SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Conceitos gerais da teoria piagetiana Profª Diana
RESUMO BIOGRÁFICO Jean Piaget nasceu na suíça em 1896. Foi um menino prodígio. Aos 11 de idade publicou seu primeiro trabalho. Estudou Biologia e Filosofia. Aos 22 anos tornou-se doutor . Após formar-se foi para Zurich, trabalhar como psicólogo experimental. 1919 iniciou seus estudos experimentais. Em 1923 casou-se com ValentineChâtenay, com quem teve três filhas. Fundou e dirigiu o Centro Internacional para Epistemologia Genética. Escreveu mais de 70 livros e centenas de trabalhos científicos. Morreu em Genebra em 1980.
  APRESENTAÇÃO Piaget não somente descreveu o processo de desenvolvimento, mas experimentalmente, comprovou suas teses cientificas. As suas teorias buscam explicar como se desenvolve a inteligência  nos seres humanos.  Epistemologia Genética - epistemo = conhecimento; e logia = estudo.      Estuda o mecanismo do aumento do conhecimento.
  ESQUEMAS Padrões de comportamento e de pensamento que organizam a interação com o meio (nos bebês, os primeiros esquemas baseiam-se em ações: respirar, sugar, chupar e agarrar).  Estes esquemas são utilizados para processar e identificar a entrada de estímulos e, graças a isto, o organismo está apto a diferenciar estímulos, como também está apto a generalizá-los.
   ASSIMILAÇÃO É o processo cognitivo de colocar (classificar) novos eventos em esquemas existentes. É a incorporação de elementos do meio externo (objeto, acontecimento, ...) a um esquema ou estrutura do sujeito. Em outras palavras, é o processo pelo qual o indivíduo cognitivamente capta o ambiente e o organiza possibilitando, assim, a ampliação de seus esquemas.   Na assimilação o indivíduo usa as estruturas que já possui.
  ACOMODAÇÃO É a modificação de um esquema ou de uma estrutura em função das particularidades do objeto a ser assimilado. A acomodação pode ser de duas formas, visto que se pode ter duas alternativas:                      Criar um novo esquema no qual se possa encaixar o novo estímulo, ou  modificar um já existente de modo que o estímulo possa ser incluído nele.  ,[object Object],[object Object]
  EQUILIBRAÇÃO Em suma, o desenvolvimento é caracterizado por uma constante procura de equilíbrio, a qual significa uma constante adaptação ao mundo exterior. Vê-se que, para Piaget, a aprendizagem não se resume a uma experiência imediata, mas que em conjunto com o processo de equilibração apossa-se da dimensão do próprio desenvolvimento da estrutura cognitiva, que se irá difundir no crescimento biológico e intelectual do indivíduo.  Desta forma, o indivíduo só avançará para um novo estádio de desenvolvimento, quando as competências do anterior já tiverem sido assimiladas e adquiridas.
HEREDITARIEDADE O conjunto de características que uma pessoa recebe por hereditariedade dá-se o nome de genótipo e ao conjunto de características que um indivíduo apresente resultado da sua hereditariedade e de influência do meio, denominamos fenótipo.  Um indivíduo é, ao longo da sua vida, muito influenciado pelo meio. Assim, o meio é constituído por elementos que intervêm no comportamento de cada indivíduo.
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetiana
Conceitos gerais da teoria piagetiana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Quem inventou o telescópio?
Quem inventou o telescópio?Quem inventou o telescópio?
Quem inventou o telescópio?
INAPE
 
Educar e cuidar
Educar e cuidarEducar e cuidar
Educar e cuidar
nil1967
 
Mapa conceitual graca_santos
Mapa conceitual graca_santosMapa conceitual graca_santos
Mapa conceitual graca_santos
Graça Santos
 
Plano de aula seminario
Plano de aula seminarioPlano de aula seminario
Plano de aula seminario
Tatiane
 
Características das pessoas com deficiências
Características das pessoas com deficiênciasCaracterísticas das pessoas com deficiências
Características das pessoas com deficiências
Cristiana Chaves
 
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdfUNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
SAVIOVASCONCELOS5
 
Caracterização da escola 2
Caracterização da escola 2Caracterização da escola 2
Caracterização da escola 2
Superestagio
 
Slide inclusão
Slide inclusãoSlide inclusão
Slide inclusão
geanilha
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor aluno
Romes Heriberto
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Jhosyrene Oliveira
 

Mais procurados (20)

Teoria de piaget (slides)
Teoria de piaget (slides)Teoria de piaget (slides)
Teoria de piaget (slides)
 
Quem inventou o telescópio?
Quem inventou o telescópio?Quem inventou o telescópio?
Quem inventou o telescópio?
 
Educar e cuidar
Educar e cuidarEducar e cuidar
Educar e cuidar
 
Mapa conceitual graca_santos
Mapa conceitual graca_santosMapa conceitual graca_santos
Mapa conceitual graca_santos
 
A documentação na abordagem de Reggio Emilia para a educação infantil e suas ...
A documentação na abordagem de Reggio Emilia para a educação infantil e suas ...A documentação na abordagem de Reggio Emilia para a educação infantil e suas ...
A documentação na abordagem de Reggio Emilia para a educação infantil e suas ...
 
Piaget completo
Piaget completoPiaget completo
Piaget completo
 
Friedrich froebel.ppt
Friedrich froebel.pptFriedrich froebel.ppt
Friedrich froebel.ppt
 
Decroly
DecrolyDecroly
Decroly
 
sala de aula invertida
sala de aula invertidasala de aula invertida
sala de aula invertida
 
Plano de aula seminario
Plano de aula seminarioPlano de aula seminario
Plano de aula seminario
 
Características das pessoas com deficiências
Características das pessoas com deficiênciasCaracterísticas das pessoas com deficiências
Características das pessoas com deficiências
 
Apresentação feira ciências_2010
Apresentação feira ciências_2010Apresentação feira ciências_2010
Apresentação feira ciências_2010
 
Desenvolvimento Humano Piaget 1
Desenvolvimento Humano Piaget 1Desenvolvimento Humano Piaget 1
Desenvolvimento Humano Piaget 1
 
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piagetEstágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
Estágios do desenvolvimento cognitivo segundo jean piaget
 
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdfUNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
UNICAMP-BNCC-NA-EDUCAÇÃO-INFANTIL.pdf
 
Caracterização da escola 2
Caracterização da escola 2Caracterização da escola 2
Caracterização da escola 2
 
Slide inclusão
Slide inclusãoSlide inclusão
Slide inclusão
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor aluno
 
As teorias do desenvolvimento humano
As teorias do desenvolvimento humanoAs teorias do desenvolvimento humano
As teorias do desenvolvimento humano
 
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
Slidesdo3encontro2011 110809182748-phpapp01
 

Semelhante a Conceitos gerais da teoria piagetiana

Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
SUZILEY
 
Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalho
Roseli2012
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
angelafreire
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
angelafreire
 
Biografia de jean william fritz piaget
Biografia de jean william fritz piagetBiografia de jean william fritz piaget
Biografia de jean william fritz piaget
embracol
 
Biografia de jean piaget
Biografia de jean piagetBiografia de jean piaget
Biografia de jean piaget
veralicepeq
 
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade FaccampApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
Jesse Felipe
 

Semelhante a Conceitos gerais da teoria piagetiana (20)

Didática - Trabalho-1.pptx
Didática - Trabalho-1.pptxDidática - Trabalho-1.pptx
Didática - Trabalho-1.pptx
 
Jean piaget 1
Jean piaget  1Jean piaget  1
Jean piaget 1
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Teoria Construtivista
Teoria ConstrutivistaTeoria Construtivista
Teoria Construtivista
 
Teorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalhoTeorias de aprendizagem trabalho
Teorias de aprendizagem trabalho
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
 
Referencial -teorico_-_piaget
Referencial  -teorico_-_piagetReferencial  -teorico_-_piaget
Referencial -teorico_-_piaget
 
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdfAD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
AD1 2023.02 DIDÁTICA.pdf
 
Psicologia da edc.
Psicologia da edc.Psicologia da edc.
Psicologia da edc.
 
Jean Piajet
Jean PiajetJean Piajet
Jean Piajet
 
Biografia de jean william fritz piaget
Biografia de jean william fritz piagetBiografia de jean william fritz piaget
Biografia de jean william fritz piaget
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Jean piaget PPT
Jean piaget PPTJean piaget PPT
Jean piaget PPT
 
Biografia de jean piaget
Biografia de jean piagetBiografia de jean piaget
Biografia de jean piaget
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade FaccampApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
ApresentaçãO1 Faculdade Faccamp
 
Jean piaget
Jean piagetJean piaget
Jean piaget
 
AD 1-DIDÁTICA-Jean Piaget.pptx
AD 1-DIDÁTICA-Jean Piaget.pptxAD 1-DIDÁTICA-Jean Piaget.pptx
AD 1-DIDÁTICA-Jean Piaget.pptx
 
Psicologia
Psicologia Psicologia
Psicologia
 
AULA INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA PARA PEDAGOGIA.pptx
AULA INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA PARA PEDAGOGIA.pptxAULA INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA PARA PEDAGOGIA.pptx
AULA INTRODUÇÃO A PSICOLOGIA PARA PEDAGOGIA.pptx
 

Último

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
azulassessoria9
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 

Último (20)

ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
Atividades adaptada de matemática (Adição pop )
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 

Conceitos gerais da teoria piagetiana

  • 1. Conceitos gerais da teoria piagetiana Profª Diana
  • 2.
  • 3. RESUMO BIOGRÁFICO Jean Piaget nasceu na suíça em 1896. Foi um menino prodígio. Aos 11 de idade publicou seu primeiro trabalho. Estudou Biologia e Filosofia. Aos 22 anos tornou-se doutor . Após formar-se foi para Zurich, trabalhar como psicólogo experimental. 1919 iniciou seus estudos experimentais. Em 1923 casou-se com ValentineChâtenay, com quem teve três filhas. Fundou e dirigiu o Centro Internacional para Epistemologia Genética. Escreveu mais de 70 livros e centenas de trabalhos científicos. Morreu em Genebra em 1980.
  • 4. APRESENTAÇÃO Piaget não somente descreveu o processo de desenvolvimento, mas experimentalmente, comprovou suas teses cientificas. As suas teorias buscam explicar como se desenvolve a inteligência nos seres humanos. Epistemologia Genética - epistemo = conhecimento; e logia = estudo. Estuda o mecanismo do aumento do conhecimento.
  • 5. ESQUEMAS Padrões de comportamento e de pensamento que organizam a interação com o meio (nos bebês, os primeiros esquemas baseiam-se em ações: respirar, sugar, chupar e agarrar).  Estes esquemas são utilizados para processar e identificar a entrada de estímulos e, graças a isto, o organismo está apto a diferenciar estímulos, como também está apto a generalizá-los.
  • 6. ASSIMILAÇÃO É o processo cognitivo de colocar (classificar) novos eventos em esquemas existentes. É a incorporação de elementos do meio externo (objeto, acontecimento, ...) a um esquema ou estrutura do sujeito. Em outras palavras, é o processo pelo qual o indivíduo cognitivamente capta o ambiente e o organiza possibilitando, assim, a ampliação de seus esquemas. Na assimilação o indivíduo usa as estruturas que já possui.
  • 7.
  • 8. EQUILIBRAÇÃO Em suma, o desenvolvimento é caracterizado por uma constante procura de equilíbrio, a qual significa uma constante adaptação ao mundo exterior. Vê-se que, para Piaget, a aprendizagem não se resume a uma experiência imediata, mas que em conjunto com o processo de equilibração apossa-se da dimensão do próprio desenvolvimento da estrutura cognitiva, que se irá difundir no crescimento biológico e intelectual do indivíduo. Desta forma, o indivíduo só avançará para um novo estádio de desenvolvimento, quando as competências do anterior já tiverem sido assimiladas e adquiridas.
  • 9. HEREDITARIEDADE O conjunto de características que uma pessoa recebe por hereditariedade dá-se o nome de genótipo e ao conjunto de características que um indivíduo apresente resultado da sua hereditariedade e de influência do meio, denominamos fenótipo. Um indivíduo é, ao longo da sua vida, muito influenciado pelo meio. Assim, o meio é constituído por elementos que intervêm no comportamento de cada indivíduo.