SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 63
Gestão e criação de conteúdo
FIT – Faculdade Impacta Tecnologia
São Paulo 2013
Prof. Me. SeiZo Soares
Gestão Conteúdo
Visões sobre o conceito: Gestão de conteúdo
“A Gestão de conteúdo busca soluções para simplificar significativamente os processos de
criação, gestão, publicação, distribuição e arquivamento de conteúdos. Ao fazê-lo,
deverá aumentar e otimizar a produtividade dos utilizadores, reduzir custos e
melhorar a qualidade de serviços, bem como contribuir para uma maior satisfação dos
utilizadores da solução.”
Referência: wikipedia
“Gerenciamento de conteúdo, ou CM, é o conjunto de processos e tecnologias que
suportam a recolha, gestão e publicação de informação, sob qualquer forma ou meio.
Quando armazenadas e acessadas através de computadores, esta informação tem
vindo a ser referido, simplesmente, como conteúdo ou, para ser mais preciso,
conteúdo digital.”
“Conteúdo digital pode assumir a forma de texto (como documentos eletrônicos),
arquivos de multimídia (como arquivos de áudio ou vídeo), ou qualquer outro tipo de
arquivo que segue um ciclo de vida do conteúdo exigindo gestão .”
Referência: Wikipedia
Gestão de conteúdo Pensamento criativo
Manoel de Barros
SeiZo Joias no Festival de Inverno de Bonito, 2012
Caso:
Uma história minha
SeiZo Joias
madeiras preciosas
precious wood jewelry
Minhas páginas no facebook
Perfil: https://www.facebook.com/seizosoares
Meu site-portifólio
www.seizojoias.com.br
Oficina na Casa Da Mata
O Envelope
Quais são os conteúdos marca?...
...produtos, serviços, pessoas, ideias...
...porque é importante conhecê-los e
mapeá-los?
Gestão de conteúdo
Visões e conceitos
conteúdo forma
“O conteúdo incessantemente se
transforma: às vezes imperceptivelmente,
as vezes em ação violenta. O conteúdo
entra em conflito com a forma, fá-la
explodir, e cria novas formas nas quais o
conteúdo trans formado encontra por sua
vez nova e temporária expressão estável.”
Fischer, 1972
Bruges Madonna,
Church of Our Lady
Michelangelo
1505; marble, just under
life-size
conteúdo da
sociedade
Estilo
como forma
Porque o gótico assumiu aquelas formas?
Porque a imagem bidimensional tornou-se
tridimensional?
Como se combinam os elementos sociais,
técnicos e ideológicos para a criação do
novo estilo? Fischer, 1972
Marcas têm
Uma marca é um conjunto de
símbolos, mensagens, atitudes,
experiências e atmosferas que
caracterizam, diferenciam e
posicionam um determinado
produto, serviço ou indivíduos no
contexto das relações de mercado.
conteúdo formae
“O marketing deve se adaptar à marca, não a marca
ao marketing”.
Stalimir Vieria 2004.
“O que o coração não sente os olhos não veem.”
“Não basta montar uma bela
campanha publicitária e
ponto-final. Ter um discurso
que de fato condiz com a
prática é o primeiro passo
para legitimar a imagem da
empresa”, diz Ricardo
Guimarães, presidente da
consultoria Thymus
Branding, especializada em
construção de marca. “Se o
consumidor perceber alguma
inconsistência entre uma
coisa e outra, todo o esforço
para propagar o discurso não
terá adiantado nada.”
Fonte: Exame
Marketing e gestão de conteúdo
“Criar valor e satisfação para o cliente é o ponto central do
pensamento e da prática do marketing moderno.”
“...é o processo social e administrativo pelo qual indivíduos e
grupos obtêm o que necessitam e o que desejam, através
da criação e troca de produtos e valor com outras
pessoas.”
Philip Kotler
Marketing e gestão de conteúdo
“A ciência social (em construção) que tem como objeto de estudo a
"troca".”
Shelby Hunt
“É atender as necessidades dos clientes com lucro.”
Philip Kotler
“É a interação e integração de todos os fatores operacionais da
empresa e de todas as suas atividades funcionais, orientados para a
satisfação do consumidor de seus produtos, idéias e serviços, com
objetivos de tornar ótimos os seus lucros a longo prazo e prover
condições de sobrevivência e expansão para a empresa.”
Dualibi & Simonsen
Nossa enquete (t.5)
Conteúdos e interesses
Estratégias e planejamento de
conteúdo digital
Estudo de Casos e tendências
Gestão e Criação de fotografia Gestão e elaboração de texto
Gestão e Criação de vídeo Blogagem
Email como ferramenta de
marketing
Uso de Facebook e outras
plataformas de redes sociais
Uso operacional de
ferramentas de CMS (Content
Management Systems)
Estratégia, Texto, CMS´s, Fotografia
Nossa enquete (t.6)
Conteúdos e interesses
Estratégias e planejamento de
conteúdo digital
Estudo de Casos e tendências
Gestão e Criação de fotografia Gestão e elaboração de texto
Gestão e Criação de vídeo Blogagem
Email como ferramenta de
marketing
Uso de Facebook e outras
plataformas de redes sociais
Uso operacional de
ferramentas de CMS (Content
Management Systems)
Estratégia, Casos, Fotografia e Texto
O Processo de comunicação
de Robbins
emissor receptormensagem
codificação decodificação
ruído
respostas
meio
Gestão de conteúdo
ESTRATÉGICO
Sobre o objeto do planejamento:
Ideia e identidade
Quais as áreas de interesse centrais?
Quais os valores, diretrizes e políticas?
Quais são as contradições (...limites, problemas)?
Qual é a visão de mundo inspiradora
Qual Razão de ser?
PARTE I
DO PROJETO
Caso Natura
Sobre
A Natura é uma marca de origem brasileira, nascida das
paixões pela cosmética e pelas relações, presente em
sete países da América Latina e na França. No Brasil,
somos a indústria líder no mercado de cosméticos.
Missão
Razão de Ser
Nossa razão de ser é criar e comercializar produtos e
serviços que promovam o Bem-Estar/Estar Bem
Bem-Estar
é a relação harmoniosa, agradável, do
indivíduo consigo mesmo, com seu corpo.
Estar Bem
é a relação empática, bem-sucedida, prazerosa,
do indivíduo com o outro, com a natureza da
qual faz parte e com o todo.
Descrição da empresa
Consumidor(a)
SNAC: 0800 115566
Consultor(a)
CAN: 0800 7628872
Se deseja tornar-se um(a) Consultor(a) Natura,
ligue: 0800 115566
http://www.revistanatura.com.br/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Natura
Meios,
canais
http://www.natura.com.br/
Cocriação
Colaboração
Produtor
Produtor-consumidor
crowsourcing...
Consumidor
Estratégia
Protagonismo: o novo ´empowerment´?
endereçamento
Sou da Natura
Mensagem,
A voz da marca
visão inspiradora
Gestão de conteúdo
TÁTICO
Qual é o objetivo?
Para quem é endereçada? Quais públicos terão acesso a ela?
(segmentação de conteúdo)
Qual é o conteúdo e a forma da mensagem?
Quais as formas de interatividade esperadas? (resposta)
Por quais meios será difundida? Plataformas e tecnologias a serem usadas
A quais tipos ruídos está suscetível?
Operação: quem fará, qual a intensidade, frequência, duração, interatividade, com quais e
quanto recurso
Avaliação e mensuração de resultados
A era das Redes Sociais
CAPITAL SOCIAL
popularidade
visibilidade
reputação
autoridade
cognitivo
qualitativo
Relacional
cognitivo
relacional
quantitativo
relacional
quantitativo
Presença como “matéria prima”
objetivos de marketing
O Cardápio de meios:
Plataformas e tecnologias digitais são meios
Páginas digitais
Blogosfera
E-mail
Realidades aumentada e virtual
Tecnologias móveis
Plataformas de Redes sociais
Plataformas de busca
Displays digitais
Games e conteúdos de entretenimento digital
O Cardápio de formas
Texto
Fotografia
Ilustração
Composição
Infográfico
Vídeo
Hiperlinks
Audio
Cultive
uma cultura
Categoria
Área de interesse
etiqueta
Categorização
Ideia e identidade
Organizando o caos:
Mapa de conteúdos
Ideia e identidade:
Razão de Ser
Tema central
Visão inspiradora
Temas
contextualizados
nas áreas de
interesse
ACERVO fundamental:
Mensagens textuais básicas;
Estilo e forma básicos da imagem.
Área de
interesse
Área de
interesse
Área de
interesse
Área de interesse Área
de interesse
PARTE III
DO PROJETO
Categorias e
etiquetas
coleta
publicação
criação
revisão
atualização
combinação
organização
acervo, arquivamento
segmentação e seleção
cultivo Ideia e identidade
participação
colaboração
produção
identificação
caracterização
categorização
Adote uma
linguagem,mas
não tenha medo
de mudá-la
Elementos para a
gestão de conteúdo de excelência
Tenha uma ´Bandeira´
Todos precisamos acreditar em algo.
Crie um
universo
particular
Seja
verdadeiro
Faça algo
pelo seu seguidor
Inspire confiança
Colabore
com seus semelhantes
Seja coeso
Seja coerente
Retribua,
interaja
Conte
histórias
Mescle seu universo
Com o de seus seguidores
Gestão de conteúdo
Transformações digitais
*The Cluetrain Manifesto
Levine et al. 1999
Os Mercados começaram com conversas.
A internet transforma o marketing em conversas novamente.*
https://www.facebook.com/seizosoares
Impactos gerados pelas mídias digitais, branding e marketing 3.0
A internet subverte hierarquias.
Cauê Moura
Mercados online são muito diferentes de mercados de massa
Empresas precisam adquirir senso de humor e criar histórias
significativas
Senso de humor envolve humildade, honestidade, valores e ponto
de vista.
http://youtu.be/Un4r52t-cuk
As empresas estão com medo.
O medo mantem as empresas distantes de seus públicos. A internet demanda que
as empresas adquiram intimidade com seus públicos.
Gestão de conteúdo
Porque muda tudo?
O Poder do consumidor
e a inversão do vetor de marketing
Tarsila do Amaral
crowdsourcing
De espectador à multiteleinterativos
“O diretor de Inteligência de Mercado do Terra, Marcelo Coutinho, participou ao lado do
apresentador Marcelo Tas de uma palestra a respeito das chamadas multi-telas, abordando
as necessidades e capacidades do consumidor em utilizar TV, internet, celular e tablet
praticamente simultaneamente.”
Portal Terra, 09 de Maio de 2013•20h03 • atualizado às 20h12
Proposta Única
Proposta Emocional
Proposta de Experiência
Marina Abramovic Institute
(como fica Posicionamento
Estratégico?)
Web 2.0 e a explosão do Conteúdo
Image: Visual representations of blogosophere data created by Matthew Hurst from
CreativeReview.co.uk.
A era das Redes Sociais
A era da Busca
(como fica a propaganda?)
Cauda Longa
(como fica o Produto?)
Mobilidade
Imagem: Chris Jordan(Como fica a Praça?)
Geolocalização
http://temarte.com.br/
Cool hunting
http://www.coolhunting.com/
Prof. Me. SeiZo Soares
Administrador, comunicador, educador, artista visual e escritor
SeiZo Soares
42, Administrador de empresas (FGV-SP), esepcialista
em gestão educacional, mestre em Educação (PUC-
Campinas), docente no ensino superior nas áreas de
marketing, comunicação e educação. Escritor
especializado em roteirização audiovisual para
organizações, ghost writing e presença online.
Artista com obras publicadas em música, literatura,
fotografia e escultura – esta última com exposições
internacionais realizadas, e marca própria no
segmento de design e arte joalheria contemporânea.
“A mente criativa brinca com os objetos que ama.” K. Jung
.
www.seizojoias.com.br
https://www.facebook.com/seizosoares
seizo@terra.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação Institucional
Carlos Alves
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidores
Carlos Alves
 
Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
Os 4 Rs das Relações Publicas: RelevânciaOs 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
marcondes2013-1
 
Apresentação palestrantes2013
Apresentação palestrantes2013Apresentação palestrantes2013
Apresentação palestrantes2013
+Plus Comunicação
 
Apresentação Marketing Digital
Apresentação Marketing DigitalApresentação Marketing Digital
Apresentação Marketing Digital
jonatafg
 
Cases comunicação interna
Cases comunicação internaCases comunicação interna
Cases comunicação interna
Daniela Ribeiro
 

Mais procurados (20)

Seu plano de negócios para enfrentar o COVID-19
Seu plano de negócios para enfrentar o COVID-19Seu plano de negócios para enfrentar o COVID-19
Seu plano de negócios para enfrentar o COVID-19
 
Plano de Comunicação Interna
Plano de Comunicação InternaPlano de Comunicação Interna
Plano de Comunicação Interna
 
Aula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectualAula 4 capital intelectual
Aula 4 capital intelectual
 
Aula 7 Comunicação Institucional
Aula 7   Comunicação InstitucionalAula 7   Comunicação Institucional
Aula 7 Comunicação Institucional
 
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégicaComunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
Comunicação Empresarial: uma ferramenta estratégica
 
Comunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de CriseComunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de Crise
 
Marketing - Vantagem Relativa
Marketing - Vantagem RelativaMarketing - Vantagem Relativa
Marketing - Vantagem Relativa
 
Aula 11 Relação com os investidores
Aula 11   Relação com os investidoresAula 11   Relação com os investidores
Aula 11 Relação com os investidores
 
Aula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketingAula 6 endomarketing
Aula 6 endomarketing
 
Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
Os 4 Rs das Relações Publicas: RelevânciaOs 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância
 
Apresentação palestrantes2013
Apresentação palestrantes2013Apresentação palestrantes2013
Apresentação palestrantes2013
 
Branded content data (ebook)
Branded content data (ebook)Branded content data (ebook)
Branded content data (ebook)
 
(Online) Branding
(Online) Branding(Online) Branding
(Online) Branding
 
Valorcompartilhado
ValorcompartilhadoValorcompartilhado
Valorcompartilhado
 
Youse (Case)
Youse (Case)Youse (Case)
Youse (Case)
 
Branding como Ferramenta de Relacionamento, por Marcia Auriani
Branding como Ferramenta de Relacionamento, por Marcia AurianiBranding como Ferramenta de Relacionamento, por Marcia Auriani
Branding como Ferramenta de Relacionamento, por Marcia Auriani
 
Estudo de Caso de Comunicação Institucional da Coca-Cola - Sharing Can - Comu...
Estudo de Caso de Comunicação Institucional da Coca-Cola - Sharing Can - Comu...Estudo de Caso de Comunicação Institucional da Coca-Cola - Sharing Can - Comu...
Estudo de Caso de Comunicação Institucional da Coca-Cola - Sharing Can - Comu...
 
Apresentação Marketing Digital
Apresentação Marketing DigitalApresentação Marketing Digital
Apresentação Marketing Digital
 
Cases comunicação interna
Cases comunicação internaCases comunicação interna
Cases comunicação interna
 
Conceitos e fundamentos de marketing digital
Conceitos e fundamentos de marketing digitalConceitos e fundamentos de marketing digital
Conceitos e fundamentos de marketing digital
 

Destaque

Destaque (6)

Apresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoniApresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoni
 
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
 
Oficina de minicontos
Oficina de minicontosOficina de minicontos
Oficina de minicontos
 
Portfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno ScartozzoniPortfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno Scartozzoni
 
Conteúdo é REI - Faculdade Impacta
Conteúdo é REI - Faculdade ImpactaConteúdo é REI - Faculdade Impacta
Conteúdo é REI - Faculdade Impacta
 
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicaçãoSTORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
 

Semelhante a Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!

Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdoFabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
Fabulosa Ideia
 
Institucional Toda Comunicação
Institucional Toda ComunicaçãoInstitucional Toda Comunicação
Institucional Toda Comunicação
todacomunicacao
 
Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015
Agência ebrand
 
Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
 Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy... Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
DOM Strategy Partners
 
Cco final
Cco finalCco final
Cco final
fe-fgm
 
O Significado Do Endomarketing
O Significado Do EndomarketingO Significado Do Endomarketing
O Significado Do Endomarketing
Andrea Costa
 

Semelhante a Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança! (20)

Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdoFabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
Fabulosa Ideia - Relacionamentos com conteúdo
 
Nextarapres
NextarapresNextarapres
Nextarapres
 
Endomarketing - Introdução: Conceitos e Historico - Aula 1
Endomarketing -  Introdução: Conceitos e Historico - Aula 1Endomarketing -  Introdução: Conceitos e Historico - Aula 1
Endomarketing - Introdução: Conceitos e Historico - Aula 1
 
Economia Digital - Marketing Digital SUPER 2022.pptx
Economia Digital - Marketing Digital SUPER 2022.pptxEconomia Digital - Marketing Digital SUPER 2022.pptx
Economia Digital - Marketing Digital SUPER 2022.pptx
 
Marketing de conteúdo para startups
Marketing de conteúdo para startupsMarketing de conteúdo para startups
Marketing de conteúdo para startups
 
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSSDianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
Dianova Comunicacao Congresso Inovacao Social UDIPSS
 
Comunicação empresarial
Comunicação empresarial Comunicação empresarial
Comunicação empresarial
 
Institucional Toda Comunicação
Institucional Toda ComunicaçãoInstitucional Toda Comunicação
Institucional Toda Comunicação
 
Web e Marketing: A comunicação no ambiente digital
Web e Marketing: A comunicação no ambiente digitalWeb e Marketing: A comunicação no ambiente digital
Web e Marketing: A comunicação no ambiente digital
 
Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015Planejamento Estratégico 2010-2015
Planejamento Estratégico 2010-2015
 
Palestra-Comunicacao-Empreender.pdf
Palestra-Comunicacao-Empreender.pdfPalestra-Comunicacao-Empreender.pdf
Palestra-Comunicacao-Empreender.pdf
 
Design Driven Companies - platforms
Design Driven Companies - platformsDesign Driven Companies - platforms
Design Driven Companies - platforms
 
APRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDEAPRESENTAÇÃO PROMONDE
APRESENTAÇÃO PROMONDE
 
Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
 Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy... Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
Apresentação Metodologias Novo Marketing O Fim da Desgovernança DOM Strategy...
 
Social Business Para Vendas
Social Business Para VendasSocial Business Para Vendas
Social Business Para Vendas
 
Cco final
Cco finalCco final
Cco final
 
Apresentação Metodologias CREM DOM Strategy Partners 2010
 Apresentação Metodologias CREM DOM Strategy Partners 2010 Apresentação Metodologias CREM DOM Strategy Partners 2010
Apresentação Metodologias CREM DOM Strategy Partners 2010
 
Comunicação Integrada
Comunicação IntegradaComunicação Integrada
Comunicação Integrada
 
O Significado Do Endomarketing
O Significado Do EndomarketingO Significado Do Endomarketing
O Significado Do Endomarketing
 
ComunicaçãO Interna & Endomarketing
ComunicaçãO Interna & EndomarketingComunicaçãO Interna & Endomarketing
ComunicaçãO Interna & Endomarketing
 

Mais de SeiZo Soares SeiZo

1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
SeiZo Soares SeiZo
 

Mais de SeiZo Soares SeiZo (9)

Branding e Cultura digital
Branding e Cultura digitalBranding e Cultura digital
Branding e Cultura digital
 
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
 
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
 
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creationGestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
 
1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo
 
SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014 SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014
 
Marketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: IntroduçãoMarketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: Introdução
 
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos CentraisAdm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
 
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketingAdm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
 

Último

ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 

Último (20)

Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdfVIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
VIDA E OBRA , PRINCIPAIS ESTUDOS ARISTOTELES.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
Apresentação | Dia da Europa 2024 - Celebremos a União Europeia!
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºanoCATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
CATEQUESE primeiro ano . CATEQUESE 1ºano
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 

Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!

  • 1. Gestão e criação de conteúdo FIT – Faculdade Impacta Tecnologia São Paulo 2013 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 3. Visões sobre o conceito: Gestão de conteúdo “A Gestão de conteúdo busca soluções para simplificar significativamente os processos de criação, gestão, publicação, distribuição e arquivamento de conteúdos. Ao fazê-lo, deverá aumentar e otimizar a produtividade dos utilizadores, reduzir custos e melhorar a qualidade de serviços, bem como contribuir para uma maior satisfação dos utilizadores da solução.” Referência: wikipedia “Gerenciamento de conteúdo, ou CM, é o conjunto de processos e tecnologias que suportam a recolha, gestão e publicação de informação, sob qualquer forma ou meio. Quando armazenadas e acessadas através de computadores, esta informação tem vindo a ser referido, simplesmente, como conteúdo ou, para ser mais preciso, conteúdo digital.” “Conteúdo digital pode assumir a forma de texto (como documentos eletrônicos), arquivos de multimídia (como arquivos de áudio ou vídeo), ou qualquer outro tipo de arquivo que segue um ciclo de vida do conteúdo exigindo gestão .” Referência: Wikipedia
  • 4. Gestão de conteúdo Pensamento criativo
  • 5.
  • 6.
  • 7. Manoel de Barros SeiZo Joias no Festival de Inverno de Bonito, 2012
  • 10.
  • 11. Minhas páginas no facebook Perfil: https://www.facebook.com/seizosoares
  • 13. Oficina na Casa Da Mata
  • 15. Quais são os conteúdos marca?... ...produtos, serviços, pessoas, ideias... ...porque é importante conhecê-los e mapeá-los?
  • 17. conteúdo forma “O conteúdo incessantemente se transforma: às vezes imperceptivelmente, as vezes em ação violenta. O conteúdo entra em conflito com a forma, fá-la explodir, e cria novas formas nas quais o conteúdo trans formado encontra por sua vez nova e temporária expressão estável.” Fischer, 1972
  • 18. Bruges Madonna, Church of Our Lady Michelangelo 1505; marble, just under life-size
  • 19. conteúdo da sociedade Estilo como forma Porque o gótico assumiu aquelas formas? Porque a imagem bidimensional tornou-se tridimensional? Como se combinam os elementos sociais, técnicos e ideológicos para a criação do novo estilo? Fischer, 1972
  • 20. Marcas têm Uma marca é um conjunto de símbolos, mensagens, atitudes, experiências e atmosferas que caracterizam, diferenciam e posicionam um determinado produto, serviço ou indivíduos no contexto das relações de mercado. conteúdo formae
  • 21. “O marketing deve se adaptar à marca, não a marca ao marketing”. Stalimir Vieria 2004.
  • 22. “O que o coração não sente os olhos não veem.”
  • 23. “Não basta montar uma bela campanha publicitária e ponto-final. Ter um discurso que de fato condiz com a prática é o primeiro passo para legitimar a imagem da empresa”, diz Ricardo Guimarães, presidente da consultoria Thymus Branding, especializada em construção de marca. “Se o consumidor perceber alguma inconsistência entre uma coisa e outra, todo o esforço para propagar o discurso não terá adiantado nada.” Fonte: Exame
  • 24. Marketing e gestão de conteúdo “Criar valor e satisfação para o cliente é o ponto central do pensamento e da prática do marketing moderno.” “...é o processo social e administrativo pelo qual indivíduos e grupos obtêm o que necessitam e o que desejam, através da criação e troca de produtos e valor com outras pessoas.” Philip Kotler
  • 25. Marketing e gestão de conteúdo “A ciência social (em construção) que tem como objeto de estudo a "troca".” Shelby Hunt “É atender as necessidades dos clientes com lucro.” Philip Kotler “É a interação e integração de todos os fatores operacionais da empresa e de todas as suas atividades funcionais, orientados para a satisfação do consumidor de seus produtos, idéias e serviços, com objetivos de tornar ótimos os seus lucros a longo prazo e prover condições de sobrevivência e expansão para a empresa.” Dualibi & Simonsen
  • 26. Nossa enquete (t.5) Conteúdos e interesses Estratégias e planejamento de conteúdo digital Estudo de Casos e tendências Gestão e Criação de fotografia Gestão e elaboração de texto Gestão e Criação de vídeo Blogagem Email como ferramenta de marketing Uso de Facebook e outras plataformas de redes sociais Uso operacional de ferramentas de CMS (Content Management Systems) Estratégia, Texto, CMS´s, Fotografia
  • 27. Nossa enquete (t.6) Conteúdos e interesses Estratégias e planejamento de conteúdo digital Estudo de Casos e tendências Gestão e Criação de fotografia Gestão e elaboração de texto Gestão e Criação de vídeo Blogagem Email como ferramenta de marketing Uso de Facebook e outras plataformas de redes sociais Uso operacional de ferramentas de CMS (Content Management Systems) Estratégia, Casos, Fotografia e Texto
  • 28. O Processo de comunicação de Robbins emissor receptormensagem codificação decodificação ruído respostas meio
  • 29. Gestão de conteúdo ESTRATÉGICO Sobre o objeto do planejamento: Ideia e identidade Quais as áreas de interesse centrais? Quais os valores, diretrizes e políticas? Quais são as contradições (...limites, problemas)? Qual é a visão de mundo inspiradora Qual Razão de ser? PARTE I DO PROJETO
  • 30. Caso Natura Sobre A Natura é uma marca de origem brasileira, nascida das paixões pela cosmética e pelas relações, presente em sete países da América Latina e na França. No Brasil, somos a indústria líder no mercado de cosméticos. Missão Razão de Ser Nossa razão de ser é criar e comercializar produtos e serviços que promovam o Bem-Estar/Estar Bem Bem-Estar é a relação harmoniosa, agradável, do indivíduo consigo mesmo, com seu corpo. Estar Bem é a relação empática, bem-sucedida, prazerosa, do indivíduo com o outro, com a natureza da qual faz parte e com o todo. Descrição da empresa Consumidor(a) SNAC: 0800 115566 Consultor(a) CAN: 0800 7628872 Se deseja tornar-se um(a) Consultor(a) Natura, ligue: 0800 115566
  • 34. Protagonismo: o novo ´empowerment´? endereçamento
  • 35. Sou da Natura Mensagem, A voz da marca visão inspiradora
  • 36. Gestão de conteúdo TÁTICO Qual é o objetivo? Para quem é endereçada? Quais públicos terão acesso a ela? (segmentação de conteúdo) Qual é o conteúdo e a forma da mensagem? Quais as formas de interatividade esperadas? (resposta) Por quais meios será difundida? Plataformas e tecnologias a serem usadas A quais tipos ruídos está suscetível? Operação: quem fará, qual a intensidade, frequência, duração, interatividade, com quais e quanto recurso Avaliação e mensuração de resultados
  • 37. A era das Redes Sociais CAPITAL SOCIAL popularidade visibilidade reputação autoridade cognitivo qualitativo Relacional cognitivo relacional quantitativo relacional quantitativo Presença como “matéria prima” objetivos de marketing
  • 38. O Cardápio de meios: Plataformas e tecnologias digitais são meios Páginas digitais Blogosfera E-mail Realidades aumentada e virtual Tecnologias móveis Plataformas de Redes sociais Plataformas de busca Displays digitais Games e conteúdos de entretenimento digital
  • 39. O Cardápio de formas Texto Fotografia Ilustração Composição Infográfico Vídeo Hiperlinks Audio
  • 42. Organizando o caos: Mapa de conteúdos Ideia e identidade: Razão de Ser Tema central Visão inspiradora Temas contextualizados nas áreas de interesse ACERVO fundamental: Mensagens textuais básicas; Estilo e forma básicos da imagem. Área de interesse Área de interesse Área de interesse Área de interesse Área de interesse PARTE III DO PROJETO Categorias e etiquetas
  • 43. coleta publicação criação revisão atualização combinação organização acervo, arquivamento segmentação e seleção cultivo Ideia e identidade participação colaboração produção identificação caracterização categorização
  • 44. Adote uma linguagem,mas não tenha medo de mudá-la Elementos para a gestão de conteúdo de excelência Tenha uma ´Bandeira´ Todos precisamos acreditar em algo. Crie um universo particular Seja verdadeiro Faça algo pelo seu seguidor Inspire confiança Colabore com seus semelhantes Seja coeso Seja coerente Retribua, interaja Conte histórias Mescle seu universo Com o de seus seguidores
  • 46. *The Cluetrain Manifesto Levine et al. 1999 Os Mercados começaram com conversas. A internet transforma o marketing em conversas novamente.* https://www.facebook.com/seizosoares Impactos gerados pelas mídias digitais, branding e marketing 3.0
  • 47. A internet subverte hierarquias. Cauê Moura
  • 48. Mercados online são muito diferentes de mercados de massa
  • 49. Empresas precisam adquirir senso de humor e criar histórias significativas Senso de humor envolve humildade, honestidade, valores e ponto de vista. http://youtu.be/Un4r52t-cuk
  • 50. As empresas estão com medo. O medo mantem as empresas distantes de seus públicos. A internet demanda que as empresas adquiram intimidade com seus públicos.
  • 52. O Poder do consumidor e a inversão do vetor de marketing Tarsila do Amaral
  • 54. De espectador à multiteleinterativos “O diretor de Inteligência de Mercado do Terra, Marcelo Coutinho, participou ao lado do apresentador Marcelo Tas de uma palestra a respeito das chamadas multi-telas, abordando as necessidades e capacidades do consumidor em utilizar TV, internet, celular e tablet praticamente simultaneamente.” Portal Terra, 09 de Maio de 2013•20h03 • atualizado às 20h12
  • 55. Proposta Única Proposta Emocional Proposta de Experiência Marina Abramovic Institute (como fica Posicionamento Estratégico?)
  • 56. Web 2.0 e a explosão do Conteúdo Image: Visual representations of blogosophere data created by Matthew Hurst from CreativeReview.co.uk.
  • 57. A era das Redes Sociais
  • 58. A era da Busca (como fica a propaganda?)
  • 59. Cauda Longa (como fica o Produto?)
  • 63. Prof. Me. SeiZo Soares Administrador, comunicador, educador, artista visual e escritor SeiZo Soares 42, Administrador de empresas (FGV-SP), esepcialista em gestão educacional, mestre em Educação (PUC- Campinas), docente no ensino superior nas áreas de marketing, comunicação e educação. Escritor especializado em roteirização audiovisual para organizações, ghost writing e presença online. Artista com obras publicadas em música, literatura, fotografia e escultura – esta última com exposições internacionais realizadas, e marca própria no segmento de design e arte joalheria contemporânea. “A mente criativa brinca com os objetos que ama.” K. Jung . www.seizojoias.com.br https://www.facebook.com/seizosoares seizo@terra.com.br