SlideShare uma empresa Scribd logo
3ª série do Ensino Médio
LÍNGUA PORTUGUESA
TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS
 Estabelecer a relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-
la.
DESCRITOR
SEMANA 36
Lista de atividades referente ao dia 18 de novembro de 2021.
GÊNERO TEXTUALARGUMENTATIVO
É um tipo textual que consiste na defesa de uma ideia por meio de argumentos, opinião
e explicações fundamentadas.
Este tipo de texto tem como objetivo central a formação de opinião do leitor. Assim,
ele é caracterizado por tentar convencer ou persuadir o interlocutor da mensagem
através da argumentação.
Disponível em: https://tinyurl.com/yfx2dg5n Acesso em: 09 nov. 2021.
Disponível
em:
http://gg.gg/wxrnb.
Acesso
em:
05
ago.
2021.
Refletindo o tema: Educação a distância: desafios e entraves.
Em meio à pandemia da Covid-19, a educação brasileira precisou se reinventar em tempo recorde.
A classe média e alta conseguiu se adaptar com mais facilidade, utilizando recursos como acesso à
internet e computadores ou tablets para que seus filhos conseguissem estudar.
Entretanto, as classes menos favorecidas sofreram muito com a falta de estrutura – tanto por
parte das escolas públicas quanto por parte da ausência de conexão a dispositivos em suas próprias
casas.
Bastante desigual, o ensino a distância no Brasil acentuou diferenças existentes há muito
tempo e, em alguns anos, mostrará as consequências, com o déficit de aprendizado de milhares de
alunos.
#Oralidade
Disponível em: https://tinyurl.com/GEPROMLPI663. Acesso em: 18 nov. 2021.
Disponível
em:
http://gg.gg/wxrnb.
Acesso
em:
05
ago.
2021.
TESE
Ao produzirmos um texto, o nosso foco principal deve ser a função social que ele tem,
ou seja, devemos tentar entender as razões que nos levam a produzir determinado tipo
de texto. No caso dos textos argumentativos, devemos ter em mente que a principal
função é: defesa de posicionamento
Disponível em: http://gg.gg/wxrl0. Acesso em: 09 nov. 2021.
Disponível
em:
http://gg.gg/wxrnb.
Acesso
em:
05
ago.
2021.
Tendo em vista que a principal função social de um texto argumentativo é a defesa de
nosso ponto de vista, podemos afirmar que a essência desse tipo de texto é a nossa
opinião, também conhecida como tese.
Disponível em: http://gg.gg/wxrlb. Acesso em: 09 nov. 2021.
Disponível
em:
http://gg.gg/wxrnb.
Acesso
em:
05
ago.
2021.
 INTRODUÇÃO
 DESENVOLVIMENTO
 CONCLUSÃO
ESTRUTURA DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
Estrutura de cada parágrafo
Introdução
Repertório
Tema
Tese
Redação nota 1000 – Júlia Vieira (MA)
Disponível em: https://tinyurl.com/yh6yb223 16 nov. 2021.
"No filme estadunidense “Coringa”, o personagem principal, Arthur Fleck, sofre de um
transtorno mental que o faz ter episódios de riso exagerado e descontrolado em público, motivo pelo
qual é frequentemente atacado nas ruas. Em consonância com a realidade de Arthur, está a de muitos
cidadãos, já que o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira ainda configura um
desafio a ser sanado. Isso ocorre, seja pela negligência governamental nesse âmbito, seja pela
discriminação desta classe por parcela da população verde-amarela. Dessa maneira, é imperioso que
essa chaga social seja resolvida, a fim de que o longa norte-americano não mais reflita o contexto atual
da nação.
*Repertório *Tema *Tese
Desenvolvimento
Repertório
Tópico Frasal
Produtividade
Desfecho
Disponível em: http://gg.gg/wxrlv. 16 nov. 2021.
Nessa perspectiva, acerca da lógica referente aos transtornos da mente, é válido retomar o aspecto
supracitado quanto à omissão estatal neste caso. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil
é o país que apresenta o maior número de casos de depressão da América Latina e, mesmo diante desse
cenário alarmante, os tratamentos às doenças mentais, quando oferecidos, não são, na maioria das vezes,
eficazes. Isso acontece pela falta de investimento público em centros especializados no cuidado para com
essas condições. Consequentemente, muitos portadores, sobretudo aqueles de menor renda, não são
devidamente tratados, contribuindo para sua progressiva marginalização perante o corpo social. Este quadro
de inoperância das esferas de poder exemplifica a teoria das Instituições Zumbis, do sociólogo Zygmunt
Bauman, que as descreve como presentes na sociedade, mas que não cumprem seu papel com eficácia.
Desse modo, é imprescindível que, para a refutação da teoria do estudioso polonês, essa problemática seja
revertida.
*Repertório *Tópico Frasal *Produtividade *Desfecho
Conclusão
Tópico frasal
Proposta de intervenção
Desfecho
Portanto, são essenciais medidas operantes para a reversão do estigma associado às doenças
mentais na sociedade brasileira. Para isso, compete ao Ministério da Saúde investir na melhora da
qualidade dos tratamentos a essas doenças nos centros públicos especializados de cuidados, destinando
mais medicamentos e contratando, por concursos, mais profissionais da área, como psiquiatras e
enfermeiros. Isso deve ser feito por meio de recursos autorizados pelo Tribunal de Contas da União -
órgão que opera feitos públicos - com o fito de potencializar o atendimento a esses pacientes e oferecê-
los um tratamento eficaz. Ademais, palestras devem ser realizadas em espaços públicos sobre os
malefícios das falsas concepções de prazer e da importância do acolhimento dos vulneráveis. Assim, os
ideais inalcançáveis não mais serão instrumentos segregadores e, finalmente, a cotação de Fleck não mais
representará a dos brasileiros."
Disponível em: https://www.opovo.com.br/noticias/brasil/2021/10/21/enem-2021-redacoes-nota-mil-do-exame-de-2020-confira-algumas.html. 16 nov. 2021.
*Tópico frasal *Proposta de intervenção *Desfecho
#Praticando
[...]. Entretanto, essas concepções segregam os indivíduos entre os “fortes” e os “fracos”,
em que tais fracos, geralmente, integram a classe em discussão, dado que não atingem
essas metas estabelecidas, como a estabilidade emocional. Por conseguinte, aqueles que
não alcançam os objetivos são estigmatizados e excluídos do tecido social. Tal
conjuntura segregacionista contraria o princípio do “Espaço público”, da filósofa Hannah
Arendt, que defende a inclusão dos oprimidos - os que possuem algum tipo de transtorno,
nesse caso - na teia social. Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para
que o princípio da alemã seja validado no país tupiniquim.
Disponível em: https://tinyurl.com/yh6yb223 16 nov. 2021.
O texto relacionado às estigmas das doenças mentais, apresenta como ponto de vista a necessidade de que tal
chaga social seja resolvida. O argumento que sustenta essa máxima é
(A) “No filme estadunidense “Coringa”, o personagem principal, Arthur Fleck, sofre de um transtorno mental...”
(B) “...o Brasil é o país que apresenta o maior número de casos de depressão da América Latina...”
(C) “Consequentemente, muitos portadores, sobretudo aqueles de menor renda, não são devidamente tratados,
contribuindo para sua progressiva marginalização perante o corpo social.”
(D) “Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para que o princípio da alemã seja validado no país
tupiniquim.”
(E) “Isso deve ser feito por meio de recursos autorizados pelo Tribunal de Contas da União - órgão que opera
feitos públicos...”
(D) “Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para que o princípio da alemã seja validado no país
tupiniquim.”
 INTRODUÇÃO
 DESENVOLVIMENTO
 CONCLUSÃO
ESTRUTURA DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
1. Domínio da escrita formal da língua portuguesa
2. Compreender o tema e não fugir do que é proposto
3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e
argumentos em defesa de um ponto de vista
4. Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da
argumentação
5. Respeito aos direitos humanos
Competências cobradas na redação do Enem
Disponível em: https://tinyurl.com/yjmwb36d Acesso em: 17 nov. 2021.
#Praticando
Refletindo o tema: Educação a distância: desafios e entraves.
Em meio à pandemia da Covid-19, a educação brasileira precisou se reinventar em tempo recorde.
A classe média e alta conseguiu se adaptar com mais facilidade, utilizando recursos como acesso à internet e
computadores ou tablets para que seus filhos conseguissem estudar.
Entretanto, as classes menos favorecidas sofreram muito com a falta de estrutura – tanto por parte das escolas
públicas quanto por parte da ausência de conexão a dispositivos em suas próprias casas.
Bastante desigual, o ensino a distância no Brasil acentuou diferenças existentes há muito tempo e, em alguns
anos, mostrará as consequências, com o déficit de aprendizado de milhares de alunos.
#Prática de escrita
Disponível em: https://tinyurl.com/GEPROMLPI663. Acesso em: 18 nov. 2021.
DICAS DO TIO IVAIR
Atenção ao gênero textual.
Observar a argumentação que sustenta a tese no texto
dissertativo.
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Denotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptxDenotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptx
Rafael Moraes
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
Myllenne Abreu
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade
Denise
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
Sinara Lustosa
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
Abrahão Costa de Freitas
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
becastanheiradepera
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
Ana Castro
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
Valeria Nunes
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
vanysouza
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
ISJ
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
Andreia Jaqueline Bach
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
Cláudia Heloísa
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
Fernanda Câmara
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
Caroline Cunha
 
O verbete
O verbeteO verbete
O verbete
ma.no.el.ne.ves
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Verônica Carvalho
 

Mais procurados (20)

Denotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptxDenotação e Conotação - Resumo.pptx
Denotação e Conotação - Resumo.pptx
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Gênero Textual: Conto
Gênero Textual: ContoGênero Textual: Conto
Gênero Textual: Conto
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Aula intertextualidade
Aula intertextualidadeAula intertextualidade
Aula intertextualidade
 
A reportagem
A reportagemA reportagem
A reportagem
 
Elementos da narrativa
Elementos da narrativaElementos da narrativa
Elementos da narrativa
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Linguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbalLinguagem verbal e não verbal
Linguagem verbal e não verbal
 
Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto Interpretação e Compreensão de Texto
Interpretação e Compreensão de Texto
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Homônimos e parônimos
Homônimos e parônimosHomônimos e parônimos
Homônimos e parônimos
 
O verbete
O verbeteO verbete
O verbete
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 

Semelhante a LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS

Regência 5 e 6
Regência 5 e 6Regência 5 e 6
Regência 5 e 6
j_sdias
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
NaraSomerhalder
 
análise de redação completa - Dissertação
análise de redação completa - Dissertaçãoanálise de redação completa - Dissertação
análise de redação completa - Dissertação
MaiteFerreira4
 
Apostiladeredacao
ApostiladeredacaoApostiladeredacao
Apostiladeredacao
MarcosFontes24
 
Leitura e técnicas redacionais
Leitura e técnicas redacionaisLeitura e técnicas redacionais
Leitura e técnicas redacionais
Kássia Amaral Hübner Pinel
 
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuaisVest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
Katcavenum
 
Aulão para o Enem 2017
 Aulão para o Enem 2017 Aulão para o Enem 2017
Aulão para o Enem 2017
CrisBiagio
 
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .pptREVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
Adriano Alves de Souza
 
Dissertação aula com técnicas
Dissertação aula com técnicasDissertação aula com técnicas
Dissertação aula com técnicas
ressurreicaorecreio
 
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdfO TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
EdnaSantos855118
 
enem redação.pptx
enem redação.pptxenem redação.pptx
enem redação.pptx
JssicaCassiano2
 
Dissertação organização e apresentação da tese
Dissertação organização e apresentação da teseDissertação organização e apresentação da tese
Dissertação organização e apresentação da tese
marlospg
 
Temas ENEM, Dicas de redação.
Temas ENEM, Dicas de redação.Temas ENEM, Dicas de redação.
Temas ENEM, Dicas de redação.
Thiago Bro
 
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de VistaEducação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
Joaquim Colôa
 
Aula05 - Comunicação oral e escrita
Aula05 - Comunicação oral e escritaAula05 - Comunicação oral e escrita
Aula05 - Comunicação oral e escrita
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Workshop-de-Redao.pdf
Workshop-de-Redao.pdfWorkshop-de-Redao.pdf
Workshop-de-Redao.pdf
lorena718313
 
Workshop de-redao
Workshop de-redaoWorkshop de-redao
Workshop de-redao
Milenon Farias
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
João Mendonça
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do Enem
João Mendonça
 
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdfSLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
evandro163685
 

Semelhante a LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS (20)

Regência 5 e 6
Regência 5 e 6Regência 5 e 6
Regência 5 e 6
 
Produção textual
Produção textualProdução textual
Produção textual
 
análise de redação completa - Dissertação
análise de redação completa - Dissertaçãoanálise de redação completa - Dissertação
análise de redação completa - Dissertação
 
Apostiladeredacao
ApostiladeredacaoApostiladeredacao
Apostiladeredacao
 
Leitura e técnicas redacionais
Leitura e técnicas redacionaisLeitura e técnicas redacionais
Leitura e técnicas redacionais
 
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuaisVest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
Vest 2012 unicamp 5 os finalmentes vários gêneros textuais
 
Aulão para o Enem 2017
 Aulão para o Enem 2017 Aulão para o Enem 2017
Aulão para o Enem 2017
 
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .pptREVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
 
Dissertação aula com técnicas
Dissertação aula com técnicasDissertação aula com técnicas
Dissertação aula com técnicas
 
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdfO TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
O TEXTO DISSERTATIVO_Introdução - 1a série EM.pdf
 
enem redação.pptx
enem redação.pptxenem redação.pptx
enem redação.pptx
 
Dissertação organização e apresentação da tese
Dissertação organização e apresentação da teseDissertação organização e apresentação da tese
Dissertação organização e apresentação da tese
 
Temas ENEM, Dicas de redação.
Temas ENEM, Dicas de redação.Temas ENEM, Dicas de redação.
Temas ENEM, Dicas de redação.
 
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de VistaEducação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
Educação Inclusiva: Um Olhar Organizado em 5 Pontos de Vista
 
Aula05 - Comunicação oral e escrita
Aula05 - Comunicação oral e escritaAula05 - Comunicação oral e escrita
Aula05 - Comunicação oral e escrita
 
Workshop-de-Redao.pdf
Workshop-de-Redao.pdfWorkshop-de-Redao.pdf
Workshop-de-Redao.pdf
 
Workshop de-redao
Workshop de-redaoWorkshop de-redao
Workshop de-redao
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
 
Aula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do EnemAula de Revisão para a redação do Enem
Aula de Revisão para a redação do Enem
 
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdfSLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
SLIDES-Tipo-textual-DISSERTATIVO.pdf
 

Mais de GoisBemnoEnem

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
GoisBemnoEnem
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
GoisBemnoEnem
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
GoisBemnoEnem
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
GoisBemnoEnem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
GoisBemnoEnem
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
GoisBemnoEnem
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
GoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
GoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
GoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
GoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leituraLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
GoisBemnoEnem
 

Mais de GoisBemnoEnem (20)

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leituraLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
 

Último

497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 

LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS

  • 1. 3ª série do Ensino Médio LÍNGUA PORTUGUESA TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINATIVOS
  • 2.  Estabelecer a relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá- la. DESCRITOR SEMANA 36 Lista de atividades referente ao dia 18 de novembro de 2021.
  • 3. GÊNERO TEXTUALARGUMENTATIVO É um tipo textual que consiste na defesa de uma ideia por meio de argumentos, opinião e explicações fundamentadas. Este tipo de texto tem como objetivo central a formação de opinião do leitor. Assim, ele é caracterizado por tentar convencer ou persuadir o interlocutor da mensagem através da argumentação. Disponível em: https://tinyurl.com/yfx2dg5n Acesso em: 09 nov. 2021. Disponível em: http://gg.gg/wxrnb. Acesso em: 05 ago. 2021.
  • 4. Refletindo o tema: Educação a distância: desafios e entraves. Em meio à pandemia da Covid-19, a educação brasileira precisou se reinventar em tempo recorde. A classe média e alta conseguiu se adaptar com mais facilidade, utilizando recursos como acesso à internet e computadores ou tablets para que seus filhos conseguissem estudar. Entretanto, as classes menos favorecidas sofreram muito com a falta de estrutura – tanto por parte das escolas públicas quanto por parte da ausência de conexão a dispositivos em suas próprias casas. Bastante desigual, o ensino a distância no Brasil acentuou diferenças existentes há muito tempo e, em alguns anos, mostrará as consequências, com o déficit de aprendizado de milhares de alunos. #Oralidade Disponível em: https://tinyurl.com/GEPROMLPI663. Acesso em: 18 nov. 2021. Disponível em: http://gg.gg/wxrnb. Acesso em: 05 ago. 2021.
  • 5. TESE Ao produzirmos um texto, o nosso foco principal deve ser a função social que ele tem, ou seja, devemos tentar entender as razões que nos levam a produzir determinado tipo de texto. No caso dos textos argumentativos, devemos ter em mente que a principal função é: defesa de posicionamento Disponível em: http://gg.gg/wxrl0. Acesso em: 09 nov. 2021. Disponível em: http://gg.gg/wxrnb. Acesso em: 05 ago. 2021.
  • 6. Tendo em vista que a principal função social de um texto argumentativo é a defesa de nosso ponto de vista, podemos afirmar que a essência desse tipo de texto é a nossa opinião, também conhecida como tese. Disponível em: http://gg.gg/wxrlb. Acesso em: 09 nov. 2021. Disponível em: http://gg.gg/wxrnb. Acesso em: 05 ago. 2021.
  • 7.  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO  CONCLUSÃO ESTRUTURA DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
  • 8. Estrutura de cada parágrafo Introdução Repertório Tema Tese
  • 9. Redação nota 1000 – Júlia Vieira (MA) Disponível em: https://tinyurl.com/yh6yb223 16 nov. 2021. "No filme estadunidense “Coringa”, o personagem principal, Arthur Fleck, sofre de um transtorno mental que o faz ter episódios de riso exagerado e descontrolado em público, motivo pelo qual é frequentemente atacado nas ruas. Em consonância com a realidade de Arthur, está a de muitos cidadãos, já que o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira ainda configura um desafio a ser sanado. Isso ocorre, seja pela negligência governamental nesse âmbito, seja pela discriminação desta classe por parcela da população verde-amarela. Dessa maneira, é imperioso que essa chaga social seja resolvida, a fim de que o longa norte-americano não mais reflita o contexto atual da nação. *Repertório *Tema *Tese
  • 11. Disponível em: http://gg.gg/wxrlv. 16 nov. 2021. Nessa perspectiva, acerca da lógica referente aos transtornos da mente, é válido retomar o aspecto supracitado quanto à omissão estatal neste caso. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil é o país que apresenta o maior número de casos de depressão da América Latina e, mesmo diante desse cenário alarmante, os tratamentos às doenças mentais, quando oferecidos, não são, na maioria das vezes, eficazes. Isso acontece pela falta de investimento público em centros especializados no cuidado para com essas condições. Consequentemente, muitos portadores, sobretudo aqueles de menor renda, não são devidamente tratados, contribuindo para sua progressiva marginalização perante o corpo social. Este quadro de inoperância das esferas de poder exemplifica a teoria das Instituições Zumbis, do sociólogo Zygmunt Bauman, que as descreve como presentes na sociedade, mas que não cumprem seu papel com eficácia. Desse modo, é imprescindível que, para a refutação da teoria do estudioso polonês, essa problemática seja revertida. *Repertório *Tópico Frasal *Produtividade *Desfecho
  • 12. Conclusão Tópico frasal Proposta de intervenção Desfecho
  • 13. Portanto, são essenciais medidas operantes para a reversão do estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira. Para isso, compete ao Ministério da Saúde investir na melhora da qualidade dos tratamentos a essas doenças nos centros públicos especializados de cuidados, destinando mais medicamentos e contratando, por concursos, mais profissionais da área, como psiquiatras e enfermeiros. Isso deve ser feito por meio de recursos autorizados pelo Tribunal de Contas da União - órgão que opera feitos públicos - com o fito de potencializar o atendimento a esses pacientes e oferecê- los um tratamento eficaz. Ademais, palestras devem ser realizadas em espaços públicos sobre os malefícios das falsas concepções de prazer e da importância do acolhimento dos vulneráveis. Assim, os ideais inalcançáveis não mais serão instrumentos segregadores e, finalmente, a cotação de Fleck não mais representará a dos brasileiros." Disponível em: https://www.opovo.com.br/noticias/brasil/2021/10/21/enem-2021-redacoes-nota-mil-do-exame-de-2020-confira-algumas.html. 16 nov. 2021. *Tópico frasal *Proposta de intervenção *Desfecho
  • 15. [...]. Entretanto, essas concepções segregam os indivíduos entre os “fortes” e os “fracos”, em que tais fracos, geralmente, integram a classe em discussão, dado que não atingem essas metas estabelecidas, como a estabilidade emocional. Por conseguinte, aqueles que não alcançam os objetivos são estigmatizados e excluídos do tecido social. Tal conjuntura segregacionista contraria o princípio do “Espaço público”, da filósofa Hannah Arendt, que defende a inclusão dos oprimidos - os que possuem algum tipo de transtorno, nesse caso - na teia social. Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para que o princípio da alemã seja validado no país tupiniquim. Disponível em: https://tinyurl.com/yh6yb223 16 nov. 2021.
  • 16. O texto relacionado às estigmas das doenças mentais, apresenta como ponto de vista a necessidade de que tal chaga social seja resolvida. O argumento que sustenta essa máxima é (A) “No filme estadunidense “Coringa”, o personagem principal, Arthur Fleck, sofre de um transtorno mental...” (B) “...o Brasil é o país que apresenta o maior número de casos de depressão da América Latina...” (C) “Consequentemente, muitos portadores, sobretudo aqueles de menor renda, não são devidamente tratados, contribuindo para sua progressiva marginalização perante o corpo social.” (D) “Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para que o princípio da alemã seja validado no país tupiniquim.” (E) “Isso deve ser feito por meio de recursos autorizados pelo Tribunal de Contas da União - órgão que opera feitos públicos...” (D) “Dessa maneira, essa problemática urge ser solucionada para que o princípio da alemã seja validado no país tupiniquim.”
  • 17.  INTRODUÇÃO  DESENVOLVIMENTO  CONCLUSÃO ESTRUTURA DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO
  • 18. 1. Domínio da escrita formal da língua portuguesa 2. Compreender o tema e não fugir do que é proposto 3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista 4. Conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 5. Respeito aos direitos humanos Competências cobradas na redação do Enem Disponível em: https://tinyurl.com/yjmwb36d Acesso em: 17 nov. 2021.
  • 20. Refletindo o tema: Educação a distância: desafios e entraves. Em meio à pandemia da Covid-19, a educação brasileira precisou se reinventar em tempo recorde. A classe média e alta conseguiu se adaptar com mais facilidade, utilizando recursos como acesso à internet e computadores ou tablets para que seus filhos conseguissem estudar. Entretanto, as classes menos favorecidas sofreram muito com a falta de estrutura – tanto por parte das escolas públicas quanto por parte da ausência de conexão a dispositivos em suas próprias casas. Bastante desigual, o ensino a distância no Brasil acentuou diferenças existentes há muito tempo e, em alguns anos, mostrará as consequências, com o déficit de aprendizado de milhares de alunos. #Prática de escrita Disponível em: https://tinyurl.com/GEPROMLPI663. Acesso em: 18 nov. 2021.
  • 21. DICAS DO TIO IVAIR Atenção ao gênero textual. Observar a argumentação que sustenta a tese no texto dissertativo.

Notas do Editor

  1. Professor/a, Sugerimos uma breve conceituação sobre o gênero textual em estudo.
  2. Após a breve conceituação sobre textos Argumentativos/opinativos, sugerimos a seguinte prática de oralidade. Refletir o tema: Educação à distância: desafios e entraves. Após a leitura do texto motivador, iniciar uma roda de conversa com os estudantes Sobre o tema abordado.
  3. Importante retomar sobre a tese. O posicionamento do autor.
  4. Sugerimos também, uma retomada à estrutura do texto dissertativo.
  5. Agora, vamos detalhar a estrutura do parágrafo. A introdução e sua estrutura que a seguir é exemplificada, seguindo a legenda (cores).
  6. Professor/a, Sugerimos que haja a leitura e que seja demonstrada, conforme a legenda, a estrutura do parágrafo: o repertório, o tema e a tese.
  7. Quanto ao desenvolvimento, reforçar que nessa parte do texto, o autor apresentará argumentos que sustentem a tese. E ainda, exemplificar conforme a legenda a estrutura do parágrafo no desenvolvimento, conforme o slide seguinte.
  8. Sugerimos uma leitura colaborativa, em que o texto seja lido e que a estrutura do parágrafo seja observado conforme a legenda apresentada: repertório, tópico frasal, produtividade, desfecho. E reforçar a competência 3, em que o desenvolvimento textualSelecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista
  9. Para a conclusão, evidenciar a Competência V, que tem como objetivo a proposta de intervenção. Desta forma é importante observar a estrutura do parágrafo, e ainda, Observar o que se propõe como intervenção pautando a seguinte estrutura: o que? Como? Quem serão os envolvidos?
  10. Praticando: Importante orientar que a partir da leitura é necessário observar o comando do item e identificar o é pedido a respeito do texto.
  11. Mais uma vez, apresentar a estrutura do texto dissertativo-argumentativo.
  12. Comentar com os estudantes as cinco (5) competências da redação.
  13. Após a breve conceituação sobre textos Argumentativos/opinativos, sugerimos a seguinte prática de escrita. Retomar o debate sobre o assunto no início desta aula e propor a Produção textual, ao tema apresentado.