SlideShare uma empresa Scribd logo
PLANOS ESTRUTURAIS D’OS LUSÍADAS                      (12º ANO)



PLANO DA VIAGEM          PLANO DA HISTÓRIA DE PORTUGAL                PLANO DO MARAVILHOSO                        PLANO DOS COMENTÁRIOS DO POETA

  «Da ocidental praia       «Memórias gloriosas / daqueles reis          «O peito ilustre lusitano / A            «Cantando espalharei por toda a parte, / Se a
  lusitana, / Passaram      que foram dilatando / A Fé, o                quem Neptuno e Marte                     tanto me ajudar o engenho e arte»
  ainda além da             Império» (D.João I e D. Manuel)              obedeceram»
  Taprobana» (8 de
  Julho de 1497 a 28                                                                            a)Exclamações sobre a incerteza da vida. Refere aquilo que o homem tem
  de Agosto de 1499)        EPISÓDIOS                                                           de enfrentar «grandes e gravíssimos perigos» a tormenta e o dano no mar,
                            a) bélicos (Construção da Pátria         PAGÃO                      a guerra e engano em terra (I, 105 -106);
                            em guerras com Castela e                 Baco – os diferentes       b)Invectiva contra os Portugueses que não sabem apreciar o valor da
  O Adamastor é o                                                    interesses dos povos       poesia, pois nem sempre sabem associar a valentia ao saber e eloquência
                            Mouros);                                                            (V, 92-100);
  mais épico dos            b) líricos «Formosíssima Maria»;         em relação á Índia;        c)Reflexões sobre a fama e a glória alcançadas por mérito próprio (VI, 95-
  episódios (gradação:      lírico-trágico «Inês de Castro»;         Marte – o ideal            100) e censura a cobiça do ouro, fonte de corrupção e traição (VIII, 96 –
  aparecimento,             c) simbólicos («Velho do                 guerreiro;                 99)
  discurso,                 Restelo» – oposição da nobreza           Vénus – a beleza, o        d)Apologia do Espírito de Cruzada (VII, 2- 14).Queixas dos seus
  interpelação do                                                    amor e a harmonia.         infortúnios (VII, 77 – 87);
                            ao projecto expansionista; «Ilha                                    e) Explicita o significado da Ilha dos Amores (IX, 89 -92) e dirige-se aos
  Gama e resposta do        dos Amores» - do amor e do               CRISTÃO – a                que pretendem atingir a imortalidade, dizendo-lhes que a cobiça e ambição
  Adamastor) e              conhecimento a estabelecerem a           verdadeira protecção       são honras vãs que não dão verdadeiro valor ao homem (IX, 93-95)
  compendia todas as        harmonia do H e do universo);            dos Portugueses.           f)Queixas do poeta, afirmando estar cansado de «cantar a gente surda e
  espécies de                                                        CIENTÍFICO –               endurecida» que não reconhecia nem incentivava as suas qualidades
                            d) narrativas cavalheirescas (Os                                    artísticas, que reafirma na estância 154 do Canto X -«honesto estudo»,
  dificuldades (de          Doze de Inglaterra), episódio            conhecimento de            «longa experiência» e «engenho», «cousas que juntas se acham raramente».
  natureza física ou        narrado por Fernão Veloso – o            fenómenos da               g)Manifesta o seu patriotismo e exorta o Rei D. Sebastião fazendo
  psíquica).                aventureiro de todas as viagens.         natureza.                  «previsão» de glórias futuras (X, 145 -146).



  ESTRUTURA EXTERNA: Dez Cantos (106 +113 + 143 + 104 + 100 + 99 + 87 + 99 + 95 + 156) em oitavas de rima cruzada e emparelhada ABABAB
  CC de verso DECASSÍLABO predominantemente heróico (6ª e 10ª) e sáficos nas partes de natureza lírica (4ª, 8ª e 10ª).
  ESTRUTURA INTERNA: 1º ciclo épico (I a V): Proposição do assunto da narração (I, 1 a 3) – navegações e conquistas no Oriente nos reinados de D.
  Manuel a D. João III, as vitórias em África e a organização da Nação durante a 1ª dinastia; Invocação às Tágides (I, 4- 5), a Calíope (III, 1 e 2) seguida
  da narração homodiegética de Vasco da Gama ao Rei de Melinde até final do Canto V; Dedicatória (I, 6 a 18) oferta da obra e enaltecimento de D.
  Sebastião; Narração in medias res da acção heróica da viagem marítima de Vasco da Gama à Índia, protagonista de um herói colectivo: os portugueses.
  2º ciclo épico (VI a X): narração heterodiegética da viagem de Melinde à Índia e o Regresso à Pátria.
                                                                                                                                                  ecoelho@esas.pt/2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lusiadas hugo e carlos
Lusiadas hugo e carlosLusiadas hugo e carlos
Lusiadas hugo e carlos
manuelainacio
 
Os lusíadas- Canto VII
Os lusíadas- Canto VIIOs lusíadas- Canto VII
Os lusíadas- Canto VII
Vivianne Macedo Cordeiro
 
Os Dez Cantos d´Os Lusíadas
Os Dez Cantos d´Os LusíadasOs Dez Cantos d´Os Lusíadas
Os Dez Cantos d´Os Lusíadas
Maria Gomes
 
Os Lusíadas - Canto VII
Os Lusíadas -  Canto VIIOs Lusíadas -  Canto VII
Os Lusíadas - Canto VII
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Os Lusíadas
Os Lusíadas Os Lusíadas
Os Lusíadas
Margarida Rodrigues
 
Os lusíadas, de luís de camões
Os lusíadas, de luís de camõesOs lusíadas, de luís de camões
Os lusíadas, de luís de camões
António Fraga
 
Lusiadas Figurasdeestilo
Lusiadas FigurasdeestiloLusiadas Figurasdeestilo
Lusiadas Figurasdeestilo
André Cerqueira
 
Camões os lusíadas
Camões os lusíadasCamões os lusíadas
Camões os lusíadas
Pedro Lopes
 
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VIIOs lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
Ailtinho
 
Lusiadas
LusiadasLusiadas
Lusiadas
Cátia Morgado
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
João Martins
 
Tudo sobre "Os lusíadas"
Tudo sobre "Os lusíadas"Tudo sobre "Os lusíadas"
Tudo sobre "Os lusíadas"
Inês Santos
 
10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A
Lurdes Augusto
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
gabyaron
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
Gabriel Andrade
 
Lusiadas
LusiadasLusiadas
Lusiadas
Bia Penas
 
Contextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadasContextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadas
Vanda Marques
 
Canto v 92_100
Canto v 92_100Canto v 92_100
Canto v 92_100
Maria Teresa Soveral
 
Os Lusíadas Ilha dos Amores - Canto X
Os Lusíadas   Ilha dos Amores -  Canto XOs Lusíadas   Ilha dos Amores -  Canto X
Os Lusíadas Ilha dos Amores - Canto X
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
Raffaella Ergün
 

Mais procurados (20)

Lusiadas hugo e carlos
Lusiadas hugo e carlosLusiadas hugo e carlos
Lusiadas hugo e carlos
 
Os lusíadas- Canto VII
Os lusíadas- Canto VIIOs lusíadas- Canto VII
Os lusíadas- Canto VII
 
Os Dez Cantos d´Os Lusíadas
Os Dez Cantos d´Os LusíadasOs Dez Cantos d´Os Lusíadas
Os Dez Cantos d´Os Lusíadas
 
Os Lusíadas - Canto VII
Os Lusíadas -  Canto VIIOs Lusíadas -  Canto VII
Os Lusíadas - Canto VII
 
Os Lusíadas
Os Lusíadas Os Lusíadas
Os Lusíadas
 
Os lusíadas, de luís de camões
Os lusíadas, de luís de camõesOs lusíadas, de luís de camões
Os lusíadas, de luís de camões
 
Lusiadas Figurasdeestilo
Lusiadas FigurasdeestiloLusiadas Figurasdeestilo
Lusiadas Figurasdeestilo
 
Camões os lusíadas
Camões os lusíadasCamões os lusíadas
Camões os lusíadas
 
Os lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VIIOs lusíadas - Canto VII
Os lusíadas - Canto VII
 
Lusiadas
LusiadasLusiadas
Lusiadas
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
 
Tudo sobre "Os lusíadas"
Tudo sobre "Os lusíadas"Tudo sobre "Os lusíadas"
Tudo sobre "Os lusíadas"
 
10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A10ºano Luís de Camões - parte A
10ºano Luís de Camões - parte A
 
Os lusíadas
Os lusíadasOs lusíadas
Os lusíadas
 
Os Lusíadas
Os LusíadasOs Lusíadas
Os Lusíadas
 
Lusiadas
LusiadasLusiadas
Lusiadas
 
Contextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadasContextualizando os lusiadas
Contextualizando os lusiadas
 
Canto v 92_100
Canto v 92_100Canto v 92_100
Canto v 92_100
 
Os Lusíadas Ilha dos Amores - Canto X
Os Lusíadas   Ilha dos Amores -  Canto XOs Lusíadas   Ilha dos Amores -  Canto X
Os Lusíadas Ilha dos Amores - Canto X
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
 

Semelhante a Estrutura d'Os Lusíadas

A estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadasA estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadas
quintaldasletras
 
Camões 2.0
Camões 2.0Camões 2.0
Camões 2.0
José Ricardo Lima
 
Lusiadas 10º ano
Lusiadas 10º anoLusiadas 10º ano
Lusiadas 10º ano
DanielaMoreira84
 
Narrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
Narrativa épica texto_de_apoio_LusíadasNarrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
Narrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
Carla Ribeiro
 
Lusiadas resumo2
Lusiadas resumo2Lusiadas resumo2
Lusiadas resumo2
Inês Barão
 
OS LUSÍADAS 2.docx
OS LUSÍADAS 2.docxOS LUSÍADAS 2.docx
OS LUSÍADAS 2.docx
José Leote Paixão
 
Camões épico-hp
Camões épico-hpCamões épico-hp
Camões épico-hp
Helena Perdigão
 
Gramaticaelusiadas
GramaticaelusiadasGramaticaelusiadas
Gramaticaelusiadas
claudiapinto7a
 
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdfOs Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Paula Vieira
 
Os lusíadas resumo
Os lusíadas resumoOs lusíadas resumo
Os lusíadas resumo
Mirceya Lima
 
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2  bim - ENSINO MÉDIOProva 2  bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Jomari
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
Lurdes Augusto
 
Os Lusíadas Luis Vaz de Camões
Os Lusíadas  Luis Vaz de  Camões Os Lusíadas  Luis Vaz de  Camões
Os Lusíadas Luis Vaz de Camões
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 ResteloO%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
sonyna
 
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
Filipa Costa
 
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 anoApresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
mako851
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
luisprista
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
luisprista
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo

Semelhante a Estrutura d'Os Lusíadas (20)

A estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadasA estrutura d` os lusíadas
A estrutura d` os lusíadas
 
Camões 2.0
Camões 2.0Camões 2.0
Camões 2.0
 
Lusiadas 10º ano
Lusiadas 10º anoLusiadas 10º ano
Lusiadas 10º ano
 
Narrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
Narrativa épica texto_de_apoio_LusíadasNarrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
Narrativa épica texto_de_apoio_Lusíadas
 
Lusiadas resumo2
Lusiadas resumo2Lusiadas resumo2
Lusiadas resumo2
 
OS LUSÍADAS 2.docx
OS LUSÍADAS 2.docxOS LUSÍADAS 2.docx
OS LUSÍADAS 2.docx
 
Camões épico-hp
Camões épico-hpCamões épico-hp
Camões épico-hp
 
Gramaticaelusiadas
GramaticaelusiadasGramaticaelusiadas
Gramaticaelusiadas
 
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdfOs Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
Os Lusíadas - Estrutura e resumo.pdf
 
Camões
CamõesCamões
Camões
 
Os lusíadas resumo
Os lusíadas resumoOs lusíadas resumo
Os lusíadas resumo
 
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2  bim - ENSINO MÉDIOProva 2  bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
 
Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas Análise de Os Lusíadas
Análise de Os Lusíadas
 
Os Lusíadas Luis Vaz de Camões
Os Lusíadas  Luis Vaz de  Camões Os Lusíadas  Luis Vaz de  Camões
Os Lusíadas Luis Vaz de Camões
 
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 ResteloO%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
O%20 Epis%C3%93 Dio%20 Do%20%20%20%20 Velho%20 De%20 Restelo
 
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
2 dedicatória narração_reflexão _canto_i
 
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 anoApresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
Apresentação em powerpoint Lusíadas 10 ano
 
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 126-127
 
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
Apresentação para décimo segundo ano, aula 51
 
Classicismo
ClassicismoClassicismo
Classicismo
 

Mais de complementoindirecto

Cavalo Lusitano
Cavalo LusitanoCavalo Lusitano
Cavalo Lusitano
complementoindirecto
 
O Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino SecundárioO Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino Secundário
complementoindirecto
 
O Espectador
O EspectadorO Espectador
O Espectador
complementoindirecto
 
O riso
O risoO riso
Cindy Sherman
Cindy ShermanCindy Sherman
Cindy Sherman
complementoindirecto
 
flávia
fláviaflávia
A Pantera Cor-de-Rosa
A Pantera Cor-de-RosaA Pantera Cor-de-Rosa
A Pantera Cor-de-Rosa
complementoindirecto
 
Árvore Prometeu
Árvore PrometeuÁrvore Prometeu
Árvore Prometeu
complementoindirecto
 
Robert Mapplethorpe
Robert MapplethorpeRobert Mapplethorpe
Robert Mapplethorpe
complementoindirecto
 
Pink Slime
Pink SlimePink Slime
BrickArt
BrickArtBrickArt
Big Brother
Big BrotherBig Brother
Testes em Animais
Testes em AnimaisTestes em Animais
Testes em Animais
complementoindirecto
 
Body Art
Body ArtBody Art
Charles Manson
Charles MansonCharles Manson
Charles Manson
complementoindirecto
 
12 k erica-
12 k erica-12 k erica-
Wearable Art
Wearable ArtWearable Art
Wearable Art
complementoindirecto
 
História da Tatuagem
História da Tatuagem História da Tatuagem
História da Tatuagem
complementoindirecto
 
Escova de dentes
Escova de dentesEscova de dentes
Escova de dentes
complementoindirecto
 
Aldous Huxley
Aldous HuxleyAldous Huxley
Aldous Huxley
complementoindirecto
 

Mais de complementoindirecto (20)

Cavalo Lusitano
Cavalo LusitanoCavalo Lusitano
Cavalo Lusitano
 
O Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino SecundárioO Estudante do Ensino Secundário
O Estudante do Ensino Secundário
 
O Espectador
O EspectadorO Espectador
O Espectador
 
O riso
O risoO riso
O riso
 
Cindy Sherman
Cindy ShermanCindy Sherman
Cindy Sherman
 
flávia
fláviaflávia
flávia
 
A Pantera Cor-de-Rosa
A Pantera Cor-de-RosaA Pantera Cor-de-Rosa
A Pantera Cor-de-Rosa
 
Árvore Prometeu
Árvore PrometeuÁrvore Prometeu
Árvore Prometeu
 
Robert Mapplethorpe
Robert MapplethorpeRobert Mapplethorpe
Robert Mapplethorpe
 
Pink Slime
Pink SlimePink Slime
Pink Slime
 
BrickArt
BrickArtBrickArt
BrickArt
 
Big Brother
Big BrotherBig Brother
Big Brother
 
Testes em Animais
Testes em AnimaisTestes em Animais
Testes em Animais
 
Body Art
Body ArtBody Art
Body Art
 
Charles Manson
Charles MansonCharles Manson
Charles Manson
 
12 k erica-
12 k erica-12 k erica-
12 k erica-
 
Wearable Art
Wearable ArtWearable Art
Wearable Art
 
História da Tatuagem
História da Tatuagem História da Tatuagem
História da Tatuagem
 
Escova de dentes
Escova de dentesEscova de dentes
Escova de dentes
 
Aldous Huxley
Aldous HuxleyAldous Huxley
Aldous Huxley
 

Último

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 

Último (20)

Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 

Estrutura d'Os Lusíadas

  • 1. PLANOS ESTRUTURAIS D’OS LUSÍADAS (12º ANO) PLANO DA VIAGEM PLANO DA HISTÓRIA DE PORTUGAL PLANO DO MARAVILHOSO PLANO DOS COMENTÁRIOS DO POETA «Da ocidental praia «Memórias gloriosas / daqueles reis «O peito ilustre lusitano / A «Cantando espalharei por toda a parte, / Se a lusitana, / Passaram que foram dilatando / A Fé, o quem Neptuno e Marte tanto me ajudar o engenho e arte» ainda além da Império» (D.João I e D. Manuel) obedeceram» Taprobana» (8 de Julho de 1497 a 28 a)Exclamações sobre a incerteza da vida. Refere aquilo que o homem tem de Agosto de 1499) EPISÓDIOS de enfrentar «grandes e gravíssimos perigos» a tormenta e o dano no mar, a) bélicos (Construção da Pátria PAGÃO a guerra e engano em terra (I, 105 -106); em guerras com Castela e Baco – os diferentes b)Invectiva contra os Portugueses que não sabem apreciar o valor da O Adamastor é o interesses dos povos poesia, pois nem sempre sabem associar a valentia ao saber e eloquência Mouros); (V, 92-100); mais épico dos b) líricos «Formosíssima Maria»; em relação á Índia; c)Reflexões sobre a fama e a glória alcançadas por mérito próprio (VI, 95- episódios (gradação: lírico-trágico «Inês de Castro»; Marte – o ideal 100) e censura a cobiça do ouro, fonte de corrupção e traição (VIII, 96 – aparecimento, c) simbólicos («Velho do guerreiro; 99) discurso, Restelo» – oposição da nobreza Vénus – a beleza, o d)Apologia do Espírito de Cruzada (VII, 2- 14).Queixas dos seus interpelação do amor e a harmonia. infortúnios (VII, 77 – 87); ao projecto expansionista; «Ilha e) Explicita o significado da Ilha dos Amores (IX, 89 -92) e dirige-se aos Gama e resposta do dos Amores» - do amor e do CRISTÃO – a que pretendem atingir a imortalidade, dizendo-lhes que a cobiça e ambição Adamastor) e conhecimento a estabelecerem a verdadeira protecção são honras vãs que não dão verdadeiro valor ao homem (IX, 93-95) compendia todas as harmonia do H e do universo); dos Portugueses. f)Queixas do poeta, afirmando estar cansado de «cantar a gente surda e espécies de CIENTÍFICO – endurecida» que não reconhecia nem incentivava as suas qualidades d) narrativas cavalheirescas (Os artísticas, que reafirma na estância 154 do Canto X -«honesto estudo», dificuldades (de Doze de Inglaterra), episódio conhecimento de «longa experiência» e «engenho», «cousas que juntas se acham raramente». natureza física ou narrado por Fernão Veloso – o fenómenos da g)Manifesta o seu patriotismo e exorta o Rei D. Sebastião fazendo psíquica). aventureiro de todas as viagens. natureza. «previsão» de glórias futuras (X, 145 -146). ESTRUTURA EXTERNA: Dez Cantos (106 +113 + 143 + 104 + 100 + 99 + 87 + 99 + 95 + 156) em oitavas de rima cruzada e emparelhada ABABAB CC de verso DECASSÍLABO predominantemente heróico (6ª e 10ª) e sáficos nas partes de natureza lírica (4ª, 8ª e 10ª). ESTRUTURA INTERNA: 1º ciclo épico (I a V): Proposição do assunto da narração (I, 1 a 3) – navegações e conquistas no Oriente nos reinados de D. Manuel a D. João III, as vitórias em África e a organização da Nação durante a 1ª dinastia; Invocação às Tágides (I, 4- 5), a Calíope (III, 1 e 2) seguida da narração homodiegética de Vasco da Gama ao Rei de Melinde até final do Canto V; Dedicatória (I, 6 a 18) oferta da obra e enaltecimento de D. Sebastião; Narração in medias res da acção heróica da viagem marítima de Vasco da Gama à Índia, protagonista de um herói colectivo: os portugueses. 2º ciclo épico (VI a X): narração heterodiegética da viagem de Melinde à Índia e o Regresso à Pátria. ecoelho@esas.pt/2009