SlideShare uma empresa Scribd logo
Redes Sociais: Estratégias e tendências
MBA Marketing e Comunicação Digital. Faculdade Cambury
Goiânia 2014
Prof. Me. SeiZo Soares
http://youtu.be/LcHTeDNIarU
Prof. Me. SeiZo Soares
Clique na imagem para visitar o site
Prof. Me. SeiZo Soares
Prof. Me. SeiZo Soares
Prof. Me. SeiZo Soares
Branded art
Clique na imagem para acessa a fonte
Prof. Me. SeiZo Soares
Histórias que brilham. Eletropaulo, 2013
Prof. Me. SeiZo Soares
Presentear CEOs no mundo inteiro é uma tarefa perigosa...
Prof. Me. SeiZo Soares
SeiZo Joias
(projeto em andamento)
Prof. Me. SeiZo Soares
Cultura da participação
Convergência midiática
Engajamento social
Henry Jerkins. Cultura da Convergência, 2008
Clique na imagem para ver uma aula do professor
Cada um de nós constrói a própria mitologia
pessoal, a partir de pedaços e fragmentos de
informações extraídos do fluxo midiático e
transformados em recursos através dos quais
compreendemos nossa vida cotidiana.
Prof. Me. SeiZo Soares
Transmídiaé construir
possibilidades narrativas que gerem diversos
nichos e mudanças de significado (destituição
de um sentido original), além de associações
novas que alterem sentido e agreguem outras
conotações ao produto inicial.
Prof. Me. SeiZo Soares
Prof. Me. SeiZo Soares
Prof. Me. SeiZo Soares
Prof. Me. SeiZo Soares
http://www.youtube.com/watch?feature=play
er_embedded&v=8m5KGGeKBns
Prof. Me. SeiZo Soares
Quais são os OBJETIVOS possíveis?
Quem são as PESSOAS envolvidas? Para quê estão
preparadas? Em qual contexto nos dirigimos a
elas?
Qual é sua ESTRATÉGIA?
Quais TECNOLOGIAS e PLATAFORMAS
deverá usar?
4 pilares do
planejamento online
Prof. Me. SeiZo Soares
Fonte: internet-map.net
Prof. Me. SeiZo Soares
ESCUTAR: Compreender, aproximar, observar
FALAR: manifestar-se, fazer uma proposta, estar
presente online
ENERGIZAR: Estimular a ação e o engajamento;
Intensificar participação de ‘advogados da marca’
APOIAR: ajudar as pessoas a satisfazerem suas
necessidades
INCLUIR: convidar as pessoas para participarem de
seus processos
OBJETIVOS
é importante definir objetivos específicos para começar a agir
Prof. Me. SeiZo Soares
ESCUTAR: Fazer pesquisas, sondagens e enquetes
FALAR: Prover informação e opinião; Atrair a atenção
e despertar interesse; presença digital
ENERGIZAR: Estimular a ação e o engajamento;
Aumentar participação favorável, intensificar
relacionamento
APOIAR: estimular a cooperação entre as pessoas;
Criar simpatia
INCLUIR: as pessoas em seus processos; Conseguir
avaliações sobre projetos e ideias
ESTRATÉGIAS
“como é sempre mais importante que o quê”
Prof. Me. SeiZo Soares
Criadores publicar blogs, criar conteúdo original,
escrever e publicar
Conversadores atualizar status em rede sociais
Críticos fazer comentários, escrever em fóruns,
publicar ratings e avaliações,
escrever em wikis
Colecionadores votar online, adicionar tags
Participantes manter e visitar perfis em redes sociais
Espectadores ler blogs, assistir vídeos, ouvir podcasts
Inativos nenhuma dessas atividades
PESSOAS
compreender o que as pessoas desejam para oferecer a elas os meios
para isso.
Prof. Me. SeiZo Soares
Manter laços de amizade
Fazer novos amigos
Sucumbir a pressão social
Retribuir
Impulso altruísta
Impulso lascivo
Impulso criativo
Impulso de validação
Impulso de afinidade
PESSOAS
Porque as pessoas participam? O tal do ‘engajamento’
Ilustração: Mitchell Grafton
Prof. Me. SeiZo Soares
O que faz o seu público participar?
Prof. Me. SeiZo Soares
Eco e Narciso
Prof. Me. SeiZo Soares
Blogs (wordpress, Blogger...)
Plataformas de redes sociais e mundos virtuais
(Facebook, LinkedIn, Second Life, comunidades...)
Wikis e código aberto
Fóruns, ratings, análises críticas (Digg, del.icio.us)
Tags: as pessoas classificam seus conteúdos
RSS feed e widgets: atualizações ‘porta adentro’
Dispositivos móveis
RFID, nano chips, ‘wearebles’ (Google Googles)
TECNOLOGIAS
e plataformas de conexão social
são meios de endereçamento de conteúdos a um determinado perfil
tecnográfico e contexto
Prof. Me. SeiZo Soares
online
Mundo real
individual coletivo
Gincanas
‘caça a tesouros’
Quebra cabeças,
Mini jogos
Eventos
Flash mobs
Solução
de problemas
Pesquisa
colaborativa
Cooperação
ARG
Alternative Reality GamesProf. Me. SeiZo Soares
WIKIs
What I Know Is...
www.argbrasil.net
Clique na imagem para ler reportagem na wired:
“A decade of Wikipedia, the poster child for collaboration”, 2011
Prof. Me. SeiZo Soares
1. Crie um plano que comece pequeno
2. Concentre-se mais no conteúdo que na tecnologia
3. Avalie as consequências de seu plano
4. ‘go with the flow’: deixe as pessoas interferirem
e orientarem o trabalho.
5. Seja persistente, coerente e coeso.
ESTRATÉGIA
5 dicas
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Falar
Funil de marketing
Conscientização Consideração Preferência Convicção Ação Compra Lealdade
complexidade
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Falar
Qual o seu problema de comunicação? Em qual momento do funil deseja interferir?
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Falar
Redes Sociais
Escute o que falam, antes de começar a falar
Crie uma presença digital que estimule a interação
Facilite que as pessoas a disseminem sua mensagem
Se sua marca é amada, siga em frente. Pense melhor caso contrário.
Blogs
Para conteúdos de maior complexidade
Participar da rede de blogueiros similares
Defina um objetivo para seu blog
Elabore um processo editorial
Estude a conexão com o site
Planeje a divulgação em etapas
Seja honesto
Comunidades
Verifique se há potencial para sua marca ter uma comunidade
Funcionam melhor quando tratam de assuntos específicos
São investimentos de longo prazo
Daniel Raizer Blog
Prof. Me. SeiZo Soares
Cultive
uma cultura
Cultive
relacionamentosProf. Me. SeiZo Soares
O que o seu público quer ver
X
O que sua marca deseja criar
Prof. Me. SeiZo Soares
Elementos estratégicos para a
Concepção de presença digital
Foto: Daniel Scandell (revista Caracteres)
Perfil único ou múltiplo?
Motivação principal (‘Bandeira’) e secundárias:
porque participas? Sempre em relação ao seu público.
Temperamento e tom de voz:
Masculino, feminino, tranquilo, eufórico, sensual,
sombrio, triste, empolgado, engajado, sério, divertido,
sisudo, infantil, irascível...
Respostas e relacionamento: em quais situações
responder publicamente e em particular.
Estilo imagético: foto, vídeo, celular (baixa res.), alta resolução, descontraídas,
Produzidas, carta de efeitos ‘usáveis’
Curadoria on line. Com quais conteúdos interagir (contribuir, partilhar, curtir,
taguear...): similares, complementares, distintos, conteúdos de fãs da marca...reflete
suas motivações e seus objetivos.
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Energizar
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Energizar
É transformar um cliente satisfeito
em um marqueteiro da sua marca
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Energizar
• Prepare-se para amplificar a voz de seus clientes
• Verifique o perfil tecnográfico
• Pergunte-se: qual é o problema de meus clientes?
• Escolha as ferramentas e estratégias que ofereçam as soluções
• Não comece se não pretende investir a longo prazo
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Energizar
“Por esse motivo as empresas que energizam seus consumidores mais
entusiasmados acabam adotando-os – isto é, transformando esses
consumidores em uma parte dos processos e produtos da empresa. A
energização leva a adoção.”
Li e Bernoff 2012
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Apoiar Consumidores que se ajudam mutuamente podem gerar
muitas oportunidades e redução de custos para as empresas.
Prof. Me. SeiZo Soares
ESTRATÉGIA
Incluir
É utilizar sua rede como parte do processo produtivo.
Prof. Me. SeiZo Soares
MBA Marketing e Comunicação Digital. Faculdade Cambury
Goiânia 2014
“A web tornou-se um lugar para a participação
do consumidor que inclui várias maneiras
imprevistas e não autorizadas de se relacionar
com os conteúdos de mídia...a web mandou a
camada escondida da atividade cultural para a
dianteira, forçando empresas de mídia a enfrentar
as consequências.” Henry Jenkins. Cultura da convergência
2008
Prof. Me. SeiZo Soares
Projeto Gene
Prof. Me. SeiZo Soares

Mais conteúdo relacionado

Destaque

5 headlines
5 headlines5 headlines
5 headlines
Warinya Kuanpinit
 
Revista Pronews #186
Revista Pronews #186Revista Pronews #186
Revista Pronews #186
Thiago Acioli
 
Ob3 Igualdade GéNero Pilar Maria
Ob3 Igualdade GéNero Pilar MariaOb3 Igualdade GéNero Pilar Maria
Ob3 Igualdade GéNero Pilar Maria
portu_lucia
 
Canvas al ajillo
Canvas al ajilloCanvas al ajillo
Canvas al ajillo
Adrián García Lomas
 
Planificador de proyectos club noel
Planificador de proyectos club noelPlanificador de proyectos club noel
Planificador de proyectos club noel
Efrain Prado Angulo
 
La educación cubana
La educación cubanaLa educación cubana
La educación cubana
Yacenia De León
 
Autoestima y asertividad
Autoestima y asertividadAutoestima y asertividad
Autoestima y asertividad
María José Díez Alonso
 

Destaque (8)

5 headlines
5 headlines5 headlines
5 headlines
 
Revista Pronews #186
Revista Pronews #186Revista Pronews #186
Revista Pronews #186
 
Ob3 Igualdade GéNero Pilar Maria
Ob3 Igualdade GéNero Pilar MariaOb3 Igualdade GéNero Pilar Maria
Ob3 Igualdade GéNero Pilar Maria
 
Canvas al ajillo
Canvas al ajilloCanvas al ajillo
Canvas al ajillo
 
C.V'
C.V'C.V'
C.V'
 
Planificador de proyectos club noel
Planificador de proyectos club noelPlanificador de proyectos club noel
Planificador de proyectos club noel
 
La educación cubana
La educación cubanaLa educación cubana
La educación cubana
 
Autoestima y asertividad
Autoestima y asertividadAutoestima y asertividad
Autoestima y asertividad
 

Semelhante a 1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo

Trabalhando com redes sociais
Trabalhando com redes sociaisTrabalhando com redes sociais
Trabalhando com redes sociais
Ana Maria Magni Coelho
 
Branding e Cultura digital
Branding e Cultura digitalBranding e Cultura digital
Branding e Cultura digital
SeiZo Soares SeiZo
 
App dt. kids
App dt. kidsApp dt. kids
App dt. kids
Jamile Coelho
 
Redes sociais introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
Redes sociais  introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...Redes sociais  introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
Redes sociais introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
conteudoecommerce
 
Redes Sociais: Usos e Consequencias
Redes Sociais: Usos e ConsequenciasRedes Sociais: Usos e Consequencias
Redes Sociais: Usos e Consequencias
Mariana Alves
 
As redes sociais e seu currículo estácio
As redes sociais e seu currículo estácioAs redes sociais e seu currículo estácio
As redes sociais e seu currículo estácio
Antonio Moreira
 
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
SeiZo Soares SeiZo
 
Fortalecento os Caminhos das ONGS
 Fortalecento os Caminhos das ONGS Fortalecento os Caminhos das ONGS
Fortalecento os Caminhos das ONGS
Fernando Souza
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Fernando Souza
 
A Forma Informa - Shoot The Shit
A Forma Informa - Shoot The ShitA Forma Informa - Shoot The Shit
A Forma Informa - Shoot The Shit
Shoot
 
#4 Muito além do encontro
#4 Muito além do encontro#4 Muito além do encontro
#4 Muito além do encontro
Camila Haddad
 
FACEBOOK para Empresas
FACEBOOK para Empresas FACEBOOK para Empresas
FACEBOOK para Empresas
Simone Rech Design + Estratégia
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Fernando Souza
 
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdfApresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
ALLYSONALVESCARVALHO
 
2014 ferramentascriativas Points of You
2014 ferramentascriativas Points of You2014 ferramentascriativas Points of You
2014 ferramentascriativas Points of You
Interfaces Aprendizagem e Desenvolvimento
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede Sociais
Fernando Souza
 
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a OratóriaESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
Sergio Henrique Caliani
 
Palestra ana tex rio de janeiro
Palestra ana tex rio de janeiro Palestra ana tex rio de janeiro
Palestra ana tex rio de janeiro
Turbotex
 
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãOEstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
minasdecide
 
Workshop - Mídias Sociais para Escolas
Workshop - Mídias Sociais para EscolasWorkshop - Mídias Sociais para Escolas
Workshop - Mídias Sociais para Escolas
Heloísa Zambianco
 

Semelhante a 1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo (20)

Trabalhando com redes sociais
Trabalhando com redes sociaisTrabalhando com redes sociais
Trabalhando com redes sociais
 
Branding e Cultura digital
Branding e Cultura digitalBranding e Cultura digital
Branding e Cultura digital
 
App dt. kids
App dt. kidsApp dt. kids
App dt. kids
 
Redes sociais introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
Redes sociais  introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...Redes sociais  introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
Redes sociais introdução-pre-planejamento-monitoramento-personas-objetivos-a...
 
Redes Sociais: Usos e Consequencias
Redes Sociais: Usos e ConsequenciasRedes Sociais: Usos e Consequencias
Redes Sociais: Usos e Consequencias
 
As redes sociais e seu currículo estácio
As redes sociais e seu currículo estácioAs redes sociais e seu currículo estácio
As redes sociais e seu currículo estácio
 
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
Criação de conteúdo. Fac. Cambury, setembro 2014
 
Fortalecento os Caminhos das ONGS
 Fortalecento os Caminhos das ONGS Fortalecento os Caminhos das ONGS
Fortalecento os Caminhos das ONGS
 
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
Curso Gestão de Rede Sociais - Introdução e tendências das Redes Sociais
 
A Forma Informa - Shoot The Shit
A Forma Informa - Shoot The ShitA Forma Informa - Shoot The Shit
A Forma Informa - Shoot The Shit
 
#4 Muito além do encontro
#4 Muito além do encontro#4 Muito além do encontro
#4 Muito além do encontro
 
FACEBOOK para Empresas
FACEBOOK para Empresas FACEBOOK para Empresas
FACEBOOK para Empresas
 
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes SociaisGestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
Gestão de Rede Sociais - Introdução as Redes Sociais
 
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdfApresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
Apresentação_TDC_Design_Thinking_2019.pdf
 
2014 ferramentascriativas Points of You
2014 ferramentascriativas Points of You2014 ferramentascriativas Points of You
2014 ferramentascriativas Points of You
 
Gestão de Rede Sociais
Gestão de Rede SociaisGestão de Rede Sociais
Gestão de Rede Sociais
 
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a OratóriaESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
ESTAMOS AO VIVO | Construindo a Oratória
 
Palestra ana tex rio de janeiro
Palestra ana tex rio de janeiro Palestra ana tex rio de janeiro
Palestra ana tex rio de janeiro
 
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãOEstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
EstratéGias E TáTicas De MobilizaçãO
 
Workshop - Mídias Sociais para Escolas
Workshop - Mídias Sociais para EscolasWorkshop - Mídias Sociais para Escolas
Workshop - Mídias Sociais para Escolas
 

Mais de SeiZo Soares SeiZo

Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
SeiZo Soares SeiZo
 
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creationGestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
SeiZo Soares SeiZo
 
SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014 SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014
SeiZo Soares SeiZo
 
Marketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: IntroduçãoMarketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: Introdução
SeiZo Soares SeiZo
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
SeiZo Soares SeiZo
 
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos CentraisAdm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
SeiZo Soares SeiZo
 
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketingAdm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
SeiZo Soares SeiZo
 

Mais de SeiZo Soares SeiZo (7)

Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
Storytelling: Novas narrativas online. ILADEC Campinas, 2014
 
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creationGestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
Gestão e criação de conteúdo digital - digital content management and creation
 
SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014 SeiZo joias 2014
SeiZo joias 2014
 
Marketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: IntroduçãoMarketing em serviços: Introdução
Marketing em serviços: Introdução
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
 
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos CentraisAdm. de Marketing I - Conceitos Centrais
Adm. de Marketing I - Conceitos Centrais
 
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketingAdm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
Adm. Marketing I - Conceitos centrais de marketing
 

1 redes sociais estratégias e tendencias-resumo

  • 1. Redes Sociais: Estratégias e tendências MBA Marketing e Comunicação Digital. Faculdade Cambury Goiânia 2014 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 3. Clique na imagem para visitar o site Prof. Me. SeiZo Soares
  • 6. Branded art Clique na imagem para acessa a fonte Prof. Me. SeiZo Soares
  • 7. Histórias que brilham. Eletropaulo, 2013 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 8. Presentear CEOs no mundo inteiro é uma tarefa perigosa... Prof. Me. SeiZo Soares
  • 9. SeiZo Joias (projeto em andamento) Prof. Me. SeiZo Soares
  • 10. Cultura da participação Convergência midiática Engajamento social Henry Jerkins. Cultura da Convergência, 2008 Clique na imagem para ver uma aula do professor Cada um de nós constrói a própria mitologia pessoal, a partir de pedaços e fragmentos de informações extraídos do fluxo midiático e transformados em recursos através dos quais compreendemos nossa vida cotidiana. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 11. Transmídiaé construir possibilidades narrativas que gerem diversos nichos e mudanças de significado (destituição de um sentido original), além de associações novas que alterem sentido e agreguem outras conotações ao produto inicial. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 12. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 13. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 14. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 16. Quais são os OBJETIVOS possíveis? Quem são as PESSOAS envolvidas? Para quê estão preparadas? Em qual contexto nos dirigimos a elas? Qual é sua ESTRATÉGIA? Quais TECNOLOGIAS e PLATAFORMAS deverá usar? 4 pilares do planejamento online Prof. Me. SeiZo Soares
  • 18. ESCUTAR: Compreender, aproximar, observar FALAR: manifestar-se, fazer uma proposta, estar presente online ENERGIZAR: Estimular a ação e o engajamento; Intensificar participação de ‘advogados da marca’ APOIAR: ajudar as pessoas a satisfazerem suas necessidades INCLUIR: convidar as pessoas para participarem de seus processos OBJETIVOS é importante definir objetivos específicos para começar a agir Prof. Me. SeiZo Soares
  • 19. ESCUTAR: Fazer pesquisas, sondagens e enquetes FALAR: Prover informação e opinião; Atrair a atenção e despertar interesse; presença digital ENERGIZAR: Estimular a ação e o engajamento; Aumentar participação favorável, intensificar relacionamento APOIAR: estimular a cooperação entre as pessoas; Criar simpatia INCLUIR: as pessoas em seus processos; Conseguir avaliações sobre projetos e ideias ESTRATÉGIAS “como é sempre mais importante que o quê” Prof. Me. SeiZo Soares
  • 20. Criadores publicar blogs, criar conteúdo original, escrever e publicar Conversadores atualizar status em rede sociais Críticos fazer comentários, escrever em fóruns, publicar ratings e avaliações, escrever em wikis Colecionadores votar online, adicionar tags Participantes manter e visitar perfis em redes sociais Espectadores ler blogs, assistir vídeos, ouvir podcasts Inativos nenhuma dessas atividades PESSOAS compreender o que as pessoas desejam para oferecer a elas os meios para isso. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 21. Manter laços de amizade Fazer novos amigos Sucumbir a pressão social Retribuir Impulso altruísta Impulso lascivo Impulso criativo Impulso de validação Impulso de afinidade PESSOAS Porque as pessoas participam? O tal do ‘engajamento’ Ilustração: Mitchell Grafton Prof. Me. SeiZo Soares
  • 22. O que faz o seu público participar? Prof. Me. SeiZo Soares
  • 23. Eco e Narciso Prof. Me. SeiZo Soares
  • 24. Blogs (wordpress, Blogger...) Plataformas de redes sociais e mundos virtuais (Facebook, LinkedIn, Second Life, comunidades...) Wikis e código aberto Fóruns, ratings, análises críticas (Digg, del.icio.us) Tags: as pessoas classificam seus conteúdos RSS feed e widgets: atualizações ‘porta adentro’ Dispositivos móveis RFID, nano chips, ‘wearebles’ (Google Googles) TECNOLOGIAS e plataformas de conexão social são meios de endereçamento de conteúdos a um determinado perfil tecnográfico e contexto Prof. Me. SeiZo Soares
  • 25. online Mundo real individual coletivo Gincanas ‘caça a tesouros’ Quebra cabeças, Mini jogos Eventos Flash mobs Solução de problemas Pesquisa colaborativa Cooperação ARG Alternative Reality GamesProf. Me. SeiZo Soares
  • 26. WIKIs What I Know Is... www.argbrasil.net Clique na imagem para ler reportagem na wired: “A decade of Wikipedia, the poster child for collaboration”, 2011 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 27. 1. Crie um plano que comece pequeno 2. Concentre-se mais no conteúdo que na tecnologia 3. Avalie as consequências de seu plano 4. ‘go with the flow’: deixe as pessoas interferirem e orientarem o trabalho. 5. Seja persistente, coerente e coeso. ESTRATÉGIA 5 dicas Prof. Me. SeiZo Soares
  • 28. ESTRATÉGIA Falar Funil de marketing Conscientização Consideração Preferência Convicção Ação Compra Lealdade complexidade Prof. Me. SeiZo Soares
  • 29. ESTRATÉGIA Falar Qual o seu problema de comunicação? Em qual momento do funil deseja interferir? Prof. Me. SeiZo Soares
  • 30. ESTRATÉGIA Falar Redes Sociais Escute o que falam, antes de começar a falar Crie uma presença digital que estimule a interação Facilite que as pessoas a disseminem sua mensagem Se sua marca é amada, siga em frente. Pense melhor caso contrário. Blogs Para conteúdos de maior complexidade Participar da rede de blogueiros similares Defina um objetivo para seu blog Elabore um processo editorial Estude a conexão com o site Planeje a divulgação em etapas Seja honesto Comunidades Verifique se há potencial para sua marca ter uma comunidade Funcionam melhor quando tratam de assuntos específicos São investimentos de longo prazo Daniel Raizer Blog Prof. Me. SeiZo Soares
  • 32. O que o seu público quer ver X O que sua marca deseja criar Prof. Me. SeiZo Soares
  • 33. Elementos estratégicos para a Concepção de presença digital Foto: Daniel Scandell (revista Caracteres) Perfil único ou múltiplo? Motivação principal (‘Bandeira’) e secundárias: porque participas? Sempre em relação ao seu público. Temperamento e tom de voz: Masculino, feminino, tranquilo, eufórico, sensual, sombrio, triste, empolgado, engajado, sério, divertido, sisudo, infantil, irascível... Respostas e relacionamento: em quais situações responder publicamente e em particular. Estilo imagético: foto, vídeo, celular (baixa res.), alta resolução, descontraídas, Produzidas, carta de efeitos ‘usáveis’ Curadoria on line. Com quais conteúdos interagir (contribuir, partilhar, curtir, taguear...): similares, complementares, distintos, conteúdos de fãs da marca...reflete suas motivações e seus objetivos. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 35. ESTRATÉGIA Energizar É transformar um cliente satisfeito em um marqueteiro da sua marca Prof. Me. SeiZo Soares
  • 36. ESTRATÉGIA Energizar • Prepare-se para amplificar a voz de seus clientes • Verifique o perfil tecnográfico • Pergunte-se: qual é o problema de meus clientes? • Escolha as ferramentas e estratégias que ofereçam as soluções • Não comece se não pretende investir a longo prazo Prof. Me. SeiZo Soares
  • 37. ESTRATÉGIA Energizar “Por esse motivo as empresas que energizam seus consumidores mais entusiasmados acabam adotando-os – isto é, transformando esses consumidores em uma parte dos processos e produtos da empresa. A energização leva a adoção.” Li e Bernoff 2012 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 38. ESTRATÉGIA Apoiar Consumidores que se ajudam mutuamente podem gerar muitas oportunidades e redução de custos para as empresas. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 39. ESTRATÉGIA Incluir É utilizar sua rede como parte do processo produtivo. Prof. Me. SeiZo Soares
  • 40. MBA Marketing e Comunicação Digital. Faculdade Cambury Goiânia 2014 “A web tornou-se um lugar para a participação do consumidor que inclui várias maneiras imprevistas e não autorizadas de se relacionar com os conteúdos de mídia...a web mandou a camada escondida da atividade cultural para a dianteira, forçando empresas de mídia a enfrentar as consequências.” Henry Jenkins. Cultura da convergência 2008 Prof. Me. SeiZo Soares
  • 41. Projeto Gene Prof. Me. SeiZo Soares