SlideShare uma empresa Scribd logo
SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo
Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP
Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br
GRUPO DE ESTUDOS: CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TI E TELECOMUNICAÇÕES
SUMÁRIO DA PROPOSTA
O objetivo do grupo de estudo é identificar as demandas do mercado de TI para alinhar com a oferta dos
cursos de pós-graduação de TI.
Assume-se como premissa que os cursos de graduação tem a finalidade de formação generalista e
prepara os alunos para o ingresso no mercado de trabalho. Os cursos de pós-graduação tem o objetivo de
qualificar os profissionais em determinadas áreas de conhecimento para melhorar seu desempenho e
permitir seu crescimento na organização.
A criação de novos cursos de especialização deve acompanhar a dinâmica e a velocidade das demandas
do mercado, tanto em conteúdo como em número de vagas para atender às necessidades do mercado.
O atraso da introdução de uma nova tecnologia no mercado pode ser ocasionada pela ausência de
pessoal qualificado. As empresas pioneiras acabam pagando um alto custo para introduzir novas
tecnologias, que podem em alguns casos pode ser inviabilizada pela ausência de pessoal especializado.
Em geral, os primeiros profissionais capacitados tem um custo maior. Atraídos pelo alto salários, novos
profissionais se especializam nas áreas de baixa oferta de profissionais e alta demanda pelas empresas,
iniciando um processo que com o tempo atinge a saturação do mercado e, consequentemente, o valor
dos salários diminui.
De uma forma geral, os cursos de pós-graduação só detectam as novas demandas quando a curva de
demanda está próxima a saturação. Isso reduz a atratividade dos cursos e se estabelece uma situação
crônica de baixa procura e, muitas vezes, as turmas não fecham por falta do número mínimo de alunos.
O objetivo do grupo de estudos é antecipar a demanda e permitir que as escolas desenvolvam novos
cursos para atender a demanda de mercado antes de atingir a linha de saturação.
Serão beneficiadas as empresas que aceleram e reduzem seus custos de implantação de novas
tecnologias, os fornecedores que aumentam suas vendas e, consequentemente, devem contratar mais
especialistas e as escolas que aumentam sua relevância no mercado com novos conteúdos e trabalhos
acadêmicos com as necessidade do mercado, além de aumento de receita.
O conteúdo detalhado de cada curso será desenvolvido por cada escola de pós-graduação com o objetivo
de fomentar a competição sadia no mercado, onde cada instituição aproveitará seus recursos humanos e
tecnológicos para criar os diferenciais de mercado.
O grupo identificará o conhecimento e habilidades necessárias para cada função existente nos usuários
finais e fornecedores de TI. A partir desse levantamento serão discutidas as novas tecnologias e
habilidades gerenciais necessárias para o aumento de desempenho desses profissionais e,
consequentemente, das equipes das organizações.
O grupo de estudos será coordenado pela vice-presidência de inovação da SUCESU-SP e serão convidados
seus associados, fornecedores de TI e escolas de pós-graduação, devidamente credenciadas pelo MEC.
Os representantes do interior do Estado de São Paulo participarão através de vídeo ou áudio conferencia,
ficando aberta sua participação presencial na sede da SUCESU-SP em São Paulo.
Com o objetivo de suportar os custos intrínsecos ao projeto (contratações de serviços de pesquisa,
infraestrutura para eventos, viagens, confecção de material para distribuição, etc.) será formado um
fundo para o projeto com contribuições dos participantes e entidades que venham solicitar o conteúdo
dos trabalhos. Os valores das contribuições serão discutidas e aprovadas pelo grupo.
SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo
Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP
Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br
Contexto
Os cursos universitários de bacharelado em informática disponíveis no Brasil: Ciência da Computação,
Engenharia da Computação e Sistemas de Informação. Na leitura leiga dos propósitos dos cursos é difícil
distinguir as diferenças marcantes de atuação dos profissionais de Ciência da Computação e Sistemas de
Informação. A diferença do campo de atuação fica na Engenharia da Computação, onde os profissionais
têm uma vocação maior para equipamentos, porém com habilidades para análise de sistemas.
Ciência da Computação: cria e desenvolve softwares e aplicativos para computadores. Gerencia equipes e
instala sistemas de computação, desde um simples programa de controle de estoque até sofisticados
sistemas de processamento de informações.
Sistemas de Informação: planeja o uso adequado da informática para empresas. Desenvolve programas
para a geração, o processamento, o armazenamento e a recuperação de informações em redes de
computadores.
Engenharia da Computação: atua na supervisão e orientação técnica de construção, operação e
assistência de equipamentos elétricos e eletrônicos e sistemas de comunicação e telecomunicações.
Realiza estudos, projetos e operação de equipamentos. Também atua na análise de sistemas
computacionais.
Entretanto, o mercado de trabalho faz uma equalização dos profissionais, denominando-os simplesmente
como Analistas de Sistemas. Para regulamentar a profissão de Analista de Sistema existe uma definição
das atividades e atribuições dos profissionais para efeito de lei:
I - planejamento, coordenação e execução de projetos de sistemas de informação, como tais entendidos
os que envolvam o processamento de dados ou utilização de recursos de informática e automação;
II – elaboração de orçamentos e definições operacionais e funcionais de projetos e sistemas para
processamento de dados, informática e automação;
III – definição, estruturação, teste e simulação de programas e sistemas de informação;
IV – elaboração e codificação de programas;
V – estudos de viabilidade técnica e financeira para implantação de projetos e sistemas de informação,
assim como máquinas e aparelhos de informática e automação;
VI – fiscalização, controle e operação de sistemas de processamento de dados que demandem
acompanhamento especializado;
VII – suporte técnico e consultoria especializada em informática e automação;
VIII – estudos, análises avaliações, vistorias, pareceres, perícias e auditorias de projetos e sistemas de
informação;
IX - ensino, pesquisa, experimentação e divulgação tecnológica;
X - qualquer outra atividade que, por sua natureza, se insira no âmbito de suas profissões.
A partir da redação da lei, a análise de sistemas é uma profissão, cujas responsabilidades concentram-se
na análise do sistema e na administração de sistemas computacionais. Cabe a este profissional parte da
organização, implantação e manutenção de aplicativos e redes de computadores, ou seja, o analista de
sistemas é o responsável pelo levantamento de informações sobre uma empresa a fim de utilizá-las no
SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo
Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP
Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br
desenvolvimento de um sistema para a mesma ou para o levantamento de uma necessidade específica do
cliente para desenvolver este programa especifico com base nas informações colhidas.
Observamos que em nenhum momento é enfatizado os aspectos de negócios. A descrição das atividades
do analista de sistema coloca-o numa posição de passividade frente aos desafios empresariais,
remetendo-o ao nível estritamente operacional.
Com esse perfil de atuação, dificilmente a organização enxergará a TI com potencial para liderar
inovações tecnológicas na transformação de negócios na busca de diferencial competitivo.
Cabe aos cursos de pós-graduação a especialização e o desenvolvimento de habilidades gerenciais para
capacitar os profissionais de TI para ocupar posições de executivas nas organizações.
SUCESU-SP
A SUCESU-SP foi fundada em janeiro de 1967, como a denominação original de Sociedade dos Usuários de
Computadores e Equipamentos Subsidiários. Era a iniciativa de um grupo de usuários empreendedores,
que se reunia para debater e buscar soluções em conjunto para suas necessidades de “computação”.
Hoje, com a mesma sigla SUCESU-SP, o nome foi atualizado para Sociedade dos Usuários de Informática e
Telecomunicações do Estado de São Paulo sendo a maior, mais antiga e mais experiente entidade sem
fins lucrativos na defesa dos usuários e do desenvolvimento da Informática e Telecomunicações do
estado.
Assim como as demais regionais SUCESU em vários estados brasileiros, congregadas através da SUCESU
Nacional, a SUCESU-SP tem a missão de representar e defender os usuários de Informática e
Telecomunicações do Estado de São Paulo. Atua por meio de ações políticas, institucionais e técnicas,
assim como mantêm um canal direto e positivo entre os que utilizam e os que produzem soluções de TI e
Telecom. O objetivo é sempre propiciar ganhos de produtividade e melhores resultados para as
empresas, as organizações e os profissionais que utilizam ou que fornecem produtos e serviços de
Tecnologia da Informação e Comunicação.
A SUCESU-SP conta com associados (pessoas físicas e jurídicas), parceiros e apoiadores entre as principais
empresas de todos os setores da economia do País.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1

Sistemas de Informação FMU
Sistemas de Informação FMUSistemas de Informação FMU
Sistemas de Informação FMU
FMU - Oficial
 
Pp ads
Pp adsPp ads
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de SistemasGerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
José Passos
 
ARMSI - Artefato PETIC
ARMSI - Artefato PETICARMSI - Artefato PETIC
ARMSI - Artefato PETIC
Alef Vinicius
 
Informática para internet
Informática para internet Informática para internet
Informática para internet
Paulo Miele
 
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de InformaçãoApresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
Elvis Fusco
 
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
JoaquinhoJuda
 
Controle de Processos Industriais Aplicados
Controle de Processos Industriais AplicadosControle de Processos Industriais Aplicados
Controle de Processos Industriais Aplicados
Alysson Domingos
 
CHQAO - GTI Unid 03.pdf
CHQAO - GTI Unid 03.pdfCHQAO - GTI Unid 03.pdf
CHQAO - GTI Unid 03.pdf
ViniciusAlmeida137
 
processos industriais voltados para automação
processos industriais voltados para automaçãoprocessos industriais voltados para automação
processos industriais voltados para automação
JoseMarcelodeAssisSa
 
241 producaoonline 05
241 producaoonline 05241 producaoonline 05
241 producaoonline 05
Felipe Silva
 
Startupbraga
StartupbragaStartupbraga
Startupbraga
Eduardo Fonseca
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
Lucas Dos Santos
 
Manutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadoresManutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadores
Joka Luiz
 
Manutenção de computadores
Manutenção de computadoresManutenção de computadores
Manutenção de computadores
Amadeo Santos
 
081112 manut mont
081112 manut mont081112 manut mont
081112 manut mont
Edimilson Pereira
 
Montagem e Manutenção de Computadores
Montagem e Manutenção de ComputadoresMontagem e Manutenção de Computadores
Montagem e Manutenção de Computadores
Roberto Azevedo de L azevedo de lima
 
Manuscrito Si Brasil
Manuscrito Si BrasilManuscrito Si Brasil
Manuscrito Si Brasil
andersonlopesb
 
Dict 2008
Dict 2008Dict 2008
Dict 2008
guest8d0780c1
 
Dict 2008
Dict 2008Dict 2008
Dict 2008
xPopper
 

Semelhante a Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1 (20)

Sistemas de Informação FMU
Sistemas de Informação FMUSistemas de Informação FMU
Sistemas de Informação FMU
 
Pp ads
Pp adsPp ads
Pp ads
 
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de SistemasGerenciamento Estratégico de Sistemas
Gerenciamento Estratégico de Sistemas
 
ARMSI - Artefato PETIC
ARMSI - Artefato PETICARMSI - Artefato PETIC
ARMSI - Artefato PETIC
 
Informática para internet
Informática para internet Informática para internet
Informática para internet
 
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de InformaçãoApresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
Apresentação - Ciência da Computação e Sistemas de Informação
 
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
Perifericos suprimentos cor_capa_ficha_isbn_20110128
 
Controle de Processos Industriais Aplicados
Controle de Processos Industriais AplicadosControle de Processos Industriais Aplicados
Controle de Processos Industriais Aplicados
 
CHQAO - GTI Unid 03.pdf
CHQAO - GTI Unid 03.pdfCHQAO - GTI Unid 03.pdf
CHQAO - GTI Unid 03.pdf
 
processos industriais voltados para automação
processos industriais voltados para automaçãoprocessos industriais voltados para automação
processos industriais voltados para automação
 
241 producaoonline 05
241 producaoonline 05241 producaoonline 05
241 producaoonline 05
 
Startupbraga
StartupbragaStartupbraga
Startupbraga
 
Informatica
InformaticaInformatica
Informatica
 
Manutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadoresManutenção e montagem de computadores
Manutenção e montagem de computadores
 
Manutenção de computadores
Manutenção de computadoresManutenção de computadores
Manutenção de computadores
 
081112 manut mont
081112 manut mont081112 manut mont
081112 manut mont
 
Montagem e Manutenção de Computadores
Montagem e Manutenção de ComputadoresMontagem e Manutenção de Computadores
Montagem e Manutenção de Computadores
 
Manuscrito Si Brasil
Manuscrito Si BrasilManuscrito Si Brasil
Manuscrito Si Brasil
 
Dict 2008
Dict 2008Dict 2008
Dict 2008
 
Dict 2008
Dict 2008Dict 2008
Dict 2008
 

Mais de Eduardo Fagundes

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
Eduardo Fagundes
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
Eduardo Fagundes
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Eduardo Fagundes
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Eduardo Fagundes
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
Eduardo Fagundes
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
Eduardo Fagundes
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
Eduardo Fagundes
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
Eduardo Fagundes
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Eduardo Fagundes
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
Eduardo Fagundes
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
Eduardo Fagundes
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
Eduardo Fagundes
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
Eduardo Fagundes
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
Eduardo Fagundes
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
Eduardo Fagundes
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
Eduardo Fagundes
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
Eduardo Fagundes
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
Eduardo Fagundes
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
Eduardo Fagundes
 
Modelo de maturidade da competência
Modelo de maturidade da competênciaModelo de maturidade da competência
Modelo de maturidade da competência
Eduardo Fagundes
 

Mais de Eduardo Fagundes (20)

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
 
Modelo de maturidade da competência
Modelo de maturidade da competênciaModelo de maturidade da competência
Modelo de maturidade da competência
 

Último

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 

Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1

  • 1. SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br GRUPO DE ESTUDOS: CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TI E TELECOMUNICAÇÕES SUMÁRIO DA PROPOSTA O objetivo do grupo de estudo é identificar as demandas do mercado de TI para alinhar com a oferta dos cursos de pós-graduação de TI. Assume-se como premissa que os cursos de graduação tem a finalidade de formação generalista e prepara os alunos para o ingresso no mercado de trabalho. Os cursos de pós-graduação tem o objetivo de qualificar os profissionais em determinadas áreas de conhecimento para melhorar seu desempenho e permitir seu crescimento na organização. A criação de novos cursos de especialização deve acompanhar a dinâmica e a velocidade das demandas do mercado, tanto em conteúdo como em número de vagas para atender às necessidades do mercado. O atraso da introdução de uma nova tecnologia no mercado pode ser ocasionada pela ausência de pessoal qualificado. As empresas pioneiras acabam pagando um alto custo para introduzir novas tecnologias, que podem em alguns casos pode ser inviabilizada pela ausência de pessoal especializado. Em geral, os primeiros profissionais capacitados tem um custo maior. Atraídos pelo alto salários, novos profissionais se especializam nas áreas de baixa oferta de profissionais e alta demanda pelas empresas, iniciando um processo que com o tempo atinge a saturação do mercado e, consequentemente, o valor dos salários diminui. De uma forma geral, os cursos de pós-graduação só detectam as novas demandas quando a curva de demanda está próxima a saturação. Isso reduz a atratividade dos cursos e se estabelece uma situação crônica de baixa procura e, muitas vezes, as turmas não fecham por falta do número mínimo de alunos. O objetivo do grupo de estudos é antecipar a demanda e permitir que as escolas desenvolvam novos cursos para atender a demanda de mercado antes de atingir a linha de saturação. Serão beneficiadas as empresas que aceleram e reduzem seus custos de implantação de novas tecnologias, os fornecedores que aumentam suas vendas e, consequentemente, devem contratar mais especialistas e as escolas que aumentam sua relevância no mercado com novos conteúdos e trabalhos acadêmicos com as necessidade do mercado, além de aumento de receita. O conteúdo detalhado de cada curso será desenvolvido por cada escola de pós-graduação com o objetivo de fomentar a competição sadia no mercado, onde cada instituição aproveitará seus recursos humanos e tecnológicos para criar os diferenciais de mercado. O grupo identificará o conhecimento e habilidades necessárias para cada função existente nos usuários finais e fornecedores de TI. A partir desse levantamento serão discutidas as novas tecnologias e habilidades gerenciais necessárias para o aumento de desempenho desses profissionais e, consequentemente, das equipes das organizações. O grupo de estudos será coordenado pela vice-presidência de inovação da SUCESU-SP e serão convidados seus associados, fornecedores de TI e escolas de pós-graduação, devidamente credenciadas pelo MEC. Os representantes do interior do Estado de São Paulo participarão através de vídeo ou áudio conferencia, ficando aberta sua participação presencial na sede da SUCESU-SP em São Paulo. Com o objetivo de suportar os custos intrínsecos ao projeto (contratações de serviços de pesquisa, infraestrutura para eventos, viagens, confecção de material para distribuição, etc.) será formado um fundo para o projeto com contribuições dos participantes e entidades que venham solicitar o conteúdo dos trabalhos. Os valores das contribuições serão discutidas e aprovadas pelo grupo.
  • 2. SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br Contexto Os cursos universitários de bacharelado em informática disponíveis no Brasil: Ciência da Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação. Na leitura leiga dos propósitos dos cursos é difícil distinguir as diferenças marcantes de atuação dos profissionais de Ciência da Computação e Sistemas de Informação. A diferença do campo de atuação fica na Engenharia da Computação, onde os profissionais têm uma vocação maior para equipamentos, porém com habilidades para análise de sistemas. Ciência da Computação: cria e desenvolve softwares e aplicativos para computadores. Gerencia equipes e instala sistemas de computação, desde um simples programa de controle de estoque até sofisticados sistemas de processamento de informações. Sistemas de Informação: planeja o uso adequado da informática para empresas. Desenvolve programas para a geração, o processamento, o armazenamento e a recuperação de informações em redes de computadores. Engenharia da Computação: atua na supervisão e orientação técnica de construção, operação e assistência de equipamentos elétricos e eletrônicos e sistemas de comunicação e telecomunicações. Realiza estudos, projetos e operação de equipamentos. Também atua na análise de sistemas computacionais. Entretanto, o mercado de trabalho faz uma equalização dos profissionais, denominando-os simplesmente como Analistas de Sistemas. Para regulamentar a profissão de Analista de Sistema existe uma definição das atividades e atribuições dos profissionais para efeito de lei: I - planejamento, coordenação e execução de projetos de sistemas de informação, como tais entendidos os que envolvam o processamento de dados ou utilização de recursos de informática e automação; II – elaboração de orçamentos e definições operacionais e funcionais de projetos e sistemas para processamento de dados, informática e automação; III – definição, estruturação, teste e simulação de programas e sistemas de informação; IV – elaboração e codificação de programas; V – estudos de viabilidade técnica e financeira para implantação de projetos e sistemas de informação, assim como máquinas e aparelhos de informática e automação; VI – fiscalização, controle e operação de sistemas de processamento de dados que demandem acompanhamento especializado; VII – suporte técnico e consultoria especializada em informática e automação; VIII – estudos, análises avaliações, vistorias, pareceres, perícias e auditorias de projetos e sistemas de informação; IX - ensino, pesquisa, experimentação e divulgação tecnológica; X - qualquer outra atividade que, por sua natureza, se insira no âmbito de suas profissões. A partir da redação da lei, a análise de sistemas é uma profissão, cujas responsabilidades concentram-se na análise do sistema e na administração de sistemas computacionais. Cabe a este profissional parte da organização, implantação e manutenção de aplicativos e redes de computadores, ou seja, o analista de sistemas é o responsável pelo levantamento de informações sobre uma empresa a fim de utilizá-las no
  • 3. SUCESU - Sociedade de Usuários de Informática e Telecomunicações - São Paulo Rua Professor Tamandaré Toledo, 69 3º andar. CEP: 04532-020 - Itaim Bibi - São Paulo - SP Tel.: (11) 2165-1331 / (11) 2165-1332 | sucesusp@sucesusp.org.br desenvolvimento de um sistema para a mesma ou para o levantamento de uma necessidade específica do cliente para desenvolver este programa especifico com base nas informações colhidas. Observamos que em nenhum momento é enfatizado os aspectos de negócios. A descrição das atividades do analista de sistema coloca-o numa posição de passividade frente aos desafios empresariais, remetendo-o ao nível estritamente operacional. Com esse perfil de atuação, dificilmente a organização enxergará a TI com potencial para liderar inovações tecnológicas na transformação de negócios na busca de diferencial competitivo. Cabe aos cursos de pós-graduação a especialização e o desenvolvimento de habilidades gerenciais para capacitar os profissionais de TI para ocupar posições de executivas nas organizações. SUCESU-SP A SUCESU-SP foi fundada em janeiro de 1967, como a denominação original de Sociedade dos Usuários de Computadores e Equipamentos Subsidiários. Era a iniciativa de um grupo de usuários empreendedores, que se reunia para debater e buscar soluções em conjunto para suas necessidades de “computação”. Hoje, com a mesma sigla SUCESU-SP, o nome foi atualizado para Sociedade dos Usuários de Informática e Telecomunicações do Estado de São Paulo sendo a maior, mais antiga e mais experiente entidade sem fins lucrativos na defesa dos usuários e do desenvolvimento da Informática e Telecomunicações do estado. Assim como as demais regionais SUCESU em vários estados brasileiros, congregadas através da SUCESU Nacional, a SUCESU-SP tem a missão de representar e defender os usuários de Informática e Telecomunicações do Estado de São Paulo. Atua por meio de ações políticas, institucionais e técnicas, assim como mantêm um canal direto e positivo entre os que utilizam e os que produzem soluções de TI e Telecom. O objetivo é sempre propiciar ganhos de produtividade e melhores resultados para as empresas, as organizações e os profissionais que utilizam ou que fornecem produtos e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação. A SUCESU-SP conta com associados (pessoas físicas e jurídicas), parceiros e apoiadores entre as principais empresas de todos os setores da economia do País.