SlideShare uma empresa Scribd logo
EIA
(Estudo de impacto ambiental)
RIMA
(Relatório de impacto ambiental)
Uniasselvi Fameblu II
Biomedicina
Análise ambiental
Acadêmica: Beatriz Henkels
Cronologia Evolutiva
IMPACTO
AMBIENTAL
Resolução Conama de
1986
“Impacto ambiental é qualquer alteração das
propriedades físicas, químicas e biológicas do meio
ambiente, causada por qualquer forma de matéria
ou energia resultante das atividades humanas que,
direta ou indiretamente afetam:
I. a saúde, a segurança e o bem-estar da
população;
II. as atividades sociais e econômicas;
III. a biota;
IV. as condições estéticas e sanitárias do meio
ambiente;
V. a qualidade dos recursos ambientais.”
EIA – Estudo de
Impacto Ambiental
Resolução CONAMA nº 001 de 1986:
“O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) é o conjunto de
estudos realizados por especialistas de diversas áreas,
com dados técnicos detalhados.”
Resolução CONAMA nº 001 de 1986 – Artigo 6º
O estudo de impacto ambiental desenvolverá, no mínimo, as seguintes
atividades técnicas:
I – Diagnóstico ambiental da área de influência do projeto
completa descrição e análise dos recursos ambientais e suas
interações, tal como existem, de modo a caracterizar a situação
ambiental da área, antes da implantação do projeto, considerando:
a) o meio físico
b) o meio biológico e os ecossistemas naturais
c) o meio sócio-econômico
II - Análise dos impactos ambientais do projeto e de suas
alternativas, através de identificação, previsão da magnitude e
interpretação da importância dos prováveis impactos relevantes
Alagamento por usinas hidrelétricas
III - Definição das medidas mitigadoras dos impactos
negativos (...)
IV - Elaboração do programa de acompanhamento e
monitoramento
Descarte de materiais
RIMA – Relatório de
Impacto Ambiental
O RIMA caracteriza-se por apresentar as conclusões
do estudo de impacto ambiental (EIA)
Resolução CONAMA nº 001 de 1986
O Relatório de Impacto Ambiental deverá conter os seguintes itens:
I - Os objetivos e justificativas do projeto, sua relação e
compatibilidade com as políticas setoriais, planos e programas
governamentais;
II - A descrição do projeto e suas alternativas tecnológicas e
locacionais, especificando para cada um deles, nas fases de construção
e operação a área de influência, as matérias primas, e mão-de-obra, as
fontes de energia, os processos e técnica operacionais, os prováveis
efluentes, emissões, resíduos de energia, os empregos diretos e indiretos a
serem gerados;
Projeto urbanístico Nova Luz
III - A síntese dos resultados dos estudos de diagnósticos ambiental
da área de influência do projeto;
IV - A descrição dos prováveis impactos ambientais da
implantação e operação da atividade
V - A caracterização da qualidade ambiental futura da área de
influência, comparando as diferentes situações da adoção do projeto e
suas alternativas, bem como com a hipótese de sua não realização;
VI - A descrição do efeito esperado das medidas mitigadoras
VII - O programa de acompanhamento e monitoramento dos
impactos;
VIII - Recomendação quanto à alternativa mais favorável
Atividades que exigem o
EIA / RIMA
As atividades que exigem o EIA/ RIMA são determinadas
pelo artigo 2° da Resolução Conama nº 001 de 1986 e pelo
IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos
Recursos Naturais Renováveis)
I - Estradas de rodagem com duas ou mais faixas de rolamento;
II - Ferrovias;
III - Portos e terminais de minério, petróleo e produtos químicos;
IV - Aeroportos, conforme definidos pelo inciso 1, artigo 48, do Decreto-Lei nº 32, de
18.11.66;
V - Oleodutos, gasodutos, minerodutos, troncos coletores e emissários de esgotos
sanitários;
VI - Linhas de transmissão de energia elétrica, acima de 230KV;
VII - Obras hidráulicas para exploração de recursos hídricos
VIII - Extração de combustível fóssil (petróleo, xisto, carvão);
IX - Extração de minério, inclusive os da classe II, definidas no Código de Mineração;
X - Aterros sanitários, processamento e destino final de resíduos tóxicos ou
perigosos;
XI - Usinas de geração de eletricidade;
XII - Complexo e unidades industriais e agroindustriais;
XIII - Distritos industriais e zonas estritamente industriais - ZEI;
XIV - Exploração econômica de madeira ou de lenha;
XV - Projetos urbanísticos;
XVI- Qualquer atividade que utilizar carvão vegetal;
XVII - Projetos Agropecuários que contemplem áreas acima de 1.000 ha ou
menores.
Complexo industrial Duque de Caxias
Referências
http://www.matanativa.com.br/br/inventario-florestal/o-que-e-eia-rima-estudo-e-
relatorio-de-impacto-ambiental.html, acesso em 07/05/2016
http://www.licenciamentoambiental.eng.br/sobre-o-eiarima-estudo-de-impacto-
ambientalrelatorio-de-impacto-ao-meio-ambiente/, acesso em 07/05/2016
http://www.ecoharmonia.com/2013/06/eia-rima-o-que-e-e-para-que-serve.html/,
acesso em 07/05/2016
http://www.licenciamentoambiental.eng.br/rima-relatorio-de-impacto-sobre-o-meio-
ambiente-e-sua-diferenca-do-eia-estudo-de-impacto-ambiental/, acesso em 07/05/2016
Manual técnico do Licenciamento Ambiental com EIA – RIMA (PNMA II), acesso em
17/05/2016

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 10 ia
Aula 10   iaAula 10   ia
Aula 10 ia
Giovanna Ortiz
 
Aula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnamaAula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnama
João Alfredo Telles Melo
 
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valleAula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Lxa Alx
 
Aula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamentoAula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamento
Giovanna Ortiz
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
Giovanna Ortiz
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Master Ambiental
 
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicosAvaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
Joãozinho Wolff
 
Saúde ambiental
Saúde ambientalSaúde ambiental
Saúde ambiental
Rodrigo Bruno
 
Aspectos e Impactos
Aspectos e Impactos  Aspectos e Impactos
Unidades de conservação
Unidades de conservaçãoUnidades de conservação
Unidades de conservação
Maira Egito Barros
 
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactosProdução industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Juliana Nólibos
 
Agrotóxicos
AgrotóxicosAgrotóxicos
Agrotóxicos
Centro Paula Souza
 
Impacto ambiental
Impacto ambientalImpacto ambiental
Impacto ambiental
Jaqueline Fernandes
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Melissa Leite
 
Trabalho - Resíduos Sólidos da Construção Civil
Trabalho -  Resíduos Sólidos da Construção CivilTrabalho -  Resíduos Sólidos da Construção Civil
Trabalho - Resíduos Sólidos da Construção Civil
Tania Barboza
 
Unidades de Conservação - Por Renato Marchesini
Unidades de Conservação - Por Renato MarchesiniUnidades de Conservação - Por Renato Marchesini
Unidades de Conservação - Por Renato Marchesini
Renato Marchesini
 
Apresentação - seminário biorremediação
Apresentação - seminário biorremediaçãoApresentação - seminário biorremediação
Apresentação - seminário biorremediação
Aline Lopes
 
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteA evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
DireitoCivilContemporaneo
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
João Alfredo Telles Melo
 
Aula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambientalAula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambiental
sionara14
 

Mais procurados (20)

Aula 10 ia
Aula 10   iaAula 10   ia
Aula 10 ia
 
Aula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnamaAula lei pnma e sisnama
Aula lei pnma e sisnama
 
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valleAula 2 leg. ambiental_claudia do valle
Aula 2 leg. ambiental_claudia do valle
 
Aula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamentoAula 3 gerenciamento
Aula 3 gerenciamento
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicosAvaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
Avaliação de Impactos Ambientais - 3 - conceitos básicos
 
Saúde ambiental
Saúde ambientalSaúde ambiental
Saúde ambiental
 
Aspectos e Impactos
Aspectos e Impactos  Aspectos e Impactos
Aspectos e Impactos
 
Unidades de conservação
Unidades de conservaçãoUnidades de conservação
Unidades de conservação
 
Produção industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactosProdução industrial de alimentos e seus impactos
Produção industrial de alimentos e seus impactos
 
Agrotóxicos
AgrotóxicosAgrotóxicos
Agrotóxicos
 
Impacto ambiental
Impacto ambientalImpacto ambiental
Impacto ambiental
 
Impactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde HumanaImpactos Ambientais e Saúde Humana
Impactos Ambientais e Saúde Humana
 
Trabalho - Resíduos Sólidos da Construção Civil
Trabalho -  Resíduos Sólidos da Construção CivilTrabalho -  Resíduos Sólidos da Construção Civil
Trabalho - Resíduos Sólidos da Construção Civil
 
Unidades de Conservação - Por Renato Marchesini
Unidades de Conservação - Por Renato MarchesiniUnidades de Conservação - Por Renato Marchesini
Unidades de Conservação - Por Renato Marchesini
 
Apresentação - seminário biorremediação
Apresentação - seminário biorremediaçãoApresentação - seminário biorremediação
Apresentação - seminário biorremediação
 
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambienteA evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
A evolução da legislação ambiental brasileira e a proteção do meio ambiente
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
 
Aula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambientalAula 6 legislação ambiental
Aula 6 legislação ambiental
 

Destaque

Direito ambiental _aula_3
Direito ambiental _aula_3Direito ambiental _aula_3
Direito ambiental _aula_3
Luis Olavo
 
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMAArine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Camila Bittar
 
059 8 estudo de impacto ambiental
059 8   estudo de impacto ambiental059 8   estudo de impacto ambiental
059 8 estudo de impacto ambiental
Marcio Guilherme Bispo
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
João Alfredo Telles Melo
 
Aspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos AmbientaisAspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos Ambientais
rubinho13
 
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais ApresentaçãO
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais   ApresentaçãOAspectos Ambientais E Impactos Ambientais   ApresentaçãO
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais ApresentaçãO
guest998346
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
budhamider
 
Rima serro azul;2803;20111020
Rima serro azul;2803;20111020Rima serro azul;2803;20111020
Rima serro azul;2803;20111020
Projeto Golfinho Rotador
 
Petróleo e gás
Petróleo e gásPetróleo e gás
Petróleo e gás
Beatriz Henkels
 
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto SulRIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
Secom Ilhéus
 
EIA/RIMA Tupi
EIA/RIMA TupiEIA/RIMA Tupi
EIA/RIMA Tupi
Marco Coghi
 
Ordenamento do Território
Ordenamento do TerritórioOrdenamento do Território
Ordenamento do Território
Magda Oliveira
 
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais doMeio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
UERGS
 
Apostila estradas
Apostila estradasApostila estradas
Apostila estradas
Jean Carlos Wittaczik
 
Aia 03 (2)
Aia 03 (2)Aia 03 (2)
Aia 03 (2)
Pamella Campos
 
Diesel
DieselDiesel
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
Hávila Said
 
Impacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscosImpacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscos
UERGS
 
Ordenamento Territorial
Ordenamento TerritorialOrdenamento Territorial
Ordenamento Territorial
Ricardo Anderáos
 
Ordenamento do Território
Ordenamento do TerritórioOrdenamento do Território
Ordenamento do Território
Suéli d'Avó
 

Destaque (20)

Direito ambiental _aula_3
Direito ambiental _aula_3Direito ambiental _aula_3
Direito ambiental _aula_3
 
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMAArine Audiencia Publica - EIA/RIMA
Arine Audiencia Publica - EIA/RIMA
 
059 8 estudo de impacto ambiental
059 8   estudo de impacto ambiental059 8   estudo de impacto ambiental
059 8 estudo de impacto ambiental
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
 
Aspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos AmbientaisAspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos Ambientais
 
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais ApresentaçãO
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais   ApresentaçãOAspectos Ambientais E Impactos Ambientais   ApresentaçãO
Aspectos Ambientais E Impactos Ambientais ApresentaçãO
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
 
Rima serro azul;2803;20111020
Rima serro azul;2803;20111020Rima serro azul;2803;20111020
Rima serro azul;2803;20111020
 
Petróleo e gás
Petróleo e gásPetróleo e gás
Petróleo e gás
 
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto SulRIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
RIMA - Relatório de Impacto Ambiental Porto Sul
 
EIA/RIMA Tupi
EIA/RIMA TupiEIA/RIMA Tupi
EIA/RIMA Tupi
 
Ordenamento do Território
Ordenamento do TerritórioOrdenamento do Território
Ordenamento do Território
 
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais doMeio ambiente – as 17 leis ambientais do
Meio ambiente – as 17 leis ambientais do
 
Apostila estradas
Apostila estradasApostila estradas
Apostila estradas
 
Aia 03 (2)
Aia 03 (2)Aia 03 (2)
Aia 03 (2)
 
Diesel
DieselDiesel
Diesel
 
Urbanização
UrbanizaçãoUrbanização
Urbanização
 
Impacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscosImpacto ambiental, analise de riscos
Impacto ambiental, analise de riscos
 
Ordenamento Territorial
Ordenamento TerritorialOrdenamento Territorial
Ordenamento Territorial
 
Ordenamento do Território
Ordenamento do TerritórioOrdenamento do Território
Ordenamento do Território
 

Semelhante a EIA - RIMA

Conama res cons_1986_001
Conama res cons_1986_001Conama res cons_1986_001
Conama res cons_1986_001
Jéssica Pinangé
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
João Alfredo Telles Melo
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
João Alfredo Telles Melo
 
Avaliacao de impactos ambientais resolucao
Avaliacao de impactos ambientais resolucaoAvaliacao de impactos ambientais resolucao
Avaliacao de impactos ambientais resolucao
mauricio_campos
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
João Alfredo Telles Melo
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
João Alfredo Telles Melo
 
Desmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direitoDesmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direito
João Alfredo Telles Melo
 
Desmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direitoDesmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direito
João Alfredo Telles Melo
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
João Alfredo Telles Melo
 
0218 73
0218 730218 73
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
Fernando Wons
 
Eia
EiaEia
Nr 10 senai
Nr 10 senaiNr 10 senai
Nr 10 senai
Silmara Vieira
 
T021 rsi amrec & amesc
T021 rsi amrec & amescT021 rsi amrec & amesc
T021 rsi amrec & amesc
Mario Ricardo Guadagnin
 
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalho
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalhoSanasa/barragem Sousas-plano trabalho
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalho
Emilio Viegas
 
Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5
Jose De Almeida Neto
 
nr 20
nr 20nr 20
A nova nr 20
A nova nr 20A nova nr 20
A nova nr 20
Elves de Lima Santos
 
2012.06.05 pnrs
2012.06.05   pnrs2012.06.05   pnrs
318.ppt
318.ppt318.ppt
318.ppt
Susana699254
 

Semelhante a EIA - RIMA (20)

Conama res cons_1986_001
Conama res cons_1986_001Conama res cons_1986_001
Conama res cons_1986_001
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
 
Avaliacao de impactos ambientais resolucao
Avaliacao de impactos ambientais resolucaoAvaliacao de impactos ambientais resolucao
Avaliacao de impactos ambientais resolucao
 
Avaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atualAvaliação de impactos ambientais atual
Avaliação de impactos ambientais atual
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
 
Desmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direitoDesmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direito
 
Desmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direitoDesmatamento no parque do cocó para direito
Desmatamento no parque do cocó para direito
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
 
0218 73
0218 730218 73
0218 73
 
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE 1973
 
Eia
EiaEia
Eia
 
Nr 10 senai
Nr 10 senaiNr 10 senai
Nr 10 senai
 
T021 rsi amrec & amesc
T021 rsi amrec & amescT021 rsi amrec & amesc
T021 rsi amrec & amesc
 
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalho
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalhoSanasa/barragem Sousas-plano trabalho
Sanasa/barragem Sousas-plano trabalho
 
Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5Tomo vi apendice 5
Tomo vi apendice 5
 
nr 20
nr 20nr 20
nr 20
 
A nova nr 20
A nova nr 20A nova nr 20
A nova nr 20
 
2012.06.05 pnrs
2012.06.05   pnrs2012.06.05   pnrs
2012.06.05 pnrs
 
318.ppt
318.ppt318.ppt
318.ppt
 

Mais de Beatriz Henkels

IgA e IgE
IgA e IgEIgA e IgE
IgA e IgE
Beatriz Henkels
 
Microarrays (microarranjos)
Microarrays (microarranjos)Microarrays (microarranjos)
Microarrays (microarranjos)
Beatriz Henkels
 
Strongyloides stercoralis
Strongyloides stercoralisStrongyloides stercoralis
Strongyloides stercoralis
Beatriz Henkels
 
Ancilostomídeos
AncilostomídeosAncilostomídeos
Ancilostomídeos
Beatriz Henkels
 
Frases²
Frases²Frases²
Frases²
Beatriz Henkels
 
Canção das mulheres - Lya Luft
Canção das mulheres - Lya LuftCanção das mulheres - Lya Luft
Canção das mulheres - Lya Luft
Beatriz Henkels
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
Beatriz Henkels
 
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
Beatriz Henkels
 
Se eu morrer antes de você
Se eu morrer antes de vocêSe eu morrer antes de você
Se eu morrer antes de você
Beatriz Henkels
 
Luiz inácio lula da silva
Luiz inácio lula da silvaLuiz inácio lula da silva
Luiz inácio lula da silva
Beatriz Henkels
 
Sinto dizer
Sinto dizerSinto dizer
Sinto dizer
Beatriz Henkels
 
Filhos brilhantes... alunos fascinantes
Filhos brilhantes... alunos fascinantesFilhos brilhantes... alunos fascinantes
Filhos brilhantes... alunos fascinantes
Beatriz Henkels
 
Amazing animals
Amazing animalsAmazing animals
Amazing animals
Beatriz Henkels
 
Frutas delicia
Frutas   deliciaFrutas   delicia
Frutas delicia
Beatriz Henkels
 
Ferias na Africa
Ferias na AfricaFerias na Africa
Ferias na Africa
Beatriz Henkels
 
Natureza e decoração
Natureza e decoraçãoNatureza e decoração
Natureza e decoração
Beatriz Henkels
 
Revolução farroupilha
Revolução farroupilhaRevolução farroupilha
Revolução farroupilha
Beatriz Henkels
 
Pré sal
Pré salPré sal
Pré sal
Beatriz Henkels
 
Saudade
SaudadeSaudade
Frases
FrasesFrases

Mais de Beatriz Henkels (20)

IgA e IgE
IgA e IgEIgA e IgE
IgA e IgE
 
Microarrays (microarranjos)
Microarrays (microarranjos)Microarrays (microarranjos)
Microarrays (microarranjos)
 
Strongyloides stercoralis
Strongyloides stercoralisStrongyloides stercoralis
Strongyloides stercoralis
 
Ancilostomídeos
AncilostomídeosAncilostomídeos
Ancilostomídeos
 
Frases²
Frases²Frases²
Frases²
 
Canção das mulheres - Lya Luft
Canção das mulheres - Lya LuftCanção das mulheres - Lya Luft
Canção das mulheres - Lya Luft
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
Medo de se apaixonar (Fabrício Carpinejar)
 
Se eu morrer antes de você
Se eu morrer antes de vocêSe eu morrer antes de você
Se eu morrer antes de você
 
Luiz inácio lula da silva
Luiz inácio lula da silvaLuiz inácio lula da silva
Luiz inácio lula da silva
 
Sinto dizer
Sinto dizerSinto dizer
Sinto dizer
 
Filhos brilhantes... alunos fascinantes
Filhos brilhantes... alunos fascinantesFilhos brilhantes... alunos fascinantes
Filhos brilhantes... alunos fascinantes
 
Amazing animals
Amazing animalsAmazing animals
Amazing animals
 
Frutas delicia
Frutas   deliciaFrutas   delicia
Frutas delicia
 
Ferias na Africa
Ferias na AfricaFerias na Africa
Ferias na Africa
 
Natureza e decoração
Natureza e decoraçãoNatureza e decoração
Natureza e decoração
 
Revolução farroupilha
Revolução farroupilhaRevolução farroupilha
Revolução farroupilha
 
Pré sal
Pré salPré sal
Pré sal
 
Saudade
SaudadeSaudade
Saudade
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 

Último

Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
WilianeBarbosa2
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....pptA Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
A Núbia e o Reino De Cuxe- 6º ano....ppt
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

EIA - RIMA

  • 1. EIA (Estudo de impacto ambiental) RIMA (Relatório de impacto ambiental) Uniasselvi Fameblu II Biomedicina Análise ambiental Acadêmica: Beatriz Henkels
  • 4. Resolução Conama de 1986 “Impacto ambiental é qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente afetam: I. a saúde, a segurança e o bem-estar da população; II. as atividades sociais e econômicas; III. a biota; IV. as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; V. a qualidade dos recursos ambientais.”
  • 5. EIA – Estudo de Impacto Ambiental Resolução CONAMA nº 001 de 1986: “O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) é o conjunto de estudos realizados por especialistas de diversas áreas, com dados técnicos detalhados.”
  • 6. Resolução CONAMA nº 001 de 1986 – Artigo 6º O estudo de impacto ambiental desenvolverá, no mínimo, as seguintes atividades técnicas: I – Diagnóstico ambiental da área de influência do projeto completa descrição e análise dos recursos ambientais e suas interações, tal como existem, de modo a caracterizar a situação ambiental da área, antes da implantação do projeto, considerando: a) o meio físico b) o meio biológico e os ecossistemas naturais c) o meio sócio-econômico
  • 7. II - Análise dos impactos ambientais do projeto e de suas alternativas, através de identificação, previsão da magnitude e interpretação da importância dos prováveis impactos relevantes Alagamento por usinas hidrelétricas
  • 8. III - Definição das medidas mitigadoras dos impactos negativos (...) IV - Elaboração do programa de acompanhamento e monitoramento Descarte de materiais
  • 9.
  • 10. RIMA – Relatório de Impacto Ambiental O RIMA caracteriza-se por apresentar as conclusões do estudo de impacto ambiental (EIA)
  • 11.
  • 12. Resolução CONAMA nº 001 de 1986 O Relatório de Impacto Ambiental deverá conter os seguintes itens: I - Os objetivos e justificativas do projeto, sua relação e compatibilidade com as políticas setoriais, planos e programas governamentais; II - A descrição do projeto e suas alternativas tecnológicas e locacionais, especificando para cada um deles, nas fases de construção e operação a área de influência, as matérias primas, e mão-de-obra, as fontes de energia, os processos e técnica operacionais, os prováveis efluentes, emissões, resíduos de energia, os empregos diretos e indiretos a serem gerados;
  • 14. III - A síntese dos resultados dos estudos de diagnósticos ambiental da área de influência do projeto; IV - A descrição dos prováveis impactos ambientais da implantação e operação da atividade V - A caracterização da qualidade ambiental futura da área de influência, comparando as diferentes situações da adoção do projeto e suas alternativas, bem como com a hipótese de sua não realização; VI - A descrição do efeito esperado das medidas mitigadoras
  • 15. VII - O programa de acompanhamento e monitoramento dos impactos; VIII - Recomendação quanto à alternativa mais favorável
  • 16. Atividades que exigem o EIA / RIMA As atividades que exigem o EIA/ RIMA são determinadas pelo artigo 2° da Resolução Conama nº 001 de 1986 e pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis)
  • 17. I - Estradas de rodagem com duas ou mais faixas de rolamento; II - Ferrovias; III - Portos e terminais de minério, petróleo e produtos químicos; IV - Aeroportos, conforme definidos pelo inciso 1, artigo 48, do Decreto-Lei nº 32, de 18.11.66; V - Oleodutos, gasodutos, minerodutos, troncos coletores e emissários de esgotos sanitários; VI - Linhas de transmissão de energia elétrica, acima de 230KV; VII - Obras hidráulicas para exploração de recursos hídricos VIII - Extração de combustível fóssil (petróleo, xisto, carvão); IX - Extração de minério, inclusive os da classe II, definidas no Código de Mineração;
  • 18.
  • 19. X - Aterros sanitários, processamento e destino final de resíduos tóxicos ou perigosos; XI - Usinas de geração de eletricidade; XII - Complexo e unidades industriais e agroindustriais; XIII - Distritos industriais e zonas estritamente industriais - ZEI; XIV - Exploração econômica de madeira ou de lenha; XV - Projetos urbanísticos; XVI- Qualquer atividade que utilizar carvão vegetal; XVII - Projetos Agropecuários que contemplem áreas acima de 1.000 ha ou menores.
  • 21. Referências http://www.matanativa.com.br/br/inventario-florestal/o-que-e-eia-rima-estudo-e- relatorio-de-impacto-ambiental.html, acesso em 07/05/2016 http://www.licenciamentoambiental.eng.br/sobre-o-eiarima-estudo-de-impacto- ambientalrelatorio-de-impacto-ao-meio-ambiente/, acesso em 07/05/2016 http://www.ecoharmonia.com/2013/06/eia-rima-o-que-e-e-para-que-serve.html/, acesso em 07/05/2016 http://www.licenciamentoambiental.eng.br/rima-relatorio-de-impacto-sobre-o-meio- ambiente-e-sua-diferenca-do-eia-estudo-de-impacto-ambiental/, acesso em 07/05/2016 Manual técnico do Licenciamento Ambiental com EIA – RIMA (PNMA II), acesso em 17/05/2016

Notas do Editor

  1. Este modelo pode ser usado como arquivo de partida para fornecer atualizações para um projeto do projeto. Seções Clique com o botão direito em um slide para adicionar seções. Seções podem ajudar a organizar slides ou a facilitar a colaboração entre vários autores. Anotações Use a seção Anotações para anotações da apresentação ou para fornecer detalhes adicionais ao público. Exiba essas anotações no Modo de Exibição de Apresentação durante a sua apresentação. Considere o tamanho da fonte (importante para acessibilidade, visibilidade, gravação em vídeo e produção online) Cores coordenadas Preste atenção especial aos gráficos, tabelas e caixas de texto. Leve em consideração que os participantes irão imprimir em preto-e-branco ou escala de cinza. Execute uma impressão de teste para ter certeza de que as suas cores irão funcionar quando forem impressas em preto-e-branco puros e escala de cinza. Elementos gráficos, tabelas e gráficos Mantenha a simplicidade: se possível, use estilos e cores consistentes e não confusos. Rotule todos os gráficos e tabelas.
  2. Os seguintes slides mostrar vários exemplos de linhas do tempo usando gráficos SmartArt. Inclua uma linha do tempo para o projeto, marcando claramente as etapas, datas importantes, e destaque em ponto o projeto se encontra agora.
  3. Do que se trata o projeto? Defina a meta deste projeto É semelhante a projetos anteriores ou se trata de um novo esforço? Defina o escopo deste projeto É um projeto independente ou está relacionado a outros projetos? * Observe que este slide não é necessário para reuniões de status semanais
  4. * Se qualquer um desses essas questões causaram um atraso de cronograma ou apontaram a necessidade de discussão adicional. Detalhes no próximo slide.
  5. Duplique este slide, conforme o necessário, se houver mais de uma questão. Este slide e slides relacionados pode ser movido para o anexo ou oculto, se necessário.