramento Conceptual_??? <ul><li>economia global da informação/conhecimento </li></ul><ul><li>mercado do ensino superior </li></ul><ul><li>capacidade de inovação e mudança pelas instituições </li></ul><ul><li>educação à distância versus e-Learning </li></ul><ul><li>conceito de e-Learning </li></ul><ul><li>componentes do e-learning </li></ul><ul><ul><li>Alunos </li></ul></ul><ul><ul><li>Docentes e Técnicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Conteúdos </li></ul></ul><ul><ul><li>Contexto Institucional </li></ul></ul><ul><ul><li>Tecnologias de Suporte </li></ul></ul>
  6. 6. Enquadramento Conceptual (cont.)_??? <ul><li>metodologias em e-learning </li></ul><ul><ul><li>síncronas </li></ul></ul><ul><ul><li>assíncronas </li></ul></ul><ul><ul><li>combinadas </li></ul></ul><ul><ul><li>blended-learning </li></ul></ul><ul><li>vantagens e desvantagens do e-learning </li></ul><ul><li>tecnologias e normalização de conteúdos </li></ul>
  7. 7. Aspectos pedagógicos em e-Learning <ul><li>contribuição das teorias de aprendizagem </li></ul><ul><li>o construtivismo </li></ul><ul><li>modelo pedagógico em e-Learning </li></ul><ul><ul><li>modelo centrado na instituição </li></ul></ul><ul><ul><li>modelo centrado no aluno </li></ul></ul>Aluno Alunos Recursos Internet e Web Correio Electrónico Grupos de Discussão Conteúdos Projectos Individuais ou de Grupo Actividades de Avaliação Biblioteca Digital Comunidade de Aprendizagem Professor
  8. 8. e-Learning no Ensino Superior <ul><li>a instituição/organização universitária </li></ul><ul><li>os intervenientes no processo de ensino/aprendizagem </li></ul><ul><li>dificuldades tecnológicas e de acesso à tecnologia </li></ul><ul><li>questões legais e administrativas </li></ul><ul><li>o e-Learning no panorama universitário português </li></ul>
  9. 9. Caracterização Institucional e População Alvo <ul><li>caracterização do ISCTE </li></ul><ul><li>população – alvo </li></ul><ul><ul><li>Alunos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Licenciatura </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mestrado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pós-Graduações </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Docentes </li></ul></ul><ul><ul><li>Funcionários </li></ul></ul>
  10. 10. O e-Learning no ISCTE – visão institucional <ul><li>perspectiva institucional e organizacional </li></ul><ul><li>perspectiva conceptual </li></ul><ul><li>existência de projectos </li></ul><ul><li>vantagens e desvantagens </li></ul><ul><li>factores condicionantes de implementação </li></ul><ul><li>receptividade de docentes e alunos </li></ul><ul><li>estratégias de divulgação e captação </li></ul><ul><li>metodologias, organização curricular e avaliação </li></ul><ul><li>necessidades de formação para docentes e alunos </li></ul><ul><li>competências e atitudes a desenvolver </li></ul>
  11. 11. O e-Learning no ISCTE – visão institucional <ul><li>necessidades de formação para docentes e alunos </li></ul><ul><li>competências e atitudes a desenvolver </li></ul><ul><li>contabilização do trabalho docente </li></ul><ul><li>conteúdos, direito de autor e plágio </li></ul><ul><li>questões legais e administrativas </li></ul><ul><li>necessidade de apoio técnico </li></ul><ul><li>situação actual do e-Learning no ISCTE </li></ul>
  12. 12. Um modelo de e-learning para o ISCTE <ul><li>componente institucional/organizacional </li></ul><ul><ul><li>análise e mudança organizacional </li></ul></ul><ul><ul><li>resposta a novos públicos </li></ul></ul><ul><ul><li>necessidade de redução da carga horária das licenciaturas </li></ul></ul><ul><ul><li>integração com os Serviços Académicos </li></ul></ul><ul><ul><li>promoção e divulgação de metodologias de ensino inovadoras </li></ul></ul><ul><ul><li>custos de investimento e meios de financiamento </li></ul></ul><ul><ul><li>creditação e contabilização do trabalho docente </li></ul></ul>
  13. 13. Um modelo de e-learning para o ISCTE <ul><li>componente pedagógica </li></ul><ul><ul><li>desenvolvimento da qualidade de ensino aprendizagem </li></ul></ul><ul><ul><li>desenvolvimento de conteúdos </li></ul></ul><ul><ul><li>centralização do processo de ensino e aprendizagem no aluno </li></ul></ul><ul><ul><li>metodologias e estratégias </li></ul></ul><ul><ul><li>avaliação da aprendizagem em metodologias não presenciais </li></ul></ul><ul><ul><li>desenvolvimento de competências tecnológicas e pedagógicas </li></ul></ul><ul><ul><li>apoio técnico-pedagógico </li></ul></ul>
  14. 14. Um modelo de e-learning para o ISCTE <ul><li>componente pedagógica (cont.) </li></ul><ul><ul><li>alunos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>problemas de assiduidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>disponibilização de conteúdos e comunicação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>necessidades dos alunos </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Docentes </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>mudança do papel docente </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>competências a adquirir </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>mudança de competências </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>iniciativas de captação </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Funcionários </li></ul></ul>
  15. 15. Um modelo de e-learning para o ISCTE <ul><li>componente tecnológica </li></ul>
  16. 16. Fases de Implementação <ul><li>divulgação e apresentação do e-Learning no ISCTE </li></ul><ul><li>implementação de cadeiras-piloto </li></ul><ul><li>formação tecnológica e desenvolvimento de conteúdos </li></ul><ul><li>início da utilização de metodologias complementares </li></ul><ul><li>difusão e desenvolvimento de metodologias não presenciais em complemento às actividades presenciais </li></ul>
  17. 17. Conclusões e Trabalho Futuro <ul><li>mudança de paradigma educativo </li></ul><ul><li>novas competências em ensino e aprendizagem </li></ul><ul><li>mudanças institucionais </li></ul><ul><li>metodologias específicas para o e-Learning </li></ul><ul><li>introdução dos princípios do Tratado de Bolonha </li></ul><ul><li>desenvolvimento da qualidade de ensino </li></ul><ul><li>aumento da oferta em mestrados e pós-graduações no ISCTE </li></ul><ul><li>resposta à procura de formação contínua e específica </li></ul><ul><li>assimetrias na visão institucional do e-learning </li></ul><ul><li>factores de adesão e resistência ao e-Learning </li></ul>
  18. 18. Conclusões e Trabalho Futuro <ul><li>desenvolver mecanismos de caracterização dos diferentes factores para a implementação do e-Learning </li></ul><ul><li>desenvolver estratégias de captação </li></ul><ul><li>implementar uma estrutura de apoio técnico-pedagógico </li></ul><ul><li>acompanhamento e avaliação em cada fase do processo </li></ul><ul><li>melhorar soluções tecnológicas e integrar sistemas de informação complementares </li></ul><ul><li>apoio institucional às iniciativas de e-learning no ISCTE </li></ul><ul><li>transição lenta e gradual na implementação do e-Learning no ISCTE </li></ul>
  19. 19. Conclusões e Trabalho Futuro (cont.) <ul><li>integração de metodologias de e-learning no âmbito do processo de Bolonha </li></ul><ul><li>caracterização mais aprofundada da população – alvo </li></ul><ul><li>construção de elementos para recolha e análise de informação </li></ul>
  20. 20. Agradecimentos_???

×