SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Balanço Patrimonial
Razonete – Balancete – Balanço
Balanço Patrimonial
• É a demonstração contábil mais importante,
onde mostra toda a situação contábil –
financeira da empresa
Organograma do Balanço
Ativo
Circulante
Não
Circulante
Passivo
Circulante
Patrimônio
Liquido
Estrutura do Balanço
Ativo:___________
Circulante:_______
Não Circulante:____
Imobilizado:______
Passivo:__________
Circulante:_______
Patrimônio
Liquido:__________
Ativo Circulante
• O Ativo Circulante agrupa dinheiro e tudo o que será transformado
em dinheiro rapidamente. São contas que estão constantemente
em giro, movimento, circulação.
• Neste grupo são registrados os bens e direitos que a empresa
consegue realizar (transformar) em dinheiro até o final do exercício
seguinte, ou seja, no curto prazo.
• Ex: Uma empresa cujo exercício social encerre em 31 de dezembro,
ao realizar o encerramento do exercício de 31 de dezembro de
2006, deverá classificar no curto prazo (ativo circulante) todos os
valores realizáveis até 31 de dezembro de 2007.
Ativo não circulante
• São registrados os direitos que serão realizados (transformados em
dinheiro) após o final do exercício seguinte (longo prazo), assim
como os bens de uso (veículos, máquinas, etc.) e de renda da
empresa (aluguéis, imóveis para vendas, etc.).
• Ou seja, no Não Circulante são incluídos todos os bens de natureza
duradoura destinados ao funcionamento normal da sociedade e do
seu empreendimento, assim como os direitos exercidos com essa
finalidade.
• O Ativo Não Circulante está dividido em 4 grupos: Realizável a longo
prazo, Investimentos, Imobilizado e Intangível.
Passivo Circulante
• Neste grupo, classificam-se as contas que representam obrigações
da empresa para com terceiros no curso do exercício seguinte. Ex.:
Salários a Pagar, Fornecedores, Impostos a Pagar, Empréstimos
Bancários etc.
• São as obrigações (dívidas) exigíveis que deverão ser pagas até o
fim do exercício seguinte.
• Neste grupo são escrituradas as obrigações da entidade, inclusive
financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-circulante,
quando se vencerem no exercício seguinte. No caso de o ciclo
operacional da empresa ter duração maior que a do exercício social,
a concepção terá por base o prazo desse ciclo.
Patrimônio Líquido
• O Patrimônio Líquido é a diferença entre os valores do ativo (+) e do
passivo (-) de uma entidade em determinado momento, ou seja, se
a empresa tem um Ativo (bens + direitos) de R$100.000,00 e um
Passivo (obrigações) de R$40.000,00, o Patrimônio Líquido dessa
entidade será de R$60.000,00.
• O PL também figura no lado do Passivo em virtude o capital,
reservas, etc., pertencerem aos proprietários da empresa (sócios,
acionistas) e não deixa de ser uma obrigação da empresa pessoa
jurídica para com os proprietários pessoa física.
Ativo
R$ 100.000,00
Passivo
R$ 40.000,00
Patrimônio Líquido
R$ 60.000,00
Total do Ativo: R$ 100.000,00 Total do Passivo: R$ 100.000,00
Classificação das contas
• Todos as contas do Ativo encontram-se discriminadas no lado esquerdo do
Balanço Patrimonial e são classificadas em ordem decrescente do grau de
liquidez dos elementos patrimoniais que representam. Ou seja, de acordo com a
rapidez com que podem ser convertidas em dinheiro (ordem de liquidar as dívidas,
de pagar os compromissos). Os itens de maior liquidez aparecem no começo do
Ativo, já os de menor liquidez aparecem em último lugar. Ex.: a conta Caixa é a de
maior liquidez, encontrando-se no topo. Já a conta Máquinas e Equipamentos tem
uma liquidez menor, encontrando-se classificada mais abaixo, pois não possui o
mesmo potencial que a conta Caixa para ser convertida em dinheiro.
• Todas as contas do Passivo encontram-se discriminadas no lado direito do
Balanço Patrimonial e são classificadas segundo a ordem decrescente de
exigibilidade. As contas são originadas de recursos de terceiros e são
classificadas de acordo com o seu vencimento, isto é, aquelas contas que serão
liquidadas mais rapidamente (curto prazo) aparecem no topo da coluna do Passivo, e
as que serão pagas em um prazo maior (longo prazo) aparecem mais para o final.
• Já no Patrimônio Líquido (PL) (que faz parte do Passivo), também do lado direito
do Balanço Patrimonial, as contas são originadas de recursos próprios, como
investimentos feitos pelos proprietários (dinheiro aplicado) para abertura da empresa,
por reserva de lucros, prejuízos ou lucros acumulados, etc. Quando o saldo do PL
aumenta, significa que a empresa ficou mais rica. Quando o saldo do PL diminui,
significa que ela ficou mais pobre.
Classificação das contas
• IMPORTANTE.: É importante saber que os Lucros Acumulados só podem existir em
empresas de pequeno porte. Nas Sociedades por Ações (SAs, Companhias,
empresas de grande porte), deve haver distribuição de lucros, sendo a conta
Lucros Acumulados uma conta transitória usada para a transferência do lucro
apurado do exercício. De acordo com a Lei 11.638/07, torna-se obrigatória a
destinação total dos Lucros nas SAs e empresas de grande porte.
• IMPORTANTE: Sociedades de Grande Porte são empresas que apresentaram
faturamento superior a 300 milhões de reais no exercício imediatamente anterior
ao que estamos encerrando. Adicionalmente, são também consideradas de grande
porte empresas com ativos iguais ou superiores a 240 milhões de reais.
• De acordo com o artigo 178 da Lei 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações), as
contas são classificadas nos seguintes grupos, segundo os elementos do
patrimônio que representam:
Tabelas
O artigo 179 da Lei 6.404/76 (Lei das Sociedades
por Ações) fala sobre como as contas deverão
ser classificadas. Porém, podemos classificá-las
da seguinte forma para um melhor
entendimento:
Classificação
Contas Classificação (Ativo Circulante, Imobilizado –
Não circulante, Passivo Circulante, Patrimônio
Liquido).
Caixa Ativo Circulante
Bancos Ativo Circulante
Clientes Ativo Circulante
Veículos Não Circulante – Imobilizado
Fornecedores Passivo Circulante
Maquinas Não Circulante – Imobilizado
Salários a Pagar Passivo Circulante
Terreno Não Circulante – Imobilizado
Aluguel a Pagar Passivo Circulante
Capital Patrimônio Liquido
Exemplo
Plano de contas
• Caixa: 5.000
• Bancos: 15.000
• Clientes: 10.000
• Veículos: 20.000
• Fornecedores: 20.000
• Capital: 30.000
Balanço Patrimonial
Ativo:___________
Circulante:_______
Caixa:___________
Bancos:__________
Clientes:_________
Não Circulante:____
Imobilizado:______
Veículos:_________
Passivo:___________
Circulante:_________
Fornecedores:______
Patrimônio
Liquido:__________
Capital:__________
50.000 50.000
30.000
5.000
15.000
10.000
20.000
20.000
20.000
20.000
20.000
30.000
30.000
Entendendo o Exemplo
• A soma do caixa + bancos + clientes é igual o
“circulante”
• O valor de “veiculo” deve ser igual no
“imobilizado” e no “não circulante”.
“Imobilizado” e “não circulante” devem dar
sempre o mesmo resultado
• A soma do “Ativo circulante” e do “não
circulante” é igual ao “ativo”.
• A soma do “Patrimônio Liquido” + “Passivo
Circulante” é igual ao “Passivo”.
Documento Contabil
Exercício
Plano de contas
• Caixa: 10.000
• Bancos: 30.000
• Clientes: 20.000
• Terreno: 40.000
• Maquinas: 30.000
• Fornecedores: 30.000
• Salários a pagar: 40.000
• Capital: 60.000
Balanço Patrimonial
Ativo:___________
Circulante:_______
Não Circulante:____
Imobilizado:______
Passivo:__________
Circulante:_______
Patrimônio
Liquido:__________
Exercício
Plano de Contas
• Caixa: 20.000
• Bancos: 30.000
• Clientes: 40.000
• Moveis: 10.000
• Veiculos: 50.000
• Impostos a Pagar: 40.000
• Capital: 50.000
• Fornecedor: 60.000
Movimento do Mês
1. Deposito Bancário, em dinheiro
= 10.000.
2. Compra de um veiculo em
cheque = 20.000
3. Compra de moveis, em dinheiro
= 5.000
Efetuar
a. Razonete
b. Balancete
c. Balanço Patrimonial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeirasscutrim
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do ExercícioWandick Rocha de Aquino
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesDaniel Itabaiana
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basicaDayane Dias
 
Principios contábeis
Principios contábeisPrincipios contábeis
Principios contábeisCássio Lima
 
Analise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasAnalise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasbelyalmeida
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoRaimundo Filho
 

Mais procurados (20)

Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Lançamento contabil
Lançamento contabilLançamento contabil
Lançamento contabil
 
Fundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade iFundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade i
 
Aula 1 introdução a adm financeira
Aula 1   introdução a adm financeiraAula 1   introdução a adm financeira
Aula 1 introdução a adm financeira
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
 
Administração financeira
Administração financeiraAdministração financeira
Administração financeira
 
Capital De Giro
Capital De GiroCapital De Giro
Capital De Giro
 
Fluxo de caixa
Fluxo de caixaFluxo de caixa
Fluxo de caixa
 
Análise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações FinanceirasAnálise das Demonstrações Financeiras
Análise das Demonstrações Financeiras
 
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas EmpresasA Importância da Gestão Financeira nas Empresas
A Importância da Gestão Financeira nas Empresas
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basica
 
Principios contábeis
Principios contábeisPrincipios contábeis
Principios contábeis
 
Aula 03 dre
Aula 03 dreAula 03 dre
Aula 03 dre
 
Analise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasAnalise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeiras
 
Noções Básicas de Contabilidade
Noções Básicas de ContabilidadeNoções Básicas de Contabilidade
Noções Básicas de Contabilidade
 
Bp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidosBp exercicios resolvidos
Bp exercicios resolvidos
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Contabilidade patrimônio 2
Contabilidade patrimônio 2Contabilidade patrimônio 2
Contabilidade patrimônio 2
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e crédito
 

Destaque

COMPRENSIÓN DE LECTURA
COMPRENSIÓN DE LECTURACOMPRENSIÓN DE LECTURA
COMPRENSIÓN DE LECTURAPau2406
 
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủng
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủngChia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủng
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủngcuongdienbaby05
 
Avvisi mena' villa d'adige 22-28.08.2016
Avvisi  mena' villa d'adige 22-28.08.2016Avvisi  mena' villa d'adige 22-28.08.2016
Avvisi mena' villa d'adige 22-28.08.2016Parrocchia Menà
 
Comentarios personales libro de la triste armadura
Comentarios personales   libro de la triste armaduraComentarios personales   libro de la triste armadura
Comentarios personales libro de la triste armaduradanielatorres0626
 
TÉCNICAS DE SÍNTESIS
TÉCNICAS DE SÍNTESISTÉCNICAS DE SÍNTESIS
TÉCNICAS DE SÍNTESISPau2406
 
Image Processing on SAR images
Image Processing on SAR imagesImage Processing on SAR images
Image Processing on SAR imagespankaj kumar
 
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDI
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDIPUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDI
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDISuraj Vala
 

Destaque (11)

COMPRENSIÓN DE LECTURA
COMPRENSIÓN DE LECTURACOMPRENSIÓN DE LECTURA
COMPRENSIÓN DE LECTURA
 
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủng
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủngChia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủng
Chia sẻ hữu ích của bà mẹ 3 lần đưa con đi singapore tiêm chủng
 
Avvisi mena' villa d'adige 22-28.08.2016
Avvisi  mena' villa d'adige 22-28.08.2016Avvisi  mena' villa d'adige 22-28.08.2016
Avvisi mena' villa d'adige 22-28.08.2016
 
Comentarios personales libro de la triste armadura
Comentarios personales   libro de la triste armaduraComentarios personales   libro de la triste armadura
Comentarios personales libro de la triste armadura
 
Ruben dario rodriguez pulido
Ruben dario rodriguez pulidoRuben dario rodriguez pulido
Ruben dario rodriguez pulido
 
TÉCNICAS DE SÍNTESIS
TÉCNICAS DE SÍNTESISTÉCNICAS DE SÍNTESIS
TÉCNICAS DE SÍNTESIS
 
Homilia
HomiliaHomilia
Homilia
 
Carta de belgrado
Carta de belgradoCarta de belgrado
Carta de belgrado
 
Image Processing on SAR images
Image Processing on SAR imagesImage Processing on SAR images
Image Processing on SAR images
 
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDI
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDIPUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDI
PUGOS BUSINESS OPPORTUNITY IN HINDI
 
Metodologia dos esportes coletivos i e ii –
Metodologia dos esportes coletivos i e ii –Metodologia dos esportes coletivos i e ii –
Metodologia dos esportes coletivos i e ii –
 

Semelhante a Balanço patrimonial

Resumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade BásicaResumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade Básicaeadrede
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Wandick Rocha de Aquino
 
Contabilidade intermediaria
Contabilidade intermediariaContabilidade intermediaria
Contabilidade intermediariacunha1981
 
Apostila de Contabilidade básica para concurso
Apostila de Contabilidade básica para concursoApostila de Contabilidade básica para concurso
Apostila de Contabilidade básica para concursoBruna Pedroso
 
Custos processosoperaçõescontabeiscpoc
Custos processosoperaçõescontabeiscpocCustos processosoperaçõescontabeiscpoc
Custos processosoperaçõescontabeiscpocGeraldo Luis Araujo
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Wandick Rocha de Aquino
 
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptxAula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptxleonardofeitosa18
 
Introdução a disciplina de contabilidade
Introdução a disciplina de contabilidade Introdução a disciplina de contabilidade
Introdução a disciplina de contabilidade Icaro Mendes
 
Fundamentos da contabilidade
Fundamentos da contabilidadeFundamentos da contabilidade
Fundamentos da contabilidadeCalculos Na Veia
 
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 Módulo 1   Contabilidade Gerencial Módulo 1   Contabilidade Gerencial
Módulo 1 Contabilidade GerencialPUC Minas
 
Noções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaNoções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaAltair Marta
 
4° modulo de contabilidade
4° modulo de contabilidade4° modulo de contabilidade
4° modulo de contabilidadeJeferson Souza
 
07 contabilidade (balanço patrimonial)
07   contabilidade (balanço patrimonial)07   contabilidade (balanço patrimonial)
07 contabilidade (balanço patrimonial)Elizeu Ferro
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Concurseiro Antenado
 
Contabilidade Pública
Contabilidade PúblicaContabilidade Pública
Contabilidade PúblicaBiosfera MS
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialzeramento contabil
 
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade GerencialPUC Minas
 
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaarinemuller
 

Semelhante a Balanço patrimonial (20)

Principios contabeis
Principios contabeisPrincipios contabeis
Principios contabeis
 
Resumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade BásicaResumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade Básica
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
 
Contabilidade intermediaria
Contabilidade intermediariaContabilidade intermediaria
Contabilidade intermediaria
 
Apostila de Contabilidade básica para concurso
Apostila de Contabilidade básica para concursoApostila de Contabilidade básica para concurso
Apostila de Contabilidade básica para concurso
 
Custos processosoperaçõescontabeiscpoc
Custos processosoperaçõescontabeiscpocCustos processosoperaçõescontabeiscpoc
Custos processosoperaçõescontabeiscpoc
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
 
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptxAula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
Aula 04 - Balanço Patrimonial.pptx
 
Introdução a disciplina de contabilidade
Introdução a disciplina de contabilidade Introdução a disciplina de contabilidade
Introdução a disciplina de contabilidade
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
 
Fundamentos da contabilidade
Fundamentos da contabilidadeFundamentos da contabilidade
Fundamentos da contabilidade
 
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 Módulo 1   Contabilidade Gerencial Módulo 1   Contabilidade Gerencial
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 
Noções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair martaNoções básicas de contabilidade por altair marta
Noções básicas de contabilidade por altair marta
 
4° modulo de contabilidade
4° modulo de contabilidade4° modulo de contabilidade
4° modulo de contabilidade
 
07 contabilidade (balanço patrimonial)
07   contabilidade (balanço patrimonial)07   contabilidade (balanço patrimonial)
07 contabilidade (balanço patrimonial)
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
 
Contabilidade Pública
Contabilidade PúblicaContabilidade Pública
Contabilidade Pública
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonial
 
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
 

Mais de Danilo Pereira

Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)
Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)
Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)Danilo Pereira
 
Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Danilo Pereira
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoDanilo Pereira
 
Juros simples e compostos
Juros simples e compostosJuros simples e compostos
Juros simples e compostosDanilo Pereira
 
Introdução ao financeiro
Introdução ao financeiroIntrodução ao financeiro
Introdução ao financeiroDanilo Pereira
 

Mais de Danilo Pereira (8)

Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)
Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)
Etapas da contabilidade (Atos, Razonete e Balancete)
 
Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)
 
Os 4Ps do marketing
Os 4Ps do marketingOs 4Ps do marketing
Os 4Ps do marketing
 
Os 4As do Marketing
Os 4As do MarketingOs 4As do Marketing
Os 4As do Marketing
 
Os 4Cs do Marketing
Os 4Cs do MarketingOs 4Cs do Marketing
Os 4Cs do Marketing
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Juros simples e compostos
Juros simples e compostosJuros simples e compostos
Juros simples e compostos
 
Introdução ao financeiro
Introdução ao financeiroIntrodução ao financeiro
Introdução ao financeiro
 

Último

Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxpatriciapedroso82
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdfAntonio Barros
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxsfwsoficial
 

Último (20)

Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptxSismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
Sismologia_7ºano_causas e consequencias.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 4 - 2T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 

Balanço patrimonial

  • 1. Balanço Patrimonial Razonete – Balancete – Balanço
  • 2. Balanço Patrimonial • É a demonstração contábil mais importante, onde mostra toda a situação contábil – financeira da empresa
  • 4. Estrutura do Balanço Ativo:___________ Circulante:_______ Não Circulante:____ Imobilizado:______ Passivo:__________ Circulante:_______ Patrimônio Liquido:__________
  • 5. Ativo Circulante • O Ativo Circulante agrupa dinheiro e tudo o que será transformado em dinheiro rapidamente. São contas que estão constantemente em giro, movimento, circulação. • Neste grupo são registrados os bens e direitos que a empresa consegue realizar (transformar) em dinheiro até o final do exercício seguinte, ou seja, no curto prazo. • Ex: Uma empresa cujo exercício social encerre em 31 de dezembro, ao realizar o encerramento do exercício de 31 de dezembro de 2006, deverá classificar no curto prazo (ativo circulante) todos os valores realizáveis até 31 de dezembro de 2007.
  • 6. Ativo não circulante • São registrados os direitos que serão realizados (transformados em dinheiro) após o final do exercício seguinte (longo prazo), assim como os bens de uso (veículos, máquinas, etc.) e de renda da empresa (aluguéis, imóveis para vendas, etc.). • Ou seja, no Não Circulante são incluídos todos os bens de natureza duradoura destinados ao funcionamento normal da sociedade e do seu empreendimento, assim como os direitos exercidos com essa finalidade. • O Ativo Não Circulante está dividido em 4 grupos: Realizável a longo prazo, Investimentos, Imobilizado e Intangível.
  • 7. Passivo Circulante • Neste grupo, classificam-se as contas que representam obrigações da empresa para com terceiros no curso do exercício seguinte. Ex.: Salários a Pagar, Fornecedores, Impostos a Pagar, Empréstimos Bancários etc. • São as obrigações (dívidas) exigíveis que deverão ser pagas até o fim do exercício seguinte. • Neste grupo são escrituradas as obrigações da entidade, inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não-circulante, quando se vencerem no exercício seguinte. No caso de o ciclo operacional da empresa ter duração maior que a do exercício social, a concepção terá por base o prazo desse ciclo.
  • 8. Patrimônio Líquido • O Patrimônio Líquido é a diferença entre os valores do ativo (+) e do passivo (-) de uma entidade em determinado momento, ou seja, se a empresa tem um Ativo (bens + direitos) de R$100.000,00 e um Passivo (obrigações) de R$40.000,00, o Patrimônio Líquido dessa entidade será de R$60.000,00. • O PL também figura no lado do Passivo em virtude o capital, reservas, etc., pertencerem aos proprietários da empresa (sócios, acionistas) e não deixa de ser uma obrigação da empresa pessoa jurídica para com os proprietários pessoa física. Ativo R$ 100.000,00 Passivo R$ 40.000,00 Patrimônio Líquido R$ 60.000,00 Total do Ativo: R$ 100.000,00 Total do Passivo: R$ 100.000,00
  • 9. Classificação das contas • Todos as contas do Ativo encontram-se discriminadas no lado esquerdo do Balanço Patrimonial e são classificadas em ordem decrescente do grau de liquidez dos elementos patrimoniais que representam. Ou seja, de acordo com a rapidez com que podem ser convertidas em dinheiro (ordem de liquidar as dívidas, de pagar os compromissos). Os itens de maior liquidez aparecem no começo do Ativo, já os de menor liquidez aparecem em último lugar. Ex.: a conta Caixa é a de maior liquidez, encontrando-se no topo. Já a conta Máquinas e Equipamentos tem uma liquidez menor, encontrando-se classificada mais abaixo, pois não possui o mesmo potencial que a conta Caixa para ser convertida em dinheiro. • Todas as contas do Passivo encontram-se discriminadas no lado direito do Balanço Patrimonial e são classificadas segundo a ordem decrescente de exigibilidade. As contas são originadas de recursos de terceiros e são classificadas de acordo com o seu vencimento, isto é, aquelas contas que serão liquidadas mais rapidamente (curto prazo) aparecem no topo da coluna do Passivo, e as que serão pagas em um prazo maior (longo prazo) aparecem mais para o final. • Já no Patrimônio Líquido (PL) (que faz parte do Passivo), também do lado direito do Balanço Patrimonial, as contas são originadas de recursos próprios, como investimentos feitos pelos proprietários (dinheiro aplicado) para abertura da empresa, por reserva de lucros, prejuízos ou lucros acumulados, etc. Quando o saldo do PL aumenta, significa que a empresa ficou mais rica. Quando o saldo do PL diminui, significa que ela ficou mais pobre.
  • 10. Classificação das contas • IMPORTANTE.: É importante saber que os Lucros Acumulados só podem existir em empresas de pequeno porte. Nas Sociedades por Ações (SAs, Companhias, empresas de grande porte), deve haver distribuição de lucros, sendo a conta Lucros Acumulados uma conta transitória usada para a transferência do lucro apurado do exercício. De acordo com a Lei 11.638/07, torna-se obrigatória a destinação total dos Lucros nas SAs e empresas de grande porte. • IMPORTANTE: Sociedades de Grande Porte são empresas que apresentaram faturamento superior a 300 milhões de reais no exercício imediatamente anterior ao que estamos encerrando. Adicionalmente, são também consideradas de grande porte empresas com ativos iguais ou superiores a 240 milhões de reais. • De acordo com o artigo 178 da Lei 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações), as contas são classificadas nos seguintes grupos, segundo os elementos do patrimônio que representam:
  • 11. Tabelas O artigo 179 da Lei 6.404/76 (Lei das Sociedades por Ações) fala sobre como as contas deverão ser classificadas. Porém, podemos classificá-las da seguinte forma para um melhor entendimento:
  • 12. Classificação Contas Classificação (Ativo Circulante, Imobilizado – Não circulante, Passivo Circulante, Patrimônio Liquido). Caixa Ativo Circulante Bancos Ativo Circulante Clientes Ativo Circulante Veículos Não Circulante – Imobilizado Fornecedores Passivo Circulante Maquinas Não Circulante – Imobilizado Salários a Pagar Passivo Circulante Terreno Não Circulante – Imobilizado Aluguel a Pagar Passivo Circulante Capital Patrimônio Liquido
  • 13. Exemplo Plano de contas • Caixa: 5.000 • Bancos: 15.000 • Clientes: 10.000 • Veículos: 20.000 • Fornecedores: 20.000 • Capital: 30.000 Balanço Patrimonial Ativo:___________ Circulante:_______ Caixa:___________ Bancos:__________ Clientes:_________ Não Circulante:____ Imobilizado:______ Veículos:_________ Passivo:___________ Circulante:_________ Fornecedores:______ Patrimônio Liquido:__________ Capital:__________ 50.000 50.000 30.000 5.000 15.000 10.000 20.000 20.000 20.000 20.000 20.000 30.000 30.000
  • 14. Entendendo o Exemplo • A soma do caixa + bancos + clientes é igual o “circulante” • O valor de “veiculo” deve ser igual no “imobilizado” e no “não circulante”. “Imobilizado” e “não circulante” devem dar sempre o mesmo resultado • A soma do “Ativo circulante” e do “não circulante” é igual ao “ativo”. • A soma do “Patrimônio Liquido” + “Passivo Circulante” é igual ao “Passivo”.
  • 16. Exercício Plano de contas • Caixa: 10.000 • Bancos: 30.000 • Clientes: 20.000 • Terreno: 40.000 • Maquinas: 30.000 • Fornecedores: 30.000 • Salários a pagar: 40.000 • Capital: 60.000 Balanço Patrimonial Ativo:___________ Circulante:_______ Não Circulante:____ Imobilizado:______ Passivo:__________ Circulante:_______ Patrimônio Liquido:__________
  • 17. Exercício Plano de Contas • Caixa: 20.000 • Bancos: 30.000 • Clientes: 40.000 • Moveis: 10.000 • Veiculos: 50.000 • Impostos a Pagar: 40.000 • Capital: 50.000 • Fornecedor: 60.000 Movimento do Mês 1. Deposito Bancário, em dinheiro = 10.000. 2. Compra de um veiculo em cheque = 20.000 3. Compra de moveis, em dinheiro = 5.000 Efetuar a. Razonete b. Balancete c. Balanço Patrimonial