SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
Dany Costa
Marco Oliveira
 Marco Peixoto
Samuel Oliveira
“Onde estão os Riscos?

     no Futuro ... que pode ser duvidoso e nos forçar a mudanças...

nas Mudanças ... que podem ser inúmeras e nos forçam a decisões...

           nas Decisões ... que podem não ser as mais correctas...”

                                                Walter de Abreu Cybis (2003)




                  Higiene e Segurança no Trabalho                          2
A avaliação de riscos é da competência dos empregadores, sendo sua
obrigação legal avaliar e informar sobre os riscos em que os trabalhadores
incorrem no exercício das suas funções (Decreto Lei nº 441/91)




                                                                             3
                              Higiene e Segurança no Trabalho
A avaliação de riscos profissionais apresenta-se como uma
ferramenta fundamental para qualquer sistema de gestão
da prevenção e de segurança no trabalho, permitindo que,
após a identificação dos riscos existentes, se possam
definir medidas de controlo, eliminando ou reduzindo,
para níveis aceitáveis, esses mesmos riscos



                       Higiene e Segurança no Trabalho      4
Nos últimos dez anos houve uma
                                                   “uma evolução muito positiva” no
diminuição clara nos acidentes
                                                   entanto “falha uma cultura de
mortais em Portugal, passando dos
                                                   prevenção mais instalada, uma
320 em 2001 para os 130 em 2010,
                                                   preocupação com as novas patologias
portanto, é cerca de um terço
                                                   dos riscos profissionais” (Forte, 2011).
(Forte, 2011).




                                Higiene e Segurança no Trabalho                               5
Nº de Acidentes Mortais em Portugal
400

             368        365
350                                357


                                               312          306
300                                                                    300
                                                                                         276

250                                                                             253
                                                                                                  231

200


150


100


 50


  0
         2000       2001        2002       2003         2004        2005     2006     2007     2008

                                                     Nº Acidentes
      Fonte: Adaptado de Pordata 2011    Higiene e Segurança no Trabalho                                6
Alguns Números
            ultrapassam
            4% do PIB        Estima-se que a cada três
            mundial          minutos e meio morra uma
                             pessoa na UE de causas
                             relacionadas com o
                                                                        Todos os anos morrem na União
                             trabalho. OSHA.EUROPA (2011)               Europeia 142 mil pessoas em
                                                                        consequência de doenças
                                                                        profissionais e outras 8.900 em
                                                                        virtude de acidentes de trabalho.
                                                                                                  Forte (2011)

  OIT estima que todos os anos
  ocorrem, no mundo, cerca de
  270 milhões de acidentes de
  trabalho e que são registadas
 aproximadamente 160 milhões
de doenças profissionais, de que
   resulta a morte de mais de 2
             OIT
    milhões de trabalhadores.
                                      Higiene e Segurança no Trabalho                                   7
Higiene e Segurança no Trabalho   8
MOTOACESSÓRIOS FAMALICENSE, LDA

• Fundada em 1987

• Comércio de motociclos, bicicletas, peças e acessórios, com representações das

   marcas Microcar, Aixam, JDM e Piaggio

• Desenvolve todas as actividades a montante e a jusante do comércio de

   quadriciclos, das quais realçamos a manutenção, pintura e chaparia

• Evolução francamente positiva da actividade nos últimos anos

• Registaram-se cerca de dez acidentes de trabalho nos últimos cinco anos

                             Higiene e Segurança no Trabalho                       9
Identificação das Pessoas Expostas



    Sector                        Nº de Trabalhadores



     Peças                                       2

   Mecânica                                      4
    Pintura                                      2
   Soldadura                                     1
    Limpeza                                      1

               Higiene e Segurança no Trabalho          10
Principais Factores Ambientais ou Agentes Agressivos Identificados na

Motoacessórios Famalicense Lda.:



• Físicos

•Químicos

•Ergonómicos




                           Higiene e Segurança no Trabalho              11
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                      CONSEQUÊNCIAS


  Factores ambientais ou
                                         Tarefa                        Perigo                      Risco
         agentes
                                                                Manuseamento de
                                  Reparação de Chassis e                                    Lesões Psicológicas;
 Físicos            Ruído
                                       Carroçarias
                                                             Reberbadeiras; Máquinas
                                                                                           Fisiológicas; Auditivas
                                                                de Furar; Martelo.


Medidas de prevenção recomendadas:
•Medidas organizacionais – passam por exemplo pela redução dos níveis de ruído ou dos tempos de exposição.
•Medidas construtivas ou de engenharia – actuam sobre a fonte produtora de ruído (ex: selecção de equipamentos de
trabalho e materiais isentos de ruído ou pouco ruidosos, manutenção periódica dos equipamentos de trabalho,
substituição de componentes gastos ou defeituosos, etc).
•Medidas de protecção individual - através da utilização de protectores auriculares adequados.

Medidas adoptadas pela empresa:
•Utilização de equipamentos e materiais pouco ruidosos
•Utilização de protectores auriculares
                                                                                                                12
                                            Higiene e Segurança no Trabalho
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS


   Factores ambientais ou
                                           Tarefa                       Perigo                     Risco
          agentes

                                                                 Manuseamento de        Perturbações Neurológicas ou
                                   Reparação de Chassis e
  Físicos          Vibrações
                                        Carroçarias
                                                              Reberbadeiras; Máquinas     Musculares, Vasculares e
                                                                 de Furar; Martelo.       Lesões Osteo-articulares


Medidas de prevenção recomendadas:
•Melhoria do equipamento, reduzindo a intensidade das vibrações
•Instituir períodos de repouso e rotatividade, evitando exposições contínuas


Medidas adoptadas pela empresa:
•Utilização de equipamentos adequados
•Utilização de calçado de protecção


                                             Higiene e Segurança no Trabalho                                   13
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS


   Factores ambientais ou
                                             Tarefa                       Perigo                       Risco
          agentes


 Físicos        Iluminação               Mecânica               Utilização de Gambiarras         Fadiga Visual


Medidas de prevenção recomendadas:
•Evitar o ofuscamento directo e indirecto;
•Alteração do nível de iluminação consoante os postos de trabalho e as exigências visuais da tarefa;
•Eliminação do efeito estroboscópico mediante aplicação das disposições regulamentares aplicáveis;
•Seleccionar as lâmpadas mais adequadas para as tarefas a desempenhar;
•Eliminação do encadeamento através da escolha correcta das fontes de luz, das cores das paredes, tectos e chão, etc.


Medidas adoptadas pela empresa:
•Colocação de projectores em local estratégico para melhorar a qualidade e quantidade de luz na zona de trabalhos


                                               Higiene e Segurança no Trabalho                                   14
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                        CONSEQUÊNCIAS

 Factores ambientais ou
                                           Tarefa                          Perigo                         Risco
        agentes

                                                                                              Redução das Habilidades
                Ambiente                                        Altas Temperaturas e
Físicos         Térmico
                                      Tarefas em Geral
                                                                Baixas Temperaturas
                                                                                               Motoras; Esgotamento;
                                                                                              Cãibras; Fadiga Térmica

Medidas de prevenção recomendadas:
•Medidas de concepção – asseguram a qualidade na concepção, aquisição e manutenção dos sistemas de ventilação e
climatização, ventilação e aspiração localizadas;
•Medidas organizacionais – limitam no tempo a exposição, introduzem intervalos de descanso, seleccionam períodos do dia
mais adequados para a execução dos trabalhos;
•Medidas materiais – controlam as fontes de emissão, substituição de equipamentos de trabalho;
•Medidas de protecção individual – integram a utilização de equipamento de protecção e vestuário adequados.

Medidas adoptadas pela empresa:
•Pedido de orçamento para remoção do telhado e substituir por outro tipo de telha existente no mercado.
•Utilização de equipamento de protecção e vestuário adequados.


                                                Higiene e Segurança no Trabalho                                    15
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS


Factores ambientais ou
                                    Tarefa                          Perigo                 Risco
       agentes


                                                              Manuseamento de
Químicos       Sólido      Reparação de Carroçarias
                                                               Rebarbadeiras
                                                                                Cancro; Irritação nos Olhos;




Medidas de prevenção recomendadas:
Implementar um sistemas de ventilação
Utilização de EPI


Medidas adoptadas pela empresa:
•Colocação de um sistema de ventilação
•Utilização de EPI completo, nomeadamente máscara


                                         Higiene e Segurança no Trabalho                               16
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS


 Factores ambientais ou
                                       Tarefa                          Perigo                    Risco
        agentes


                                                            Manuseamento de Tintas e   Asma; Intoxicação Crónica;
Químicos         Gasoso         Pintura Automóvel
                                                                   Vernizes            Queimaduras e Dermatites




Medidas de prevenção recomendadas:
Utilizar câmaras para pulverização
Utilizar equipamento de protecção individual completo

Medidas adoptadas pela empresa:
•Utilização de uma cabine de pintura
•Utilização de EPI completo, nomeadamente fato de pintura e máscara


                                            Higiene e Segurança no Trabalho                                17
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                      CONSEQUÊNCIAS


 Factores ambientais ou
                                    Tarefa                           Perigo                      Risco
        agentes


                                                                                       Secura da Garganta; Tosse;
Químicos        Gasoso       Corte e Solda de Peças     Reparação de Canos de Escape
                                                                                       Dificuldades Respiratórias



Medidas de prevenção recomendadas:
•Implementar um sistema de ventilação ou uma unidade
móvel de extracção com exaustor.


Medidas adoptadas pela empresa:
•Colocação de um sistema de ventilação




                                          Higiene e Segurança no Trabalho                                  18
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                      CONSEQUÊNCIAS


 Factores ambientais ou
                                     Tarefa                            Perigo                   Risco
        agentes


                                                           Reparação com Motores em   Cancro do Pulmão; Irritação
Químicos         Gasoso             Mecánica
                                                                Funcionamento           das Vias Respiratórias;




Medidas de prevenção recomendadas:
•Colocar um sistema de extracção de gases
•Colocar um sistema de ventilação




Medidas adoptadas pela empresa:
•Colocação de um sistema de extracção de gases



                                            Higiene e Segurança no Trabalho                                19
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS

   Factores ambientais ou
                                          Tarefa                         Perigo                     Risco
          agentes
                                                                                          Perturbações Neurológivas;
                                 Limpeza de Componentes Manuseamento de Solventes
                                                                                                  Dermatites
                                                                  Manuseamento de         Intoxicações; Queimaduras;
                                 Outras limpezas de peças
                                                                 Querosene e Gasolina             Dermatites
Químicos          Líquidos
                                                                   Uso Inadequado de        Intoxicação Crónica;
                                Limpeza de Mãos e Braços
                                                                       Solventes           Dermatites Ocupacionais
                                                               Utilização de Compressor    Dermatites; Perturbações
                                    Lavagem de Motores
                                                                        ar/água                Neurológicas
Medidas de prevenção recomendadas:
Garantir a compatibilidade entre produtos arrumados
Manter todos os recipientes devidamente rotulados
Manter acessíveis a todos os utilizadores as fichas de dados de segurança
Medidas adoptadas pela empresa:
Utilização de equipamento de protecção individual, principalmente o uso de luvas
Recipientes devidamente rotulados
Todos os utilizadores têm acesso às fichas de dados de segurança                                               20
                                             Higiene e Segurança no Trabalho
IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS
                       CONSEQUÊNCIAS

Factores ambientais ou agentes               Tarefa                           Perigo              Risco


                                   Desmontagem e Montagem Deslocações de Objectos             Lesões Musculo
                    O Homem              de Motores              Pesados                       Esqueléticas

Ergonómicos
                  Componentes                                       Utilização do Guincho
                               Desmontagem e Montagem                                       Entalamento; Lesões
                  Materiais do       de Motores
                                                                          Hidráulico
                                                                                             Corporais Diversas
                   Trabalho
Medidas de prevenção:
•Rotação do Pessoal
•Intervalos mais frequentes
•Exercícios compensatórios frequentes para trabalhos repetitivos;
•Exames médicos periódicos
•Evitar esforços superiores a 25 kg para homens e 12 kg para mulheres
Medidas adoptadas pela empresa:
•Utilização de máquinas e ferramentas adequadas
                                                                                                           21
                                            Higiene e Segurança no Trabalho
22
Higiene e Segurança no Trabalho
METODOLOGIA DA AVALIAÇÃO DOS RISCOS


Escalas de Probabilidade (P) e Gravidade (G) (Método matriz
                    simples Somerville).




                                                Relação entre as variáveis Probabilidade (P) e Gravidade
                                                   (G), para determinação da Magnitude do Risco (R).




                                                                                                 23
                                     Higiene e Segurança no Trabalho
APRESENTAÇÃO
                                  DOS RESULTADOS

                                                                                         Matriz de Avaliação
Factores ambientais ou agentes     Tarefa               Perigo           Risco               de Riscos
                                                                                          G       P      R
                                                                  Lesões Psicológicos;
                Ruído                                                Fisiológicas;        B      A       1
                                              Manuseamento de          Auditivas
                             Reparação de
                                                Reberbadeiras;       Perturbações
                                Chassis e
                                              Máquinas de Furar; Neurológivas ou
                              Carroçarias
              Vibrações                            Martelo.           Musculares,         B      B       2
                                                                  Vasculares e Lesões
                                                                    Osteoarticulares
 Físicos
                                                 Utilização de
             Iluminação        Mecânica                              Fadiga Visual        A      A       1
                                                  Gambiarras
                                                                     Redução das
                                                                      Habilidades
                                             Altas Temperaturas e      Motoras;
           Ambiente Termico Tarefas em Geral                                              B      C       3
                                             Baixas Temperaturas     Esgotamento;
                                                                   Caimbras; Fadiga
                                                                       Térmica


                                       Higiene e Segurança no Trabalho                                  24
APRESENTAÇÃO
                                     DOS RESULTADOS

                                                                                                      Matriz de Avaliação de
Factores ambientais ou agentes         Tarefa                Perigo                  Risco                    Riscos
                                                                                                       G        P        R
                                    Reparação de        Manuseamento de       Cancro; Irritação nos
                     Sólido                                                                            B        C       3
                                     Carroçarias         Reberbadeiras                Olhos;
                                                                               Asma; Intoxicação
                                                      Manuseamento de Tintas
                                  Pintura Automóvel                          Crônica; Quimaduras e     B        A       1
                                                             e Vernizes
                                                                                    Dermatites
                                                                               Cancro do Pulmão;
                                                      Reparação com Motores
                     Gasoso           Mecánica                                  Irritação das Vias     B        C       3
                                                         em Funcionamento
                                                                                  Respiratórias;
                                                                              Secura da Garganta;
                                   Corte e Solda de    Reparação de Canos de
                                                                               Tosse; Dificuldades     B        C       3
                                        Peças                  Escape
                                                                                   Respiratórias
Quimicos                                                                           Perturbações
                                     Limpeza de           Manuseamento de
                                                                                  Neurológivas;        B        C       3
                                    Componentes              Solventes
                                                                                    Dermatites
                                                                                   Intoxicações;
                                  Outras limpezas de      Manuseamento de
                                                                                  Queimaduras;         B        C       3
                                         peças          Querosene e Gasolina
                                                                                    Dermatites
                    Liquidos
                                                                              Intoxicação Crónica;
                                  Limpeza de Mãos e      Uso Inadequado de
                                                                                    Dermatites         C        C       3
                                        Braços               Solventes
                                                                                  Ocupacionais
                                                                                    Dermatites;
                                                           Utilização de
                                 Lavagem de Motores                                Perturbações        C        C       3
                                                         Compressor ar/água
                                                                                   Neurológicas
                                            Higiene e Segurança no Trabalho                                           25
APRESENTAÇÃO
                           DOS RESULTADOS


                                                                                     Matriz de
  Factores ambientais ou                                                            Avaliação de
                            Tarefa              Perigo                Risco           Riscos
         agentes
                                                                                    G    P     R

                                          Deslocações de Lesões Musculo
              O Homem                                                               B    B     2
                                         Objectos Pesados Esqueléticas
                         Desmontagem e
Ergonómicos               Montagem de
            Componentes     Motores        Utilização do          Entalamento;
            Materiais do                     Guincho             Lesões Corporais   B    B     2
              Trabalho                      Hidráulico               Diversas




                               Higiene e Segurança no Trabalho                                26
Reflexão



Na nossa opinião, a empresa MAF, ainda tem um longo caminho para atingir os objectivos impostos pelas

normas de HST. Se em determinados aspectos se percebe que tem havido preocupação da parte da empresa em

cumprir com as diversas normas relativas a HST, nomeadamente no acondicionamento de resíduos, utilização de

equipamento de protecção, correcto acondicionamento de peças, etc., outros existem, em que deverá haver um

investimento de melhoria de onde realçamos a formação aos trabalhadores no que concerne ao manuseamento de

substâncias químicas e no que respeita á temperatura dentro da oficina a qual nos pareceu algo elevado e capaz

de diminuir a concentração dos trabalhadores.




                                         Higiene e Segurança no Trabalho                                   27
Reflexão



Também constatamos a existência de um extintor de pó químico do tipo ABC perto de um quadro eléctrico, em local

de pouca acessibilidade e não sinalizado, pelo que se sugere a alteração do local, colocação a 1.20 m em local

acessível e porventura a substituição para um extintor de dióxido de carbono.

Verificou-se também a total ausência de: sistema de detecção de incêndio, botões de alarme, de sinalização de saída de

emergência, sinalização de obrigatoriedade de utilização de EPI (máscaras, luvas, óculos e avental) nomeadamente

junto á cabine pintura, ausência de rótulos em recipientes com produtos químicos e manuais de instruções juntos às

máquinas.




                                             Higiene e Segurança no Trabalho                                    28
CONCLUSÕES



Conclui-se que a empresa analisada ainda não cumpre os objectivos desejáveis em termos

de HST, pelo que recomendaríamos o recurso a uma empresa da especialidade no sentido de

eliminar as diversas divergências entre o que está estipulado por lei nesta matéria e a

realidade na empresa.



Como conclusão final pode-se concluir que atingimos os objectivos propostos inicialmente

com a identificação e avaliação dos riscos da empresa Motoacessórios Famalicense Lda.



                                    Higiene e Segurança no Trabalho                       29
Higiene e Segurança no Trabalho   30

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisFilipa Andrade
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individualemanueltstegeon
 
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
Acidentes de trabalho   (causas e consequências)Acidentes de trabalho   (causas e consequências)
Acidentes de trabalho (causas e consequências)Agostinho J. Neto
 
Treinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurançaTreinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurançaconbetcursos
 
Segurança do Trabalho - Analise de riscos
Segurança do Trabalho - Analise de riscosSegurança do Trabalho - Analise de riscos
Segurança do Trabalho - Analise de riscosClaudio Cesar Pontes ن
 
Aula 2 acidentes de trabalho
Aula 2   acidentes de trabalhoAula 2   acidentes de trabalho
Aula 2 acidentes de trabalhoDaniel Moura
 
Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnilYthia Karla
 
Aula 3 - Acidente de Trabalho
Aula 3 - Acidente de TrabalhoAula 3 - Acidente de Trabalho
Aula 3 - Acidente de TrabalhoGhiordanno Bruno
 
Treinamento NR 12.pptx
Treinamento NR 12.pptxTreinamento NR 12.pptx
Treinamento NR 12.pptxbreno90
 
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6GAC CURSOS ONLINE
 
Noção de acidente de trabalho
Noção de acidente de trabalhoNoção de acidente de trabalho
Noção de acidente de trabalhoFilipa Andrade
 
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalhoMedidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalhoThaysa Brito
 
treienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maostreienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maosAne Costa
 
Analise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldasAnalise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldasJose Fernandes
 
Politica de saúde e segurança do trabalho
Politica de saúde e segurança do trabalhoPolitica de saúde e segurança do trabalho
Politica de saúde e segurança do trabalhoEvandroPFonseca
 
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Jonas B. Larrosa
 

Mais procurados (20)

Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionais
 
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção IndividualNR 6 - Equipamento de Proteção Individual
NR 6 - Equipamento de Proteção Individual
 
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
Acidentes de trabalho   (causas e consequências)Acidentes de trabalho   (causas e consequências)
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
 
Treinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurançaTreinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurança
 
Segurança do Trabalho - Analise de riscos
Segurança do Trabalho - Analise de riscosSegurança do Trabalho - Analise de riscos
Segurança do Trabalho - Analise de riscos
 
Aula 2 acidentes de trabalho
Aula 2   acidentes de trabalhoAula 2   acidentes de trabalho
Aula 2 acidentes de trabalho
 
Treinamento de epi novo reparado mecnil
Treinamento de epi novo reparado  mecnilTreinamento de epi novo reparado  mecnil
Treinamento de epi novo reparado mecnil
 
Aula 3 - Acidente de Trabalho
Aula 3 - Acidente de TrabalhoAula 3 - Acidente de Trabalho
Aula 3 - Acidente de Trabalho
 
Treinamento NR 12.pptx
Treinamento NR 12.pptxTreinamento NR 12.pptx
Treinamento NR 12.pptx
 
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
GERENCIAMENTO EPI CONSCIENTIZAÇÃO E USO – NR 6
 
Noção de acidente de trabalho
Noção de acidente de trabalhoNoção de acidente de trabalho
Noção de acidente de trabalho
 
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalhoMedidas para prevenção de acidentes no trabalho
Medidas para prevenção de acidentes no trabalho
 
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-alturaProcedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
 
treienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maostreienamento de proteção das maos
treienamento de proteção das maos
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
 
Analise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldasAnalise preliminar-de-risco-soldas
Analise preliminar-de-risco-soldas
 
Politica de saúde e segurança do trabalho
Politica de saúde e segurança do trabalhoPolitica de saúde e segurança do trabalho
Politica de saúde e segurança do trabalho
 
Os de pedreiro
Os de pedreiroOs de pedreiro
Os de pedreiro
 
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
 
Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
 

Destaque

Riscos profissionais i
Riscos profissionais iRiscos profissionais i
Riscos profissionais iisabelourenco
 
Livro fundamentos de segurança no trabalho
Livro   fundamentos de segurança no trabalhoLivro   fundamentos de segurança no trabalho
Livro fundamentos de segurança no trabalhoRenato Campos
 
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...Ronivon nascimento
 
Aula 7 gestão de riscos
Aula 7   gestão de riscosAula 7   gestão de riscos
Aula 7 gestão de riscosDaniel Moura
 
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionaisDaniel Moura
 

Destaque (6)

Riscos profissionais i
Riscos profissionais iRiscos profissionais i
Riscos profissionais i
 
Livro fundamentos de segurança no trabalho
Livro   fundamentos de segurança no trabalhoLivro   fundamentos de segurança no trabalho
Livro fundamentos de segurança no trabalho
 
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...
Fundamentos de saúde e segurança do trabalho apostilhas do curso Técnico Segu...
 
Aula 7 gestão de riscos
Aula 7   gestão de riscosAula 7   gestão de riscos
Aula 7 gestão de riscos
 
Riscos Ambientais
Riscos AmbientaisRiscos Ambientais
Riscos Ambientais
 
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionais
 

Semelhante a Avaliação de riscos profissionais

Riscos de acidentes
Riscos de acidentesRiscos de acidentes
Riscos de acidentesThalya Lima
 
Acidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionaisAcidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionaisRONALDO COSTA
 
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]Clara Rodrigues
 
Integração Segurança do Trabalho - SOG
Integração Segurança do Trabalho - SOGIntegração Segurança do Trabalho - SOG
Integração Segurança do Trabalho - SOGSorayaFalbo1
 
Treinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalhoTreinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalhoAdriana Pinto
 
Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Cristina Santos
 
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfAula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfRuanPaulo5
 
Norma Regulamentadora 18 Trabalho na construção civil
Norma Regulamentadora  18 Trabalho na construção civilNorma Regulamentadora  18 Trabalho na construção civil
Norma Regulamentadora 18 Trabalho na construção civiladilson29435
 
134173783 apresentacao atbat_-_formacao
134173783 apresentacao atbat_-_formacao134173783 apresentacao atbat_-_formacao
134173783 apresentacao atbat_-_formacaoPelo Siro
 
Apostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoApostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoUmberto Reis
 
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalhoAmbiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalhoBruno Cassiano
 
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)graufinanceiro
 
Introdução higiene e seguranca
Introdução higiene e segurancaIntrodução higiene e seguranca
Introdução higiene e segurancaThiago Brito
 
Apostila seguran a_trabalho
Apostila seguran a_trabalhoApostila seguran a_trabalho
Apostila seguran a_trabalhoFatima Silva
 
Seguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evfSeguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evfedmar_eng
 
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.pptLuanSilvaBorgesLima1
 

Semelhante a Avaliação de riscos profissionais (20)

M1 s1 SMET M1
M1 s1 SMET M1M1 s1 SMET M1
M1 s1 SMET M1
 
Riscos de acidentes
Riscos de acidentesRiscos de acidentes
Riscos de acidentes
 
Acidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionaisAcidente do trabalho e doenças ocupacionais
Acidente do trabalho e doenças ocupacionais
 
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]
2004 10-15 16-29-37-aep-higiene-seguranca[1]
 
segurança do trabalho.pptx
segurança do trabalho.pptxsegurança do trabalho.pptx
segurança do trabalho.pptx
 
Integração Segurança do Trabalho - SOG
Integração Segurança do Trabalho - SOGIntegração Segurança do Trabalho - SOG
Integração Segurança do Trabalho - SOG
 
Treinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalhoTreinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalho
 
Meta metalurgica
Meta metalurgicaMeta metalurgica
Meta metalurgica
 
Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1
 
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfAula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
 
Norma Regulamentadora 18 Trabalho na construção civil
Norma Regulamentadora  18 Trabalho na construção civilNorma Regulamentadora  18 Trabalho na construção civil
Norma Regulamentadora 18 Trabalho na construção civil
 
134173783 apresentacao atbat_-_formacao
134173783 apresentacao atbat_-_formacao134173783 apresentacao atbat_-_formacao
134173783 apresentacao atbat_-_formacao
 
Apostila cipa umberto
Apostila cipa umbertoApostila cipa umberto
Apostila cipa umberto
 
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalhoAmbiente, saúde e segurança do trabalho
Ambiente, saúde e segurança do trabalho
 
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)2ª aula   segurança do trabalho (1) (1)
2ª aula segurança do trabalho (1) (1)
 
Ergonomia1 introducao
Ergonomia1 introducaoErgonomia1 introducao
Ergonomia1 introducao
 
Introdução higiene e seguranca
Introdução higiene e segurancaIntrodução higiene e seguranca
Introdução higiene e seguranca
 
Apostila seguran a_trabalho
Apostila seguran a_trabalhoApostila seguran a_trabalho
Apostila seguran a_trabalho
 
Seguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evfSeguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evf
 
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt
02- Treinamento Basico_em_Seguranca.ppt
 

Mais de Marco Oliveira

Um programa para a gestão da inovação
Um programa para a gestão da inovaçãoUm programa para a gestão da inovação
Um programa para a gestão da inovaçãoMarco Oliveira
 
Roadmapping continuos innovation
Roadmapping continuos innovationRoadmapping continuos innovation
Roadmapping continuos innovationMarco Oliveira
 
Requisitos da np en isso 9001 de 2008
Requisitos da np en isso 9001 de 2008Requisitos da np en isso 9001 de 2008
Requisitos da np en isso 9001 de 2008Marco Oliveira
 
Plano de marketing looking for talent
Plano de marketing looking for talentPlano de marketing looking for talent
Plano de marketing looking for talentMarco Oliveira
 
Planeamento de um jogo no estádio do dragão
Planeamento de um jogo no estádio do dragãoPlaneamento de um jogo no estádio do dragão
Planeamento de um jogo no estádio do dragãoMarco Oliveira
 
Estudo de caso Grupo VF Corporation
Estudo de caso Grupo VF CorporationEstudo de caso Grupo VF Corporation
Estudo de caso Grupo VF CorporationMarco Oliveira
 
Marco oliveira relatório de estágio scb
Marco oliveira relatório de estágio scbMarco oliveira relatório de estágio scb
Marco oliveira relatório de estágio scbMarco Oliveira
 
Marco oliveira relatório de estágio
Marco oliveira relatório de estágioMarco oliveira relatório de estágio
Marco oliveira relatório de estágioMarco Oliveira
 
Investigação gestão da marca
Investigação   gestão da marcaInvestigação   gestão da marca
Investigação gestão da marcaMarco Oliveira
 
Inovação e estratégia
Inovação e estratégiaInovação e estratégia
Inovação e estratégiaMarco Oliveira
 
Caso de estudo grupo vf corporation
Caso de estudo   grupo vf corporationCaso de estudo   grupo vf corporation
Caso de estudo grupo vf corporationMarco Oliveira
 
Caso de estudo banco popular portugal, s.a.
Caso de estudo   banco popular portugal, s.a.Caso de estudo   banco popular portugal, s.a.
Caso de estudo banco popular portugal, s.a.Marco Oliveira
 
Rh gestão de carreiras
Rh gestão de carreirasRh gestão de carreiras
Rh gestão de carreirasMarco Oliveira
 
A evolução da inflação em portugal
A evolução da inflação em portugalA evolução da inflação em portugal
A evolução da inflação em portugalMarco Oliveira
 

Mais de Marco Oliveira (17)

Um programa para a gestão da inovação
Um programa para a gestão da inovaçãoUm programa para a gestão da inovação
Um programa para a gestão da inovação
 
Roadmapping continuos innovation
Roadmapping continuos innovationRoadmapping continuos innovation
Roadmapping continuos innovation
 
Requisitos da np en isso 9001 de 2008
Requisitos da np en isso 9001 de 2008Requisitos da np en isso 9001 de 2008
Requisitos da np en isso 9001 de 2008
 
Plano de marketing looking for talent
Plano de marketing looking for talentPlano de marketing looking for talent
Plano de marketing looking for talent
 
Planeamento de um jogo no estádio do dragão
Planeamento de um jogo no estádio do dragãoPlaneamento de um jogo no estádio do dragão
Planeamento de um jogo no estádio do dragão
 
Estudo de caso Grupo VF Corporation
Estudo de caso Grupo VF CorporationEstudo de caso Grupo VF Corporation
Estudo de caso Grupo VF Corporation
 
Marco oliveira relatório de estágio scb
Marco oliveira relatório de estágio scbMarco oliveira relatório de estágio scb
Marco oliveira relatório de estágio scb
 
Marco oliveira relatório de estágio
Marco oliveira relatório de estágioMarco oliveira relatório de estágio
Marco oliveira relatório de estágio
 
Marca f.c. porto
Marca f.c. portoMarca f.c. porto
Marca f.c. porto
 
Investigação gestão da marca
Investigação   gestão da marcaInvestigação   gestão da marca
Investigação gestão da marca
 
Inovação e estratégia
Inovação e estratégiaInovação e estratégia
Inovação e estratégia
 
Gestão da inovação
Gestão da inovaçãoGestão da inovação
Gestão da inovação
 
Crowdsourcing
CrowdsourcingCrowdsourcing
Crowdsourcing
 
Caso de estudo grupo vf corporation
Caso de estudo   grupo vf corporationCaso de estudo   grupo vf corporation
Caso de estudo grupo vf corporation
 
Caso de estudo banco popular portugal, s.a.
Caso de estudo   banco popular portugal, s.a.Caso de estudo   banco popular portugal, s.a.
Caso de estudo banco popular portugal, s.a.
 
Rh gestão de carreiras
Rh gestão de carreirasRh gestão de carreiras
Rh gestão de carreiras
 
A evolução da inflação em portugal
A evolução da inflação em portugalA evolução da inflação em portugal
A evolução da inflação em portugal
 

Avaliação de riscos profissionais

  • 1. Dany Costa Marco Oliveira Marco Peixoto Samuel Oliveira
  • 2. “Onde estão os Riscos? no Futuro ... que pode ser duvidoso e nos forçar a mudanças... nas Mudanças ... que podem ser inúmeras e nos forçam a decisões... nas Decisões ... que podem não ser as mais correctas...” Walter de Abreu Cybis (2003) Higiene e Segurança no Trabalho 2
  • 3. A avaliação de riscos é da competência dos empregadores, sendo sua obrigação legal avaliar e informar sobre os riscos em que os trabalhadores incorrem no exercício das suas funções (Decreto Lei nº 441/91) 3 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 4. A avaliação de riscos profissionais apresenta-se como uma ferramenta fundamental para qualquer sistema de gestão da prevenção e de segurança no trabalho, permitindo que, após a identificação dos riscos existentes, se possam definir medidas de controlo, eliminando ou reduzindo, para níveis aceitáveis, esses mesmos riscos Higiene e Segurança no Trabalho 4
  • 5. Nos últimos dez anos houve uma “uma evolução muito positiva” no diminuição clara nos acidentes entanto “falha uma cultura de mortais em Portugal, passando dos prevenção mais instalada, uma 320 em 2001 para os 130 em 2010, preocupação com as novas patologias portanto, é cerca de um terço dos riscos profissionais” (Forte, 2011). (Forte, 2011). Higiene e Segurança no Trabalho 5
  • 6. Nº de Acidentes Mortais em Portugal 400 368 365 350 357 312 306 300 300 276 250 253 231 200 150 100 50 0 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Nº Acidentes Fonte: Adaptado de Pordata 2011 Higiene e Segurança no Trabalho 6
  • 7. Alguns Números ultrapassam 4% do PIB Estima-se que a cada três mundial minutos e meio morra uma pessoa na UE de causas relacionadas com o Todos os anos morrem na União trabalho. OSHA.EUROPA (2011) Europeia 142 mil pessoas em consequência de doenças profissionais e outras 8.900 em virtude de acidentes de trabalho. Forte (2011) OIT estima que todos os anos ocorrem, no mundo, cerca de 270 milhões de acidentes de trabalho e que são registadas aproximadamente 160 milhões de doenças profissionais, de que resulta a morte de mais de 2 OIT milhões de trabalhadores. Higiene e Segurança no Trabalho 7
  • 8. Higiene e Segurança no Trabalho 8
  • 9. MOTOACESSÓRIOS FAMALICENSE, LDA • Fundada em 1987 • Comércio de motociclos, bicicletas, peças e acessórios, com representações das marcas Microcar, Aixam, JDM e Piaggio • Desenvolve todas as actividades a montante e a jusante do comércio de quadriciclos, das quais realçamos a manutenção, pintura e chaparia • Evolução francamente positiva da actividade nos últimos anos • Registaram-se cerca de dez acidentes de trabalho nos últimos cinco anos Higiene e Segurança no Trabalho 9
  • 10. Identificação das Pessoas Expostas Sector Nº de Trabalhadores Peças 2 Mecânica 4 Pintura 2 Soldadura 1 Limpeza 1 Higiene e Segurança no Trabalho 10
  • 11. Principais Factores Ambientais ou Agentes Agressivos Identificados na Motoacessórios Famalicense Lda.: • Físicos •Químicos •Ergonómicos Higiene e Segurança no Trabalho 11
  • 12. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Manuseamento de Reparação de Chassis e Lesões Psicológicas; Físicos Ruído Carroçarias Reberbadeiras; Máquinas Fisiológicas; Auditivas de Furar; Martelo. Medidas de prevenção recomendadas: •Medidas organizacionais – passam por exemplo pela redução dos níveis de ruído ou dos tempos de exposição. •Medidas construtivas ou de engenharia – actuam sobre a fonte produtora de ruído (ex: selecção de equipamentos de trabalho e materiais isentos de ruído ou pouco ruidosos, manutenção periódica dos equipamentos de trabalho, substituição de componentes gastos ou defeituosos, etc). •Medidas de protecção individual - através da utilização de protectores auriculares adequados. Medidas adoptadas pela empresa: •Utilização de equipamentos e materiais pouco ruidosos •Utilização de protectores auriculares 12 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 13. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Manuseamento de Perturbações Neurológicas ou Reparação de Chassis e Físicos Vibrações Carroçarias Reberbadeiras; Máquinas Musculares, Vasculares e de Furar; Martelo. Lesões Osteo-articulares Medidas de prevenção recomendadas: •Melhoria do equipamento, reduzindo a intensidade das vibrações •Instituir períodos de repouso e rotatividade, evitando exposições contínuas Medidas adoptadas pela empresa: •Utilização de equipamentos adequados •Utilização de calçado de protecção Higiene e Segurança no Trabalho 13
  • 14. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Físicos Iluminação Mecânica Utilização de Gambiarras Fadiga Visual Medidas de prevenção recomendadas: •Evitar o ofuscamento directo e indirecto; •Alteração do nível de iluminação consoante os postos de trabalho e as exigências visuais da tarefa; •Eliminação do efeito estroboscópico mediante aplicação das disposições regulamentares aplicáveis; •Seleccionar as lâmpadas mais adequadas para as tarefas a desempenhar; •Eliminação do encadeamento através da escolha correcta das fontes de luz, das cores das paredes, tectos e chão, etc. Medidas adoptadas pela empresa: •Colocação de projectores em local estratégico para melhorar a qualidade e quantidade de luz na zona de trabalhos Higiene e Segurança no Trabalho 14
  • 15. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Redução das Habilidades Ambiente Altas Temperaturas e Físicos Térmico Tarefas em Geral Baixas Temperaturas Motoras; Esgotamento; Cãibras; Fadiga Térmica Medidas de prevenção recomendadas: •Medidas de concepção – asseguram a qualidade na concepção, aquisição e manutenção dos sistemas de ventilação e climatização, ventilação e aspiração localizadas; •Medidas organizacionais – limitam no tempo a exposição, introduzem intervalos de descanso, seleccionam períodos do dia mais adequados para a execução dos trabalhos; •Medidas materiais – controlam as fontes de emissão, substituição de equipamentos de trabalho; •Medidas de protecção individual – integram a utilização de equipamento de protecção e vestuário adequados. Medidas adoptadas pela empresa: •Pedido de orçamento para remoção do telhado e substituir por outro tipo de telha existente no mercado. •Utilização de equipamento de protecção e vestuário adequados. Higiene e Segurança no Trabalho 15
  • 16. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Manuseamento de Químicos Sólido Reparação de Carroçarias Rebarbadeiras Cancro; Irritação nos Olhos; Medidas de prevenção recomendadas: Implementar um sistemas de ventilação Utilização de EPI Medidas adoptadas pela empresa: •Colocação de um sistema de ventilação •Utilização de EPI completo, nomeadamente máscara Higiene e Segurança no Trabalho 16
  • 17. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Manuseamento de Tintas e Asma; Intoxicação Crónica; Químicos Gasoso Pintura Automóvel Vernizes Queimaduras e Dermatites Medidas de prevenção recomendadas: Utilizar câmaras para pulverização Utilizar equipamento de protecção individual completo Medidas adoptadas pela empresa: •Utilização de uma cabine de pintura •Utilização de EPI completo, nomeadamente fato de pintura e máscara Higiene e Segurança no Trabalho 17
  • 18. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Secura da Garganta; Tosse; Químicos Gasoso Corte e Solda de Peças Reparação de Canos de Escape Dificuldades Respiratórias Medidas de prevenção recomendadas: •Implementar um sistema de ventilação ou uma unidade móvel de extracção com exaustor. Medidas adoptadas pela empresa: •Colocação de um sistema de ventilação Higiene e Segurança no Trabalho 18
  • 19. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Reparação com Motores em Cancro do Pulmão; Irritação Químicos Gasoso Mecánica Funcionamento das Vias Respiratórias; Medidas de prevenção recomendadas: •Colocar um sistema de extracção de gases •Colocar um sistema de ventilação Medidas adoptadas pela empresa: •Colocação de um sistema de extracção de gases Higiene e Segurança no Trabalho 19
  • 20. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou Tarefa Perigo Risco agentes Perturbações Neurológivas; Limpeza de Componentes Manuseamento de Solventes Dermatites Manuseamento de Intoxicações; Queimaduras; Outras limpezas de peças Querosene e Gasolina Dermatites Químicos Líquidos Uso Inadequado de Intoxicação Crónica; Limpeza de Mãos e Braços Solventes Dermatites Ocupacionais Utilização de Compressor Dermatites; Perturbações Lavagem de Motores ar/água Neurológicas Medidas de prevenção recomendadas: Garantir a compatibilidade entre produtos arrumados Manter todos os recipientes devidamente rotulados Manter acessíveis a todos os utilizadores as fichas de dados de segurança Medidas adoptadas pela empresa: Utilização de equipamento de protecção individual, principalmente o uso de luvas Recipientes devidamente rotulados Todos os utilizadores têm acesso às fichas de dados de segurança 20 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 21. IDENTIFICAÇÃO DO PERIGO E POSSIVEIS CONSEQUÊNCIAS Factores ambientais ou agentes Tarefa Perigo Risco Desmontagem e Montagem Deslocações de Objectos Lesões Musculo O Homem de Motores Pesados Esqueléticas Ergonómicos Componentes Utilização do Guincho Desmontagem e Montagem Entalamento; Lesões Materiais do de Motores Hidráulico Corporais Diversas Trabalho Medidas de prevenção: •Rotação do Pessoal •Intervalos mais frequentes •Exercícios compensatórios frequentes para trabalhos repetitivos; •Exames médicos periódicos •Evitar esforços superiores a 25 kg para homens e 12 kg para mulheres Medidas adoptadas pela empresa: •Utilização de máquinas e ferramentas adequadas 21 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 22. 22 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 23. METODOLOGIA DA AVALIAÇÃO DOS RISCOS Escalas de Probabilidade (P) e Gravidade (G) (Método matriz simples Somerville). Relação entre as variáveis Probabilidade (P) e Gravidade (G), para determinação da Magnitude do Risco (R). 23 Higiene e Segurança no Trabalho
  • 24. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS Matriz de Avaliação Factores ambientais ou agentes Tarefa Perigo Risco de Riscos G P R Lesões Psicológicos; Ruído Fisiológicas; B A 1 Manuseamento de Auditivas Reparação de Reberbadeiras; Perturbações Chassis e Máquinas de Furar; Neurológivas ou Carroçarias Vibrações Martelo. Musculares, B B 2 Vasculares e Lesões Osteoarticulares Físicos Utilização de Iluminação Mecânica Fadiga Visual A A 1 Gambiarras Redução das Habilidades Altas Temperaturas e Motoras; Ambiente Termico Tarefas em Geral B C 3 Baixas Temperaturas Esgotamento; Caimbras; Fadiga Térmica Higiene e Segurança no Trabalho 24
  • 25. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS Matriz de Avaliação de Factores ambientais ou agentes Tarefa Perigo Risco Riscos G P R Reparação de Manuseamento de Cancro; Irritação nos Sólido B C 3 Carroçarias Reberbadeiras Olhos; Asma; Intoxicação Manuseamento de Tintas Pintura Automóvel Crônica; Quimaduras e B A 1 e Vernizes Dermatites Cancro do Pulmão; Reparação com Motores Gasoso Mecánica Irritação das Vias B C 3 em Funcionamento Respiratórias; Secura da Garganta; Corte e Solda de Reparação de Canos de Tosse; Dificuldades B C 3 Peças Escape Respiratórias Quimicos Perturbações Limpeza de Manuseamento de Neurológivas; B C 3 Componentes Solventes Dermatites Intoxicações; Outras limpezas de Manuseamento de Queimaduras; B C 3 peças Querosene e Gasolina Dermatites Liquidos Intoxicação Crónica; Limpeza de Mãos e Uso Inadequado de Dermatites C C 3 Braços Solventes Ocupacionais Dermatites; Utilização de Lavagem de Motores Perturbações C C 3 Compressor ar/água Neurológicas Higiene e Segurança no Trabalho 25
  • 26. APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS Matriz de Factores ambientais ou Avaliação de Tarefa Perigo Risco Riscos agentes G P R Deslocações de Lesões Musculo O Homem B B 2 Objectos Pesados Esqueléticas Desmontagem e Ergonómicos Montagem de Componentes Motores Utilização do Entalamento; Materiais do Guincho Lesões Corporais B B 2 Trabalho Hidráulico Diversas Higiene e Segurança no Trabalho 26
  • 27. Reflexão Na nossa opinião, a empresa MAF, ainda tem um longo caminho para atingir os objectivos impostos pelas normas de HST. Se em determinados aspectos se percebe que tem havido preocupação da parte da empresa em cumprir com as diversas normas relativas a HST, nomeadamente no acondicionamento de resíduos, utilização de equipamento de protecção, correcto acondicionamento de peças, etc., outros existem, em que deverá haver um investimento de melhoria de onde realçamos a formação aos trabalhadores no que concerne ao manuseamento de substâncias químicas e no que respeita á temperatura dentro da oficina a qual nos pareceu algo elevado e capaz de diminuir a concentração dos trabalhadores. Higiene e Segurança no Trabalho 27
  • 28. Reflexão Também constatamos a existência de um extintor de pó químico do tipo ABC perto de um quadro eléctrico, em local de pouca acessibilidade e não sinalizado, pelo que se sugere a alteração do local, colocação a 1.20 m em local acessível e porventura a substituição para um extintor de dióxido de carbono. Verificou-se também a total ausência de: sistema de detecção de incêndio, botões de alarme, de sinalização de saída de emergência, sinalização de obrigatoriedade de utilização de EPI (máscaras, luvas, óculos e avental) nomeadamente junto á cabine pintura, ausência de rótulos em recipientes com produtos químicos e manuais de instruções juntos às máquinas. Higiene e Segurança no Trabalho 28
  • 29. CONCLUSÕES Conclui-se que a empresa analisada ainda não cumpre os objectivos desejáveis em termos de HST, pelo que recomendaríamos o recurso a uma empresa da especialidade no sentido de eliminar as diversas divergências entre o que está estipulado por lei nesta matéria e a realidade na empresa. Como conclusão final pode-se concluir que atingimos os objectivos propostos inicialmente com a identificação e avaliação dos riscos da empresa Motoacessórios Famalicense Lda. Higiene e Segurança no Trabalho 29
  • 30. Higiene e Segurança no Trabalho 30