SlideShare uma empresa Scribd logo
Professor: Daniel Moura
Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho
Curso: Graduação em Engenharia de Produção
Segurança no Trabalho

O ACIDENTE DE TRABALHO




NÃO ACONTECE POR ACASO!
Segurança no Trabalho
                    Legislação
 “É o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da
  empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados
  (....) provocando lesão corporal ou perturbação funcional
  que cause a morte ou a perda ou redução, permanente
  ou temporária, da capacidade para o trabalho.”

• Lei 8.213, de 24/07/1991, Art. 19

         CONCEITO PREVENCIONISTA DE AT



   Evento inesperado e indesejável, que interrompa a rotina
   normal de trabalho, que gere perdas materiais, humanas ou
   de tempo.
Segurança no Trabalho
 Exemplos de AT
Segurança no Trabalho
              A dinâmica do AT
                               Falhas ou quebras



Elemento do
  processo
 produtivo


                                  Resultados secundários




                                          Acident
                                           e de
                                          Trabalh
                                             o
Segurança no Trabalho

  Parágrafo Único – Equiparam-se ao acidente do trabalho, para efeitos deste
 Regulamento:


 I.   I. A doença profissional ou do trabalho, assim entendida a inerente ou
      peculiar a determinado ramo de atividade e constante da relação que
      constitui o Anexo I da lei sobre AT;


I.    O acidente que, ligado ao trabalho, embora não tenha sido a causa única,
      haja contribuído diretamente para a morte, ou a perda ou redução da
      capacidade para o trabalho;


I.    A doença proveniente de contaminação acidental de pessoal da área
      médica, no exercício de sua atividade.
Segurança no Trabalho
     Artigo 3º - São também considerados como acidentes do trabalho:


I.       O acidente sofrido pelo empregado no local de trabalho, em
         consequência de:

 a)     Ato de sabotagem ou de terrorismo praticados por terceiros, inclusive
        companheiro de trabalho;

 a)     Ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa
        relacionada com o trabalho;

 a)     Imprudência, negligência ou imperícia de terceiro, inclusive companheiro de
        trabalho;

 a)     Ato de pessoa privada do uso da razão;

 a)     Desabamento, inundação ou incêndio;

 a)     Outros casos fortuitos ou de força maior.
Segurança no Trabalho
II.     O acidente sofrido pelo empregado ainda que fora do local e horário de
        trabalho:

a)    Na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autoridade da
      empresa;

a)    Na prestação espontânea de qualquer serviço à empresa para lhe evitar
      prejuízo ou proporcionar proveito;

a)    Em viagem a serviço de empresa, seja qualquer meio de locomoção
      utilizado, inclusive veículo de propriedade do empregado;



a)    No percurso da resistência para o trabalho ou deste para aquela;


a)    No percurso de ida e volta para o local da refeição em intervalo do
      trabalho.
Segurança no Trabalho
I.   O acidente sofrido pelo empregado em período destinado a refeição ou
     descanso, ou por ocasião da satisfação de outras necessidades
     fisiológicas, no local de trabalho ou durante o horário deste.



 Parágrafo 1-º - Em casos excepcionais, constatando que doença não
incluída no Anexo I resultou de condições especiais em que o trabalho é
executado e com ele se relaciona diretamente, o INAMPS deverá considerá-la
como acidente de trabalho.




Parágrafo 2º - Não serão consideradas para efeitos do Parágrafo 1º a doença
degenerativa, a inerente a grupo etário e a que não acarrete incapacidade para
o trabalho.
Segurança no Trabalho


 Parágrafo 3º - Não será considerada agravação ou
complicação do acidente do trabalho a lesão que, resultante
de outro acidente, se associe ou se superponha às
consequências do anterior.


Parágrafo 5º - Entende-se como percurso o trajeto usual da
residência ou do local de refeição para o trabalho, ou deste
para aqueles.
Segurança no Trabalho
     Classificação dos AT
                              Acidente
                                 no
                              Trabalho




Acidente Sem                          Acidente Com
Afastamento                           Afastamento
do Trabalho                           do Trabalho




               Incapacidade    Incapacidade    Incapacidade
                Temporária        Parcial          Total      Morte
                                Permanente      Permanente




O acidente                               O acidente
não deve ser                              deve ser
registrado                               registrado
Segurança no Trabalho
                 Tipos de AT
• Acidentes típicos: são todos os acidentes que ocorrem
  no desenvolvimento do trabalho na própria empresa ou
  a serviço desta.
Segurança no Trabalho


• Doenças ocupacionais: São doenças
  causadas pelo tipo de trabalho ou pelas
  condições do ambiente de trabalho.
Segurança no Trabalho


• Acidentes de Trajeto: São os acidentes
  que ocorrem no trajeto entre a residência
  e o trabalho ou vice-versa.
Segurança no Trabalho
           Consequências Dos Acidentes De Trabalho


                Acidentado                 Família                    Colegas


            Sofrimento físico                                Mau estar.
             e moral.
Plano
                                        Sofrimento moral.    Inquietação.
Humano      Diminuição do seu
             potencial de trabalho.                           Pânico.




                                                                Perda de tempo.
            Perda de salário.
Plano                                                           Perda de prémio
                                        Dificuldades
                                                                Excesso de trabalho.
Material    Baixa do seu                económicas.
                                                                Formação do
             potencial profissional.
                                                                 substituto.
Segurança no Trabalho
           Consequências Dos Acidentes De Trabalho

                      Empresa                             País



            Baixa do clima psicológico.
Plano
                                             Baixa do potencial humano.
Humano      Má reputação para a empresa.




              Máquinas paradas.
              Perda de produção.              Perda de produção.
              Estragos na máquina.            Recuperação do acidentado.
Plano         Atrasos na fabricação.          Reformas.
Material      Formação de substitutos.        Despesas de reeducação.
              Perturbações técnicas.          Diminuição do poder de
              Maiores custos.                  compra.
              Prémio de seguro maior.
Segurança no Trabalho
          Custos diretos dos AT´s
•   Salários pagos;
•   Assistência médica;
•   Medicamentos;
•   Indenizações.
Segurança no Trabalho
       Custos indiretos dos AT´s
• Tempo perdido para socorrer o acidentado;
  investigar as causas do acidente; retomar o
  ritmo normal de trabalho; reparar
  equipamentos avariados;
• Baixa de produtividade;
• Perdas de produtos;
• Reintegração do acidentado;
• Prejuízo para a imagem da empresa;
• Reparação de equipamentos;
• Substituição do acidentado;
• Sofrimento da família do acidentado.
Segurança no Trabalho
Causas dos acidentes de
trabalho




•Condição insegura;


•Ato inseguro;


•Fator pessoal de insegurança;
Segurança no Trabalho

         CONDIÇÕES INSEGURAS

São    equipamentos,    máquinas    ou
ferramentas que apresentam defeitos ou
estão com falta de algum acessório que
proporcionam uma CONDIÇÃO DE
INSEGURANÇA.




      São responsáveis por 10% dos acidentes.
Segurança no Trabalho
  ATOS INSEGUROS

       São atitudes
        que você
      adota, muitas
       vezes, sem
      perceber, que
      podem causar
      um acidente.



  São responsáveis por
   90% dos acidentes
Segurança no Trabalho


Fator pessoal de insegurança é
a      causa      relativa    ao
comportamento humano que
propicia   a    ocorrência    de
acidentes como, por exemplo,
doença na família, excesso de
horas     extras,      problemas
conjugais, etc.
Segurança no Trabalho
                   EXEMPLOS

1. EQUIPAMENTO TÉCNICO
Segurança no Trabalho


2. CONDIÇÕES DE TRABALHO
Segurança no Trabalho

3. TRABALHADOR (experiência, grau de instrução, idade, etc.)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
Alex Costa Triers
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
HP Safety Engenharia
 
Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completa
Daniel Lira
 
NR-1
NR-1NR-1
NR 5
NR 5NR 5
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionais
Daniel Moura
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
Mauricio Cesar Soares
 
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
Acidentes de trabalho   (causas e consequências)Acidentes de trabalho   (causas e consequências)
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
Agostinho J. Neto
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Sergio Silva
 
Apresentaçao das nr.s
Apresentaçao das nr.sApresentaçao das nr.s
Apresentaçao das nr.s
Junior Almeida
 
Prevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de TrabalhoPrevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de Trabalho
IZAIAS DE SOUZA AGUIAR
 
Nr1 disposições gerais
Nr1  disposições geraisNr1  disposições gerais
Nr1 disposições gerais
Mauricio De Oliveira Silva
 
Nr 6 treinamento
Nr 6 treinamentoNr 6 treinamento
Nr 6 treinamento
André Kovtun Sliachticas
 
Aula 3 doenças ocupacionais
Aula 3   doenças ocupacionaisAula 3   doenças ocupacionais
Aula 3 doenças ocupacionais
Daniel Moura
 
Administração aplicada na Segurança do Trabalho
Administração aplicada na Segurança do TrabalhoAdministração aplicada na Segurança do Trabalho
Administração aplicada na Segurança do Trabalho
Jeane Santos
 
Aula 1 intro hst
Aula 1   intro hstAula 1   intro hst
Aula 1 intro hst
Daniel Moura
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
Sergio Roberto Silva
 
Treinamento acidente de trabalho
Treinamento acidente de trabalhoTreinamento acidente de trabalho
Treinamento acidente de trabalho
Monica Pinheiro
 
História da segurança do trabalho no mundo
História da segurança do trabalho no mundoHistória da segurança do trabalho no mundo
História da segurança do trabalho no mundo
Edison Augusto
 
Aula nr 4
Aula nr 4Aula nr 4
Aula nr 4
Juno Dio
 

Mais procurados (20)

Acidentes de trabalho
Acidentes de trabalhoAcidentes de trabalho
Acidentes de trabalho
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Nr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completaNr 6 apresentação completa
Nr 6 apresentação completa
 
NR-1
NR-1NR-1
NR-1
 
NR 5
NR 5NR 5
NR 5
 
Aula 4 riscos ocupacionais
Aula 4   riscos ocupacionaisAula 4   riscos ocupacionais
Aula 4 riscos ocupacionais
 
Segurança do trabalho
Segurança do trabalhoSegurança do trabalho
Segurança do trabalho
 
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
Acidentes de trabalho   (causas e consequências)Acidentes de trabalho   (causas e consequências)
Acidentes de trabalho (causas e consequências)
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
 
Apresentaçao das nr.s
Apresentaçao das nr.sApresentaçao das nr.s
Apresentaçao das nr.s
 
Prevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de TrabalhoPrevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Nr1 disposições gerais
Nr1  disposições geraisNr1  disposições gerais
Nr1 disposições gerais
 
Nr 6 treinamento
Nr 6 treinamentoNr 6 treinamento
Nr 6 treinamento
 
Aula 3 doenças ocupacionais
Aula 3   doenças ocupacionaisAula 3   doenças ocupacionais
Aula 3 doenças ocupacionais
 
Administração aplicada na Segurança do Trabalho
Administração aplicada na Segurança do TrabalhoAdministração aplicada na Segurança do Trabalho
Administração aplicada na Segurança do Trabalho
 
Aula 1 intro hst
Aula 1   intro hstAula 1   intro hst
Aula 1 intro hst
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
 
Treinamento acidente de trabalho
Treinamento acidente de trabalhoTreinamento acidente de trabalho
Treinamento acidente de trabalho
 
História da segurança do trabalho no mundo
História da segurança do trabalho no mundoHistória da segurança do trabalho no mundo
História da segurança do trabalho no mundo
 
Aula nr 4
Aula nr 4Aula nr 4
Aula nr 4
 

Semelhante a Aula 2 acidentes de trabalho

Tst acidentes do trabalho
Tst   acidentes do trabalhoTst   acidentes do trabalho
Tst acidentes do trabalho
Bolivar Motta
 
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção
 
Treinamento acidente de trabalho mecnil geral
Treinamento acidente de trabalho mecnil geralTreinamento acidente de trabalho mecnil geral
Treinamento acidente de trabalho mecnil geral
Ythia Karla
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
proftstsergioetm
 
Seguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evfSeguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evf
edmar_eng
 
Trabalho adm gerencial seminario seg-trab
Trabalho adm gerencial seminario seg-trabTrabalho adm gerencial seminario seg-trab
Trabalho adm gerencial seminario seg-trab
Correios
 
1 apresentação geral
1   apresentação geral1   apresentação geral
1 apresentação geral
Nilton Goulart
 
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdfSLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
WellingtonOliveira773953
 
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfAula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
RuanPaulo5
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
lucaswee
 
Trabalho sena
Trabalho senaTrabalho sena
Trabalho sena
lucaswee
 
Introdução higiene e seguranca
Introdução higiene e segurancaIntrodução higiene e seguranca
Introdução higiene e seguranca
Thiago Brito
 
03 saúde e segurança no trabalho
03   saúde e segurança no trabalho03   saúde e segurança no trabalho
03 saúde e segurança no trabalho
Fábio Moraes
 
Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1
Cristina Santos
 
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptxacidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
Renato Marcelo Andrzejewski
 
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
Leomir Borghardt
 
1 apresentação geral
1   apresentação geral1   apresentação geral
1 apresentação geral
Nilton Goulart
 
Apostila 01 seg trabalgo
Apostila 01   seg trabalgoApostila 01   seg trabalgo
Apostila 01 seg trabalgo
Iarlley Nascimento
 
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorioTreinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
AdelmaSilesAzevedo
 
Aula 2 sms
Aula 2 smsAula 2 sms
Aula 2 sms
Thiago Amorim
 

Semelhante a Aula 2 acidentes de trabalho (20)

Tst acidentes do trabalho
Tst   acidentes do trabalhoTst   acidentes do trabalho
Tst acidentes do trabalho
 
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
Aula 2 - Higiene e Segurança do Trabalho
 
Treinamento acidente de trabalho mecnil geral
Treinamento acidente de trabalho mecnil geralTreinamento acidente de trabalho mecnil geral
Treinamento acidente de trabalho mecnil geral
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
 
Seguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evfSeguranca basica do_trabalho_evf
Seguranca basica do_trabalho_evf
 
Trabalho adm gerencial seminario seg-trab
Trabalho adm gerencial seminario seg-trabTrabalho adm gerencial seminario seg-trab
Trabalho adm gerencial seminario seg-trab
 
1 apresentação geral
1   apresentação geral1   apresentação geral
1 apresentação geral
 
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdfSLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
SLIDES AULA DIA 01-03-2023 - TURMA DE MECÂNICA.pdf
 
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdfAula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
Aula 4 - Saúde e Segurança no Trabalho.pdf
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
Trabalho sena
Trabalho senaTrabalho sena
Trabalho sena
 
Introdução higiene e seguranca
Introdução higiene e segurancaIntrodução higiene e seguranca
Introdução higiene e seguranca
 
03 saúde e segurança no trabalho
03   saúde e segurança no trabalho03   saúde e segurança no trabalho
03 saúde e segurança no trabalho
 
Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1Manual de treinamento da cip1
Manual de treinamento da cip1
 
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptxacidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
acidente do trabalho - OFICINA DE MOTO.pptx
 
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
07-21-06-auladia28defevereiro.pdf
 
1 apresentação geral
1   apresentação geral1   apresentação geral
1 apresentação geral
 
Apostila 01 seg trabalgo
Apostila 01   seg trabalgoApostila 01   seg trabalgo
Apostila 01 seg trabalgo
 
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorioTreinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
Treinamento de Trabalho para trabalhadores de escritorio
 
Aula 2 sms
Aula 2 smsAula 2 sms
Aula 2 sms
 

Mais de Daniel Moura

Edital nº 01 uaep cdsa
Edital nº 01   uaep cdsaEdital nº 01   uaep cdsa
Edital nº 01 uaep cdsa
Daniel Moura
 
Prancha modelo - apresentação SP
Prancha modelo - apresentação SPPrancha modelo - apresentação SP
Prancha modelo - apresentação SP
Daniel Moura
 
Taxa de frequencia (1)
Taxa de frequencia (1)Taxa de frequencia (1)
Taxa de frequencia (1)
Daniel Moura
 
Unidade 3 planejamento de espaços
Unidade 3   planejamento de espaçosUnidade 3   planejamento de espaços
Unidade 3 planejamento de espaços
Daniel Moura
 
Unidade 2.1 planejamento t+ítico do layout
Unidade 2.1   planejamento t+ítico do layoutUnidade 2.1   planejamento t+ítico do layout
Unidade 2.1 planejamento t+ítico do layout
Daniel Moura
 
Unidade 1 níveis de instalações
Unidade 1   níveis de instalaçõesUnidade 1   níveis de instalações
Unidade 1 níveis de instalações
Daniel Moura
 
Unidade 2 planejamento estrat+®gico do layout
Unidade 2   planejamento estrat+®gico do layoutUnidade 2   planejamento estrat+®gico do layout
Unidade 2 planejamento estrat+®gico do layout
Daniel Moura
 
Plano de aula projeto de fábrica
Plano de aula   projeto de fábricaPlano de aula   projeto de fábrica
Plano de aula projeto de fábrica
Daniel Moura
 
Unidade 4 planejamento de depósitos e armazéns
Unidade 4   planejamento de depósitos e armazénsUnidade 4   planejamento de depósitos e armazéns
Unidade 4 planejamento de depósitos e armazéns
Daniel Moura
 
Plano de aula custos da produção
Plano de aula   custos da produçãoPlano de aula   custos da produção
Plano de aula custos da produção
Daniel Moura
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Daniel Moura
 
Capitulo 6 metodo de centros de custos
Capitulo 6   metodo de centros de custosCapitulo 6   metodo de centros de custos
Capitulo 6 metodo de centros de custos
Daniel Moura
 
Capitulo 5 custo padrão
Capitulo 5   custo padrãoCapitulo 5   custo padrão
Capitulo 5 custo padrão
Daniel Moura
 
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
Capitulo 4   análise de custo  volume _lucroCapitulo 4   análise de custo  volume _lucro
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
Daniel Moura
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
Daniel Moura
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Daniel Moura
 
Capitulo 1 a empresa moderna
Capitulo 1   a empresa modernaCapitulo 1   a empresa moderna
Capitulo 1 a empresa moderna
Daniel Moura
 
Capitulo 8 metodo da unidade de esforço de produção uep
Capitulo 8   metodo da unidade de esforço de produção   uepCapitulo 8   metodo da unidade de esforço de produção   uep
Capitulo 8 metodo da unidade de esforço de produção uep
Daniel Moura
 
Plano de aula hst 2013.2
Plano de aula   hst 2013.2Plano de aula   hst 2013.2
Plano de aula hst 2013.2
Daniel Moura
 
Ergonomia do produto
Ergonomia do produtoErgonomia do produto
Ergonomia do produtoDaniel Moura
 

Mais de Daniel Moura (20)

Edital nº 01 uaep cdsa
Edital nº 01   uaep cdsaEdital nº 01   uaep cdsa
Edital nº 01 uaep cdsa
 
Prancha modelo - apresentação SP
Prancha modelo - apresentação SPPrancha modelo - apresentação SP
Prancha modelo - apresentação SP
 
Taxa de frequencia (1)
Taxa de frequencia (1)Taxa de frequencia (1)
Taxa de frequencia (1)
 
Unidade 3 planejamento de espaços
Unidade 3   planejamento de espaçosUnidade 3   planejamento de espaços
Unidade 3 planejamento de espaços
 
Unidade 2.1 planejamento t+ítico do layout
Unidade 2.1   planejamento t+ítico do layoutUnidade 2.1   planejamento t+ítico do layout
Unidade 2.1 planejamento t+ítico do layout
 
Unidade 1 níveis de instalações
Unidade 1   níveis de instalaçõesUnidade 1   níveis de instalações
Unidade 1 níveis de instalações
 
Unidade 2 planejamento estrat+®gico do layout
Unidade 2   planejamento estrat+®gico do layoutUnidade 2   planejamento estrat+®gico do layout
Unidade 2 planejamento estrat+®gico do layout
 
Plano de aula projeto de fábrica
Plano de aula   projeto de fábricaPlano de aula   projeto de fábrica
Plano de aula projeto de fábrica
 
Unidade 4 planejamento de depósitos e armazéns
Unidade 4   planejamento de depósitos e armazénsUnidade 4   planejamento de depósitos e armazéns
Unidade 4 planejamento de depósitos e armazéns
 
Plano de aula custos da produção
Plano de aula   custos da produçãoPlano de aula   custos da produção
Plano de aula custos da produção
 
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
Capitulo 7   abc  custeio baseado em atividadesCapitulo 7   abc  custeio baseado em atividades
Capitulo 7 abc custeio baseado em atividades
 
Capitulo 6 metodo de centros de custos
Capitulo 6   metodo de centros de custosCapitulo 6   metodo de centros de custos
Capitulo 6 metodo de centros de custos
 
Capitulo 5 custo padrão
Capitulo 5   custo padrãoCapitulo 5   custo padrão
Capitulo 5 custo padrão
 
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
Capitulo 4   análise de custo  volume _lucroCapitulo 4   análise de custo  volume _lucro
Capitulo 4 análise de custo volume _lucro
 
Capitulo 3 sistemas de custos
Capitulo 3   sistemas de custosCapitulo 3   sistemas de custos
Capitulo 3 sistemas de custos
 
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
Capitulo 2   conceitos básicos de custosCapitulo 2   conceitos básicos de custos
Capitulo 2 conceitos básicos de custos
 
Capitulo 1 a empresa moderna
Capitulo 1   a empresa modernaCapitulo 1   a empresa moderna
Capitulo 1 a empresa moderna
 
Capitulo 8 metodo da unidade de esforço de produção uep
Capitulo 8   metodo da unidade de esforço de produção   uepCapitulo 8   metodo da unidade de esforço de produção   uep
Capitulo 8 metodo da unidade de esforço de produção uep
 
Plano de aula hst 2013.2
Plano de aula   hst 2013.2Plano de aula   hst 2013.2
Plano de aula hst 2013.2
 
Ergonomia do produto
Ergonomia do produtoErgonomia do produto
Ergonomia do produto
 

Aula 2 acidentes de trabalho

  • 1. Professor: Daniel Moura Disciplina: Higiene e Segurança do Trabalho Curso: Graduação em Engenharia de Produção
  • 2. Segurança no Trabalho O ACIDENTE DE TRABALHO NÃO ACONTECE POR ACASO!
  • 3. Segurança no Trabalho Legislação “É o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa ou pelo exercício do trabalho dos segurados (....) provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte ou a perda ou redução, permanente ou temporária, da capacidade para o trabalho.” • Lei 8.213, de 24/07/1991, Art. 19 CONCEITO PREVENCIONISTA DE AT Evento inesperado e indesejável, que interrompa a rotina normal de trabalho, que gere perdas materiais, humanas ou de tempo.
  • 4. Segurança no Trabalho Exemplos de AT
  • 5. Segurança no Trabalho A dinâmica do AT Falhas ou quebras Elemento do processo produtivo Resultados secundários Acident e de Trabalh o
  • 6. Segurança no Trabalho  Parágrafo Único – Equiparam-se ao acidente do trabalho, para efeitos deste Regulamento: I. I. A doença profissional ou do trabalho, assim entendida a inerente ou peculiar a determinado ramo de atividade e constante da relação que constitui o Anexo I da lei sobre AT; I. O acidente que, ligado ao trabalho, embora não tenha sido a causa única, haja contribuído diretamente para a morte, ou a perda ou redução da capacidade para o trabalho; I. A doença proveniente de contaminação acidental de pessoal da área médica, no exercício de sua atividade.
  • 7. Segurança no Trabalho Artigo 3º - São também considerados como acidentes do trabalho: I. O acidente sofrido pelo empregado no local de trabalho, em consequência de: a) Ato de sabotagem ou de terrorismo praticados por terceiros, inclusive companheiro de trabalho; a) Ofensa física intencional, inclusive de terceiro, por motivo de disputa relacionada com o trabalho; a) Imprudência, negligência ou imperícia de terceiro, inclusive companheiro de trabalho; a) Ato de pessoa privada do uso da razão; a) Desabamento, inundação ou incêndio; a) Outros casos fortuitos ou de força maior.
  • 8. Segurança no Trabalho II. O acidente sofrido pelo empregado ainda que fora do local e horário de trabalho: a) Na execução de ordem ou na realização de serviço sob a autoridade da empresa; a) Na prestação espontânea de qualquer serviço à empresa para lhe evitar prejuízo ou proporcionar proveito; a) Em viagem a serviço de empresa, seja qualquer meio de locomoção utilizado, inclusive veículo de propriedade do empregado; a) No percurso da resistência para o trabalho ou deste para aquela; a) No percurso de ida e volta para o local da refeição em intervalo do trabalho.
  • 9. Segurança no Trabalho I. O acidente sofrido pelo empregado em período destinado a refeição ou descanso, ou por ocasião da satisfação de outras necessidades fisiológicas, no local de trabalho ou durante o horário deste.  Parágrafo 1-º - Em casos excepcionais, constatando que doença não incluída no Anexo I resultou de condições especiais em que o trabalho é executado e com ele se relaciona diretamente, o INAMPS deverá considerá-la como acidente de trabalho. Parágrafo 2º - Não serão consideradas para efeitos do Parágrafo 1º a doença degenerativa, a inerente a grupo etário e a que não acarrete incapacidade para o trabalho.
  • 10. Segurança no Trabalho  Parágrafo 3º - Não será considerada agravação ou complicação do acidente do trabalho a lesão que, resultante de outro acidente, se associe ou se superponha às consequências do anterior. Parágrafo 5º - Entende-se como percurso o trajeto usual da residência ou do local de refeição para o trabalho, ou deste para aqueles.
  • 11. Segurança no Trabalho Classificação dos AT Acidente no Trabalho Acidente Sem Acidente Com Afastamento Afastamento do Trabalho do Trabalho Incapacidade Incapacidade Incapacidade Temporária Parcial Total Morte Permanente Permanente O acidente O acidente não deve ser deve ser registrado registrado
  • 12. Segurança no Trabalho Tipos de AT • Acidentes típicos: são todos os acidentes que ocorrem no desenvolvimento do trabalho na própria empresa ou a serviço desta.
  • 13. Segurança no Trabalho • Doenças ocupacionais: São doenças causadas pelo tipo de trabalho ou pelas condições do ambiente de trabalho.
  • 14. Segurança no Trabalho • Acidentes de Trajeto: São os acidentes que ocorrem no trajeto entre a residência e o trabalho ou vice-versa.
  • 15. Segurança no Trabalho Consequências Dos Acidentes De Trabalho Acidentado Família Colegas  Sofrimento físico  Mau estar. e moral. Plano  Sofrimento moral.  Inquietação. Humano  Diminuição do seu potencial de trabalho.  Pânico.  Perda de tempo.  Perda de salário. Plano  Perda de prémio  Dificuldades  Excesso de trabalho. Material  Baixa do seu económicas.  Formação do potencial profissional. substituto.
  • 16. Segurança no Trabalho Consequências Dos Acidentes De Trabalho Empresa País  Baixa do clima psicológico. Plano  Baixa do potencial humano. Humano  Má reputação para a empresa.  Máquinas paradas.  Perda de produção.  Perda de produção.  Estragos na máquina.  Recuperação do acidentado. Plano  Atrasos na fabricação.  Reformas. Material  Formação de substitutos.  Despesas de reeducação.  Perturbações técnicas.  Diminuição do poder de  Maiores custos. compra.  Prémio de seguro maior.
  • 17. Segurança no Trabalho Custos diretos dos AT´s • Salários pagos; • Assistência médica; • Medicamentos; • Indenizações.
  • 18. Segurança no Trabalho Custos indiretos dos AT´s • Tempo perdido para socorrer o acidentado; investigar as causas do acidente; retomar o ritmo normal de trabalho; reparar equipamentos avariados; • Baixa de produtividade; • Perdas de produtos; • Reintegração do acidentado; • Prejuízo para a imagem da empresa; • Reparação de equipamentos; • Substituição do acidentado; • Sofrimento da família do acidentado.
  • 19. Segurança no Trabalho Causas dos acidentes de trabalho •Condição insegura; •Ato inseguro; •Fator pessoal de insegurança;
  • 20. Segurança no Trabalho CONDIÇÕES INSEGURAS São equipamentos, máquinas ou ferramentas que apresentam defeitos ou estão com falta de algum acessório que proporcionam uma CONDIÇÃO DE INSEGURANÇA. São responsáveis por 10% dos acidentes.
  • 21. Segurança no Trabalho ATOS INSEGUROS São atitudes que você adota, muitas vezes, sem perceber, que podem causar um acidente. São responsáveis por 90% dos acidentes
  • 22. Segurança no Trabalho Fator pessoal de insegurança é a causa relativa ao comportamento humano que propicia a ocorrência de acidentes como, por exemplo, doença na família, excesso de horas extras, problemas conjugais, etc.
  • 23. Segurança no Trabalho EXEMPLOS 1. EQUIPAMENTO TÉCNICO
  • 24. Segurança no Trabalho 2. CONDIÇÕES DE TRABALHO
  • 25. Segurança no Trabalho 3. TRABALHADOR (experiência, grau de instrução, idade, etc.)