SlideShare uma empresa Scribd logo
Interface
Homem-Computador
Aula 02 – Princípios de design em IHC
PROF. MAIGON NACIB PONTUSCHKA
maigonp@gmail.com
1° Semestre 2016
Adaptado de material do Prof. Márcio D. Cavalcante - UFRA
PRINCÍPIOS DE DESIGN
“...são derivados de uma mistura de
conhecimento baseado em teoria, experiência
e senso comum [...] conjunto de itens que
devem ser assegurados”
(PREECE, 2005)
Princípios de design que norteiam o design de interação
1.Visibilidade
2. Feedback
3. Restrições
4. Mapeamento
5. Consistência
6. Affordance
• (PREECE) Design de Interação Cap. 1 - pag 42 a 53
• (NORMAN) Design do dia-a-dia Cap.7 - pag 221 a 25
PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE
Visibilidade
“...O sistema deve fornecer indicações do estado do
sistema, que sejam prontamente perceptíveis e
interpretáveis e correspondam às intenções e às
expectativas.” (NORMAN, 2006)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE
PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE
PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
Feedback
“O feedback se refere ao retorno de informações
a respeito da ação que foi feita e do que foi
realizado, permitindo a pessoa continuar a
atividade.” (PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
Restrições
“... refere-se às formas de delimitar o tipo de
interação que pode ocorrer [...] para impedir o
usuário de selecionar a opção incorreta e
reduzir as chances de erro...” (PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
Mapeamento
“... refere-se a relação entre controles e seus
efeitos no artefato” (PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
Consistência
“... refere-se a projetar interfaces de modo que
tenham operações semelhantes e que utilizem
elementos semelhantes para a realização de
tarefas similares” (PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto que permite ao usuário
saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
“É uma ‘dica’ de como devemos interagir com o
objeto.”
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto
que permite ao usuário
saber como utilizá-lo”
(PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto
que permite ao usuário
saber como utilizá-lo”
(PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto
que permite ao usuário
saber como utilizá-lo”
(PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto
que permite ao usuário
saber como utilizá-lo”
(PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
Affordance
“É um atributo do objeto
que permite ao usuário
saber como utilizá-lo”
(PREECE, 2005)
PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
Princípios de design que norteiam o design de interação
1.Visibilidade
2. Feedback
3. Restrições
4. Mapeamento
5. Consistência
6. Affordance
• (PREECE) Design de Interação Cap. 1 - pag 42 a 53
• (NORMAN) Design do dia-a-dia Cap.7 - pag 221 a 25
Tarefa
1. Forme grupos
2. Analise os celulares, smartphones e tablets pessoais
3. Procure Identificar alguns princípios de design
4. Apresente à turma
5.Tempo:
30min pesquisa
10min apresentação
Parte 2
PRINCÍPIOS DE DESIGN
Princípios de design que norteiam o design de interação
1. Proximidade
2. Alinhamento
3. Repetição
4. Contraste
• WILLIAMS, Robin Design para quem não é designer: noções básicas de
planejamento visual. 2ed. São Paulo: Callis, 1995
Bibliografia da aula
• CAVALCANTE, Marcio D. L. Introdução à Usabilidade. Belém do
Pará: UFRA, 2014. Disponível em
<http://www.slideshare.net/mdarlen/ihc-slide-2-usabilidade-e-
princpios-de-design> Acessado em 10/3/2016.
• PREECE, J.; ROGERS,Y.; SHARP, H. Design de Interação: além da
interação homem-computador, PortoAlegre: Bookman, 2005.
• NORMAN,D. O Design do dia-a-dia. São Paulo: Rocco, 2006
• WILLIAMS, Robin. Design para quem não é designer: noções básicas
de planejamento visual. 2ed. São Paulo: Callis, 1995

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidadeConceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
Nécio de Lima Veras
 
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de DesignIHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
Márcio Darlen Lopes Cavalcante
 
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
Rodrigo Freese Gonzatto
 
Princípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
Princípios Básicos do Design de Sistemas InterativosPrincípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
Princípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
Wellington Oliveira
 
Interação Homem Computador Aula 02
Interação Homem Computador Aula 02Interação Homem Computador Aula 02
Interação Homem Computador Aula 02
igoroliveiracosta
 
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Luís Fernando Richter
 
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Usabilidade - Metas, Principios e Heuristicas
Usabilidade -  Metas, Principios e HeuristicasUsabilidade -  Metas, Principios e Heuristicas
Usabilidade - Metas, Principios e Heuristicas
Lidiane Dos Santos Carvalho
 
Usabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 IntroduçãoUsabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 Introdução
Alan Vasconcelos
 
Administração da producao
Administração da producaoAdministração da producao
Introdução ao desenvolvimento Web
Introdução ao desenvolvimento WebIntrodução ao desenvolvimento Web
Introdução ao desenvolvimento Web
Sérgio Souza Costa
 
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e práticaProcessos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
Ralph Rassweiler
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
Mauricio Cesar Santos da Purificação
 
Usabilidade, IHC - Definições
Usabilidade, IHC - DefiniçõesUsabilidade, IHC - Definições
Usabilidade, IHC - Definições
Luiz Agner
 
Protótipos em Papel
Protótipos em PapelProtótipos em Papel
Protótipos em Papel
elliando dias
 
Princípios Gerais para o Design de Interfaces
Princípios Gerais para o Design de InterfacesPrincípios Gerais para o Design de Interfaces
Princípios Gerais para o Design de Interfaces
peres marlene
 
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - AntecipaçãoInteração Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Wellington Oliveira
 
Design Centrado no Usuário para Interface Digital
Design Centrado no Usuário para Interface DigitalDesign Centrado no Usuário para Interface Digital
Design Centrado no Usuário para Interface Digital
Marconi Pacheco
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
Josimar Lima
 

Mais procurados (20)

Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidadeConceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
Conceitos básicos de usabilidade e acessibilidade
 
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de DesignIHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
IHC - Slide 2 - Usabilidade e Princípios de Design
 
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
O que é isto, a Interação? (Design de Interação e Interação Humano-Computador)
 
Princípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
Princípios Básicos do Design de Sistemas InterativosPrincípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
Princípios Básicos do Design de Sistemas Interativos
 
Interação Homem Computador Aula 02
Interação Homem Computador Aula 02Interação Homem Computador Aula 02
Interação Homem Computador Aula 02
 
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
Engenharia Requisitos - Aula4 06 03 2006
 
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
Interface Humano Computador - Aula03 - design de experiência de usuário e aná...
 
Usabilidade - Metas, Principios e Heuristicas
Usabilidade -  Metas, Principios e HeuristicasUsabilidade -  Metas, Principios e Heuristicas
Usabilidade - Metas, Principios e Heuristicas
 
Usabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 IntroduçãoUsabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 Introdução
 
Administração da producao
Administração da producaoAdministração da producao
Administração da producao
 
Introdução ao desenvolvimento Web
Introdução ao desenvolvimento WebIntrodução ao desenvolvimento Web
Introdução ao desenvolvimento Web
 
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e práticaProcessos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
Processos de Desenvolvimento de Software - teoria e prática
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Usabilidade, IHC - Definições
Usabilidade, IHC - DefiniçõesUsabilidade, IHC - Definições
Usabilidade, IHC - Definições
 
Protótipos em Papel
Protótipos em PapelProtótipos em Papel
Protótipos em Papel
 
Princípios Gerais para o Design de Interfaces
Princípios Gerais para o Design de InterfacesPrincípios Gerais para o Design de Interfaces
Princípios Gerais para o Design de Interfaces
 
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - AntecipaçãoInteração Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
Interação Humano Computador Capítulo 8 - Antecipação
 
Design Centrado no Usuário para Interface Digital
Design Centrado no Usuário para Interface DigitalDesign Centrado no Usuário para Interface Digital
Design Centrado no Usuário para Interface Digital
 
Aula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de ProjetosAula 1 - Gestão de Projetos
Aula 1 - Gestão de Projetos
 
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
88194121 puc-ihc-aula11-teorias-de-ihc-eng-cognitiva
 

Destaque

Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da GestaltInterface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da discipliaInterface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informaçãoInterface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Impacta Eventos
 
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcuUsabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
Marcello Cardoso
 
Princípios de design
Princípios de designPrincípios de design
Princípios de design
Tersis Zonato
 
Leis da Gestalt
Leis da GestaltLeis da Gestalt
Leis da Gestalt
Camila Casarotto
 
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
Luiz Agner
 
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo MobileComo potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
Carla De Bona
 
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
 
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya VarbanoveSoftkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
Industrial Design Center
 
Kinetic sports online store (slide share)
Kinetic sports online store (slide share)Kinetic sports online store (slide share)
Kinetic sports online store (slide share)
LimFJ
 
Princípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoPrincípios de Design de Interação
Princípios de Design de Interação
Pedro Marcel Azevedo
 
Princípios do Design Universal
Princípios do Design UniversalPrincípios do Design Universal
Princípios do Design Universal
Janaina Ramos Marcos
 
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
GUTS-RS
 
Natural User Interfaces
Natural User InterfacesNatural User Interfaces
Natural User Interfaces
Luigi Oliveto
 
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface ComputingNatural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
Yuvaraj Ilangovan
 
Usabilidade
UsabilidadeUsabilidade
Usabilidade
Richard Casarin
 
Design de interação
Design de interaçãoDesign de interação
Design de interação
Fabricio Araújo
 
Design de interação e usabilidade
Design de interação e usabilidadeDesign de interação e usabilidade
Design de interação e usabilidade
InformantTalks
 

Destaque (20)

Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da GestaltInterface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
Interface Homem Computador - Aula04 - Principios da Gestalt
 
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da discipliaInterface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
Interface Homem Computador - Aula01 Apresentação da disciplia
 
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informaçãoInterface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
Interface homem computador - Aula06 - logo design e arquitetura da informação
 
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
Palestra Experiência do Usuário no contexto do negócio (UX Expert)
 
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcuUsabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
Usabilidade 2 - Metas, princípios e leis do design, agile vs dcu
 
Princípios de design
Princípios de designPrincípios de design
Princípios de design
 
Leis da Gestalt
Leis da GestaltLeis da Gestalt
Leis da Gestalt
 
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
Jornalismo para tablets: o aplicativo da revista Veja e avaliação de comunica...
 
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo MobileComo potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
Como potencializar a experiência de uso (e vendas) pelo Mobile
 
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
A Experiência do Usuário no Desenvolvimento de Interfaces Digitais Acessíveis...
 
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya VarbanoveSoftkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
Softkinetic user interface evolution by Ilse Ravyse and Tanya Varbanove
 
Kinetic sports online store (slide share)
Kinetic sports online store (slide share)Kinetic sports online store (slide share)
Kinetic sports online store (slide share)
 
Princípios de Design de Interação
Princípios de Design de InteraçãoPrincípios de Design de Interação
Princípios de Design de Interação
 
Princípios do Design Universal
Princípios do Design UniversalPrincípios do Design Universal
Princípios do Design Universal
 
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
[GUTS-RS] Testes de Usabilidade e Acessibilidade para melhorar a experiência ...
 
Natural User Interfaces
Natural User InterfacesNatural User Interfaces
Natural User Interfaces
 
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface ComputingNatural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
Natural User Interface Microsoft Kinect and Surface Computing
 
Usabilidade
UsabilidadeUsabilidade
Usabilidade
 
Design de interação
Design de interaçãoDesign de interação
Design de interação
 
Design de interação e usabilidade
Design de interação e usabilidadeDesign de interação e usabilidade
Design de interação e usabilidade
 

Semelhante a Interface Homem Computador - Aula02 - Principios de design em IHC

Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
Rodrigo Medeiros
 
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
Rodrigo Medeiros
 
Arquitetura da Informacao na WEB
Arquitetura da Informacao na WEBArquitetura da Informacao na WEB
Arquitetura da Informacao na WEB
Fábio Flatschart
 
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
Rodrigo Medeiros
 
Requisitos em Design Centrado no Usuário
Requisitos em Design Centrado no Usuário   Requisitos em Design Centrado no Usuário
Requisitos em Design Centrado no Usuário
Mourylise Heymer
 
Aula 1 Webdesign
Aula 1 WebdesignAula 1 Webdesign
Aula 1 Webdesign
Danilo Rosisca Pereira
 
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
Victor Gonçalves
 
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
.add
 
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
Mourylise Heymer
 
Inovação Centrada no Usuário
Inovação Centrada no UsuárioInovação Centrada no Usuário
Inovação Centrada no Usuário
Mourylise Heymer
 
Agile User Experience
Agile User ExperienceAgile User Experience
Agile User Experience
Lógica Digital
 
Design de interfaces com padrões de interação
Design de interfaces com padrões de interaçãoDesign de interfaces com padrões de interação
Design de interfaces com padrões de interação
UTFPR
 
Introdução a Modelagem
Introdução a ModelagemIntrodução a Modelagem
Introdução a Modelagem
Rodrigo Branas
 
Aula 2 - A área de IHC
Aula 2 - A área de IHCAula 2 - A área de IHC
Aula 2 - A área de IHC
André Constantino da Silva
 
Aula 3 – A áera de IHC
Aula 3 – A áera de IHCAula 3 – A áera de IHC
Aula 3 – A áera de IHC
André Constantino da Silva
 
Design Patterns
Design PatternsDesign Patterns
Design Patterns
Leonardo Lucas Lana
 
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de NielsenInteração Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Ros Galabo, PhD
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot Camp
UTFPR
 
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDOARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
Yan Justino
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
tdc-globalcode
 

Semelhante a Interface Homem Computador - Aula02 - Principios de design em IHC (20)

Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
Quero ser um designer de interação no Brasil: #comofaz?
 
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
Quero ser designer de interação em Recife. E aí?
 
Arquitetura da Informacao na WEB
Arquitetura da Informacao na WEBArquitetura da Informacao na WEB
Arquitetura da Informacao na WEB
 
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
Quero trabalhar com UX no Brasil: #comofaz?
 
Requisitos em Design Centrado no Usuário
Requisitos em Design Centrado no Usuário   Requisitos em Design Centrado no Usuário
Requisitos em Design Centrado no Usuário
 
Aula 1 Webdesign
Aula 1 WebdesignAula 1 Webdesign
Aula 1 Webdesign
 
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
10 coisas que você precisa saber sobre Service Design
 
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
10 Fatos que você precisa saber sobre Design de Serviços
 
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
Design de Interação, Experiência do Usuário e Usabilidade - 2010
 
Inovação Centrada no Usuário
Inovação Centrada no UsuárioInovação Centrada no Usuário
Inovação Centrada no Usuário
 
Agile User Experience
Agile User ExperienceAgile User Experience
Agile User Experience
 
Design de interfaces com padrões de interação
Design de interfaces com padrões de interaçãoDesign de interfaces com padrões de interação
Design de interfaces com padrões de interação
 
Introdução a Modelagem
Introdução a ModelagemIntrodução a Modelagem
Introdução a Modelagem
 
Aula 2 - A área de IHC
Aula 2 - A área de IHCAula 2 - A área de IHC
Aula 2 - A área de IHC
 
Aula 3 – A áera de IHC
Aula 3 – A áera de IHCAula 3 – A áera de IHC
Aula 3 – A áera de IHC
 
Design Patterns
Design PatternsDesign Patterns
Design Patterns
 
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de NielsenInteração Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
Interação Humano-Computador - História, Conceitos e Heurísticas de Nielsen
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot Camp
 
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDOARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
ARQUITETURAS PERFEITAS E O PORQUÊ SEU PROJETO NASCEU FALIDO
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Análise de Negócios How we figured out we had a ...
 

Mais de CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná

Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariaisSistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Internet, intranet e extranets
Internet, intranet e extranetsInternet, intranet e extranets
Meios de pagamento para e-commerce
Meios de pagamento para e-commerceMeios de pagamento para e-commerce
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Ameaças ao comércio eletrônico e móvel
Ameaças ao comércio eletrônico e móvelAmeaças ao comércio eletrônico e móvel
Ameaças ao comércio eletrônico e móvel
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Seminário E-commerce e m-commerce
Seminário E-commerce e m-commerceSeminário E-commerce e m-commerce
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerceSIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Governança de TI - Aula8 - introdução ao ITIL
Governança de TI - Aula8 - introdução ao  ITILGovernança de TI - Aula8 - introdução ao  ITIL
Governança de TI - Aula8 - introdução ao ITIL
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicaçõesSistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTIGovernança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Governança de TI - Aula 6 - intro cobit
Governança de TI - Aula 6 - intro cobitGovernança de TI - Aula 6 - intro cobit
Governança de TI - Aula 6 - intro cobit
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligenceSistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamentoGerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronogramaGerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãooGerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 

Mais de CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná (20)

Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
Sistemas de Informação 2 - Aula13 - psi cap10 sistemas de infomração gerencia...
 
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariaisSistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
Sistemas de Informação Aula12 -psi - cap9 Sistemas empresariais
 
Internet, intranet e extranets
Internet, intranet e extranetsInternet, intranet e extranets
Internet, intranet e extranets
 
Meios de pagamento para e-commerce
Meios de pagamento para e-commerceMeios de pagamento para e-commerce
Meios de pagamento para e-commerce
 
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
Gerenciamento de projetos Aula05 -exercício cpm-parte1
 
Ameaças ao comércio eletrônico e móvel
Ameaças ao comércio eletrônico e móvelAmeaças ao comércio eletrônico e móvel
Ameaças ao comércio eletrônico e móvel
 
Seminário E-commerce e m-commerce
Seminário E-commerce e m-commerceSeminário E-commerce e m-commerce
Seminário E-commerce e m-commerce
 
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerceSIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
SIistemas de Informação 2 - Aula09 - psi - cap8 ecommerce
 
Governança de TI - Aula8 - introdução ao ITIL
Governança de TI - Aula8 - introdução ao  ITILGovernança de TI - Aula8 - introdução ao  ITIL
Governança de TI - Aula8 - introdução ao ITIL
 
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
Governança de TI - Aula7 - COBIT 4.1 X COBIT 5
 
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicaçõesSistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
Sistemas de Informação - Aula06 - cap6 telecomunicações
 
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTIGovernança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
Governança de TI - Aula05 - compliance, PETI e PDTI
 
Governança de TI - Aula 6 - intro cobit
Governança de TI - Aula 6 - intro cobitGovernança de TI - Aula 6 - intro cobit
Governança de TI - Aula 6 - intro cobit
 
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligenceSistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
Sistemas de Informação - Aula05 - cap5 bd e business intelligence
 
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamentoGerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
Gerenciamento de projetos - Aula04 - planejamento
 
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronogramaGerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
Gerenciamento de Projetos - Aula03 - Termo de abertura, EAP e cronograma
 
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
Sistemas de Informação 2 - Aula04 - Sistemas de informação nas organizações p...
 
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
Governança de TI - Aula04 - Planejamento Estratégico, Governança de TI e alin...
 
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
Sistemas de Informação 2 - Aula03 - cap2 parte1
 
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãooGerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
Gerenciamento de Projetos - Aula02 - Conceitos - fase de iniciaçãoo
 

Interface Homem Computador - Aula02 - Principios de design em IHC

  • 1. Interface Homem-Computador Aula 02 – Princípios de design em IHC PROF. MAIGON NACIB PONTUSCHKA maigonp@gmail.com 1° Semestre 2016 Adaptado de material do Prof. Márcio D. Cavalcante - UFRA
  • 2. PRINCÍPIOS DE DESIGN “...são derivados de uma mistura de conhecimento baseado em teoria, experiência e senso comum [...] conjunto de itens que devem ser assegurados” (PREECE, 2005)
  • 3. Princípios de design que norteiam o design de interação 1.Visibilidade 2. Feedback 3. Restrições 4. Mapeamento 5. Consistência 6. Affordance • (PREECE) Design de Interação Cap. 1 - pag 42 a 53 • (NORMAN) Design do dia-a-dia Cap.7 - pag 221 a 25
  • 4. PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE Visibilidade “...O sistema deve fornecer indicações do estado do sistema, que sejam prontamente perceptíveis e interpretáveis e correspondam às intenções e às expectativas.” (NORMAN, 2006)
  • 5. PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE
  • 6. PRINCÍPIOS DE DESIGN – VISIBILIDADE
  • 7. PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK Feedback “O feedback se refere ao retorno de informações a respeito da ação que foi feita e do que foi realizado, permitindo a pessoa continuar a atividade.” (PREECE, 2005)
  • 8. PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
  • 9. PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
  • 10. PRINCÍPIOS DE DESIGN – FEEDBACK
  • 11. PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES Restrições “... refere-se às formas de delimitar o tipo de interação que pode ocorrer [...] para impedir o usuário de selecionar a opção incorreta e reduzir as chances de erro...” (PREECE, 2005)
  • 12. PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
  • 13. PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
  • 14. PRINCÍPIOS DE DESIGN – RESTRIÇÕES
  • 15. PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO Mapeamento “... refere-se a relação entre controles e seus efeitos no artefato” (PREECE, 2005)
  • 16. PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
  • 17. PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
  • 18. PRINCÍPIOS DE DESIGN – MAPEAMENTO
  • 19. PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA Consistência “... refere-se a projetar interfaces de modo que tenham operações semelhantes e que utilizem elementos semelhantes para a realização de tarefas similares” (PREECE, 2005)
  • 20. PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
  • 21. PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
  • 22. PRINCÍPIOS DE DESIGN – CONSISTÊNCIA
  • 23. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005) “É uma ‘dica’ de como devemos interagir com o objeto.”
  • 24. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
  • 25. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
  • 26. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
  • 27. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
  • 28. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
  • 29. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE Affordance “É um atributo do objeto que permite ao usuário saber como utilizá-lo” (PREECE, 2005)
  • 30. PRINCÍPIOS DE DESIGN – AFFORDANCE
  • 31. PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
  • 32. PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
  • 33. PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
  • 34. PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
  • 35. PRINCÍPIOS DE DESIGN – APARÊNCIA
  • 36. Princípios de design que norteiam o design de interação 1.Visibilidade 2. Feedback 3. Restrições 4. Mapeamento 5. Consistência 6. Affordance • (PREECE) Design de Interação Cap. 1 - pag 42 a 53 • (NORMAN) Design do dia-a-dia Cap.7 - pag 221 a 25
  • 37. Tarefa 1. Forme grupos 2. Analise os celulares, smartphones e tablets pessoais 3. Procure Identificar alguns princípios de design 4. Apresente à turma 5.Tempo: 30min pesquisa 10min apresentação
  • 39. Princípios de design que norteiam o design de interação 1. Proximidade 2. Alinhamento 3. Repetição 4. Contraste • WILLIAMS, Robin Design para quem não é designer: noções básicas de planejamento visual. 2ed. São Paulo: Callis, 1995
  • 40. Bibliografia da aula • CAVALCANTE, Marcio D. L. Introdução à Usabilidade. Belém do Pará: UFRA, 2014. Disponível em <http://www.slideshare.net/mdarlen/ihc-slide-2-usabilidade-e- princpios-de-design> Acessado em 10/3/2016. • PREECE, J.; ROGERS,Y.; SHARP, H. Design de Interação: além da interação homem-computador, PortoAlegre: Bookman, 2005. • NORMAN,D. O Design do dia-a-dia. São Paulo: Rocco, 2006 • WILLIAMS, Robin. Design para quem não é designer: noções básicas de planejamento visual. 2ed. São Paulo: Callis, 1995