SlideShare uma empresa Scribd logo
Reino Franco
Povos Bárbaros
Dinastia Merovíngia (478-751)
Meroveu (447 – 458):
• União com os Romanos
• Contra os Hunos e outros Povos
• Império Romano – Juliano
(361-363)
Clóvis (481 – 511):
• Unificação da Monarquia
• Terras da França Atual
Reis Indolentes:
• Entregam governo para auxiliares
• “Mordomos do Paço”
Meroveu
Clóvis
de Merovíngios para
Carolíngios
Carlos Martel (717 – 741):
• Vence os árabes na Batalha de
Poitiers (732)
Pepino, o Breve (741 – 768):
• Vence Lombardos no Norte da
Itália
• Acordo com o Papa:
Patrimônio de São Pedro (Apoio
do Papa para destronar Childerico
III)
(743 – 751)
• Coroado Rei dos Francos
(Papa)
• Dinastia Carolíngia
Carolíngios
• Morte de Pepino, o Breve (768)
• Divisão do Reino:
Carlos Magno e Carlomano
Carlos Magno (771- 814):
• Governa Sozinho
• Sagrado Imperador dos Cristãos (800)
• Governa em todas as partes do Reino
para evitar invasão de outros povos
Bárbaros
• Expansão: excelente exército
• Doação de terras
Carolíngios
• Novas terras conquistadas, são
entregues para os principais
soldados ou feito acordos com os
grandes proprietários
(Sociedade Vassálica)
Administração:
• Centralização do Poder
• Condados, Ducados, Marcas
• Sociedade Vassálica
• Missi Dominici
(Emissários do Senhor)
• Feiras para integrar o comércio
europeu
Expansão Carolíngia
Carolíngios
Renascimento Carolíngeo:
• Incentiva educação e cultura
clássica (Greco-Romana)
• Artes e Letras
• Incentivo a Instrução: Escolas com o
apoio da Igreja
• Forma uma corte com os principais
sábios da época
• Incentivo a formação de
Preceptores
• Monges Copistas
• Canto Gregoriano
• Modelos clássicos na Arquitetura
Carolíngios
• Morte de Carlos Magno (814)
Luís, o Piedoso (814 - 840)
• Poder centralizado começa a ruir
• Igreja interfere na administração do
Reino
• Após sua morte guerra
e divisão do Império
• Tratado de Verdun (843):
• Luís, o Germânico: Parte Oriental
da França e Germânia
• Lotário: Lotaríngea (Região Central)
• Carlos II, o Calvo: França Ocidental
• Morte de Lotário: nova divisão
Tratado de Verdun
Roteiro de Estudo
• O IMPÉRIO CAROLÍNGIO ou REINO CRISTÃO DOS FRANCOS
• Atual França.
• Único reino bárbaro relativamente duradouro.
• Dinastia Merovíngia:
– Clóvis (496) – conversão ao cristianismo.
– Conquista da Gália.
– Distribuição de terras entre clero e nobreza.
• Fragmentação do poder.
– Últimos reis da dinastia: Reis Indolentes (incompetência
administrativa).
– Poder de fato: Mordomos do Paço ou do Palácio (espécies de
“prefeitos” ou primeiro ministro).
– Carlos Martel (732) – Bloqueio aos árabes na França (Batalha de
Poitiers).
• Dinastia Carolíngia
• Pepino, o Breve (751 – 768):
• Expulsão dos lombardos da
Península Itálica.
• Doação para a Igreja
(Patrimônio de São Pedro).
• Apoio da Igreja.
• Carlos Magno (768 – 814):
• Auge.
• Guerras de conquista.
• Doações para nobres
• (laços de dependência).
• Centralização relativa.
• Apoio da Igreja (expansão do cristianismo).
• Tentativa de reconstruir o Império Romano do Ocidente.
• Divisão imperial em 300 partes (condados, ducados e
marcas).
• Missi Dominici – funcionários imperiais (burocracia).
• Luís, o Piedoso (814 – 841)
• Enfraquecimento.
• Agravamento da descentralização política.
• Disputas pela sucessão imperial após morte de Luís, o Piedoso.
CARLOS MAGNO
• Tratado de Verdum (843):
• Divisão do Império.
• OCIDENTE – Carlos, o Calvo
(atual França);
• CENTRO – Lotário (atuais
Itália e Suíça);
• ORIENTE – Luís, o
Germânico (atual
Alemanha).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Elaine Bogo Pavani
 
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa modernaInvasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Fatima Freitas
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
marcos ursi
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
dmflores21
 
Idade média feudalismo
Idade média   feudalismoIdade média   feudalismo
Idade média feudalismo
Fatima Freitas
 
Revoltas Coloniais
Revoltas ColoniaisRevoltas Coloniais
Revoltas Coloniais
Edenilson Morais
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Renan Sancio
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
cattonia
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
Renata Telha
 
História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)
Giorgia Marrone
 
Igreja na idade media
Igreja na idade mediaIgreja na idade media
Igreja na idade media
Marcela Marangon Ribeiro
 
Civilização Romana
Civilização RomanaCivilização Romana
Civilização Romana
Lucio Oliveira
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Edenilson Morais
 
Antiguidade clássica grécia
Antiguidade clássica   gréciaAntiguidade clássica   grécia
Antiguidade clássica grécia
Privada
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Bruce Portes
 
O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
Dalton Lopes Reis Jr.
 

Mais procurados (20)

Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa modernaInvasões bárbaras e formação da europa moderna
Invasões bárbaras e formação da europa moderna
 
Baixa idade média
Baixa idade médiaBaixa idade média
Baixa idade média
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Idade média feudalismo
Idade média   feudalismoIdade média   feudalismo
Idade média feudalismo
 
Revoltas Coloniais
Revoltas ColoniaisRevoltas Coloniais
Revoltas Coloniais
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
A queda do império romano
A queda do império romanoA queda do império romano
A queda do império romano
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
 
1 a queda do império romano em 476d
1   a queda do império romano em 476d1   a queda do império romano em 476d
1 a queda do império romano em 476d
 
História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)História Idade Média (Francos)
História Idade Média (Francos)
 
Igreja na idade media
Igreja na idade mediaIgreja na idade media
Igreja na idade media
 
Civilização Romana
Civilização RomanaCivilização Romana
Civilização Romana
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)Idade média:   Alta Idade Média (séc. v- x)
Idade média: Alta Idade Média (séc. v- x)
 
Antiguidade clássica grécia
Antiguidade clássica   gréciaAntiguidade clássica   grécia
Antiguidade clássica grécia
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
O império carolíngio
O império carolíngioO império carolíngio
O império carolíngio
 

Destaque

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
Carlos Zaranza
 
Sociedade mineradora
Sociedade mineradoraSociedade mineradora
Sociedade mineradora
Carlos Zaranza
 
Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
 Revolução Industrial - www.carloszaranza.com Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
Carlos Zaranza
 
Revolução Francesa
Revolução Francesa Revolução Francesa
Revolução Francesa
Carlos Zaranza
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Carlos Zaranza
 
Grecia Antiga
Grecia Antiga Grecia Antiga
Grecia Antiga
Carlos Zaranza
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
Carlos Zaranza
 
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Carlos Zaranza
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Carlos Zaranza
 
Muralhasda china
Muralhasda chinaMuralhasda china
Muralhasda china
Carlos Zaranza
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Carlos Zaranza
 
Desenrolando o Egito
Desenrolando o EgitoDesenrolando o Egito
Desenrolando o Egito
Carlos Zaranza
 
Mesopotamia
Mesopotamia Mesopotamia
Mesopotamia
Carlos Zaranza
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
Carlos Zaranza
 
America espanhola
America espanholaAmerica espanhola
America espanhola
Carlos Zaranza
 
Revolução inglesa e absolutismo
Revolução inglesa e absolutismoRevolução inglesa e absolutismo
Revolução inglesa e absolutismo
Carlos Zaranza
 
China antiga 1
China antiga 1China antiga 1
China antiga 1
Carlos Zaranza
 
Grecia antiga 2011
Grecia antiga 2011Grecia antiga 2011
Grecia antiga 2011
Carlos Zaranza
 
Hebreus, Fencios e Persas
Hebreus, Fencios e PersasHebreus, Fencios e Persas
Hebreus, Fencios e Persas
Carlos Zaranza
 
Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
Carlos Zaranza
 

Destaque (20)

Roma antiga
Roma antigaRoma antiga
Roma antiga
 
Sociedade mineradora
Sociedade mineradoraSociedade mineradora
Sociedade mineradora
 
Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
 Revolução Industrial - www.carloszaranza.com Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
Revolução Industrial - www.carloszaranza.com
 
Revolução Francesa
Revolução Francesa Revolução Francesa
Revolução Francesa
 
Iluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.comIluminismo - www.carloszaranza.com
Iluminismo - www.carloszaranza.com
 
Grecia Antiga
Grecia Antiga Grecia Antiga
Grecia Antiga
 
Mesopotamia
MesopotamiaMesopotamia
Mesopotamia
 
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
Brasil - a marcha da colonização da América portuguesa 2016
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Muralhasda china
Muralhasda chinaMuralhasda china
Muralhasda china
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Desenrolando o Egito
Desenrolando o EgitoDesenrolando o Egito
Desenrolando o Egito
 
Mesopotamia
Mesopotamia Mesopotamia
Mesopotamia
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
 
America espanhola
America espanholaAmerica espanhola
America espanhola
 
Revolução inglesa e absolutismo
Revolução inglesa e absolutismoRevolução inglesa e absolutismo
Revolução inglesa e absolutismo
 
China antiga 1
China antiga 1China antiga 1
China antiga 1
 
Grecia antiga 2011
Grecia antiga 2011Grecia antiga 2011
Grecia antiga 2011
 
Hebreus, Fencios e Persas
Hebreus, Fencios e PersasHebreus, Fencios e Persas
Hebreus, Fencios e Persas
 
Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
 

Semelhante a Império Carolíngio - os francos

O reino dos francos e a formação do feudalismo
O reino dos francos e a formação do feudalismoO reino dos francos e a formação do feudalismo
O reino dos francos e a formação do feudalismo
fernandacarolinestang
 
Alta Idade Média
Alta Idade MédiaAlta Idade Média
Alta Idade Média
cecilianoclaro
 
A idade média no ocidente
A idade média no ocidenteA idade média no ocidente
A idade média no ocidente
guest85fbf7c
 
A idade média no ocidente
A idade média no ocidenteA idade média no ocidente
A idade média no ocidente
guest85fbf7c
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
Adriana Gomes Messias
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
Over Lane
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
Nelia Salles Nantes
 
O feudalismo 2015
O feudalismo 2015O feudalismo 2015
O feudalismo 2015
Denis Gasco
 
Feudalismo e Bárbaros
Feudalismo e BárbarosFeudalismo e Bárbaros
Feudalismo e Bárbaros
dmflores21
 
Capítulo 1 idade média
Capítulo 1 idade médiaCapítulo 1 idade média
Capítulo 1 idade média
biarabighi
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
Denis Gasco
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
historiando
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
Denis Gasco
 
Povos Barbaros
Povos BarbarosPovos Barbaros
Povos Barbaros
Anuque
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
historiando
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
historiando
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
Luana Alves
 
Idade media1
Idade media1Idade media1
Idade media1
vithor
 

Semelhante a Império Carolíngio - os francos (20)

O reino dos francos e a formação do feudalismo
O reino dos francos e a formação do feudalismoO reino dos francos e a formação do feudalismo
O reino dos francos e a formação do feudalismo
 
Alta Idade Média
Alta Idade MédiaAlta Idade Média
Alta Idade Média
 
A idade média no ocidente
A idade média no ocidenteA idade média no ocidente
A idade média no ocidente
 
A idade média no ocidente
A idade média no ocidenteA idade média no ocidente
A idade média no ocidente
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
 
Idade média 1 ano
Idade média 1 anoIdade média 1 ano
Idade média 1 ano
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
 
O feudalismo 2015
O feudalismo 2015O feudalismo 2015
O feudalismo 2015
 
Feudalismo e Bárbaros
Feudalismo e BárbarosFeudalismo e Bárbaros
Feudalismo e Bárbaros
 
Capítulo 1 idade média
Capítulo 1 idade médiaCapítulo 1 idade média
Capítulo 1 idade média
 
O feudalismo
O feudalismoO feudalismo
O feudalismo
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
 
Povos Barbaros
Povos BarbarosPovos Barbaros
Povos Barbaros
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
 
Os francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingioOs francos, imp. carolingio
Os francos, imp. carolingio
 
Aula 5
Aula 5Aula 5
Aula 5
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Idade media1
Idade media1Idade media1
Idade media1
 

Mais de Carlos Zaranza

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
Carlos Zaranza
 
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroO movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
Carlos Zaranza
 
Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018
Carlos Zaranza
 
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaAfricanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Carlos Zaranza
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
Carlos Zaranza
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
Carlos Zaranza
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
Carlos Zaranza
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
Carlos Zaranza
 
Revolução industrial atividade revisão
Revolução industrial   atividade revisãoRevolução industrial   atividade revisão
Revolução industrial atividade revisão
Carlos Zaranza
 
4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito
Carlos Zaranza
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostila
Carlos Zaranza
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
Carlos Zaranza
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
Carlos Zaranza
 
Ariano Suassuna
Ariano SuassunaAriano Suassuna
Ariano Suassuna
Carlos Zaranza
 
Atividades diversificadas
Atividades diversificadasAtividades diversificadas
Atividades diversificadas
Carlos Zaranza
 
Modernismo e suas gerações no brasil sintetico
Modernismo e suas gerações no brasil sinteticoModernismo e suas gerações no brasil sintetico
Modernismo e suas gerações no brasil sintetico
Carlos Zaranza
 
Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistas
Carlos Zaranza
 
Semana de arte moderna 22
Semana de arte moderna 22Semana de arte moderna 22
Semana de arte moderna 22
Carlos Zaranza
 
Gabarito p2 3 trim 2013
Gabarito p2 3 trim 2013Gabarito p2 3 trim 2013
Gabarito p2 3 trim 2013
Carlos Zaranza
 
3 trim revisão prova II
3 trim revisão prova II3 trim revisão prova II
3 trim revisão prova II
Carlos Zaranza
 

Mais de Carlos Zaranza (20)

O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiroO ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
O ciclo do ouro durante o período colonial brasileiro
 
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiroO movimento abolicionista durante o império brasileiro
O movimento abolicionista durante o império brasileiro
 
Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018Retrabalho Inove 2018
Retrabalho Inove 2018
 
Africanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistênciaAfricanos no Brasil - dominação e resistência
Africanos no Brasil - dominação e resistência
 
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas8 ano  2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
8 ano 2 tri P2 revisaço com gabarito discursivas
 
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
8o ano história 2 trimestre p2 revisaço sem gabarito
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial texto de aprofundamento
Revolução industrial   texto de aprofundamentoRevolução industrial   texto de aprofundamento
Revolução industrial texto de aprofundamento
 
Revolução industrial atividade revisão
Revolução industrial   atividade revisãoRevolução industrial   atividade revisão
Revolução industrial atividade revisão
 
4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito4 bim ativ interventiva - gabarito
4 bim ativ interventiva - gabarito
 
História do cinema brasileiro - apostila
História do cinema brasileiro -  apostilaHistória do cinema brasileiro -  apostila
História do cinema brasileiro - apostila
 
Cinema brasileiro
Cinema brasileiroCinema brasileiro
Cinema brasileiro
 
História da Música Brasileira
História da Música BrasileiraHistória da Música Brasileira
História da Música Brasileira
 
Ariano Suassuna
Ariano SuassunaAriano Suassuna
Ariano Suassuna
 
Atividades diversificadas
Atividades diversificadasAtividades diversificadas
Atividades diversificadas
 
Modernismo e suas gerações no brasil sintetico
Modernismo e suas gerações no brasil sinteticoModernismo e suas gerações no brasil sintetico
Modernismo e suas gerações no brasil sintetico
 
Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistas
 
Semana de arte moderna 22
Semana de arte moderna 22Semana de arte moderna 22
Semana de arte moderna 22
 
Gabarito p2 3 trim 2013
Gabarito p2 3 trim 2013Gabarito p2 3 trim 2013
Gabarito p2 3 trim 2013
 
3 trim revisão prova II
3 trim revisão prova II3 trim revisão prova II
3 trim revisão prova II
 

Último

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 

Império Carolíngio - os francos

  • 3. Dinastia Merovíngia (478-751) Meroveu (447 – 458): • União com os Romanos • Contra os Hunos e outros Povos • Império Romano – Juliano (361-363) Clóvis (481 – 511): • Unificação da Monarquia • Terras da França Atual Reis Indolentes: • Entregam governo para auxiliares • “Mordomos do Paço” Meroveu Clóvis
  • 4. de Merovíngios para Carolíngios Carlos Martel (717 – 741): • Vence os árabes na Batalha de Poitiers (732) Pepino, o Breve (741 – 768): • Vence Lombardos no Norte da Itália • Acordo com o Papa: Patrimônio de São Pedro (Apoio do Papa para destronar Childerico III) (743 – 751) • Coroado Rei dos Francos (Papa) • Dinastia Carolíngia
  • 5. Carolíngios • Morte de Pepino, o Breve (768) • Divisão do Reino: Carlos Magno e Carlomano Carlos Magno (771- 814): • Governa Sozinho • Sagrado Imperador dos Cristãos (800) • Governa em todas as partes do Reino para evitar invasão de outros povos Bárbaros • Expansão: excelente exército • Doação de terras
  • 6. Carolíngios • Novas terras conquistadas, são entregues para os principais soldados ou feito acordos com os grandes proprietários (Sociedade Vassálica) Administração: • Centralização do Poder • Condados, Ducados, Marcas • Sociedade Vassálica • Missi Dominici (Emissários do Senhor) • Feiras para integrar o comércio europeu
  • 8. Carolíngios Renascimento Carolíngeo: • Incentiva educação e cultura clássica (Greco-Romana) • Artes e Letras • Incentivo a Instrução: Escolas com o apoio da Igreja • Forma uma corte com os principais sábios da época • Incentivo a formação de Preceptores • Monges Copistas • Canto Gregoriano • Modelos clássicos na Arquitetura
  • 9. Carolíngios • Morte de Carlos Magno (814) Luís, o Piedoso (814 - 840) • Poder centralizado começa a ruir • Igreja interfere na administração do Reino • Após sua morte guerra e divisão do Império • Tratado de Verdun (843): • Luís, o Germânico: Parte Oriental da França e Germânia • Lotário: Lotaríngea (Região Central) • Carlos II, o Calvo: França Ocidental • Morte de Lotário: nova divisão
  • 12. • O IMPÉRIO CAROLÍNGIO ou REINO CRISTÃO DOS FRANCOS • Atual França. • Único reino bárbaro relativamente duradouro. • Dinastia Merovíngia: – Clóvis (496) – conversão ao cristianismo. – Conquista da Gália. – Distribuição de terras entre clero e nobreza. • Fragmentação do poder. – Últimos reis da dinastia: Reis Indolentes (incompetência administrativa). – Poder de fato: Mordomos do Paço ou do Palácio (espécies de “prefeitos” ou primeiro ministro). – Carlos Martel (732) – Bloqueio aos árabes na França (Batalha de Poitiers).
  • 13. • Dinastia Carolíngia • Pepino, o Breve (751 – 768): • Expulsão dos lombardos da Península Itálica. • Doação para a Igreja (Patrimônio de São Pedro). • Apoio da Igreja. • Carlos Magno (768 – 814): • Auge. • Guerras de conquista. • Doações para nobres • (laços de dependência). • Centralização relativa.
  • 14. • Apoio da Igreja (expansão do cristianismo). • Tentativa de reconstruir o Império Romano do Ocidente. • Divisão imperial em 300 partes (condados, ducados e marcas). • Missi Dominici – funcionários imperiais (burocracia). • Luís, o Piedoso (814 – 841) • Enfraquecimento. • Agravamento da descentralização política. • Disputas pela sucessão imperial após morte de Luís, o Piedoso. CARLOS MAGNO
  • 15. • Tratado de Verdum (843): • Divisão do Império. • OCIDENTE – Carlos, o Calvo (atual França); • CENTRO – Lotário (atuais Itália e Suíça); • ORIENTE – Luís, o Germânico (atual Alemanha).