SlideShare uma empresa Scribd logo
O RENASCIMENTO CULTURAL
HISTÓRIA
PROFº Guilherme Leone
UM MUNDO EM TRANSIÇÃO
• Grande expansão do comércio na
Baixa Idade Média
• Famílias de das cidades-Estado de
Gênova, Veneza e Florença
inúmeras fortunas devido à
pratica de comércio com outros
países
• Com o feudalismo em declínio, o
trabalho assalariado se expandiu,
os reis reconquistaram grande
parte do poder e a burguesia se
fortaleceu economicamente
• Inovações técnicas e científicas
• Aprimoramento dos instrumentos de
navegação
• Elaboração de mapas mais precisos
• Estudo de astronomia e anatomia
• Descoberta de cura de doenças
• Surgimento da imprensa
UM MUNDO EM TRANSIÇÃO
RENASCIMENTO: UM CONCEITO
CONTROVERSO
• Muitos defenderam e
perceberam essa mudança
• Esse período de renovação
ficou conhecido como
RENASCIMENTO CULTURAL
• Ideia criticada (houve sim
mudanças na Idade Média)
O HUMANISMO
• O homem medieval acreditava que
todos os acontecimentos eram
determinados por Deus
• Alguns intelectuais insatisfeitos
com isso criaram um movimento
conhecido como HUMANISMO
• Utilizavam a civilização da
Antiguidade Clássica como
inspiração
• O ser humano é o centro de tudo
• Natureza, ser humano e cultura da
Antiguidade Clássica e uso da
razão
A INVENÇÃO DA IMPRENSA
• O processo de fabricação de papel
só chega na Europa no século XII
• Foi utilizado pelos mercadores
venezianos para registrar
informações importantes
• Uso da prensa
• A Bíblia de 42 linhas, de 1455 é
considerada o primeiro livro
impresso
• Aumento da produção e venda de
livros
AS INOVAÇÕES CIENTÍFICAS
• Os estudiosos não
aceitavam mais tudo o
que diziam a eles
• Várias teorias foram
contestadas
• Observação do
funcionamento do
corpo humano
A TEORIA HELIOCÊNTRICA
• Por volta do século II, a partir de
observações do céu, o astrônomo
grego Cláudio Ptolomeu formulou
uma teoria que afirmava que a terra
era o centro do universo, e em torno
dela girava o sol e os outros planetas
• Essa era a teoria conhecida como
geocêntrica
• No século XVI uma explicação
diferente de Nicolau Copérnico
afirmava que todos os planetas,
inclusive a terra, girava em torno do
sol
• Essa era a teoria conhecida como
heliocêntrica
O TEMOR DIANTE DA IGREJA
• Copérnico temia
divulgar sua teoria por
causa da Igreja e foi
publicada apenas
pouco tempo antes de
sua morte
• Influenciou as teorias
de Galileu Galilei
AS NAVEGAÇÕES E O IMPULSO A
OUTRAS CIÊNCIAS
• Aumento da
exploração de novas
terras
• Os mapas ainda eram
incompletos
MAPA MUNDI
AS NAVEGAÇÕES E O IMPULSO A
OUTRAS CIÊNCIAS
• Descoberta de novos
animais
• Descoberta de novas
plantas e vegetais
• Mudança na
cartografia
INOVAÇÕES NA MEDICINA
• Andreas Vesalius
estudou a anatomia e a
fisiologia (processos que
ocorrem no corpo
humano, como digestão
e excreção)
• Foi condenado pela
Igreja a peregrinar até
Jerusalém por dissecar o
corpo humano
AS ARTES NO RENASCIMENTO
• Nas obras do renascimento estão
presentes os valores e a religião cristã
• A arte valorizava o ser humano
• O centro da arte renascentista foi a
Península Itálica e principalmente em
cidades como Roma e Florença
• Boa parte foi patrocinada pelos
mecenas, comerciantes ricos e
banqueiros que financiavam e
prestigiavam artistas plásticos,
escultores e cientistas
• O mecenato também era praticado
por príncipes, reis e papas
A ARQUITETURA
• Inspirada na
Antiguidade Clássica
• Estudavam as ruínas dos
edifícios da Roma Antiga
• Uso de linha reta
• Filipo Buenelleschi, um
dos principais nomes
A ESCULTURA
• Embora ainda predominasse o
tema religioso, a anatomia e o
corpo humano passou a ser
valorizado
• Procuravam representar o
homem com o máximo de
fidelidade, pois para eles, o
homem era a figura mais próxima
de Deus
• Donatello, foi um mestre que
inaugurou a arte da escultura
renascentista , um de seus
primeiros trabalhos foi a estátua
de São Jorge
A PINTURA RENASCENTISTA
• Aplicação de perspectiva
• Antes de pintar, os artistas
traçavam linhas no quadros
e faziam o ponto de fuga no
meio do quadro
• Uso de tinta a óleo
• Uso de sombras
• Estudo da anatomia humana
Trabalho de História
• Pintura:
• Masaccio
• Botticelli
• Leonardo da Vinci
• Rafel Sanzio
• Michelangelo Buonarroti
• Hieronymus Bosch
• Teatro:
• Willian Shakespeare
• Literatura no Renascimento
A PINTURA EM FLORENÇA: O
QUATROCENTO
MASACCIO
BOTTICELLI
O RENASCIMENTO EM ROMA: O
CINQUECENTO
LEONARDO DA VINCI
RAFAEL SANZIO
MICHELANGELO
O TETO DA CAPELA SISTINA
A PINTURA NOS PAÍSES BAIXOS
JAN VAN EYCK
HIERONYMUS BOSCH
A LITERATURA
A POESIA
O TEATRO DE WILLIAN SHAKESPEARE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Carlos Pinheiro
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Henrique Tobal Jr.
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
Nefer19
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
Paulo Alexandre
 
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º AnoA Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
Nefer19
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
Aulas de História
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso
Mary Alvarenga
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
Marcos Oliveira
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
edna2
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇOO TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
Ana Selma Sena Santos
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
Edenilson Morais
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
henrique.jay
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
Professor de História
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
Leonardo Caputo
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
Elaine Bogo Pavani
 

Mais procurados (20)

O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
A Civilização Grega - 6º Ano (2016)
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º AnoA Divisão da História (2017) - 6º Ano
A Divisão da História (2017) - 6º Ano
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Palavras cruzadas - feudalimso
Palavras cruzadas  - feudalimso  Palavras cruzadas  - feudalimso
Palavras cruzadas - feudalimso
 
Colonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-americaColonizacao espanhola-america
Colonizacao espanhola-america
 
Revolução Francesa
Revolução FrancesaRevolução Francesa
Revolução Francesa
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
 
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇOO TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
O TEMPO NA HISTÓRIA - HISTÓRIA TEMPO E ESPAÇO
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
 
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O BrasilVinda Da Familia Real Para O Brasil
Vinda Da Familia Real Para O Brasil
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 

Destaque

7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
Janaína Bindá
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
Handel Ching
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Josefa Libório
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
Darlan Campos
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
João Lima
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Cassio Assis
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
PROFºWILTONREIS
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Claudenilson da Silva
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
João Medeiros
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
Portal do Vestibulando
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Patrick Von Braun
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
Valéria Shoujofan
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
VitoriaNunes
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
Samuel Henriques
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
historiamurialdo
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Matheus Andrade
 
Capítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimentoCapítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimento
Auxiliadora
 

Destaque (20)

7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
 
7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural7º anos - O Renascimento Cultural
7º anos - O Renascimento Cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
05 renascimento cultural e cientifico
05   renascimento cultural e cientifico05   renascimento cultural e cientifico
05 renascimento cultural e cientifico
 
1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural1ºano - Renascimento Cultural
1ºano - Renascimento Cultural
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Capítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimentoCapítulo 15 renascimento
Capítulo 15 renascimento
 

Semelhante a renascimento cultural 7º ano

Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento cultural
NAPNE
 
renascimentocultural-.pptx
renascimentocultural-.pptxrenascimentocultural-.pptx
renascimentocultural-.pptx
Ânderson Barbosa
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
caty1998
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Ramiro Bicca
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Inês Oliveira
 
A Ciência Através dos Tempos
A Ciência Através dos TemposA Ciência Através dos Tempos
A Ciência Através dos Tempos
Lucas Campos
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
ednaegiulia
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Henrique Scalzer
 
Renascimento cultural-convertido
Renascimento cultural-convertidoRenascimento cultural-convertido
Renascimento cultural-convertido
Anne Fabriele
 
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
Faga1939
 
Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico
Maida Marciano
 
Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)
Wilton Moretto
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
guest2306886
 
Cultura do palácio contexto
Cultura do palácio   contextoCultura do palácio   contexto
Cultura do palácio contexto
cattonia
 
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
Cap 12   As Origens da Ciência ModernaCap 12   As Origens da Ciência Moderna
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
José Ferreira Júnior
 
revolução cientifica - iluminismo.pdf
revolução cientifica - iluminismo.pdfrevolução cientifica - iluminismo.pdf
revolução cientifica - iluminismo.pdf
Carla Silva
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lua Soriano
 
Renascimento cientifico
Renascimento cientificoRenascimento cientifico
Renascimento cientifico
Samuel Moura
 
Idade média e idade moderna
Idade média e idade modernaIdade média e idade moderna
Idade média e idade moderna
Ramiro Bicca
 

Semelhante a renascimento cultural 7º ano (20)

Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento cultural
 
renascimentocultural-.pptx
renascimentocultural-.pptxrenascimentocultural-.pptx
renascimentocultural-.pptx
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
A Ciência Através dos Tempos
A Ciência Através dos TemposA Ciência Através dos Tempos
A Ciência Através dos Tempos
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural-convertido
Renascimento cultural-convertidoRenascimento cultural-convertido
Renascimento cultural-convertido
 
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
A VERDADEIRA GÊNESE DO RENASCIMENTO, DA REVOLUÇÃO CIENTÍFICA E DA DESCOBERTA ...
 
Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico
 
Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)Renascimento cultural (cap.8)
Renascimento cultural (cap.8)
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Cultura do palácio contexto
Cultura do palácio   contextoCultura do palácio   contexto
Cultura do palácio contexto
 
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
Cap 12   As Origens da Ciência ModernaCap 12   As Origens da Ciência Moderna
Cap 12 As Origens da Ciência Moderna
 
revolução cientifica - iluminismo.pdf
revolução cientifica - iluminismo.pdfrevolução cientifica - iluminismo.pdf
revolução cientifica - iluminismo.pdf
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cientifico
Renascimento cientificoRenascimento cientifico
Renascimento cientifico
 
Idade média e idade moderna
Idade média e idade modernaIdade média e idade moderna
Idade média e idade moderna
 

Mais de Colégio Basic e Colégio Imperatrice

a era vargas (1930-1937)
a era vargas (1930-1937)a era vargas (1930-1937)
a era vargas (1930-1937)
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Os estados unidos no século xix e imperialismo
Os estados unidos no século xix e imperialismo Os estados unidos no século xix e imperialismo
Os estados unidos no século xix e imperialismo
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
grécia - antiguidade clássica - 6ºAno
 grécia - antiguidade clássica -  6ºAno grécia - antiguidade clássica -  6ºAno
grécia - antiguidade clássica - 6ºAno
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
crise de 1929 e a grande depressão
  crise de 1929 e a grande depressão  crise de 1929 e a grande depressão
crise de 1929 e a grande depressão
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
o absolutismo na inglaterra
 o absolutismo na inglaterra o absolutismo na inglaterra
o absolutismo na inglaterra
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINIO FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
escultura surrealista
escultura surrealistaescultura surrealista
Filosofia 9ºano Fenomenologia de Husserl
Filosofia 9ºano  Fenomenologia de HusserlFilosofia 9ºano  Fenomenologia de Husserl
Filosofia 9ºano Fenomenologia de Husserl
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMOO CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
 Thomas Hobbes, Locke e o empirismo Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Filosofia: o racionalismo de Espinosa
Filosofia: o racionalismo de EspinosaFilosofia: o racionalismo de Espinosa
Filosofia: o racionalismo de Espinosa
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do PrazerFilosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
a era vargas (1930-1945)
a era vargas  (1930-1945) a era vargas  (1930-1945)
a era vargas (1930-1945)
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Sociologia:qual a sua tribo?
Sociologia:qual a sua tribo?Sociologia:qual a sua tribo?
Sociologia:qual a sua tribo?
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
reformas religiosas na europa
   reformas religiosas na europa   reformas religiosas na europa
reformas religiosas na europa
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
O diário de anne frank
O diário de anne frankO diário de anne frank
O diário de anne frank
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 

Mais de Colégio Basic e Colégio Imperatrice (20)

a era vargas (1930-1937)
a era vargas (1930-1937)a era vargas (1930-1937)
a era vargas (1930-1937)
 
Os estados unidos no século xix e imperialismo
Os estados unidos no século xix e imperialismo Os estados unidos no século xix e imperialismo
Os estados unidos no século xix e imperialismo
 
grécia - antiguidade clássica - 6ºAno
 grécia - antiguidade clássica -  6ºAno grécia - antiguidade clássica -  6ºAno
grécia - antiguidade clássica - 6ºAno
 
Ascensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismoAscensão do fascismo e nazismo
Ascensão do fascismo e nazismo
 
crise de 1929 e a grande depressão
  crise de 1929 e a grande depressão  crise de 1929 e a grande depressão
crise de 1929 e a grande depressão
 
o absolutismo na inglaterra
 o absolutismo na inglaterra o absolutismo na inglaterra
o absolutismo na inglaterra
 
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINIO FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
O FASCISMO NA ITÁLIA - MUSSOLINI
 
escultura surrealista
escultura surrealistaescultura surrealista
escultura surrealista
 
Filosofia 9ºano Fenomenologia de Husserl
Filosofia 9ºano  Fenomenologia de HusserlFilosofia 9ºano  Fenomenologia de Husserl
Filosofia 9ºano Fenomenologia de Husserl
 
o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)o primeiro reinado (1822-1831)
o primeiro reinado (1822-1831)
 
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMOO CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
O CONSTRUTIVISMO RUSSO E O ABSTRACIONISMO
 
Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
 Thomas Hobbes, Locke e o empirismo Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
Thomas Hobbes, Locke e o empirismo
 
Filosofia: o racionalismo de Espinosa
Filosofia: o racionalismo de EspinosaFilosofia: o racionalismo de Espinosa
Filosofia: o racionalismo de Espinosa
 
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do PrazerFilosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
Filosofia: Herbert Marcuse: A Defesa do Prazer
 
a era vargas (1930-1945)
a era vargas  (1930-1945) a era vargas  (1930-1945)
a era vargas (1930-1945)
 
Sociologia:qual a sua tribo?
Sociologia:qual a sua tribo?Sociologia:qual a sua tribo?
Sociologia:qual a sua tribo?
 
história da sociologia
   história da sociologia   história da sociologia
história da sociologia
 
reformas religiosas na europa
   reformas religiosas na europa   reformas religiosas na europa
reformas religiosas na europa
 
O diário de anne frank
O diário de anne frankO diário de anne frank
O diário de anne frank
 
Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial Minorias na II guerra mundial
Minorias na II guerra mundial
 

Último

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 

Último (20)

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 

renascimento cultural 7º ano

  • 2. UM MUNDO EM TRANSIÇÃO • Grande expansão do comércio na Baixa Idade Média • Famílias de das cidades-Estado de Gênova, Veneza e Florença inúmeras fortunas devido à pratica de comércio com outros países • Com o feudalismo em declínio, o trabalho assalariado se expandiu, os reis reconquistaram grande parte do poder e a burguesia se fortaleceu economicamente
  • 3. • Inovações técnicas e científicas • Aprimoramento dos instrumentos de navegação • Elaboração de mapas mais precisos • Estudo de astronomia e anatomia • Descoberta de cura de doenças • Surgimento da imprensa UM MUNDO EM TRANSIÇÃO
  • 4. RENASCIMENTO: UM CONCEITO CONTROVERSO • Muitos defenderam e perceberam essa mudança • Esse período de renovação ficou conhecido como RENASCIMENTO CULTURAL • Ideia criticada (houve sim mudanças na Idade Média)
  • 5. O HUMANISMO • O homem medieval acreditava que todos os acontecimentos eram determinados por Deus • Alguns intelectuais insatisfeitos com isso criaram um movimento conhecido como HUMANISMO • Utilizavam a civilização da Antiguidade Clássica como inspiração • O ser humano é o centro de tudo • Natureza, ser humano e cultura da Antiguidade Clássica e uso da razão
  • 6. A INVENÇÃO DA IMPRENSA • O processo de fabricação de papel só chega na Europa no século XII • Foi utilizado pelos mercadores venezianos para registrar informações importantes • Uso da prensa • A Bíblia de 42 linhas, de 1455 é considerada o primeiro livro impresso • Aumento da produção e venda de livros
  • 7. AS INOVAÇÕES CIENTÍFICAS • Os estudiosos não aceitavam mais tudo o que diziam a eles • Várias teorias foram contestadas • Observação do funcionamento do corpo humano
  • 8. A TEORIA HELIOCÊNTRICA • Por volta do século II, a partir de observações do céu, o astrônomo grego Cláudio Ptolomeu formulou uma teoria que afirmava que a terra era o centro do universo, e em torno dela girava o sol e os outros planetas • Essa era a teoria conhecida como geocêntrica • No século XVI uma explicação diferente de Nicolau Copérnico afirmava que todos os planetas, inclusive a terra, girava em torno do sol • Essa era a teoria conhecida como heliocêntrica
  • 9. O TEMOR DIANTE DA IGREJA • Copérnico temia divulgar sua teoria por causa da Igreja e foi publicada apenas pouco tempo antes de sua morte • Influenciou as teorias de Galileu Galilei
  • 10. AS NAVEGAÇÕES E O IMPULSO A OUTRAS CIÊNCIAS • Aumento da exploração de novas terras • Os mapas ainda eram incompletos
  • 12. AS NAVEGAÇÕES E O IMPULSO A OUTRAS CIÊNCIAS • Descoberta de novos animais • Descoberta de novas plantas e vegetais • Mudança na cartografia
  • 13. INOVAÇÕES NA MEDICINA • Andreas Vesalius estudou a anatomia e a fisiologia (processos que ocorrem no corpo humano, como digestão e excreção) • Foi condenado pela Igreja a peregrinar até Jerusalém por dissecar o corpo humano
  • 14. AS ARTES NO RENASCIMENTO • Nas obras do renascimento estão presentes os valores e a religião cristã • A arte valorizava o ser humano • O centro da arte renascentista foi a Península Itálica e principalmente em cidades como Roma e Florença • Boa parte foi patrocinada pelos mecenas, comerciantes ricos e banqueiros que financiavam e prestigiavam artistas plásticos, escultores e cientistas • O mecenato também era praticado por príncipes, reis e papas
  • 15. A ARQUITETURA • Inspirada na Antiguidade Clássica • Estudavam as ruínas dos edifícios da Roma Antiga • Uso de linha reta • Filipo Buenelleschi, um dos principais nomes
  • 16. A ESCULTURA • Embora ainda predominasse o tema religioso, a anatomia e o corpo humano passou a ser valorizado • Procuravam representar o homem com o máximo de fidelidade, pois para eles, o homem era a figura mais próxima de Deus • Donatello, foi um mestre que inaugurou a arte da escultura renascentista , um de seus primeiros trabalhos foi a estátua de São Jorge
  • 17. A PINTURA RENASCENTISTA • Aplicação de perspectiva • Antes de pintar, os artistas traçavam linhas no quadros e faziam o ponto de fuga no meio do quadro • Uso de tinta a óleo • Uso de sombras • Estudo da anatomia humana
  • 18. Trabalho de História • Pintura: • Masaccio • Botticelli • Leonardo da Vinci • Rafel Sanzio • Michelangelo Buonarroti • Hieronymus Bosch • Teatro: • Willian Shakespeare • Literatura no Renascimento
  • 19.
  • 20. A PINTURA EM FLORENÇA: O QUATROCENTO
  • 23. O RENASCIMENTO EM ROMA: O CINQUECENTO
  • 27. O TETO DA CAPELA SISTINA
  • 28. A PINTURA NOS PAÍSES BAIXOS
  • 33. O TEATRO DE WILLIAN SHAKESPEARE