SlideShare uma empresa Scribd logo
Como Elaborar uma RFP1Eduardo Mayer FagundesEngenheiro eletricista, especialista em telecomunicações, mestre em Ciência da Computação. Extensão universitária em DardenSchoolof Business na Universidade da Virginia (US). Professor de cursos de graduação e pós-graduação. Trabalhou em vários projetos de consolidação de datacenters. Liderou o projeto de infra-estrutura de TI e telecomunicações da fábrica da Ford em Camaçari-Bahia. Gerente de sistemas de gestão de engenharia, compras e manufatura da Ford Brasil. Gerente de sistemas da Volvo Car, Jaguar e LandRover no Brasil. CIO do grupo de energia e telecomunicações AES no Brasil, onde consolidou as áreas de TI de sete empresas e trabalhou no projeto global de SAP. Desenvolveu projetos de TI nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Alemanha e Índia para a Ford, Volkswagen e AES Corporation. Atualmente, trabalha em projetos de transferência de conhecimento e colaboração pela Internet.
Definição de Request-for-Proposal (RFP)Uma RFP é uma solicitação de proposta técnica/comercial para aquisição de algum produto ou serviço. Deve ter elementos para uma tomada de decisão racional e definir os benefícios e riscos antecipadamente. Uma RFP é mais que uma simples tomada de preços. Ela busca mais informações sobre os fornecedores, tais como:  histórico da empresa, informações financeiras, capacidade técnica, período estimado de conclusão e referências de clientes que para se verificar e confirmar informações da empresa.2Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes
Definição: RFQ – Request-for-QuotationUm pedido de cotação (RFQ – Request-for-Quotation) é usado quando as discussões com os concorrentes não se são necessárias e o preço é o fator principal na negociação. Uma RFQ pode fazer parte de fases anteriores a uma  RFP completo com o objetivo de definir valores orientativos, fornecedores, produtos ou serviços para a RFP.3
Definição: RFI – Request-for-InformationUm pedido de informações (RFI – Request-for-Information) é uma proposta solicitada para um potencial fornecedor para determinar quais produtos e serviços estão no mercado para atender uma necessidade da empresa;Usada, também, para verificar se o mercado está maduro para oferecer um determinado tipo de serviço; RFIs são comumente usados em grandes aquisições, onde um requisito potencialmente poderia ser atendido através de várias soluções; Uma RFI, no entanto, não é um convite à oferta, não é vinculativo no compradores ou vendedores e pode ou não levar a uma RFP ou RFQ.4
Definição: Request-for-QualificationsUm pedido de qualificações (RFQ) é usado para coletar informações  de vários fornecedores com o objetivo de qualificá-los para um futuro processo de RFP. O documento deve ser distribuído antes do início do processo de RFP.5
Benefícios de uma RFPDemonstra aos fornecedores que a empresa está decidida a comprar um produto ou serviço encoraja-os a fazer o melhor esforço;Exige que a empresa especifique o que pretende comprar. Se a análise de requisitos foi bem preparada é possível incorporá-lo facilmente a RFP;Mostra seriedade e profissionalismo da empresa e torna o processo competitivo;Permite ampla distribuição e resposta;Seguindo um processo estruturado de avaliação e seleção a empresa demonstra imparcialidade, principalmente, em um processo público e de empresas com ações nas bolsas de valores.6
Roteiro de uma RFPA elaboração de uma RFP deve ser um sub-projeto de um projeto maior. O projeto de uma RFP envolve: Preparação;Definição dos requisitos administrativos; Definição de como as informações dos fornecedores serão apresentadas; Definição dos requisitos técnicos do produto ou serviço a serem adquiridos; Gerenciamento de requisitos da RFP; Definição de como serão apresentadas as informações de preço; e, Definição do processo de avaliação das propostas. 7
PreparaçãoA preparação de uma RFP envolve a organização e planejamento do projeto, o treinamento do pessoal interno, o desenvolvimento do budget e a definição do projeto de aquisição dos produtos ou serviços.8
Definição dos requisitos administrativosOs requisitos administrativos definem o processo de gestão do RFP, envolvendo:informações dos fornecedorescomo será feita a pré-qualificação dos fornecedorescomo será o processo para receber perguntas e disponibilizar as respostascomo será a estrutura da RFPcomo serão as reuniões com os fornecedorescomo serão tratadas as propostas alternativas e,os requisitos para que a proposta atenda os padrões de conformidade da empresa.9
Informações para os fornecedoresQuanto maior for à quantidade de informações e seus detalhes melhores serão as propostas dos fornecedores, pois terão mais elementos para criar soluções mais próximas das necessidades dos clientes. Todos os documentos enviados devem ser classificados e com referencias no rodapé sobre o nível de confidencialidade (pública, proprietária, confidencial ou secreta).10
Estrutura da RFPA seção de requisitos técnicos deve-se dar preferência a definição dos requerimentos dos produtos e não há uma especificação. Isso possibilita aos fornecedores maior flexibilidade na definição do produto ou serviço. A linguagem utilizada deve ser clara e conhecida por todos os fornecedores qualificados para fornecer a solução. Os requerimentos não podem ser ambíguos ou conter termos subjetivos. Devem ser mensuráveis, ter significado e serem completos. Não devem incluir soluções pré-definidas e características desnecessárias.11
Apresentação da Proposta pelos FornecedoresO preço das propostas dos fornecedores de vir acompanhada por informações que detalhem sua estrutura, tais como: hardware; software; aplicação; desenvolvimento de software; consumíveis; implantação do projeto; manutenção e suporte; treinamento e outros itens;Um preço fechado tira o poder de negociação da empresa e a possibilidade de propor formas alternativas de aquisição do produto ou serviços;Para facilitar a comparação de preço defina um quadro de comparação baseado nos requerimentos da RFP e peça para os fornecedores entregarem as propostas no formato da tabela. Isso facilita a importação para uma ferramenta que facilite a comparação e permita a simulação de diferentes cenários. 12
Processo de AnáliseForme uma equipe para a avaliação das propostas;Defina um processo para a solicitação de esclarecimento aos fornecedores;Use técnicas de avaliação das soluções e preço;Após a análise de todas as propostas, selecione as melhores baseadas em critérios mensuráveis e crie uma lista reduzida, uma short-list. Convide os fornecedores selecionados para apresentações presenciais e demonstrações dos produtos ou visitas técnicas para dar evidências de funcionamento da solução proposta.13
Tomada de DecisãoA partir de uma metodologia de score e negociações comerciais defina o vencedor da RFP e faça a aquisição do produto ou serviço.14
efagundes.com15O site efagundes.com reúne profissionais e empresas associadas para a prestação de serviço especializado em TI e telecomunicações. O site é mantido por Eduardo Mayer Fagundes, profissional com larga experiência em TI e telecomunicações. Sua rede de associados permite a formação de consórcios de empresas para oferecer serviços de alta qualidade cada uma dentro de sua especialização, garantindo ao cliente o melhor serviço a custos competitivos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SAP BASIS Skills for Functional Consultants
SAP BASIS Skills for Functional ConsultantsSAP BASIS Skills for Functional Consultants
SAP BASIS Skills for Functional Consultants
Vasanth S Vasanth
 
itSMF PMSIG - Proactive Problem Management
itSMF PMSIG - Proactive Problem ManagementitSMF PMSIG - Proactive Problem Management
itSMF PMSIG - Proactive Problem Management
Eric Sambraus
 
Data Governance KPIs and KRIs
Data Governance KPIs and KRIsData Governance KPIs and KRIs
Data Governance KPIs and KRIs
Bim Akinfenwa
 
Sap fiori-ux-architecture-for-s4h
Sap fiori-ux-architecture-for-s4hSap fiori-ux-architecture-for-s4h
Sap fiori-ux-architecture-for-s4h
Akhilendra Singh
 
Introduction to SAP
Introduction to SAPIntroduction to SAP
Introduction to SAP
Ganesh Kedari
 
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
SAP Ariba
 
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
Vera Leonik-Shilyaeva
 
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidade
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidadeAção corretiva ou tratamento de não-conformidade
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidade
Ivan Tojal
 
Complexity and Solution Architecture
Complexity and Solution ArchitectureComplexity and Solution Architecture
Complexity and Solution Architecture
Alan McSweeney
 
Auditoria desarrollo sistemas de información
Auditoria desarrollo sistemas de informaciónAuditoria desarrollo sistemas de información
Auditoria desarrollo sistemas de información
Arturo Granados Rodríguez
 
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
Kellton Tech Solutions Ltd
 
ASAP Methodology
ASAP MethodologyASAP Methodology
ASAP Methodology
arun_bala1
 
ITIL,COBIT and IT4IT Mapping
ITIL,COBIT and IT4IT MappingITIL,COBIT and IT4IT Mapping
ITIL,COBIT and IT4IT Mapping
Rob Akershoek
 
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e AvaliaçãoSelecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
Sérgio Assunção
 
Manufacturing Execution Systems
Manufacturing Execution SystemsManufacturing Execution Systems
Manufacturing Execution Systems
vinodpandeyaxcend
 
MES from the Ground Up
MES from the Ground UpMES from the Ground Up
MES from the Ground Up
Edward Brown
 
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
Holger Helas
 
Out-of-the-box MES \ MOM solution
Out-of-the-box MES \ MOM solutionOut-of-the-box MES \ MOM solution
Out-of-the-box MES \ MOM solution
ShashiAgasthya
 
What is iso iec 20000
What is iso iec 20000What is iso iec 20000
What is iso iec 20000
Mart Rovers
 
5 auditoria financeira
5 auditoria financeira5 auditoria financeira
5 auditoria financeira
Pedro Luis Moraes
 

Mais procurados (20)

SAP BASIS Skills for Functional Consultants
SAP BASIS Skills for Functional ConsultantsSAP BASIS Skills for Functional Consultants
SAP BASIS Skills for Functional Consultants
 
itSMF PMSIG - Proactive Problem Management
itSMF PMSIG - Proactive Problem ManagementitSMF PMSIG - Proactive Problem Management
itSMF PMSIG - Proactive Problem Management
 
Data Governance KPIs and KRIs
Data Governance KPIs and KRIsData Governance KPIs and KRIs
Data Governance KPIs and KRIs
 
Sap fiori-ux-architecture-for-s4h
Sap fiori-ux-architecture-for-s4hSap fiori-ux-architecture-for-s4h
Sap fiori-ux-architecture-for-s4h
 
Introduction to SAP
Introduction to SAPIntroduction to SAP
Introduction to SAP
 
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
Going Digital with SAP S/4HANA Sourcing and Procurement and SAP Ariba Solutio...
 
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
Siemens and MES (Manufacturing Execution System)
 
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidade
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidadeAção corretiva ou tratamento de não-conformidade
Ação corretiva ou tratamento de não-conformidade
 
Complexity and Solution Architecture
Complexity and Solution ArchitectureComplexity and Solution Architecture
Complexity and Solution Architecture
 
Auditoria desarrollo sistemas de información
Auditoria desarrollo sistemas de informaciónAuditoria desarrollo sistemas de información
Auditoria desarrollo sistemas de información
 
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
Transition to SAP S/4HANA System Conversion: A step-by-step guide
 
ASAP Methodology
ASAP MethodologyASAP Methodology
ASAP Methodology
 
ITIL,COBIT and IT4IT Mapping
ITIL,COBIT and IT4IT MappingITIL,COBIT and IT4IT Mapping
ITIL,COBIT and IT4IT Mapping
 
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e AvaliaçãoSelecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
Selecção e Qualificação de Fornecedores - Métodos de Qualificação e Avaliação
 
Manufacturing Execution Systems
Manufacturing Execution SystemsManufacturing Execution Systems
Manufacturing Execution Systems
 
MES from the Ground Up
MES from the Ground UpMES from the Ground Up
MES from the Ground Up
 
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
Process and Enterprise Maturity Model (PEM)
 
Out-of-the-box MES \ MOM solution
Out-of-the-box MES \ MOM solutionOut-of-the-box MES \ MOM solution
Out-of-the-box MES \ MOM solution
 
What is iso iec 20000
What is iso iec 20000What is iso iec 20000
What is iso iec 20000
 
5 auditoria financeira
5 auditoria financeira5 auditoria financeira
5 auditoria financeira
 

Destaque

RFI RFQ RFP Gerenciamento Das Aquisições Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
RFI RFQ RFP   Gerenciamento Das Aquisições   Marcio Eduardo Corrêa SampaioRFI RFQ RFP   Gerenciamento Das Aquisições   Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
RFI RFQ RFP Gerenciamento Das Aquisições Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
Marcio Sampaio
 
Pasos para elaborar RFP
Pasos para elaborar  RFPPasos para elaborar  RFP
Pasos para elaborar RFP
Iván Sanchez Vera
 
Rfp caso general (aplica para todos los casos)
Rfp   caso general (aplica para todos los casos)Rfp   caso general (aplica para todos los casos)
Rfp caso general (aplica para todos los casos)
jesjobra
 
Cotações e propostas rfi rfq
Cotações e propostas rfi rfqCotações e propostas rfi rfq
Cotações e propostas rfi rfq
Raimundo Bastos
 
RFP
RFPRFP
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
Oscar Barufaldi
 
Documentos de Aquisição
Documentos de AquisiçãoDocumentos de Aquisição
Documentos de Aquisição
Management All
 
RFP
RFPRFP
Gugp sucesu-rs - aquisições
Gugp   sucesu-rs - aquisiçõesGugp   sucesu-rs - aquisições
11 aquisições pitagoras
11 aquisições    pitagoras11 aquisições    pitagoras
11 aquisições pitagoras
fernandao777
 
Gerenciamento de aquisições
Gerenciamento de aquisiçõesGerenciamento de aquisições
Gerenciamento de aquisições
Iben Engenharia
 
Gerenciamento de aquisições em projetos
Gerenciamento de aquisições em projetosGerenciamento de aquisições em projetos
Gerenciamento de aquisições em projetos
George Freire, PMP, OCEBF, ITIL
 
Gerenciamento das aquisições do projeto
Gerenciamento das aquisições do projetoGerenciamento das aquisições do projeto
Gerenciamento das aquisições do projeto
Jarbas Pereira
 
Gestão de Aquisições e Contratações
Gestão de Aquisições e ContrataçõesGestão de Aquisições e Contratações
Gestão de Aquisições e Contratações
João Carlos da Silva Junior
 
51835801 projeto-de-rede2
51835801 projeto-de-rede251835801 projeto-de-rede2
51835801 projeto-de-rede2
Marco Guimarães
 
Request For Proposal
Request For ProposalRequest For Proposal
Request For Proposal
brianbish10795
 
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
Gustavo Santade
 
Solicitud de propuesta
Solicitud de propuestaSolicitud de propuesta
Solicitud de propuesta
Charlie Stark
 
Gestão de compras e seguros
Gestão de compras e segurosGestão de compras e seguros
Gestão de compras e seguros
Denis Carlos Sodré
 
Slideinfopostos
SlideinfopostosSlideinfopostos
Slideinfopostos
infopostos
 

Destaque (20)

RFI RFQ RFP Gerenciamento Das Aquisições Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
RFI RFQ RFP   Gerenciamento Das Aquisições   Marcio Eduardo Corrêa SampaioRFI RFQ RFP   Gerenciamento Das Aquisições   Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
RFI RFQ RFP Gerenciamento Das Aquisições Marcio Eduardo Corrêa Sampaio
 
Pasos para elaborar RFP
Pasos para elaborar  RFPPasos para elaborar  RFP
Pasos para elaborar RFP
 
Rfp caso general (aplica para todos los casos)
Rfp   caso general (aplica para todos los casos)Rfp   caso general (aplica para todos los casos)
Rfp caso general (aplica para todos los casos)
 
Cotações e propostas rfi rfq
Cotações e propostas rfi rfqCotações e propostas rfi rfq
Cotações e propostas rfi rfq
 
RFP
RFPRFP
RFP
 
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
RFP Contratação de Serviços de Data Center - Farmacias Nissei 2012 - OSCAR BA...
 
Documentos de Aquisição
Documentos de AquisiçãoDocumentos de Aquisição
Documentos de Aquisição
 
RFP
RFPRFP
RFP
 
Gugp sucesu-rs - aquisições
Gugp   sucesu-rs - aquisiçõesGugp   sucesu-rs - aquisições
Gugp sucesu-rs - aquisições
 
11 aquisições pitagoras
11 aquisições    pitagoras11 aquisições    pitagoras
11 aquisições pitagoras
 
Gerenciamento de aquisições
Gerenciamento de aquisiçõesGerenciamento de aquisições
Gerenciamento de aquisições
 
Gerenciamento de aquisições em projetos
Gerenciamento de aquisições em projetosGerenciamento de aquisições em projetos
Gerenciamento de aquisições em projetos
 
Gerenciamento das aquisições do projeto
Gerenciamento das aquisições do projetoGerenciamento das aquisições do projeto
Gerenciamento das aquisições do projeto
 
Gestão de Aquisições e Contratações
Gestão de Aquisições e ContrataçõesGestão de Aquisições e Contratações
Gestão de Aquisições e Contratações
 
51835801 projeto-de-rede2
51835801 projeto-de-rede251835801 projeto-de-rede2
51835801 projeto-de-rede2
 
Request For Proposal
Request For ProposalRequest For Proposal
Request For Proposal
 
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
Enxergando novas possibilidades de aproximação da ti com as áreas de negócios...
 
Solicitud de propuesta
Solicitud de propuestaSolicitud de propuesta
Solicitud de propuesta
 
Gestão de compras e seguros
Gestão de compras e segurosGestão de compras e seguros
Gestão de compras e seguros
 
Slideinfopostos
SlideinfopostosSlideinfopostos
Slideinfopostos
 

Semelhante a Como elaborar uma RFP

Guia de boas práticas para a elaboração de concorrências
Guia de boas práticas para a elaboração de concorrênciasGuia de boas práticas para a elaboração de concorrências
Guia de boas práticas para a elaboração de concorrências
Rodrigo Polacco
 
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
Diego Menezes
 
Integração de Informação da Transportadora
Integração de Informação da TransportadoraIntegração de Informação da Transportadora
Integração de Informação da Transportadora
Marco Coghi
 
C&F Consultores em Rede
C&F Consultores em RedeC&F Consultores em Rede
C&F Consultores em Rede
Cassiano Schwingel
 
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERPProcessos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
José Luis Bilotta
 
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATECBH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
Marco Coghi
 
PIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
PIPE 2 - Convênio FAPESP SebraePIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
PIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
Direct Link Consultoria
 
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendasDicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
Oracle Connect2Sell
 
Projeto Help
Projeto HelpProjeto Help
Projeto Help
Marco Coghi
 
Versys Institucional 1
Versys Institucional 1Versys Institucional 1
Versys Institucional 1
Neil Canettieri
 
Melhora SP
Melhora SPMelhora SP
Melhora SP
Marco Coghi
 
Apadi doc concorrencia_final
Apadi doc concorrencia_finalApadi doc concorrencia_final
Apadi doc concorrencia_final
Papos na rede
 
123 qfd software
123 qfd software123 qfd software
123 qfd software
achyrucas
 
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
Souf Consultoria
 
Mps br
Mps brMps br
Dicas Para Avaliar Um Erp
Dicas Para Avaliar Um ErpDicas Para Avaliar Um Erp
Dicas Para Avaliar Um Erp
Paulo Henrique Pinhão
 
BeautyNow Versão Final 27082015
BeautyNow Versão Final 27082015BeautyNow Versão Final 27082015
BeautyNow Versão Final 27082015
Marco Coghi
 
BeautyNow
BeautyNowBeautyNow
BeautyNow
Marco Coghi
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Felipe Leo
 
Concorrência Digital APADi
Concorrência Digital APADiConcorrência Digital APADi

Semelhante a Como elaborar uma RFP (20)

Guia de boas práticas para a elaboração de concorrências
Guia de boas práticas para a elaboração de concorrênciasGuia de boas práticas para a elaboração de concorrências
Guia de boas práticas para a elaboração de concorrências
 
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
FREELOG CONSULTING -- Como conduzir uma terceirização logística?
 
Integração de Informação da Transportadora
Integração de Informação da TransportadoraIntegração de Informação da Transportadora
Integração de Informação da Transportadora
 
C&F Consultores em Rede
C&F Consultores em RedeC&F Consultores em Rede
C&F Consultores em Rede
 
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERPProcessos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
Processos para Seleção de Sistemas - Gestão Empresarial ERP
 
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATECBH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
BH-GP37-AQUISIÇÕES-INOVATEC
 
PIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
PIPE 2 - Convênio FAPESP SebraePIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
PIPE 2 - Convênio FAPESP Sebrae
 
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendasDicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
Dicas e melhores práticas para atingir suas metas de vendas
 
Projeto Help
Projeto HelpProjeto Help
Projeto Help
 
Versys Institucional 1
Versys Institucional 1Versys Institucional 1
Versys Institucional 1
 
Melhora SP
Melhora SPMelhora SP
Melhora SP
 
Apadi doc concorrencia_final
Apadi doc concorrencia_finalApadi doc concorrencia_final
Apadi doc concorrencia_final
 
123 qfd software
123 qfd software123 qfd software
123 qfd software
 
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
Projeto Cost Reduction - Transformando despesas em lucro!
 
Mps br
Mps brMps br
Mps br
 
Dicas Para Avaliar Um Erp
Dicas Para Avaliar Um ErpDicas Para Avaliar Um Erp
Dicas Para Avaliar Um Erp
 
BeautyNow Versão Final 27082015
BeautyNow Versão Final 27082015BeautyNow Versão Final 27082015
BeautyNow Versão Final 27082015
 
BeautyNow
BeautyNowBeautyNow
BeautyNow
 
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresaViabilidade de abertura de uma nova empresa
Viabilidade de abertura de uma nova empresa
 
Concorrência Digital APADi
Concorrência Digital APADiConcorrência Digital APADi
Concorrência Digital APADi
 

Mais de Eduardo Fagundes

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
Eduardo Fagundes
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
Eduardo Fagundes
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Eduardo Fagundes
 
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Eduardo Fagundes
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Eduardo Fagundes
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
Eduardo Fagundes
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
Eduardo Fagundes
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
Eduardo Fagundes
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
Eduardo Fagundes
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Eduardo Fagundes
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
Eduardo Fagundes
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
Eduardo Fagundes
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
Eduardo Fagundes
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
Eduardo Fagundes
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
Eduardo Fagundes
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
Eduardo Fagundes
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
Eduardo Fagundes
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
Eduardo Fagundes
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
Eduardo Fagundes
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
Eduardo Fagundes
 

Mais de Eduardo Fagundes (20)

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
 
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
 

Como elaborar uma RFP

  • 1. Como Elaborar uma RFP1Eduardo Mayer FagundesEngenheiro eletricista, especialista em telecomunicações, mestre em Ciência da Computação. Extensão universitária em DardenSchoolof Business na Universidade da Virginia (US). Professor de cursos de graduação e pós-graduação. Trabalhou em vários projetos de consolidação de datacenters. Liderou o projeto de infra-estrutura de TI e telecomunicações da fábrica da Ford em Camaçari-Bahia. Gerente de sistemas de gestão de engenharia, compras e manufatura da Ford Brasil. Gerente de sistemas da Volvo Car, Jaguar e LandRover no Brasil. CIO do grupo de energia e telecomunicações AES no Brasil, onde consolidou as áreas de TI de sete empresas e trabalhou no projeto global de SAP. Desenvolveu projetos de TI nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Alemanha e Índia para a Ford, Volkswagen e AES Corporation. Atualmente, trabalha em projetos de transferência de conhecimento e colaboração pela Internet.
  • 2. Definição de Request-for-Proposal (RFP)Uma RFP é uma solicitação de proposta técnica/comercial para aquisição de algum produto ou serviço. Deve ter elementos para uma tomada de decisão racional e definir os benefícios e riscos antecipadamente. Uma RFP é mais que uma simples tomada de preços. Ela busca mais informações sobre os fornecedores, tais como: histórico da empresa, informações financeiras, capacidade técnica, período estimado de conclusão e referências de clientes que para se verificar e confirmar informações da empresa.2Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes
  • 3. Definição: RFQ – Request-for-QuotationUm pedido de cotação (RFQ – Request-for-Quotation) é usado quando as discussões com os concorrentes não se são necessárias e o preço é o fator principal na negociação. Uma RFQ pode fazer parte de fases anteriores a uma RFP completo com o objetivo de definir valores orientativos, fornecedores, produtos ou serviços para a RFP.3
  • 4. Definição: RFI – Request-for-InformationUm pedido de informações (RFI – Request-for-Information) é uma proposta solicitada para um potencial fornecedor para determinar quais produtos e serviços estão no mercado para atender uma necessidade da empresa;Usada, também, para verificar se o mercado está maduro para oferecer um determinado tipo de serviço; RFIs são comumente usados em grandes aquisições, onde um requisito potencialmente poderia ser atendido através de várias soluções; Uma RFI, no entanto, não é um convite à oferta, não é vinculativo no compradores ou vendedores e pode ou não levar a uma RFP ou RFQ.4
  • 5. Definição: Request-for-QualificationsUm pedido de qualificações (RFQ) é usado para coletar informações de vários fornecedores com o objetivo de qualificá-los para um futuro processo de RFP. O documento deve ser distribuído antes do início do processo de RFP.5
  • 6. Benefícios de uma RFPDemonstra aos fornecedores que a empresa está decidida a comprar um produto ou serviço encoraja-os a fazer o melhor esforço;Exige que a empresa especifique o que pretende comprar. Se a análise de requisitos foi bem preparada é possível incorporá-lo facilmente a RFP;Mostra seriedade e profissionalismo da empresa e torna o processo competitivo;Permite ampla distribuição e resposta;Seguindo um processo estruturado de avaliação e seleção a empresa demonstra imparcialidade, principalmente, em um processo público e de empresas com ações nas bolsas de valores.6
  • 7. Roteiro de uma RFPA elaboração de uma RFP deve ser um sub-projeto de um projeto maior. O projeto de uma RFP envolve: Preparação;Definição dos requisitos administrativos; Definição de como as informações dos fornecedores serão apresentadas; Definição dos requisitos técnicos do produto ou serviço a serem adquiridos; Gerenciamento de requisitos da RFP; Definição de como serão apresentadas as informações de preço; e, Definição do processo de avaliação das propostas. 7
  • 8. PreparaçãoA preparação de uma RFP envolve a organização e planejamento do projeto, o treinamento do pessoal interno, o desenvolvimento do budget e a definição do projeto de aquisição dos produtos ou serviços.8
  • 9. Definição dos requisitos administrativosOs requisitos administrativos definem o processo de gestão do RFP, envolvendo:informações dos fornecedorescomo será feita a pré-qualificação dos fornecedorescomo será o processo para receber perguntas e disponibilizar as respostascomo será a estrutura da RFPcomo serão as reuniões com os fornecedorescomo serão tratadas as propostas alternativas e,os requisitos para que a proposta atenda os padrões de conformidade da empresa.9
  • 10. Informações para os fornecedoresQuanto maior for à quantidade de informações e seus detalhes melhores serão as propostas dos fornecedores, pois terão mais elementos para criar soluções mais próximas das necessidades dos clientes. Todos os documentos enviados devem ser classificados e com referencias no rodapé sobre o nível de confidencialidade (pública, proprietária, confidencial ou secreta).10
  • 11. Estrutura da RFPA seção de requisitos técnicos deve-se dar preferência a definição dos requerimentos dos produtos e não há uma especificação. Isso possibilita aos fornecedores maior flexibilidade na definição do produto ou serviço. A linguagem utilizada deve ser clara e conhecida por todos os fornecedores qualificados para fornecer a solução. Os requerimentos não podem ser ambíguos ou conter termos subjetivos. Devem ser mensuráveis, ter significado e serem completos. Não devem incluir soluções pré-definidas e características desnecessárias.11
  • 12. Apresentação da Proposta pelos FornecedoresO preço das propostas dos fornecedores de vir acompanhada por informações que detalhem sua estrutura, tais como: hardware; software; aplicação; desenvolvimento de software; consumíveis; implantação do projeto; manutenção e suporte; treinamento e outros itens;Um preço fechado tira o poder de negociação da empresa e a possibilidade de propor formas alternativas de aquisição do produto ou serviços;Para facilitar a comparação de preço defina um quadro de comparação baseado nos requerimentos da RFP e peça para os fornecedores entregarem as propostas no formato da tabela. Isso facilita a importação para uma ferramenta que facilite a comparação e permita a simulação de diferentes cenários. 12
  • 13. Processo de AnáliseForme uma equipe para a avaliação das propostas;Defina um processo para a solicitação de esclarecimento aos fornecedores;Use técnicas de avaliação das soluções e preço;Após a análise de todas as propostas, selecione as melhores baseadas em critérios mensuráveis e crie uma lista reduzida, uma short-list. Convide os fornecedores selecionados para apresentações presenciais e demonstrações dos produtos ou visitas técnicas para dar evidências de funcionamento da solução proposta.13
  • 14. Tomada de DecisãoA partir de uma metodologia de score e negociações comerciais defina o vencedor da RFP e faça a aquisição do produto ou serviço.14
  • 15. efagundes.com15O site efagundes.com reúne profissionais e empresas associadas para a prestação de serviço especializado em TI e telecomunicações. O site é mantido por Eduardo Mayer Fagundes, profissional com larga experiência em TI e telecomunicações. Sua rede de associados permite a formação de consórcios de empresas para oferecer serviços de alta qualidade cada uma dentro de sua especialização, garantindo ao cliente o melhor serviço a custos competitivos.