SlideShare uma empresa Scribd logo
Aula 07- Recepção e Atendimento 2
ATENDIMENTO TELEFÔNICO
O telefone ainda é um instrumento de vendas e de networking muito importante, por isso é necessário levar em conta alguns fatores quando precisar falar com um cliente ou mesmo para encantá-lo.
o telefone é amplamente utilizado nas mais diversas situações:  Prospecção de negócios; Solicitação de informações; Marcação de entrevistas; Transmissão de informações; Venda, compra, etc.
A comunicação por telefone é bem mais difícil do que face a face, pelos seguintes motivos:  A chamada pode incomodar a quem recebe; A compreensão é mais trabalhosa; A atenção é mais difícil de ser mantida; É mais fácil de se dizer “não”; A conversa é mais rápida; A capacidade de persuadir é diminuída, etc...
REGRAS BÁSICAS PARA FALAR CORRETAMENTE E ATENDER PROFISSIONALMENTE O TELEFONE:
1. Sorria; 2. Coloque-se do lado do outro; 3. Faça o cliente sentir-se importante – seja cortês;
4. Esteja preparado, mantenha um registro por escrito, tome notas; 5. Personalize o atendimento, identifique-se; 6. Trate o cliente pelo nome;
7. Demonstre disposição de assumir responsabilidades; 8. Articule bem as palavras; 9. Fale devagar;
10. Fale com entusiasmo; 11. Demonstre interesse, ouça; 12. Dê toda atenção ao cliente;
13. Demonstre entendimento do problema, repita; 14. Faça perguntas para ampliar a compreensão e avaliar as reações; 15. Prometa providências específicas;
16. Confirme o acordo, e certifique-se de que a providência prometida foi entendida corretamente; 17. Não deixe o cliente pendurado, ofereça opções; 18. Antes de encerrar o contato, agradeça e seja o último a desligar.
Lembre-se: trate sempre bem o cliente. Não se esqueça de que você também é cliente e deseja ter um bom atendimento e ser tratada com respeito. Então, faça o mesmo!
Nunca fale o habitual “alô”. Use a prática utilizada pela empresa: nome da empresa, seu nome e sua saudação para ligações externas e apenas seu nome ou, se preferir, também uma saudação para as internas;
Evite o terrível “quem fala?”, “quem é?” “quem gostaria?”. Seja cortês ao telefone e pergunte de uma outra forma como “por gentileza, quem deseja falar ou quem quer falar?”;
Se o cliente precisar aguardar na linha, não o deixe esperando por muito tempo, pois correrá o risco dele desligar o telefone ou atender outra linha interna dele;
Nunca digite enquanto fala ao telefone e evite fazer barulho ao redor que possa prejudicar a conversa com o cliente;
Caso esteja em uma ligação particular e seu telefone tocar (linha interna ouexterna), desligue ou coloque sua chamada em “espera ou hold”. Dê prioridade àsligações da empresa;
Se tiver uma crise de riso, soluço ou tosse, peça licença ao cliente e coloque o telefone em “espera”;
Se tocar uma outra linha, peça licença por 1 minuto, atenda a 2a. linha e diga que está em outra ligação e que retornará em seguida; 
Evite comer, beber, mascar chiclete ou chupar bala enquanto fala ao telefone;
Caso seu chefe não esteja disponível para atender o cliente, jamais peça para o cliente ligar mais tarde ou de novo. Quem deve retornar a ligação é você;
Se combinar dia e horário para retornar a ligação, faça-o conforme o combinado, ou, caso haja algum imprevisto, avise ao cliente;
Se a ligação for feita para um celular, sempre inicie a conversa, perguntando se a pessoa pode atender naquele momento;
Nunca diga “Ele não se encontra”, afinal ele não está perdido. Diga apenas “Ele não está”;
Quando for transferir uma ligação externa a alguém internamente da sua empresa, tenha a delicadeza de adiantar o assunto ao colega de trabalho e só assim transferir a ligação. Não cometa a grosseria de transferir diretamente a ligação sem mesmo saber se seu colega está em seu local de trabalho ou mesmo se ele poderá atender o cliente pois o cliente voltará a ligar para você, e, provavelmente estará irritado;
Use um tom de voz firme, claro e gentil ao telefone. Evite gírias, diminutivos, gritos, intimidades (amor, bem, querida);
Se estiver ao telefone com o cliente, evite conversar com a colega de trabalho  quando ele sair da linha por alguns instantes. Ele poderá ouvir algum assunto pessoal ou da empresa;
Se estiver resfriada, evite tossir, espirrar ao telefone enquanto fala. Peça um minuto e coloque o telefone em “espera”. Caso a situação esteja crítica, peça desculpas e ligue em seguida, quando estiver se sentindo melhor;
Sorria ao telefone. Você pode não perceber, mas fará toda a diferença. Você não se sente mais à vontade quando alguém fala com você sorrindo? Pois é...
Seja natural ao telefone. Você não percebe quando alguém está mentindo ao telefone? Tenha certeza de que os outros também!
Tente se conter com clientes mal-educados. Mantenha sua classe e postura e tente acalmá-lo. Jamais o interrompa, grite, ou seja, agressiva com ele.
Na necessidade de anotar um recado para o chefe ou colega de departamento, tenha sempre à mão papel e caneta, escreva com letra legível e fale e anote corretamente.
Quando precisar deixar um recado no celular ou no e O segredo do atendimento telefônico é uma voz e uma atitude de quem deseja realmente prestar serviços com qualidade. 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Atendimento Campeão
Atendimento CampeãoAtendimento Campeão
Atendimento Campeão
André Faria Gomes
 
Técnicas de atendimento ines soares
Técnicas de atendimento   ines soaresTécnicas de atendimento   ines soares
Técnicas de atendimento ines soares
Ines Soares
 
Práticas de recepção - Aula 1
Práticas de recepção - Aula 1Práticas de recepção - Aula 1
Práticas de recepção - Aula 1
Professor Cristiano Barreto
 
Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente   Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
Kátia Rumbelsperger
 
Atendimento ao cliente
Atendimento ao clienteAtendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
Carla Alves
 
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicasRecepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Luh Soares
 
Normas e Condutas Profissionais
Normas e Condutas ProfissionaisNormas e Condutas Profissionais
Normas e Condutas Profissionais
Djeferson Paixao
 
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDEEXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
PLATAFORMA1CURSOS
 
Atendimento ao publico
Atendimento ao publicoAtendimento ao publico
Atendimento ao publico
Empreendedora
 
Atendimento ao cliente. 1.0
Atendimento ao cliente. 1.0Atendimento ao cliente. 1.0
Atendimento ao cliente. 1.0
André Trindade
 
Qualidade no Atendimento
Qualidade no AtendimentoQualidade no Atendimento
Qualidade no Atendimento
Nyedson Barbosa
 
Treinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à ClientesTreinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à Clientes
aavbatista
 
Técnicas de atendimento ao cliente
Técnicas de atendimento ao clienteTécnicas de atendimento ao cliente
Técnicas de atendimento ao cliente
Julio Pascoal
 
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
Prof. Randes Enes
 
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
Pamella Machado
 
Atendimento de alta qualidade
Atendimento de alta qualidadeAtendimento de alta qualidade
Atendimento de alta qualidade
Nível 10 Consultoria Empresarial
 
Treinamento atendimento e apresentacao pessoal
Treinamento atendimento e apresentacao pessoalTreinamento atendimento e apresentacao pessoal
Treinamento atendimento e apresentacao pessoal
Telma Justa Freitas
 
Etiqueta profissional
Etiqueta profissionalEtiqueta profissional
Etiqueta profissional
Natali Carvalho
 
Excelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientesExcelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientes
Alessandro Lunardon
 
Atendimento ao cliente - Módulo II
Atendimento ao cliente  - Módulo IIAtendimento ao cliente  - Módulo II
Atendimento ao cliente - Módulo II
Rosanete Grassiani dos Santos
 

Mais procurados (20)

Atendimento Campeão
Atendimento CampeãoAtendimento Campeão
Atendimento Campeão
 
Técnicas de atendimento ines soares
Técnicas de atendimento   ines soaresTécnicas de atendimento   ines soares
Técnicas de atendimento ines soares
 
Práticas de recepção - Aula 1
Práticas de recepção - Aula 1Práticas de recepção - Aula 1
Práticas de recepção - Aula 1
 
Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente   Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
 
Atendimento ao cliente
Atendimento ao clienteAtendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
 
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicasRecepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
Recepcionista, atendimento em hospitais e clínicas médicas
 
Normas e Condutas Profissionais
Normas e Condutas ProfissionaisNormas e Condutas Profissionais
Normas e Condutas Profissionais
 
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDEEXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTO NA ÁREA DE SAÚDE
 
Atendimento ao publico
Atendimento ao publicoAtendimento ao publico
Atendimento ao publico
 
Atendimento ao cliente. 1.0
Atendimento ao cliente. 1.0Atendimento ao cliente. 1.0
Atendimento ao cliente. 1.0
 
Qualidade no Atendimento
Qualidade no AtendimentoQualidade no Atendimento
Qualidade no Atendimento
 
Treinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à ClientesTreinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à Clientes
 
Técnicas de atendimento ao cliente
Técnicas de atendimento ao clienteTécnicas de atendimento ao cliente
Técnicas de atendimento ao cliente
 
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
Ppt aula fgv_excelência_no_atendimento_ao_cliente_prof. randes_12.02.14
 
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
Atendimento ao cliente: Noções sobre comportamento, técnicas de atendimento e...
 
Atendimento de alta qualidade
Atendimento de alta qualidadeAtendimento de alta qualidade
Atendimento de alta qualidade
 
Treinamento atendimento e apresentacao pessoal
Treinamento atendimento e apresentacao pessoalTreinamento atendimento e apresentacao pessoal
Treinamento atendimento e apresentacao pessoal
 
Etiqueta profissional
Etiqueta profissionalEtiqueta profissional
Etiqueta profissional
 
Excelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientesExcelência no atendimento a clientes
Excelência no atendimento a clientes
 
Atendimento ao cliente - Módulo II
Atendimento ao cliente  - Módulo IIAtendimento ao cliente  - Módulo II
Atendimento ao cliente - Módulo II
 

Destaque

Atividade técnicas de recepção
Atividade técnicas de recepçãoAtividade técnicas de recepção
Atividade técnicas de recepção
Priscila Oliveira
 
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_PessoaQualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
Educadora
 
Treinamento de atendimento telefonico
Treinamento de atendimento telefonicoTreinamento de atendimento telefonico
Treinamento de atendimento telefonico
Bull Marketing
 
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores PráticasAtendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
Zendesk Brasil
 
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbpManual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
Arquivo-FClinico
 
1º trabalho 2º módulo
1º trabalho   2º módulo1º trabalho   2º módulo
1º trabalho 2º módulo
joaoprates
 
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
warier96
 
Atendimento Telefónico
Atendimento TelefónicoAtendimento Telefónico
Atendimento Telefónico
Beatriz123Letras
 
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego GervaesAudiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
Diego Gervaes
 
Atendimento ao telefone
Atendimento ao telefoneAtendimento ao telefone
Atendimento ao telefone
Marta Imhoff
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
tsmesh
 
Apresentação final tc - Redes Wireless
Apresentação final tc - Redes WirelessApresentação final tc - Redes Wireless
Apresentação final tc - Redes Wireless
TC2011LEI
 
ApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
ApresentaçãO ExcelêNcia AtendimentoApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
ApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
dannyoli
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Unip e Uniplan
 
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
FISIO FERNANDES
 
Comunicação R interpessoais
Comunicação R interpessoaisComunicação R interpessoais
Comunicação R interpessoais
Carlos Vaz
 
Aula 1 - Profissão Auxiliar Adminsitrativo
Aula 1 -  Profissão Auxiliar AdminsitrativoAula 1 -  Profissão Auxiliar Adminsitrativo
Aula 1 - Profissão Auxiliar Adminsitrativo
Charles Lima
 
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDEUFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
Manualis
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
guilhermemjr
 
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertivaComunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
fernandosantos7272
 

Destaque (20)

Atividade técnicas de recepção
Atividade técnicas de recepçãoAtividade técnicas de recepção
Atividade técnicas de recepção
 
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_PessoaQualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
Qualidade Atendimento Telefonico_por_Marta_Pessoa
 
Treinamento de atendimento telefonico
Treinamento de atendimento telefonicoTreinamento de atendimento telefonico
Treinamento de atendimento telefonico
 
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores PráticasAtendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
Atendimento ao Cliente na Nuvem - Melhores Práticas
 
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbpManual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
Manual prático de atendimento em consultório e ambulatório de pediatria, sbp
 
1º trabalho 2º módulo
1º trabalho   2º módulo1º trabalho   2º módulo
1º trabalho 2º módulo
 
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
1ºtrabalho 2ºmodulo comunicaçao interpessoal
 
Atendimento Telefónico
Atendimento TelefónicoAtendimento Telefónico
Atendimento Telefónico
 
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego GervaesAudiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
Audiência e Recepção - Aula 2 - Profº Diego Gervaes
 
Atendimento ao telefone
Atendimento ao telefoneAtendimento ao telefone
Atendimento ao telefone
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
 
Apresentação final tc - Redes Wireless
Apresentação final tc - Redes WirelessApresentação final tc - Redes Wireless
Apresentação final tc - Redes Wireless
 
ApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
ApresentaçãO ExcelêNcia AtendimentoApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
ApresentaçãO ExcelêNcia Atendimento
 
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
Design  gráfico   3a aula - Teoria HipodérmicaDesign  gráfico   3a aula - Teoria Hipodérmica
Design gráfico 3a aula - Teoria Hipodérmica
 
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
Como montar e obter sucesso em seu consultório de fisioterapia-gestão e empre...
 
Comunicação R interpessoais
Comunicação R interpessoaisComunicação R interpessoais
Comunicação R interpessoais
 
Aula 1 - Profissão Auxiliar Adminsitrativo
Aula 1 -  Profissão Auxiliar AdminsitrativoAula 1 -  Profissão Auxiliar Adminsitrativo
Aula 1 - Profissão Auxiliar Adminsitrativo
 
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDEUFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
UFCD - 6559 - COMUNICAÇÃO NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS EM SAÚDE
 
Assertividade
AssertividadeAssertividade
Assertividade
 
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertivaComunicação interpessoal e comunicação assertiva
Comunicação interpessoal e comunicação assertiva
 

Semelhante a Aula 7 - Recepção e Atendimento 2

Atendimento telefonico
Atendimento telefonico Atendimento telefonico
Atendimento telefonico
brunaserra
 
Recepção de salão de beleza
Recepção de salão de belezaRecepção de salão de beleza
Recepção de salão de beleza
Camila Macedo
 
Modulo 013
Modulo 013Modulo 013
Modulo 013
Aparecido Pereira
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
DiogoHFrancisco
 
Atendimento_Telefonico.pdf
Atendimento_Telefonico.pdfAtendimento_Telefonico.pdf
Atendimento_Telefonico.pdf
PauloEdisonAtaides
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónico Atendimento telefónico
Atendimento telefónico
Andreramos98
 
Práticas de recepção - Aula 4
Práticas de recepção - Aula 4Práticas de recepção - Aula 4
Práticas de recepção - Aula 4
Professor Cristiano Barreto
 
Ficha de trabalho nº17 mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
Ficha de trabalho nº17   mod3 - o que não fazer no atendimento telefonicoFicha de trabalho nº17   mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
Ficha de trabalho nº17 mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
Leonor Alves
 
Atendimento Telefónico
Atendimento TelefónicoAtendimento Telefónico
Atendimento Telefónico
joaninha09
 
Trabalho cursinho recepção '
Trabalho cursinho recepção 'Trabalho cursinho recepção '
Trabalho cursinho recepção '
Brenda Nascimento
 
6º trabalho atendimento telefonico
6º trabalho atendimento telefonico6º trabalho atendimento telefonico
6º trabalho atendimento telefonico
warier96
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
11CPTS
 
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas ExternasTéncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Wilson Domingueti
 
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
Leonor Alves
 
O atendimento presencial
O atendimento presencialO atendimento presencial
O atendimento presencial
MigazzLuis
 
O atendimento presencial
O atendimento presencialO atendimento presencial
O atendimento presencial
MigazzLuis
 
Você sabe vender por telefone?
Você sabe vender por telefone?Você sabe vender por telefone?
Você sabe vender por telefone?
Fernando Fernandes
 
O atendimento presencial j
O atendimento presencial jO atendimento presencial j
O atendimento presencial j
joaoprates
 
O atendimento presencial
O atendimento presencial O atendimento presencial
O atendimento presencial
Nicole Bettencourt
 

Semelhante a Aula 7 - Recepção e Atendimento 2 (20)

Atendimento telefonico
Atendimento telefonico Atendimento telefonico
Atendimento telefonico
 
Recepção de salão de beleza
Recepção de salão de belezaRecepção de salão de beleza
Recepção de salão de beleza
 
Modulo 013
Modulo 013Modulo 013
Modulo 013
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
 
Atendimento_Telefonico.pdf
Atendimento_Telefonico.pdfAtendimento_Telefonico.pdf
Atendimento_Telefonico.pdf
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónico Atendimento telefónico
Atendimento telefónico
 
Práticas de recepção - Aula 4
Práticas de recepção - Aula 4Práticas de recepção - Aula 4
Práticas de recepção - Aula 4
 
Ficha de trabalho nº17 mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
Ficha de trabalho nº17   mod3 - o que não fazer no atendimento telefonicoFicha de trabalho nº17   mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
Ficha de trabalho nº17 mod3 - o que não fazer no atendimento telefonico
 
Atendimento Telefónico
Atendimento TelefónicoAtendimento Telefónico
Atendimento Telefónico
 
Trabalho cursinho recepção '
Trabalho cursinho recepção 'Trabalho cursinho recepção '
Trabalho cursinho recepção '
 
6º trabalho atendimento telefonico
6º trabalho atendimento telefonico6º trabalho atendimento telefonico
6º trabalho atendimento telefonico
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónicoAtendimento telefónico
Atendimento telefónico
 
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas ExternasTéncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
 
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
Revisões para o teste de avaliação m6 cv13
 
O atendimento presencial
O atendimento presencialO atendimento presencial
O atendimento presencial
 
O atendimento presencial
O atendimento presencialO atendimento presencial
O atendimento presencial
 
Aula 0353
Aula 0353Aula 0353
Aula 0353
 
Você sabe vender por telefone?
Você sabe vender por telefone?Você sabe vender por telefone?
Você sabe vender por telefone?
 
O atendimento presencial j
O atendimento presencial jO atendimento presencial j
O atendimento presencial j
 
O atendimento presencial
O atendimento presencial O atendimento presencial
O atendimento presencial
 

Mais de Charles Lima

Maquinas John Deere
Maquinas John DeereMaquinas John Deere
Maquinas John Deere
Charles Lima
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Charles Lima
 
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangenteFundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
Charles Lima
 
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social AplicadaFundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
Charles Lima
 
A Evolução do Celular no Brasil
A Evolução do Celular no BrasilA Evolução do Celular no Brasil
A Evolução do Celular no Brasil
Charles Lima
 
Teste de Wilcoxon
Teste de WilcoxonTeste de Wilcoxon
Teste de Wilcoxon
Charles Lima
 
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimentoEspetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
Charles Lima
 
Operador de Caixa
Operador de CaixaOperador de Caixa
Operador de Caixa
Charles Lima
 
Aula 11 - Automaçao Escritorio
Aula 11 -  Automaçao EscritorioAula 11 -  Automaçao Escritorio
Aula 11 - Automaçao Escritorio
Charles Lima
 
Aula 10 - Operações Mercantis
Aula 10 -  Operações MercantisAula 10 -  Operações Mercantis
Aula 10 - Operações Mercantis
Charles Lima
 
Aula 9 - Operações Bancarias
Aula 9 - Operações BancariasAula 9 - Operações Bancarias
Aula 9 - Operações Bancarias
Charles Lima
 
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8  - Arquivos e Tecnicas de ArquivamentoAula 8  - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Charles Lima
 
Aula 6 - Tipos de Clientes
Aula 6  -  Tipos de ClientesAula 6  -  Tipos de Clientes
Aula 6 - Tipos de Clientes
Charles Lima
 
Aula 4 - Entrevista Emprego
Aula 4 -  Entrevista EmpregoAula 4 -  Entrevista Emprego
Aula 4 - Entrevista Emprego
Charles Lima
 
Aula 3 - Como Conseguir um bom emprego
Aula 3 -  Como Conseguir um bom empregoAula 3 -  Como Conseguir um bom emprego
Aula 3 - Como Conseguir um bom emprego
Charles Lima
 
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 -  Introdução ao Mercado de TrabalhoAula 2 -  Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Charles Lima
 

Mais de Charles Lima (16)

Maquinas John Deere
Maquinas John DeereMaquinas John Deere
Maquinas John Deere
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
 
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangenteFundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
Fundamentos da Administração - Aula 2 - Administração: Um fenômeno abrangente
 
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social AplicadaFundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
Fundamentos da Administração - Aula 1 - Administração: Ciência Social Aplicada
 
A Evolução do Celular no Brasil
A Evolução do Celular no BrasilA Evolução do Celular no Brasil
A Evolução do Celular no Brasil
 
Teste de Wilcoxon
Teste de WilcoxonTeste de Wilcoxon
Teste de Wilcoxon
 
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimentoEspetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
Espetáculo esportivo, fanatismo, entretenimento
 
Operador de Caixa
Operador de CaixaOperador de Caixa
Operador de Caixa
 
Aula 11 - Automaçao Escritorio
Aula 11 -  Automaçao EscritorioAula 11 -  Automaçao Escritorio
Aula 11 - Automaçao Escritorio
 
Aula 10 - Operações Mercantis
Aula 10 -  Operações MercantisAula 10 -  Operações Mercantis
Aula 10 - Operações Mercantis
 
Aula 9 - Operações Bancarias
Aula 9 - Operações BancariasAula 9 - Operações Bancarias
Aula 9 - Operações Bancarias
 
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8  - Arquivos e Tecnicas de ArquivamentoAula 8  - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
Aula 8 - Arquivos e Tecnicas de Arquivamento
 
Aula 6 - Tipos de Clientes
Aula 6  -  Tipos de ClientesAula 6  -  Tipos de Clientes
Aula 6 - Tipos de Clientes
 
Aula 4 - Entrevista Emprego
Aula 4 -  Entrevista EmpregoAula 4 -  Entrevista Emprego
Aula 4 - Entrevista Emprego
 
Aula 3 - Como Conseguir um bom emprego
Aula 3 -  Como Conseguir um bom empregoAula 3 -  Como Conseguir um bom emprego
Aula 3 - Como Conseguir um bom emprego
 
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 -  Introdução ao Mercado de TrabalhoAula 2 -  Introdução ao Mercado de Trabalho
Aula 2 - Introdução ao Mercado de Trabalho
 

Último

PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 

Último (20)

PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 

Aula 7 - Recepção e Atendimento 2

  • 1. Aula 07- Recepção e Atendimento 2
  • 3. O telefone ainda é um instrumento de vendas e de networking muito importante, por isso é necessário levar em conta alguns fatores quando precisar falar com um cliente ou mesmo para encantá-lo.
  • 4. o telefone é amplamente utilizado nas mais diversas situações:  Prospecção de negócios; Solicitação de informações; Marcação de entrevistas; Transmissão de informações; Venda, compra, etc.
  • 5. A comunicação por telefone é bem mais difícil do que face a face, pelos seguintes motivos:  A chamada pode incomodar a quem recebe; A compreensão é mais trabalhosa; A atenção é mais difícil de ser mantida; É mais fácil de se dizer “não”; A conversa é mais rápida; A capacidade de persuadir é diminuída, etc...
  • 6. REGRAS BÁSICAS PARA FALAR CORRETAMENTE E ATENDER PROFISSIONALMENTE O TELEFONE:
  • 7. 1. Sorria; 2. Coloque-se do lado do outro; 3. Faça o cliente sentir-se importante – seja cortês;
  • 8. 4. Esteja preparado, mantenha um registro por escrito, tome notas; 5. Personalize o atendimento, identifique-se; 6. Trate o cliente pelo nome;
  • 9. 7. Demonstre disposição de assumir responsabilidades; 8. Articule bem as palavras; 9. Fale devagar;
  • 10. 10. Fale com entusiasmo; 11. Demonstre interesse, ouça; 12. Dê toda atenção ao cliente;
  • 11. 13. Demonstre entendimento do problema, repita; 14. Faça perguntas para ampliar a compreensão e avaliar as reações; 15. Prometa providências específicas;
  • 12. 16. Confirme o acordo, e certifique-se de que a providência prometida foi entendida corretamente; 17. Não deixe o cliente pendurado, ofereça opções; 18. Antes de encerrar o contato, agradeça e seja o último a desligar.
  • 13. Lembre-se: trate sempre bem o cliente. Não se esqueça de que você também é cliente e deseja ter um bom atendimento e ser tratada com respeito. Então, faça o mesmo!
  • 14. Nunca fale o habitual “alô”. Use a prática utilizada pela empresa: nome da empresa, seu nome e sua saudação para ligações externas e apenas seu nome ou, se preferir, também uma saudação para as internas;
  • 15. Evite o terrível “quem fala?”, “quem é?” “quem gostaria?”. Seja cortês ao telefone e pergunte de uma outra forma como “por gentileza, quem deseja falar ou quem quer falar?”;
  • 16. Se o cliente precisar aguardar na linha, não o deixe esperando por muito tempo, pois correrá o risco dele desligar o telefone ou atender outra linha interna dele;
  • 17. Nunca digite enquanto fala ao telefone e evite fazer barulho ao redor que possa prejudicar a conversa com o cliente;
  • 18. Caso esteja em uma ligação particular e seu telefone tocar (linha interna ouexterna), desligue ou coloque sua chamada em “espera ou hold”. Dê prioridade àsligações da empresa;
  • 19. Se tiver uma crise de riso, soluço ou tosse, peça licença ao cliente e coloque o telefone em “espera”;
  • 20. Se tocar uma outra linha, peça licença por 1 minuto, atenda a 2a. linha e diga que está em outra ligação e que retornará em seguida; 
  • 21. Evite comer, beber, mascar chiclete ou chupar bala enquanto fala ao telefone;
  • 22. Caso seu chefe não esteja disponível para atender o cliente, jamais peça para o cliente ligar mais tarde ou de novo. Quem deve retornar a ligação é você;
  • 23. Se combinar dia e horário para retornar a ligação, faça-o conforme o combinado, ou, caso haja algum imprevisto, avise ao cliente;
  • 24. Se a ligação for feita para um celular, sempre inicie a conversa, perguntando se a pessoa pode atender naquele momento;
  • 25. Nunca diga “Ele não se encontra”, afinal ele não está perdido. Diga apenas “Ele não está”;
  • 26. Quando for transferir uma ligação externa a alguém internamente da sua empresa, tenha a delicadeza de adiantar o assunto ao colega de trabalho e só assim transferir a ligação. Não cometa a grosseria de transferir diretamente a ligação sem mesmo saber se seu colega está em seu local de trabalho ou mesmo se ele poderá atender o cliente pois o cliente voltará a ligar para você, e, provavelmente estará irritado;
  • 27. Use um tom de voz firme, claro e gentil ao telefone. Evite gírias, diminutivos, gritos, intimidades (amor, bem, querida);
  • 28. Se estiver ao telefone com o cliente, evite conversar com a colega de trabalho quando ele sair da linha por alguns instantes. Ele poderá ouvir algum assunto pessoal ou da empresa;
  • 29. Se estiver resfriada, evite tossir, espirrar ao telefone enquanto fala. Peça um minuto e coloque o telefone em “espera”. Caso a situação esteja crítica, peça desculpas e ligue em seguida, quando estiver se sentindo melhor;
  • 30. Sorria ao telefone. Você pode não perceber, mas fará toda a diferença. Você não se sente mais à vontade quando alguém fala com você sorrindo? Pois é...
  • 31. Seja natural ao telefone. Você não percebe quando alguém está mentindo ao telefone? Tenha certeza de que os outros também!
  • 32. Tente se conter com clientes mal-educados. Mantenha sua classe e postura e tente acalmá-lo. Jamais o interrompa, grite, ou seja, agressiva com ele.
  • 33. Na necessidade de anotar um recado para o chefe ou colega de departamento, tenha sempre à mão papel e caneta, escreva com letra legível e fale e anote corretamente.
  • 34. Quando precisar deixar um recado no celular ou no e O segredo do atendimento telefônico é uma voz e uma atitude de quem deseja realmente prestar serviços com qualidade.