Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância

1.157 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os 4 Rs das Relações Publicas: Relevância

  1. 1. Grupo: Jonathas Penido Priscila Andrade Rodolfo Vieira
  2. 2. Os 4 Rs das Relações Públicas Plenas 2
  3. 3. Tema do Trabalho: Relevância 3
  4. 4.  Relevância 4 Definições para Relevante:  adj 2 gên 1. Que releva, sobressai; 2. importante. (Minidicionário Soares Amora);  adj.m e adj.f. Que possui relevo; em que há relevância ou importância. (...) Que se distingue; que se destaca. (...) (Dicionário Online de Português).
  5. 5.  Relevância 5 Conceito:  Ter Relevância, no âmbito institucional, é conseguir obter, “perante ao público, a certa dose de distinção em relação à “mesmice” do mercado”;  Para conseguir tal distinção, “é preciso buscar, perenemente, uma característica própria”, tarefa nada fácil para as organizações.
  6. 6.  Agenda 6  Pesquisa de Opinião;  Patrocínio;  Eventos;  Marketing Social;  Lobbying;  Merchandising Social.
  7. 7.  Pesquisa de Opinião Mecanismo utilizado para saber a “imagem” que o mercado, ou um segmento específico do mesmo, possui em relação a empresa. 7
  8. 8.  8 Pesquisa de Opinião
  9. 9.  Importância da Pesquisa de Opinião:  “Nada se faz em Marketing sem pesquisa” (Manoel Maria de Vasconcellos);  “Fatia” de Clientes X “Fatia” de Mercado. Pesquisa de Opinião 9
  10. 10.  Patrocínio Ato de “financiar iniciativas de terceiros, dando-lhes viabilidade e aproveitando a visibilidade que eles proporcionam.” (Manoel Marcondes Neto) 10
  11. 11.  Patrocínio 11
  12. 12.  Patrocínio 12
  13. 13.  Patrocínio 13
  14. 14.  Os dois mandamentos do Patrocínio:  Adequar integralmente a atividade patrocinada à empresa patrocinadora (deve-se focar em linhas de patrocínio e não em patrocínios avulsos);  “Ativação” do Patrocínio (destinar recursos para degustação e/ou fornecimento exclusivo de produtos e serviços durante a ação patrocinada. Patrocínio 14
  15. 15.  Eventos Consolidação da marca, através de participação em eventos específicos para seu mercado de atuação. 15
  16. 16.  16 Eventos
  17. 17.  Motivos de realização dos Eventos:  A vertente de Eventos mais consolidada é a Comercial, onde as empresas buscam marcar presença frente aos diversos públicos do setor envolvido; Eventos 17
  18. 18.  Motivos de realização dos Eventos:  Os Eventos são criados para colocar as pessoas em contato direto com a marca, podendo ser dirigido tanto ao público interno quanto ao externo da empresa . Eventos 18
  19. 19.  Marketing Social “O projeto, a implementação e o controle de programas que procuram aumentar a aceitação de uma ideia social num grupo-alvo.” (Rev,. FAE, 2002, apud, KOTLER, 1978, p. 287) 19
  20. 20.  20 Marketing Social
  21. 21.  Formas de se utilizar marketing social:  Marketing de Filantropia: Fundamenta-se na doação feita pela empresa a uma entidade que será beneficiada; Marketing Social 21
  22. 22.  Formas de se utilizar marketing social:  Marketing de Campanhas Sociais: Veicula mensagens de interesse público através de embalagens de produtos, força de vendas para determinado percentual ou dia de vendas ser destinado a entidades; Marketing Social 22
  23. 23.  Formas de se utilizar marketing social:  Marketing de Relacionamento com Base em Ações Sociais: Utiliza o pessoal de vendas da empresa para orientar os clientes como usuários de serviços sociais; Marketing Social 23
  24. 24.  Formas de se utilizar marketing social:  Marketing de Promoção Social do Produto e da Marca: A empresa utiliza o nome de uma entidade ou logotipo de uma campanha, agregando valor ao seu negócio e gerando aumento de vendas. Marketing Social 24
  25. 25.  Lobbying “Ação de tentar influenciar líderes empresarias, políticos ou governamentais para criação, manutenção ou extinção de legislação específica, ou realizar/participar de uma atividade que vá ajudar uma organização ou atender a um interesse particular.” (Manoel Marcondes Neto) 25
  26. 26.  Lobbying 26
  27. 27.  Lobbying 27
  28. 28.  Dois conceitos importantes sobre Lobbying:  O termo Lobby é muito utilizado no meio político. Infelizmente, grande parte da população possui uma concepção errônea do significado da palavra. Lobby nada mais é do que um grupo de pressão, um grupo de pessoas ou organizações que tentam influenciar, aberta ou secretamente as decisões em favor de seus interesses; Lobbying 28
  29. 29.  Dois conceitos importantes sobre Lobbying:  Segundo o site do Brasil Escola, fazer um Lobby é algo muito natural, feito por todos nós quando queremos barganhar algo. Por isso, o Lobby precisa ser desvinculado da imagem de ilegalidade, uma vez que defender os interesses de um grupo de pessoas ou de organizações, além de ser importante, é um direito de todos. Lobbying 29
  30. 30.  Merchandising Social “Inserção – intencional, sistemática e com propósitos educativos bem definidos – de questões sociais e mensagens educativas nas tramas de telenovelas, minisséries e outros programas de TV.” (Comunicarte) 30
  31. 31.  Merchandising Social 31
  32. 32.  Pode ser classificado como:  Conceitual;  Menção em texto;  Dialógica;  De uso;  Estímulo Visual;  Promocionais. Merchandising Social 32
  33. 33.  Principal desafio:  Não há muitos dados concretos que comprovem sua real eficácia; Merchandising Social 33
  34. 34.  Entretanto...  Segundo Luís Fernando Bouzas, Coordenador do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME): Merchandising Social 34
  35. 35.  Entretanto...  “Houve um enorme afluxo aos telefones do Disk Saúde do Ministério da Saúde e do INCA, bem como uma procura para o cadastramento nos hemocentros; Em menos de três meses dobrou o número de cadastros (...) porém após o término da novela [Laços de Família] a procura tornou a cair para os números anteriores”. Merchandising Social 35
  36. 36.  Conclusão 36  “Uma vez obtida, relevância será algo que se manterá com, além de atitudes, relações públicas cuidadosamente planejadas. Destacar-se na paisagem, tornar-se diferente, distinto, acima da concorrência, exigirá esforços consideráveis e permanentes”.
  37. 37.  Conclusão 37  Neste sentido, os investimentos para adoção destas seis práticas torna-se cada vez mais necessário e, se bem feito, elas se tornam grandes vantagens competitivas.
  38. 38.  Referências Bibliográficas 38  MACHADO NETO, Manoel Marcondes. A Transparência é a Alma do Negócio: O que os 4 Rs das Relações Públicas Plenas podem fazer por você e sua organização. 2. ed. Rio de Janeiro: Conceito Editorial, 2012. 230 p.  BRASIL. Tiago Dantas. Brasil Escola. Lobby. Disponível em: <http://www.brasilescola.com/politica/lobby.htm> . Acesso em: 09 jul. 2013.
  39. 39.  Referências Bibliográficas 39  LEVEK et al. A responsabilidade social e sua interface com o marketing social. Revista da FAE, Curitiba, v.5, n.2, p.15-25, maio/ago. 2002  COMUNICARTE. Merchandising Social: Proposta de Temas e Subtemas a Serem Monitorados. Disponível em: <http://www.comunicarte.com.br/ textos/080213_novas_temáticas.pdf > Acesso em: 14 jul 2013
  40. 40.  Dúvidas 40
  41. 41.  OBRIGADO! 41

×