SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Oficina de criação de
    minicontos
      Rafael Reinehr
Quando acordou o dinossauro
ainda estava lá.
            Augusto Monterroso
Características
Concisão
Narratividade
Totalidade
Subtexto
Ausência de descrição
Retrato de pedaços da vida
Final surpreendente
Concisão

50 letras
150 caracteres
300 caracteres
Concisão


Vende-se: sapatos de bebê, sem uso.
                  Ernest Hemingway
Narratividade

Embaralhada
Era o carro que eu não tinha mais. Mas
aquela mão era certo que eu ganharia. Um
pôquer de ases. A facada no rim fez meu
sangue jorrar e a visão, foi ficando
embaralhada...
Totalidade

Flamenco
A moradora do andar de cima começou a
aprender a dançar flamenco. Outro dia,
coitada, morreu atropelada. Fui no seu
enterro e, no seu túmulo, sapateei.
Totalidade

No cartório
Se chamava Roberdo. Um dia, cansou de
ter seu nome mudado invariavelmente para
Roberto em cada novo cadastro ou
inscrição que fazia. Mudou para Gegaldo.
Subtexto

A História do Mundo (ou minha
história no mundo)
No começo foi o Big Bang.
No final, só o Bang!
Subtexto
Estranha Picanha
Naquela sexta-feira a churrascaria estava cheia. O cheiro
de carne e fumaça impregnava roupas e cabelos. Amílcar,
como de costume, trazia sua própria carne e pedia para o
churrasqueiro da casa assá-la, enquanto ficava
bebericando sua caipirinha e observando o movimento.
Genésio, o assador, nunca entendera aqueles estranhos
cortes de carne que Amílcar trazia, até ver a cara do
freguês estampada na capa do jornal.
Ausência de descrição
 Prisão
 Acordo às seis. Trabalho.
 Almoço. Trabalho. Janto.
 Durmo. Acordo às seis.
 Trabalho. Almoço.
 Trabalho. Janto. Durmo.
 Acordo às seis. Trabalho.
 Almoço. Mato meu chefe.
Ausência de descrição

 No posto de gasolina
 Escolheu a pior hora de largar o cigarro.

 (inspirado no microconto “Nitroglicotina” de Lais Chaffe
Retrato de pedaços da vida
  Precoce
  Minha infância durou pouco. Aos oito anos,
  apanhava do meu pao. Cedo, comecei a beber
  e sair com qualquer puta que se oferecesse.
  Passei a usar drogas cada vez mais fortes.
  Estive internado para desintoxicação por três
  vezes. Roubava para sustentar o meu vício.
  Quando fiz nove anos, tudo mudou...
Retrato de pedaços da vida
  Vida no campo
  Morar naquela casa lhe fazia bem. O ar do
  campo, barulho do riacho ao fundo e os
  passarinhos pela manhã. No pomar, frutas que
  jamais imaginara pudessem existir. E que doçura!
  Aquele entardecer com o sol se pondo nas
  montanhas, a noite estrelada, deitado na relva...
  Se soubesse que a vida lá era essa maravilha,
  tinha assassinado os donos há muito mais tempo.
Final surpreendente
 Lixo humano
 Aquele canalha. Um traste meu marido.
 Como é que pode der assim? Que animal!
 Vagabundo. Filho duma puta! Se eu
 soubesse que ele ia me bater assim, não
 tinha me juntado com ele! Tanta algazarra
 só porque larguei o bebê no lixo...
Final surpreendente
 Férias de sequestrador
 Romualdo e Vanilda voltaram depois de
 trinta dias de férias.
 - Querida, está sentindo um cheiro estranho
 aqui em casa?
 - É verdade, e vem lá de baixo.
 - Será que o esgoto entupiu?
 - Querido! Os reféns!
Um exercício...

Intenção avessa
A menina solitária e tímida, aniversariava.
A mãe, ultra ocupada, produziu uma festa
para animá-la. Tudo pronto, esperaram e
vão pelos colegas. Os convites repousavam
esquecidos no fundo da pasta executiva.
Mais um...
Nitroglicotina

Precisava largar o cigarro.
O posto de gasolina explodiu.

                 Lais Chaffe
coolmeia@coolmeia.org

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aulaOficina de Gêneros Textuais em sala de aula
Oficina de Gêneros Textuais em sala de aula
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Poema 6º ano
Poema 6º anoPoema 6º ano
Poema 6º ano
 
Contos para o ensino médio
Contos para o ensino médioContos para o ensino médio
Contos para o ensino médio
 
Gênero textual narrativo
Gênero textual narrativoGênero textual narrativo
Gênero textual narrativo
 
Poema concreto
Poema concreto Poema concreto
Poema concreto
 
Cordel
CordelCordel
Cordel
 
Estrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opiniãoEstrutura do-artigo-de-opinião
Estrutura do-artigo-de-opinião
 
Gênero memórias literárias
Gênero memórias literáriasGênero memórias literárias
Gênero memórias literárias
 
Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)Ppt realismo (1)
Ppt realismo (1)
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Autobiografia-
Autobiografia-Autobiografia-
Autobiografia-
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 
Descritores spaece - língua portuguesa
Descritores   spaece - língua portuguesaDescritores   spaece - língua portuguesa
Descritores spaece - língua portuguesa
 
Conto Fantástico
Conto FantásticoConto Fantástico
Conto Fantástico
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Fábulas 1
Fábulas 1Fábulas 1
Fábulas 1
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Variantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na MúsicaVariantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na Música
 
Prosa e verso
Prosa e versoProsa e verso
Prosa e verso
 

Destaque

Miniconto ou microconto
Miniconto ou microcontoMiniconto ou microconto
Miniconto ou microcontoOtávia Vieira
 
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteres
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteresTwitteratura a arte de escrever em até 140 caracteres
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteresDaniele Freitas
 
Slide teoria do conto
Slide teoria do contoSlide teoria do conto
Slide teoria do contoAna Paula
 
conto tradicional-popular
 conto tradicional-popular conto tradicional-popular
conto tradicional-popularsesal
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, característicasHelena Coutinho
 
Correspondencia poetica
Correspondencia poeticaCorrespondencia poetica
Correspondencia poeticaatovirtual
 
Apresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoniApresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoniPapos na rede
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!SeiZo Soares SeiZo
 
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canaisCamila Florêncio
 
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicaçãoSTORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicaçãoBruno Scartozzoni
 
O conto (apresentação)
O conto  (apresentação)O conto  (apresentação)
O conto (apresentação)vcosouto
 
Barroco aula de literatura
Barroco   aula de literaturaBarroco   aula de literatura
Barroco aula de literaturaCrisBiagio
 
Conto maravilhoso
Conto maravilhosoConto maravilhoso
Conto maravilhosomarima111
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - BarrocoCrisBiagio
 

Destaque (20)

Miniconto ou microconto
Miniconto ou microcontoMiniconto ou microconto
Miniconto ou microconto
 
Minicontos
MinicontosMinicontos
Minicontos
 
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteres
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteresTwitteratura a arte de escrever em até 140 caracteres
Twitteratura a arte de escrever em até 140 caracteres
 
Slide teoria do conto
Slide teoria do contoSlide teoria do conto
Slide teoria do conto
 
conto tradicional-popular
 conto tradicional-popular conto tradicional-popular
conto tradicional-popular
 
Conto
ContoConto
Conto
 
1.conto, características
1.conto, características1.conto, características
1.conto, características
 
Correspondencia poetica
Correspondencia poeticaCorrespondencia poetica
Correspondencia poetica
 
Apresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoniApresentação papos bruno scartozzoni
Apresentação papos bruno scartozzoni
 
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
Gestão e criação de conteúdo (FIT 2013). Uma síntese lembrança!
 
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
[IEC - PUC Minas] Redes e Mídias Sociais - Definição de canais
 
Portfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno ScartozzoniPortfolio Bruno Scartozzoni
Portfolio Bruno Scartozzoni
 
Conteúdo é REI - Faculdade Impacta
Conteúdo é REI - Faculdade ImpactaConteúdo é REI - Faculdade Impacta
Conteúdo é REI - Faculdade Impacta
 
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicaçãoSTORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
STORYSELLING - sobre storytelling, transmídia e comunicação
 
Texto narrativo
Texto narrativoTexto narrativo
Texto narrativo
 
O conto (apresentação)
O conto  (apresentação)O conto  (apresentação)
O conto (apresentação)
 
Barroco aula de literatura
Barroco   aula de literaturaBarroco   aula de literatura
Barroco aula de literatura
 
Barroco no Brasil
Barroco no BrasilBarroco no Brasil
Barroco no Brasil
 
Conto maravilhoso
Conto maravilhosoConto maravilhoso
Conto maravilhoso
 
Literatura - Barroco
Literatura - BarrocoLiteratura - Barroco
Literatura - Barroco
 

Semelhante a Oficina de minicontos

CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMAS
CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMASCHAGAS CRÔNICAS DAS ALMAS
CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMASThemistocles Sn
 
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasFabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasAriane Mafra
 
Livro das Histórias Populares
Livro das Histórias PopularesLivro das Histórias Populares
Livro das Histórias PopularesDenilton Santos
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3aracelinogueira
 
Situação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)aSituação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)aRoberta Marcon
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2limpmari
 
Minha fama de mau erasmo carlos
Minha fama de mau   erasmo carlosMinha fama de mau   erasmo carlos
Minha fama de mau erasmo carlosTelmo Giani
 
Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book AMEOPOEMA Editora
 
Arthur Rimbaud - História
Arthur Rimbaud - HistóriaArthur Rimbaud - História
Arthur Rimbaud - HistóriaAutônomo
 
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-prato
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-pratoMarion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-prato
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-pratoANTONIO NILTON GOMES santos
 
Memórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mauMemórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mauCarlos Pinheiro
 
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. Lao
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. LaoCharles G. Finney - As Sete Faces do Dr. Lao
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. LaoHerman Schmitz
 
Massacre em labeta cap 1
Massacre em labeta cap 1Massacre em labeta cap 1
Massacre em labeta cap 1Mario_Cesar
 
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4j
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4jLEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4j
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4jDanielSilva909444
 

Semelhante a Oficina de minicontos (20)

CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMAS
CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMASCHAGAS CRÔNICAS DAS ALMAS
CHAGAS CRÔNICAS DAS ALMAS
 
C. pascoal
C. pascoalC. pascoal
C. pascoal
 
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santasFabio.fabricio.fabreti.super.santas
Fabio.fabricio.fabreti.super.santas
 
Livro das Histórias Populares
Livro das Histórias PopularesLivro das Histórias Populares
Livro das Histórias Populares
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
Melhor gestão, melhor ensino. 2 3
 
Situação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)aSituação de aprendizagem (1)a
Situação de aprendizagem (1)a
 
Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2Melhor gestão, melhor ensino. 2
Melhor gestão, melhor ensino. 2
 
Minha fama de mau erasmo carlos
Minha fama de mau   erasmo carlosMinha fama de mau   erasmo carlos
Minha fama de mau erasmo carlos
 
Chicopascoal
ChicopascoalChicopascoal
Chicopascoal
 
Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book Suplemento acre 0011 e book
Suplemento acre 0011 e book
 
Arthur Rimbaud - História
Arthur Rimbaud - HistóriaArthur Rimbaud - História
Arthur Rimbaud - História
 
GQ57_MOTYwalcyr
GQ57_MOTYwalcyrGQ57_MOTYwalcyr
GQ57_MOTYwalcyr
 
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-prato
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-pratoMarion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-prato
Marion aranha-pacheco-muggiati-operacao-lava-prato
 
Memórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mauMemórias de um lobo mau
Memórias de um lobo mau
 
07. o anjo maldito
07. o anjo maldito07. o anjo maldito
07. o anjo maldito
 
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. Lao
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. LaoCharles G. Finney - As Sete Faces do Dr. Lao
Charles G. Finney - As Sete Faces do Dr. Lao
 
Massacre em labeta cap 1
Massacre em labeta cap 1Massacre em labeta cap 1
Massacre em labeta cap 1
 
O cachorro e o coelho
O cachorro e o coelhoO cachorro e o coelho
O cachorro e o coelho
 
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4j
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4jLEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4j
LEITURA COLABORATIVA.pptxjejeieiieieieieii4j
 
LEITURA COLABORATIVA.pptx
LEITURA COLABORATIVA.pptxLEITURA COLABORATIVA.pptx
LEITURA COLABORATIVA.pptx
 

Mais de Coolmeia, Ideias em Cooperação (7)

Carta de Principios da Coolmeia
Carta de Principios da CoolmeiaCarta de Principios da Coolmeia
Carta de Principios da Coolmeia
 
A literatura enquanto catalisadora da mudança social
A literatura enquanto catalisadora da mudança socialA literatura enquanto catalisadora da mudança social
A literatura enquanto catalisadora da mudança social
 
Saúde
SaúdeSaúde
Saúde
 
Teias de aprendizagem
Teias de aprendizagemTeias de aprendizagem
Teias de aprendizagem
 
Ivan illich sociedade desescolarizada ii - o retorno
Ivan illich   sociedade desescolarizada ii - o retornoIvan illich   sociedade desescolarizada ii - o retorno
Ivan illich sociedade desescolarizada ii - o retorno
 
Cinco caminhos para o bem-estar
Cinco caminhos para o bem-estarCinco caminhos para o bem-estar
Cinco caminhos para o bem-estar
 
Coolmeia, Ideias em Cooperação (CIRS 2011)
Coolmeia, Ideias em Cooperação (CIRS 2011)Coolmeia, Ideias em Cooperação (CIRS 2011)
Coolmeia, Ideias em Cooperação (CIRS 2011)
 

Último

c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 

Último (20)

c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS (MID)
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 

Oficina de minicontos

  • 1. Oficina de criação de minicontos Rafael Reinehr
  • 2. Quando acordou o dinossauro ainda estava lá. Augusto Monterroso
  • 5. Concisão Vende-se: sapatos de bebê, sem uso. Ernest Hemingway
  • 6. Narratividade Embaralhada Era o carro que eu não tinha mais. Mas aquela mão era certo que eu ganharia. Um pôquer de ases. A facada no rim fez meu sangue jorrar e a visão, foi ficando embaralhada...
  • 7. Totalidade Flamenco A moradora do andar de cima começou a aprender a dançar flamenco. Outro dia, coitada, morreu atropelada. Fui no seu enterro e, no seu túmulo, sapateei.
  • 8. Totalidade No cartório Se chamava Roberdo. Um dia, cansou de ter seu nome mudado invariavelmente para Roberto em cada novo cadastro ou inscrição que fazia. Mudou para Gegaldo.
  • 9. Subtexto A História do Mundo (ou minha história no mundo) No começo foi o Big Bang. No final, só o Bang!
  • 10. Subtexto Estranha Picanha Naquela sexta-feira a churrascaria estava cheia. O cheiro de carne e fumaça impregnava roupas e cabelos. Amílcar, como de costume, trazia sua própria carne e pedia para o churrasqueiro da casa assá-la, enquanto ficava bebericando sua caipirinha e observando o movimento. Genésio, o assador, nunca entendera aqueles estranhos cortes de carne que Amílcar trazia, até ver a cara do freguês estampada na capa do jornal.
  • 11. Ausência de descrição Prisão Acordo às seis. Trabalho. Almoço. Trabalho. Janto. Durmo. Acordo às seis. Trabalho. Almoço. Trabalho. Janto. Durmo. Acordo às seis. Trabalho. Almoço. Mato meu chefe.
  • 12. Ausência de descrição No posto de gasolina Escolheu a pior hora de largar o cigarro. (inspirado no microconto “Nitroglicotina” de Lais Chaffe
  • 13. Retrato de pedaços da vida Precoce Minha infância durou pouco. Aos oito anos, apanhava do meu pao. Cedo, comecei a beber e sair com qualquer puta que se oferecesse. Passei a usar drogas cada vez mais fortes. Estive internado para desintoxicação por três vezes. Roubava para sustentar o meu vício. Quando fiz nove anos, tudo mudou...
  • 14. Retrato de pedaços da vida Vida no campo Morar naquela casa lhe fazia bem. O ar do campo, barulho do riacho ao fundo e os passarinhos pela manhã. No pomar, frutas que jamais imaginara pudessem existir. E que doçura! Aquele entardecer com o sol se pondo nas montanhas, a noite estrelada, deitado na relva... Se soubesse que a vida lá era essa maravilha, tinha assassinado os donos há muito mais tempo.
  • 15. Final surpreendente Lixo humano Aquele canalha. Um traste meu marido. Como é que pode der assim? Que animal! Vagabundo. Filho duma puta! Se eu soubesse que ele ia me bater assim, não tinha me juntado com ele! Tanta algazarra só porque larguei o bebê no lixo...
  • 16. Final surpreendente Férias de sequestrador Romualdo e Vanilda voltaram depois de trinta dias de férias. - Querida, está sentindo um cheiro estranho aqui em casa? - É verdade, e vem lá de baixo. - Será que o esgoto entupiu? - Querido! Os reféns!
  • 17. Um exercício... Intenção avessa A menina solitária e tímida, aniversariava. A mãe, ultra ocupada, produziu uma festa para animá-la. Tudo pronto, esperaram e vão pelos colegas. Os convites repousavam esquecidos no fundo da pasta executiva.
  • 18. Mais um... Nitroglicotina Precisava largar o cigarro. O posto de gasolina explodiu. Lais Chaffe

Notas do Editor

  1. \n
  2. \n
  3. \n
  4. \n
  5. \n
  6. \n
  7. \n
  8. \n
  9. \n
  10. \n
  11. \n
  12. \n
  13. \n
  14. \n
  15. \n
  16. \n
  17. \n
  18. \n
  19. \n