SlideShare uma empresa Scribd logo
O
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Os admiradores do Renascimento são chamados de
humanistas, têm conhecimento em várias áreas e
desenvolveram um grande espírito crítico,
sobretudo em relação à sociedade.
Têm consciência de suas capacidades intelectuais e
uma grande autoconfiança, o que levou ao
individualismo.
Individualismo
Afirmação
pessoal de cada
indivíduo e
valorização de
suas
realizações.
 Tomada de Constantinopla (1453): os turcos tomaram a
cidade dos romanos, a população bizantina fugiu para a
Itália, os sábios bizantinos levaram para lá a cultura
clássica.
 As cidades italianas eram grandes centros de comércio,
praticando os nobres e os ricos burgueses o mecenato.
 Existiam na Itália bastantes vestígios da arte greco-
romana, que inspiraram vários artistas. Roma teve
grande relação com o passado clássico.
 Principais cidades divulgadores do Renascimento:
Roma, Gênova, Veneza e Florença.
No decorrer da Idade
Média, o ofício de mercador
foi ganhando importância;
note que o vendedor da
esquerda está pesando a
mercadoria que vai vender,
enquanto os vendedores da
direita medem e ensacam a
mercadoria. A burguesia
enriquecida buscava um
prestígio social e político
correspondente a sua
riqueza material. Essas
mudanças inspiraram o
Renascimento.
Prática exercida pelos burgueses, príncipes e
papas de financiar os artistas, procurando
mostrar o poderio da cidade e ampliar o
prestígio social.
Renascimento
A razão, de acordo com o pensamento da
renascença, era uma manifestação do espírito
humano que colocava o indivíduo mais próximo de
Deus. Ao exercer sua capacidade de questionar o
mundo, o homem simplesmente dava vazão a um
dom concedido por Deus.
Outro aspecto fundamental das obras renascentistas
era o privilégio dado às ações humanas, ou
humanismo. Tal característica representava-se
na reprodução de situações do cotidiano e na
rigorosa reprodução dos traços e formas humanas.
IDADE MÉDIA HUMANISMO
 Teocentrismo
 Valorização da fé
 Cultura cristã e popular
 Valorização da vida
após a morte
 Predomínio da cultura
oral.
 Antropocentrismo
 Valorização da razão e
do espírito crítico
 Adoção da cultura greco-
romana como modelo.
 Valorização da vida
terrena.
 Produção cultural e
científica escrita.
ILUMINURA MEDIEVAL PINTURA RENASCENTISTA
Renascimento
Durante o Renascimento, a técnica
da perspectiva foi descoberta.
Trata-se da forma encontrada pelo
homem para representar figuras
tridimensionais (altura, largura e
comprimento) em uma superfície
plana.
Há muitos anos que os artistas
chegaram a conclusão de que para
fazer com que os objetos pareçam
distantes, é necessário desenhá-los
em tamanho pequeno.
Diversas formas foram elaboradas
para que isso pudesse ser feito
cientificamente. Deu-se o nome de
sistema de perspectiva. Quando
aplicado para pintar pessoas, estas
parecem muito mais sólidas e
naturais.
Renascimento
Renascimento
Renascimento
 Flandres (cidade)
 Inglaterra
 França
 Alemanha
 Espanha
 Portugal
Portugal pôde acompanhar o Renascimento devido às
condições econômicas resultantes da expansão
Renascimento
Principais características:
 Arcos de Volta-Perfeita
 Simplicidade na construção
 Construções; palácios, igrejas, vilas (casa de
descanso fora da cidade), fortalezas (funções
militares)
De Filippo
Brunelleschi.
A cúpula de Santa
María del Fiore,
ou seja,
a Catedral de
Florença
Da Vinci foi mais um
teórico de arquitetura do
que um construtor
prático, com idéias e
projetos que mostraram
sempre uma mente
futurista. Esta sua
primeira investida em
planejamento urbano
inclui estradas projetadas
em dois níveis.
Principais Características:
 Proporção da figura mantendo a sua relação com a
realidade
 Profundidade e perspectiva
 Estudo do corpo e do caráter humano
Michelangelo:
Considerado sinônimo
do Renascimento.
Destacou-se na
arquitetura, escultura
e pintura.
Obras principais:
Pietá Davi, Moisés,
pinturas na Capela
Sistina
Escultura, de
1515.
Encontra-se na
Capela de San
Pietro in Vincoli,
em Roma.
Renascimento
Giotto di Bondone:
pintor e arquiteto italiano.
Um dos precursores do
Renascimento.
Uma das características
de seus trabalhos
é o fato de figuras
sacras assumirem
feição humana,
expressando dor
ou alegria.
Renascimento
Renascimento
Rafael Sanzio:
dedicou-se à pintura
de temas religiosos
e da mitologia
greco-romana.
Representação
perfeita de figuras
humanas que
sugerem a sensação
de movimento.
Sua obra Escola de Atenas,
é um exemplo claro de suas
conquistas nesse sentido.
O afresco representa os
grandes filósofos da Grécia
antiga reunidos em uma
construção renascentista.
No centro, Platão e
Aristóteles .
As figuras tem contorno bem
definido e espaço próprio.
A paisagem de fundo e o
meio ambiente são
construídos
matematicamente.
Renascimento
 Sandro Botticelli:
pintor que abordou
temas religiosos e
mitológicos.
Fez uso das
representações de deuses
gregos e romanos e
pesquisou nessas
civilizações clássicas o que
ele via como a sabedoria
superior.
Seus trabalhos buscam a
perfeição, a beleza e a
pureza humanas
idealizadas.
Principais obras: O
Nascimento de Vênus,
Alegoria da Primavera,
Adoração dos Reis Magos.
A obra Alegoria de
Primavera, de 1478, feita
para decorar a residência
de verão dos Médici.
Renascimento
 Leonardo da Vinci:
Aplicou estudos científicos à
pintura e fez tratados sobre
forma, cor, luz e sombra.
Um elemento importante
introduzido pelo
Renascimento foi o Sfumato –
nome da técnica artística usada para
gerar gradações perfeitas na
criação de luz e sombra de um
desenho ou de uma pintura.
Obras principais de Da Vinci:
Mona Lisa e a Última Ceia.
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento
Renascimento

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
DeaaSouza
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Victor Martins
 
Aula 08 renascimento
Aula 08 renascimentoAula 08 renascimento
Aula 08 renascimento
Elizeu Nascimento Silva
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
Darlan Campos
 
Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
Valdir Medeiros Jr.
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
Valéria Shoujofan
 
7o. ano renascimento na itália
7o. ano  renascimento na itália7o. ano  renascimento na itália
7o. ano renascimento na itália
ArtesElisa
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
rebeccabishop
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
Alan
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
ceufaias
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Ana Batista
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
PROFºWILTONREIS
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Rodrigo Vaz Rui
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Inês Oliveira
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
secretaria estadual de educação
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janaína Tavares
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Cleiton Cunha
 

Mais procurados (20)

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Aula 08 renascimento
Aula 08 renascimentoAula 08 renascimento
Aula 08 renascimento
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
08. Aula de História Geral - Renascimento Cultural
 
Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)Renascimento (Ensino Médio)
Renascimento (Ensino Médio)
 
Renascimento - História Geral
Renascimento - História GeralRenascimento - História Geral
Renascimento - História Geral
 
7o. ano renascimento na itália
7o. ano  renascimento na itália7o. ano  renascimento na itália
7o. ano renascimento na itália
 
Renascimento ppt
Renascimento pptRenascimento ppt
Renascimento ppt
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)Renascimento 1º Unidade (2º ano)
Renascimento 1º Unidade (2º ano)
 

Destaque

A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
Janayna Lira
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
Janaína Bindá
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
Janayna Lira
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
Carlos Pinheiro
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
CRAFTA
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Josefa Libório
 
Atividades com pintura artes2 ano 2009
Atividades  com pintura artes2 ano 2009Atividades  com pintura artes2 ano 2009
Atividades com pintura artes2 ano 2009
beljinaldo
 
Renascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Científico - Prof. Altair AguilarRenascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
Barbara Allexia
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
Cassio Assis
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Denis Gasco
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era NapoleonicaSlide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
ivonete moresco
 
Aula 10 renascimento e humanismo
Aula 10   renascimento e humanismoAula 10   renascimento e humanismo
Aula 10 renascimento e humanismo
Profdaltonjunior
 
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e UrbanoIdade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
aluizioalves
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
João Medeiros
 
6 aula 13 - áfrica atlântica
6   aula 13 - áfrica atlântica6   aula 13 - áfrica atlântica
6 aula 13 - áfrica atlântica
profdu
 

Destaque (20)

A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
 
7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento7º ano - Renascimento
7º ano - Renascimento
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na RenascençaRenascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
Renascimento e Humanismo Definições e Curiosidades Ocultismo na Renascença
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Atividades com pintura artes2 ano 2009
Atividades  com pintura artes2 ano 2009Atividades  com pintura artes2 ano 2009
Atividades com pintura artes2 ano 2009
 
Renascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Científico - Prof. Altair AguilarRenascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
Renascimento Científico - Prof. Altair Aguilar
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
renascimento cultural 7º ano
  renascimento cultural 7º ano  renascimento cultural 7º ano
renascimento cultural 7º ano
 
Renascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e CientíficoRenascimento Cultural e Científico
Renascimento Cultural e Científico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento e Humanismo
Renascimento e HumanismoRenascimento e Humanismo
Renascimento e Humanismo
 
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era NapoleonicaSlide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
Slide trabalho historia - Revolução Francesa e Era Napoleonica
 
Revolução Francesa HQ
Revolução Francesa HQRevolução Francesa HQ
Revolução Francesa HQ
 
Aula 10 renascimento e humanismo
Aula 10   renascimento e humanismoAula 10   renascimento e humanismo
Aula 10 renascimento e humanismo
 
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e UrbanoIdade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
Idade Média: Feudalismo/Renascimento Comercial e Urbano
 
O Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e CientíficoO Renascimento Cultural e Científico
O Renascimento Cultural e Científico
 
6 aula 13 - áfrica atlântica
6   aula 13 - áfrica atlântica6   aula 13 - áfrica atlântica
6 aula 13 - áfrica atlântica
 

Semelhante a Renascimento

Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico
Danilson Silva
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Edenilson Morais
 
Contextualização Lusíadas
Contextualização LusíadasContextualização Lusíadas
Contextualização Lusíadas
Antónia Mancha
 
O que é a arte e outros
O que é a arte e outrosO que é a arte e outros
O que é a arte e outros
Andrea Cortelazzi
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Ellen_Assad
 
3 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp023 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp02
Cibeli Soares Leite
 
camoes
camoescamoes
Arte - Renascimento
Arte - RenascimentoArte - Renascimento
Arte - Renascimento
Antonio Pinto Pereira
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
marlete andrade
 
Slide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptxSlide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptx
FbioFernandesNeres
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
guest2306886
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
LuizAvanzi
 
Renascimento1
Renascimento1Renascimento1
Renascimento1
rosecrisnato
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
Ana Cristina D Assumpcão
 
Renascimento EM 2015
Renascimento EM 2015Renascimento EM 2015
Renascimento EM 2015
Adriana Guimarães Manaro
 
Renascimento humanismo
Renascimento humanismoRenascimento humanismo
Renascimento humanismo
Tio James
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
Angela Santos
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
PatriciaIsabelLeitoM
 

Semelhante a Renascimento (20)

Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico3 renascimento cultural-e_cientifico
3 renascimento cultural-e_cientifico
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Contextualização Lusíadas
Contextualização LusíadasContextualização Lusíadas
Contextualização Lusíadas
 
O que é a arte e outros
O que é a arte e outrosO que é a arte e outros
O que é a arte e outros
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
3 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp023 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp02
 
camoes
camoescamoes
camoes
 
Arte - Renascimento
Arte - RenascimentoArte - Renascimento
Arte - Renascimento
 
Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01Renascimento 120628154736-phpapp01
Renascimento 120628154736-phpapp01
 
Slide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptxSlide Humanismo (2) (1).pptx
Slide Humanismo (2) (1).pptx
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
 
Renascimento1
Renascimento1Renascimento1
Renascimento1
 
História da arte renascimento
História da arte   renascimentoHistória da arte   renascimento
História da arte renascimento
 
Renascimento EM 2015
Renascimento EM 2015Renascimento EM 2015
Renascimento EM 2015
 
Renascimento humanismo
Renascimento humanismoRenascimento humanismo
Renascimento humanismo
 
Apresentacao
ApresentacaoApresentacao
Apresentacao
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
 

Mais de Janayna Lira

Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
Janayna Lira
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Janayna Lira
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Janayna Lira
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Janayna Lira
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Janayna Lira
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
Janayna Lira
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
Janayna Lira
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Janayna Lira
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
Janayna Lira
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Janayna Lira
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
Janayna Lira
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
Janayna Lira
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Janayna Lira
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
Janayna Lira
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
Janayna Lira
 
O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio Romano
Janayna Lira
 
Alta Idade Média
Alta Idade Média Alta Idade Média
Alta Idade Média
Janayna Lira
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Janayna Lira
 
O pós guerra no Brasil
O pós guerra no BrasilO pós guerra no Brasil
O pós guerra no Brasil
Janayna Lira
 

Mais de Janayna Lira (20)

Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
 
O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio Romano
 
Alta Idade Média
Alta Idade Média Alta Idade Média
Alta Idade Média
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
 
O pós guerra no Brasil
O pós guerra no BrasilO pós guerra no Brasil
O pós guerra no Brasil
 

Renascimento

  • 5. Os admiradores do Renascimento são chamados de humanistas, têm conhecimento em várias áreas e desenvolveram um grande espírito crítico, sobretudo em relação à sociedade. Têm consciência de suas capacidades intelectuais e uma grande autoconfiança, o que levou ao individualismo. Individualismo Afirmação pessoal de cada indivíduo e valorização de suas realizações.
  • 6.  Tomada de Constantinopla (1453): os turcos tomaram a cidade dos romanos, a população bizantina fugiu para a Itália, os sábios bizantinos levaram para lá a cultura clássica.  As cidades italianas eram grandes centros de comércio, praticando os nobres e os ricos burgueses o mecenato.  Existiam na Itália bastantes vestígios da arte greco- romana, que inspiraram vários artistas. Roma teve grande relação com o passado clássico.  Principais cidades divulgadores do Renascimento: Roma, Gênova, Veneza e Florença.
  • 7. No decorrer da Idade Média, o ofício de mercador foi ganhando importância; note que o vendedor da esquerda está pesando a mercadoria que vai vender, enquanto os vendedores da direita medem e ensacam a mercadoria. A burguesia enriquecida buscava um prestígio social e político correspondente a sua riqueza material. Essas mudanças inspiraram o Renascimento.
  • 8. Prática exercida pelos burgueses, príncipes e papas de financiar os artistas, procurando mostrar o poderio da cidade e ampliar o prestígio social.
  • 10. A razão, de acordo com o pensamento da renascença, era uma manifestação do espírito humano que colocava o indivíduo mais próximo de Deus. Ao exercer sua capacidade de questionar o mundo, o homem simplesmente dava vazão a um dom concedido por Deus. Outro aspecto fundamental das obras renascentistas era o privilégio dado às ações humanas, ou humanismo. Tal característica representava-se na reprodução de situações do cotidiano e na rigorosa reprodução dos traços e formas humanas.
  • 11. IDADE MÉDIA HUMANISMO  Teocentrismo  Valorização da fé  Cultura cristã e popular  Valorização da vida após a morte  Predomínio da cultura oral.  Antropocentrismo  Valorização da razão e do espírito crítico  Adoção da cultura greco- romana como modelo.  Valorização da vida terrena.  Produção cultural e científica escrita.
  • 12. ILUMINURA MEDIEVAL PINTURA RENASCENTISTA
  • 14. Durante o Renascimento, a técnica da perspectiva foi descoberta. Trata-se da forma encontrada pelo homem para representar figuras tridimensionais (altura, largura e comprimento) em uma superfície plana. Há muitos anos que os artistas chegaram a conclusão de que para fazer com que os objetos pareçam distantes, é necessário desenhá-los em tamanho pequeno. Diversas formas foram elaboradas para que isso pudesse ser feito cientificamente. Deu-se o nome de sistema de perspectiva. Quando aplicado para pintar pessoas, estas parecem muito mais sólidas e naturais.
  • 18.  Flandres (cidade)  Inglaterra  França  Alemanha  Espanha  Portugal Portugal pôde acompanhar o Renascimento devido às condições econômicas resultantes da expansão
  • 20. Principais características:  Arcos de Volta-Perfeita  Simplicidade na construção  Construções; palácios, igrejas, vilas (casa de descanso fora da cidade), fortalezas (funções militares)
  • 21. De Filippo Brunelleschi. A cúpula de Santa María del Fiore, ou seja, a Catedral de Florença
  • 22. Da Vinci foi mais um teórico de arquitetura do que um construtor prático, com idéias e projetos que mostraram sempre uma mente futurista. Esta sua primeira investida em planejamento urbano inclui estradas projetadas em dois níveis.
  • 23. Principais Características:  Proporção da figura mantendo a sua relação com a realidade  Profundidade e perspectiva  Estudo do corpo e do caráter humano
  • 24. Michelangelo: Considerado sinônimo do Renascimento. Destacou-se na arquitetura, escultura e pintura. Obras principais: Pietá Davi, Moisés, pinturas na Capela Sistina
  • 25. Escultura, de 1515. Encontra-se na Capela de San Pietro in Vincoli, em Roma.
  • 27. Giotto di Bondone: pintor e arquiteto italiano. Um dos precursores do Renascimento. Uma das características de seus trabalhos é o fato de figuras sacras assumirem feição humana, expressando dor ou alegria.
  • 30. Rafael Sanzio: dedicou-se à pintura de temas religiosos e da mitologia greco-romana. Representação perfeita de figuras humanas que sugerem a sensação de movimento. Sua obra Escola de Atenas, é um exemplo claro de suas conquistas nesse sentido. O afresco representa os grandes filósofos da Grécia antiga reunidos em uma construção renascentista. No centro, Platão e Aristóteles . As figuras tem contorno bem definido e espaço próprio. A paisagem de fundo e o meio ambiente são construídos matematicamente.
  • 32.  Sandro Botticelli: pintor que abordou temas religiosos e mitológicos. Fez uso das representações de deuses gregos e romanos e pesquisou nessas civilizações clássicas o que ele via como a sabedoria superior. Seus trabalhos buscam a perfeição, a beleza e a pureza humanas idealizadas. Principais obras: O Nascimento de Vênus, Alegoria da Primavera, Adoração dos Reis Magos. A obra Alegoria de Primavera, de 1478, feita para decorar a residência de verão dos Médici.
  • 34.  Leonardo da Vinci: Aplicou estudos científicos à pintura e fez tratados sobre forma, cor, luz e sombra. Um elemento importante introduzido pelo Renascimento foi o Sfumato – nome da técnica artística usada para gerar gradações perfeitas na criação de luz e sombra de um desenho ou de uma pintura. Obras principais de Da Vinci: Mona Lisa e a Última Ceia.