SlideShare uma empresa Scribd logo
GESTÃO DE PESSOAS
Prof. Ernandes Rodrigues
ernandes.rodrigues@joaquimnabuco.edu.br
Conhecendo o professor









Mestrando em Administração / UFPE
Mestre em Educação / ULE
Esp. em Formação Docente para EaD / ESAB
Bel. em Administração / FACIG

Consultor Organizacional
Coordenador de Cursos (Logística, RH, Mkt)
Prof. das disciplinas de: Gestão de Pessoas,
Gestão da Qualidade, Marketing Estratégico,
Empreendedorismo, OSM, Comportamento
Organizacional, etc.
Conhecendo os Alunos



Formação em...
Ano de formação...
Atua com...
Escolheu esta pós-graduação por que...



O que você entende por Gestão de Pessoas?




Conhecendo a Disciplina








Desempenho humano no trabalho
Igualdade, Hierarquia e Poder das
Organizações
Conceito e Teorias sobre Liderança
Relações entre Cultura Organizacional, Poder
e Liderança
O papel do ser humano nos processos
logísticos e sua influência sobre o
desempenho da cadeia de suprimentos
Sistema de Avaliação







Debate 1 – Até 1 ponto
Debate 2 – Até 1 ponto
Discussão sobre o filme – Até 1 ponto
Atividade Dissertativa – Até 2 pontos
Seminário de conclusão – Até 5 pontos
Agenda das Aulas


Dia 18/01 – Manhã
 Apresentações

(Prof., Alunos e Disciplina)
 A história evolutiva da gestão de pessoas
 Os dias atuais na gestão de pessoas
 O desempenho humano no trabalho


Dia 18/01 – Tarde
 Rapa

Nui
 Igualdade, hierarquia e poder nas organizações
Agenda das Aulas


Dia 25/01 – Manhã
 Debate

sobre os artigos – parte um
 Conceitos e Teorias de Liderança
 Principais líderes mundiais


Dia 25/01 – Tarde
 Relação

entre cultura organizacional, poder e
liderança
 Debate sobre os artigos – parte dois
Agenda das Aulas


Dia 08/02 – Manhã
 Apresentação

individual sobre: Qual o papel do
ser humano nos processos logísticos e a sua
influência sobre o desempenho da cadeia de
suprimentos ?



Dia 08/02 – Tarde
 Seminários

Avaliativos
Bibliografia
BENNIS, W. A formação do líder. São Paulo: Atlas, 1996.
CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos. Rio de Janeiro: Campus,
2000.
CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas
organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
FLEURY, M.T.L., FISCHER, R.M. Cultura e poder nas organizações. São Paulo:
Atlas, 1996.
HUNTER, J. O monge e o executivo. Uma história sobre a essência da liderança.
Rio de Janeiro: Sextante, 2004.
MUCHINSKY, P.M. Psicologia organizacional. São Paulo: Thomson, 2004.
PAGÉS, M., BONETTI, M.; DE GAULEJAC, V. e DESCENDRE, D. O poder das
organizações. São Paulo: Atlas, 1993.
SPECTOR, P.E. Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2006.
ROBBINS, S.P. Comportamento organizacional. Pearson Prentice Hall: 2005.
VERGARA, S.C. Gestão de pessoas. São Paulo, Atlas, 2006.
ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J.E. e BASTOS, A.V.B.(orgs.) Psicologia,
Organizações e Trabalho no Brasil. Porto Alegre: ARTMED, 2004.
Linha do tempo...
Até 1950 – Era Industrialização clássica - DRI

De 1950 a 1990 – Era da Industrialização
Neoclássica - DRH
A partir de 1990 – Era da Informação - GP
Em destaque...
1.

Mudanças de Paradigmas

2.

Globalização
1.

2.
3.

3.

Fatores que influenciaram
Efeitos positivos
Efeitos Negativos

Pessoas Globalizadas
Continuando a aula...
Leitura do caso:
O Projeto Supersônico de Araraquara
As organizações


Conceitos e Complexidade das organizações
O

que são organizações?
 Quais os tipos de organizações?
 Quão complexas são as organizações?
 Por que as organizações são sistemas abertos e
sociais?
 E os ambientes organizacionais (Macro e Micro)?
 E a sustentabilidade, onde fica?
 E o capital intelectual?
E a burocracia?
Divisão do trabalho e fragmentação das
atividades, com a criação de departamentos
(departamentalização) e de cargos
especializados
Hierarquização da autoridade, com a criação
de níveis hierárquicos na organização
E a burocracia?
Caráter legal, ou seja, criação de normas e
regulamentos que ditam como as tarefas
deverão ser executadas por meio de rotinas e
programas de trabalho
Caráter formal, ou seja, toda comunicação deve
ser escrita e documentada
E a burocracia?
Impessoalidade no relacionamento, ou seja, as
pessoas tornam-se ocupantes de cargos e
relacionam-se como tais, despersonalizando seu
relacionamento dentro da organização.
Rotinas e procedimentos, para garantir que as
atividades sejam executadas de acordo com as
normas e regulamentos da organização.
E a burocracia?
Competência técnica e mérito profissional, que
são os critérios de seleção e promoção dos
participantes.
Especialização da administração, ou seja,
separação entre propriedade e governança da
organização: os donos ou acionistas do negócio
deixam de ser os dirigentes para delegar a
gerência a profissionais especializados.
E as pessoas, onde ficam?

Devem fazer parte da solução
e não dos problemas. (Chiavenato)
Transformando as pessoas...
10 chaves mestras para transformar (Covey)
1.
Conscientização
2.
Envolvimento
3.
Segurança Interior
4.
Legitimação (sentimento de valer a pena)
5.
Responsabilidade pelos resultados
6.
Enterre o velho (quebra de paradigmas)
7.
Abrace o novo caminho com entusiasmo
8.
Espírito aberto
9.
Sinergia
10. Propósito transcendental
O que é

COMPORTAMENTO

organizacional
É o estudo do conjunto de ações, atitudes e
expectativas humanas dentro do ambiente de
trabalho. (França, 2006)
As empresas são feitas de

pessoas para pessoas.
(França, 2006)
as pessoas
são
DNA
Ambiente
expectativas
experiências
cognitivo
relacio
nal biológico
afetivo

dominância
cerebral
AS ORGANIZAÇÕES
novas

tecnologia
redução de
cargos

novas posições
contratação
treinamento
remuneração
benefícios
segurança
saúde
qualidade de vida
Gestão de Pessoas - Aula 1
produção
ergonomia
sistemas de
da qualidade
gestão
inovação

tecnológica
Gestão de Pessoas - Aula 1
As organizações são diferentes, fazendo as
pessoas se comportarem também diferentes.
o comportamento
personalidade
grupos

equipes

liderança
competição
apatia

empatia
cultu

organizacional
valores
MOTIVAÇÃO

dos nossos
comportamentos
Somos o que repetidamente
fazemos. A excelência,
portanto, não é um feito, mas
um hábito.
Aristóteles
Referências:
1. BERGAMINI. Cecília W. Psicologia Aplicada à Administração de Empresas: Psicologia do Comportamento
Organizacional. 4ª Ed. São Paulo: Atlas, 2005.

2. CALDAS. Miguel P. WOOD JR. Thomaz. Comportamento Organizacional: Uma Perspectiva Brasileira. 2ª Ed.
São Paulo. Atlas: 2007.
3 .LIMONGI-FRANÇA, Ana Cristina. Comportamento organizacional: conceitos e práticas. São Paulo: Saraiva,
2006.
4. AGUIAR, Maria A. F. Psicologia Aplicada a Administração. São Paulo: Excellus, 2000.
5. BANOV, Marcia R. Ferramentas da Psicologia Organizacional. São Paulo: Cenaun, 2002.
6. BANOV, Marcia R. Psicologia no gerenciamento de pessoas. São Paulo: Atlas, 2004.
7. FIORELLI, José Osmir. Psicologia Para administradores: integrando teoria e prática. 5ed. São Paulo: Atlas,
2004.
8. SILVA, V. F. Psicologia das Organizações – Tópicos atuais em Administração. Campinas (SP): Alínea, 1998.
9. SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. 2ed. São Paulo: Saraiva, 2004.
10. WAGNER III, John A. HOLLENBECK, John R. Comportamento Organizacional: criando vantagem competitiva.
São Paulo: Saraiva, 1999.
Continuando a aula...
Leitura do caso:
BOSCH: O modelo de competências
Igualdade, Hierarquia e Poder
O que é igualdade?
Há igualdade no ambiente de trabalho?
Igualdade e hierarquia trabalham em conjunto?
E o poder? Quais tipos de poder existe?
Para Weber...










Porque o Estado transformou a maioria da
população em pessoas assalariadas?
Por que a população se integrou em grandes
organizações impessoais, transformando-se em
pirâmides de cargo?
Por que o trabalho perdeu qualquer significação
intrínseca?
Por que surgiu a necessidade de se manter em
pleno emprego, oferecendo a segurança em troca
do conformismo?
Por que as necessidades dos indivíduos são
manipuladas?
Para Weber...










Por que as pessoas não mais aprendem a viver em
sociedade no quadro de suas moradias e vizinhança?
Por que existem aparências democráticas com
partidos e sindicatos profundamente burocratizados?
Por que a participação ativa dos indivíduos na
política perde sentido, na medida em que eles não
têm qualquer influência nas decisões?
Por que o comportamento humano passa a ser
caracterizado por uma irresponsabilidade social?
Por que a filosofia da sociedade é o consumo na vida
privada e a organização pela organização na vida
coletiva?
Burocracia = Antagonismo


Mota (2012, p.11) afirma que “o antagonismo
é justamente isto: enquanto alguns possuem a
propriedade dos meios de produção, outros
não a possuem.” Principalmente por segundo
o referido autor “onde há antagonismo, há
burocracia”.

Resultou em recompensa e punição como
motivadores de maior produtividade
Motta, Mayo e Maslow




As organizações industriais precisavam
entender que o ser humano, o profissional
que ali estava, era repleto de complexidade.
O funcionário traz consigo necessidades de
afeto, pertencimento, segurança e auto
realização.
Motta, Mayo e Maslow




Mesmo assim, a necessidade por lucros vem
em primeiro lugar, relegando as demandas do
indivíduo. E não se compreende que talvez o
contrário fosse mais pertinente e produtivo.
O ser humano com suas necessidades
atendidas, possivelmente, produziria mais e
com isto traria mais lucros para a
organização.
Motta, Mayo e Maslow




Seria os benefícios organizacionais, o
reconhecimento das necessidades individuais
e grupais dos funcionários, mais um meio de
condicioná-los a fazer o que a empresa
deseja?
Seria novamente mais uma maneira de
ludibriar os seres humanos, dando
continuidade a alienação apresentada por
Weber?
Compreendendo o assunto...
Análise do Filme:
RAPA NUI – A ilha de páscoa
Rapa Nui é um filme de 1994 que faz uma leitura
a respeito da vida dos povos que habitaram a Ilha
de Páscoa num período anterior à chegada dos
europeus.
Atividade para próxima aula
Ler dois artigos, conforme sorteio em sala, e
apresentar sobre cada um:

1.

1.
2.
3.
4.
5.
6.

Tema Central
O que chamou mais atenção
O que você concordou
O que você não concordou
Qual a relação com a disciplina
Duas questões para debate
Instruções sobre o seminário
Construir dois roteiros de entrevista para:

1.

1.
2.
2.

3.

4.

5.

6.

Entrevistar, no mínimo, uma pessoa com cargo de gerencia o liderança
Entrevistar , no mínimo, cinco funcionários da mesma empresa
Cada roteiro deverá conter cinco perguntas abertas, permitindo explanação
pelo entrevistado

Com base no conteúdo da disciplina e nas entrevistas, a dupla deverá fazer um
relatório apresentando sua compreensão sobre o papel da gestão de pessoas
nas empresas de logística, e os pontos e contrapontos encontrados nas
entrevistas entre gerentes e funcionários, justificando ou negando o que diz as
teorias.
O trabalho deverá ser entregue impresso e encadernado no dia 8 de fevereiro,
conforme modelo expresso no próximo slide.
Cada equipe terá 15 minutos para fazer sua apresentação em slide, este deve
conter os mesmos pontos do trabalho impresso. Ao final das apresentações,
um debate será construído.
Enviar o trabalho impresso para o e-mail
(ernandes.rodrigues@joaquimnabuco.edu.br) com o título, trabalho de gestão
de pessoas (Pós-graduação) até o dia 7 de fevereiro, às 23h.
TÍTULO DO TRABALHO
Fulano de Tal
Beltrano de Tal
Ernandes Rodrigues (prof.)
Trabalho desenvolvido para conclusão da disciplina
Gestão de Pessoas do curso de Especialização em Logística da Faculdade Joaquim
Nabuco - Janga.
RESUMO:
(Informar, em forma de texto corrido em parágrafo único, a empresa escolhida, por
que foi escolhida, como aconteceram as entrevistas e se os resultados reforçam ou
negam as teorias).
GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE LOGÍSTICA

A VISÃO DOS GERENTES
A VISÃO DOS FUNCIONÁRIOS
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
Rosario Cação
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Aula -gestão_por_competências
Aula  -gestão_por_competênciasAula  -gestão_por_competências
Aula -gestão_por_competências
Cicero Feitosa
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
alemartins10
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
Sonia Rodrigues
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Marcos Alves
 
Gestão de Carreira
Gestão de CarreiraGestão de Carreira
Gestão de Carreira
Júnior Alves
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Luis Cunha
 
Treinamento e Desenvolvimento
Treinamento e DesenvolvimentoTreinamento e Desenvolvimento
Treinamento e Desenvolvimento
Jean Israel B. Feijó
 
Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoas
martinssoul
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Wandick Rocha de Aquino
 
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
Peopleup Consultoria em Remuneração e RH
 
Recursos humanos
Recursos humanosRecursos humanos
Recursos humanos
Alessandra Pinheiro
 
Rh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecaoRh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecao
admcontabil
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
Rafael Pozzobon
 
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADESEMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
André Boaratti
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
Marcos Alves
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Ricardo Silva Coqueiro
 
Aula 1 - Gestão de Pessoal
Aula 1   - Gestão de PessoalAula 1   - Gestão de Pessoal
Aula 1 - Gestão de Pessoal
Rafael Gonçalves
 

Mais procurados (20)

Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Aula -gestão_por_competências
Aula  -gestão_por_competênciasAula  -gestão_por_competências
Aula -gestão_por_competências
 
Fundamentos da Administração
Fundamentos da AdministraçãoFundamentos da Administração
Fundamentos da Administração
 
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
 
Gestão de Carreira
Gestão de CarreiraGestão de Carreira
Gestão de Carreira
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Treinamento e Desenvolvimento
Treinamento e DesenvolvimentoTreinamento e Desenvolvimento
Treinamento e Desenvolvimento
 
Gestao De Pessoas
Gestao De PessoasGestao De Pessoas
Gestao De Pessoas
 
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
Práticas de Recursos Humanos - Aulas 1 e 2
 
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
Plano de Cargos e Salário - Como Implantar?
 
Recursos humanos
Recursos humanosRecursos humanos
Recursos humanos
 
Rh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecaoRh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecao
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
 
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADESEMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
EMPREGABILIDADE – COMPETÊNCIAS E HABILIDADES
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Gestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- IntroduçãoGestão de Pessoas- Introdução
Gestão de Pessoas- Introdução
 
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégiasTreinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
Treinamento & Desenvolvimento de Equipes: Modelos, Feramentas e estratégias
 
Aula 1 - Gestão de Pessoal
Aula 1   - Gestão de PessoalAula 1   - Gestão de Pessoal
Aula 1 - Gestão de Pessoal
 

Semelhante a Gestão de Pessoas - Aula 1

Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia Organizacional
Salvador Abreu
 
Curso Gestão de Pessoas nas Organizações
Curso Gestão de Pessoas nas OrganizaçõesCurso Gestão de Pessoas nas Organizações
Curso Gestão de Pessoas nas Organizações
Rapport Assessoria
 
Humanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao PessoasHumanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao Pessoas
Educadora
 
Teoria da ADM
Teoria da ADMTeoria da ADM
Teoria da ADM
Jesrayne Nascimento
 
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gestaGestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
Karlla Costa
 
Apostiladeges ta odepessoas-tst
Apostiladeges ta odepessoas-tstApostiladeges ta odepessoas-tst
Apostiladeges ta odepessoas-tst
Sandra Dória
 
Rh Estrategico
Rh EstrategicoRh Estrategico
Rh Estrategico
keity
 
Nocoes de organizacao e gestao de pessoas
Nocoes de organizacao e gestao de pessoasNocoes de organizacao e gestao de pessoas
Nocoes de organizacao e gestao de pessoas
Adriana Vasconcelos
 
Mba gestão em_pessoas
Mba gestão em_pessoasMba gestão em_pessoas
Mba gestão em_pessoas
khassadhor
 
Comportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-finalComportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-final
Sandra Oliveira
 
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
Coletivo AÇÃO | Criando ambientes colaborativos e criativos
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
Marcela Montalvão Teti
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Sérgio de Castro
 
735 ementa
735 ementa735 ementa
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
João Bezerra Magalhães Neto
 
Administração de recursos humanos
Administração de recursos humanosAdministração de recursos humanos
Administração de recursos humanos
Universidade de Pernambuco
 
Módulo IV Aula 1
Módulo IV Aula 1Módulo IV Aula 1
Módulo IV Aula 1
CETUR
 
Administração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
Administração de Recursos Humanos - Gestão de PessoasAdministração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
Administração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
Meme Maria Souza
 
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
Os Fantasmas !
 
06 admg - carlos xavier - anatel
06   admg - carlos xavier - anatel06   admg - carlos xavier - anatel
06 admg - carlos xavier - anatel
Ester Almeida
 

Semelhante a Gestão de Pessoas - Aula 1 (20)

Psicologia Organizacional
Psicologia OrganizacionalPsicologia Organizacional
Psicologia Organizacional
 
Curso Gestão de Pessoas nas Organizações
Curso Gestão de Pessoas nas OrganizaçõesCurso Gestão de Pessoas nas Organizações
Curso Gestão de Pessoas nas Organizações
 
Humanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao PessoasHumanizacao Gestao Pessoas
Humanizacao Gestao Pessoas
 
Teoria da ADM
Teoria da ADMTeoria da ADM
Teoria da ADM
 
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gestaGestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
Gestao de pessoas_nas_organizacoes_gesta
 
Apostiladeges ta odepessoas-tst
Apostiladeges ta odepessoas-tstApostiladeges ta odepessoas-tst
Apostiladeges ta odepessoas-tst
 
Rh Estrategico
Rh EstrategicoRh Estrategico
Rh Estrategico
 
Nocoes de organizacao e gestao de pessoas
Nocoes de organizacao e gestao de pessoasNocoes de organizacao e gestao de pessoas
Nocoes de organizacao e gestao de pessoas
 
Mba gestão em_pessoas
Mba gestão em_pessoasMba gestão em_pessoas
Mba gestão em_pessoas
 
Comportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-finalComportamento organ v11-final
Comportamento organ v11-final
 
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
Semana Agilidade em Angola: Potencialize seu Negócio com atividades de formaç...
 
Comportamento Organizacional
Comportamento OrganizacionalComportamento Organizacional
Comportamento Organizacional
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
735 ementa
735 ementa735 ementa
735 ementa
 
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
Aula desenvolvimento organizacional mba gestão rh ufrr 140607
 
Administração de recursos humanos
Administração de recursos humanosAdministração de recursos humanos
Administração de recursos humanos
 
Módulo IV Aula 1
Módulo IV Aula 1Módulo IV Aula 1
Módulo IV Aula 1
 
Administração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
Administração de Recursos Humanos - Gestão de PessoasAdministração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
Administração de Recursos Humanos - Gestão de Pessoas
 
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
CST EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS IFPB 6º PERÍODO RELAÇÕES HUMANAS...
 
06 admg - carlos xavier - anatel
06   admg - carlos xavier - anatel06   admg - carlos xavier - anatel
06 admg - carlos xavier - anatel
 

Mais de Ernandes Rodrigues Do Nascimento

Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Palestra administração de tempo
Palestra   administração de tempoPalestra   administração de tempo
Palestra administração de tempo
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalhoPalestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Palestra e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
Palestra   e sua empresa, como utiliza o marketing de serviçoPalestra   e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
Palestra e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Conquistando seu lugar no mercado de trabalhoConquistando seu lugar no mercado de trabalho
Conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PEMarketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Comunicação e redação organizacional-parte 2
Comunicação e redação organizacional-parte 2Comunicação e redação organizacional-parte 2
Comunicação e redação organizacional-parte 2
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Comunicação e redação organizacional-parte 1
Comunicação e redação organizacional-parte 1Comunicação e redação organizacional-parte 1
Comunicação e redação organizacional-parte 1
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
Administração de tempo
Administração de tempoAdministração de tempo
Administração de tempo
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
Ernandes Rodrigues Do Nascimento
 

Mais de Ernandes Rodrigues Do Nascimento (10)

Comportamento organizacional
Comportamento organizacionalComportamento organizacional
Comportamento organizacional
 
Palestra administração de tempo
Palestra   administração de tempoPalestra   administração de tempo
Palestra administração de tempo
 
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalhoPalestra   conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Palestra conquistando seu lugar no mercado de trabalho
 
Palestra e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
Palestra   e sua empresa, como utiliza o marketing de serviçoPalestra   e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
Palestra e sua empresa, como utiliza o marketing de serviço
 
Conquistando seu lugar no mercado de trabalho
Conquistando seu lugar no mercado de trabalhoConquistando seu lugar no mercado de trabalho
Conquistando seu lugar no mercado de trabalho
 
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PEMarketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
Marketing de serviço uma reflexão sobre a copa do mundo de 2014 em PE
 
Comunicação e redação organizacional-parte 2
Comunicação e redação organizacional-parte 2Comunicação e redação organizacional-parte 2
Comunicação e redação organizacional-parte 2
 
Comunicação e redação organizacional-parte 1
Comunicação e redação organizacional-parte 1Comunicação e redação organizacional-parte 1
Comunicação e redação organizacional-parte 1
 
Administração de tempo
Administração de tempoAdministração de tempo
Administração de tempo
 
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
E sua empresa, como pratica o marketing de serviço?
 

Último

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 

Gestão de Pessoas - Aula 1

  • 1. GESTÃO DE PESSOAS Prof. Ernandes Rodrigues ernandes.rodrigues@joaquimnabuco.edu.br
  • 2. Conhecendo o professor        Mestrando em Administração / UFPE Mestre em Educação / ULE Esp. em Formação Docente para EaD / ESAB Bel. em Administração / FACIG Consultor Organizacional Coordenador de Cursos (Logística, RH, Mkt) Prof. das disciplinas de: Gestão de Pessoas, Gestão da Qualidade, Marketing Estratégico, Empreendedorismo, OSM, Comportamento Organizacional, etc.
  • 3. Conhecendo os Alunos  Formação em... Ano de formação... Atua com... Escolheu esta pós-graduação por que...  O que você entende por Gestão de Pessoas?   
  • 4. Conhecendo a Disciplina      Desempenho humano no trabalho Igualdade, Hierarquia e Poder das Organizações Conceito e Teorias sobre Liderança Relações entre Cultura Organizacional, Poder e Liderança O papel do ser humano nos processos logísticos e sua influência sobre o desempenho da cadeia de suprimentos
  • 5. Sistema de Avaliação      Debate 1 – Até 1 ponto Debate 2 – Até 1 ponto Discussão sobre o filme – Até 1 ponto Atividade Dissertativa – Até 2 pontos Seminário de conclusão – Até 5 pontos
  • 6. Agenda das Aulas  Dia 18/01 – Manhã  Apresentações (Prof., Alunos e Disciplina)  A história evolutiva da gestão de pessoas  Os dias atuais na gestão de pessoas  O desempenho humano no trabalho  Dia 18/01 – Tarde  Rapa Nui  Igualdade, hierarquia e poder nas organizações
  • 7. Agenda das Aulas  Dia 25/01 – Manhã  Debate sobre os artigos – parte um  Conceitos e Teorias de Liderança  Principais líderes mundiais  Dia 25/01 – Tarde  Relação entre cultura organizacional, poder e liderança  Debate sobre os artigos – parte dois
  • 8. Agenda das Aulas  Dia 08/02 – Manhã  Apresentação individual sobre: Qual o papel do ser humano nos processos logísticos e a sua influência sobre o desempenho da cadeia de suprimentos ?  Dia 08/02 – Tarde  Seminários Avaliativos
  • 9. Bibliografia BENNIS, W. A formação do líder. São Paulo: Atlas, 1996. CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos. Rio de Janeiro: Campus, 2000. CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. FLEURY, M.T.L., FISCHER, R.M. Cultura e poder nas organizações. São Paulo: Atlas, 1996. HUNTER, J. O monge e o executivo. Uma história sobre a essência da liderança. Rio de Janeiro: Sextante, 2004. MUCHINSKY, P.M. Psicologia organizacional. São Paulo: Thomson, 2004. PAGÉS, M., BONETTI, M.; DE GAULEJAC, V. e DESCENDRE, D. O poder das organizações. São Paulo: Atlas, 1993. SPECTOR, P.E. Psicologia nas organizações. São Paulo: Saraiva, 2006. ROBBINS, S.P. Comportamento organizacional. Pearson Prentice Hall: 2005. VERGARA, S.C. Gestão de pessoas. São Paulo, Atlas, 2006. ZANELLI, J. C.; BORGES-ANDRADE, J.E. e BASTOS, A.V.B.(orgs.) Psicologia, Organizações e Trabalho no Brasil. Porto Alegre: ARTMED, 2004.
  • 10. Linha do tempo... Até 1950 – Era Industrialização clássica - DRI De 1950 a 1990 – Era da Industrialização Neoclássica - DRH A partir de 1990 – Era da Informação - GP
  • 11. Em destaque... 1. Mudanças de Paradigmas 2. Globalização 1. 2. 3. 3. Fatores que influenciaram Efeitos positivos Efeitos Negativos Pessoas Globalizadas
  • 12. Continuando a aula... Leitura do caso: O Projeto Supersônico de Araraquara
  • 13. As organizações  Conceitos e Complexidade das organizações O que são organizações?  Quais os tipos de organizações?  Quão complexas são as organizações?  Por que as organizações são sistemas abertos e sociais?  E os ambientes organizacionais (Macro e Micro)?  E a sustentabilidade, onde fica?  E o capital intelectual?
  • 14. E a burocracia? Divisão do trabalho e fragmentação das atividades, com a criação de departamentos (departamentalização) e de cargos especializados Hierarquização da autoridade, com a criação de níveis hierárquicos na organização
  • 15. E a burocracia? Caráter legal, ou seja, criação de normas e regulamentos que ditam como as tarefas deverão ser executadas por meio de rotinas e programas de trabalho Caráter formal, ou seja, toda comunicação deve ser escrita e documentada
  • 16. E a burocracia? Impessoalidade no relacionamento, ou seja, as pessoas tornam-se ocupantes de cargos e relacionam-se como tais, despersonalizando seu relacionamento dentro da organização. Rotinas e procedimentos, para garantir que as atividades sejam executadas de acordo com as normas e regulamentos da organização.
  • 17. E a burocracia? Competência técnica e mérito profissional, que são os critérios de seleção e promoção dos participantes. Especialização da administração, ou seja, separação entre propriedade e governança da organização: os donos ou acionistas do negócio deixam de ser os dirigentes para delegar a gerência a profissionais especializados.
  • 18. E as pessoas, onde ficam? Devem fazer parte da solução e não dos problemas. (Chiavenato)
  • 19. Transformando as pessoas... 10 chaves mestras para transformar (Covey) 1. Conscientização 2. Envolvimento 3. Segurança Interior 4. Legitimação (sentimento de valer a pena) 5. Responsabilidade pelos resultados 6. Enterre o velho (quebra de paradigmas) 7. Abrace o novo caminho com entusiasmo 8. Espírito aberto 9. Sinergia 10. Propósito transcendental
  • 21. É o estudo do conjunto de ações, atitudes e expectativas humanas dentro do ambiente de trabalho. (França, 2006)
  • 22. As empresas são feitas de pessoas para pessoas. (França, 2006)
  • 24. são
  • 25. DNA
  • 42. As organizações são diferentes, fazendo as pessoas se comportarem também diferentes.
  • 50. Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito. Aristóteles
  • 51. Referências: 1. BERGAMINI. Cecília W. Psicologia Aplicada à Administração de Empresas: Psicologia do Comportamento Organizacional. 4ª Ed. São Paulo: Atlas, 2005. 2. CALDAS. Miguel P. WOOD JR. Thomaz. Comportamento Organizacional: Uma Perspectiva Brasileira. 2ª Ed. São Paulo. Atlas: 2007. 3 .LIMONGI-FRANÇA, Ana Cristina. Comportamento organizacional: conceitos e práticas. São Paulo: Saraiva, 2006. 4. AGUIAR, Maria A. F. Psicologia Aplicada a Administração. São Paulo: Excellus, 2000. 5. BANOV, Marcia R. Ferramentas da Psicologia Organizacional. São Paulo: Cenaun, 2002. 6. BANOV, Marcia R. Psicologia no gerenciamento de pessoas. São Paulo: Atlas, 2004. 7. FIORELLI, José Osmir. Psicologia Para administradores: integrando teoria e prática. 5ed. São Paulo: Atlas, 2004. 8. SILVA, V. F. Psicologia das Organizações – Tópicos atuais em Administração. Campinas (SP): Alínea, 1998. 9. SPECTOR, Paul E. Psicologia nas organizações. 2ed. São Paulo: Saraiva, 2004. 10. WAGNER III, John A. HOLLENBECK, John R. Comportamento Organizacional: criando vantagem competitiva. São Paulo: Saraiva, 1999.
  • 52. Continuando a aula... Leitura do caso: BOSCH: O modelo de competências
  • 53. Igualdade, Hierarquia e Poder O que é igualdade? Há igualdade no ambiente de trabalho? Igualdade e hierarquia trabalham em conjunto? E o poder? Quais tipos de poder existe?
  • 54. Para Weber...      Porque o Estado transformou a maioria da população em pessoas assalariadas? Por que a população se integrou em grandes organizações impessoais, transformando-se em pirâmides de cargo? Por que o trabalho perdeu qualquer significação intrínseca? Por que surgiu a necessidade de se manter em pleno emprego, oferecendo a segurança em troca do conformismo? Por que as necessidades dos indivíduos são manipuladas?
  • 55. Para Weber...      Por que as pessoas não mais aprendem a viver em sociedade no quadro de suas moradias e vizinhança? Por que existem aparências democráticas com partidos e sindicatos profundamente burocratizados? Por que a participação ativa dos indivíduos na política perde sentido, na medida em que eles não têm qualquer influência nas decisões? Por que o comportamento humano passa a ser caracterizado por uma irresponsabilidade social? Por que a filosofia da sociedade é o consumo na vida privada e a organização pela organização na vida coletiva?
  • 56. Burocracia = Antagonismo  Mota (2012, p.11) afirma que “o antagonismo é justamente isto: enquanto alguns possuem a propriedade dos meios de produção, outros não a possuem.” Principalmente por segundo o referido autor “onde há antagonismo, há burocracia”. Resultou em recompensa e punição como motivadores de maior produtividade
  • 57. Motta, Mayo e Maslow   As organizações industriais precisavam entender que o ser humano, o profissional que ali estava, era repleto de complexidade. O funcionário traz consigo necessidades de afeto, pertencimento, segurança e auto realização.
  • 58. Motta, Mayo e Maslow   Mesmo assim, a necessidade por lucros vem em primeiro lugar, relegando as demandas do indivíduo. E não se compreende que talvez o contrário fosse mais pertinente e produtivo. O ser humano com suas necessidades atendidas, possivelmente, produziria mais e com isto traria mais lucros para a organização.
  • 59. Motta, Mayo e Maslow   Seria os benefícios organizacionais, o reconhecimento das necessidades individuais e grupais dos funcionários, mais um meio de condicioná-los a fazer o que a empresa deseja? Seria novamente mais uma maneira de ludibriar os seres humanos, dando continuidade a alienação apresentada por Weber?
  • 60. Compreendendo o assunto... Análise do Filme: RAPA NUI – A ilha de páscoa Rapa Nui é um filme de 1994 que faz uma leitura a respeito da vida dos povos que habitaram a Ilha de Páscoa num período anterior à chegada dos europeus.
  • 61. Atividade para próxima aula Ler dois artigos, conforme sorteio em sala, e apresentar sobre cada um: 1. 1. 2. 3. 4. 5. 6. Tema Central O que chamou mais atenção O que você concordou O que você não concordou Qual a relação com a disciplina Duas questões para debate
  • 62. Instruções sobre o seminário Construir dois roteiros de entrevista para: 1. 1. 2. 2. 3. 4. 5. 6. Entrevistar, no mínimo, uma pessoa com cargo de gerencia o liderança Entrevistar , no mínimo, cinco funcionários da mesma empresa Cada roteiro deverá conter cinco perguntas abertas, permitindo explanação pelo entrevistado Com base no conteúdo da disciplina e nas entrevistas, a dupla deverá fazer um relatório apresentando sua compreensão sobre o papel da gestão de pessoas nas empresas de logística, e os pontos e contrapontos encontrados nas entrevistas entre gerentes e funcionários, justificando ou negando o que diz as teorias. O trabalho deverá ser entregue impresso e encadernado no dia 8 de fevereiro, conforme modelo expresso no próximo slide. Cada equipe terá 15 minutos para fazer sua apresentação em slide, este deve conter os mesmos pontos do trabalho impresso. Ao final das apresentações, um debate será construído. Enviar o trabalho impresso para o e-mail (ernandes.rodrigues@joaquimnabuco.edu.br) com o título, trabalho de gestão de pessoas (Pós-graduação) até o dia 7 de fevereiro, às 23h.
  • 63. TÍTULO DO TRABALHO Fulano de Tal Beltrano de Tal Ernandes Rodrigues (prof.) Trabalho desenvolvido para conclusão da disciplina Gestão de Pessoas do curso de Especialização em Logística da Faculdade Joaquim Nabuco - Janga. RESUMO: (Informar, em forma de texto corrido em parágrafo único, a empresa escolhida, por que foi escolhida, como aconteceram as entrevistas e se os resultados reforçam ou negam as teorias). GESTÃO DE PESSOAS NA ÁREA DE LOGÍSTICA A VISÃO DOS GERENTES A VISÃO DOS FUNCIONÁRIOS CONSIDERAÇÕES FINAIS

Notas do Editor

  1. Como afirma Mota (p.16), “a burocracia caracteriza-se pela separação entre os que executam e os que planejam, organizam, dirigem e controlam. O que termina fracionando o trabalho e criando novas divisões e departamentos, e assim elevando o número de gerentes e supervisões (Mota, p.19).