SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 43
Baixar para ler offline
OS “DIS”  DA COGNIÇÃO Emmily Mustafa Pedagoga/ Neuropsicóloga
Quais as maiores dificuldades encontradas em sala de aula?
O que é APRENDIZAGEM? Condicionamento, mudança de comportamento, aquisição de informações, aumento de conhecimento, resolução de problemas, construção de novos significados.
DISTÚRBIOS OU TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM Caracteriza-se por dificuldadessignificativas na aquisição e uso de habilidades para ler, escrever e realizar cálculos matemáticos.
UM GRANDE PROBLEMA Um grande problema para mim é essa m... de português. O linguinha complicada ! Quando eu pensso que é para pôr “ss”, o correto é “ç” ou vice e verça. Eu tenho vários problemas com professores de português, pois eles vivem descontando pontos da minha nota. Tudo isso por causa do “maldito” português. Rodolfo – 17 anos
DISLEXIA
O QUE É? Desordemneurológicacaracterizadapeladificuldadenaárea da leitura, escrita e soletração. 	É o distúrbio de maior incidência nas salas de aula. Pesquisas realizadas em vários países mostram que entre 05% e 17% da população mundial é disléxica. (ABD – AssociaçãoBrasileira de Dislexia)
IMPORTANTE: A dislexia não é o resultado de má alfabetização, desatenção, desmotivação, condição sócio-econômica ou baixa inteligência. Ela é uma condição hereditária com alterações genéticas.
SINAIS DE ALERTA! Na Pré-escola ,[object Object]
Fraco desenvolvimento da atenção;
Atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem;
Dificuldade em aprender rimas e canções;
Fraco desenvolvimento da coordenação motora;
Dificuldade com quebra cabeça;
Falta de interesse por livros impressos.,[object Object]
Desorganização geral, podemos citar os constantes atrasos na entrega de trabalhos escolares e perda de materiais escolares;
Confusão entre esquerda e direita;
Dificuldade na memória de curto prazo, como instruções e recados;
Dificuldades em decorar seqüências, como meses do ano, alfabeto e tabuada.,[object Object]
Troca de letras na escrita;
Dificuldade na aprendizagem de uma segunda língua;
Problemas de conduta como: depressão, timidez excessiva ou o ‘’palhaço’’ da turma;
Bom desempenho em provas orais.,[object Object]
Memória imediata prejudicada;
Aspectos afetivos emocionais prejudicados, trazendo como conseqüência: depressão, ansiedade, baixa autoestima e, algumas vezes, o ingresso para as drogas e o álcool, além de prejuízos sociais e profissionais.,[object Object]
Característicasmarcantesemsala de aula: Soletração defeituosa: lê palavra por palavra, sílaba por sílaba, ou reconhece letras isoladamente sem poder ler;  Leitura lenta para a idade; Não consegue lembrar-se de fatos passados como horários, datas, diário escolar;  Muitos conseguem copiar, mas na escrita espontânea como ditado e ou redações mostra severas complicações.
O disléxico geralmente demonstra insegurança e baixa autoestima, sentindo-se triste e culpado. Muitos se recusam a realizar atividades com medo de mostrar os erros e repetir o fracasso. Com isto, criam um vínculo negativo com a aprendizagem, podendo apresentar atitude agressiva com professores e colegas.
	MUITO IMPORTANTE! 	Os distúrbiossópoderão ser diagnosticadosporumaequipemultidisciplinar (Pedagogo, Psicólogo, Fonoaudiólogo, Psicopedagogo, Neuropsicólogo, Neurologista e Oftalmologista). Cadaprofissionalterá a suacontribuição e particularidade no processo de avaliação e diagnóstico.
DISCALCULIA
O QUE É?  Desordemneurológicaespecíficaqueafeta a habilidade de compreensão e manipulação dos números.
SINAIS DE ALERTA! 	Os discalcúlicosapresentamdificuldadesem: Visualizar conjuntos de objetos dentro de um conjunto maior;  Conservar a quantidade: não compreendem que 1 quilo é igual a quatro pacotes de 250 gramas; Sequenciar números: o que vem antes do 11 e depois do 15 – antecessor e sucessor;  Classificar números.
SINAIS DE ALERTA! Os discalcúlicosapresentamdificuldadesem: Compreender os sinais +, - , ÷, ×;  Montar operações; Entender os princípios de medida;  Lembrar as seqüências dos passos para realizar as operações matemáticas;  Estabelecer correspondência um a um: não relaciona o número de alunos de uma sala à quantidade de carteiras.
É importantesalientarque… Embora os sintomas de dificuldade na matemática possam aparecer já na pré-escola ou primeira série, o Transtorno da Matemática raramente é diagnosticado antes do final da primeira série, uma vez que ainda não ocorreu suficiente instrução formal em matemática até este ponto na maioria dos contextos escolares.  (DSM IV)
DISGRAFIA
O QUE É?  	É também chamada de letra feia. Isso acontece devido a uma incapacidade de recordar a grafia da letra. Ao tentar recordar este grafismo escreve muito lentamente o que acaba unindo inadequadamente as letras, tornando a letra ilegível.   	A disgrafia, não está associada a nenhum tipo de comprometimento intelectual.
Característicasmarcantes: Lentidão na escrita; Letra ilegível; Escrita desorganizada;  Traços irregulares: ou muito fortes que chegam a marcar o papel ou muito leves; Desorganização geral na folha por não possuir orientação espacial; O espaço que dá entre as linhas, palavras e letras são irregulares.
Característicasmarcantes: Desorganização do texto, pois não observam a margem parando muito antes ou ultrapassando; Desorganização das letras: letras retocadas, atrofiadas, omissão de letras, palavras, números, formas distorcidas, movimentos contrários à escrita (um S ao invés do 5 por exemplo);  Desorganização das formas: tamanho muito pequeno ou muito grande, escrita alongada ou comprida.
Algumas crianças com disgrafia possuem também uma disortografia amontoando letras para esconder os erros ortográficos. Mas não são todos os  disgráficos que possuem disortografia!
DISORTOGRAFIA
O QUE É? Consiste numa escrita, não necessariamente disgráfica, mas com numerosos erros, que se manifestam logo que se tenham adquirido os mecanismos da leitura e da escrita.
IMPORTANTE Até a 2ª série é comum que as crianças façam confusões ortográficas porque a relação com os sons e palavras impressas ainda não estão dominadas por completo. Porém, após estas séries, se as trocas ortográficas persistirem repetidamente, é importante que o professor esteja atento, já que pode se tratar de uma disortografia.
Algumascaracterísticas: Troca de letras que se parecem sonoramente: faca/vaca, chinelo/jinelo, porta/borta;  Confusão de sílabas como: encontraram/encontrarão; Adições: ventitilador; Omissões: cadeira/cadera, prato/pato; Fragmentações: ensaiar, a noitecer; Inversões: pipoca/picoca;  Junções: No diaseguinte, sairei maistarde.
E ainda... DISARTRIA – dificuldades na fala, má articulação. DISLALIA – dificuldades na fala, troca de letras, de sons.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagem
Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagemDislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagem
Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagemSimoneHelenDrumond
 
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafiaMaterial de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafiaEmanuela Pontes
 
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaDislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaCassia Dias
 
Dislexia definição, causas e intervenção
Dislexia definição, causas e intervençãoDislexia definição, causas e intervenção
Dislexia definição, causas e intervençãoritafeijao
 
A importância da psicomotricidade nas pae
A importância da psicomotricidade nas paeA importância da psicomotricidade nas pae
A importância da psicomotricidade nas paeAlcinda Almeida
 
A dislexia e as dificuldades de disléxicos
A dislexia e as dificuldades de disléxicosA dislexia e as dificuldades de disléxicos
A dislexia e as dificuldades de disléxicosSimoneHelenDrumond
 
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!Janaina Spolidorio
 
Apresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagemApresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagemSheilinha1
 
Apresentação dislexia
Apresentação dislexiaApresentação dislexia
Apresentação dislexiaEB Maceira1
 
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITA
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITADISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITA
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITARodrigo Almeida
 
Os distúrbios da leitura para blog
Os distúrbios da leitura para blogOs distúrbios da leitura para blog
Os distúrbios da leitura para blogLatife Frota
 

Mais procurados (20)

Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagem
Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagemDislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagem
Dislexia é uma específica dificuldade de aprendizado da linguagem
 
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafiaMaterial de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
 
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaDislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
 
Artigo de dislexia
Artigo de dislexiaArtigo de dislexia
Artigo de dislexia
 
Dislexia definição, causas e intervenção
Dislexia definição, causas e intervençãoDislexia definição, causas e intervenção
Dislexia definição, causas e intervenção
 
Dislexia - Prof. Esp. Vinícius Fagundes dos Santos
Dislexia - Prof. Esp. Vinícius Fagundes dos SantosDislexia - Prof. Esp. Vinícius Fagundes dos Santos
Dislexia - Prof. Esp. Vinícius Fagundes dos Santos
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
dislexia
dislexiadislexia
dislexia
 
A importância da psicomotricidade nas pae
A importância da psicomotricidade nas paeA importância da psicomotricidade nas pae
A importância da psicomotricidade nas pae
 
A dislexia e as dificuldades de disléxicos
A dislexia e as dificuldades de disléxicosA dislexia e as dificuldades de disléxicos
A dislexia e as dificuldades de disléxicos
 
As dificuldades de aprendizagem
As dificuldades de aprendizagem As dificuldades de aprendizagem
As dificuldades de aprendizagem
 
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!
DISLEXIA - Aprenda mais sobre ela e aprenda estratégias de ensino!
 
Apresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagemApresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagem
 
Apresentação dislexia
Apresentação dislexiaApresentação dislexia
Apresentação dislexia
 
Curso II - Dislexia
Curso II - DislexiaCurso II - Dislexia
Curso II - Dislexia
 
Dislexia
Dislexia Dislexia
Dislexia
 
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITA
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITADISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITA
DISLEXIA E DISTÚRBIOS DA LEITURA E DA ESCRITA
 
Que é a disgrafia
Que é a disgrafiaQue é a disgrafia
Que é a disgrafia
 
Os distúrbios da leitura para blog
Os distúrbios da leitura para blogOs distúrbios da leitura para blog
Os distúrbios da leitura para blog
 
Apostila dislexia
Apostila dislexiaApostila dislexia
Apostila dislexia
 

Destaque

Apostila método fônico 2014
Apostila método fônico 2014Apostila método fônico 2014
Apostila método fônico 2014Marcy Gomes
 
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI appairj
 
DIFICULDADES E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM CONFORME A TEORIA CONST...
DIFICULDADES E TRANSTORNOS          DE  APRENDIZAGEM CONFORME A  TEORIA CONST...DIFICULDADES E TRANSTORNOS          DE  APRENDIZAGEM CONFORME A  TEORIA CONST...
DIFICULDADES E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM CONFORME A TEORIA CONST...Jackson Silveira
 
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...Marcy Gomes
 
Diagnóstico Psicopedagógico Clínico Aulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de Oliveira
Diagnóstico Psicopedagógico ClínicoAulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de OliveiraDiagnóstico Psicopedagógico ClínicoAulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de Oliveira
Diagnóstico Psicopedagógico Clínico Aulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de OliveiraBia Paula
 
Método fônico excelente
Método fônico excelenteMétodo fônico excelente
Método fônico excelenteInez Kwiecinski
 
Distúrbios de aprendizagem na escola
Distúrbios de aprendizagem na escolaDistúrbios de aprendizagem na escola
Distúrbios de aprendizagem na escolamarleneevang
 

Destaque (8)

Apostila método fônico 2014
Apostila método fônico 2014Apostila método fônico 2014
Apostila método fônico 2014
 
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI
A Ação Psicopedagógica (necessária) para a Educação do Século XXI
 
DIFICULDADES E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM CONFORME A TEORIA CONST...
DIFICULDADES E TRANSTORNOS          DE  APRENDIZAGEM CONFORME A  TEORIA CONST...DIFICULDADES E TRANSTORNOS          DE  APRENDIZAGEM CONFORME A  TEORIA CONST...
DIFICULDADES E TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM CONFORME A TEORIA CONST...
 
metodo fônico
metodo fônicometodo fônico
metodo fônico
 
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
ALFABETIZAÇÃO - Apostila método fônico - II pdf - Escola em Casa Online Marcy...
 
Diagnóstico Psicopedagógico Clínico Aulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de Oliveira
Diagnóstico Psicopedagógico ClínicoAulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de OliveiraDiagnóstico Psicopedagógico ClínicoAulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de Oliveira
Diagnóstico Psicopedagógico Clínico Aulas 1 e 2 - Prª Ivana Carvalho de Oliveira
 
Método fônico excelente
Método fônico excelenteMétodo fônico excelente
Método fônico excelente
 
Distúrbios de aprendizagem na escola
Distúrbios de aprendizagem na escolaDistúrbios de aprendizagem na escola
Distúrbios de aprendizagem na escola
 

Semelhante a Os dis da cognição

Semelhante a Os dis da cognição (20)

Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Disturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagemDisturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagem
 
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdfDIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
 
Dif. aprendizagem
Dif. aprendizagemDif. aprendizagem
Dif. aprendizagem
 
4-Dislexia.ppt
4-Dislexia.ppt4-Dislexia.ppt
4-Dislexia.ppt
 
TDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e DiscalculiaTDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e Discalculia
 
Psicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de AprendizagemPsicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
Psicomotricidade e Dificuldade de Aprendizagem
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Patologias
PatologiasPatologias
Patologias
 
Dislexia guia
Dislexia   guiaDislexia   guia
Dislexia guia
 
Dislexia 121125101623
Dislexia 121125101623Dislexia 121125101623
Dislexia 121125101623
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEMDIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
 
Transtorno da aprendizagem
Transtorno  da aprendizagemTranstorno  da aprendizagem
Transtorno da aprendizagem
 
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
 
dificuldades_de_aprendizagem.ppt
dificuldades_de_aprendizagem.pptdificuldades_de_aprendizagem.ppt
dificuldades_de_aprendizagem.ppt
 
dificuldades_de_aprendizagem.ppt
dificuldades_de_aprendizagem.pptdificuldades_de_aprendizagem.ppt
dificuldades_de_aprendizagem.ppt
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Dislexia1
Dislexia1Dislexia1
Dislexia1
 

Mais de Lusiane Carvalho da Silva

APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃOAPRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃOLusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiLusiane Carvalho da Silva
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiLusiane Carvalho da Silva
 

Mais de Lusiane Carvalho da Silva (20)

APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃOAPRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
APRENDER A APRENDER E A NEUROCIÊNCIA NA EDUCAÇÃO
 
Desenvolvimento piaget
Desenvolvimento   piagetDesenvolvimento   piaget
Desenvolvimento piaget
 
Reunião fi e edc inf
Reunião fi e edc infReunião fi e edc inf
Reunião fi e edc inf
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
 
Niveis da escrita
Niveis da escritaNiveis da escrita
Niveis da escrita
 
Apresentação peca publico
Apresentação peca publicoApresentação peca publico
Apresentação peca publico
 
Cre – são caetano
Cre – são caetanoCre – são caetano
Cre – são caetano
 
Apresentação slide biomatematicas 2
Apresentação  slide  biomatematicas 2Apresentação  slide  biomatematicas 2
Apresentação slide biomatematicas 2
 
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Desmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinçãoDesmatamento e animais em extinção
Desmatamento e animais em extinção
 
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
Trabalho ecologia geral (5ºsemestre)
 
Slaide contração muscular
Slaide contração muscularSlaide contração muscular
Slaide contração muscular
 
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppiiIi seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
Ii seminário de pesquisa e prática pedagógica ppii
 
Festa das mães
Festa das mãesFesta das mães
Festa das mães
 
Argumentação
ArgumentaçãoArgumentação
Argumentação
 
Alimentos orgânicos
Alimentos orgânicosAlimentos orgânicos
Alimentos orgânicos
 
Frmação Continuada módulo 3
 Frmação Continuada  módulo 3 Frmação Continuada  módulo 3
Frmação Continuada módulo 3
 
Habilidades e conpetências
Habilidades e conpetênciasHabilidades e conpetências
Habilidades e conpetências
 
Pronto slide peca
Pronto slide pecaPronto slide peca
Pronto slide peca
 

Último

VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 

Os dis da cognição

  • 1. OS “DIS” DA COGNIÇÃO Emmily Mustafa Pedagoga/ Neuropsicóloga
  • 2. Quais as maiores dificuldades encontradas em sala de aula?
  • 3. O que é APRENDIZAGEM? Condicionamento, mudança de comportamento, aquisição de informações, aumento de conhecimento, resolução de problemas, construção de novos significados.
  • 4. DISTÚRBIOS OU TRANSTORNOS DE APRENDIZAGEM Caracteriza-se por dificuldadessignificativas na aquisição e uso de habilidades para ler, escrever e realizar cálculos matemáticos.
  • 5. UM GRANDE PROBLEMA Um grande problema para mim é essa m... de português. O linguinha complicada ! Quando eu pensso que é para pôr “ss”, o correto é “ç” ou vice e verça. Eu tenho vários problemas com professores de português, pois eles vivem descontando pontos da minha nota. Tudo isso por causa do “maldito” português. Rodolfo – 17 anos
  • 7. O QUE É? Desordemneurológicacaracterizadapeladificuldadenaárea da leitura, escrita e soletração. É o distúrbio de maior incidência nas salas de aula. Pesquisas realizadas em vários países mostram que entre 05% e 17% da população mundial é disléxica. (ABD – AssociaçãoBrasileira de Dislexia)
  • 8. IMPORTANTE: A dislexia não é o resultado de má alfabetização, desatenção, desmotivação, condição sócio-econômica ou baixa inteligência. Ela é uma condição hereditária com alterações genéticas.
  • 9.
  • 11. Atraso no desenvolvimento da fala e da linguagem;
  • 12. Dificuldade em aprender rimas e canções;
  • 13. Fraco desenvolvimento da coordenação motora;
  • 15.
  • 16. Desorganização geral, podemos citar os constantes atrasos na entrega de trabalhos escolares e perda de materiais escolares;
  • 18. Dificuldade na memória de curto prazo, como instruções e recados;
  • 19.
  • 20. Troca de letras na escrita;
  • 21. Dificuldade na aprendizagem de uma segunda língua;
  • 22. Problemas de conduta como: depressão, timidez excessiva ou o ‘’palhaço’’ da turma;
  • 23.
  • 25.
  • 26. Característicasmarcantesemsala de aula: Soletração defeituosa: lê palavra por palavra, sílaba por sílaba, ou reconhece letras isoladamente sem poder ler; Leitura lenta para a idade; Não consegue lembrar-se de fatos passados como horários, datas, diário escolar; Muitos conseguem copiar, mas na escrita espontânea como ditado e ou redações mostra severas complicações.
  • 27. O disléxico geralmente demonstra insegurança e baixa autoestima, sentindo-se triste e culpado. Muitos se recusam a realizar atividades com medo de mostrar os erros e repetir o fracasso. Com isto, criam um vínculo negativo com a aprendizagem, podendo apresentar atitude agressiva com professores e colegas.
  • 28. MUITO IMPORTANTE! Os distúrbiossópoderão ser diagnosticadosporumaequipemultidisciplinar (Pedagogo, Psicólogo, Fonoaudiólogo, Psicopedagogo, Neuropsicólogo, Neurologista e Oftalmologista). Cadaprofissionalterá a suacontribuição e particularidade no processo de avaliação e diagnóstico.
  • 30. O QUE É? Desordemneurológicaespecíficaqueafeta a habilidade de compreensão e manipulação dos números.
  • 31. SINAIS DE ALERTA! Os discalcúlicosapresentamdificuldadesem: Visualizar conjuntos de objetos dentro de um conjunto maior; Conservar a quantidade: não compreendem que 1 quilo é igual a quatro pacotes de 250 gramas; Sequenciar números: o que vem antes do 11 e depois do 15 – antecessor e sucessor; Classificar números.
  • 32. SINAIS DE ALERTA! Os discalcúlicosapresentamdificuldadesem: Compreender os sinais +, - , ÷, ×; Montar operações; Entender os princípios de medida; Lembrar as seqüências dos passos para realizar as operações matemáticas; Estabelecer correspondência um a um: não relaciona o número de alunos de uma sala à quantidade de carteiras.
  • 33. É importantesalientarque… Embora os sintomas de dificuldade na matemática possam aparecer já na pré-escola ou primeira série, o Transtorno da Matemática raramente é diagnosticado antes do final da primeira série, uma vez que ainda não ocorreu suficiente instrução formal em matemática até este ponto na maioria dos contextos escolares. (DSM IV)
  • 35. O QUE É? É também chamada de letra feia. Isso acontece devido a uma incapacidade de recordar a grafia da letra. Ao tentar recordar este grafismo escreve muito lentamente o que acaba unindo inadequadamente as letras, tornando a letra ilegível. A disgrafia, não está associada a nenhum tipo de comprometimento intelectual.
  • 36. Característicasmarcantes: Lentidão na escrita; Letra ilegível; Escrita desorganizada; Traços irregulares: ou muito fortes que chegam a marcar o papel ou muito leves; Desorganização geral na folha por não possuir orientação espacial; O espaço que dá entre as linhas, palavras e letras são irregulares.
  • 37. Característicasmarcantes: Desorganização do texto, pois não observam a margem parando muito antes ou ultrapassando; Desorganização das letras: letras retocadas, atrofiadas, omissão de letras, palavras, números, formas distorcidas, movimentos contrários à escrita (um S ao invés do 5 por exemplo); Desorganização das formas: tamanho muito pequeno ou muito grande, escrita alongada ou comprida.
  • 38. Algumas crianças com disgrafia possuem também uma disortografia amontoando letras para esconder os erros ortográficos. Mas não são todos os disgráficos que possuem disortografia!
  • 40. O QUE É? Consiste numa escrita, não necessariamente disgráfica, mas com numerosos erros, que se manifestam logo que se tenham adquirido os mecanismos da leitura e da escrita.
  • 41. IMPORTANTE Até a 2ª série é comum que as crianças façam confusões ortográficas porque a relação com os sons e palavras impressas ainda não estão dominadas por completo. Porém, após estas séries, se as trocas ortográficas persistirem repetidamente, é importante que o professor esteja atento, já que pode se tratar de uma disortografia.
  • 42. Algumascaracterísticas: Troca de letras que se parecem sonoramente: faca/vaca, chinelo/jinelo, porta/borta; Confusão de sílabas como: encontraram/encontrarão; Adições: ventitilador; Omissões: cadeira/cadera, prato/pato; Fragmentações: ensaiar, a noitecer; Inversões: pipoca/picoca; Junções: No diaseguinte, sairei maistarde.
  • 43. E ainda... DISARTRIA – dificuldades na fala, má articulação. DISLALIA – dificuldades na fala, troca de letras, de sons.
  • 44.
  • 45. Ter em mente que mesmo nos grandes prejuízos na aprendizagem, há alguma área na qual a dificuldade é menor e esse é um dado que deve ser valorizado...
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.