SlideShare uma empresa Scribd logo
Letramento Informacional:
     Conceitos básicos




           Dra. Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque
O início…bombardeio de informação
 Após segunda guerra mundial: ―explosão
  informacional‖.
 Edição New York Times – Mais informação do que uma
 pessoa do séc. XVII depararia em toda a vida.
 Maisde 9000 títulos de jornais e revistas são publicadas
 nos EUA a cada ano. No Reino Unido são publicados
 14.442 periódicos por ano.
 Editados 1000   livros novos por DIA.
A  biblioteca do Congresso conta com 24 milhões de
 livros.
A   Índia produz 800 títulos novos de filme a cada ano.
                                          (Fonte: Folha de São Paulo 21/09/2000)
• Número de páginas na internet: mais de 1
  trilhão de páginas na web. Isso é
  1.000.000.000.000 !!!
• Produção de 1,5 bilhão de gigabytes em
  informação impressa, filme ou arquivos
  magnéticos. Média de 250 megabytes de
  informação para cada ser humano.
• Hoje há mais de 100 emissoras no ar, em
  diversas línguas, com especialidades
  diferentes.
• Os americanos compram uma quantidade
  superior a 1 bilhão de livros por ano.
Literatura científica e tecnológica
• Há 100 anos existiam cerca de 200 revistas
  científicas no mundo. Agora são mais de 100 000,
  10 000 delas de medicina.
• Uma biblioteca eletrônica médica que arquiva os
  artigos das 4 800 principais revistas do ramo tem
  registrados mais de 12 milhões de arquivos, e a
  cada ano outros 700 000 entram para o catálogo.




                                Veja 1 716 - 5 de setembro de 2001
Síndrome do excesso de informação
“Há dados demais e eles muitas vezes não são confiáveis. Por isso a ansiedade é uma constante em
minha vida. Além de rastrear tudo o que posso na internet, ainda checo o que descubro em fontes
tradicionais, em geral mais confiáveis” José Eduardo Queiroz

Não consegue sentir-se atualizado com o mundo a sua volta?

Sente-se culpado cada vez que olha para a pilha de jornais e revistas e o volume de e-
mails recebidos que não conseguiu ler ?
Cerca-se de aparelhos digitais na esperança de que a simples presença deles a
sua volta ajude a torná-lo uma pessoa mais adaptada à alta tecnologia ?

Fica abatido quando uma pesquisa na internet resulta num documento de dezenas de
páginas, pois acredita que, se não ler todas elas, não saberá tudo o que deve sobre o
assunto?




                               Fonte: Ansiedade de Informação, Cultura Editores Associados, Richard Wurman
Informação é
     ruim???
http://www.youtube.com/watch?v
         =TJe0zVDzIdo
Surgimento do letramento informacional
• 1974: cunhada a expressão information
  literacy por Paul Zurkowski.
• a partir de 1989: retomada
• 1990: National Forum on Information
  Literacy (NFIL). Coalizão de mais de 75
  membros de instituições de educação,
  negócios e organizações governamentais.
• Em 1998: American Association of School Libraries
  (AASL) e a Association for Educational
  Communications and Technology (AECT) publicaram
  documento com as competências e indicadores a
  serem desenvolvidos pelos estudantes da educação
  básica.
• Em 2000: a Association of College and Research
  Library (ACRL) publicou os ―Padrões de
  Competências Informacionais para o Ensino
  Superior‖.
• A partir de 2000: Brasil (Ciência da informação e
  Biblioteconomia)
•Conjunto de habilidades
 individuais que possibilitam ao
 indivíduo:
• reconhecer a informação
 necessária,
•bem como localizar,
•avaliar e
•utilizar eficazmente essa
 informação (ACRL).
ARCABOUÇO CONCEITUAL DE L.I

                       habilidades




   Alfabetização                      Letramento informacional

Infancia   Educação básica      Universidade   Vida profissional e pessoal
Alfabetização informacional
• Envolve o conhecimento básico dos suportes de
  informação, por exemplo, compreensão de conceitos
  relacionados às práticas de busca e uso de informação,
  tais como números de chamada, classificação, índice,
  sumário, banco de dados, bem como o domínio das
  funções básicas do computador — uso do teclado,
  habilidade motora para usar o mouse, dentre outros.
LETRAMENTO INFORMACIONAL
 • capacidade de buscar e usar a informação
   eficazmente para resolver problemas ou tomar
   decisões.




Fazer bons investimentos                             Elaborar artigos
                           Comprar custo-benefício
Padrões de
letramento
informacional
• PADRÃO 1:
 • DETERMINAR A NATUREZA E EXTENSÃO
   DA NECESSIDADE DE INFORMAÇÃO
                  Identifica tipos e                           Reavalia a
                  formatos de fontes                           natureza e a
                  potenciais de                                extensão da
                  informação.                                  necessidade
                                                               de
                                                               informação.




                                       Considera os custos e
Define as                              os benefícios de
necessidades de                        adquirir a informação
informação                             necessária.
• PADRÃO 2:
 • ACESSAR AS INFORMAÇÕES EFETIVA E
   EFICIENTEMENTE.
                               Constrói e implementa
                               projetos de estratégias de
                               busca de informação.




Seleciona os métodos mais
apropriados de investigação
e os sistemas de recuperação
de informação para acessar a
informação necessária.                                      Extrai, registra e
                                                            gerencia as fontes de
                                                            informação.
• PADRÃO 3:
 • AVALIAR CRITICAMENTE A INFORMAÇÃO E
   SUAS FONTES E INCORPORAR A INFORMAÇÃO
   SELECIONADA EM SUA BASE DE
   CONHECIMENTO E SISTEMA DE VALORES.
                                                                          Valida a sua
                      Avalia criticamente                                 compreensão e
                      a informação                                        interpretação
                      verificando autoria,                                da informação
                      Instituição, linha de                               por meio de
                      pesquisa, data…                                     conversas com
                                                                          outros
                                                                          indivíduos e
                                                                          peritos da área.
                                              Compara o novo
                                              conhecimento com o
Resume as
                                              conhecimento inicial
principais ideias a
                                              para determinar o valor
serem extraídas da
                                              agregado, contradições
informação
                                              ou outras características
encontrada.
                                              únicas da informação.
• PADRÃO 4:
 • USAR, INDIVIDUALMENTE OU EM
   GRUPO, A INFORMAÇÃO EFETIVAMENTE
   PARA ACOMPANHAR OBJETIVOS
   ESPECÍFICOS.
                         Revisa o processo de
                         desenvolvimento do
                         produto ou resultados.




Aplica o novo
conhecimento para                                 Comunica o produto ou
planejamento e                                    realizações efetivas para
criação de produtos ou                            outros.
resultados.
• PADRÃO 5:
 • COMPREENDER OS ASPECTOS ECONÔMICO,
   LEGAL E SOCIAL DAS QUESTÕES
   RELACIONADAS AO ACESSO E USO DA
   INFORMAÇÃO E USAR A INFORMAÇÃO DE
   FORMA ÉTICA E LEGAL.
                                Segue as leis, regulações,
                                políticas institucionais e
                                normas relacionadas ao
                                acesso e uso dos recursos
                                informacionais.



Compreende os aspectos ético,
                                                             Reconhece o uso de
legal e socioeconômico das
                                                             fontes de informação na
questões relacionadas à
                                                             comunicação de
informação e à tecnologia da
                                                             produtos e resultados.
informação.
Componentes do LI

•   Processo investigativo;
•   Aprendizado ativo;
•   Aprendizado independente;
•   Pensamento crítico;
•   Aprender a aprender;
•   Aprendizado ao longo da vida.
Consequências pessoais


               Incompetência para
               Tomada de decisão e
                resolver problemas




 Manipulação                         Infrigir legislação
Consequências para a sociedade

                         Baixa qualidade de
                         ensino




                                              Mão –de- obra
Dependência científica                        desqualificada
e tecnológica
• Aprender é preciso!!!
• A aquisição do conhecimento é o traço mais
  característico de nosso sistema cognitivo.
• Somente os humanos conseguem acumular
  essas soluções culturalmente em forma de
  conhecimento, transmitindo-o de geração em
  geração, porque dispoõem de sistemas de
  aprendizagem e representação que os
  diferenciam dos demais organismos e sistemas
  que aprendem.
• O direito ao conhecimento que ninguém mais
  discute como um bem social, deveria incluir
  também o direito de adquirir esses kits ou
  ferramentas cognitivas para aprender novos
  conhecimentos em domínios específicos.
  (POZO, 2005, p.11).
• Contato:

• Kelley@unb.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Componentes da competência em informação
Componentes da competência em informaçãoComponentes da competência em informação
Componentes da competência em informação
Elisabeth Dudziak
 
4.1.1.
4.1.1. 4.1.1.
Sense making v.2- uma abordagem atual
Sense making v.2- uma abordagem atualSense making v.2- uma abordagem atual
Sense making v.2- uma abordagem atual
Luis Ferraz
 
Palestra gustavo freire
Palestra gustavo freirePalestra gustavo freire
Palestra gustavo freire
Daniela Spudeit
 
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
Ana Loureiro
 
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Deise Diana Lava
 
Aula pos edu_1_meios
Aula pos edu_1_meiosAula pos edu_1_meios
Aula pos edu_1_meios
rauzis
 
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a CiberculturaA Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
Diogo Myrrha
 

Mais procurados (8)

Componentes da competência em informação
Componentes da competência em informaçãoComponentes da competência em informação
Componentes da competência em informação
 
4.1.1.
4.1.1. 4.1.1.
4.1.1.
 
Sense making v.2- uma abordagem atual
Sense making v.2- uma abordagem atualSense making v.2- uma abordagem atual
Sense making v.2- uma abordagem atual
 
Palestra gustavo freire
Palestra gustavo freirePalestra gustavo freire
Palestra gustavo freire
 
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
(re)construção e partilha de conteúdos e recursos em eLearning literacia digi...
 
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-TecnológicaTeorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
Teorias pedagógicas e a cibercultura: Corrente Racional-Tecnológica
 
Aula pos edu_1_meios
Aula pos edu_1_meiosAula pos edu_1_meios
Aula pos edu_1_meios
 
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a CiberculturaA Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
A Corrente Racional- Tecnológica e a Cibercultura
 

Destaque

Proyect@emociones - Mª José García
Proyect@emociones - Mª José GarcíaProyect@emociones - Mª José García
Proyect@emociones - Mª José García
Marga Conde
 
Ciberjornalismo
CiberjornalismoCiberjornalismo
Ciberjornalismo
Manuel Pinto
 
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
maar santanna
 
Apresentação curso NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
Apresentação curso  NTE 05 Itabuna-Ba. - IaraApresentação curso  NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
Apresentação curso NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
Ebook
EbookEbook
Planejamento de aula com hipertexto.
Planejamento de aula com hipertexto.Planejamento de aula com hipertexto.
Planejamento de aula com hipertexto.
monicaeventos
 
Defesa doutorado 2013
Defesa doutorado 2013Defesa doutorado 2013
Defesa doutorado 2013
Juan "Pg" Waldir Mendoza Cortez
 
Defesa da tese de doutorado
Defesa da tese de doutoradoDefesa da tese de doutorado
Defesa da tese de doutorado
Carlos d'Andréa
 
Apresentação da tese de doutorado andrius1
Apresentação da tese de doutorado andrius1Apresentação da tese de doutorado andrius1
Apresentação da tese de doutorado andrius1Andrius Noronha
 
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
Simpósio Hipertexto
 
Aprender e ensinar em ambientes virtuais
Aprender e ensinar em ambientes virtuais Aprender e ensinar em ambientes virtuais
Aprender e ensinar em ambientes virtuais
Vera Menezes
 
Anpoll vera
Anpoll veraAnpoll vera
Anpoll vera
Vera Menezes
 
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
Vera Menezes
 
Contribuições à educação
Contribuições à educaçãoContribuições à educação
Contribuições à educação
brunotonetto
 
Defesa de Tese de Doutorado
Defesa de Tese de DoutoradoDefesa de Tese de Doutorado
Defesa de Tese de Doutorado
Marco Polo Moreno
 
Facebook
FacebookFacebook
Facebook
Vera Menezes
 
Linguística aplicada i-_2010
Linguística aplicada i-_2010Linguística aplicada i-_2010
Linguística aplicada i-_2010
ADRIANA BECKER
 
O que é hipertexto
O que é hipertextoO que é hipertexto
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
Dalton Martins
 
Vera enanpoll
Vera enanpollVera enanpoll
Vera enanpoll
Vera Menezes
 

Destaque (20)

Proyect@emociones - Mª José García
Proyect@emociones - Mª José GarcíaProyect@emociones - Mª José García
Proyect@emociones - Mª José García
 
Ciberjornalismo
CiberjornalismoCiberjornalismo
Ciberjornalismo
 
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
O facebook como nova face de leitura e de escrita que tem a escola a ver com ...
 
Apresentação curso NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
Apresentação curso  NTE 05 Itabuna-Ba. - IaraApresentação curso  NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
Apresentação curso NTE 05 Itabuna-Ba. - Iara
 
Ebook
EbookEbook
Ebook
 
Planejamento de aula com hipertexto.
Planejamento de aula com hipertexto.Planejamento de aula com hipertexto.
Planejamento de aula com hipertexto.
 
Defesa doutorado 2013
Defesa doutorado 2013Defesa doutorado 2013
Defesa doutorado 2013
 
Defesa da tese de doutorado
Defesa da tese de doutoradoDefesa da tese de doutorado
Defesa da tese de doutorado
 
Apresentação da tese de doutorado andrius1
Apresentação da tese de doutorado andrius1Apresentação da tese de doutorado andrius1
Apresentação da tese de doutorado andrius1
 
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
Hipertexto 2012 - Slides da Conferência de Lúcia Santaella (PUC-SP)
 
Aprender e ensinar em ambientes virtuais
Aprender e ensinar em ambientes virtuais Aprender e ensinar em ambientes virtuais
Aprender e ensinar em ambientes virtuais
 
Anpoll vera
Anpoll veraAnpoll vera
Anpoll vera
 
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
O desenvolvimento da Linguística Aplicada até o sec, 21
 
Contribuições à educação
Contribuições à educaçãoContribuições à educação
Contribuições à educação
 
Defesa de Tese de Doutorado
Defesa de Tese de DoutoradoDefesa de Tese de Doutorado
Defesa de Tese de Doutorado
 
Facebook
FacebookFacebook
Facebook
 
Linguística aplicada i-_2010
Linguística aplicada i-_2010Linguística aplicada i-_2010
Linguística aplicada i-_2010
 
O que é hipertexto
O que é hipertextoO que é hipertexto
O que é hipertexto
 
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
Apresentação da Defesa do Doutorado - Análise de redes sociais de colaboração...
 
Vera enanpoll
Vera enanpollVera enanpoll
Vera enanpoll
 

Semelhante a Letramento informacional - Palestra para o maristinha estudantes 9 ano

3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
Carlos Lopes
 
Comunicação de carlos lopes no workshoop literacia da informação no 3º enco...
Comunicação de carlos lopes no workshoop  literacia da informação  no 3º enco...Comunicação de carlos lopes no workshoop  literacia da informação  no 3º enco...
Comunicação de carlos lopes no workshoop literacia da informação no 3º enco...
Carlos Lopes
 
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
Carlos Lopes
 
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
Carlos Lopes
 
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas OrganizaçõesO Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
Leonardo Moraes
 
Apresentação Maria Cecília Rizzi
Apresentação Maria Cecília RizziApresentação Maria Cecília Rizzi
Apresentação Maria Cecília Rizzi
bcoufscar
 
DIGCOMP - competências digitais
DIGCOMP - competências digitaisDIGCOMP - competências digitais
DIGCOMP - competências digitais
margarida lucas
 
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
Diego Salcedo
 
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
Arquivista.org
 
Seminário luciana
Seminário lucianaSeminário luciana
Seminário luciana
nataliabatistapinto
 
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Claudio Diniz - Designer Gráfico
 
F kanitar apresentacao_projeto
F kanitar apresentacao_projetoF kanitar apresentacao_projeto
F kanitar apresentacao_projeto
Luis Pedro
 
Aula 3 versão aulas coimbra
Aula 3 versão aulas coimbraAula 3 versão aulas coimbra
Aula 3 versão aulas coimbra
Anabela Mesquita
 
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Pedro Príncipe
 
Saber avaliar a informação
Saber avaliar a informaçãoSaber avaliar a informação
Saber avaliar a informação
Biblioteca FCT/UNL
 
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
Regina Fazioli
 
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archivesCompetência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Rodrigo Moreira Garcia
 
Apresentação gestão do conhecimento
Apresentação gestão do conhecimentoApresentação gestão do conhecimento
Apresentação gestão do conhecimento
comunidadedepraticas
 
Modelos de literacia da informação
Modelos de literacia da informaçãoModelos de literacia da informação
Modelos de literacia da informação
Carlos Pinheiro
 
Apresentação Dissertação
Apresentação DissertaçãoApresentação Dissertação
Apresentação Dissertação
Regina Fazioli
 

Semelhante a Letramento informacional - Palestra para o maristinha estudantes 9 ano (20)

3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
3ºencontro bes 2016 : 3. Integração da literacia da informação nos curricula:...
 
Comunicação de carlos lopes no workshoop literacia da informação no 3º enco...
Comunicação de carlos lopes no workshoop  literacia da informação  no 3º enco...Comunicação de carlos lopes no workshoop  literacia da informação  no 3º enco...
Comunicação de carlos lopes no workshoop literacia da informação no 3º enco...
 
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
Literacia da informação no combate às fake news - Workshop #4 Encontro das BE...
 
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
Webinar gtbes 18 dez 2018_lopes_sanches_antunes_vfinal_ok (1)
 
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas OrganizaçõesO Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
O Uso Da Informação E O Ciclo Da Informação Nas Organizações
 
Apresentação Maria Cecília Rizzi
Apresentação Maria Cecília RizziApresentação Maria Cecília Rizzi
Apresentação Maria Cecília Rizzi
 
DIGCOMP - competências digitais
DIGCOMP - competências digitaisDIGCOMP - competências digitais
DIGCOMP - competências digitais
 
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
Necessidade e comportamento informacional: breve leitura de modelos/Informati...
 
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
Regina Cianconi - Fontes de informação na Web (nov-2010)
 
Seminário luciana
Seminário lucianaSeminário luciana
Seminário luciana
 
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e AplicaçõesEstudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
Estudo de Usuários - Conceitos e Aplicações
 
F kanitar apresentacao_projeto
F kanitar apresentacao_projetoF kanitar apresentacao_projeto
F kanitar apresentacao_projeto
 
Aula 3 versão aulas coimbra
Aula 3 versão aulas coimbraAula 3 versão aulas coimbra
Aula 3 versão aulas coimbra
 
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
Gestão de Dados Científicos: desafios e estratégias nas Instituições #ConfOA2015
 
Saber avaliar a informação
Saber avaliar a informaçãoSaber avaliar a informação
Saber avaliar a informação
 
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
Capacitação em informação: um diferencial à atuação em salas de leitura.
 
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archivesCompetência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
 
Apresentação gestão do conhecimento
Apresentação gestão do conhecimentoApresentação gestão do conhecimento
Apresentação gestão do conhecimento
 
Modelos de literacia da informação
Modelos de literacia da informaçãoModelos de literacia da informação
Modelos de literacia da informação
 
Apresentação Dissertação
Apresentação DissertaçãoApresentação Dissertação
Apresentação Dissertação
 

Mais de Kelley Cristine Gasque

Letramento e curriculo
Letramento e curriculoLetramento e curriculo
Letramento e curriculo
Kelley Cristine Gasque
 
Em direção aos projetos
Em direção aos projetosEm direção aos projetos
Em direção aos projetos
Kelley Cristine Gasque
 
Em direção aos projetos
Em direção aos projetosEm direção aos projetos
Em direção aos projetos
Kelley Cristine Gasque
 
A construção de um programa de letramento informacional e arte educação
A construção de um programa de letramento informacional e arte educaçãoA construção de um programa de letramento informacional e arte educação
A construção de um programa de letramento informacional e arte educação
Kelley Cristine Gasque
 
Letramento informacional e Currículo
Letramento informacional e CurrículoLetramento informacional e Currículo
Letramento informacional e Currículo
Kelley Cristine Gasque
 
Letramento informacional e educação básica
Letramento informacional e educação básicaLetramento informacional e educação básica
Letramento informacional e educação básica
Kelley Cristine Gasque
 
Acesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégiasAcesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégias
Kelley Cristine Gasque
 
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humanoExperiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
Kelley Cristine Gasque
 
Apresentação maristinha 2012
Apresentação maristinha 2012Apresentação maristinha 2012
Apresentação maristinha 2012
Kelley Cristine Gasque
 
Sociedade da aprendizagem
Sociedade da aprendizagemSociedade da aprendizagem
Sociedade da aprendizagem
Kelley Cristine Gasque
 
E bookv2 multirreferencialidades
E bookv2 multirreferencialidadesE bookv2 multirreferencialidades
E bookv2 multirreferencialidades
Kelley Cristine Gasque
 
O pensamento reflexivo na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
O pensamento reflexivo  na busca e no uso da informação na comunicação cienti...O pensamento reflexivo  na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
O pensamento reflexivo na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
Kelley Cristine Gasque
 
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUA
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUAVisita Técnica . Bibliotecas dos EUA
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUA
Kelley Cristine Gasque
 
Bibliotecas escolares como CRAs
Bibliotecas escolares como CRAs Bibliotecas escolares como CRAs
Bibliotecas escolares como CRAs
Kelley Cristine Gasque
 
Sistema educacional do Japão
Sistema educacional do JapãoSistema educacional do Japão
Sistema educacional do Japão
Kelley Cristine Gasque
 

Mais de Kelley Cristine Gasque (15)

Letramento e curriculo
Letramento e curriculoLetramento e curriculo
Letramento e curriculo
 
Em direção aos projetos
Em direção aos projetosEm direção aos projetos
Em direção aos projetos
 
Em direção aos projetos
Em direção aos projetosEm direção aos projetos
Em direção aos projetos
 
A construção de um programa de letramento informacional e arte educação
A construção de um programa de letramento informacional e arte educaçãoA construção de um programa de letramento informacional e arte educação
A construção de um programa de letramento informacional e arte educação
 
Letramento informacional e Currículo
Letramento informacional e CurrículoLetramento informacional e Currículo
Letramento informacional e Currículo
 
Letramento informacional e educação básica
Letramento informacional e educação básicaLetramento informacional e educação básica
Letramento informacional e educação básica
 
Acesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégiasAcesso `a informação - estratégias
Acesso `a informação - estratégias
 
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humanoExperiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
Experiência e perspectiva contemporânea do comportamento informacional humano
 
Apresentação maristinha 2012
Apresentação maristinha 2012Apresentação maristinha 2012
Apresentação maristinha 2012
 
Sociedade da aprendizagem
Sociedade da aprendizagemSociedade da aprendizagem
Sociedade da aprendizagem
 
E bookv2 multirreferencialidades
E bookv2 multirreferencialidadesE bookv2 multirreferencialidades
E bookv2 multirreferencialidades
 
O pensamento reflexivo na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
O pensamento reflexivo  na busca e no uso da informação na comunicação cienti...O pensamento reflexivo  na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
O pensamento reflexivo na busca e no uso da informação na comunicação cienti...
 
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUA
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUAVisita Técnica . Bibliotecas dos EUA
Visita Técnica . Bibliotecas dos EUA
 
Bibliotecas escolares como CRAs
Bibliotecas escolares como CRAs Bibliotecas escolares como CRAs
Bibliotecas escolares como CRAs
 
Sistema educacional do Japão
Sistema educacional do JapãoSistema educacional do Japão
Sistema educacional do Japão
 

Último

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 

Último (20)

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 

Letramento informacional - Palestra para o maristinha estudantes 9 ano

  • 1. Letramento Informacional: Conceitos básicos Dra. Kelley Cristine Gonçalves Dias Gasque
  • 2.
  • 3.
  • 4. O início…bombardeio de informação  Após segunda guerra mundial: ―explosão informacional‖.  Edição New York Times – Mais informação do que uma pessoa do séc. XVII depararia em toda a vida.  Maisde 9000 títulos de jornais e revistas são publicadas nos EUA a cada ano. No Reino Unido são publicados 14.442 periódicos por ano.  Editados 1000 livros novos por DIA. A biblioteca do Congresso conta com 24 milhões de livros. A Índia produz 800 títulos novos de filme a cada ano. (Fonte: Folha de São Paulo 21/09/2000)
  • 5. • Número de páginas na internet: mais de 1 trilhão de páginas na web. Isso é 1.000.000.000.000 !!! • Produção de 1,5 bilhão de gigabytes em informação impressa, filme ou arquivos magnéticos. Média de 250 megabytes de informação para cada ser humano. • Hoje há mais de 100 emissoras no ar, em diversas línguas, com especialidades diferentes. • Os americanos compram uma quantidade superior a 1 bilhão de livros por ano.
  • 6. Literatura científica e tecnológica • Há 100 anos existiam cerca de 200 revistas científicas no mundo. Agora são mais de 100 000, 10 000 delas de medicina. • Uma biblioteca eletrônica médica que arquiva os artigos das 4 800 principais revistas do ramo tem registrados mais de 12 milhões de arquivos, e a cada ano outros 700 000 entram para o catálogo. Veja 1 716 - 5 de setembro de 2001
  • 7. Síndrome do excesso de informação “Há dados demais e eles muitas vezes não são confiáveis. Por isso a ansiedade é uma constante em minha vida. Além de rastrear tudo o que posso na internet, ainda checo o que descubro em fontes tradicionais, em geral mais confiáveis” José Eduardo Queiroz Não consegue sentir-se atualizado com o mundo a sua volta? Sente-se culpado cada vez que olha para a pilha de jornais e revistas e o volume de e- mails recebidos que não conseguiu ler ? Cerca-se de aparelhos digitais na esperança de que a simples presença deles a sua volta ajude a torná-lo uma pessoa mais adaptada à alta tecnologia ? Fica abatido quando uma pesquisa na internet resulta num documento de dezenas de páginas, pois acredita que, se não ler todas elas, não saberá tudo o que deve sobre o assunto? Fonte: Ansiedade de Informação, Cultura Editores Associados, Richard Wurman
  • 8. Informação é ruim??? http://www.youtube.com/watch?v =TJe0zVDzIdo
  • 9. Surgimento do letramento informacional • 1974: cunhada a expressão information literacy por Paul Zurkowski. • a partir de 1989: retomada • 1990: National Forum on Information Literacy (NFIL). Coalizão de mais de 75 membros de instituições de educação, negócios e organizações governamentais.
  • 10. • Em 1998: American Association of School Libraries (AASL) e a Association for Educational Communications and Technology (AECT) publicaram documento com as competências e indicadores a serem desenvolvidos pelos estudantes da educação básica. • Em 2000: a Association of College and Research Library (ACRL) publicou os ―Padrões de Competências Informacionais para o Ensino Superior‖. • A partir de 2000: Brasil (Ciência da informação e Biblioteconomia)
  • 11. •Conjunto de habilidades individuais que possibilitam ao indivíduo: • reconhecer a informação necessária, •bem como localizar, •avaliar e •utilizar eficazmente essa informação (ACRL).
  • 12. ARCABOUÇO CONCEITUAL DE L.I habilidades Alfabetização Letramento informacional Infancia Educação básica Universidade Vida profissional e pessoal
  • 13. Alfabetização informacional • Envolve o conhecimento básico dos suportes de informação, por exemplo, compreensão de conceitos relacionados às práticas de busca e uso de informação, tais como números de chamada, classificação, índice, sumário, banco de dados, bem como o domínio das funções básicas do computador — uso do teclado, habilidade motora para usar o mouse, dentre outros.
  • 14. LETRAMENTO INFORMACIONAL • capacidade de buscar e usar a informação eficazmente para resolver problemas ou tomar decisões. Fazer bons investimentos Elaborar artigos Comprar custo-benefício
  • 16. • PADRÃO 1: • DETERMINAR A NATUREZA E EXTENSÃO DA NECESSIDADE DE INFORMAÇÃO Identifica tipos e Reavalia a formatos de fontes natureza e a potenciais de extensão da informação. necessidade de informação. Considera os custos e Define as os benefícios de necessidades de adquirir a informação informação necessária.
  • 17. • PADRÃO 2: • ACESSAR AS INFORMAÇÕES EFETIVA E EFICIENTEMENTE. Constrói e implementa projetos de estratégias de busca de informação. Seleciona os métodos mais apropriados de investigação e os sistemas de recuperação de informação para acessar a informação necessária. Extrai, registra e gerencia as fontes de informação.
  • 18. • PADRÃO 3: • AVALIAR CRITICAMENTE A INFORMAÇÃO E SUAS FONTES E INCORPORAR A INFORMAÇÃO SELECIONADA EM SUA BASE DE CONHECIMENTO E SISTEMA DE VALORES. Valida a sua Avalia criticamente compreensão e a informação interpretação verificando autoria, da informação Instituição, linha de por meio de pesquisa, data… conversas com outros indivíduos e peritos da área. Compara o novo conhecimento com o Resume as conhecimento inicial principais ideias a para determinar o valor serem extraídas da agregado, contradições informação ou outras características encontrada. únicas da informação.
  • 19. • PADRÃO 4: • USAR, INDIVIDUALMENTE OU EM GRUPO, A INFORMAÇÃO EFETIVAMENTE PARA ACOMPANHAR OBJETIVOS ESPECÍFICOS. Revisa o processo de desenvolvimento do produto ou resultados. Aplica o novo conhecimento para Comunica o produto ou planejamento e realizações efetivas para criação de produtos ou outros. resultados.
  • 20. • PADRÃO 5: • COMPREENDER OS ASPECTOS ECONÔMICO, LEGAL E SOCIAL DAS QUESTÕES RELACIONADAS AO ACESSO E USO DA INFORMAÇÃO E USAR A INFORMAÇÃO DE FORMA ÉTICA E LEGAL. Segue as leis, regulações, políticas institucionais e normas relacionadas ao acesso e uso dos recursos informacionais. Compreende os aspectos ético, Reconhece o uso de legal e socioeconômico das fontes de informação na questões relacionadas à comunicação de informação e à tecnologia da produtos e resultados. informação.
  • 21. Componentes do LI • Processo investigativo; • Aprendizado ativo; • Aprendizado independente; • Pensamento crítico; • Aprender a aprender; • Aprendizado ao longo da vida.
  • 22. Consequências pessoais Incompetência para Tomada de decisão e resolver problemas Manipulação Infrigir legislação
  • 23. Consequências para a sociedade Baixa qualidade de ensino Mão –de- obra Dependência científica desqualificada e tecnológica
  • 24. • Aprender é preciso!!! • A aquisição do conhecimento é o traço mais característico de nosso sistema cognitivo. • Somente os humanos conseguem acumular essas soluções culturalmente em forma de conhecimento, transmitindo-o de geração em geração, porque dispoõem de sistemas de aprendizagem e representação que os diferenciam dos demais organismos e sistemas que aprendem.
  • 25. • O direito ao conhecimento que ninguém mais discute como um bem social, deveria incluir também o direito de adquirir esses kits ou ferramentas cognitivas para aprender novos conhecimentos em domínios específicos. (POZO, 2005, p.11).