SlideShare uma empresa Scribd logo
“Fisiologia na educação de jovens conscientes para a
cidadania II”
Autores: Carolaine Santos Spredemann
Gabriel Paz Maschio
Orientadora: Ana Maria Caliman Filadelfi
Universidade Federal do Paraná
Setor de Ciências Biológicas
Departamento de Fisiologia
Olá pessoal, eu sou o médico Carlos e hoje
vou falar sobre o câncer infantil, também
conhecido como câncer pediátrico.
Primeiro: vocês sabem o que é o câncer?
Então, o câncer é gerado pelo
crescimento excessivo de células
anormais no nosso organismo, também
definido como a proliferação
descontrolada de células anormais!
Essas células anormais são as células
cancerígenas, também chamadas de
neoplásicas.
O câncer infantil não é igual ao câncer em
adultos, porque ele se espalha de maneira
diferente, geralmente afetando as células
sanguíneas e os tecidos de sustentação, como
por exemplo, o tecido ósseo. Já em adultos, as
células afetadas estão mais presentes no
epitélio, que recobre diferentes órgãos, como
por exemplo, pulmão, estômago e outros.
De acordo com Instituto Nacional de
Câncer, em 2017, o câncer pediátrico (de
0 a 15 anos de idade), no Brasil, já
representava 8% da causa de morte
infantil. E os cânceres do sangue, como a
leucemia e o linfoma, estão no topo da
lista dos mais comuns!
Nas últimas décadas houve um grande
progresso no tratamento do câncer na
infância e na adolescência, mas mesmo
assim, é importante ficar atento a
qualquer alteração tanto física, quanto
de comportamento, porque faz toda a
diferença ter o diagnostico precoce da
doença!!
Os sinais e os sintomas da doença são:
 Dores de cabeça pela manhã e vômito;
 Caroços no pescoço, nas axilas e na
virilha, ínguas que não se curam;
 Dores constantes nas pernas e
atrapalham as atividades das crianças;
 Manchas arroxeadas na pele, como
hematomas ou “pintinhas” vermelhas;
 Aumento de tamanho da barriga;
 Brilho branco em um ou nos dois olhos
quando a criança sai em fotografias
com flash.
Agora vocês vão conhecer a historia
da menina Ana, que aos 7 anos
descobriu que estava com câncer...
Ela vai contar como e quais foram os
sinais e sintomas que ela apresentou
até descobrir que estava com a
doença.
Oi pessoal! Meunome é Ana,
tenho 7anos e hoje vou
contar a minha história para
vocês.
No inicio eu sentia fortes dores nos ossos
Depois o lugar que estava doendo ficava inchado...
Eu estava sempre com febre...
Mamãe, meu coração
está acelerado!
Ana, eu estou
preocupada com você!
Precisamos ir ao
médico.
Sentia meu coração bater muitoforte
Meus ossos quebravam-se facilmente...
Comecei a perceber que estava perdendo cada dia mais peso, mesmo sem fazer
nada para emagrecer!
Filha, você está emagrecendo
demais, vou te levar ao
médico.
Está bem,
mamãe.
Então, de acordo com os exames de imagem
da Ana e a biópsia, ela está com câncer
ósseo infantil... O tratamento para esse tipo
de câncer é a quimioterapia e a cirurgia e
precisa ser urgente!
Pode falar, doutor, o
que a minha filha
tem?
Foi então, pelo médico oncologista, que eu descobri que tinha
câncer. Ele mostrou qual tratamento eu deveria fazer para ficar
bem de novo e também me falou que quanto mais cedo for
diagnosticadoo câncermais fáciléde setratar!Porisso,quando
a gente percebe algum sinal ou sintoma diferente em nosso
corpo é muito importante procurar um médico para saber o que
estáacontecendo!!
Existem varias doenças e vários tipos de câncer que
podem aparecer em nosso corpo: desde uma leucemia
(no sangue, 28%) que é o câncer mais comum, até o
retinoblastoma (nos olhos, 3%), que é um câncer mais
raro, mas também bastante grave... Outros tipos são:
tumores do sistema nervoso central (26%), linfomas
(13,3%), câncer de ovário (6,7%), órgãos respiratórios
(13,5%), ósseos (5%), etc.
Durante o tratamento, eu conheci uma
menina chamada Luiza. Ela descobriu que
tinha câncer nos olhos, conhecido como
retinoblastoma. Mas a maneira como a
família dela ficou desconfiada de que havia
alguma coisa de diferente na Luiza, foi bem
aleatória... Eles foram tirar uma foto dela e
na foto, os seus olhos brilharam com o flash!
Olhem só
como ficou a
foto da
Luiza!
Os olhos dela eram
escuros, mas, nas
fotos, eles
brilhavam!
Então pessoal essa é a minha história...
Depois que eu fiz o tratamento, eu me
recuperei e fiquei bem! É muito importante
sempre ir ao médico porque cada câncer tem
sintomas diferentes. Como vocês viram, um
desses sintomas podem ser, por exemplo, um
brilho branco em um ou nos dois olhos em
fotografias com flash como aconteceu com a
Luiza, que depois do tratamento se recuperou
também! Então, amiguinhos, quando
perceberem um sinal diferente no corpo
avisem seus responsáveis e vão ao médico,
sempre e sem demora!!! 
Tipos de câncer infantil - Jornal Futura - Canal Futura
https://youtu.be/6CQQMZdGcE800, acesso em
12/11/19
Ministério da saúde
https://youtu.be/r34px12kyF8, acesso em
12/11/19
https://www.youtube.com/watch?v=PziNdGLMNsw,
acesso em 18/11/19
 AMERICAN CHILDHOOD CANCER ORGANIZATION - ACCO. Types of childhood cancer.
Disponível em: <https://www.acco.org/types-of-childhood-cancer/>. Acesso em: 04 jul. 2018.
 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINFOMA E LEUCEMIA - ABRALE. Câncer infantil. Disponível em:
<https://www.abrale.org.br/doencas/cancer-infantil?gclid=cjwkcaiaumtfbraceiwav4sdkr4ntjzl61rv4hge--
idsk0mgwjo6aluycfn_sfxxooph_g_ccx8chocwxqqavd_bwe>. Acesso em: 18 nov. 2018.
 ASSOCIAÇÃO DE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER - AACC. O que é câncer infantil?. Disponível em:
<http://www.aacc.org.br/o-cancer-infantil/>. Acesso em: 04 jul. 2018.
 GRUPO DE APOIO AO ADOLESCENTE E A CRIANÇA COM CÂNCER - GRAACC. Câncer infantil. Disponível em:
<https://graacc.org.br/cancer-infantil/?gclid=cjwkcaiaumtfbraceiwav4sdkbzzz5h-
wny79rgalqize0ebcp6qli7crriwgpvvbaxirvdtsvxoexocs8kqavd_bwe>. Acesso em: 18 nov. 2018.
 <https://www.minhavida.com.br/saude/temas/tumor-ósseo> Acesso em: 01 abr. 2020.
 INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER JOSE ALENCAR GOMES DA SILVA - INCA. Câncer infantil. Disponível em:
<http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/infantil>. Acesso em: 18 nov. 2018.
 NATIONAL CANCER INSTITUTE - NCI. Childhood cancers. Disponível em:
<https://www.cancer.gov/types/childhood-cancers>. Acesso em: 18 nov. 2018.
 NATIONAL CANCER INSTITUTE - NCI. Nci dictionary of cancer terms. Disponível em:
<https://www.cancer.gov/publications/dictionaries/cancer-terms/def/childhood-cancer>. Acesso em: 04
jul. 2018.
 https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de-
cancer-no-brasil.pdf
Autores: Carolaine Santos Spredemann
Gabriel Paz Maschio
Ilustrações: Carolaine Santos Spredemann
Orientadora: Ana Maria Caliman Filadelfi
Consultoria: Profa. Dra. Daniela Fiori Gradia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados Paliativos
Oncoguia
 
Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)
Universidade Norte do Paraná
 
Cuidados paliativos
Cuidados paliativosCuidados paliativos
Cuidados paliativos
Eliane Santos
 
Suporte bã¡sico de vida em pediatria
Suporte bã¡sico de vida em pediatriaSuporte bã¡sico de vida em pediatria
Suporte bã¡sico de vida em pediatria
Anna Paula Bastos
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
Elter Alves
 
4 Comunicação em saúde.pdf
4 Comunicação em saúde.pdf4 Comunicação em saúde.pdf
4 Comunicação em saúde.pdf
MichelleSoares58
 
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Aline Bandeira
 
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
joselene beatriz
 
Prescrição Médica Hospitalar
Prescrição Médica HospitalarPrescrição Médica Hospitalar
Prescrição Médica Hospitalar
Francismar Prestes Leal
 
Cancer
CancerCancer
Manual de siglas
Manual de siglasManual de siglas
Manual de siglas
Marcelo Leal Souza
 
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagemAs reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
universitária
 
Reanimacao Neonatal
Reanimacao NeonatalReanimacao Neonatal
Reanimacao Neonatal
Mercia Lisieux
 
Crise convulsiva e quedas
Crise convulsiva e quedasCrise convulsiva e quedas
Crise convulsiva e quedas
Natalia Mikaele Vasconcellos
 
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasivaMonitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
resenfe2013
 
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele SpindlerAssistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Jesiele Spindler
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
Renatbar
 
Apresentação curso planejamento fliar
Apresentação curso planejamento fliarApresentação curso planejamento fliar
Apresentação curso planejamento fliar
tvf
 
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátricaEnfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Regiane Ribeiro
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Denis Fernando Martins
 

Mais procurados (20)

Cuidados Paliativos
Cuidados PaliativosCuidados Paliativos
Cuidados Paliativos
 
Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)Tumores em pediatria (ppt)
Tumores em pediatria (ppt)
 
Cuidados paliativos
Cuidados paliativosCuidados paliativos
Cuidados paliativos
 
Suporte bã¡sico de vida em pediatria
Suporte bã¡sico de vida em pediatriaSuporte bã¡sico de vida em pediatria
Suporte bã¡sico de vida em pediatria
 
1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem1ª aula introducao de-enfermagem
1ª aula introducao de-enfermagem
 
4 Comunicação em saúde.pdf
4 Comunicação em saúde.pdf4 Comunicação em saúde.pdf
4 Comunicação em saúde.pdf
 
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
Protocolo de Cirurgia Segura AULA 2
 
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
Relatório de enfermagem 'Enfermeira Joselene Beatriz'
 
Prescrição Médica Hospitalar
Prescrição Médica HospitalarPrescrição Médica Hospitalar
Prescrição Médica Hospitalar
 
Cancer
CancerCancer
Cancer
 
Manual de siglas
Manual de siglasManual de siglas
Manual de siglas
 
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagemAs reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
As reações das crianças hospitalizadas e as intervenções de enfermagem
 
Reanimacao Neonatal
Reanimacao NeonatalReanimacao Neonatal
Reanimacao Neonatal
 
Crise convulsiva e quedas
Crise convulsiva e quedasCrise convulsiva e quedas
Crise convulsiva e quedas
 
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasivaMonitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
 
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele SpindlerAssistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
Assistencia Enfermagem Neonatal - Enf Jesiele Spindler
 
Aula biossegurança
Aula biossegurançaAula biossegurança
Aula biossegurança
 
Apresentação curso planejamento fliar
Apresentação curso planejamento fliarApresentação curso planejamento fliar
Apresentação curso planejamento fliar
 
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátricaEnfermagem em Uti neonatal e pediátrica
Enfermagem em Uti neonatal e pediátrica
 
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
Movimentação e transporte  de vítimas de traumaMovimentação e transporte  de vítimas de trauma
Movimentação e transporte de vítimas de trauma
 

Semelhante a Cartilha Câncer Infantil

Câncer infantil - Materno infantil.
Câncer infantil - Materno infantil. Câncer infantil - Materno infantil.
Câncer infantil - Materno infantil.
MARAILZA LIMA
 
Novidades Sobre O CâNcer Infantil
Novidades Sobre O CâNcer InfantilNovidades Sobre O CâNcer Infantil
Novidades Sobre O CâNcer Infantil
ecsette
 
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar dissoCartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Farmacêutico Digital
 
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de MamaSalto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
FERNANDA WETZSTEIN
 
OutubroRosa_Apresentação principal..pptx
OutubroRosa_Apresentação principal..pptxOutubroRosa_Apresentação principal..pptx
OutubroRosa_Apresentação principal..pptx
IdindundunIfaTemple
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
Betina Veiga
 
eBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mamaeBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mama
GnTech
 
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mamapalestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
MirianSouzaRibeiro
 
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdfCartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
maxion03
 
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdfcartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
ONGCOMUNIDADEPARTICI
 
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ..."A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
Oncoguia
 
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
josé pery salgado
 
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNCCâncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
Laped Ufrn
 
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptxOutubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
WilsonBonifcio
 
Sinais e Sintomas do Câncer Infantil
Sinais e Sintomas do Câncer InfantilSinais e Sintomas do Câncer Infantil
Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16
Setemi News
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc final
Pedro Antonio
 
Repercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mamaRepercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mama
Pedro Antonio
 
App PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer ProstataApp PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer Prostata
José Victor Rabelo
 
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.PauloXI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
Oncoguia
 

Semelhante a Cartilha Câncer Infantil (20)

Câncer infantil - Materno infantil.
Câncer infantil - Materno infantil. Câncer infantil - Materno infantil.
Câncer infantil - Materno infantil.
 
Novidades Sobre O CâNcer Infantil
Novidades Sobre O CâNcer InfantilNovidades Sobre O CâNcer Infantil
Novidades Sobre O CâNcer Infantil
 
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar dissoCartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
 
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de MamaSalto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
Salto Lab X - Blumenau - Fernanda Maisa Wetzstein - Câncer de Mama
 
OutubroRosa_Apresentação principal..pptx
OutubroRosa_Apresentação principal..pptxOutubroRosa_Apresentação principal..pptx
OutubroRosa_Apresentação principal..pptx
 
Câncer de Mama
Câncer de MamaCâncer de Mama
Câncer de Mama
 
eBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mamaeBook - Câncer de mama
eBook - Câncer de mama
 
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mamapalestra prevenção cancer de colo de utero e mama
palestra prevenção cancer de colo de utero e mama
 
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdfCartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
Cartilha_câncer_de_mama_2023_8_ed.pdf
 
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdfcartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
cartilha_cancer_de_mama_2022.pdf
 
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ..."A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
"A Força da Mídia em Articulação com a Voz do Paciente" - Sobre o Oncoguia e ...
 
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
CULTURARTEEN 179 - outubro 2017
 
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNCCâncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
Câncer na infância e adolescência: Tumores de SNC
 
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptxOutubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
Outubro Rosa - Emilia_Wilson.pptx
 
Sinais e Sintomas do Câncer Infantil
Sinais e Sintomas do Câncer InfantilSinais e Sintomas do Câncer Infantil
Sinais e Sintomas do Câncer Infantil
 
Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16Setemi News Outubro/16
Setemi News Outubro/16
 
Apresentação t cc final
Apresentação t cc finalApresentação t cc final
Apresentação t cc final
 
Repercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mamaRepercussões psicológicas do cancer de mama
Repercussões psicológicas do cancer de mama
 
App PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer ProstataApp PISC4-Cancer Prostata
App PISC4-Cancer Prostata
 
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.PauloXI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
XI Fórum Nacional Oncoguia - Folha de S.Paulo
 

Mais de Ana Filadelfi

Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdfFisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
Ana Filadelfi
 
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdfCartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
Ana Filadelfi
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Ana Filadelfi
 
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúdeCartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
Ana Filadelfi
 
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitarCartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Ana Filadelfi
 
Cartilha Sistema Respiratório
Cartilha Sistema RespiratórioCartilha Sistema Respiratório
Cartilha Sistema Respiratório
Ana Filadelfi
 
Cartilha Sistema Nervoso
Cartilha Sistema NervosoCartilha Sistema Nervoso
Cartilha Sistema Nervoso
Ana Filadelfi
 
Cartilha riscos da automedicação
Cartilha riscos da automedicaçãoCartilha riscos da automedicação
Cartilha riscos da automedicação
Ana Filadelfi
 
Cartilha A nossa saúde e o ambiente
Cartilha  A nossa saúde e o ambienteCartilha  A nossa saúde e o ambiente
Cartilha A nossa saúde e o ambiente
Ana Filadelfi
 
Cartilha ritmos biológicos sono em animais
Cartilha ritmos biológicos   sono em animaisCartilha ritmos biológicos   sono em animais
Cartilha ritmos biológicos sono em animais
Ana Filadelfi
 
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentesCartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
Ana Filadelfi
 
A nossa saúde e o ambiente
A nossa saúde e o ambienteA nossa saúde e o ambiente
A nossa saúde e o ambiente
Ana Filadelfi
 
Cartilha hipertensão
Cartilha hipertensãoCartilha hipertensão
Cartilha hipertensão
Ana Filadelfi
 
Cartilha diabetes
Cartilha diabetesCartilha diabetes
Cartilha diabetes
Ana Filadelfi
 
Cartilha saúde e bem estar
Cartilha saúde e bem estarCartilha saúde e bem estar
Cartilha saúde e bem estar
Ana Filadelfi
 
Cartilha higiene e saúde
Cartilha higiene e saúdeCartilha higiene e saúde
Cartilha higiene e saúde
Ana Filadelfi
 
Cartilha sobre ritmos biológicos
Cartilha sobre ritmos biológicosCartilha sobre ritmos biológicos
Cartilha sobre ritmos biológicos
Ana Filadelfi
 
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedadeAula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
Ana Filadelfi
 
Aula 9 Riscos da automedicação
Aula 9 Riscos da automedicaçãoAula 9 Riscos da automedicação
Aula 9 Riscos da automedicação
Ana Filadelfi
 
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitosCartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Ana Filadelfi
 

Mais de Ana Filadelfi (20)

Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdfFisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
Fisiodivulgando - projeto de extensão universitária - DFISIO - BL - UFPR.pdf
 
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdfCartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
Cartilha ISTs e Métodos Contraceptivos.pdf
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
 
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúdeCartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
Cartilha atividade física no SUS - promoção da saúde
 
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitarCartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
Cartilha Sexo, sexualidade e gênero: conhecer para respeitar
 
Cartilha Sistema Respiratório
Cartilha Sistema RespiratórioCartilha Sistema Respiratório
Cartilha Sistema Respiratório
 
Cartilha Sistema Nervoso
Cartilha Sistema NervosoCartilha Sistema Nervoso
Cartilha Sistema Nervoso
 
Cartilha riscos da automedicação
Cartilha riscos da automedicaçãoCartilha riscos da automedicação
Cartilha riscos da automedicação
 
Cartilha A nossa saúde e o ambiente
Cartilha  A nossa saúde e o ambienteCartilha  A nossa saúde e o ambiente
Cartilha A nossa saúde e o ambiente
 
Cartilha ritmos biológicos sono em animais
Cartilha ritmos biológicos   sono em animaisCartilha ritmos biológicos   sono em animais
Cartilha ritmos biológicos sono em animais
 
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentesCartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
Cartilha animais peçonhentos: conhecer para respeitar e prevenir acidentes
 
A nossa saúde e o ambiente
A nossa saúde e o ambienteA nossa saúde e o ambiente
A nossa saúde e o ambiente
 
Cartilha hipertensão
Cartilha hipertensãoCartilha hipertensão
Cartilha hipertensão
 
Cartilha diabetes
Cartilha diabetesCartilha diabetes
Cartilha diabetes
 
Cartilha saúde e bem estar
Cartilha saúde e bem estarCartilha saúde e bem estar
Cartilha saúde e bem estar
 
Cartilha higiene e saúde
Cartilha higiene e saúdeCartilha higiene e saúde
Cartilha higiene e saúde
 
Cartilha sobre ritmos biológicos
Cartilha sobre ritmos biológicosCartilha sobre ritmos biológicos
Cartilha sobre ritmos biológicos
 
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedadeAula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
Aula 10 O adolescente na escola, na família e na sociedade
 
Aula 9 Riscos da automedicação
Aula 9 Riscos da automedicaçãoAula 9 Riscos da automedicação
Aula 9 Riscos da automedicação
 
Cartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitosCartilha principais drogas e seus efeitos
Cartilha principais drogas e seus efeitos
 

Último

Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 

Último (20)

Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 

Cartilha Câncer Infantil

  • 1. “Fisiologia na educação de jovens conscientes para a cidadania II” Autores: Carolaine Santos Spredemann Gabriel Paz Maschio Orientadora: Ana Maria Caliman Filadelfi Universidade Federal do Paraná Setor de Ciências Biológicas Departamento de Fisiologia
  • 2. Olá pessoal, eu sou o médico Carlos e hoje vou falar sobre o câncer infantil, também conhecido como câncer pediátrico. Primeiro: vocês sabem o que é o câncer? Então, o câncer é gerado pelo crescimento excessivo de células anormais no nosso organismo, também definido como a proliferação descontrolada de células anormais! Essas células anormais são as células cancerígenas, também chamadas de neoplásicas.
  • 3. O câncer infantil não é igual ao câncer em adultos, porque ele se espalha de maneira diferente, geralmente afetando as células sanguíneas e os tecidos de sustentação, como por exemplo, o tecido ósseo. Já em adultos, as células afetadas estão mais presentes no epitélio, que recobre diferentes órgãos, como por exemplo, pulmão, estômago e outros. De acordo com Instituto Nacional de Câncer, em 2017, o câncer pediátrico (de 0 a 15 anos de idade), no Brasil, já representava 8% da causa de morte infantil. E os cânceres do sangue, como a leucemia e o linfoma, estão no topo da lista dos mais comuns!
  • 4. Nas últimas décadas houve um grande progresso no tratamento do câncer na infância e na adolescência, mas mesmo assim, é importante ficar atento a qualquer alteração tanto física, quanto de comportamento, porque faz toda a diferença ter o diagnostico precoce da doença!! Os sinais e os sintomas da doença são:  Dores de cabeça pela manhã e vômito;  Caroços no pescoço, nas axilas e na virilha, ínguas que não se curam;  Dores constantes nas pernas e atrapalham as atividades das crianças;  Manchas arroxeadas na pele, como hematomas ou “pintinhas” vermelhas;  Aumento de tamanho da barriga;  Brilho branco em um ou nos dois olhos quando a criança sai em fotografias com flash.
  • 5. Agora vocês vão conhecer a historia da menina Ana, que aos 7 anos descobriu que estava com câncer... Ela vai contar como e quais foram os sinais e sintomas que ela apresentou até descobrir que estava com a doença.
  • 6. Oi pessoal! Meunome é Ana, tenho 7anos e hoje vou contar a minha história para vocês.
  • 7. No inicio eu sentia fortes dores nos ossos
  • 8. Depois o lugar que estava doendo ficava inchado...
  • 9. Eu estava sempre com febre...
  • 10. Mamãe, meu coração está acelerado! Ana, eu estou preocupada com você! Precisamos ir ao médico. Sentia meu coração bater muitoforte
  • 11. Meus ossos quebravam-se facilmente...
  • 12. Comecei a perceber que estava perdendo cada dia mais peso, mesmo sem fazer nada para emagrecer! Filha, você está emagrecendo demais, vou te levar ao médico. Está bem, mamãe.
  • 13. Então, de acordo com os exames de imagem da Ana e a biópsia, ela está com câncer ósseo infantil... O tratamento para esse tipo de câncer é a quimioterapia e a cirurgia e precisa ser urgente! Pode falar, doutor, o que a minha filha tem?
  • 14. Foi então, pelo médico oncologista, que eu descobri que tinha câncer. Ele mostrou qual tratamento eu deveria fazer para ficar bem de novo e também me falou que quanto mais cedo for diagnosticadoo câncermais fáciléde setratar!Porisso,quando a gente percebe algum sinal ou sintoma diferente em nosso corpo é muito importante procurar um médico para saber o que estáacontecendo!! Existem varias doenças e vários tipos de câncer que podem aparecer em nosso corpo: desde uma leucemia (no sangue, 28%) que é o câncer mais comum, até o retinoblastoma (nos olhos, 3%), que é um câncer mais raro, mas também bastante grave... Outros tipos são: tumores do sistema nervoso central (26%), linfomas (13,3%), câncer de ovário (6,7%), órgãos respiratórios (13,5%), ósseos (5%), etc.
  • 15. Durante o tratamento, eu conheci uma menina chamada Luiza. Ela descobriu que tinha câncer nos olhos, conhecido como retinoblastoma. Mas a maneira como a família dela ficou desconfiada de que havia alguma coisa de diferente na Luiza, foi bem aleatória... Eles foram tirar uma foto dela e na foto, os seus olhos brilharam com o flash!
  • 16. Olhem só como ficou a foto da Luiza! Os olhos dela eram escuros, mas, nas fotos, eles brilhavam!
  • 17. Então pessoal essa é a minha história... Depois que eu fiz o tratamento, eu me recuperei e fiquei bem! É muito importante sempre ir ao médico porque cada câncer tem sintomas diferentes. Como vocês viram, um desses sintomas podem ser, por exemplo, um brilho branco em um ou nos dois olhos em fotografias com flash como aconteceu com a Luiza, que depois do tratamento se recuperou também! Então, amiguinhos, quando perceberem um sinal diferente no corpo avisem seus responsáveis e vão ao médico, sempre e sem demora!!! 
  • 18. Tipos de câncer infantil - Jornal Futura - Canal Futura https://youtu.be/6CQQMZdGcE800, acesso em 12/11/19 Ministério da saúde https://youtu.be/r34px12kyF8, acesso em 12/11/19 https://www.youtube.com/watch?v=PziNdGLMNsw, acesso em 18/11/19
  • 19.  AMERICAN CHILDHOOD CANCER ORGANIZATION - ACCO. Types of childhood cancer. Disponível em: <https://www.acco.org/types-of-childhood-cancer/>. Acesso em: 04 jul. 2018.  ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINFOMA E LEUCEMIA - ABRALE. Câncer infantil. Disponível em: <https://www.abrale.org.br/doencas/cancer-infantil?gclid=cjwkcaiaumtfbraceiwav4sdkr4ntjzl61rv4hge-- idsk0mgwjo6aluycfn_sfxxooph_g_ccx8chocwxqqavd_bwe>. Acesso em: 18 nov. 2018.  ASSOCIAÇÃO DE APOIO À CRIANÇA COM CÂNCER - AACC. O que é câncer infantil?. Disponível em: <http://www.aacc.org.br/o-cancer-infantil/>. Acesso em: 04 jul. 2018.  GRUPO DE APOIO AO ADOLESCENTE E A CRIANÇA COM CÂNCER - GRAACC. Câncer infantil. Disponível em: <https://graacc.org.br/cancer-infantil/?gclid=cjwkcaiaumtfbraceiwav4sdkbzzz5h- wny79rgalqize0ebcp6qli7crriwgpvvbaxirvdtsvxoexocs8kqavd_bwe>. Acesso em: 18 nov. 2018.  <https://www.minhavida.com.br/saude/temas/tumor-ósseo> Acesso em: 01 abr. 2020.  INSTITUTO NACIONAL DO CÂNCER JOSE ALENCAR GOMES DA SILVA - INCA. Câncer infantil. Disponível em: <http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/infantil>. Acesso em: 18 nov. 2018.  NATIONAL CANCER INSTITUTE - NCI. Childhood cancers. Disponível em: <https://www.cancer.gov/types/childhood-cancers>. Acesso em: 18 nov. 2018.  NATIONAL CANCER INSTITUTE - NCI. Nci dictionary of cancer terms. Disponível em: <https://www.cancer.gov/publications/dictionaries/cancer-terms/def/childhood-cancer>. Acesso em: 04 jul. 2018.  https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files/media/document/estimativa-2020-incidencia-de- cancer-no-brasil.pdf
  • 20. Autores: Carolaine Santos Spredemann Gabriel Paz Maschio Ilustrações: Carolaine Santos Spredemann Orientadora: Ana Maria Caliman Filadelfi Consultoria: Profa. Dra. Daniela Fiori Gradia