SlideShare uma empresa Scribd logo
Logística eLogística e
Gerenciamento daGerenciamento da
Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
• Alta inflação.
• Gestão totalmente financeira.
• Política industrial protegida.
• Cliente sem escolha. Falta de opção.
• Acesso restrito às inovações
tecnológicas.
• Domínio das empresas familiares.
• Negligência total com os processos.
• Abertura da economia brasileira.
• Competitividade Internacional.
• Acesso às inovações tecnológicas.
• Ganho oriundo da eficiência
na operação.
• Reestruturação dos
processos.
9%
23%
38%
0%
5%
10%
15%
20%
25%
30%
35%
40%
1989 1996 2001
+400%
Participação do capital estrangeiro na receita do
comércio varejista do Brasil (500 maiores).
Fonte : Exame Maiores e Melhores
População
crescente
População
crescente
GlobalizaçãoGlobalização
Cliente mais
exigente
Cliente mais
exigente
Ciclo de vida dos
produtos curto
Ciclo de vida dos
produtos curto
Mais
concorrência
Mais
concorrência
Mais Pontos
de Venda
Mais Pontos
de Venda
Mais
Fornecedores
Mais
Fornecedores
Complexidade
nos processos
Complexidade
nos processosMargens
apertadas
Margens
apertadas
Estoque
Transporte
O processo logísticoO processo logístico
integraintegra
Armazenamento
Informações
Manuseio
de Materiais
EmbalagemFluxoFluxo
Produção Distribuição/
Armazenamento
Pontos de
Venda
Cliente
Logística reversa
A cadeia de suprimentos, também
chamada Rede Logística consiste em
fornecedores, centros defornecedores, centros de
produção, depósitos, centros deprodução, depósitos, centros de
distribuição, varejistas, além dedistribuição, varejistas, além de
matérias-primas, estoques dematérias-primas, estoques de
produtos em processos e produtosprodutos em processos e produtos
acabadosacabados que se deslocam entre as
instalações. (Simchi-Levi, 2010. p. 33)
Logística de Suprimentos
Funções da Cadeia de suprimentos:
• Atender o cliente final de acordo com suas
necessidades de datas de recebimento;
• Planejar as compras conforme a
necessidade da produção;
• Programar a produção conforme a
necessidade do cliente;
• Controlar todas as atividades de maneira
integrada para assegurar o cumprimento
das metas estabelecidas.
Principais atividades da Cadeia
de Suprimentos:
Transportes
Manutenção de estoques
Processamento de pedidos
Aquisição
Embalagem
Armazenagem
Manuseio de materiais
Manutenção de informações.
Logística de Suprimentos
A Cadeia de Suprimentos
Podemos separar as atividades da GCS em
quatro categorias: Planejamento, Compras,
Produção e Entrega. Isso não quer dizer
que a GCS substitui outros setores da
empresa, e sim que se integra com estas
áreas para obter mais eficiência nas
operações da organização.
A Cadeia de Suprimentos
Planejamento
• Previsão de demanda: criar previsões
realistas de quanto produto será necessário e
onde.
• Precificação: participar do processo de
valoração do produto.
• Gestão de Inventário: determinar a
quantidade de material que será armazenada,
e seu fluxo, para atingir as metas planejadas.
A Cadeia de Suprimentos
Compras
• Constatação da necessidade de comprar.
• Requisição de compra.
• Cotação (solicitação de preços e prazos)
• Seleção de fornecedor(es)
• Discussão com o requisitante.
• Emissão do pedido de compra.
• Entrega/Recebimento do produto
• Informação ao setor de compras
• Encaminhamento da(s) N.F.(s).
• Abastecimento do setor de produção.
• Pagamento ao fornecedor
A Cadeia de Suprimentos
Compras
Quando é que se toma “posse da
mercadoria” solicitada ao fornecedor?
• Quando se assina a N.F. no momento
em que se recebe a mesma.
A Cadeia de Suprimentos
Produção
• Desenvolvimento de produtos: idealização
do produto, com o objetivo de alcançar um
desenvolvimento compatível com a
otimização dos custos logísticos.
• Cronograma de produção: definição do
cronograma de produção (em função da
demanda) para redução de custos da
operação.
• Gestão de Instalações: gestão de
equipamentos, suprimentos e consumíveis.
A Cadeia de Suprimentos
Entrega
• Gestão de Transportes: movimentação de
materiais pelos diversos meios
disponíveis.
• Gestão de Pedidos e Entregas:
coordenação junto às áreas administrativas
dos pedidos dos clientes, para melhorar
tempos de entrega mantendo os custos
operacionais sob controle.
EDI integrado à cadeia logística
Adaptado de EAN Brasil – EDI Aplicado à cadeia
de abastecimento
Logística de SuprimentoLogística de Suprimento
Logística de Produção
Logística de Distribuição
Logística ReversaLogística Reversa
L o g í s t ic a d e S u p r im e n t o
L o g í s t ic a d e P r o d u ç ã o
L o g í s t ic a d e D is t r ib u iç ã o
L o g í s t ic a R e v e r s a
F O R N E C E D O R
C O M P R A
T R A N S P O R T E
M O V IM E N T A Ç Ã O
IN T E R N A
S IN A L D E
D E M A N D A
E X P E D I Ç Ã O
( C O N T R O L E
D E S A Í D A )
T R A N S P O R T E
C L IE N T E
P R O D U Ç Ã O
Compras/suprimentos
• Suprimento é o ITEM COMPRADO,
FABRICADO, ADMINISTRADO,
MOVIMENTADO, ARMAZENADO,
PROCESSADO E TRANSPORTADO
dentro e fora da empresa.
Classificação dos suprimentos:
• Matérias-primas;
• Equipamentos ou peças de composição de
um produto;
• Peças de reposição de equipamentos;
• Os produtos de um comércio;
• Mix de produtos de um varejista;
• Informação;
• Mão de obra;
• Material para reciclagem, etc.
Compras/suprimentos
• Todo suprimento recebe um
código numérico, chamado de
peça, material item, SKU (Stock
Keeping Unit- Unidade de
Manutenção de
Estoque),suprimento.
SKU- Unidade de Manutenção
de Estoque
• Um número SKU é essencial para ajudar o
gerenciamento da empresa e controle de inventário,
permitindo que os consumidores localizem
produtos com maior facilidade.
• Um SKU é essencialmente uma sequência de dígitos
alfa-numéricos usada para identificar um produto.
• Pode ser comumente encontrado acima do código de
barras no verso da embalagem de um produto
SKU- Unidade de Manutenção
de Estoque
• É um identificador que simplifica a gestão dos
produtos e o stock.
• Pode ser utilizado para identificar um tipo de
produto diferenciado por cor, marca, tamanho etc.
Por exemplo no caso de uma T-shirt o SKU
pode ser SKU 12345-BRN-XL no qual BRN
indica a cor e XL o tamanho.
Exemplo de SKU
Fluxograma de compras
• Mostra os estágios das solicitações até
a emissão do pedido de compras. (ver
página 24).
Cargos e funções da área de
compras/suprimentos
• Diretor de suprimentos: administra todos os negócios
de compras e é o negociador direto com os principais
fornecedores. Aprova as compras.
• Gerente de suprimentos: gerencia as operações do
departamento de suprimentos, negocia com
fornecedores, aprova pedidos de compra, avalia
fornecedores, etc.
• Supervisor de compras: analisa e aprova pedidos de
compras, visita fornecedores, etc.
• Comprador técnico: cadastra fornecedores e pesquisa
novos, emite os pedidos de compras, mantém o
cadastro dos fornecedores atualizado.
Cargos e funções da área de
compras/suprimentos
• Comprador de materiais de almoxarifado e
material administrativo: recebe aquisições de
compras, faz cotações, emite pedidos de compras, etc.
• Auxiliar de compras: recebe as solicitações de
compras, controla os pedidos de compra, etc.
• Acompanhador de compras (flow-up): acompanha os
prazos de entrega dos pedidos, realiza contatos com
fornecedores.
Procedimentos para compras
• Dependendo da empresa, podem existir até quatro níveis
de aprovação de um pedido de compra:
1º) nível 1: para compras sem cotações. Estipulado um valor,
basta a assinatura do comprador.
2º) nível 2: compras de materiais de consumo provisório ou
único. Estipulado um valor, assinatura do comprador e de
seu superior imediato.
3º) nível 3: compras de materiais de consumo permanente
(assinatura final do diretor de suprimentos)
4º) nível 4: compras de bens permanentes (assinatura do
diretor de suprimentos e do diretor financeiro).
Modelo de Distribuição SEM intermediárioModelo de Distribuição SEM intermediário
 
09 transações comerciais.
Empresa
1
Grupo de
Consumidor 1
Empresa
2
Grupo de
Consumidor 2
Empresa
3
Grupo de
Consumidor 3
Modelo de Distribuição COM intermediárioModelo de Distribuição COM intermediário
 
06 transações comerciais.
Empresa
1
Grupo de
Consumidor
1
Empresa
2
Grupo de
Consumidor
2
Empresa
3
Grupo de
Consumidor
3
IntermediárioIntermediário
Classificação das cadeias de
suprimentos
• Cadeia interna: são as operações e
atividades que ocorrem dentro de uma empresa
(estoques e compras).
• Cadeia imediata: representa os fornecedores
diretos e os clientes distribuidores (varejo,
atacados, etc).
• Cadeia total: é a visão da cadeia contemplando
os fornecedores até a origem da matéria-prima e
os clientes dos clientes até o consumidor final.
Logística de Suprimentos
Logística de Suprimentos
Oportunidades de melhorias na CS
• Uma cadeia de suprimentos que funciona
bem é aquela em que há uma integração
eficiente entre fornecedores, fabricantes,
depósitos e varejo.
Estudo de caso: livro p. 125 a 132. Trabalho
e em grupo. Apresentação das conclusões.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de EstoqueApresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Adélia Aparecida Da Silva Cossoniche
 
Distribuição e Transporte
Distribuição e TransporteDistribuição e Transporte
Distribuição e Transporte
william ribeiro
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
Felippi Perez
 
07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l
Homero Alves de Lima
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
Adilson Paradella
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gerisval Pessoa
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
Charles Rebouças
 
Aula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoqueAula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoque
RicardoSilva562385
 
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De EstoquesAula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Vinícius Luiz
 
GESTÃO DE SUPRIMENTOS
GESTÃO DE SUPRIMENTOSGESTÃO DE SUPRIMENTOS
GESTÃO DE SUPRIMENTOS
EXPEDITO SILVA
 
Introdução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoquesIntrodução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoques
ProfessorRogerioSant
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
Robson Costa
 
Logistica empresarial
Logistica empresarialLogistica empresarial
Logistica empresarial
Denis Carlos Sodré
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
Gilberto Freitas
 
Aula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abcAula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abc
Moises Ribeiro
 
Aulas logística 1
Aulas logística 1Aulas logística 1
Aulas logística 1
Sebastião Nascimento
 
Estoque e Armazenagem
Estoque e ArmazenagemEstoque e Armazenagem
Estoque e Armazenagem
Josiel Dias
 
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de materialLogística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Marcelo Aparecido Sampaio
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
HealthMinds Academy
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
Sheila Moreira Bezerra
 

Mais procurados (20)

Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de EstoqueApresentação Armazenagem e Controle de Estoque
Apresentação Armazenagem e Controle de Estoque
 
Distribuição e Transporte
Distribuição e TransporteDistribuição e Transporte
Distribuição e Transporte
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 
07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l
 
Aula 1 conceitos básicos
Aula 1   conceitos básicosAula 1   conceitos básicos
Aula 1 conceitos básicos
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
 
Aula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoqueAula21082020 ferramentas de estoque
Aula21082020 ferramentas de estoque
 
Aula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De EstoquesAula 1.4 GestãO De Estoques
Aula 1.4 GestãO De Estoques
 
GESTÃO DE SUPRIMENTOS
GESTÃO DE SUPRIMENTOSGESTÃO DE SUPRIMENTOS
GESTÃO DE SUPRIMENTOS
 
Introdução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoquesIntrodução à gestão de estoques
Introdução à gestão de estoques
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
 
Logistica empresarial
Logistica empresarialLogistica empresarial
Logistica empresarial
 
Logística e distribuição
Logística e distribuiçãoLogística e distribuição
Logística e distribuição
 
Aula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abcAula de introdução a curva abc
Aula de introdução a curva abc
 
Aulas logística 1
Aulas logística 1Aulas logística 1
Aulas logística 1
 
Estoque e Armazenagem
Estoque e ArmazenagemEstoque e Armazenagem
Estoque e Armazenagem
 
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de materialLogística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de material
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
 

Destaque

Logística de suprimentos
Logística de suprimentosLogística de suprimentos
Logística de suprimentos
Igor Onofre
 
Log reversa
Log reversaLog reversa
Log reversa
Carine Correia
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Joaquim Antonio de Souza Ribeiro
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Daniel Camargos Frade
 
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
Leinylson Fontinele
 
Supply Chain Management
Supply Chain ManagementSupply Chain Management
Supply Chain Management
Willian dos Santos Abreu
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística EmpresarialGestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
Francisco Simas
 
JSA_Logística Suprimentos
JSA_Logística SuprimentosJSA_Logística Suprimentos
JSA_Logística Suprimentos
Salvador Abreu
 
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíSticaApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
Caio Marin
 
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM - Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
SOBRINHO, Samuel Rodrigues Lopes
 
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTOLOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
A_Jorge_Silva
 
Logística integrada
Logística integradaLogística integrada
Logística integrada
Nancy Rios Reyes
 
Previsao de Demanda
Previsao de DemandaPrevisao de Demanda
Previsao de Demanda
Pedro Alexandre Cabral
 
Aula Compras
Aula ComprasAula Compras
Aula Compras
Wilian Gatti Jr
 
Curso Passe no Vestibular e ENEM
Curso Passe no Vestibular e ENEMCurso Passe no Vestibular e ENEM
Curso Passe no Vestibular e ENEM
Fabio Lima
 
Cadeia de Suprimentos
Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
Willian dos Santos Abreu
 
Organogramas
OrganogramasOrganogramas
Organogramas
cattonia
 
Embalagens na logística e transportes
Embalagens na logística e transportesEmbalagens na logística e transportes
Embalagens na logística e transportes
Felippi Perez
 
FONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIAFONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIA
Márcio Hilário
 
Logística de produção
Logística de produçãoLogística de produção
Logística de produção
Sandro Souza
 

Destaque (20)

Logística de suprimentos
Logística de suprimentosLogística de suprimentos
Logística de suprimentos
 
Log reversa
Log reversaLog reversa
Log reversa
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de SuprimentosGestão da Cadeia de Suprimentos
Gestão da Cadeia de Suprimentos
 
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
Logística - Logística e Cadeia de Suprimentos - instagram.com/cursos_de_logis...
 
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
Sistemas Cooperativos Aula 12 - Técnicas (Colaboração em processos de negócio)
 
Supply Chain Management
Supply Chain ManagementSupply Chain Management
Supply Chain Management
 
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística EmpresarialGestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
Gestão da Cadeia de Suprimentos - Logística Empresarial
 
JSA_Logística Suprimentos
JSA_Logística SuprimentosJSA_Logística Suprimentos
JSA_Logística Suprimentos
 
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíSticaApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
ApresentaçãO Do Departamento De Suprimentos E LogíStica
 
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM - Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
Logística - Cadeia de Suprimentos - SCM -
 
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTOLOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
LOGÍSTICA & OPERAÇÕES / CADEIA DE ABASTECIMENTO
 
Logística integrada
Logística integradaLogística integrada
Logística integrada
 
Previsao de Demanda
Previsao de DemandaPrevisao de Demanda
Previsao de Demanda
 
Aula Compras
Aula ComprasAula Compras
Aula Compras
 
Curso Passe no Vestibular e ENEM
Curso Passe no Vestibular e ENEMCurso Passe no Vestibular e ENEM
Curso Passe no Vestibular e ENEM
 
Cadeia de Suprimentos
Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
Cadeia de Suprimentos
 
Organogramas
OrganogramasOrganogramas
Organogramas
 
Embalagens na logística e transportes
Embalagens na logística e transportesEmbalagens na logística e transportes
Embalagens na logística e transportes
 
FONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIAFONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIA
 
Logística de produção
Logística de produçãoLogística de produção
Logística de produção
 

Semelhante a Logística de Suprimentos

Qualivar apresentação institucional
Qualivar   apresentação institucionalQualivar   apresentação institucional
Qualivar apresentação institucional
Ricardo Bicov
 
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Gbison Almeida
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
Homero Alves de Lima
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
Homero Alves de Lima
 
Conceitos de Prevenção de Perdas
Conceitos de Prevenção de PerdasConceitos de Prevenção de Perdas
Conceitos de Prevenção de Perdas
Fabricio Rufin
 
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptxPPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
CREISCONTABILIDADE
 
Aprovisionamentos conceitos chave
Aprovisionamentos   conceitos chaveAprovisionamentos   conceitos chave
Aprovisionamentos conceitos chave
Miguel Gomes Alexandre
 
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
ssusera903042
 
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdfUnidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
Kennya De Lima Ribeiro
 
Obtenção e Recebimento
Obtenção e RecebimentoObtenção e Recebimento
Obtenção e Recebimento
Mayara Mônica
 
Aprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cvAprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cv
mauromartins1999
 
Aprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cvAprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cv
mauromartins1999
 
Administração de compras
Administração de comprasAdministração de compras
Administração de compras
Carlos Áscoli
 
Aprovisionamento
AprovisionamentoAprovisionamento
Aprovisionamento
Eliana Valente
 
Gestão da Produção
Gestão da ProduçãoGestão da Produção
Gestão da Produção
zbam
 
Aula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de MateriaisAula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de Materiais
pcm1nd
 
Texto aquisição gestão compras
Texto aquisição   gestão comprasTexto aquisição   gestão compras
Texto aquisição gestão compras
Edvaldo Viana
 
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
marcelo evangelista da silva
 
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Dario Cupertino
 
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Supply Chain Today
 

Semelhante a Logística de Suprimentos (20)

Qualivar apresentação institucional
Qualivar   apresentação institucionalQualivar   apresentação institucional
Qualivar apresentação institucional
 
Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02Aulacompras 121219095712-phpapp02
Aulacompras 121219095712-phpapp02
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
 
Conceitos de Prevenção de Perdas
Conceitos de Prevenção de PerdasConceitos de Prevenção de Perdas
Conceitos de Prevenção de Perdas
 
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptxPPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
PPT FINAL UFCD 0618 aquisiçãode equipaments.pptx
 
Aprovisionamentos conceitos chave
Aprovisionamentos   conceitos chaveAprovisionamentos   conceitos chave
Aprovisionamentos conceitos chave
 
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
Ciclo de Vida da Logística - Logística Empresarial - Aula 2
 
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdfUnidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
Unidade 2 - Slides 2 - Aquisição de materiais.pdf
 
Obtenção e Recebimento
Obtenção e RecebimentoObtenção e Recebimento
Obtenção e Recebimento
 
Aprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cvAprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cv
 
Aprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cvAprovisionamento mauro 9º cv
Aprovisionamento mauro 9º cv
 
Administração de compras
Administração de comprasAdministração de compras
Administração de compras
 
Aprovisionamento
AprovisionamentoAprovisionamento
Aprovisionamento
 
Gestão da Produção
Gestão da ProduçãoGestão da Produção
Gestão da Produção
 
Aula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de MateriaisAula 03 - Administração de Materiais
Aula 03 - Administração de Materiais
 
Texto aquisição gestão compras
Texto aquisição   gestão comprasTexto aquisição   gestão compras
Texto aquisição gestão compras
 
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
Apresentaododepartamentodesuprimentoselogstica 12894663209157-phpapp01
 
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
 
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
Projeto de organização de lojas do varejo com mais de um “centro de distribui...
 

Mais de Willian dos Santos Abreu

Tipos de Embalagens
Tipos de EmbalagensTipos de Embalagens
Tipos de Embalagens
Willian dos Santos Abreu
 
Produto - FVG
Produto - FVGProduto - FVG
Sistemas de Produção
Sistemas de ProduçãoSistemas de Produção
Sistemas de Produção
Willian dos Santos Abreu
 
Custos Logísticos - Conceitos
Custos Logísticos - ConceitosCustos Logísticos - Conceitos
Custos Logísticos - Conceitos
Willian dos Santos Abreu
 
PIS e COFINS Empresas Logisticas
PIS e COFINS Empresas LogisticasPIS e COFINS Empresas Logisticas
PIS e COFINS Empresas Logisticas
Willian dos Santos Abreu
 
Lucro Real
Lucro RealLucro Real
Introdução Tributos e Taxas Custos Logisticos
Introdução Tributos e Taxas Custos LogisticosIntrodução Tributos e Taxas Custos Logisticos
Introdução Tributos e Taxas Custos Logisticos
Willian dos Santos Abreu
 
E | Estatística
E | EstatísticaE | Estatística
E | Estatística
Willian dos Santos Abreu
 
Relação Fornecedor Cliente
Relação Fornecedor ClienteRelação Fornecedor Cliente
Relação Fornecedor Cliente
Willian dos Santos Abreu
 
Logistica Internacional
Logistica InternacionalLogistica Internacional
Logistica Internacional
Willian dos Santos Abreu
 
Logistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - SlidesLogistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - Slides
Willian dos Santos Abreu
 
A logística
A logísticaA logística

Mais de Willian dos Santos Abreu (12)

Tipos de Embalagens
Tipos de EmbalagensTipos de Embalagens
Tipos de Embalagens
 
Produto - FVG
Produto - FVGProduto - FVG
Produto - FVG
 
Sistemas de Produção
Sistemas de ProduçãoSistemas de Produção
Sistemas de Produção
 
Custos Logísticos - Conceitos
Custos Logísticos - ConceitosCustos Logísticos - Conceitos
Custos Logísticos - Conceitos
 
PIS e COFINS Empresas Logisticas
PIS e COFINS Empresas LogisticasPIS e COFINS Empresas Logisticas
PIS e COFINS Empresas Logisticas
 
Lucro Real
Lucro RealLucro Real
Lucro Real
 
Introdução Tributos e Taxas Custos Logisticos
Introdução Tributos e Taxas Custos LogisticosIntrodução Tributos e Taxas Custos Logisticos
Introdução Tributos e Taxas Custos Logisticos
 
E | Estatística
E | EstatísticaE | Estatística
E | Estatística
 
Relação Fornecedor Cliente
Relação Fornecedor ClienteRelação Fornecedor Cliente
Relação Fornecedor Cliente
 
Logistica Internacional
Logistica InternacionalLogistica Internacional
Logistica Internacional
 
Logistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - SlidesLogistica de Transportes - Slides
Logistica de Transportes - Slides
 
A logística
A logísticaA logística
A logística
 

Último

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 

Logística de Suprimentos

  • 1. Logística eLogística e Gerenciamento daGerenciamento da Cadeia de SuprimentosCadeia de Suprimentos
  • 2. • Alta inflação. • Gestão totalmente financeira. • Política industrial protegida. • Cliente sem escolha. Falta de opção. • Acesso restrito às inovações tecnológicas. • Domínio das empresas familiares. • Negligência total com os processos.
  • 3. • Abertura da economia brasileira. • Competitividade Internacional. • Acesso às inovações tecnológicas. • Ganho oriundo da eficiência na operação. • Reestruturação dos processos.
  • 4. 9% 23% 38% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 1989 1996 2001 +400% Participação do capital estrangeiro na receita do comércio varejista do Brasil (500 maiores). Fonte : Exame Maiores e Melhores
  • 5. População crescente População crescente GlobalizaçãoGlobalização Cliente mais exigente Cliente mais exigente Ciclo de vida dos produtos curto Ciclo de vida dos produtos curto Mais concorrência Mais concorrência Mais Pontos de Venda Mais Pontos de Venda Mais Fornecedores Mais Fornecedores Complexidade nos processos Complexidade nos processosMargens apertadas Margens apertadas
  • 6. Estoque Transporte O processo logísticoO processo logístico integraintegra Armazenamento Informações Manuseio de Materiais EmbalagemFluxoFluxo
  • 8. A cadeia de suprimentos, também chamada Rede Logística consiste em fornecedores, centros defornecedores, centros de produção, depósitos, centros deprodução, depósitos, centros de distribuição, varejistas, além dedistribuição, varejistas, além de matérias-primas, estoques dematérias-primas, estoques de produtos em processos e produtosprodutos em processos e produtos acabadosacabados que se deslocam entre as instalações. (Simchi-Levi, 2010. p. 33)
  • 10. Funções da Cadeia de suprimentos: • Atender o cliente final de acordo com suas necessidades de datas de recebimento; • Planejar as compras conforme a necessidade da produção; • Programar a produção conforme a necessidade do cliente; • Controlar todas as atividades de maneira integrada para assegurar o cumprimento das metas estabelecidas.
  • 11. Principais atividades da Cadeia de Suprimentos: Transportes Manutenção de estoques Processamento de pedidos Aquisição Embalagem Armazenagem Manuseio de materiais Manutenção de informações.
  • 13. A Cadeia de Suprimentos Podemos separar as atividades da GCS em quatro categorias: Planejamento, Compras, Produção e Entrega. Isso não quer dizer que a GCS substitui outros setores da empresa, e sim que se integra com estas áreas para obter mais eficiência nas operações da organização.
  • 14. A Cadeia de Suprimentos Planejamento • Previsão de demanda: criar previsões realistas de quanto produto será necessário e onde. • Precificação: participar do processo de valoração do produto. • Gestão de Inventário: determinar a quantidade de material que será armazenada, e seu fluxo, para atingir as metas planejadas.
  • 15. A Cadeia de Suprimentos Compras • Constatação da necessidade de comprar. • Requisição de compra. • Cotação (solicitação de preços e prazos) • Seleção de fornecedor(es) • Discussão com o requisitante. • Emissão do pedido de compra. • Entrega/Recebimento do produto • Informação ao setor de compras • Encaminhamento da(s) N.F.(s). • Abastecimento do setor de produção. • Pagamento ao fornecedor
  • 16. A Cadeia de Suprimentos Compras Quando é que se toma “posse da mercadoria” solicitada ao fornecedor? • Quando se assina a N.F. no momento em que se recebe a mesma.
  • 17. A Cadeia de Suprimentos Produção • Desenvolvimento de produtos: idealização do produto, com o objetivo de alcançar um desenvolvimento compatível com a otimização dos custos logísticos. • Cronograma de produção: definição do cronograma de produção (em função da demanda) para redução de custos da operação. • Gestão de Instalações: gestão de equipamentos, suprimentos e consumíveis.
  • 18. A Cadeia de Suprimentos Entrega • Gestão de Transportes: movimentação de materiais pelos diversos meios disponíveis. • Gestão de Pedidos e Entregas: coordenação junto às áreas administrativas dos pedidos dos clientes, para melhorar tempos de entrega mantendo os custos operacionais sob controle.
  • 19. EDI integrado à cadeia logística Adaptado de EAN Brasil – EDI Aplicado à cadeia de abastecimento
  • 20. Logística de SuprimentoLogística de Suprimento Logística de Produção Logística de Distribuição Logística ReversaLogística Reversa
  • 21. L o g í s t ic a d e S u p r im e n t o L o g í s t ic a d e P r o d u ç ã o L o g í s t ic a d e D is t r ib u iç ã o L o g í s t ic a R e v e r s a F O R N E C E D O R C O M P R A T R A N S P O R T E M O V IM E N T A Ç Ã O IN T E R N A S IN A L D E D E M A N D A E X P E D I Ç Ã O ( C O N T R O L E D E S A Í D A ) T R A N S P O R T E C L IE N T E P R O D U Ç Ã O
  • 22. Compras/suprimentos • Suprimento é o ITEM COMPRADO, FABRICADO, ADMINISTRADO, MOVIMENTADO, ARMAZENADO, PROCESSADO E TRANSPORTADO dentro e fora da empresa.
  • 23. Classificação dos suprimentos: • Matérias-primas; • Equipamentos ou peças de composição de um produto; • Peças de reposição de equipamentos; • Os produtos de um comércio; • Mix de produtos de um varejista; • Informação; • Mão de obra; • Material para reciclagem, etc.
  • 24. Compras/suprimentos • Todo suprimento recebe um código numérico, chamado de peça, material item, SKU (Stock Keeping Unit- Unidade de Manutenção de Estoque),suprimento.
  • 25. SKU- Unidade de Manutenção de Estoque • Um número SKU é essencial para ajudar o gerenciamento da empresa e controle de inventário, permitindo que os consumidores localizem produtos com maior facilidade. • Um SKU é essencialmente uma sequência de dígitos alfa-numéricos usada para identificar um produto. • Pode ser comumente encontrado acima do código de barras no verso da embalagem de um produto
  • 26. SKU- Unidade de Manutenção de Estoque • É um identificador que simplifica a gestão dos produtos e o stock. • Pode ser utilizado para identificar um tipo de produto diferenciado por cor, marca, tamanho etc. Por exemplo no caso de uma T-shirt o SKU pode ser SKU 12345-BRN-XL no qual BRN indica a cor e XL o tamanho.
  • 28. Fluxograma de compras • Mostra os estágios das solicitações até a emissão do pedido de compras. (ver página 24).
  • 29. Cargos e funções da área de compras/suprimentos • Diretor de suprimentos: administra todos os negócios de compras e é o negociador direto com os principais fornecedores. Aprova as compras. • Gerente de suprimentos: gerencia as operações do departamento de suprimentos, negocia com fornecedores, aprova pedidos de compra, avalia fornecedores, etc. • Supervisor de compras: analisa e aprova pedidos de compras, visita fornecedores, etc. • Comprador técnico: cadastra fornecedores e pesquisa novos, emite os pedidos de compras, mantém o cadastro dos fornecedores atualizado.
  • 30. Cargos e funções da área de compras/suprimentos • Comprador de materiais de almoxarifado e material administrativo: recebe aquisições de compras, faz cotações, emite pedidos de compras, etc. • Auxiliar de compras: recebe as solicitações de compras, controla os pedidos de compra, etc. • Acompanhador de compras (flow-up): acompanha os prazos de entrega dos pedidos, realiza contatos com fornecedores.
  • 31. Procedimentos para compras • Dependendo da empresa, podem existir até quatro níveis de aprovação de um pedido de compra: 1º) nível 1: para compras sem cotações. Estipulado um valor, basta a assinatura do comprador. 2º) nível 2: compras de materiais de consumo provisório ou único. Estipulado um valor, assinatura do comprador e de seu superior imediato. 3º) nível 3: compras de materiais de consumo permanente (assinatura final do diretor de suprimentos) 4º) nível 4: compras de bens permanentes (assinatura do diretor de suprimentos e do diretor financeiro).
  • 32. Modelo de Distribuição SEM intermediárioModelo de Distribuição SEM intermediário   09 transações comerciais. Empresa 1 Grupo de Consumidor 1 Empresa 2 Grupo de Consumidor 2 Empresa 3 Grupo de Consumidor 3
  • 33. Modelo de Distribuição COM intermediárioModelo de Distribuição COM intermediário   06 transações comerciais. Empresa 1 Grupo de Consumidor 1 Empresa 2 Grupo de Consumidor 2 Empresa 3 Grupo de Consumidor 3 IntermediárioIntermediário
  • 34. Classificação das cadeias de suprimentos • Cadeia interna: são as operações e atividades que ocorrem dentro de uma empresa (estoques e compras). • Cadeia imediata: representa os fornecedores diretos e os clientes distribuidores (varejo, atacados, etc). • Cadeia total: é a visão da cadeia contemplando os fornecedores até a origem da matéria-prima e os clientes dos clientes até o consumidor final.
  • 37. Oportunidades de melhorias na CS • Uma cadeia de suprimentos que funciona bem é aquela em que há uma integração eficiente entre fornecedores, fabricantes, depósitos e varejo. Estudo de caso: livro p. 125 a 132. Trabalho e em grupo. Apresentação das conclusões.