SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 74
STORY$ELLING como empresas podem gerar resultados por meio de storytelling?
EMPRESAS TENTAM SE COMUNICAR COM PESSOAS DESDE SEMPRE
MAS VOCÊ JÁ PAROU PARA PENSAR...
POR QUE A AUDIÊNCIA DA TV CAI DURANTE O INTERVALO COMERCIAL? FUI FAZER QUALQUER OUTRA COISA E JÁ VOLTO...
POR QUE ATÉ OS PIRATAS SE DÃO AO TRABALHO DE CORTAR ESSES INTERVALOS? CASO CONTRÁRIO, MUITAS EMPRESAS  APOIARIAM A PIRATARIA
POR QUE MUITOS MARKETEIROS ENTRARAM EM PÂNICO QUANDO A INTERNET SURGIU? S.O.S. O CONSUMIDOR ASSUMIU O CONTROLE!  S.O.S.
POR QUE MUITAS VEZES OS PRÓPRIOS FUNCIONÁRIOS NÃO ENTENDEM O QUE AS EMPRESAS QUEREM DIZER?
E SE FOSSE DIFERENTE?
E SE AS PESSOAS PAGASSEM INGRESSO PARA ASSISTIR UM COMERCIAL COMO PAGAM PARA IR AO CINEMA?
E SE DEIXASSEM UM  ANÚNCIO NA CABECEIRA, ASSIM COMO FAZEM COM LIVROS?
E SE FICASSEM ATÉ O FINAL(*) DA CONVENÇÃO DA EMPRESA, ASSIM COMO EM UMA PEÇA? (*) POR VONTADE PRÓPRIA
ISSO É POSSÍVEL! PARA ENTENDER COMO, VAMOS VOLTAR NO TEMPO
NA ÉPOCA QUE VIVÍAMOS EM CAVERNAS
ANTES DO GOOGLE ANTES DA TELEVISÃO ATÉ MESMO  ANTES DA ESCRITA
COMO AS PESSOAS TRANSMITIAM IDÉIAS E CONHECIMENTOS  UMAS ÀS OUTRAS?
CONTANDO HISTÓRIAS EM VOLTA DA FOGUEIRA
COMPORTAMENTO QUE AINDA REPRODUZIMOS NO  CAFÉZINHO DO ESCRITÓRIO
COM O TEMPO HISTÓRIAS REAIS SE TORNARAM HISTÓRIAS LEGAIS “ QUEM CONTA UM CONTO AUMENTA UM PONTO”
ESSAS HISTÓRIAS GANHARAM VIDA PRÓPRIA E DERAM ORIGEM ÀS MITOLOGIAS
MAIS TARDE NASCE O QUE CHAMAMOS DE FICÇÃO
E NOVOS FORMATOS
LITERATURA
TEATRO
CINEMA E VÍDEO
QUADRINHOS
VIVEMOS CONTANDO HISTÓRIAS ARG MÚSICA SITE JOGO DE TABULEIRO BLOG ARTES PLÁSTICAS SÉRIE TRANSMÍDIA VIDEOGAME
A DINÂMICA NARRATIVA ESTÁ NO DNA DA COMUNICAÇÃO HUMANA
GUARDAMOS UM CONHECIMENTO MAIS FACILMENTE NA MEMÓRIA QUANDO ELE É ARMAZENADO COMO UMA HISTÓRIA
HISTÓRIAS PODEM TRANSMITIR MENSAGENS POR GERAÇÕES
A RECEITA MAIS ANTIGA DA QUAL SE TEM CONHECIMENTO SÓ CHEGOU ATÉ NÓS PORQUE ESTAVA CONTIDA EM UMA HISTÓRIA MITOLÓGICA DE UMA ANTIGA CIVILIZAÇÃO
GRAÇAS AOS SUMÉRIOS, HOJE TEMOS A CERVEJA!
HISTÓRIAS NOS CONECTAM A PERSONAGENS DE UMA FORMA ESPECIAL
TORCEMOS PELOS HERÓIS COMO SE FOSSEM AMIGOS ÍNTIMOS
E ÀS VEZES ATÉ PELOS VILÕES!
SÓ UMA HISTÓRIA É CAPAZ DE TRANSFORMAR UM SERIAL KILLER EM ÍDOLO
ESSE PODER TAMBÉM PODE  SER USADO PARA: EMPRESAS MARCAS PRODUTOS SERVIÇOS PROJETOS CAUSAS... MENSAGENS CORPORATIVAS
PODER QUE GERA   RESULTADOS!
A primeira vodka destilada em território americano surgiu em 1930. Mas só 3 décadas depois, por causa dos filmes do James Bond, a bebida se popularizou. Os EUA se tornaram o 2º maior mercado de vodka do mundo. PODER QUE GERA   RESULTADOS!
PODER QUE GERA   RESULTADOS!
Reese´s Pieces era o doce que usavam para atrair o E.T. no filme. Virou uma das preferências e lembranças terráqueas do simpático alienígena, e de muita gente que viu o filme também. Na época as vendas do doce aumentaram 80%! PODER QUE GERA   RESULTADOS!
PODER QUE GERA   RESULTADOS!
O mangá japonês “The Drops of God”, que conta a história de um enólogo e sua busca pelos 12 melhores vinhos do mundo, balançou todo o mercado asiático. Quando foi lançado na Coréia do Sul, o vinho passou de menos de um terço para 70% do consumo de bebida alcóolica do país. PODER QUE GERA   RESULTADOS!
PODER QUE GERA   RESULTADOS!
O fenômeno Tropa de Elite fez com que o BOPE se tornasse uma das “marcas” mais conhecidas e admiradas. No mundo inteiro pessoas usam roupas e acessórios das “marcas” CIA e FBI por causa dos inúmeros filmes que promovem essas instituições. Agora vemos o mesmo acontecendo com o BOPE no Brasil. PODER QUE GERA   RESULTADOS!
PODER QUE GERA   RESULTADOS!
O sucesso alcançado pelo best-seller O Código da Vinci fez com que o roteiro turístico baseado na saga de Robert Langdon, personagem principal, fosse um dos mais requisitados da Europa. Locais que antes eram pouco visitados se tornaram importantes pontos turísticos graças à obra de Dan Brown. PODER QUE GERA   RESULTADOS!
“ ONDE CHEGAM NOSSOS FILMES, CHEGAM NOSSOS PRODUTOS” ROOSEVELT
É PRECISO CONSTRUIR UMA NARRATIVA
MAS DO QUE É FEITA UMA NARRATIVA?
COMEÇA COM UMA QUEBRA DE ROTINA
UM PERSONAGEM EM BUSCA DE ALGO
UMA TRAMA COM COMEÇO, MEIO E FIM
OBSTÁCULOS
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS:
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing inspiração
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas inspiração para pessoas
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based inspiração para pessoas story-based
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: observação de comportamento O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda pesquisa de comportamento inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: observação de comportamento O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda pesquisa de comportamento inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
 
MAS NÃO SE TRATA DE SIMPLESMENTE INSERIR UMA MENSAGEM CORPORATIVA NO MEIO DE UMA HISTÓRIA PRODUCT PLACEMENT
VOCÊ É O AMOR  DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A  (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO.
VOCÊ É O AMOR  DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A  (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO. SE ME FALASSEM ISSO NA VIDA REAL EU DARIA UM TAPA!!!
VOCÊ É O AMOR  DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A  (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO. SE ME FALASSEM ISSO NA VIDA REAL EU DARIA UM TAPA!!! NA NOVELA NINGUÉM VAI PERCEBER...
MAS SIM DE CRIAR UMA HISTÓRIA EM TORNO DA MENSAGEM CORPORATIVA STORYPLACEMENT
no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa...
GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa...
GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA
GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA É VEROSSÍMIL  NO CONTEXTO
GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA É VEROSSÍMIL  NO CONTEXTO NÃO ALTERA VALOR ARTÍSTICO
ENTÃO, QUAL HISTÓRIA VOCÊ QUER CONTAR PARA O SEU PÚBLICO?
[email_address] twitter: @brunoscarto “ A VERDADE VESTIDA DE HISTÓRIA SE APROXIMOU DOS HOMENS” DITADO SUFI

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Storytelling 101
Apresentação Storytelling 101Apresentação Storytelling 101
Apresentação Storytelling 101Enrico Cardoso
 
Storytelling Aplicado ao Conteúdo
Storytelling Aplicado ao ConteúdoStorytelling Aplicado ao Conteúdo
Storytelling Aplicado ao ConteúdoEnrico Cardoso
 
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdf
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdfArquétipos - Material Teórico Aula 1.pdf
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdfPatyPaty33
 
Aula Diego Moreau Storytelling parte01
Aula Diego Moreau Storytelling parte01Aula Diego Moreau Storytelling parte01
Aula Diego Moreau Storytelling parte01Diego Moreau
 
Comunicação e linguagem
Comunicação e linguagemComunicação e linguagem
Comunicação e linguagemLaércio Góes
 
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Blogotipos - Diário das Marcas
 
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literário
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro LiterárioAnimação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literário
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literárioprofealbattaiola
 
Narrativas de aventura
Narrativas de aventuraNarrativas de aventura
Narrativas de aventuratelasnorte1
 
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitário
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitárioAula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitário
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitárioElizeu Nascimento Silva
 
Storytelling, conceito e prática
Storytelling, conceito e práticaStorytelling, conceito e prática
Storytelling, conceito e práticaGiorgio Dal Molin
 
Pai rico pai pobre
Pai rico pai pobrePai rico pai pobre
Pai rico pai pobreFeliz Matias
 
Roteiro Cinematográfico
Roteiro CinematográficoRoteiro Cinematográfico
Roteiro CinematográficoEdson Ferreira
 
Redação Publicitária
Redação PublicitáriaRedação Publicitária
Redação Publicitáriahodcomunicacao
 
Roteiro para filme publicitário
Roteiro para filme publicitárioRoteiro para filme publicitário
Roteiro para filme publicitárioJosué Brazil
 
Palestra Roteiro Cinema
Palestra Roteiro CinemaPalestra Roteiro Cinema
Palestra Roteiro CinemaDiego Moreau
 

Mais procurados (20)

Apresentação Storytelling 101
Apresentação Storytelling 101Apresentação Storytelling 101
Apresentação Storytelling 101
 
narrativa de_ficcao
narrativa de_ficcaonarrativa de_ficcao
narrativa de_ficcao
 
Storytelling Aplicado ao Conteúdo
Storytelling Aplicado ao ConteúdoStorytelling Aplicado ao Conteúdo
Storytelling Aplicado ao Conteúdo
 
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdf
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdfArquétipos - Material Teórico Aula 1.pdf
Arquétipos - Material Teórico Aula 1.pdf
 
Aula Diego Moreau Storytelling parte01
Aula Diego Moreau Storytelling parte01Aula Diego Moreau Storytelling parte01
Aula Diego Moreau Storytelling parte01
 
Comunicação e linguagem
Comunicação e linguagemComunicação e linguagem
Comunicação e linguagem
 
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
Apostilaredacaopublicitaria08032005170707 091201205511-phpapp02
 
Briefing
BriefingBriefing
Briefing
 
What would steve do to achive it
What would steve do to achive itWhat would steve do to achive it
What would steve do to achive it
 
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literário
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro LiterárioAnimação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literário
Animação 1 - Roteiro (2) Roteiro Literário
 
Narrativas de aventura
Narrativas de aventuraNarrativas de aventura
Narrativas de aventura
 
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitário
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitárioAula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitário
Aula linguagem audiovisual 03 roteiro publicitário
 
Storytelling, conceito e prática
Storytelling, conceito e práticaStorytelling, conceito e prática
Storytelling, conceito e prática
 
Pai rico pai pobre
Pai rico pai pobrePai rico pai pobre
Pai rico pai pobre
 
Arquétipos para a construção do Storytelling da Marca
Arquétipos para a construção do Storytelling da MarcaArquétipos para a construção do Storytelling da Marca
Arquétipos para a construção do Storytelling da Marca
 
Roteiro Cinematográfico
Roteiro CinematográficoRoteiro Cinematográfico
Roteiro Cinematográfico
 
O Líder de Alta Performance
O Líder de Alta PerformanceO Líder de Alta Performance
O Líder de Alta Performance
 
Redação Publicitária
Redação PublicitáriaRedação Publicitária
Redação Publicitária
 
Roteiro para filme publicitário
Roteiro para filme publicitárioRoteiro para filme publicitário
Roteiro para filme publicitário
 
Palestra Roteiro Cinema
Palestra Roteiro CinemaPalestra Roteiro Cinema
Palestra Roteiro Cinema
 

Semelhante a STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação

STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da Transmídia
STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da TransmídiaSTORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da Transmídia
STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da TransmídiaStorytellers
 
Explorando novas tecnicas de comunicacao
Explorando novas tecnicas de comunicacaoExplorando novas tecnicas de comunicacao
Explorando novas tecnicas de comunicacaoBruno Oliveira
 
Storytelling PUCP Lima: día 2
Storytelling PUCP Lima: día 2Storytelling PUCP Lima: día 2
Storytelling PUCP Lima: día 2mcomunicacion
 
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASES
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASESMARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASES
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASESRenato Melo
 
MMB POA por Fernando Tassinari, Razorfish
MMB POA por Fernando Tassinari, RazorfishMMB POA por Fernando Tassinari, Razorfish
MMB POA por Fernando Tassinari, RazorfishPontomobi
 
Marketing trends outubro 2017
Marketing trends outubro 2017Marketing trends outubro 2017
Marketing trends outubro 2017Celso Kretly Bove
 
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015SMEdeItabaianinha
 
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendas
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendasVocê só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendas
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendasDaniel Barbarini
 
Storytelling PUCP Lima: día 1
Storytelling PUCP Lima: día 1Storytelling PUCP Lima: día 1
Storytelling PUCP Lima: día 1mcomunicacion
 
Tirando o mofo do marketing
Tirando o mofo do marketingTirando o mofo do marketing
Tirando o mofo do marketingDado Schneider
 
Quem é o herói do teu site
Quem é o herói do teu siteQuem é o herói do teu site
Quem é o herói do teu siteJosé Freitas
 
Livrinho Sítio 2014
Livrinho Sítio 2014Livrinho Sítio 2014
Livrinho Sítio 2014Graça Sousa
 
Workshop de Comunicação Empática - Onda Verde
Workshop de Comunicação Empática - Onda VerdeWorkshop de Comunicação Empática - Onda Verde
Workshop de Comunicação Empática - Onda VerdeEric de Gaia
 
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2Raul Santahelena
 
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDO
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDOO STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDO
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDORenato Melo
 
Eventos promovidos pela 8 tun 1
Eventos promovidos pela 8 tun 1Eventos promovidos pela 8 tun 1
Eventos promovidos pela 8 tun 1Patrícia Ventura
 

Semelhante a STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação (20)

STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da Transmídia
STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da TransmídiaSTORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da Transmídia
STORYSELLING - empresas e suas marcas e o poder do Storytelling e da Transmídia
 
Explorando novas tecnicas de comunicacao
Explorando novas tecnicas de comunicacaoExplorando novas tecnicas de comunicacao
Explorando novas tecnicas de comunicacao
 
Marketing Trends Maio
Marketing Trends MaioMarketing Trends Maio
Marketing Trends Maio
 
Storytelling PUCP Lima: día 2
Storytelling PUCP Lima: día 2Storytelling PUCP Lima: día 2
Storytelling PUCP Lima: día 2
 
Marketing trends setembro
Marketing trends setembroMarketing trends setembro
Marketing trends setembro
 
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASES
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASESMARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASES
MARKETING VIRAL - DEFINIÇÃO E CASES
 
MMB POA por Fernando Tassinari, Razorfish
MMB POA por Fernando Tassinari, RazorfishMMB POA por Fernando Tassinari, Razorfish
MMB POA por Fernando Tassinari, Razorfish
 
Marketing trends maio 2017
Marketing trends maio 2017Marketing trends maio 2017
Marketing trends maio 2017
 
Marketing trends outubro 2017
Marketing trends outubro 2017Marketing trends outubro 2017
Marketing trends outubro 2017
 
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015
Apresentação do Projeto de Incentivo à Leitura "Visconde de Sabugosa" 2015
 
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendas
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendasVocê só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendas
Você só precisa de 10 Slides na sua apresentação de vendas
 
Storytelling PUCP Lima: día 1
Storytelling PUCP Lima: día 1Storytelling PUCP Lima: día 1
Storytelling PUCP Lima: día 1
 
Tirando o mofo do marketing
Tirando o mofo do marketingTirando o mofo do marketing
Tirando o mofo do marketing
 
Quem é o herói do teu site
Quem é o herói do teu siteQuem é o herói do teu site
Quem é o herói do teu site
 
Livrinho Sítio 2014
Livrinho Sítio 2014Livrinho Sítio 2014
Livrinho Sítio 2014
 
Workshop de Comunicação Empática - Onda Verde
Workshop de Comunicação Empática - Onda VerdeWorkshop de Comunicação Empática - Onda Verde
Workshop de Comunicação Empática - Onda Verde
 
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2
ESPM - Planejamento da Comunicação - Aula #2
 
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDO
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDOO STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDO
O STORYTELLING NO MARKETING POR CONTEÚDO
 
Eventos promovidos pela 8 tun 1
Eventos promovidos pela 8 tun 1Eventos promovidos pela 8 tun 1
Eventos promovidos pela 8 tun 1
 
Virando um Herói
Virando um HeróiVirando um Herói
Virando um Herói
 

Mais de Bruno Scartozzoni

StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...
StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...
StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...Bruno Scartozzoni
 
Práticas corporais e atividades físicas
Práticas corporais e atividades físicasPráticas corporais e atividades físicas
Práticas corporais e atividades físicasBruno Scartozzoni
 
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013Bruno Scartozzoni
 
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...Bruno Scartozzoni
 
Apresentação Social Media Brasil 2011
Apresentação Social Media Brasil 2011Apresentação Social Media Brasil 2011
Apresentação Social Media Brasil 2011Bruno Scartozzoni
 

Mais de Bruno Scartozzoni (7)

StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...
StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...
StoryTalks: Use as técnicas do storytelling e das talks para desenvolver sua ...
 
Práticas corporais e atividades físicas
Práticas corporais e atividades físicasPráticas corporais e atividades físicas
Práticas corporais e atividades físicas
 
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013
Vendo o Mundo com o Google Glass - Cidade Nova / Julho 2013
 
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...
Projeto de Criação da Associação de Antigos Alunos do Colégio Santa Cruz - TC...
 
Apresentação Social Media Brasil 2011
Apresentação Social Media Brasil 2011Apresentação Social Media Brasil 2011
Apresentação Social Media Brasil 2011
 
Portfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno ScartozzoniPortfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno Scartozzoni
 
São Paulo: uma saga
São Paulo: uma sagaSão Paulo: uma saga
São Paulo: uma saga
 

Último

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.JosineiPeres
 
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptx
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptxA influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptx
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptxVitorSchneider7
 
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSoluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSabrinaPrado11
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoWagnerSouza717812
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssGuilhermeMelo381677
 

Último (6)

relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
LIDER COACH E SUA IMORTÂNCIA NSS ORGANIZAÇÕES.
 
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptx
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptxA influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptx
A influência da Liderança nos Resultados Extraordinários.pptx
 
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdfSoluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
Soluções MNE - Mês das Mães 2024_sv (1).pdf
 
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - AtualizadoCatálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
Catálogo de Produtos OceanTech 2024 - Atualizado
 
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccssDespertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
Despertar SEBRAE [PROFESSOR] (1).pdfccss
 

STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação

  • 1. STORY$ELLING como empresas podem gerar resultados por meio de storytelling?
  • 2. EMPRESAS TENTAM SE COMUNICAR COM PESSOAS DESDE SEMPRE
  • 3. MAS VOCÊ JÁ PAROU PARA PENSAR...
  • 4. POR QUE A AUDIÊNCIA DA TV CAI DURANTE O INTERVALO COMERCIAL? FUI FAZER QUALQUER OUTRA COISA E JÁ VOLTO...
  • 5. POR QUE ATÉ OS PIRATAS SE DÃO AO TRABALHO DE CORTAR ESSES INTERVALOS? CASO CONTRÁRIO, MUITAS EMPRESAS APOIARIAM A PIRATARIA
  • 6. POR QUE MUITOS MARKETEIROS ENTRARAM EM PÂNICO QUANDO A INTERNET SURGIU? S.O.S. O CONSUMIDOR ASSUMIU O CONTROLE! S.O.S.
  • 7. POR QUE MUITAS VEZES OS PRÓPRIOS FUNCIONÁRIOS NÃO ENTENDEM O QUE AS EMPRESAS QUEREM DIZER?
  • 8. E SE FOSSE DIFERENTE?
  • 9. E SE AS PESSOAS PAGASSEM INGRESSO PARA ASSISTIR UM COMERCIAL COMO PAGAM PARA IR AO CINEMA?
  • 10. E SE DEIXASSEM UM ANÚNCIO NA CABECEIRA, ASSIM COMO FAZEM COM LIVROS?
  • 11. E SE FICASSEM ATÉ O FINAL(*) DA CONVENÇÃO DA EMPRESA, ASSIM COMO EM UMA PEÇA? (*) POR VONTADE PRÓPRIA
  • 12. ISSO É POSSÍVEL! PARA ENTENDER COMO, VAMOS VOLTAR NO TEMPO
  • 13. NA ÉPOCA QUE VIVÍAMOS EM CAVERNAS
  • 14. ANTES DO GOOGLE ANTES DA TELEVISÃO ATÉ MESMO ANTES DA ESCRITA
  • 15. COMO AS PESSOAS TRANSMITIAM IDÉIAS E CONHECIMENTOS UMAS ÀS OUTRAS?
  • 16. CONTANDO HISTÓRIAS EM VOLTA DA FOGUEIRA
  • 17. COMPORTAMENTO QUE AINDA REPRODUZIMOS NO CAFÉZINHO DO ESCRITÓRIO
  • 18. COM O TEMPO HISTÓRIAS REAIS SE TORNARAM HISTÓRIAS LEGAIS “ QUEM CONTA UM CONTO AUMENTA UM PONTO”
  • 19. ESSAS HISTÓRIAS GANHARAM VIDA PRÓPRIA E DERAM ORIGEM ÀS MITOLOGIAS
  • 20. MAIS TARDE NASCE O QUE CHAMAMOS DE FICÇÃO
  • 26. VIVEMOS CONTANDO HISTÓRIAS ARG MÚSICA SITE JOGO DE TABULEIRO BLOG ARTES PLÁSTICAS SÉRIE TRANSMÍDIA VIDEOGAME
  • 27. A DINÂMICA NARRATIVA ESTÁ NO DNA DA COMUNICAÇÃO HUMANA
  • 28. GUARDAMOS UM CONHECIMENTO MAIS FACILMENTE NA MEMÓRIA QUANDO ELE É ARMAZENADO COMO UMA HISTÓRIA
  • 29. HISTÓRIAS PODEM TRANSMITIR MENSAGENS POR GERAÇÕES
  • 30. A RECEITA MAIS ANTIGA DA QUAL SE TEM CONHECIMENTO SÓ CHEGOU ATÉ NÓS PORQUE ESTAVA CONTIDA EM UMA HISTÓRIA MITOLÓGICA DE UMA ANTIGA CIVILIZAÇÃO
  • 31. GRAÇAS AOS SUMÉRIOS, HOJE TEMOS A CERVEJA!
  • 32. HISTÓRIAS NOS CONECTAM A PERSONAGENS DE UMA FORMA ESPECIAL
  • 33. TORCEMOS PELOS HERÓIS COMO SE FOSSEM AMIGOS ÍNTIMOS
  • 34. E ÀS VEZES ATÉ PELOS VILÕES!
  • 35. SÓ UMA HISTÓRIA É CAPAZ DE TRANSFORMAR UM SERIAL KILLER EM ÍDOLO
  • 36. ESSE PODER TAMBÉM PODE SER USADO PARA: EMPRESAS MARCAS PRODUTOS SERVIÇOS PROJETOS CAUSAS... MENSAGENS CORPORATIVAS
  • 37. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 38. A primeira vodka destilada em território americano surgiu em 1930. Mas só 3 décadas depois, por causa dos filmes do James Bond, a bebida se popularizou. Os EUA se tornaram o 2º maior mercado de vodka do mundo. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 39. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 40. Reese´s Pieces era o doce que usavam para atrair o E.T. no filme. Virou uma das preferências e lembranças terráqueas do simpático alienígena, e de muita gente que viu o filme também. Na época as vendas do doce aumentaram 80%! PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 41. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 42. O mangá japonês “The Drops of God”, que conta a história de um enólogo e sua busca pelos 12 melhores vinhos do mundo, balançou todo o mercado asiático. Quando foi lançado na Coréia do Sul, o vinho passou de menos de um terço para 70% do consumo de bebida alcóolica do país. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 43. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 44. O fenômeno Tropa de Elite fez com que o BOPE se tornasse uma das “marcas” mais conhecidas e admiradas. No mundo inteiro pessoas usam roupas e acessórios das “marcas” CIA e FBI por causa dos inúmeros filmes que promovem essas instituições. Agora vemos o mesmo acontecendo com o BOPE no Brasil. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 45. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 46. O sucesso alcançado pelo best-seller O Código da Vinci fez com que o roteiro turístico baseado na saga de Robert Langdon, personagem principal, fosse um dos mais requisitados da Europa. Locais que antes eram pouco visitados se tornaram importantes pontos turísticos graças à obra de Dan Brown. PODER QUE GERA RESULTADOS!
  • 47. “ ONDE CHEGAM NOSSOS FILMES, CHEGAM NOSSOS PRODUTOS” ROOSEVELT
  • 48. É PRECISO CONSTRUIR UMA NARRATIVA
  • 49. MAS DO QUE É FEITA UMA NARRATIVA?
  • 50. COMEÇA COM UMA QUEBRA DE ROTINA
  • 51. UM PERSONAGEM EM BUSCA DE ALGO
  • 52. UMA TRAMA COM COMEÇO, MEIO E FIM
  • 54. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS:
  • 55. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR
  • 56. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing inspiração
  • 57. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas inspiração para pessoas
  • 58. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based inspiração para pessoas story-based
  • 59. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
  • 60. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: observação de comportamento O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda pesquisa de comportamento inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
  • 61. PARA ISSO É PRECISO ENCONTRAR O EQUILÍBRIO ENTRE DOIS LADOS: observação de comportamento O PUBLICITÁRIO O ESCRITOR briefing para empresas media-based estímulo de demanda pesquisa de comportamento inspiração para pessoas story-based estímulo de imaginação
  • 62.  
  • 63. MAS NÃO SE TRATA DE SIMPLESMENTE INSERIR UMA MENSAGEM CORPORATIVA NO MEIO DE UMA HISTÓRIA PRODUCT PLACEMENT
  • 64. VOCÊ É O AMOR DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO.
  • 65. VOCÊ É O AMOR DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO. SE ME FALASSEM ISSO NA VIDA REAL EU DARIA UM TAPA!!!
  • 66. VOCÊ É O AMOR DA MINHA VIDA! A PROPÓSITO, REPAROU COMO ESSA CERVEJA ESTÁ DELICIOSA? SÓ A (INSIRA A MARCA) SERIA CAPAZ DE NOS PROPORCIONAR ESSE MOMENTO. SE ME FALASSEM ISSO NA VIDA REAL EU DARIA UM TAPA!!! NA NOVELA NINGUÉM VAI PERCEBER...
  • 67. MAS SIM DE CRIAR UMA HISTÓRIA EM TORNO DA MENSAGEM CORPORATIVA STORYPLACEMENT
  • 68. no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa...
  • 69. GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa...
  • 70. GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA
  • 71. GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA É VEROSSÍMIL NO CONTEXTO
  • 72. GERA RESULTADO! no STORYPLACEMENT a mensagem corporativa... É ESSENCIAL PARA A TRAMA É VEROSSÍMIL NO CONTEXTO NÃO ALTERA VALOR ARTÍSTICO
  • 73. ENTÃO, QUAL HISTÓRIA VOCÊ QUER CONTAR PARA O SEU PÚBLICO?
  • 74. [email_address] twitter: @brunoscarto “ A VERDADE VESTIDA DE HISTÓRIA SE APROXIMOU DOS HOMENS” DITADO SUFI

Notas do Editor

  1. E Roosevelt já tinha sacado que as histórias eram um meio para vender a cultura, e os produtos, americanos por todo o mundo. Mas porque será?
  2. Assuntos que fazem parte da sociedade de consumo.