SlideShare uma empresa Scribd logo
A  Idade Média compreende o
período entre 476, quando Roma
     caiu nas mãos dos povos
   germânicos, e 1453, com a
 conquista de Constantinopla,
 capital do Império Romano do
Oriente, pelos turcos-otomanos.
Assim chamada por corresponder ao período
   entre a Idade Antiga e a Idade Moderna.



             Idade das trevas
                  ou um
período onde se formou o mundo ocidental?
 Fatores:
    Fim do expansionismo
    Crise do escravismo
    Ruralização da economia
    Aumento do cristianismo
        Cristãos não queriam lutar, eram contra a escravidão e
         eram monoteístas.
    Instabilidade interna
        A divisão do Império: tentativa de controlar a crise.
    Invasões bárbaras
Os romanos chamavam de “bárbaros” todos
 aqueles que não compartilhavam sua cultura
   e que não falavam a sua língua, o latim.
Eram povos de origem Germânica.
 Praticavam a agricultura
 Criavam rebanhos de bois, porcos e carneiros.
 Caça e pesca
 Nômades
 Comércio através da troca
 Vestiam-se com roupas feitas de peles
 Não tinham noção de Estado centralizado
 Direito consuetudinário
       Leis e costumes transmitidos oralmente
   Animistas
       Cultuavam as forças da natureza
Átila, chefe dos Hunos
“Os historiadores antigos mal mencionam os hunos. Eles habitam
    nas margens do Mar Glacial. A sua ferocidade supera tudo.
  Não cozinham nem temperam o que comem. Alimentam-se de
  raízes silvestres ou da carne do primeiro animal que aparece,
  carne esta que esquentam por algum tempo, sobre o dorso de
   seu cavalo, entre suas próprias pernas. Não possuem abrigo.
         Entre eles não se usam casas, nem túmulos. Não
      encontraríamos nem mesmo uma cabana. Passam a vida
    percorrendo as montanhas e as florestas. São endurecidos
     desde o berço contra o frio, a fome e a sede. Mesmo em
  viagem, não entram em habitação sem necessidade absoluta e
                 não se crêem nunca em segurança.
 Não têm reis nem governantes, mas obedecem a chefes, eleitos
  em cada circunstância. Quando se lançam ao combate, soltam
                    no ar uma gritaria terrível.”

(Amiano Marcelino. Res gestae. Transcrito por Courcelle, Pierre. História literária
         das grandes invasões germânicas. Petrópolis, Vozes, 1955, pp. 151-152)
1.   Responda as questões 1, 2 e 3, p. 26 do livro.

2.   Quem eram os povos bárbaros?

3.   Os germânicos adotavam o direito consuetudinário
     e o animismo. O que isso significa?

4.   Leia o texto da p. 28 e responda as questões a), b),
     c) e d), da p. 29 do livro.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
alinemaiahistoria
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
Daniel Alves Bronstrup
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia  - Antiguidade OrientalEgito e Mesopotâmia  - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Valéria Shoujofan
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
Douglas Barraqui
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
7 de Setembro
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
harlissoncarvalho
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Janaína Tavares
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
edna2
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
Alan
 
A crise no império romano
A crise no império romanoA crise no império romano
A crise no império romano
Nilton Silva Jardim Junior
 
O império napoleônico
O império napoleônicoO império napoleônico
O império napoleônico
Edenilson Morais
 
A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
Janayna Lira
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Fatima Freitas
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
Daniel Alves Bronstrup
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
Marilia Pimentel
 
Slide feudalismo 7 ano
Slide feudalismo 7 anoSlide feudalismo 7 ano
Slide feudalismo 7 ano
profbrenoazevedo
 

Mais procurados (20)

Império bizantino
Império bizantinoImpério bizantino
Império bizantino
 
1° ano aula slide - feudalismo
1° ano   aula slide - feudalismo1° ano   aula slide - feudalismo
1° ano aula slide - feudalismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia  - Antiguidade OrientalEgito e Mesopotâmia  - Antiguidade Oriental
Egito e Mesopotâmia - Antiguidade Oriental
 
América portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasilAmérica portuguesa a colonização do brasil
América portuguesa a colonização do brasil
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Expansão marítima européia
Expansão marítima européiaExpansão marítima européia
Expansão marítima européia
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A crise no império romano
A crise no império romanoA crise no império romano
A crise no império romano
 
O império napoleônico
O império napoleônicoO império napoleônico
O império napoleônico
 
A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
1° ano E.M. - Antigo Egito
1° ano E.M. -  Antigo Egito1° ano E.M. -  Antigo Egito
1° ano E.M. - Antigo Egito
 
A mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonialA mineração no brasil colonial
A mineração no brasil colonial
 
Slide feudalismo 7 ano
Slide feudalismo 7 anoSlide feudalismo 7 ano
Slide feudalismo 7 ano
 

Destaque

A crise do império romano
A crise do império romanoA crise do império romano
A crise do império romano
Fátima da História
 
Queda do império
Queda do impérioQueda do império
Queda do império
Carla Freitas
 
Crise do império romano
Crise do império romanoCrise do império romano
Crise do império romano
secretaria estadual de educação
 
A queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidenteA queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidente
222050sandro
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
Izaac Erder
 
Alta Idade Média
Alta Idade Média Alta Idade Média
Alta Idade Média
Janayna Lira
 
A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente. A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente.
Adail Silva
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
Guilherme Drumond
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
Janayna Lira
 
O império romano
O império romanoO império romano
O império romano
Fatima Freitas
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
Janayna Lira
 
Invasões Barbaras
Invasões BarbarasInvasões Barbaras
Invasões Barbaras
luisaprof
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
Carlos Vieira
 
A queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidenteA queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidente
Nelia Salles Nantes
 
Povos barbaros
Povos barbarosPovos barbaros
Povos barbaros
Marcos Souza
 
As InvasõEs BáRbaras Vi
As InvasõEs BáRbaras ViAs InvasõEs BáRbaras Vi
As InvasõEs BáRbaras Vi
guestfe54e6
 
A cultura do mosteiro
A cultura do mosteiroA cultura do mosteiro
A cultura do mosteiro
Carla Teixeira
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
diogomsp12
 
Os Francos e o Império Cristão 7o ano
Os Francos e o Império Cristão 7o anoOs Francos e o Império Cristão 7o ano
Os Francos e o Império Cristão 7o ano
Lucas Degiovani
 

Destaque (20)

A crise do império romano
A crise do império romanoA crise do império romano
A crise do império romano
 
Queda do império
Queda do impérioQueda do império
Queda do império
 
Crise do império romano
Crise do império romanoCrise do império romano
Crise do império romano
 
A queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidenteA queda do imperio romano do ocidente
A queda do imperio romano do ocidente
 
Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476Queda do império romano do ocidente – 476
Queda do império romano do ocidente – 476
 
Alta Idade Média
Alta Idade Média Alta Idade Média
Alta Idade Média
 
A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente. A Queda do Império Romano do Oriente.
A Queda do Império Romano do Oriente.
 
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbarasEF - 7º ano - Invasões bárbaras
EF - 7º ano - Invasões bárbaras
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
 
O império romano
O império romanoO império romano
O império romano
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
 
Invasões Barbaras
Invasões BarbarasInvasões Barbaras
Invasões Barbaras
 
Império Romano
Império RomanoImpério Romano
Império Romano
 
A queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidenteA queda do império romano do ocidente
A queda do império romano do ocidente
 
Povos barbaros
Povos barbarosPovos barbaros
Povos barbaros
 
As InvasõEs BáRbaras Vi
As InvasõEs BáRbaras ViAs InvasõEs BáRbaras Vi
As InvasõEs BáRbaras Vi
 
A cultura do mosteiro
A cultura do mosteiroA cultura do mosteiro
A cultura do mosteiro
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
 
Os Francos e o Império Cristão 7o ano
Os Francos e o Império Cristão 7o anoOs Francos e o Império Cristão 7o ano
Os Francos e o Império Cristão 7o ano
 

Semelhante a O declínio do Imperio Romano

Formação da Europa feudal
Formação da Europa feudalFormação da Europa feudal
Formação da Europa feudal
Renata Telha
 
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismoInvasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Renata Telha
 
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º AnoOs Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Nefer19
 
1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras
Kerol Brombal
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
Renata Telha
 
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
HelderCastro22
 
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp011ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
edson lopes diniz
 
Invasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngioInvasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngio
Fatima Freitas
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibérica
HistN
 
1 a civilizacao-romana
1 a civilizacao-romana1 a civilizacao-romana
1 a civilizacao-romana
luzia Camilo lopes
 
Da república para o império roma antiga
Da república para o império   roma antigaDa república para o império   roma antiga
Da república para o império roma antiga
historiando
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica
R C
 
1° ano - Idade Média Ocidental
1° ano  - Idade Média Ocidental1° ano  - Idade Média Ocidental
1° ano - Idade Média Ocidental
Daniel Alves Bronstrup
 
A Civilização Romana
A Civilização RomanaA Civilização Romana
A Civilização Romana
Gilmar Rodrigues
 
Violência na História
Violência na HistóriaViolência na História
Violência na História
Clayton Ricardo Santos
 
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maiascivilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
Alanjones119642
 
História da alemanha
História da alemanhaHistória da alemanha
História da alemanha
Marcelo Rech
 
Roma antiga da república ao império
Roma antiga   da república ao impérioRoma antiga   da república ao império
Roma antiga da república ao império
historiando
 
América
AméricaAmérica
América
RODRIGO Cicéro
 
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
Vítor Santos
 

Semelhante a O declínio do Imperio Romano (20)

Formação da Europa feudal
Formação da Europa feudalFormação da Europa feudal
Formação da Europa feudal
 
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismoInvasões bárbaras e formação do feudalismo
Invasões bárbaras e formação do feudalismo
 
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º AnoOs Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
Os Reinos Bárbaros (2017) - 7º Ano
 
1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras1 invasões bárbaras
1 invasões bárbaras
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
 
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
1ano-aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01.pdf
 
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp011ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
1ano aulaslide-feudalismo-110603215952-phpapp01
 
Invasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngioInvasões bárbaras e império carolíngio
Invasões bárbaras e império carolíngio
 
Os Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península IbéricaOs Romanos na Península Ibérica
Os Romanos na Península Ibérica
 
1 a civilizacao-romana
1 a civilizacao-romana1 a civilizacao-romana
1 a civilizacao-romana
 
Da república para o império roma antiga
Da república para o império   roma antigaDa república para o império   roma antiga
Da república para o império roma antiga
 
2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica2 osromanosnapeninsulaibérica
2 osromanosnapeninsulaibérica
 
1° ano - Idade Média Ocidental
1° ano  - Idade Média Ocidental1° ano  - Idade Média Ocidental
1° ano - Idade Média Ocidental
 
A Civilização Romana
A Civilização RomanaA Civilização Romana
A Civilização Romana
 
Violência na História
Violência na HistóriaViolência na História
Violência na História
 
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maiascivilizaçoes pre  colombianas e os astecas incas e maias
civilizaçoes pre colombianas e os astecas incas e maias
 
História da alemanha
História da alemanhaHistória da alemanha
História da alemanha
 
Roma antiga da república ao império
Roma antiga   da república ao impérioRoma antiga   da república ao império
Roma antiga da república ao império
 
América
AméricaAmérica
América
 
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
 

Mais de Janayna Lira

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janayna Lira
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
Janayna Lira
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Janayna Lira
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Janayna Lira
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Janayna Lira
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Janayna Lira
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
Janayna Lira
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
Janayna Lira
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Janayna Lira
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
Janayna Lira
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Janayna Lira
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
Janayna Lira
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Janayna Lira
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
Janayna Lira
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
Janayna Lira
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Janayna Lira
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Janayna Lira
 
O pós guerra no Brasil
O pós guerra no BrasilO pós guerra no Brasil
O pós guerra no Brasil
Janayna Lira
 
A Guerra fria (ppt)
A Guerra fria (ppt)A Guerra fria (ppt)
A Guerra fria (ppt)
Janayna Lira
 
A Guerra Fria (ppt)
A Guerra Fria (ppt)A Guerra Fria (ppt)
A Guerra Fria (ppt)
Janayna Lira
 

Mais de Janayna Lira (20)

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
 
O pós guerra no Brasil
O pós guerra no BrasilO pós guerra no Brasil
O pós guerra no Brasil
 
A Guerra fria (ppt)
A Guerra fria (ppt)A Guerra fria (ppt)
A Guerra fria (ppt)
 
A Guerra Fria (ppt)
A Guerra Fria (ppt)A Guerra Fria (ppt)
A Guerra Fria (ppt)
 

O declínio do Imperio Romano

  • 1.
  • 2. A Idade Média compreende o período entre 476, quando Roma caiu nas mãos dos povos germânicos, e 1453, com a conquista de Constantinopla, capital do Império Romano do Oriente, pelos turcos-otomanos.
  • 3. Assim chamada por corresponder ao período entre a Idade Antiga e a Idade Moderna. Idade das trevas ou um período onde se formou o mundo ocidental?
  • 4.
  • 5.
  • 6.  Fatores:  Fim do expansionismo  Crise do escravismo  Ruralização da economia  Aumento do cristianismo  Cristãos não queriam lutar, eram contra a escravidão e eram monoteístas.  Instabilidade interna  A divisão do Império: tentativa de controlar a crise.  Invasões bárbaras
  • 7.
  • 8. Os romanos chamavam de “bárbaros” todos aqueles que não compartilhavam sua cultura e que não falavam a sua língua, o latim. Eram povos de origem Germânica.
  • 9.  Praticavam a agricultura  Criavam rebanhos de bois, porcos e carneiros.  Caça e pesca  Nômades  Comércio através da troca  Vestiam-se com roupas feitas de peles  Não tinham noção de Estado centralizado  Direito consuetudinário  Leis e costumes transmitidos oralmente  Animistas  Cultuavam as forças da natureza
  • 11. “Os historiadores antigos mal mencionam os hunos. Eles habitam nas margens do Mar Glacial. A sua ferocidade supera tudo. Não cozinham nem temperam o que comem. Alimentam-se de raízes silvestres ou da carne do primeiro animal que aparece, carne esta que esquentam por algum tempo, sobre o dorso de seu cavalo, entre suas próprias pernas. Não possuem abrigo. Entre eles não se usam casas, nem túmulos. Não encontraríamos nem mesmo uma cabana. Passam a vida percorrendo as montanhas e as florestas. São endurecidos desde o berço contra o frio, a fome e a sede. Mesmo em viagem, não entram em habitação sem necessidade absoluta e não se crêem nunca em segurança. Não têm reis nem governantes, mas obedecem a chefes, eleitos em cada circunstância. Quando se lançam ao combate, soltam no ar uma gritaria terrível.” (Amiano Marcelino. Res gestae. Transcrito por Courcelle, Pierre. História literária das grandes invasões germânicas. Petrópolis, Vozes, 1955, pp. 151-152)
  • 12. 1. Responda as questões 1, 2 e 3, p. 26 do livro. 2. Quem eram os povos bárbaros? 3. Os germânicos adotavam o direito consuetudinário e o animismo. O que isso significa? 4. Leia o texto da p. 28 e responda as questões a), b), c) e d), da p. 29 do livro.