SlideShare uma empresa Scribd logo
Não investir no ensino de Ciências equivale a
investir na pobreza intelectual e material, e é
um luxo que não podemos nos dar.
A Ciência é uma arma carregada de futuro.
GOLOMBEK, D. A. (2009)
MODELOS ATÔMICOS
Prof. Marcelo
MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
Preocupação com a constituição da
matéria: século V a.C., na Grécia.
Por volta do ano 400 a.C., os filósofos
gregos Leucipo e Demócrito,
elaboraram a teoria atômica, segundo
a qual toda matéria era constituída por
minúsculas partículas, às quais deram
o nome de átomos.
MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
FILÓSOFOS GREGOS
350 a.C.
Aristóteles
aprimorou a
idéia dos 4
elementos,
associando a
eles
qualidades.
MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
Em 1808, o cientista inglês
John Dalton, com base em
experiências sobre gases e
reações químicas, forneceu
uma explicação da natureza
da matéria
MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
Características do átomo:
- Seria maciço e indivisível
- Seria extremamente pequeno e teria uma forma
esférica
- Todos os átomos de um elemento químico
teriam exatamente a mesma massa
- Numa reação química, os átomos não são
criados nem destruídos: são simplesmente
rearranjados, originando outras substâncias
MODELO ATÔMICO DE DALTON
O modelo atômico de Dalton fica conhecido
como modelo da “bola de bilhar”
MODELO ATÔMICO DE DALTON
MODELO ATÔMICO DE THOMSON
(A DESCOBERTA DO ELÉTRON –
A 1ª PARTÍCULA SUBATÔMICA)
TUBO DE
RAIOS CATÓDICOS Década de 1850: os
cientistas começaram a
estudar a condução de
corrente elétrica em
gases, a baixas
pressões e elevadas
voltagens.
TUBO DE
RAIOS CATÓDICOS
Thomson pode notar
que os raios catódicos
eram desviados por um
campo elétrico. Pelo
sentido do desvio,
concluiu-se que eram
partículas negativas.
MODELO ATÔMICO DE THOMSON
(A DESCOBERTA DO ELÉTRON –
A 1ª PARTÍCULA SUBATÔMICA)
MODELO ATÔMICO DE THOMSON
TUBO DE RAIOS CATÓDICOS
Tubos de imagem de televisão são tubos de
raio catódicos; uma imagem de televisão é o
resultado da fluorescência da tela do
aparelho.
Esse modelo é conhecido
como “modelo do pudim
com passas”, onde o
átomo seria formado por
uma esfera de carga
positiva, possuindo em
sua superfície elétrons
incrustados
MODELO ATÔMICO DE THOMSON
RADIOATIVIDADE
Os estudos de Becquerel e do casal Curie
levaram à descoberta da radioatividade e
de estranhos elementos que emitiam
energia de origem desconhecida
MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD
Em 1911, Ernest Rutherford realizou experiências
bombardeando uma finíssima lâmina de ouro
(10-4
mm de espessura) com partículas (α), cuja
carga elétrica é positiva (+2), emitidas pelo
polônio, um material radioativo
Experiência de Rutherford
MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD
Da experiência, Rutherford concluiu que:
- No átomo há grandes espaços vazios
- No centro do átomo existe um núcleo
muito pequeno e denso
- O núcleo do átomo tem carga positiva; foi
Rutherford que as chamou de prótons
MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD
“modelo planetário”
CHADWICK – O NÊUTRON
Em 1932, o inglês James Chadwick
descobriu uma outra partícula
subatômica de massa muito próxima à do
próton, porém sem carga elétrica. Essa
partícula, que passou a ser chamada de
nêutron, localiza-se no núcleo do átomo,
juntamente com os prótons.
MODELO ATÔMICO DE CLÁSSICO
O átomo é constituído de um núcleo, onde se
encontram os prótons e os nêutrons, e de uma
eletrosfera, onde estão os elétrons
Algumas características físicas das
partículas atômicas fundamentais:
MODELO ATÔMICO DE CLÁSSICO
Quark: a última partícula?
Em 1963, o físico Gell-Mann previu
que prótons e nêutrons seriam
formados por partículas ainda
menores – os quarks. Com essa
teoria, ele recebeu o prêmio Nobel em
1969
Quark: a última partícula?
Experiências recentes indicam que a subdivisão
da matéria talvez ainda possa continuar...
Modelos  atômicos 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evolução dos modelos atômicos
Evolução dos modelos atômicosEvolução dos modelos atômicos
Evolução dos modelos atômicos
ProfessorWaldecirDaQuimica
 
Evolução do modelo atómico
Evolução do modelo atómicoEvolução do modelo atómico
Evolução do modelo atómico
Francisco Cruz
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
MrciodePaula2
 
Radioatividade histórico
Radioatividade históricoRadioatividade histórico
Radioatividade histórico
Karol Maia
 
Evolução da Teoria Atômica
Evolução da Teoria AtômicaEvolução da Teoria Atômica
Evolução da Teoria Atômica
Jubiana Gomes
 
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de DaltonApresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
Silvio Alex Pinto Bernardo
 
Apresentação1 1 trabalho- para cd
Apresentação1   1 trabalho- para cdApresentação1   1 trabalho- para cd
Apresentação1 1 trabalho- para cd
Francisco Serrenho
 
Átomo
ÁtomoÁtomo
Átomo
ntecaxambu
 
Charme das partículas
Charme das partículasCharme das partículas
Charme das partículas
bragaeliete
 
Feltre cap4 atomística
Feltre cap4 atomísticaFeltre cap4 atomística
Feltre cap4 atomística
Prislaine Magalhães
 
Guião
GuiãoGuião
Guião
franciscaf
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
Karol Maia
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Waldir Montenegro
 
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
Paulo Souto
 
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balmModelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
Maresha Vaz Sansaloni
 
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate HistóricoAula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
Instituto Iprodesc
 
Manual de química 3ª parte
Manual de química 3ª parteManual de química 3ª parte
Manual de química 3ª parte
Paulo Frederico Manuel
 

Mais procurados (17)

Evolução dos modelos atômicos
Evolução dos modelos atômicosEvolução dos modelos atômicos
Evolução dos modelos atômicos
 
Evolução do modelo atómico
Evolução do modelo atómicoEvolução do modelo atómico
Evolução do modelo atómico
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
 
Radioatividade histórico
Radioatividade históricoRadioatividade histórico
Radioatividade histórico
 
Evolução da Teoria Atômica
Evolução da Teoria AtômicaEvolução da Teoria Atômica
Evolução da Teoria Atômica
 
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de DaltonApresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
Apresentacao 1 anos - Modelo atomico de Dalton
 
Apresentação1 1 trabalho- para cd
Apresentação1   1 trabalho- para cdApresentação1   1 trabalho- para cd
Apresentação1 1 trabalho- para cd
 
Átomo
ÁtomoÁtomo
Átomo
 
Charme das partículas
Charme das partículasCharme das partículas
Charme das partículas
 
Feltre cap4 atomística
Feltre cap4 atomísticaFeltre cap4 atomística
Feltre cap4 atomística
 
Guião
GuiãoGuião
Guião
 
Radioatividade
RadioatividadeRadioatividade
Radioatividade
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
 
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
Apostilamoderna 091013123707-phpapp02
 
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balmModelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
Modelos atômicos dalton thomson rutherford e balm
 
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate HistóricoAula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
Aula 1 modulo 2 - Modelos Atômicos - um resgate Histórico
 
Manual de química 3ª parte
Manual de química 3ª parteManual de química 3ª parte
Manual de química 3ª parte
 

Destaque

Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
José Marcelo Cangemi
 
A Origem Dos Elementos
A Origem Dos Elementos A Origem Dos Elementos
A Origem Dos Elementos
Ana Antunes
 
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de GasesProjeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
Marco Coghi
 
Aula 2 Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
Aula 2   Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)Aula 2   Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
Aula 2 Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
José Marcelo Cangemi
 
Física atômica
Física atômicaFísica atômica
Física atômica
Pedr457
 
Gases industriales
Gases industrialesGases industriales
Gases industriales
Sixto Angel Luque Perez
 
Hidrogênio
HidrogênioHidrogênio
Hidrogênio
Jim Naturesa
 
Dica vunesp 2014
Dica vunesp 2014Dica vunesp 2014
Dica vunesp 2014
José Marcelo Cangemi
 
Cursinho COC - Franca - Modelos Atômicos 2012
Cursinho COC - Franca - Modelos  Atômicos 2012Cursinho COC - Franca - Modelos  Atômicos 2012
Cursinho COC - Franca - Modelos Atômicos 2012
José Marcelo Cangemi
 
Dica fuvest 2014
Dica fuvest 2014Dica fuvest 2014
Dica fuvest 2014
José Marcelo Cangemi
 
Aula modelo atômico Bohr 2012
Aula modelo atômico Bohr   2012Aula modelo atômico Bohr   2012
Aula modelo atômico Bohr 2012
José Marcelo Cangemi
 
Modelo Atómico de Thompson
Modelo Atómico de ThompsonModelo Atómico de Thompson
Modelo Atómico de Thompson
Dr. Marcelo Ramos
 
quimica geral Aula 02
quimica geral Aula 02quimica geral Aula 02
quimica geral Aula 02
Manim Edições
 
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos QuímicosAula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
José Marcelo Cangemi
 
Separação de misturas 2012
Separação de misturas 2012   Separação de misturas 2012
Separação de misturas 2012
José Marcelo Cangemi
 
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estruturaAula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
Maiquel Vieira
 
5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton
Rebeca Vale
 
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usosAulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
Maiquel Vieira
 
Modelo de Thomson
Modelo de Thomson Modelo de Thomson
Modelo de Thomson
David Alcon
 
Aula estrutura atomica
Aula estrutura atomicaAula estrutura atomica
Aula estrutura atomica
dandias5
 

Destaque (20)

Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
Revisão 2013 (mod. 1 a 3)
 
A Origem Dos Elementos
A Origem Dos Elementos A Origem Dos Elementos
A Origem Dos Elementos
 
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de GasesProjeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
Projeto Instalação de um Tanque Criogênico de Gases
 
Aula 2 Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
Aula 2   Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)Aula 2   Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
Aula 2 Gases Industriais - 2012 (UNIFEB)
 
Física atômica
Física atômicaFísica atômica
Física atômica
 
Gases industriales
Gases industrialesGases industriales
Gases industriales
 
Hidrogênio
HidrogênioHidrogênio
Hidrogênio
 
Dica vunesp 2014
Dica vunesp 2014Dica vunesp 2014
Dica vunesp 2014
 
Cursinho COC - Franca - Modelos Atômicos 2012
Cursinho COC - Franca - Modelos  Atômicos 2012Cursinho COC - Franca - Modelos  Atômicos 2012
Cursinho COC - Franca - Modelos Atômicos 2012
 
Dica fuvest 2014
Dica fuvest 2014Dica fuvest 2014
Dica fuvest 2014
 
Aula modelo atômico Bohr 2012
Aula modelo atômico Bohr   2012Aula modelo atômico Bohr   2012
Aula modelo atômico Bohr 2012
 
Modelo Atómico de Thompson
Modelo Atómico de ThompsonModelo Atómico de Thompson
Modelo Atómico de Thompson
 
quimica geral Aula 02
quimica geral Aula 02quimica geral Aula 02
quimica geral Aula 02
 
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos QuímicosAula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
Aula 1 (2012) Introdução aos Processos Químicos
 
Separação de misturas 2012
Separação de misturas 2012   Separação de misturas 2012
Separação de misturas 2012
 
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estruturaAula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
Aula 3 - Modelos atômicos - Átomos e sua estrutura
 
5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton
 
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usosAulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
Aulas de química para o Enem - Matéria, suas propriedades e usos
 
Modelo de Thomson
Modelo de Thomson Modelo de Thomson
Modelo de Thomson
 
Aula estrutura atomica
Aula estrutura atomicaAula estrutura atomica
Aula estrutura atomica
 

Semelhante a Modelos atômicos 2012

Modelos atômicos 2012
Modelos  atômicos 2012Modelos  atômicos 2012
Modelos atômicos 2012
José Marcelo Cangemi
 
Modelos atômicos 2013 coc
Modelos  atômicos 2013   cocModelos  atômicos 2013   coc
Modelos atômicos 2013 coc
José Marcelo Cangemi
 
Modelos atômicos 2013 objetivo ituverava
Modelos  atômicos 2013   objetivo ituveravaModelos  atômicos 2013   objetivo ituverava
Modelos atômicos 2013 objetivo ituverava
José Marcelo Cangemi
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
Claysson Xavier
 
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptxAtomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
MarianaFERRARISILVEI
 
Estudo do átomo e modelos (1).pptx
Estudo do átomo e modelos (1).pptxEstudo do átomo e modelos (1).pptx
Estudo do átomo e modelos (1).pptx
MichelleCristinaDeAl
 
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃOATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
ORISVALDO SANTANA
 
Apresenta+º+úo modelos atomicos
Apresenta+º+úo modelos atomicosApresenta+º+úo modelos atomicos
Apresenta+º+úo modelos atomicos
glayconpataquini
 
2. a constituição da matéria átomo
2. a constituição da matéria   átomo2. a constituição da matéria   átomo
2. a constituição da matéria átomo
karlinha soares
 
Estrutura atômica
Estrutura atômica Estrutura atômica
Estrutura atômica
ProfªThaiza Montine
 
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptxESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
AdrianaPontes17
 
O átomo
O átomoO átomo
Modelo atômico de Rutherford
Modelo atômico de RutherfordModelo atômico de Rutherford
Modelo atômico de Rutherford
Estude Mais
 
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
Vídeo Aulas Apoio
 
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  ejaModelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
MarilenePsilva
 
Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)
Karol Maia
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
Juliane Vieira
 
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOSMODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
GABRIELLYMACIEL4
 
Aula elementos químicos
Aula elementos químicosAula elementos químicos
Aula elementos químicos
kaliandra Lisboa
 
Modelo atômico
Modelo atômicoModelo atômico
Modelo atômico
Davi Gonçalves Valério
 

Semelhante a Modelos atômicos 2012 (20)

Modelos atômicos 2012
Modelos  atômicos 2012Modelos  atômicos 2012
Modelos atômicos 2012
 
Modelos atômicos 2013 coc
Modelos  atômicos 2013   cocModelos  atômicos 2013   coc
Modelos atômicos 2013 coc
 
Modelos atômicos 2013 objetivo ituverava
Modelos  atômicos 2013   objetivo ituveravaModelos  atômicos 2013   objetivo ituverava
Modelos atômicos 2013 objetivo ituverava
 
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicosHistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
HistóRia Da QuíMica E Modelos AtôMicos
 
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptxAtomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
Atomo, modelos, distribuição eletrônica.pptx
 
Estudo do átomo e modelos (1).pptx
Estudo do átomo e modelos (1).pptxEstudo do átomo e modelos (1).pptx
Estudo do átomo e modelos (1).pptx
 
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃOATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
ATOMÍSTICA-INTRODUÇÃO
 
Apresenta+º+úo modelos atomicos
Apresenta+º+úo modelos atomicosApresenta+º+úo modelos atomicos
Apresenta+º+úo modelos atomicos
 
2. a constituição da matéria átomo
2. a constituição da matéria   átomo2. a constituição da matéria   átomo
2. a constituição da matéria átomo
 
Estrutura atômica
Estrutura atômica Estrutura atômica
Estrutura atômica
 
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptxESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
ESTUDANDO A MATÉRIA E SEUS MODELOS.pptx
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
Modelo atômico de Rutherford
Modelo atômico de RutherfordModelo atômico de Rutherford
Modelo atômico de Rutherford
 
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aulawww.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
www.centroapoio.com - Química - Número Atômico - Vídeo Aula
 
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  ejaModelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr  eja
Modelos Atômicos:Dalton, Thomson,Rutherford e Bohr eja
 
Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOSMODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
MODELOS ATOMICOS, TABELA PERIÓDICA, CÁLCULOS QUÍMICOS
 
Aula elementos químicos
Aula elementos químicosAula elementos químicos
Aula elementos químicos
 
Modelo atômico
Modelo atômicoModelo atômico
Modelo atômico
 

Mais de José Marcelo Cangemi

A luz visível 2022 9º ano vivenda
A luz visível 2022   9º ano vivendaA luz visível 2022   9º ano vivenda
A luz visível 2022 9º ano vivenda
José Marcelo Cangemi
 
Equilibrio iônico
Equilibrio iônicoEquilibrio iônico
Equilibrio iônico
José Marcelo Cangemi
 
Cinética Química coc
Cinética Química cocCinética Química coc
Cinética Química coc
José Marcelo Cangemi
 
Cotidianode ácidos, bases e sais.
Cotidianode ácidos, bases e sais.Cotidianode ácidos, bases e sais.
Cotidianode ácidos, bases e sais.
José Marcelo Cangemi
 
Apresentação cotidiano óxidos 2013 coc
Apresentação cotidiano óxidos 2013 cocApresentação cotidiano óxidos 2013 coc
Apresentação cotidiano óxidos 2013 coc
José Marcelo Cangemi
 
Termoqumica 2013 objetivo
Termoqumica 2013   objetivoTermoqumica 2013   objetivo
Termoqumica 2013 objetivo
José Marcelo Cangemi
 
3º ano forças intermoleculares - objetivo
3º ano   forças intermoleculares - objetivo3º ano   forças intermoleculares - objetivo
3º ano forças intermoleculares - objetivo
José Marcelo Cangemi
 
Ligações químicas 2013 objetivo
Ligações químicas 2013   objetivoLigações químicas 2013   objetivo
Ligações químicas 2013 objetivo
José Marcelo Cangemi
 
1º ano separação de misturas 2013 - coc franca
1º ano   separação de misturas 2013 - coc franca1º ano   separação de misturas 2013 - coc franca
1º ano separação de misturas 2013 - coc franca
José Marcelo Cangemi
 
Dispersões 2013 objetivo
Dispersões 2013   objetivoDispersões 2013   objetivo
Dispersões 2013 objetivo
José Marcelo Cangemi
 
Poluição da água objetivo ituverava - 2013
Poluição da água   objetivo ituverava - 2013Poluição da água   objetivo ituverava - 2013
Poluição da água objetivo ituverava - 2013
José Marcelo Cangemi
 
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
José Marcelo Cangemi
 
Aula modelo atômico bohr 2013
Aula modelo atômico bohr   2013Aula modelo atômico bohr   2013
Aula modelo atômico bohr 2013
José Marcelo Cangemi
 
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
José Marcelo Cangemi
 
áGua objetivo ituverava - 2013
áGua   objetivo ituverava - 2013áGua   objetivo ituverava - 2013
áGua objetivo ituverava - 2013
José Marcelo Cangemi
 
Mod. 1 ciência e química - objetivo ituverava
Mod. 1   ciência e química - objetivo ituveravaMod. 1   ciência e química - objetivo ituverava
Mod. 1 ciência e química - objetivo ituverava
José Marcelo Cangemi
 
Aula modelo atômico bohr 2013 - coc
Aula modelo atômico bohr   2013 - cocAula modelo atômico bohr   2013 - coc
Aula modelo atômico bohr 2013 - coc
José Marcelo Cangemi
 
Massas atômicas e moleculares coc 2013
Massas atômicas e moleculares   coc 2013Massas atômicas e moleculares   coc 2013
Massas atômicas e moleculares coc 2013
José Marcelo Cangemi
 
Mod. 1 os estados físicos da matéria - coc
Mod. 1   os estados físicos da matéria - cocMod. 1   os estados físicos da matéria - coc
Mod. 1 os estados físicos da matéria - coc
José Marcelo Cangemi
 
Isomeria óptica 2012
Isomeria óptica   2012Isomeria óptica   2012
Isomeria óptica 2012
José Marcelo Cangemi
 

Mais de José Marcelo Cangemi (20)

A luz visível 2022 9º ano vivenda
A luz visível 2022   9º ano vivendaA luz visível 2022   9º ano vivenda
A luz visível 2022 9º ano vivenda
 
Equilibrio iônico
Equilibrio iônicoEquilibrio iônico
Equilibrio iônico
 
Cinética Química coc
Cinética Química cocCinética Química coc
Cinética Química coc
 
Cotidianode ácidos, bases e sais.
Cotidianode ácidos, bases e sais.Cotidianode ácidos, bases e sais.
Cotidianode ácidos, bases e sais.
 
Apresentação cotidiano óxidos 2013 coc
Apresentação cotidiano óxidos 2013 cocApresentação cotidiano óxidos 2013 coc
Apresentação cotidiano óxidos 2013 coc
 
Termoqumica 2013 objetivo
Termoqumica 2013   objetivoTermoqumica 2013   objetivo
Termoqumica 2013 objetivo
 
3º ano forças intermoleculares - objetivo
3º ano   forças intermoleculares - objetivo3º ano   forças intermoleculares - objetivo
3º ano forças intermoleculares - objetivo
 
Ligações químicas 2013 objetivo
Ligações químicas 2013   objetivoLigações químicas 2013   objetivo
Ligações químicas 2013 objetivo
 
1º ano separação de misturas 2013 - coc franca
1º ano   separação de misturas 2013 - coc franca1º ano   separação de misturas 2013 - coc franca
1º ano separação de misturas 2013 - coc franca
 
Dispersões 2013 objetivo
Dispersões 2013   objetivoDispersões 2013   objetivo
Dispersões 2013 objetivo
 
Poluição da água objetivo ituverava - 2013
Poluição da água   objetivo ituverava - 2013Poluição da água   objetivo ituverava - 2013
Poluição da água objetivo ituverava - 2013
 
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
Teoria atômico molecular - objetivo ituverava 2013
 
Aula modelo atômico bohr 2013
Aula modelo atômico bohr   2013Aula modelo atômico bohr   2013
Aula modelo atômico bohr 2013
 
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013Tratamento de água   objetivo ituverava - 2013
Tratamento de água objetivo ituverava - 2013
 
áGua objetivo ituverava - 2013
áGua   objetivo ituverava - 2013áGua   objetivo ituverava - 2013
áGua objetivo ituverava - 2013
 
Mod. 1 ciência e química - objetivo ituverava
Mod. 1   ciência e química - objetivo ituveravaMod. 1   ciência e química - objetivo ituverava
Mod. 1 ciência e química - objetivo ituverava
 
Aula modelo atômico bohr 2013 - coc
Aula modelo atômico bohr   2013 - cocAula modelo atômico bohr   2013 - coc
Aula modelo atômico bohr 2013 - coc
 
Massas atômicas e moleculares coc 2013
Massas atômicas e moleculares   coc 2013Massas atômicas e moleculares   coc 2013
Massas atômicas e moleculares coc 2013
 
Mod. 1 os estados físicos da matéria - coc
Mod. 1   os estados físicos da matéria - cocMod. 1   os estados físicos da matéria - coc
Mod. 1 os estados físicos da matéria - coc
 
Isomeria óptica 2012
Isomeria óptica   2012Isomeria óptica   2012
Isomeria óptica 2012
 

Último

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 

Último (20)

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 

Modelos atômicos 2012

  • 1. Não investir no ensino de Ciências equivale a investir na pobreza intelectual e material, e é um luxo que não podemos nos dar. A Ciência é uma arma carregada de futuro. GOLOMBEK, D. A. (2009)
  • 3.
  • 4. MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO Preocupação com a constituição da matéria: século V a.C., na Grécia.
  • 5. Por volta do ano 400 a.C., os filósofos gregos Leucipo e Demócrito, elaboraram a teoria atômica, segundo a qual toda matéria era constituída por minúsculas partículas, às quais deram o nome de átomos. MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
  • 7. 350 a.C. Aristóteles aprimorou a idéia dos 4 elementos, associando a eles qualidades. MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
  • 8. Em 1808, o cientista inglês John Dalton, com base em experiências sobre gases e reações químicas, forneceu uma explicação da natureza da matéria MODELOS ATÔMICOS - INTRODUÇÃO
  • 9. Características do átomo: - Seria maciço e indivisível - Seria extremamente pequeno e teria uma forma esférica - Todos os átomos de um elemento químico teriam exatamente a mesma massa - Numa reação química, os átomos não são criados nem destruídos: são simplesmente rearranjados, originando outras substâncias MODELO ATÔMICO DE DALTON
  • 10. O modelo atômico de Dalton fica conhecido como modelo da “bola de bilhar” MODELO ATÔMICO DE DALTON
  • 11. MODELO ATÔMICO DE THOMSON (A DESCOBERTA DO ELÉTRON – A 1ª PARTÍCULA SUBATÔMICA) TUBO DE RAIOS CATÓDICOS Década de 1850: os cientistas começaram a estudar a condução de corrente elétrica em gases, a baixas pressões e elevadas voltagens.
  • 12. TUBO DE RAIOS CATÓDICOS Thomson pode notar que os raios catódicos eram desviados por um campo elétrico. Pelo sentido do desvio, concluiu-se que eram partículas negativas. MODELO ATÔMICO DE THOMSON (A DESCOBERTA DO ELÉTRON – A 1ª PARTÍCULA SUBATÔMICA)
  • 13. MODELO ATÔMICO DE THOMSON TUBO DE RAIOS CATÓDICOS Tubos de imagem de televisão são tubos de raio catódicos; uma imagem de televisão é o resultado da fluorescência da tela do aparelho.
  • 14. Esse modelo é conhecido como “modelo do pudim com passas”, onde o átomo seria formado por uma esfera de carga positiva, possuindo em sua superfície elétrons incrustados MODELO ATÔMICO DE THOMSON
  • 15. RADIOATIVIDADE Os estudos de Becquerel e do casal Curie levaram à descoberta da radioatividade e de estranhos elementos que emitiam energia de origem desconhecida
  • 16. MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD Em 1911, Ernest Rutherford realizou experiências bombardeando uma finíssima lâmina de ouro (10-4 mm de espessura) com partículas (α), cuja carga elétrica é positiva (+2), emitidas pelo polônio, um material radioativo
  • 17. Experiência de Rutherford MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD
  • 18. Da experiência, Rutherford concluiu que: - No átomo há grandes espaços vazios - No centro do átomo existe um núcleo muito pequeno e denso - O núcleo do átomo tem carga positiva; foi Rutherford que as chamou de prótons MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD “modelo planetário”
  • 19. CHADWICK – O NÊUTRON Em 1932, o inglês James Chadwick descobriu uma outra partícula subatômica de massa muito próxima à do próton, porém sem carga elétrica. Essa partícula, que passou a ser chamada de nêutron, localiza-se no núcleo do átomo, juntamente com os prótons.
  • 20. MODELO ATÔMICO DE CLÁSSICO O átomo é constituído de um núcleo, onde se encontram os prótons e os nêutrons, e de uma eletrosfera, onde estão os elétrons
  • 21. Algumas características físicas das partículas atômicas fundamentais: MODELO ATÔMICO DE CLÁSSICO
  • 22. Quark: a última partícula? Em 1963, o físico Gell-Mann previu que prótons e nêutrons seriam formados por partículas ainda menores – os quarks. Com essa teoria, ele recebeu o prêmio Nobel em 1969
  • 23. Quark: a última partícula? Experiências recentes indicam que a subdivisão da matéria talvez ainda possa continuar...