SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
2ª Série do Ensino Médio
Sociologia
Mobilidade Social
Estabelecer a relação entre a construção de identidade individual e o
pertencimento aos diferentes grupos e instituições sociais.
HABILIDADE
Lista de atividades referente ao dia 03 de agosto de 2021.
SEMANA 22
Recapitulando...
Vimos, a partir de Gilles Deleuze com o paradoxo da “identidade x diferença”, que as
minorias sociais são grupos em situação de vulnerabilidade que compartilham
vivências comuns entre eles.
 Porém, apesar da identidade em comum, possuem demandas diferentes de acordo
com suas necessidades.
Questionamento:
Então, como essa demanda irá influenciar na construção de uma identidade coletiva e
individual?
“Operários”, Tarsila do Amaral (1933)
Identidade coletiva
Identidade coletiva se refere à relação de pertencimento que uma pessoa possui com
determinado grupo social;
 A sensação de identidade é formada por meio da convivência. Os indivíduos
compartilham hábitos e costumes e o sentimento de pertencimento influencia no
comportamento dentro desses grupos e na formação da identidade individual.
O conceito
O conceito de Identidade se tornou evidente na Antropologia a partir do século XX,
com Franz Boas;
 Porém, nessa época, o conceito de identidade era como um acessório, propondo
uma análise da auto imagem de um grupo. Ex.: identidade social e identidade
étnica.
O conceito
Já nos anos 70, esse conceito de identidade passou a ser estudado a partir da
fragmentação social produzida pelo capitalismo e suas consequências
 A globalização, o avanço das tecnologias de informação e a autonomia de grupos
minoritários são exemplos dessa fragmentação, que requer uma nova análise do que
é identidade.
O conceito
Anteriormente, a definição de identidade estava atrelada a uma noção de
ancestralidade. Ex.: luta pelos direitos das mulheres sob o único recorde das questões
de gênero (sem considerar as questões de raça, classe etc.).
 A identidade não é mais considerada como sendo uma ancestralidade em comum,
mas sim uma prática social, uma experiência de vida.
 Essa experiência de vida é suficiente para gerar identidades entre grupos e pessoas.
O conceito
A identidade é transitória, podendo ser construída com o passar do tempo e de acordo
com as demandas dos indivíduos
 Esse conceito é proposto para pensar as diferenças em um mundo fragmentado,
onde as opções de vida passaram a ser múltiplas;
 Se constrói sem necessidade de estabilidade, continuidade ou completude,
podendo os indivíduos moldar a sua identidade a partir de outras identidades
coletivas.
Stuart Hall
O sociólogo aponta que essa construção se dá por
aspectos que escolhemos e por outros que não escolhemos
– que diz respeito justo a parte da vida que não
controlamos, e que é fundamental na formação da
identidade.
buscape.com.br
Stuart Hall
Ex.: As adversidades, como a discriminação racial e o
preconceito de gênero, podem mudar a forma como nos
comportamos e como formamos a nossa identidade a
partir das nossas heranças culturais, podendo ser proposto
uma nova visão de mundo – individual.
negrxs50mais.
#Foco nas atividades
Segundo diversos estudiosos, só se pode falar de comunidade quando se está diante de
grupos sociais ligados por laços afetivos – e não por vínculos impessoais. [...] Assim, os
limites territoriais e o caráter primário dos contatos sociais são dois aspectos a serem levados
em conta pelo sociólogo para identificar, identificar e analisar uma comunidade. Valendo-se
desse conceito relacionado podemos considerar como comunidade, exceto
(A) aldeias indígenas.
(B) colônias de pescadores.
(C) favelas.
(D) grandes cidades.
(E) Nenhuma alternativa está certa.
Disponível em: http://gg.gg/uqy1c Acesso em: 15 maio 2021.
Atividade 1
(D) grandes cidades.
Governo do Estado de Goiás
Ronaldo Ramos Caiado
Secretária de Educação do Estado
Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira
Superintendência de Ensino Médio
Osvany da Costa Gundim Cardoso
Gerente de Produção de Material para o Ensino Médio
Vanuse Batista Pires Ribeiro
Elaborador do Material de Língua Sociologia
Laura Macêdo
Mobilidade Social e Identidade

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A convivência humana cap 2
A convivência humana cap 2A convivência humana cap 2
A convivência humana cap 2Silvia Cintra
 
Conceitos básicos de sociologia.filé
Conceitos básicos de sociologia.filéConceitos básicos de sociologia.filé
Conceitos básicos de sociologia.filéFabio Salvari
 
Lazer e minorias sociais
Lazer e minorias sociaisLazer e minorias sociais
Lazer e minorias sociaisLuciene Gomes
 
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014Douglas Barreto
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
MulticulturalismoAna Gusmao
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeClaudio Henrique Ramos Sales
 
Conceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaConceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaColegio GGE
 
Andes e a política de cotas raciais
Andes e a política de cotas raciaisAndes e a política de cotas raciais
Andes e a política de cotas raciaisLeonídio Miranda
 
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)Helíssia Coimbra
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoItalo Colares
 
Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]
Aula 2   processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]Aula 2   processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]
Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]hendsonsantana
 
Conceitos bácos de sociologia
Conceitos bácos de sociologiaConceitos bácos de sociologia
Conceitos bácos de sociologiaFabio Salvari
 
2 ano sociologia.contatos sociais
2 ano sociologia.contatos sociais2 ano sociologia.contatos sociais
2 ano sociologia.contatos sociaisSuelene Gomes Silva
 

Mais procurados (19)

A convivência humana cap 2
A convivência humana cap 2A convivência humana cap 2
A convivência humana cap 2
 
Conceitos básicos de sociologia.filé
Conceitos básicos de sociologia.filéConceitos básicos de sociologia.filé
Conceitos básicos de sociologia.filé
 
Lazer e minorias sociais
Lazer e minorias sociaisLazer e minorias sociais
Lazer e minorias sociais
 
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014
Sociologia Geral e Jurídica - Cultura e Sociedade 2014
 
Sociabilidade
SociabilidadeSociabilidade
Sociabilidade
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidadeAula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
Aula 19 - Identidade Cultural - Padronização e diversidade
 
Conceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologiaConceitos básicos de sociologia
Conceitos básicos de sociologia
 
Previsao 2013
Previsao 2013Previsao 2013
Previsao 2013
 
áFrica
áFricaáFrica
áFrica
 
Andes e a política de cotas raciais
Andes e a política de cotas raciaisAndes e a política de cotas raciais
Andes e a política de cotas raciais
 
Previsão 2014
Previsão 2014Previsão 2014
Previsão 2014
 
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)
Processos Sociais (Sociologia Geral e do Direito)
 
education
educationeducation
education
 
Ficha 3 processos sociais 2011
Ficha 3   processos sociais 2011Ficha 3   processos sociais 2011
Ficha 3 processos sociais 2011
 
A sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidianoA sociologia aplicada ao cotidiano
A sociologia aplicada ao cotidiano
 
Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]
Aula 2   processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]Aula 2   processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]
Aula 2 processos sociais e de comunicação [salvo automaticamente]
 
Conceitos bácos de sociologia
Conceitos bácos de sociologiaConceitos bácos de sociologia
Conceitos bácos de sociologia
 
2 ano sociologia.contatos sociais
2 ano sociologia.contatos sociais2 ano sociologia.contatos sociais
2 ano sociologia.contatos sociais
 

Semelhante a Mobilidade Social e Identidade

Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos Internacionais
Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos InternacionaisTurismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos Internacionais
Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos InternacionaisScott Rains
 
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos Exemplos
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos ExemplosInclusão em Hotéis: Aprendendo pelos Exemplos
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos ExemplosScott Rains
 
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROProf. Noe Assunção
 
Cultura negra e educação
Cultura negra e educaçãoCultura negra e educação
Cultura negra e educaçãoAline Vaz
 
Desigualdade Social e o Conceito de Gênero
Desigualdade Social e o Conceito de GêneroDesigualdade Social e o Conceito de Gênero
Desigualdade Social e o Conceito de GêneroJuliana Anacleto
 
Por um olhar sociológico
Por um olhar sociológicoPor um olhar sociológico
Por um olhar sociológicoEvandro Batista
 
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014Douglas Barreto
 
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdf
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdfLivro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdf
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdfCludiaElias1
 
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicação
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicaçãoEstereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicação
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicaçãoCassia Barbosa
 
As desigualdades multiplicadas dubet
As desigualdades multiplicadas   dubetAs desigualdades multiplicadas   dubet
As desigualdades multiplicadas dubetAna Laborne
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
MulticulturalismoJoão Couto
 
Moda, Opinião e Estetização do Mundo
Moda, Opinião e Estetização do MundoModa, Opinião e Estetização do Mundo
Moda, Opinião e Estetização do Mundoemilianapomarico
 

Semelhante a Mobilidade Social e Identidade (20)

Sociologia iii
Sociologia iiiSociologia iii
Sociologia iii
 
Gidens ok
Gidens okGidens ok
Gidens ok
 
Slide de Imaginação.pptx
Slide de Imaginação.pptxSlide de Imaginação.pptx
Slide de Imaginação.pptx
 
Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos Internacionais
Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos InternacionaisTurismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos Internacionais
Turismo Inclusivo em Hoteis: Casos Praticos Internacionais
 
21902_3.PDF
21902_3.PDF21902_3.PDF
21902_3.PDF
 
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos Exemplos
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos ExemplosInclusão em Hotéis: Aprendendo pelos Exemplos
Inclusão em Hotéis: Aprendendo pelos Exemplos
 
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
 
Cultura negra e educação
Cultura negra e educaçãoCultura negra e educação
Cultura negra e educação
 
Desigualdade Social e o Conceito de Gênero
Desigualdade Social e o Conceito de GêneroDesigualdade Social e o Conceito de Gênero
Desigualdade Social e o Conceito de Gênero
 
Por um olhar sociológico
Por um olhar sociológicoPor um olhar sociológico
Por um olhar sociológico
 
Crise identidade dinheiro
Crise identidade dinheiroCrise identidade dinheiro
Crise identidade dinheiro
 
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014
Sociologia geral e jurídica - O que é sociologia? 2014
 
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdf
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdfLivro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdf
Livro-dubar_claude_a_crise_das_identidades (1).pdf
 
Norbert elias e pierre bourdieu
Norbert elias e pierre bourdieuNorbert elias e pierre bourdieu
Norbert elias e pierre bourdieu
 
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicação
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicaçãoEstereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicação
Estereótipos femininos fomentados pelos meios de comunicação
 
As desigualdades multiplicadas dubet
As desigualdades multiplicadas   dubetAs desigualdades multiplicadas   dubet
As desigualdades multiplicadas dubet
 
Revisão Conceitual de SOCIOLOGIA
Revisão Conceitual de SOCIOLOGIARevisão Conceitual de SOCIOLOGIA
Revisão Conceitual de SOCIOLOGIA
 
Multiculturalismo
MulticulturalismoMulticulturalismo
Multiculturalismo
 
Cultura afro2
Cultura afro2Cultura afro2
Cultura afro2
 
Moda, Opinião e Estetização do Mundo
Moda, Opinião e Estetização do MundoModa, Opinião e Estetização do Mundo
Moda, Opinião e Estetização do Mundo
 

Mais de GoisBemnoEnem

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101) GoisBemnoEnem
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...GoisBemnoEnem
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMGoisBemnoEnem
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemGoisBemnoEnem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULARGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSGoisBemnoEnem
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONGoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...GoisBemnoEnem
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAGoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leituraLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leituraGoisBemnoEnem
 

Mais de GoisBemnoEnem (20)

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leituraLÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 22 | 3ª SÉRIE | Procedimentos de leitura
 

Último

parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Mobilidade Social e Identidade

  • 1. 2ª Série do Ensino Médio Sociologia Mobilidade Social
  • 2. Estabelecer a relação entre a construção de identidade individual e o pertencimento aos diferentes grupos e instituições sociais. HABILIDADE Lista de atividades referente ao dia 03 de agosto de 2021. SEMANA 22
  • 3. Recapitulando... Vimos, a partir de Gilles Deleuze com o paradoxo da “identidade x diferença”, que as minorias sociais são grupos em situação de vulnerabilidade que compartilham vivências comuns entre eles.  Porém, apesar da identidade em comum, possuem demandas diferentes de acordo com suas necessidades.
  • 4. Questionamento: Então, como essa demanda irá influenciar na construção de uma identidade coletiva e individual? “Operários”, Tarsila do Amaral (1933)
  • 5. Identidade coletiva Identidade coletiva se refere à relação de pertencimento que uma pessoa possui com determinado grupo social;  A sensação de identidade é formada por meio da convivência. Os indivíduos compartilham hábitos e costumes e o sentimento de pertencimento influencia no comportamento dentro desses grupos e na formação da identidade individual.
  • 6. O conceito O conceito de Identidade se tornou evidente na Antropologia a partir do século XX, com Franz Boas;  Porém, nessa época, o conceito de identidade era como um acessório, propondo uma análise da auto imagem de um grupo. Ex.: identidade social e identidade étnica.
  • 7. O conceito Já nos anos 70, esse conceito de identidade passou a ser estudado a partir da fragmentação social produzida pelo capitalismo e suas consequências  A globalização, o avanço das tecnologias de informação e a autonomia de grupos minoritários são exemplos dessa fragmentação, que requer uma nova análise do que é identidade.
  • 8. O conceito Anteriormente, a definição de identidade estava atrelada a uma noção de ancestralidade. Ex.: luta pelos direitos das mulheres sob o único recorde das questões de gênero (sem considerar as questões de raça, classe etc.).  A identidade não é mais considerada como sendo uma ancestralidade em comum, mas sim uma prática social, uma experiência de vida.  Essa experiência de vida é suficiente para gerar identidades entre grupos e pessoas.
  • 9. O conceito A identidade é transitória, podendo ser construída com o passar do tempo e de acordo com as demandas dos indivíduos  Esse conceito é proposto para pensar as diferenças em um mundo fragmentado, onde as opções de vida passaram a ser múltiplas;  Se constrói sem necessidade de estabilidade, continuidade ou completude, podendo os indivíduos moldar a sua identidade a partir de outras identidades coletivas.
  • 10. Stuart Hall O sociólogo aponta que essa construção se dá por aspectos que escolhemos e por outros que não escolhemos – que diz respeito justo a parte da vida que não controlamos, e que é fundamental na formação da identidade. buscape.com.br
  • 11. Stuart Hall Ex.: As adversidades, como a discriminação racial e o preconceito de gênero, podem mudar a forma como nos comportamos e como formamos a nossa identidade a partir das nossas heranças culturais, podendo ser proposto uma nova visão de mundo – individual. negrxs50mais.
  • 13. Segundo diversos estudiosos, só se pode falar de comunidade quando se está diante de grupos sociais ligados por laços afetivos – e não por vínculos impessoais. [...] Assim, os limites territoriais e o caráter primário dos contatos sociais são dois aspectos a serem levados em conta pelo sociólogo para identificar, identificar e analisar uma comunidade. Valendo-se desse conceito relacionado podemos considerar como comunidade, exceto (A) aldeias indígenas. (B) colônias de pescadores. (C) favelas. (D) grandes cidades. (E) Nenhuma alternativa está certa. Disponível em: http://gg.gg/uqy1c Acesso em: 15 maio 2021. Atividade 1 (D) grandes cidades.
  • 14.
  • 15. Governo do Estado de Goiás Ronaldo Ramos Caiado Secretária de Educação do Estado Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira Superintendência de Ensino Médio Osvany da Costa Gundim Cardoso Gerente de Produção de Material para o Ensino Médio Vanuse Batista Pires Ribeiro Elaborador do Material de Língua Sociologia Laura Macêdo

Notas do Editor

  1. Professor/a, Importante apresentar aos estudantes o objetivo do estudo. Distinguir os fatos e os argumentos presentes no texto.
  2. Abordagem ao conteúdo: (Pesquisa) A partir da proposta de pesquisa e construção do mapa mental, possibilitará a revisão e contextualização sobre o conteúdo e, ainda, elaboração de cartazes e explanação do assunto em sala de aula (seminário). Antes de iniciarmos o conteúdo, sugerimos uma pesquisa sobre tipologia textual e que os estudantes construam a partir desses modelos um mapa mental sobre o conteúdo. Sugestão: Como atividade inicial do conteúdo, é importante fazer uma mapa mental sobre tipologia textual.