SlideShare uma empresa Scribd logo
Prof. Daniel Xavier
   A radiografia simples do tórax é um dos
    exames radiológicos mais utilizados na
    prática médica.
   Propriedades:

    interagem com a matéria
    propagam-se no vácuo a velocidade da luz
    propagam-se em linha reta
    impressionam filmes radiográficos
   Efeitos biológicos (quanto maior o metabolismo,
    maior a sensibilidade).
    Pele: nocivos em pacientes que fazem uso
    prolongado.
    Olho: muito sensível o cristalino, podendo
    desenvolver uma catarata.
    Neoplasias malignas: por causa da ionização,
    as células ficam sensíveis e a alteração celular
    facilitada.
efeitos agudos: praticamente impossível, durante
um diagnóstico, só em casos de acidentes com
radiação.
imunodepressão: quem trabalha com a radiação
fica mais vulnerável.
 As estruturas que aparecem na radiografia
  sempre são maiores que o normal.
 A distância da ampola de raio x também modifica

  o tamanho da imagem.
 Sobreposição de imagens.
2.1 – Póstero-anterior (PA)

2.2 – Ântero-posterior (AP)
2.3 – Perfil

2.5 – Decúbito lateral com raios
 horizontais (Laurell)
Dose de radiação/ Penetração
 Não é raro encontrarmos exames muito ou pouco

  penetrados. Idealmente, devemos ser capazes de
  visualizar a sombra da coluna vertebral apenas nas
  suas porções mais superiores.

Densidade      Absorção          Imagem

Metal           Total            Branco brilhante
Cálcio          Grande           Branco
Água            Média            Cinza-branco
Gordura         Pequena          Quase preto
Ar                    Nenhuma           Preto
Inspiração correta
 O ideal é que o exame seja realizado em apnéia
  inspiratória máxima. Para sabermos se o exame está
  bem inspirado, devemos ter de 10 costelas posteriores
  projetando-se sobre os campos pulmonares e deverá
  demonstrar as hemicúpulas frênicas do diafragma ao
  nível do 10º espaço intercostal superior nos adultos, e
  nas crianças ao nível do 6º espaço intercostal superior.

Alinhamento / Centralização
 Para que o exame esteja bem centrado, as bordas
  mediais das clavículas devem estar eqüidistantes do
  centro da coluna, ou seja, os processos espinhosos
  devem ser vistos no meio destas extremidades e as
  escápulas devem estar fora do campo.
Avaliação da parede torácica:
- Simetria;
- Fraturas e outras alterações ósseas ;

Avaliação da pleura
- Derrame pleural
- Pneumotórax

Avaliação do parênquima
- Infiltrado alveolar
- atelectasias
Derrame Pleural
Pleura parietal X pleura visceral.
Definição: Acúmulo de líquido no interior do espaço pleural.
Valores normais: 1-5 ou 3-15 cc ou ml
Valores patológicos : 175 a 200 ml
Incidência radiográfica adequada → Laurell

Pneumotórax
Definição: Acúmulo de ar nos espaço pleural tornando a pleura
visceral visível.
Possíveis causas: espontaneamente por ruptura de uma bolha,
biópsias, acessos profundos, VM.
Incidência radiográfica adequada → Posição ortostática
   Infiltrados:
    . Opacificação homogênea dos lobos ou
    segmentos envolvidos (pnm Lobar).
    . Broncograma aéreo (broncopneumonia).
    . Múltiplas opacidades (hipodensa).
    . Hipodensidades lineares (pnm Intersticial).
   Colapso alveolar:
    . Diminuição dos espaços intercostais.
    . Insuflação do lado contralateral.
    . Desvio do mediastino ipsilateral.
   Pneumotórax:
    . Ausência da trama pulmonar.
    . Desvio do mediastino contralateral a lesão.
   Derrame pleural:
    . Opacificação homogênea do ângulo
    costofrênico.
    . Contorno diafragmático obscurecido.
    . Desvio ipsilateral do mediastino ou contralateral
    (quantidade).
   Pequeno: menor que 500 ml

   Médio: entre 500 e 1000 ml

   Grande: acima de 1000 ml
   Congestão:
    . Dilatação dos vasos.
    . Redistribuição do fluxo sanguíneo para as
    zonas superiores.
    . Edema intersticial e alveolar.
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia
Aula de Radiologia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemConceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagem
Pollyanna Medeiros
 
Avaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
Avaliação de Exames de Imagem - EnfermagemAvaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
Avaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
Joseir Saturnino
 
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIAAula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Leonardo Delgado
 
Radiografia normal do tórax
Radiografia normal do tóraxRadiografia normal do tórax
Radiografia normal do tórax
Flávia Salame
 
Raio x pós graduação
Raio   x pós graduaçãoRaio   x pós graduação
Raio x pós graduação
Iapes Ensino
 
Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologiaEstudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaAula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Jaqueline Almeida
 
Anatomia Radiológica
Anatomia RadiológicaAnatomia Radiológica
Anatomia Radiológica
Renata Cristina
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃORESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICASCÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Exame físico do Tórax
Exame físico do TóraxExame físico do Tórax
Exame físico do Tórax
pauloalambert
 
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner SáDiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
Secretaria Municipal da Cidade do Rio de Janeiro
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Cristiane Dias
 
Avaliação sistemática da radiografia do tórax
Avaliação sistemática da radiografia do tóraxAvaliação sistemática da radiografia do tórax
Avaliação sistemática da radiografia do tórax
Bruna Cesário
 
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS XRADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
Herculys Douglas Clímaco Marques
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicos
radiomed
 
Tomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - IntroduçãoTomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - Introdução
celais0814
 

Mais procurados (20)

Conceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagemConceitos basicos de qualidade da imagem
Conceitos basicos de qualidade da imagem
 
Avaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
Avaliação de Exames de Imagem - EnfermagemAvaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
Avaliação de Exames de Imagem - Enfermagem
 
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIAAula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
Aula01:INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE ANATOMIA
 
Radiografia normal do tórax
Radiografia normal do tóraxRadiografia normal do tórax
Radiografia normal do tórax
 
Raio x pós graduação
Raio   x pós graduaçãoRaio   x pós graduação
Raio x pós graduação
 
Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome Tomografia do Abdome
Tomografia do Abdome
 
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologiaEstudo de imagens ortopédicas na radiologia
Estudo de imagens ortopédicas na radiologia
 
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia ComputadorizadaAula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
Aula de Imagenologia sobre Tomografia Computadorizada
 
Anatomia Radiológica
Anatomia RadiológicaAnatomia Radiológica
Anatomia Radiológica
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃORESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA-ATUALIZAÇÃO
 
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
Interpretação de Imagens Tomográficas (TC)
 
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICASCÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
CÓDIGO DE ÉTICA DOS PROFISSIONAIS DAS TÉCNICAS RADIOLÓGICAS
 
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
Tudo sobre Ressonância Magnética (RM)
 
Exame físico do Tórax
Exame físico do TóraxExame físico do Tórax
Exame físico do Tórax
 
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner SáDiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
 
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológicoTerminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
Terminologia radiológica termos gerais usados no posicionamento radiológico
 
Avaliação sistemática da radiografia do tórax
Avaliação sistemática da radiografia do tóraxAvaliação sistemática da radiografia do tórax
Avaliação sistemática da radiografia do tórax
 
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS XRADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
RADIOLOGIA CONVENCIONAL E FORMAÇÃO DOS RAIOS X
 
Técnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicosTécnicas de exames radiológicos
Técnicas de exames radiológicos
 
Tomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - IntroduçãoTomografia Computadorizada - Introdução
Tomografia Computadorizada - Introdução
 

Semelhante a Aula de Radiologia

Aspiração 12.07.12 final
Aspiração 12.07.12 finalAspiração 12.07.12 final
Aspiração 12.07.12 final
upload718
 
Aspiração 12.07.12
Aspiração 12.07.12Aspiração 12.07.12
Aspiração 12.07.12
upload718
 
Patologias do tórax
Patologias do tóraxPatologias do tórax
Patologias do tórax
Débora Souto
 
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios enfe...
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios   enfe...Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios   enfe...
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios enfe...
Aroldo Gavioli
 
Aula de coluna cervical
Aula de coluna cervicalAula de coluna cervical
Aula de coluna cervical
Douglas Henrique
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTIAVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
Derrames Pleurais
Derrames PleuraisDerrames Pleurais
Derrames Pleurais
Flávia Salame
 
Radiografia normal do tórax
Radiografia normal do tóraxRadiografia normal do tórax
Radiografia normal do tórax
Flávia Salame
 
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf.
Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf.Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf.
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf.
upload718
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
João Paulo Ferreira de Queiroz
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Karlinhos Talita
 
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf
Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdfEstudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf
upload718
 
Cistos e cavidades pulmonares
Cistos e cavidades pulmonaresCistos e cavidades pulmonares
Cistos e cavidades pulmonares
Flávia Salame
 
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptxRaio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
ImersonAlbertoAlfane
 
1408
14081408
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdfDoc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
reneedetrovao
 
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Norberto Werle
 
Achados radiográficos na radiografia de tórax
Achados radiográficos na radiografia de tóraxAchados radiográficos na radiografia de tórax
Achados radiográficos na radiografia de tórax
isadoracordenonsi
 
Atelectasias e pneumotrax
Atelectasias e pneumotraxAtelectasias e pneumotrax
Atelectasias e pneumotrax
Flávia Salame
 

Semelhante a Aula de Radiologia (20)

Aspiração 12.07.12 final
Aspiração 12.07.12 finalAspiração 12.07.12 final
Aspiração 12.07.12 final
 
Aspiração 12.07.12
Aspiração 12.07.12Aspiração 12.07.12
Aspiração 12.07.12
 
Patologias do tórax
Patologias do tóraxPatologias do tórax
Patologias do tórax
 
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios enfe...
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios   enfe...Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios   enfe...
Abordagem diagnóstica ao paciente crítico com distúrbios respiratórios enfe...
 
Aula de coluna cervical
Aula de coluna cervicalAula de coluna cervical
Aula de coluna cervical
 
Avaliação
AvaliaçãoAvaliação
Avaliação
 
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTIAVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
 
Derrames Pleurais
Derrames PleuraisDerrames Pleurais
Derrames Pleurais
 
Radiografia normal do tórax
Radiografia normal do tóraxRadiografia normal do tórax
Radiografia normal do tórax
 
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf.
Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf.Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf.
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf.
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
 
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicinaSemiologia radiologica-estudantes-medicina
Semiologia radiologica-estudantes-medicina
 
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf
Estudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdfEstudo radiológico do tórax dcg  fisioterapia pdf
Estudo radiológico do tórax dcg fisioterapia pdf
 
Cistos e cavidades pulmonares
Cistos e cavidades pulmonaresCistos e cavidades pulmonares
Cistos e cavidades pulmonares
 
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptxRaio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
Raio X torax norma, padroes radiologicos.pptx
 
1408
14081408
1408
 
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdfDoc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
Doc go.net 273849218-eponimos-em-propedeutica-medica-henrique-marisco.pdf
 
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
Monitoria snc, crânio e coluna cervical(2)
 
Achados radiográficos na radiografia de tórax
Achados radiográficos na radiografia de tóraxAchados radiográficos na radiografia de tórax
Achados radiográficos na radiografia de tórax
 
Atelectasias e pneumotrax
Atelectasias e pneumotraxAtelectasias e pneumotrax
Atelectasias e pneumotrax
 

Mais de IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde

Mobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticosMobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticos
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Modos ventilatórios
 Modos ventilatórios  Modos ventilatórios
Tumores do sistema nervoso central
Tumores do sistema nervoso centralTumores do sistema nervoso central
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismoVm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivosNocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
 A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Interpretação de curvas na vm
 Interpretação de curvas na vm Interpretação de curvas na vm
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
A história da Ventilação mecânica
A história da Ventilação mecânicaA história da Ventilação mecânica
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivoInteração interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e ExtubaçãoProcesso de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutasDistúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotróficaBenefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
A importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporteA importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporte
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensivaRelevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação MecânicaManobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 

Mais de IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde (20)

Mobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticosMobilização precoce em pacientes críticos
Mobilização precoce em pacientes críticos
 
Modos ventilatórios
 Modos ventilatórios  Modos ventilatórios
Modos ventilatórios
 
Tumores do sistema nervoso central
Tumores do sistema nervoso centralTumores do sistema nervoso central
Tumores do sistema nervoso central
 
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismoVm no trauma encefálico e neurointensivismo
Vm no trauma encefálico e neurointensivismo
 
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivosNocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
Nocoes do-metodo-bobath reflexos primitivos
 
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
 A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
A importância da fisioterapia intensiva na uti oncológica
 
Interpretação de curvas na vm
 Interpretação de curvas na vm Interpretação de curvas na vm
Interpretação de curvas na vm
 
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
A HUMANIZAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI) NA FUNDAÇÃO CENTRO DE CON...
 
A história da Ventilação mecânica
A história da Ventilação mecânicaA história da Ventilação mecânica
A história da Ventilação mecânica
 
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivoInteração interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
Interação interdisciplinar na unidade de tratamento intensivo
 
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e ExtubaçãoProcesso de Desmame Ventilatório e Extubação
Processo de Desmame Ventilatório e Extubação
 
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
 
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
 
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutasDistúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
Distúrbios osteomusculares em fisioterapeutas
 
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotróficaBenefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
Benefícios da intervenção fisioterapêutica na esclerose lateral amiotrófica
 
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
A influência do comprometimento neuromotor na aquisição de habilidades em par...
 
A importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporteA importância da propriocepção no esporte
A importância da propriocepção no esporte
 
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensivaRelevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
Relevância do hemograma na conduta fisioterapêutica em terapia intensiva
 
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
Pneumonia associada à ventilação mecânica (PAV)
 
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação MecânicaManobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
Manobra peep-zeep em Ventilação Mecânica
 

Aula de Radiologia

  • 2. A radiografia simples do tórax é um dos exames radiológicos mais utilizados na prática médica.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9. Propriedades: interagem com a matéria propagam-se no vácuo a velocidade da luz propagam-se em linha reta impressionam filmes radiográficos
  • 10. Efeitos biológicos (quanto maior o metabolismo, maior a sensibilidade). Pele: nocivos em pacientes que fazem uso prolongado. Olho: muito sensível o cristalino, podendo desenvolver uma catarata. Neoplasias malignas: por causa da ionização, as células ficam sensíveis e a alteração celular facilitada.
  • 11. efeitos agudos: praticamente impossível, durante um diagnóstico, só em casos de acidentes com radiação. imunodepressão: quem trabalha com a radiação fica mais vulnerável.
  • 12.  As estruturas que aparecem na radiografia sempre são maiores que o normal.  A distância da ampola de raio x também modifica o tamanho da imagem.  Sobreposição de imagens.
  • 13. 2.1 – Póstero-anterior (PA) 2.2 – Ântero-posterior (AP)
  • 14. 2.3 – Perfil 2.5 – Decúbito lateral com raios horizontais (Laurell)
  • 15. Dose de radiação/ Penetração  Não é raro encontrarmos exames muito ou pouco penetrados. Idealmente, devemos ser capazes de visualizar a sombra da coluna vertebral apenas nas suas porções mais superiores. Densidade Absorção Imagem Metal Total Branco brilhante Cálcio Grande Branco Água Média Cinza-branco Gordura Pequena Quase preto Ar Nenhuma Preto
  • 16. Inspiração correta  O ideal é que o exame seja realizado em apnéia inspiratória máxima. Para sabermos se o exame está bem inspirado, devemos ter de 10 costelas posteriores projetando-se sobre os campos pulmonares e deverá demonstrar as hemicúpulas frênicas do diafragma ao nível do 10º espaço intercostal superior nos adultos, e nas crianças ao nível do 6º espaço intercostal superior. Alinhamento / Centralização  Para que o exame esteja bem centrado, as bordas mediais das clavículas devem estar eqüidistantes do centro da coluna, ou seja, os processos espinhosos devem ser vistos no meio destas extremidades e as escápulas devem estar fora do campo.
  • 17.
  • 18. Avaliação da parede torácica: - Simetria; - Fraturas e outras alterações ósseas ; Avaliação da pleura - Derrame pleural - Pneumotórax Avaliação do parênquima - Infiltrado alveolar - atelectasias
  • 19. Derrame Pleural Pleura parietal X pleura visceral. Definição: Acúmulo de líquido no interior do espaço pleural. Valores normais: 1-5 ou 3-15 cc ou ml Valores patológicos : 175 a 200 ml Incidência radiográfica adequada → Laurell Pneumotórax Definição: Acúmulo de ar nos espaço pleural tornando a pleura visceral visível. Possíveis causas: espontaneamente por ruptura de uma bolha, biópsias, acessos profundos, VM. Incidência radiográfica adequada → Posição ortostática
  • 20. Infiltrados: . Opacificação homogênea dos lobos ou segmentos envolvidos (pnm Lobar). . Broncograma aéreo (broncopneumonia). . Múltiplas opacidades (hipodensa). . Hipodensidades lineares (pnm Intersticial).
  • 21.
  • 22. Colapso alveolar: . Diminuição dos espaços intercostais. . Insuflação do lado contralateral. . Desvio do mediastino ipsilateral.
  • 23.
  • 24. Pneumotórax: . Ausência da trama pulmonar. . Desvio do mediastino contralateral a lesão.
  • 25.
  • 26. Derrame pleural: . Opacificação homogênea do ângulo costofrênico. . Contorno diafragmático obscurecido. . Desvio ipsilateral do mediastino ou contralateral (quantidade).
  • 27.
  • 28. Pequeno: menor que 500 ml  Médio: entre 500 e 1000 ml  Grande: acima de 1000 ml
  • 29. Congestão: . Dilatação dos vasos. . Redistribuição do fluxo sanguíneo para as zonas superiores. . Edema intersticial e alveolar.