SlideShare uma empresa Scribd logo
Práticas Financeiras 
e Contábeis 
Prof. Wandick Rocha 
wandickrocha@yahoo.com.br 
http://contabilidademais.blogspot.com.br/
AULA 9 
a) Plano de Contas; 
b) Contas; 
c) Lançamentos Contábeis; 
d) Razonetes; 
e) Tipos de Estoque.
O que é um 
Plano de Contas?
Contas Contábeis 
 As contas contábeis constituem-se das 
representações escrituradas de bens, direitos 
(ativo) e obrigações (passivo). 
 É o meio de representação qualitativo e 
quantitativo dos fatos patrimoniais de mesma 
natureza, ocorridos ou que irão ocorrer. 
 As contas do ativo são dispostas em ordem 
crescente de recebimento (de realização) e as 
contas do passivo são dispostas em ordem 
crescente dos prazos de pagamento (de 
exigibilidade).
Exemplo de Contas Contábeis 
 Ativo 
Dinheiro no banco  Conta: Banco Conta Movimento 
 Dinheiro no caixa  Conta: Caixa 
Mercadorias para revenda  Conta: Estoque 
 Passivo 
 Salário dos empregados  Conta: Salário a Pagar 
 Compras a prazo  Conta: Duplicatas a Pagar 
Tributos dos governos  Conta: Impostos a Pagar 
 Patrimônio Líquido 
Dinheiro investido dos sócios  Conta: Capital Social
Elementos das Contas Contábeis 
 Título – é o nome da conta. 
 Data – marcação do tempo do fato (dia, mês e 
ano). 
 Histórico – é a narração do fato ocorrido. 
 Débito – estado de dívida da conta. 
 Crédito – estado haver da conta. 
 Saldo – é a diferença entre o débito e crédito. 
Pode ser: 
Devedor – quando débito maior que crédito. 
Credor – quando débito menor que crédito. 
Nulo – quando débito igual a crédito.
Plano de Contas 
 Consiste na relação das contas de uma 
empresa dentro dos relatórios, através de 
uma agrupamento ordenado, que são 
utilizadas pela contabilidade e indispensável 
para os registros dos fatos contábeis. 
 A elaboração do Plano de Contas leva em 
consideração: 
 Objeto social; 
 Finalidade; 
 Natureza jurídica; 
 Características individuais; 
 Porte.
Grupos do Plano de Contas 
GRUPO CONTAS 
ATIVO 1 
PATRIMONIAIS 
PASSIVO 2 
CUSTOS E 
3 
DESPESAS 
RESULTADO 
RECEITAS 4 
Ativo  os grupos devem ser estruturados 
conforme seu grau de liquidez. 
Passivo  os grupos devem ser estruturados 
conforme seu grau de exigibilidade.
Níveis do Plano de Contas 
NÍVEL GRUPO 
1 1 ATIVO 
2 1.1 ATIVO CIRCULANTE 
3 1.1.2 BANCO CONTA MOVIMENTO 
4 1.1.2.01 CAIXA ECONOMICA FEDERAL 
NÍVEL GRUPO 
1 2 PASSIVO 
2 2.1 PASIVO CIRCULANTE 
3 2.1.1 SALÁRIOS APAGAR 
4 2.1.1.01 SALÁRIOS DA MATRIZ
Níveis do Plano de Contas 
NÍVEL GRUPO 
1 3 CUSTOS E DESPESAS 
2 3.1 CUSTO DOS PROD. VENDIDOS 
3 3.1.1 CUSTO DOS MATERIAIS 
4 3.1.1.01 CUSTO DOS MAT. APLICADOS 
NÍVEL GRUPO 
1 4 RECEITAS 
2 4.1 RECEITA LÍQUIDA 
3 4.1.1 RECEITA BRUTA DE VENDAS 
4 4.1.1.03 SERVIÇOS PRESTADOS
Como são feitos os 
lançamentos Contábeis?
Lançamento Contábil 
 É um termo utilizado em escrituração 
contábil que define a maneira que um 
contador irá registrar as transações 
financeiras de uma entidade. 
 Um lançamento contábil é realizado através 
do método das partidas dobradas (não há 
débito sem crédito correspondente). 
 O lançamento contábil registra os fatos 
administrativos de uma empresa
Atos Administrativos 
 Atos administrativos são os acontecimentos 
que não alteram o patrimônio da empresa e, 
portanto, não são contabilizados. 
 Exemplos: 
Admissão de empregados; 
Assinatura de um contrato de seguro contra 
incêndio; 
Envio de duplicatas a receber ao banco para 
cobrança simples 
Assinatura de um contrato de aluguel.
Fatos Administrativos 
 Fatos Administrativos são todos os 
acontecimentos que provocam alterações 
qualitativas e/ou quantitativas no patrimônio 
da empresa. 
 Exemplos: 
Pagamento de salário a funcionários; 
Pagamento de seguro contra incêndio; 
Recebimento de duplicatas; 
Empréstimo concedido pelo banco; 
Compra de mercadorias.
Fatos Administrativos 
 Fatos Permutativos são aqueles que não 
alteram o valor do patrimônio líquido. 
 Fatos Modificativos são aqueles 
que alteram valor do patrimônio líquido. 
Podem ser: 
- Fatos Modificativos Aumentativos; 
- Fatos Modificativos Diminutivos. 
 Fatos Mistos são simultaneamente 
permutativos e modificativos (aumentativos 
ou diminutivos).
Razonete 
 Razonete é a representação gráfica em 
forma de T, para apurar os saldos de todas 
as contas que são movimentadas pela 
empresa. 
Título da Conta 
Débito Crédito
Lançamentos Contábeis 
1º Passo: identificar as contas. 
Dinheiro  Caixa 
Bem  Veículo 
2º Passo – identificar o grupo das contas. 
Dinheiro  Caixa  Ativo 
Bem  Veículo  Ativo
Lançamentos Contábeis 
3º Passo: identificar se o saldo aumenta ou 
diminui (débito ou crédito). 
Dinheiro  Caixa  (-A)  Crédito 
Bem  Veículo  (+A)  Débito 
4º Passo: Efetuar o lançamento contábil, 
segundo o método das partidas dobradas.
Lançamentos Contábeis 
Conta: Veículo Conta: Caixa 
Grupo: Ativo Grupo: Ativo 
+A  Débito -A  Crédito 
Veículo 
10.000 
Caixa 
10.000 
+ A  D - A  C
Compra de mercadoria à vista no valor de R$ 
5.000,00. 
D Caixa C 
20.000,00 
D Estoque C 
5.000,00 
+A 
5.000,00 
15.000,00 -A 
Entrada de mercadoria  Estoque  +Ativo 
Saída de dinheiro  Caixa  - Ativo
Compra de mercadoria à prazo no valor de 
R$ 10.000,00. 
D Duplicatas a Pagar C 
D Estoque C 
+A 
10.000,00 
10.000,00 
+P 5.000,00 
15.000,00 
Entrada de mercadoria  Estoque  +Ativo 
Entrada de obrigação  Duplicatas a Pagar 
 + Passivo
Pagamento de duplicata no valor de R$ 
5.000,00. 
D Duplicatas a Pagar C 
5.000,00 10.000,00 
-P 5.000,00 
D Caixa C 
20.000,00 
10.000,00 
5.000,00 
5.000,00 
Saída de dinheiro  Caixa  -Ativo 
-A 
Saída de obrigação  Duplicatas a Pagar 
 - Passivo
Retenção do Imposto de Renda do 
empregados no valor de R$ 8.000,00. 
D Salários a Pagar C 
8.000,00 
D IRRF a Recolher C 
8.000,00 
+P 
50.000,00 
42.000,00 -P 
Entrada de imposto de renda  IRRF a 
Recolher  +Passivo 
Saída de salário  Salários a Pagar  
- Passivo
Aumento do Capital Social com reservas de 
capital no valor de R$ 30.000,00. 
D Capital Social C 
100.000,00 
30.000,00+PL 
130.000,00 
D Reservas de Capital C 
30.000,00 30.000,00 
-PL 
0,00 
Entrada de capital social  Capital Social  
+Patrimônio Líquido 
Saída de reserva de capital  Reservas de 
Capital  - Patrimônio Líquido 
Ver vídeo neste link: 
http://www.youtube.com/watch?v=uDj2hnZEvFU
AULA 10 
a) Balancete; 
b) Balancete de Verificação; 
c) DRE; 
d) Balanço Patrimonial – Ativo e Passivo.
Para que serve o 
balancete de verificação?
Balancete de Verificação 
 É um demonstrativo contábil auxiliar que 
relaciona cada conta com o respectivo saldo 
credor e devedor. 
 Serve para verificar se o método de partidas 
dobradas está sendo observado. 
 Cada débito deverá corresponder a um 
crédito de mesmo valor, cabendo ao 
balancete verificar se a soma dos saldos 
devedores é igual a soma dos saldos 
credores.
Objetivos do 
Balancete de Verificação 
Testar o método das partidas dobradas. 
DÉBITO = CRÉDITO 
Verificar os saldos das contas contábeis. 
ATIVO = PASSIVO
Apresentação do 
Balancete de Verificação 
 Elaborado mensalmente; 
 Fácil compreensão e entendimento para os 
usuário da contabilidade; 
 Identificação da empresa; 
 Data referente ao balancete; 
 Identificação dos grupos de contas; 
 Saldos devedores ou credores das contas; 
 Total dos saldos.
BALANCETE DE VERIFIVAÇÃO 
CONTA NATUREZA 
SALDO 
DEVEDOR CREDOR 
CAIXA AC 2.500,00 
BANCO AC 2.000,00 
ESTOQUES AC 23.500,00 
TERRENOS AI 5.000,00 
MÓV. UTENSILIOS AI 2.500,00 
COMPUTADORES AI 9.000,00 
FORNECEDORES PC 15.500,00 
DUP. A PAGAR PC 3.000,00 
EMPRÉSTIMO PC 4.000,00 
CAPITAL SOCIAL PL 22.0000,00 
TOTAL 44.500,00 44.500,00
BALANÇO PATRIMONIAL 
ATIVO PASSIVO 
CIRCULANTE 
Disponível 
Valores a Receber (CP) 
Estoques 
CIRCULANTE 
Fornecedores 
Salários e encargos 
Empréstimos (CP) 
Financiamentos (CP) 
NÃO CIRCULANTE 
Realizável LP 
Investimento 
Imobilizado 
Intangível 
NÃO CIRCULANTE 
Empréstimos (LP) 
Financiamentos (LP) 
PATRIMÔNIO LÍQUIDO 
Capital Social 
Reservas de capital 
Lucros acumulados
Direitos e Obrigações de Curto Prazo (CP) 
São classificadas “a curto prazo” as contas 
que irão realizar-se dentro do exercício social, 
ou seja, as contas realizáveis ou exigíveis até 
um ano. 
Direitos e Obrigações de Longo Prazo (LP) 
São classificadas “a longo prazo” as contas 
que irão realizar-se após o exercício social 
seguinte, ou seja, as contas realizáveis ou 
exigíveis superior a um ano.
Ativo Circulante 
 São disponibilidades financeiras, bens e 
direitos que possam ser transformados em 
disponibilidades (dinheiro) em curto prazo. 
 Disponível: recursos financeiros que a 
empresa tem de forma imediata. (caixa, 
bancos e aplicações de CP). 
 Créditos a Receber: títulos de crédito 
(duplicatas a receber). 
 Estoque: valores representados por 
produtos armazenados.
Ativo Não Circulante 
 Bens de permanência duradoura, destinados 
ao funcionamento normal da empresa para 
exercer a sua atividade econômica. 
 São contas realizáveis a longo prazo. 
 Subgrupos: 
Realizável a Longo Prazo; 
Investimentos; 
Imobilizado; 
Intangível.
Ativo Não Circulante 
 Realizável a Longo Prazo: itens que serão 
realizados em dinheiro a longo prazo (período 
superior a um ano). 
 Investimentos: investimentos que a empresa 
faz de um capital disponível para obtenção de 
renda e lucro. 
 Imobilizado: bens tangíveis necessários à 
manutenção das atividades econômicas da 
empresa. 
 Intangível: bens incorpóreos destinados à 
manutenção da empresa.
Contas Redutoras do Ativo 
 Provisão para Devedores Duvidosos 
Parcela estimada pela empresa que não será 
recebida em decorrência de maus pagadores. 
Subtraída de Duplicatas a Receber. 
 Duplicatas Descontadas 
Parte das Duplicatas a Receber negociadas com 
as instituições financeiras (realização antecipada). 
Subtraída de Duplicatas a Receber.
Contas Redutoras do Ativo 
 Depreciação Acumulada 
Representa o desgaste de bens tangíveis 
registrados no ativo imobilizado, pelo uso, por 
causas naturais ou por obsolescência. 
 Amortização Acumulada 
Representa a conta que registra a diminuição 
do valor dos bens intangíveis, ou seja, é a 
perda de valor de capital. 
 Exaustão Acumulada 
É o esgotamento dos recursos naturais não 
renováveis em virtude de sua utilização para 
fins econômicos.
Passivo Circulante 
 São as obrigações da empresa que irão 
vencer no exercício seguinte, ou seja, 
exigibilidade a curto prazo. 
 Exemplo: 
Duplicatas a Pagar; 
Salários a Pagar; 
Tributos a Pagar; 
Empréstimos; 
Financiamentos.
Passivo Não Circulante 
 São as obrigações da empresa quando 
vencerem após o exercício seguinte, ou seja, 
exigibilidade a longo prazo. 
 Exemplo: 
Duplicatas a Pagar (LP); 
Empréstimos (LP); 
Financiamentos (LP);
Patrimônio Líquido 
 Representa o capital próprio da empresa. 
 São os valores que os sócios ou acionistas 
têm na empresa em um determinado 
momento. 
 Capital Social; 
PL = A - P 
 Reservas de Capital; 
 Lucros (ou Prejuízos) acumulados.
Receitas e Despesas 
 O Patrimônio Líquido da empresa sofre 
alterações com as receitas e despesas. 
 As receitas fazem com que o patrimônio 
aumente seu valor. 
 As despesas fazem com que o patrimônio 
diminua seu valor. 
 As contas de receita e despesa servem 
para apurar o resultado do exercício 
contábil, que é um dos componentes do 
Patrimônio Líquido.
Demonstração do 
Resultado do Exercício (DRE) 
 É uma apresentação das contas de receitas e 
despesas ocorridas no exercício. 
Lucro (ou Prejuízo) = Receitas – Despesas 
 Tem como objetivo apresentar de forma vertical 
resumida o resultado apurado em relação ao 
conjunto de operações realizadas num 
determinado período (doze meses).
Demonstração do 
Resultado do Exercício (DRE) 
Lucro (ou Prejuízo) = Receitas – Despesas 
Receitas > Despesas  Lucro 
Receitas < Despesas  Prejuízo
Demonstração do Resultado do Exercício 
Receita Operacional Bruta 
Vendas de Produtos (Mercadorias ou Serviços) 
(-) Deduções da Receita Bruta 
Devoluções de Vendas 
Abatimentos 
Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas 
(=) Receita Operacional Líquida 
(-) Custos das Vendas 
Custo dos Produtos Vendidos (Mercadorias ou Serviços) 
(=) Resultado Operacional Bruto 
(-) Despesas Operacionais 
Despesas com Vendas 
Despesas Administrativas 
(-) Despesas Financeiras 
(-) Despesas Financeiras 
(+) Receitas Financeiras 
(+/-) Outras Receitas e Despesas 
(=) Resultado Operacional Antes do IRPJ e CSLL 
(-) Provisão para IRPJ e CSLL 
(=) Lucro Líquido Antes das Participações 
(-) Participações de Administradores e Empregados 
(=) Resultado Líquido do Exercício (Lucro ou Prejuízo)
ATIVO 
(Bens e direitos) 
Ver vídeo neste link: 
http://www.youtube.com/watch?v=ipUuFCrmUXk 
PASSIVO 
(Obrigações) 
PATRIMÔNIO LÍQUIDO 
Capital Social 
Resultado 
RECEITA 
(-) DESPESA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Lylian Vieira
 
Exercicios razonetes e balancetes 1
Exercicios razonetes e balancetes 1Exercicios razonetes e balancetes 1
Exercicios razonetes e balancetes 1
Daniel Itabaiana
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
Wandick Rocha de Aquino
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
Danilo Pereira
 
Fundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade iFundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade i
Kleber Mantovanelli
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
Jesus Bandeira
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
André Faria Gomes
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
custos contabil
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
dudu_rosa
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Eliseu Fortolan
 
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostasExercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
vanessacavalcantii
 
Contabilidade Basica
Contabilidade BasicaContabilidade Basica
Contabilidade Basica
Cristiano Rodrigues Barcellos
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
zeramento contabil
 
Questoes de contabilidade resolvidas
Questoes de contabilidade resolvidasQuestoes de contabilidade resolvidas
Questoes de contabilidade resolvidas
simuladocontabil
 
Contabilidade geral conceitos
Contabilidade geral conceitosContabilidade geral conceitos
Contabilidade geral conceitos
apostilacontabil
 
Contabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumãoContabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumão
contacontabil
 
Balancetes e razonetes
Balancetes e razonetesBalancetes e razonetes
Balancetes e razonetes
zeramento contabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
contacontabil
 
Contabilidade exercício resolvido
Contabilidade exercício resolvidoContabilidade exercício resolvido
Contabilidade exercício resolvido
zeramento contabil
 
BalançO Patrimonial
BalançO PatrimonialBalançO Patrimonial
BalançO Patrimonial
rafaelkeidann
 

Mais procurados (20)

Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutória
 
Exercicios razonetes e balancetes 1
Exercicios razonetes e balancetes 1Exercicios razonetes e balancetes 1
Exercicios razonetes e balancetes 1
 
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração  do Resultado do ExercícioDRE - Demonstração  do Resultado do Exercício
DRE - Demonstração do Resultado do Exercício
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Fundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade iFundamentos de contabilidade i
Fundamentos de contabilidade i
 
Plano de contas
Plano de contasPlano de contas
Plano de contas
 
Contabilidade Básica
Contabilidade BásicaContabilidade Básica
Contabilidade Básica
 
Contabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabaritoContabilidade de custos exercicios gabarito
Contabilidade de custos exercicios gabarito
 
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidosApostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
Apostila contabilidade geral 133 exercicios resolvidos
 
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de PagamentoCálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
Cálculo e Contabilização da Folha de Pagamento
 
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostasExercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
Exercicios+sobre+avaliação+de+investimentos+com+respostas
 
Contabilidade Basica
Contabilidade BasicaContabilidade Basica
Contabilidade Basica
 
Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09Gabaritos exercicios aula_09
Gabaritos exercicios aula_09
 
Questoes de contabilidade resolvidas
Questoes de contabilidade resolvidasQuestoes de contabilidade resolvidas
Questoes de contabilidade resolvidas
 
Contabilidade geral conceitos
Contabilidade geral conceitosContabilidade geral conceitos
Contabilidade geral conceitos
 
Contabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumãoContabilidade básica resumão
Contabilidade básica resumão
 
Balancetes e razonetes
Balancetes e razonetesBalancetes e razonetes
Balancetes e razonetes
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Contabilidade exercício resolvido
Contabilidade exercício resolvidoContabilidade exercício resolvido
Contabilidade exercício resolvido
 
BalançO Patrimonial
BalançO PatrimonialBalançO Patrimonial
BalançO Patrimonial
 

Destaque

Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4 Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Wandick Rocha de Aquino
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
simuladocontabil
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Wandick Rocha de Aquino
 
31exerccios
31exerccios31exerccios
31exerccios
Caio Henrique
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Daniel Moura
 
Escrituracao contabil lancamentos
Escrituracao contabil lancamentosEscrituracao contabil lancamentos
Escrituracao contabil lancamentos
apostilacontabil
 
Conceito e exercícios de matemática financeira
Conceito e exercícios de matemática financeiraConceito e exercícios de matemática financeira
Conceito e exercícios de matemática financeira
arpetry
 
Patrimonio
PatrimonioPatrimonio
Patrimonio
Adriana F Oliveira
 
Sgp gestão patrimonial - collaborativa
Sgp   gestão patrimonial - collaborativaSgp   gestão patrimonial - collaborativa
Sgp gestão patrimonial - collaborativa
Collaborativa Marketing e Tecnologia
 
Ctb anexo 2
Ctb anexo 2Ctb anexo 2
Ctb anexo 2
eraden
 
417 bastante para mim
417   bastante para mim417   bastante para mim
417 bastante para mim
SUSSURRO DE AMOR
 
Alvo mais que a neve
Alvo mais que a neveAlvo mais que a neve
Alvo mais que a neve
Aline Vasconcelos
 
410 jesus, meu rei glorioso
410   jesus, meu rei glorioso410   jesus, meu rei glorioso
410 jesus, meu rei glorioso
SUSSURRO DE AMOR
 
Programa Escola da Família - Ciências Contábeis
Programa Escola da Família - Ciências ContábeisPrograma Escola da Família - Ciências Contábeis
Programa Escola da Família - Ciências Contábeis
escoladafamilia-isac
 

Destaque (20)

Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 5 e 6
 
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
Práticas Financeiras e Contábeis Aulas 11 e 12
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4 Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 3 e 4
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 7 e 8
 
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
Práticas financeiras e contábeis - Aulas 9 e 10
 
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
Práticas Financeiras e Contábeis - Aulas 1 e 2
 
31exerccios
31exerccios31exerccios
31exerccios
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
 
Escrituracao contabil lancamentos
Escrituracao contabil lancamentosEscrituracao contabil lancamentos
Escrituracao contabil lancamentos
 
Conceito e exercícios de matemática financeira
Conceito e exercícios de matemática financeiraConceito e exercícios de matemática financeira
Conceito e exercícios de matemática financeira
 
Patrimonio
PatrimonioPatrimonio
Patrimonio
 
Sgp gestão patrimonial - collaborativa
Sgp   gestão patrimonial - collaborativaSgp   gestão patrimonial - collaborativa
Sgp gestão patrimonial - collaborativa
 
Ctb anexo 2
Ctb anexo 2Ctb anexo 2
Ctb anexo 2
 
417 bastante para mim
417   bastante para mim417   bastante para mim
417 bastante para mim
 
Alvo mais que a neve
Alvo mais que a neveAlvo mais que a neve
Alvo mais que a neve
 
410 jesus, meu rei glorioso
410   jesus, meu rei glorioso410   jesus, meu rei glorioso
410 jesus, meu rei glorioso
 
Programa Escola da Família - Ciências Contábeis
Programa Escola da Família - Ciências ContábeisPrograma Escola da Família - Ciências Contábeis
Programa Escola da Família - Ciências Contábeis
 

Semelhante a Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10

Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
PUC Minas
 
Aula 06 auxiliar de contabilidade
Aula 06 auxiliar de contabilidadeAula 06 auxiliar de contabilidade
Aula 06 auxiliar de contabilidade
Homero Alves de Lima
 
Gp contabilidade slides de aula unidade i
Gp contabilidade slides de aula   unidade iGp contabilidade slides de aula   unidade i
Gp contabilidade slides de aula unidade i
Claudia Patricia
 
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
arinemuller
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
Natália Blenda Antunes
 
Técnicas contábeis
Técnicas contábeisTécnicas contábeis
Técnicas contábeis
profjulianogaldino
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonial
zeramento contabil
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Danilo Pires
 
Contabilidade elementos essenciais lancamento
Contabilidade elementos essenciais lancamentoContabilidade elementos essenciais lancamento
Contabilidade elementos essenciais lancamento
apostilacontabil
 
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 Módulo 1   Contabilidade Gerencial Módulo 1   Contabilidade Gerencial
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
PUC Minas
 
Aula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidadeAula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidade
Homero Alves de Lima
 
Principios contabeis
Principios contabeisPrincipios contabeis
Principios contabeis
Ernani Nascimento
 
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.pptPalestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
BelarMahoche
 
Contas
ContasContas
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
JosineteLimaPrado
 
Teorias contábeis
Teorias contábeisTeorias contábeis
Teorias contábeis
apostilacontabil
 
Administracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILAAdministracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILA
Roger Guimarães
 
Slide importantes
Slide importantesSlide importantes
Slide importantes
acmartins9
 
Escrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbilEscrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbil
Jesus Bandeira
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Concurseiro Antenado
 

Semelhante a Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10 (20)

Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 Módulo 4   Contabilidade Gerencial Módulo 4   Contabilidade Gerencial
Módulo 4 Contabilidade Gerencial
 
Aula 06 auxiliar de contabilidade
Aula 06 auxiliar de contabilidadeAula 06 auxiliar de contabilidade
Aula 06 auxiliar de contabilidade
 
Gp contabilidade slides de aula unidade i
Gp contabilidade slides de aula   unidade iGp contabilidade slides de aula   unidade i
Gp contabilidade slides de aula unidade i
 
Atps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediáriaAtps de contabilidade intermediária
Atps de contabilidade intermediária
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
 
Técnicas contábeis
Técnicas contábeisTécnicas contábeis
Técnicas contábeis
 
Contabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonialContabilidade i equacao patrimonial
Contabilidade i equacao patrimonial
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
 
Contabilidade elementos essenciais lancamento
Contabilidade elementos essenciais lancamentoContabilidade elementos essenciais lancamento
Contabilidade elementos essenciais lancamento
 
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 Módulo 1   Contabilidade Gerencial Módulo 1   Contabilidade Gerencial
Módulo 1 Contabilidade Gerencial
 
Aula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidadeAula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidade
 
Principios contabeis
Principios contabeisPrincipios contabeis
Principios contabeis
 
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.pptPalestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
Palestra- Conceitos Fundamentais- Contabilidade Geral.ppt
 
Contas
ContasContas
Contas
 
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
Balanço Patrimonial e sua função na administração financeira do pequeno e méd...
 
Teorias contábeis
Teorias contábeisTeorias contábeis
Teorias contábeis
 
Administracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILAAdministracao financeira - APOSTILA
Administracao financeira - APOSTILA
 
Slide importantes
Slide importantesSlide importantes
Slide importantes
 
Escrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbilEscrituração ContÁbil
Escrituração ContÁbil
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
 

Mais de Wandick Rocha de Aquino

Parte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do LíderParte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do Líder
Wandick Rocha de Aquino
 
Processo Seletivo
Processo Seletivo Processo Seletivo
Processo Seletivo
Wandick Rocha de Aquino
 
Sped
SpedSped
Comportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura ProfissionalComportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura Profissional
Wandick Rocha de Aquino
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
Wandick Rocha de Aquino
 
Qualidade no Trabalho
Qualidade no TrabalhoQualidade no Trabalho
Qualidade no Trabalho
Wandick Rocha de Aquino
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Noções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura OrganizacionalNoções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura Organizacional
Wandick Rocha de Aquino
 
Reforma Trabalhista
Reforma TrabalhistaReforma Trabalhista
Reforma Trabalhista
Wandick Rocha de Aquino
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Wandick Rocha de Aquino
 
Liderança
LiderançaLiderança
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Wandick Rocha de Aquino
 
Novo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planosNovo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planos
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Wandick Rocha de Aquino
 
Manual do Novo Empregado
Manual do Novo EmpregadoManual do Novo Empregado
Manual do Novo Empregado
Wandick Rocha de Aquino
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
Wandick Rocha de Aquino
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Wandick Rocha de Aquino
 
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasResiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Wandick Rocha de Aquino
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
Wandick Rocha de Aquino
 

Mais de Wandick Rocha de Aquino (20)

Parte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do LíderParte 1 - Habilidades do Líder
Parte 1 - Habilidades do Líder
 
Processo Seletivo
Processo Seletivo Processo Seletivo
Processo Seletivo
 
Sped
SpedSped
Sped
 
Comportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura ProfissionalComportamento e Postura Profissional
Comportamento e Postura Profissional
 
Treinamento & Desenvolvimento
Treinamento & DesenvolvimentoTreinamento & Desenvolvimento
Treinamento & Desenvolvimento
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 
Qualidade no Trabalho
Qualidade no TrabalhoQualidade no Trabalho
Qualidade no Trabalho
 
Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Noções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura OrganizacionalNoções de Cultura Organizacional
Noções de Cultura Organizacional
 
Reforma Trabalhista
Reforma TrabalhistaReforma Trabalhista
Reforma Trabalhista
 
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivaçãoQualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
Qualidade no Trabalho: atendiemento, ética e motivação
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Novo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planosNovo emprego, novos planos
Novo emprego, novos planos
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Manual do Novo Empregado
Manual do Novo EmpregadoManual do Novo Empregado
Manual do Novo Empregado
 
Trabalho da Mulher
Trabalho da MulherTrabalho da Mulher
Trabalho da Mulher
 
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de TrabalhoCurrículo - A chave para o mercado de Trabalho
Currículo - A chave para o mercado de Trabalho
 
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações CríticasResiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
Resiliência: Noção, Conceitos Afins e Considerações Críticas
 
Práticas Administrativas
Práticas AdministrativasPráticas Administrativas
Práticas Administrativas
 

Último

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 

Último (20)

As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 

Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10

  • 1. Práticas Financeiras e Contábeis Prof. Wandick Rocha wandickrocha@yahoo.com.br http://contabilidademais.blogspot.com.br/
  • 2. AULA 9 a) Plano de Contas; b) Contas; c) Lançamentos Contábeis; d) Razonetes; e) Tipos de Estoque.
  • 3. O que é um Plano de Contas?
  • 4. Contas Contábeis  As contas contábeis constituem-se das representações escrituradas de bens, direitos (ativo) e obrigações (passivo).  É o meio de representação qualitativo e quantitativo dos fatos patrimoniais de mesma natureza, ocorridos ou que irão ocorrer.  As contas do ativo são dispostas em ordem crescente de recebimento (de realização) e as contas do passivo são dispostas em ordem crescente dos prazos de pagamento (de exigibilidade).
  • 5. Exemplo de Contas Contábeis  Ativo Dinheiro no banco  Conta: Banco Conta Movimento  Dinheiro no caixa  Conta: Caixa Mercadorias para revenda  Conta: Estoque  Passivo  Salário dos empregados  Conta: Salário a Pagar  Compras a prazo  Conta: Duplicatas a Pagar Tributos dos governos  Conta: Impostos a Pagar  Patrimônio Líquido Dinheiro investido dos sócios  Conta: Capital Social
  • 6. Elementos das Contas Contábeis  Título – é o nome da conta.  Data – marcação do tempo do fato (dia, mês e ano).  Histórico – é a narração do fato ocorrido.  Débito – estado de dívida da conta.  Crédito – estado haver da conta.  Saldo – é a diferença entre o débito e crédito. Pode ser: Devedor – quando débito maior que crédito. Credor – quando débito menor que crédito. Nulo – quando débito igual a crédito.
  • 7. Plano de Contas  Consiste na relação das contas de uma empresa dentro dos relatórios, através de uma agrupamento ordenado, que são utilizadas pela contabilidade e indispensável para os registros dos fatos contábeis.  A elaboração do Plano de Contas leva em consideração:  Objeto social;  Finalidade;  Natureza jurídica;  Características individuais;  Porte.
  • 8. Grupos do Plano de Contas GRUPO CONTAS ATIVO 1 PATRIMONIAIS PASSIVO 2 CUSTOS E 3 DESPESAS RESULTADO RECEITAS 4 Ativo  os grupos devem ser estruturados conforme seu grau de liquidez. Passivo  os grupos devem ser estruturados conforme seu grau de exigibilidade.
  • 9. Níveis do Plano de Contas NÍVEL GRUPO 1 1 ATIVO 2 1.1 ATIVO CIRCULANTE 3 1.1.2 BANCO CONTA MOVIMENTO 4 1.1.2.01 CAIXA ECONOMICA FEDERAL NÍVEL GRUPO 1 2 PASSIVO 2 2.1 PASIVO CIRCULANTE 3 2.1.1 SALÁRIOS APAGAR 4 2.1.1.01 SALÁRIOS DA MATRIZ
  • 10. Níveis do Plano de Contas NÍVEL GRUPO 1 3 CUSTOS E DESPESAS 2 3.1 CUSTO DOS PROD. VENDIDOS 3 3.1.1 CUSTO DOS MATERIAIS 4 3.1.1.01 CUSTO DOS MAT. APLICADOS NÍVEL GRUPO 1 4 RECEITAS 2 4.1 RECEITA LÍQUIDA 3 4.1.1 RECEITA BRUTA DE VENDAS 4 4.1.1.03 SERVIÇOS PRESTADOS
  • 11. Como são feitos os lançamentos Contábeis?
  • 12. Lançamento Contábil  É um termo utilizado em escrituração contábil que define a maneira que um contador irá registrar as transações financeiras de uma entidade.  Um lançamento contábil é realizado através do método das partidas dobradas (não há débito sem crédito correspondente).  O lançamento contábil registra os fatos administrativos de uma empresa
  • 13. Atos Administrativos  Atos administrativos são os acontecimentos que não alteram o patrimônio da empresa e, portanto, não são contabilizados.  Exemplos: Admissão de empregados; Assinatura de um contrato de seguro contra incêndio; Envio de duplicatas a receber ao banco para cobrança simples Assinatura de um contrato de aluguel.
  • 14. Fatos Administrativos  Fatos Administrativos são todos os acontecimentos que provocam alterações qualitativas e/ou quantitativas no patrimônio da empresa.  Exemplos: Pagamento de salário a funcionários; Pagamento de seguro contra incêndio; Recebimento de duplicatas; Empréstimo concedido pelo banco; Compra de mercadorias.
  • 15. Fatos Administrativos  Fatos Permutativos são aqueles que não alteram o valor do patrimônio líquido.  Fatos Modificativos são aqueles que alteram valor do patrimônio líquido. Podem ser: - Fatos Modificativos Aumentativos; - Fatos Modificativos Diminutivos.  Fatos Mistos são simultaneamente permutativos e modificativos (aumentativos ou diminutivos).
  • 16. Razonete  Razonete é a representação gráfica em forma de T, para apurar os saldos de todas as contas que são movimentadas pela empresa. Título da Conta Débito Crédito
  • 17. Lançamentos Contábeis 1º Passo: identificar as contas. Dinheiro  Caixa Bem  Veículo 2º Passo – identificar o grupo das contas. Dinheiro  Caixa  Ativo Bem  Veículo  Ativo
  • 18. Lançamentos Contábeis 3º Passo: identificar se o saldo aumenta ou diminui (débito ou crédito). Dinheiro  Caixa  (-A)  Crédito Bem  Veículo  (+A)  Débito 4º Passo: Efetuar o lançamento contábil, segundo o método das partidas dobradas.
  • 19. Lançamentos Contábeis Conta: Veículo Conta: Caixa Grupo: Ativo Grupo: Ativo +A  Débito -A  Crédito Veículo 10.000 Caixa 10.000 + A  D - A  C
  • 20. Compra de mercadoria à vista no valor de R$ 5.000,00. D Caixa C 20.000,00 D Estoque C 5.000,00 +A 5.000,00 15.000,00 -A Entrada de mercadoria  Estoque  +Ativo Saída de dinheiro  Caixa  - Ativo
  • 21. Compra de mercadoria à prazo no valor de R$ 10.000,00. D Duplicatas a Pagar C D Estoque C +A 10.000,00 10.000,00 +P 5.000,00 15.000,00 Entrada de mercadoria  Estoque  +Ativo Entrada de obrigação  Duplicatas a Pagar  + Passivo
  • 22. Pagamento de duplicata no valor de R$ 5.000,00. D Duplicatas a Pagar C 5.000,00 10.000,00 -P 5.000,00 D Caixa C 20.000,00 10.000,00 5.000,00 5.000,00 Saída de dinheiro  Caixa  -Ativo -A Saída de obrigação  Duplicatas a Pagar  - Passivo
  • 23. Retenção do Imposto de Renda do empregados no valor de R$ 8.000,00. D Salários a Pagar C 8.000,00 D IRRF a Recolher C 8.000,00 +P 50.000,00 42.000,00 -P Entrada de imposto de renda  IRRF a Recolher  +Passivo Saída de salário  Salários a Pagar  - Passivo
  • 24. Aumento do Capital Social com reservas de capital no valor de R$ 30.000,00. D Capital Social C 100.000,00 30.000,00+PL 130.000,00 D Reservas de Capital C 30.000,00 30.000,00 -PL 0,00 Entrada de capital social  Capital Social  +Patrimônio Líquido Saída de reserva de capital  Reservas de Capital  - Patrimônio Líquido Ver vídeo neste link: http://www.youtube.com/watch?v=uDj2hnZEvFU
  • 25. AULA 10 a) Balancete; b) Balancete de Verificação; c) DRE; d) Balanço Patrimonial – Ativo e Passivo.
  • 26. Para que serve o balancete de verificação?
  • 27. Balancete de Verificação  É um demonstrativo contábil auxiliar que relaciona cada conta com o respectivo saldo credor e devedor.  Serve para verificar se o método de partidas dobradas está sendo observado.  Cada débito deverá corresponder a um crédito de mesmo valor, cabendo ao balancete verificar se a soma dos saldos devedores é igual a soma dos saldos credores.
  • 28. Objetivos do Balancete de Verificação Testar o método das partidas dobradas. DÉBITO = CRÉDITO Verificar os saldos das contas contábeis. ATIVO = PASSIVO
  • 29. Apresentação do Balancete de Verificação  Elaborado mensalmente;  Fácil compreensão e entendimento para os usuário da contabilidade;  Identificação da empresa;  Data referente ao balancete;  Identificação dos grupos de contas;  Saldos devedores ou credores das contas;  Total dos saldos.
  • 30. BALANCETE DE VERIFIVAÇÃO CONTA NATUREZA SALDO DEVEDOR CREDOR CAIXA AC 2.500,00 BANCO AC 2.000,00 ESTOQUES AC 23.500,00 TERRENOS AI 5.000,00 MÓV. UTENSILIOS AI 2.500,00 COMPUTADORES AI 9.000,00 FORNECEDORES PC 15.500,00 DUP. A PAGAR PC 3.000,00 EMPRÉSTIMO PC 4.000,00 CAPITAL SOCIAL PL 22.0000,00 TOTAL 44.500,00 44.500,00
  • 31. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO CIRCULANTE Disponível Valores a Receber (CP) Estoques CIRCULANTE Fornecedores Salários e encargos Empréstimos (CP) Financiamentos (CP) NÃO CIRCULANTE Realizável LP Investimento Imobilizado Intangível NÃO CIRCULANTE Empréstimos (LP) Financiamentos (LP) PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Reservas de capital Lucros acumulados
  • 32. Direitos e Obrigações de Curto Prazo (CP) São classificadas “a curto prazo” as contas que irão realizar-se dentro do exercício social, ou seja, as contas realizáveis ou exigíveis até um ano. Direitos e Obrigações de Longo Prazo (LP) São classificadas “a longo prazo” as contas que irão realizar-se após o exercício social seguinte, ou seja, as contas realizáveis ou exigíveis superior a um ano.
  • 33. Ativo Circulante  São disponibilidades financeiras, bens e direitos que possam ser transformados em disponibilidades (dinheiro) em curto prazo.  Disponível: recursos financeiros que a empresa tem de forma imediata. (caixa, bancos e aplicações de CP).  Créditos a Receber: títulos de crédito (duplicatas a receber).  Estoque: valores representados por produtos armazenados.
  • 34. Ativo Não Circulante  Bens de permanência duradoura, destinados ao funcionamento normal da empresa para exercer a sua atividade econômica.  São contas realizáveis a longo prazo.  Subgrupos: Realizável a Longo Prazo; Investimentos; Imobilizado; Intangível.
  • 35. Ativo Não Circulante  Realizável a Longo Prazo: itens que serão realizados em dinheiro a longo prazo (período superior a um ano).  Investimentos: investimentos que a empresa faz de um capital disponível para obtenção de renda e lucro.  Imobilizado: bens tangíveis necessários à manutenção das atividades econômicas da empresa.  Intangível: bens incorpóreos destinados à manutenção da empresa.
  • 36. Contas Redutoras do Ativo  Provisão para Devedores Duvidosos Parcela estimada pela empresa que não será recebida em decorrência de maus pagadores. Subtraída de Duplicatas a Receber.  Duplicatas Descontadas Parte das Duplicatas a Receber negociadas com as instituições financeiras (realização antecipada). Subtraída de Duplicatas a Receber.
  • 37. Contas Redutoras do Ativo  Depreciação Acumulada Representa o desgaste de bens tangíveis registrados no ativo imobilizado, pelo uso, por causas naturais ou por obsolescência.  Amortização Acumulada Representa a conta que registra a diminuição do valor dos bens intangíveis, ou seja, é a perda de valor de capital.  Exaustão Acumulada É o esgotamento dos recursos naturais não renováveis em virtude de sua utilização para fins econômicos.
  • 38. Passivo Circulante  São as obrigações da empresa que irão vencer no exercício seguinte, ou seja, exigibilidade a curto prazo.  Exemplo: Duplicatas a Pagar; Salários a Pagar; Tributos a Pagar; Empréstimos; Financiamentos.
  • 39. Passivo Não Circulante  São as obrigações da empresa quando vencerem após o exercício seguinte, ou seja, exigibilidade a longo prazo.  Exemplo: Duplicatas a Pagar (LP); Empréstimos (LP); Financiamentos (LP);
  • 40. Patrimônio Líquido  Representa o capital próprio da empresa.  São os valores que os sócios ou acionistas têm na empresa em um determinado momento.  Capital Social; PL = A - P  Reservas de Capital;  Lucros (ou Prejuízos) acumulados.
  • 41. Receitas e Despesas  O Patrimônio Líquido da empresa sofre alterações com as receitas e despesas.  As receitas fazem com que o patrimônio aumente seu valor.  As despesas fazem com que o patrimônio diminua seu valor.  As contas de receita e despesa servem para apurar o resultado do exercício contábil, que é um dos componentes do Patrimônio Líquido.
  • 42. Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)  É uma apresentação das contas de receitas e despesas ocorridas no exercício. Lucro (ou Prejuízo) = Receitas – Despesas  Tem como objetivo apresentar de forma vertical resumida o resultado apurado em relação ao conjunto de operações realizadas num determinado período (doze meses).
  • 43. Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) Lucro (ou Prejuízo) = Receitas – Despesas Receitas > Despesas  Lucro Receitas < Despesas  Prejuízo
  • 44. Demonstração do Resultado do Exercício Receita Operacional Bruta Vendas de Produtos (Mercadorias ou Serviços) (-) Deduções da Receita Bruta Devoluções de Vendas Abatimentos Impostos e Contribuições Incidentes sobre Vendas (=) Receita Operacional Líquida (-) Custos das Vendas Custo dos Produtos Vendidos (Mercadorias ou Serviços) (=) Resultado Operacional Bruto (-) Despesas Operacionais Despesas com Vendas Despesas Administrativas (-) Despesas Financeiras (-) Despesas Financeiras (+) Receitas Financeiras (+/-) Outras Receitas e Despesas (=) Resultado Operacional Antes do IRPJ e CSLL (-) Provisão para IRPJ e CSLL (=) Lucro Líquido Antes das Participações (-) Participações de Administradores e Empregados (=) Resultado Líquido do Exercício (Lucro ou Prejuízo)
  • 45. ATIVO (Bens e direitos) Ver vídeo neste link: http://www.youtube.com/watch?v=ipUuFCrmUXk PASSIVO (Obrigações) PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Resultado RECEITA (-) DESPESA

Notas do Editor

  1. BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO PASSIVO CIRCULANTE Disponível Valores a Receber (C.P.) Estoques CIRCULANTE Fornecedores Salários e encargos Empréstimos (C.P.) Financiamentos (C.P.) NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Investimento Imobilizado Intangível NÃO CIRCULANTE Empréstimos (L.P.) Financiamentos (L.P.) PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital Social Reservas de capital Lucros acumulado s