SlideShare uma empresa Scribd logo
   Movimento cultural, político e filosófico,
     ocorrido entre 1680 e 1780, em quase
                 toda a Europa.
       Teve início na Inglaterra, mas se
             sobressaiu na França.
   A quem interessava?

         As idéias defendidas pelos filósofos
       iluministas iam de encontro (à favor) às
      aspirações da burguesia em ascensão, pois
         criticavam as instituições do ANTIGO
        REGIME, preparando o caminho para a
               consolidação desta classe.
 Racionalismo
 Cientificismo
 Direito às liberdades individuais
 Fraternidade
 Igualdade
 Progresso
 Educação/Ensino
   O Absolutismo monárquico
     Contrários à idéia de direito divino dos reis
     Contrários ao mercantilismo (intervenção do
      Estado na economia)
   A participação da Igreja na vida pública
     Eram  anticlericais: contrários ao predomínio da
      Igreja.
     Defendiam o Estado laico.
Os ideais Iluministas influenciaram
        o movimento de independência dos EUA,
                da Revolução Francesa ,
bem como movimentos de independência da América Latina
                   inclusive no Brasil.
Tentativa de reformar o Estado absolutista pelo
próprio Estado, procurando a conciliação entre o
           absolutismo e o liberalismo.
Os ‘déspotas’ ( soberanos absolutos ) colocaram
em prática algumas reformas, influenciados pelo
    espírito liberal do séc. XVIII, expresso pela
                 filosofia iluminista.
         Exemplo: Catarina II, da Rússia
              Frederico II, da Prússia
                 José II, da Áustria
               Carlos III, da Espanha
PAÍS          REI                            MEDIDAS

ÁUSTRIA       JOSÉ II        Fim da servidão
                             Relativa liberdade de imprensa

 RÚSSIA    CATARINA II       Criação do ensino leigo
                             Criação de uma Universidade em Moscou

PRÚSSIA    FREDERICO II      Chamado “o rei filósofo”.
                             Eliminou as torturas em seu país
                             Criou o ensino obrigatório

PORTUGAL        JOSÉ I       Combate à influência inglesa na economia de seu
           (orientado pelo   país.
               ministro      Incrementa a produção industrial
               Pombal)       Combate a influência política da Igreja no seu
                             país atacando e expulsando os jesuítas do reino


ESPANHA     CARLOS III       Reduziu a tortura
                             Reduziu a influência da Inquisição no país
                             Expulsou os jesuítas
Inglês, considerado
“O pai do Iluminismo”.
   Vida, liberdade e
  propriedade – direitos
 inalienáveis do homem;
  governos existem para
       preservá-los.
LIBERALISMO POLÍTICO:
 Defesa da Monarquia
       Parlamentar
    Conhecimento =
   experiência e razão.

                           John Locke
Francês.
                  Defendia que a religião
                    e a política não podem
                       ser confundidas.
                   Teoria da divisão de
                            poderes
                   Harmonia e autonomia
                       entre os poderes.
                    Submissão de todos
                         perante a lei.
                            Obra:

                     Do espírito das leis.
Montesquieu
Francês (origem nobre)
            Defensor do progresso

              Crítica ao clero e à
                   intolerância.
               Igualdade jurídica

                 Liberdade de
                     expressão
             Monarquia ilustrada.

                     Obras:

                Cartas inglesas
             (ou Cartas filosóficas)
Voltaire
Suíço.
             (origem burguesa)
             Soberania popular
           Poder = povo, origem
                A relação entre
           governantes e governados
            deve ser baseada em um
            CONTRATO SOCIAL – os
              governados atribuem
            poderes ao governante e
           este deve proteger os seus
                     direitos
                     Obra:

Rousseau        Contrato social
Diderot   D’Alembert
Texto que agrupava o conjunto de conhecimentos da época,
      além de ser o grande veículo de difusão das idéias
         racionalistas. Obra composta por 28 volumes.
           Organizadores: Diderot e D’Alembert.
Enfrentaram a oposição do Estado e da Igreja, pois os temas
 políticos e religiosos expostos na obra atingiam em cheio as
                 instituições do Antigo Regime.
Alguns pensadores iluministas criticavam o
mercantilismo, a principal prática econômica dos
       Estados europeus naquela época.

 No Mercantilismo, o Estado regulamentava as
 transações econômicas, controlando os preços,
cobrando impostos de importação e exportação.
     Além disso, de acordo com as práticas
   mercantilistas, a riqueza de uma nação era
   medida principalmente pela quantidade de
         metais preciosos que possuía.
O “Pai da economia”
              Não intervenção do
               Estado na economia.
              Livre-concorrência

               Riqueza = trabalho




Adam Smith
   Versão francesa do liberalismo econômico.
   Questionavam o mercantilismo, mas defendiam que
    a riqueza de um Estado deveria ser medida pela
    quantidade e qualidade de bens à disposição de
    seus cidadãos.
   A verdadeira riqueza seria gerada pela natureza,
    sendo a agricultura a principal atividade produtiva.
   Lema: “laissez-faire, laissez-passer”
     Significado:
                 deixai fazer, deixar passar
     Defendiam que as coisas se encaminham por si.
Os princípios discutidos pelos pensadores
iluministas no século orientaram a formação
   de muitos Estados modernos, inclusive o
                    Brasil.
   Vamos ver alguns trechos do principal
         documento legal brasileiro:
   Art. 1º (...) Parágrafo único. Todo poder emana do
    povo, que o exerce por meio de representantes
    eleitos (...)

   Art. 2º. São Poderes da União, independentes e
    harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o
    Judiciário.

   Art. 5º - IX: é livre a expressão da atividade
    intelectual, artística, científica e de comunicação,
    independentemente de censura ou licença.



           Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil:
           promulgada em 5 de outubro de 1988. 35. ed. São Paulo:
           Saraiva, 2005. p. 3;6. (Saraiva de Legislação)
E aí? Consegue perceber a relação entre os
 artigos da nossa Constituição e os filósofos
        iluministas estudados? Tente!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
Daniel Alves Bronstrup
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
Dirair
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
Daniel Alves Bronstrup
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
Edenilson Morais
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
Priscila Azeredo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
harlissoncarvalho
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
Paulo Alexandre
 
A Idade Moderna
A Idade ModernaA Idade Moderna
A Idade Moderna
Paulo Alexandre
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
Aulas de História
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Janaína Tavares
 
Revolução Puritana
Revolução PuritanaRevolução Puritana
Revolução Puritana
Leonardo Caputo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Catedral Curso
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
eunamahcado
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
Over Lane
 
Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
Fabiana Tonsis
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
Leonardo Caputo
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
Silmara Vedoveli
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
Isaquel Silva
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Professor Marcelo
 

Mais procurados (20)

1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
 
Idade média
Idade médiaIdade média
Idade média
 
1° ano império romano - completo
1° ano    império romano - completo1° ano    império romano - completo
1° ano império romano - completo
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
Totalitarismo
TotalitarismoTotalitarismo
Totalitarismo
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
A Idade Moderna
A Idade ModernaA Idade Moderna
A Idade Moderna
 
Brasil Colônia
Brasil ColôniaBrasil Colônia
Brasil Colônia
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Revolução Puritana
Revolução PuritanaRevolução Puritana
Revolução Puritana
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Filosofia moderna
Filosofia moderna Filosofia moderna
Filosofia moderna
 
Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
 
Historia Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8anoHistoria Iluminismo 8ano
Historia Iluminismo 8ano
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 

Destaque

Iluminismo e Independência dos EUA
Iluminismo e Independência dos EUAIluminismo e Independência dos EUA
Iluminismo e Independência dos EUA
Tatiana Rezende
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
Carlos Zaranza
 
Iluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos euaIluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos eua
Profdaltonjunior
 
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
Josivane Love
 
A revolução americana
A revolução americanaA revolução americana
A revolução americana
cattonia
 
A Revolução Americana
A Revolução Americana   A Revolução Americana
A Revolução Americana
Susana Simões
 
Mundo de Sofia Resumo
Mundo de Sofia ResumoMundo de Sofia Resumo
Mundo de Sofia Resumo
Luci Bonini
 

Destaque (7)

Iluminismo e Independência dos EUA
Iluminismo e Independência dos EUAIluminismo e Independência dos EUA
Iluminismo e Independência dos EUA
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
 
Iluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos euaIluminismo e a indepedência dos eua
Iluminismo e a indepedência dos eua
 
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
 
A revolução americana
A revolução americanaA revolução americana
A revolução americana
 
A Revolução Americana
A Revolução Americana   A Revolução Americana
A Revolução Americana
 
Mundo de Sofia Resumo
Mundo de Sofia ResumoMundo de Sofia Resumo
Mundo de Sofia Resumo
 

Semelhante a Iluminismo

Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
Mozão Fraga
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
eduardodemiranda
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
Anna Paula
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
AulasDeHistoriaApoio
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
EnsinoFundamental
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
José Gomes
 
Iluminismos
IluminismosIluminismos
Iluminismos
REYSDS
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
Laerciolns12
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
ILUMINISMO
Nívia Sales
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
ProfessoresColeguium
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
Thamires Liima
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Thamires Liima
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
maida marciano
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
Ócio do Ofício
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
João Medeiros
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Marília Pimentel
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Adrielle Itaparica
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
Alexandroca Simões
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Alessandra Pereira
 

Semelhante a Iluminismo (20)

Iluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecidoIluminismo e despotismo esclarecido
Iluminismo e despotismo esclarecido
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismowww.AulasParticularesApoio.Com.Br - História -  Iluminismo
www.AulasParticularesApoio.Com.Br - História - Iluminismo
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismowww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História - Iluminismo
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - Iluminismo
 
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismowww.ensinofundamental.net.br - História -  Iluminismo
www.ensinofundamental.net.br - História - Iluminismo
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
Iluminismos
IluminismosIluminismos
Iluminismos
 
Antigo Regime
Antigo RegimeAntigo Regime
Antigo Regime
 
ILUMINISMO
ILUMINISMOILUMINISMO
ILUMINISMO
 
Iluminismo 2012
Iluminismo 2012Iluminismo 2012
Iluminismo 2012
 
O Iluminismo
O Iluminismo  O Iluminismo
O Iluminismo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Iluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesasIluminismo e revoluções inglesas
Iluminismo e revoluções inglesas
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O ILUMINISMO
O ILUMINISMOO ILUMINISMO
O ILUMINISMO
 
O Iluminismo
O IluminismoO Iluminismo
O Iluminismo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 

Mais de Janayna Lira

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janayna Lira
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
Janayna Lira
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Janayna Lira
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
Janayna Lira
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
Janayna Lira
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
Janayna Lira
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
Janayna Lira
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
Janayna Lira
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Janayna Lira
 
A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
Janayna Lira
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
Janayna Lira
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Janayna Lira
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
Janayna Lira
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
Janayna Lira
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
Janayna Lira
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
Janayna Lira
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
Janayna Lira
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
Janayna Lira
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
Janayna Lira
 
O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio Romano
Janayna Lira
 

Mais de Janayna Lira (20)

Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Mesopotâmia
MesopotâmiaMesopotâmia
Mesopotâmia
 
Absolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e MercantilismoAbsolutismo e Mercantilismo
Absolutismo e Mercantilismo
 
As grandes navegações
As grandes navegaçõesAs grandes navegações
As grandes navegações
 
Socialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismoSocialismo e anarquismo
Socialismo e anarquismo
 
Rev industrial
Rev industrialRev industrial
Rev industrial
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
A vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasilA vinda da familia real e a independência do brasil
A vinda da familia real e a independência do brasil
 
Era napolônica
Era napolônicaEra napolônica
Era napolônica
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
A colonização do rio grande
A colonização do rio grandeA colonização do rio grande
A colonização do rio grande
 
Revolução francesa
Revolução francesaRevolução francesa
Revolução francesa
 
Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)Independência dos eua (1776)
Independência dos eua (1776)
 
Os primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidadeOs primórdios da humanidade
Os primórdios da humanidade
 
A revolução inglesa
A revolução inglesaA revolução inglesa
A revolução inglesa
 
O começo de tudo
O começo de tudoO começo de tudo
O começo de tudo
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
 
O declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio RomanoO declínio do Imperio Romano
O declínio do Imperio Romano
 

Iluminismo

  • 1.
  • 2. Movimento cultural, político e filosófico, ocorrido entre 1680 e 1780, em quase toda a Europa.  Teve início na Inglaterra, mas se sobressaiu na França.
  • 3. A quem interessava?  As idéias defendidas pelos filósofos iluministas iam de encontro (à favor) às aspirações da burguesia em ascensão, pois criticavam as instituições do ANTIGO REGIME, preparando o caminho para a consolidação desta classe.
  • 4.  Racionalismo  Cientificismo  Direito às liberdades individuais  Fraternidade  Igualdade  Progresso  Educação/Ensino
  • 5. O Absolutismo monárquico  Contrários à idéia de direito divino dos reis  Contrários ao mercantilismo (intervenção do Estado na economia)  A participação da Igreja na vida pública  Eram anticlericais: contrários ao predomínio da Igreja.  Defendiam o Estado laico.
  • 6. Os ideais Iluministas influenciaram o movimento de independência dos EUA, da Revolução Francesa , bem como movimentos de independência da América Latina inclusive no Brasil.
  • 7. Tentativa de reformar o Estado absolutista pelo próprio Estado, procurando a conciliação entre o absolutismo e o liberalismo. Os ‘déspotas’ ( soberanos absolutos ) colocaram em prática algumas reformas, influenciados pelo espírito liberal do séc. XVIII, expresso pela filosofia iluminista. Exemplo: Catarina II, da Rússia Frederico II, da Prússia José II, da Áustria Carlos III, da Espanha
  • 8. PAÍS REI MEDIDAS ÁUSTRIA JOSÉ II Fim da servidão Relativa liberdade de imprensa RÚSSIA CATARINA II Criação do ensino leigo Criação de uma Universidade em Moscou PRÚSSIA FREDERICO II Chamado “o rei filósofo”. Eliminou as torturas em seu país Criou o ensino obrigatório PORTUGAL JOSÉ I Combate à influência inglesa na economia de seu (orientado pelo país. ministro Incrementa a produção industrial Pombal) Combate a influência política da Igreja no seu país atacando e expulsando os jesuítas do reino ESPANHA CARLOS III Reduziu a tortura Reduziu a influência da Inquisição no país Expulsou os jesuítas
  • 9. Inglês, considerado “O pai do Iluminismo”.  Vida, liberdade e propriedade – direitos inalienáveis do homem; governos existem para preservá-los. LIBERALISMO POLÍTICO:  Defesa da Monarquia Parlamentar  Conhecimento = experiência e razão. John Locke
  • 10. Francês.  Defendia que a religião e a política não podem ser confundidas.  Teoria da divisão de poderes  Harmonia e autonomia entre os poderes.  Submissão de todos perante a lei.  Obra: Do espírito das leis. Montesquieu
  • 11. Francês (origem nobre)  Defensor do progresso  Crítica ao clero e à intolerância.  Igualdade jurídica  Liberdade de expressão  Monarquia ilustrada.  Obras: Cartas inglesas (ou Cartas filosóficas) Voltaire
  • 12. Suíço. (origem burguesa) Soberania popular Poder = povo, origem  A relação entre governantes e governados deve ser baseada em um CONTRATO SOCIAL – os governados atribuem poderes ao governante e este deve proteger os seus direitos  Obra: Rousseau Contrato social
  • 13. Diderot D’Alembert
  • 14. Texto que agrupava o conjunto de conhecimentos da época, além de ser o grande veículo de difusão das idéias racionalistas. Obra composta por 28 volumes. Organizadores: Diderot e D’Alembert. Enfrentaram a oposição do Estado e da Igreja, pois os temas políticos e religiosos expostos na obra atingiam em cheio as instituições do Antigo Regime.
  • 15. Alguns pensadores iluministas criticavam o mercantilismo, a principal prática econômica dos Estados europeus naquela época. No Mercantilismo, o Estado regulamentava as transações econômicas, controlando os preços, cobrando impostos de importação e exportação. Além disso, de acordo com as práticas mercantilistas, a riqueza de uma nação era medida principalmente pela quantidade de metais preciosos que possuía.
  • 16. O “Pai da economia”  Não intervenção do Estado na economia.  Livre-concorrência  Riqueza = trabalho Adam Smith
  • 17. Versão francesa do liberalismo econômico.  Questionavam o mercantilismo, mas defendiam que a riqueza de um Estado deveria ser medida pela quantidade e qualidade de bens à disposição de seus cidadãos.  A verdadeira riqueza seria gerada pela natureza, sendo a agricultura a principal atividade produtiva.  Lema: “laissez-faire, laissez-passer”  Significado: deixai fazer, deixar passar  Defendiam que as coisas se encaminham por si.
  • 18. Os princípios discutidos pelos pensadores iluministas no século orientaram a formação de muitos Estados modernos, inclusive o Brasil. Vamos ver alguns trechos do principal documento legal brasileiro:
  • 19. Art. 1º (...) Parágrafo único. Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos (...)  Art. 2º. São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.  Art. 5º - IX: é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença. Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. 35. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 3;6. (Saraiva de Legislação)
  • 20. E aí? Consegue perceber a relação entre os artigos da nossa Constituição e os filósofos iluministas estudados? Tente!