SlideShare uma empresa Scribd logo

Dislexia

1 de 57
Baixar para ler offline
DISLEXIA
DIS  -  LEXIA  linguagem(grego) leitura(latim) distúrbio ETIOLOGIA
DISTÚRBIO  DE  LEITURA Atinge somente 2% dos casos de Dislexia
DISTÚRBIO DE LEITURA  E  ESCRITA DISLEXIA
CONCEITO D ificuldade  que ocorre no processo de leitura, escrita, soletração e ortografia. N ão é uma doença, mas um distúrbio com  u ma série de características. E vidente na época de alfabetização, embora já estejam presentes em fases anteriores.
S em distúrbios cognitivos fundamentais  F alha no processo de aquisição da linguagem. I ndepende de causas intelectuais, emocionais graves e culturais H ereditária e sua incidência é  maior em meninos, numa proporção de 3  por  1. CONCEITO

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01estudosacademicospedag
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide AutismoUNIME
 
Pedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoPedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoAurivan
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemMaristela Couto
 
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...Natália Lima
 
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagem
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagemDiferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagem
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagemClaudinéia da Silva de Oliveira
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAngelo Leandro
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDeisiane Cazaroto
 
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidadoO AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidadoMarilia Mesquita
 
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na EscolaTranstornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na EscolaRosângela Gonçalves
 

Mais procurados (20)

Estudo discalculia
Estudo discalculiaEstudo discalculia
Estudo discalculia
 
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01Dificuldades de aprendizagem  slides nº 01
Dificuldades de aprendizagem slides nº 01
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide Autismo
 
Pedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoPedagogia - Autismo
Pedagogia - Autismo
 
Dificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De AprendizagemDificuldades De Aprendizagem
Dificuldades De Aprendizagem
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Curso II - Dislexia
Curso II - DislexiaCurso II - Dislexia
Curso II - Dislexia
 
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...
Transtornos Psicologicos_ Dislexia; discalculia; hiperatividade; impulsividad...
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
ApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO AutismoApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO Autismo
 
Inclusão
InclusãoInclusão
Inclusão
 
Autismo: o que os profissionais precisam saber?
Autismo: o que os profissionais precisam saber?Autismo: o que os profissionais precisam saber?
Autismo: o que os profissionais precisam saber?
 
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagem
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagemDiferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagem
Diferencças entre dificuldades, transtornos e deficies de aprendizagem
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Dificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagemDificuldades de aprendizagem
Dificuldades de aprendizagem
 
Deficiências
DeficiênciasDeficiências
Deficiências
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidadoO AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
 
Transtornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na EscolaTranstornos de Aprendizagem na Escola
Transtornos de Aprendizagem na Escola
 

Destaque (9)

Introduction to Dyslexia
Introduction to DyslexiaIntroduction to Dyslexia
Introduction to Dyslexia
 
Dyslexia
DyslexiaDyslexia
Dyslexia
 
Dyslexia awareness and teaching strategies kn
Dyslexia awareness and teaching strategies knDyslexia awareness and teaching strategies kn
Dyslexia awareness and teaching strategies kn
 
Dyslexia
DyslexiaDyslexia
Dyslexia
 
Dyslxia
DyslxiaDyslxia
Dyslxia
 
Dyslexia
DyslexiaDyslexia
Dyslexia
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Dyslexia
DyslexiaDyslexia
Dyslexia
 
Dyslexia powerpoint
Dyslexia powerpointDyslexia powerpoint
Dyslexia powerpoint
 

Semelhante a Dislexia

Semelhante a Dislexia (20)

Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
 
DislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervençãoDislexiaDiagnósticoIntervenção
DislexiaDiagnósticoIntervenção
 
Dislexia 121125101623
Dislexia 121125101623Dislexia 121125101623
Dislexia 121125101623
 
Os dis da cognição
Os dis da cogniçãoOs dis da cognição
Os dis da cognição
 
Apresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagemApresentação distúrbios da linguagem
Apresentação distúrbios da linguagem
 
Dislexia1
Dislexia1Dislexia1
Dislexia1
 
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEMDIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM
 
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
Estratgiasparatrabalharcomalunoscomdislexia 121219130908-phpapp01
 
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdfDIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM DA LÍNGUA ESCRITA-PDF.pdf
 
Dislexia guia
Dislexia   guiaDislexia   guia
Dislexia guia
 
Disturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagemDisturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagem
 
Dif. aprendizagem
Dif. aprendizagemDif. aprendizagem
Dif. aprendizagem
 
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~DisortografiaDislexia~Disgrafia~Disortografia
Dislexia~Disgrafia~Disortografia
 
Patologias
PatologiasPatologias
Patologias
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
4-Dislexia.ppt
4-Dislexia.ppt4-Dislexia.ppt
4-Dislexia.ppt
 
TDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e DiscalculiaTDAH, Dislexia e Discalculia
TDAH, Dislexia e Discalculia
 
Disturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagemDisturbios de aprendizagem
Disturbios de aprendizagem
 
Dislexia
DislexiaDislexia
Dislexia
 
Dislexia power point
Dislexia power pointDislexia power point
Dislexia power point
 

Mais de Psicomotricidade (19)

Gerontomotricidade
GerontomotricidadeGerontomotricidade
Gerontomotricidade
 
Estimulação Precoce
Estimulação PrecoceEstimulação Precoce
Estimulação Precoce
 
Equoterapia
EquoterapiaEquoterapia
Equoterapia
 
Psicomotricidade aquática
Psicomotricidade aquáticaPsicomotricidade aquática
Psicomotricidade aquática
 
Gerontomotricidade
GerontomotricidadeGerontomotricidade
Gerontomotricidade
 
Agnosia,apraxia,afasia,dislexia e epilepsia
Agnosia,apraxia,afasia,dislexia e epilepsiaAgnosia,apraxia,afasia,dislexia e epilepsia
Agnosia,apraxia,afasia,dislexia e epilepsia
 
Coordenação motora
Coordenação motoraCoordenação motora
Coordenação motora
 
O que é psicomotricidade?
O que é psicomotricidade?O que é psicomotricidade?
O que é psicomotricidade?
 
Tônus muscular
Tônus muscularTônus muscular
Tônus muscular
 
Propriocepção
PropriocepçãoPropriocepção
Propriocepção
 
Orientação espaço temporal
Orientação espaço temporalOrientação espaço temporal
Orientação espaço temporal
 
Lateralidade
LateralidadeLateralidade
Lateralidade
 
Coordenação motora
Coordenação motoraCoordenação motora
Coordenação motora
 
Esquema corporal
Esquema corporalEsquema corporal
Esquema corporal
 
O que é psicomotricidade
O que é psicomotricidadeO que é psicomotricidade
O que é psicomotricidade
 
Deficiência mental
Deficiência mental Deficiência mental
Deficiência mental
 
Patologias
PatologiasPatologias
Patologias
 
Distúrbios psicomotores
Distúrbios psicomotoresDistúrbios psicomotores
Distúrbios psicomotores
 
Disortografia
DisortografiaDisortografia
Disortografia
 

Último

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 

Último (20)

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 

Dislexia

  • 2. DIS - LEXIA linguagem(grego) leitura(latim) distúrbio ETIOLOGIA
  • 3. DISTÚRBIO DE LEITURA Atinge somente 2% dos casos de Dislexia
  • 4. DISTÚRBIO DE LEITURA E ESCRITA DISLEXIA
  • 5. CONCEITO D ificuldade que ocorre no processo de leitura, escrita, soletração e ortografia. N ão é uma doença, mas um distúrbio com u ma série de características. E vidente na época de alfabetização, embora já estejam presentes em fases anteriores.
  • 6. S em distúrbios cognitivos fundamentais F alha no processo de aquisição da linguagem. I ndepende de causas intelectuais, emocionais graves e culturais H ereditária e sua incidência é maior em meninos, numa proporção de 3 por 1. CONCEITO
  • 7. SERÁ QUE SEU FILHO É DISLÉXICO ? ENTRE 3 E 6 ANOS
  • 8. 1. Ele persiste em falar como um bebê? 2. Freqüentemente pronuncia palavras de forma errada? 3. Não consegue reconhecer as letras que soletram seu nome? 4. Tem dificuldade em lembrar o nome de letras, números e dias da semana? 5. Leva muito tempo para aprender novas palavras? 6. Tem dificuldade em aprender rimas infantis?
  • 9. ENTRE 6 E 7 ANOS 1. Tem dificuldade em dividir palavras em sílabas? 2. Não consegue ler palavras simples e monossilábicas, tais como “rei” ou “bom”? 3. Comete erros de leitura que demonstram uma dificuldade em relacionar letras a seus respectivos sons? 4. Tem dificuldade em reconhecer fonemas? 5. Reclama que ler é muito difícil? 6. Freqüentemente comete erros quando escreve e soletra palavras? 7. Memoriza textos sem compreendê-los?
  • 10. ENTRE 7 E 12 ANOS 1. Comete erros ao pronunciar palavras longas ou complicadas? 2. Confunde palavras de sonoridade semelhante, como “tomate” e “tapete”, “loção” e “canção”? 3. Utiliza excessivamente palavras vagas como “coisa”? 4. Tem dificuldade para memorizar datas, nomes ou números de telefone? 5. Pula partes de palavras quando estas têm muitas sílabas?
  • 11. ENTRE 7 E 12 ANOS 6. Costuma substituir palavras difíceis por outras mais simples quando lê em voz alta; por exemplo, lê “carro” invés de “automóvel”? 7. Comete muitos erros de ortografia? 8. Escreve de forma confusa? 9. Não consegue terminar as provas de sala-de-aula? 10. Sente muito medo de ler em voz alta?
  • 12. A PARTIR DOS 12 ANOS 1. Comete erros na pronúncia de palavras longas ou complicadas? 2. Seu nível de leitura está abaixo de seus colegas de sala-de-aula? 3. Inverte a ordem das letras – “bolo” por “lobo”, “lago” por “logo”? 4. Tem dificuldades em soletrar palavras? Soletra a mesma palavra de formas diferentes numa mesma página? 5. Lê muito devagar? 6. Evita ler e escrever ? 7. Tem dificuldade em resolver problemas de matemática que requeiram leitura? 8. Tem muita dificuldade em aprender uma língua estrangeira?
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41. FICHA INDIVIDUAL DE OBSERVAÇÃO DE ALUNOS COM DIFICULDADES DE LEITURA
  • 42. (S)para SIM (N) para Não. Assinale um X no quadrinho [?] no caso de dúvida
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49.  
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.
  • 56.
  • 57. v Revisões devem ser freqüentes e importantes v Copiar do quadro é sempre um problema, tente evitar isso, ou dê-lhe mais tempo para fazê-lo. v Demonstre paciência, compreensão e amizade durante todo o tempo, principalmente quando você estiver ensinando a alunos que possam ser considerados disléxicos. v  Ensine-a quando for ler palavras longas, a separá-las com uma linha a lápis. v Dê-lhes menos dever de casa e avalie a necessidade e aproveitamento desta tarefa v Não risque de vermelho seus erros ou coloque lembretes tipo: estude! precisa estudar mais! precisa melhorar ! v Procure não dar suas notas em voz alta para toda classe, isso a humilha e a faz infeliz. v Não a force a modificar sua escrita, ela sempre acha sua letra horrível e não gosta de vê-la no papel. A modulação da caligrafia é um processo longo. v Procure não reforçar sentimentos que minimizam sua auto-estima. v Dê-lhes um tempo maior para realizar as avaliações escritas. Uma tarefa em que a criança não-disléxica leva 20 minutos para realizar, a disléxica pode levar duas horas. v Usar sempre uma linguagem clara e simples nas avaliações orais e principalmente nas escritas. v Uma língua estrangeira é muito difícil para eles, faça suas avaliações sempre em termos de trabalhos e pesquisas.