SlideShare uma empresa Scribd logo
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Prof. Me. Josivaldo Nascimento dos Passos
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANH˜AO
17 de outubro de 2016
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Sum´ario
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
Introdu¸c˜ao;
Medidas de Dispers˜ao Absoluta;
Amplitude Total;
C´alculo da Amplitude Total;
Desvio M´edio Simples;
C´alculo do Desvio M´edio Simples:
1o Caso - DADOS BRUTOS OU ROL
2o Caso - Vari´avel Discreta
3o Caso - Vari´avel Cont´ınua
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Introdu¸c˜ao
Uma breve reflex˜ao sobre as medidas de tendˆencia central permite-
nos concluir que elas n˜ao s˜ao suficientes para caracterizar totalmente
uma sequˆencia num´erica.
Se observarmos as sequˆencias:
X : 10, 1, 18, 20, 35, 3, 7, 15, 11, 10
Y : 12, 13, 13, 14, 12, 14, 12, 14, 13, 13
Z : 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13
concluiremos que todas possuem a mesma m´edia 13.
No entanto, s˜ao sequˆencias completamente distintas do ponto de
vista da variabilidade de dados.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Introdu¸c˜ao
Na sequˆencia Z (3) n˜ao h´a variabilidade de dados.
A m´edia 13 representa bem qualquer valor da s´erie.
Na sequˆencia Y , a m´edia 13 representa bem a s´erie, mas existem
elementos da s´erie levemente diferenciados da m´edia 13.
Na sequˆencia X existem muitos elementos bastante diferenciados da
m´edia 13.
Conclu´ımos que a m´edia 13 representa otimamente a sequˆencia Z,
representa bem a sequˆencia Y , mas n˜ao representa bem a sequˆencia
X.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Conceitos
O nosso objetivo ´e construir medidas que avaliem a representativi-
dade da m´edia. Para isto usaremos as medidas de dispers˜ao.
Observe que na sequˆencia Z os dados est˜ao totalmente concentrados
sobre a m´edia 13.
N˜ao h´a dispers˜ao de dados. Na sequˆencia Y h´a forte concentra¸c˜ao
dos dados sobre a m´edia 13, mas h´a fraca dispers˜ao de dados. J´a
na s´erie X h´a fraca concentra¸c˜ao de dados em torno da m´edia 13 e
forte dispers˜ao de dados em rela¸c˜ao a m´edia 13.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Medidas de Dispers˜ao Absoluta
As principais medidas de dispers˜ao absolutas s˜ao: amplitude total,
desvio m´edio simples, variˆancia e desvio padr˜ao.
Amplitude Total - ´E a diferen¸ca entre o maior e o menor valor da
sequˆencia.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
1o
Caso - DADOS BRUTOS OU ROL
Basta identificar o maior e o menor valor da sequˆencia e efetuar a
diferen¸ca entre estes valores.
Exemplo
Determine a amplitude total da sequˆencia X : 11, 12, 9, 10, 10, 15.
O maior valor desta sequˆencia ´e 15 e o menor valor ´e 9. Portanto,
a amplitude total da sequˆencia ´e At = 15 − 9 = 6 unidades.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
2o
Caso - VARI´AVEL DISCRETA
Como os valores j´a se apresentam ordenados, a amplitude total ´e a
diferen¸ca entre o ´ultimo e o primeiro elemento da s´erie.
Exemplo
Determine a amplitude total da s´erie.
xi fi
2 1
3 6
5 10
7 3
O maior valor da s´erie ´e 7 e o menor valor da s´erie ´e 2. Portanto, a
amplitude total da s´erie ´e At = 7 − 2 = 5 unidades.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - VARI´AVEL CONT´INUA
Nesta situa¸c˜ao, por desconhecer o maior e o menor valor da s´erie
devemos fazer um c´alculo aproximado da amplitude total da s´erie.
Consideraremos como maior valor da s´erie o ponto m´edio da ´ultima
classe e como menor valor da s´erie o ponto m´edio da primeira classe.
A amplitude total ´e a diferen¸ca entre estes valores.
Exemplo
Determine a amplitude total da s´erie:
Classe Int. cl. fi
1 2 4 5
2 4 6 10
3 6 8 20
4 8 10 7
5 10 12 2
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - VARI´AVEL CONT´INUA
O ponto m´edio da ´ultima classe ´e 11 e o ponto m´edio da primeira
classe ´e 3. Portanto, At = 11 − 3 = 8 unidades.
COMENT´ARIO: Apesar da facilidade de obten¸c˜ao da amplitude
total, esta medida apresenta a inconveniˆencia de depender apenas
de dois valores da s´erie. ´E poss´ıvel modificar completamente a dis-
pers˜ao ou a concentra¸c˜ao dos elementos em torno da m´edia, sem
alterar a amplitude total da s´erie. ´E uma medida que tem pouca
sensibilidade estat´ıstica.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
Desvio M´edio Simples
O conceito estat´ıstico de desvio corresponde ao conceito matem´atico
de distˆancia.
A dispers˜ao dos dados em rela¸c˜ao a m´edia de uma sequˆencia pode
ser avaliada atrav´es dos desvios de cada elemento da sequˆencia em
rela¸c˜ao a m´edia da sequˆencia.
O desvio m´edio simples que indicaremos por DMS ´e definido como
sendo uma m´edia aritm´etica dos desvios de cada elemento da s´erie
para a m´edia da s´erie
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
1o
Caso - DADOS BRUTOS OU ROL
Calculamos inicialmente a m´edia da sequˆencia. Em seguida identi-
ficamos a distˆancia de cada elemento da sequˆencia para sua m´edia.
Finalmente, calculamos a m´edia destas distˆancias.
Se a sequˆencia for representada por X : x1, x2, . . . , xn, ent˜ao o DMS
admite como f´ormula de c´alculo:
DMS =
|xi − x|
n
Exemplo
Calcule o DMS para a sequˆencia: X : 2, 8, 5, 6.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
1o
Caso - DADOS BRUTOS OU ROL
Determinamos inicialmente a m´edia da s´erie:
X =
xi
n
=
2 + 8 + 5 + 6
4
= 5, 25
em seguida determinamos as distˆancias de cada elemento da s´erie
para a m´edia da s´erie:
|x1 − x| = |2 − 5, 25| = 3, 25
|x1 − x| = |8 − 5, 25| = 2, 75
|x1 − x| = |5 − 5, 25| = 0, 25
|x1 − x| = |6 − 5, 25| = 0, 75
O DMS ´e a m´edia aritm´etica simples destes valores.
DMS =
3, 25 + 2, 75 + 0, 25 + 0, 75
4
=
7
4
= 1, 75
Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da sequˆencia est´a afastado
do valor 5,25 por 1,75 unidades.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
2o
Caso - Vari´avel Discreta
No caso da apresenta¸c˜ao de uma vari´avel discreta, lembramos que a
frequˆencia simples de cada elemento representa o n´umero de vezes
que este valor figura na s´erie. Conseq¨uentemente, haver´a repeti¸c˜oes
de distˆancias iguais de cada elemento distinto da s´erie para a m´edia
da s´erie. Assim, a m´edia indicada para estas distˆancias ´e uma m´edia
aritm´etica ponderada.
A f´ormula para o c´alculo do DMS ´e:
DMS =
|xi − x|fi
fi
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
2o
Caso - Vari´avel Discreta
Exemplo
Determine o DMS para a s´erie:
xi fi
1 2
3 5
4 2
5 1
O n´umero de elementos da s´erie ´e n = fi = 10.
A m´edia da s´erie ´e:
X =
xi fi
fi
Usaremos a disposi¸c˜ao da tabela, acrescentando novas colunas para
a resolu¸c˜ao dos c´alculos.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
2o
Caso - Vari´avel Discreta
xi fi xi fi
1 2 2
3 5 15
4 2 8
5 1 5
fi = 10 xi fi = 30
A m´edia da s´erie ´e:
X =
xi fi
fi
=
30
10
= 3
O DMS ´e dado por:
DMS =
|xi − x|fi
fi
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
2o
Caso - Vari´avel Discreta
Incluiremos outra coluna para efetuar estes c´alculos:
xi fi xi fi |xi − x|fi
1 2 2 4
3 5 15 0
4 2 8 2
5 1 5 2
fi = 10 xi fi = 30 |xi − x|fi = 8
O desvio m´edio simples ´e:
DMS =
|xi − x|fi
fi
=
8
10
= 0, 8 unidades.
Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da s´erie est´a afastado do
valor 3 por 0,8 unidade.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
Nesta situa¸c˜ao, por desconhecer os valores individuais dos elementos
componentes da s´erie, substituiremos estes valores xi , pelos pontos
m´edios de classe.
Desta forma, o desvio m´edio simples tem por c´alculo a f´ormula:
DMS =
|xi − x|fi
fi
onde xi ´e o ponto m´edio da classe i.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
Exemplo
Determine o DMS para a s´erie.
Classe Int. cl. fi
1 2 4 5
2 4 6 10
3 6 8 4
4 8 10 1
O n´umero de elementos da s´erie ´e n = fi = 20. Usaremos a
disposi¸c˜ao da tabela acrescentando as colunas necess´arias para a
resolu¸c˜ao dos c´alculos.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
Inicialmente acrescentamos a coluna dos pontos m´edios das classes:
Classe Int. cl. fi xi
1 2 4 5 3
2 4 6 10 5
3 6 8 4 7
4 8 10 1 9
fi = 20
Em seguida, calculamos a m´edia da s´erie: X =
xi fi
fi
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
Classe Int. cl. fi xi xi fi
1 2 4 5 3 15
2 4 6 10 5 50
3 6 8 4 7 28
4 8 10 1 9 9
fi = 20 xi fi = 102
A m´edia da s´erie ´e:
X =
xi fi
fi
=
102
20
= 5, 1
O DMS ´e dado por DMS =
|xi − x|fi
fi
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
Classe Int. cl. fi xi xi fi |xi − x|fi
1 2 4 5 3 15 10,50
2 4 6 10 5 50 1,00
3 6 8 4 7 28 7,60
4 8 10 1 9 9 3,90
= 20 = 102 = 23
O DMS =
|xi − x|fi
fi
=
23
20
= 1, 15 unidades
Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da s´erie est´a afastado de
5,1 por 1,15 unidades.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
3o
Caso - Vari´avel Cont´ınua
COMENT´ARIO: O desvio m´edio simples depende de cada compo-
nerte da s´erie. Se mudarmos o valor de um ´unico elemento da s´erie,
mudamos tamb´em o DMS. Portanto, o desvio m´edio simples tem
perfeita sensibilidade estat´ıstica. A maior dificuldade desta medida
´e envolver m´odulos, cujas propriedades, em geral n˜ao s˜ao suficien-
temente conhecidas pelos estagi´arios que normalmente desenvolvem
estes c´alculos.
Estat´ıtica B´asica
MEDIDAS DE DISPERS˜AO
C´alculo da Amplitude Total
Desvio M´edio Simples
MARTINS, Gilberto de Andrade Martins, Estat´ıstica Geral e
Aplicada, 4 ed. S˜ao Paulo: Editora Atlas S.A., 2011
SILVA, Ermes Medeiros da; SILVA, Elio Medeiros da;
GONC¸ALVES, Valter; MUROLO, Afrˆanio Carlos,
ESTAT´ISTICA Para os cursos de: Economia, Administra¸c˜ao e
Ciˆencias Contabeis 3 ed. S˜ao Paulo: Editora Atlas S.A., 1999
Estat´ıtica B´asica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Distribuicao de probabilidades
Distribuicao de probabilidadesDistribuicao de probabilidades
Distribuicao de probabilidades
vagnergeovani
 
Distribuicaonormal
DistribuicaonormalDistribuicaonormal
Distribuicaonormal
thiagoufal
 
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição NormalCap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Regis Andrade
 
distribuição-t-student
distribuição-t-studentdistribuição-t-student
distribuição-t-student
Guilherme Marques
 
Aula 9-intervalo-de-confiança para a média
Aula 9-intervalo-de-confiança para a médiaAula 9-intervalo-de-confiança para a média
Aula 9-intervalo-de-confiança para a média
Carlos Alberto Monteiro
 
Caderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica DescritivaCaderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica Descritiva
Cadernos PPT
 
Estatística distribuição normal (aula 2)
Estatística   distribuição normal (aula 2)Estatística   distribuição normal (aula 2)
Estatística distribuição normal (aula 2)
Wellington Marinho Falcão
 
A distribuição normal
A distribuição normalA distribuição normal
A distribuição normal
Liliane Ennes
 
Distribuição normal
Distribuição normalDistribuição normal
Função de densidade normal bom
Função de densidade normal   bomFunção de densidade normal   bom
Função de densidade normal bom
jon024
 
C7 exercicios
C7 exerciciosC7 exercicios
C7 exercicios
kapika
 
Exercicios de estatistica resolvido.4
Exercicios de estatistica resolvido.4Exercicios de estatistica resolvido.4
Exercicios de estatistica resolvido.4
Antonio Mankumbani Chora
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
alcemirholanda
 
Capitulo 8 gujarati resumo
Capitulo 8 gujarati resumoCapitulo 8 gujarati resumo
Capitulo 8 gujarati resumo
Monica Barros
 
Aula 4 medidas resumo - parte 2
Aula 4   medidas resumo - parte 2Aula 4   medidas resumo - parte 2
Aula 4 medidas resumo - parte 2
Ariel Rennó Chaves
 
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 GujaratiMonica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
Monica Barros
 
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 GujaratiMonica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
Monica Barros
 
Modelos de probabilidade
Modelos de probabilidadeModelos de probabilidade
Modelos de probabilidade
esoeneves
 
Estatistica regular 4
Estatistica regular 4Estatistica regular 4
Estatistica regular 4
J M
 
Estatistica regular 3
Estatistica regular 3Estatistica regular 3
Estatistica regular 3
J M
 

Mais procurados (20)

Distribuicao de probabilidades
Distribuicao de probabilidadesDistribuicao de probabilidades
Distribuicao de probabilidades
 
Distribuicaonormal
DistribuicaonormalDistribuicaonormal
Distribuicaonormal
 
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição NormalCap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
Cap4 - Parte 7 - Distribuição Normal
 
distribuição-t-student
distribuição-t-studentdistribuição-t-student
distribuição-t-student
 
Aula 9-intervalo-de-confiança para a média
Aula 9-intervalo-de-confiança para a médiaAula 9-intervalo-de-confiança para a média
Aula 9-intervalo-de-confiança para a média
 
Caderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica DescritivaCaderno - Estatítica Descritiva
Caderno - Estatítica Descritiva
 
Estatística distribuição normal (aula 2)
Estatística   distribuição normal (aula 2)Estatística   distribuição normal (aula 2)
Estatística distribuição normal (aula 2)
 
A distribuição normal
A distribuição normalA distribuição normal
A distribuição normal
 
Distribuição normal
Distribuição normalDistribuição normal
Distribuição normal
 
Função de densidade normal bom
Função de densidade normal   bomFunção de densidade normal   bom
Função de densidade normal bom
 
C7 exercicios
C7 exerciciosC7 exercicios
C7 exercicios
 
Exercicios de estatistica resolvido.4
Exercicios de estatistica resolvido.4Exercicios de estatistica resolvido.4
Exercicios de estatistica resolvido.4
 
Atps estatistica
Atps estatisticaAtps estatistica
Atps estatistica
 
Capitulo 8 gujarati resumo
Capitulo 8 gujarati resumoCapitulo 8 gujarati resumo
Capitulo 8 gujarati resumo
 
Aula 4 medidas resumo - parte 2
Aula 4   medidas resumo - parte 2Aula 4   medidas resumo - parte 2
Aula 4 medidas resumo - parte 2
 
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 GujaratiMonica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE - 2010 - Resumo Capitulo 7 Gujarati
 
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 GujaratiMonica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
Monica Barros - Econometria - ENCE 2010 - Resumo Capítulo 9 Gujarati
 
Modelos de probabilidade
Modelos de probabilidadeModelos de probabilidade
Modelos de probabilidade
 
Estatistica regular 4
Estatistica regular 4Estatistica regular 4
Estatistica regular 4
 
Estatistica regular 3
Estatistica regular 3Estatistica regular 3
Estatistica regular 3
 

Destaque

Gestión estratégica
Gestión estratégicaGestión estratégica
Gestión estratégica
catalina suma condori
 
Proyecto de pequeña empresa.
Proyecto de pequeña empresa.Proyecto de pequeña empresa.
Proyecto de pequeña empresa.
Elias Salvador Torres Sandoval
 
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
Driven Inc.
 
Presentación sin título (1)
Presentación sin título (1)Presentación sin título (1)
Presentación sin título (1)
Alex Hernandez
 
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better PracticeBeyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
Rocket Matter, LLC
 
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
Χάιδω Δράκου
 
Cuaresma 2017
Cuaresma 2017Cuaresma 2017
Data Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
Data Scientists Are Analysts Are Also Software EngineersData Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
Data Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
Domino Data Lab
 
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern DemandsThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
Domino Data Lab
 
El plagio
El plagio El plagio
El plagio
geralMC
 
Cтрах и ненависть в социальных сетях
Cтрах и ненависть в социальных сетяхCтрах и ненависть в социальных сетях
Cтрах и ненависть в социальных сетях
Dmitry Smirkin
 

Destaque (13)

Gestión estratégica
Gestión estratégicaGestión estratégica
Gestión estratégica
 
Proyecto de pequeña empresa.
Proyecto de pequeña empresa.Proyecto de pequeña empresa.
Proyecto de pequeña empresa.
 
Top 10 fashion
Top 10 fashionTop 10 fashion
Top 10 fashion
 
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
5 Best Practices to Achieve Operational Excellence with Hive and MapReduce
 
Presentación sin título (1)
Presentación sin título (1)Presentación sin título (1)
Presentación sin título (1)
 
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better PracticeBeyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
Beyond the Billable Hour: How to Leverage AFAs to Build a Better Practice
 
πασχα
πασχαπασχα
πασχα
 
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
ΕΡΓΑΣΙΑ ΠΛΗΡΟΦΟΡΙΚΗΣ ΜΕ ΘΕΜΑ ΤΗ ΦΙΛΙΑ ΑΠΟ ΤΟΥΣ ΜΑΘΗΤΕΣ ΤΗΣ Γ' ΚΑΙ Δ' ΤΑΞΗΣ
 
Cuaresma 2017
Cuaresma 2017Cuaresma 2017
Cuaresma 2017
 
Data Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
Data Scientists Are Analysts Are Also Software EngineersData Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
Data Scientists Are Analysts Are Also Software Engineers
 
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern DemandsThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
ThinkFast: Scaling Machine Learning to Modern Demands
 
El plagio
El plagio El plagio
El plagio
 
Cтрах и ненависть в социальных сетях
Cтрах и ненависть в социальных сетяхCтрах и ненависть в социальных сетях
Cтрах и ненависть в социальных сетях
 

Semelhante a Aula 07 de estatística

Estatística básica
Estatística básicaEstatística básica
Estatística básica
Herlan Ribeiro de Souza
 
EstatisticaGIMO_aquiUEM
EstatisticaGIMO_aquiUEMEstatisticaGIMO_aquiUEM
EstatisticaGIMO_aquiUEM
Formão Armando Gimo
 
Estatistica leandra e clandio
Estatistica leandra e clandioEstatistica leandra e clandio
Estatistica leandra e clandio
cissoh
 
Raciocinio logico.pptx
Raciocinio logico.pptxRaciocinio logico.pptx
Raciocinio logico.pptx
IagoBernard1
 
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdfAula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
JeremiasFontinele
 
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptxMedidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
Valquíria Santos
 
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdfaulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
LuizAntnioDosSantos3
 
Apostila etec estatistica
Apostila etec estatisticaApostila etec estatistica
Apostila etec estatistica
simuladocontabil
 
Estdescr
EstdescrEstdescr
Estdescr
jarbas glauber
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
aldaalves
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimais
Equipe_FAETEC
 
Gabriel estatistica - aula 2
Gabriel   estatistica - aula 2Gabriel   estatistica - aula 2
Gabriel estatistica - aula 2
bioinformatica
 
Cálculo Numérico
Cálculo NuméricoCálculo Numérico
Cálculo Numérico
Sandro Lima
 
Unidade ii tabelas e gráficos
Unidade ii   tabelas e gráficosUnidade ii   tabelas e gráficos
Unidade ii tabelas e gráficos
Cristiano Martinez
 
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptxAula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
Joel Júnior
 
Princípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - IPrincípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - I
Federal University of Bahia
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
ssuser2b53fe
 
Material estatística
Material estatísticaMaterial estatística
Material estatística
Adriano Araújo
 
Teoria dos erros
Teoria dos errosTeoria dos erros
Teoria dos erros
Laura Jane
 
Apostila de estatistica
Apostila de estatisticaApostila de estatistica
Apostila de estatistica
Pedro Kangombe
 

Semelhante a Aula 07 de estatística (20)

Estatística básica
Estatística básicaEstatística básica
Estatística básica
 
EstatisticaGIMO_aquiUEM
EstatisticaGIMO_aquiUEMEstatisticaGIMO_aquiUEM
EstatisticaGIMO_aquiUEM
 
Estatistica leandra e clandio
Estatistica leandra e clandioEstatistica leandra e clandio
Estatistica leandra e clandio
 
Raciocinio logico.pptx
Raciocinio logico.pptxRaciocinio logico.pptx
Raciocinio logico.pptx
 
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdfAula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
Aula 3 Estatística descritiva (Medidas de Tendencia Central).pdf
 
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptxMedidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
Medidas de dispersão desviomédio, desvio-padrão e variância.pptx
 
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdfaulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
aulabioestatistica-130107150114-phpapp02.pdf
 
Apostila etec estatistica
Apostila etec estatisticaApostila etec estatistica
Apostila etec estatistica
 
Estdescr
EstdescrEstdescr
Estdescr
 
Estatística
EstatísticaEstatística
Estatística
 
Operacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimaisOperacoes numeros decimais
Operacoes numeros decimais
 
Gabriel estatistica - aula 2
Gabriel   estatistica - aula 2Gabriel   estatistica - aula 2
Gabriel estatistica - aula 2
 
Cálculo Numérico
Cálculo NuméricoCálculo Numérico
Cálculo Numérico
 
Unidade ii tabelas e gráficos
Unidade ii   tabelas e gráficosUnidade ii   tabelas e gráficos
Unidade ii tabelas e gráficos
 
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptxAula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
Aula 02 - Análise de dados e probabilidade.pptx
 
Princípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - IPrincípios de Estatística Inferencial - I
Princípios de Estatística Inferencial - I
 
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.pptCurso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
Curso_de_Estatística_Aplicada_Usando_o_R.ppt
 
Material estatística
Material estatísticaMaterial estatística
Material estatística
 
Teoria dos erros
Teoria dos errosTeoria dos erros
Teoria dos erros
 
Apostila de estatistica
Apostila de estatisticaApostila de estatistica
Apostila de estatistica
 

Mais de josivaldopassos

Medidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuaçãoMedidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuação
josivaldopassos
 
Juros compostos1
Juros compostos1Juros compostos1
Juros compostos1
josivaldopassos
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
josivaldopassos
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
josivaldopassos
 
Aula 06 de estatística
Aula 06 de estatísticaAula 06 de estatística
Aula 06 de estatística
josivaldopassos
 
Congruências
CongruênciasCongruências
Congruências
josivaldopassos
 
Sequências
SequênciasSequências
Sequências
josivaldopassos
 
Atividades de funções modulares
Atividades de funções modularesAtividades de funções modulares
Atividades de funções modulares
josivaldopassos
 
Exercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacialExercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacial
josivaldopassos
 
Jogo dos palitos
Jogo dos palitosJogo dos palitos
Jogo dos palitos
josivaldopassos
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
josivaldopassos
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
josivaldopassos
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
josivaldopassos
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
josivaldopassos
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
josivaldopassos
 
Intervalos reais
Intervalos reaisIntervalos reais
Intervalos reais
josivaldopassos
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
josivaldopassos
 
Sequênicas
SequênicasSequênicas
Sequênicas
josivaldopassos
 
Função exponencial
Função exponencialFunção exponencial
Função exponencial
josivaldopassos
 
Função exponencial
Função exponencialFunção exponencial
Função exponencial
josivaldopassos
 

Mais de josivaldopassos (20)

Medidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuaçãoMedidas de tendencia central continuação
Medidas de tendencia central continuação
 
Juros compostos1
Juros compostos1Juros compostos1
Juros compostos1
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
 
Aula 08 de estatística
Aula 08 de estatísticaAula 08 de estatística
Aula 08 de estatística
 
Aula 06 de estatística
Aula 06 de estatísticaAula 06 de estatística
Aula 06 de estatística
 
Congruências
CongruênciasCongruências
Congruências
 
Sequências
SequênciasSequências
Sequências
 
Atividades de funções modulares
Atividades de funções modularesAtividades de funções modulares
Atividades de funções modulares
 
Exercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacialExercícios de geometria espacial
Exercícios de geometria espacial
 
Jogo dos palitos
Jogo dos palitosJogo dos palitos
Jogo dos palitos
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Agenda de moblização
Agenda de moblizaçãoAgenda de moblização
Agenda de moblização
 
Intervalos reais
Intervalos reaisIntervalos reais
Intervalos reais
 
Análise combinatória
Análise combinatóriaAnálise combinatória
Análise combinatória
 
Sequênicas
SequênicasSequênicas
Sequênicas
 
Função exponencial
Função exponencialFunção exponencial
Função exponencial
 
Função exponencial
Função exponencialFunção exponencial
Função exponencial
 

Último

O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Danielle Fernandes Amaro dos Santos
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
JuliaMachado73
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 

Último (20)

O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptxForças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
Forças e leis de Newton 2024 - parte 1.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptxapresentação sobre Clarice Lispector .pptx
apresentação sobre Clarice Lispector .pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 

Aula 07 de estatística

  • 1. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Prof. Me. Josivaldo Nascimento dos Passos MEDIDAS DE DISPERS˜AO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANH˜AO 17 de outubro de 2016 Estat´ıtica B´asica
  • 2. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Sum´ario MEDIDAS DE DISPERS˜AO Introdu¸c˜ao; Medidas de Dispers˜ao Absoluta; Amplitude Total; C´alculo da Amplitude Total; Desvio M´edio Simples; C´alculo do Desvio M´edio Simples: 1o Caso - DADOS BRUTOS OU ROL 2o Caso - Vari´avel Discreta 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Estat´ıtica B´asica
  • 3. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Introdu¸c˜ao Uma breve reflex˜ao sobre as medidas de tendˆencia central permite- nos concluir que elas n˜ao s˜ao suficientes para caracterizar totalmente uma sequˆencia num´erica. Se observarmos as sequˆencias: X : 10, 1, 18, 20, 35, 3, 7, 15, 11, 10 Y : 12, 13, 13, 14, 12, 14, 12, 14, 13, 13 Z : 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13, 13 concluiremos que todas possuem a mesma m´edia 13. No entanto, s˜ao sequˆencias completamente distintas do ponto de vista da variabilidade de dados. Estat´ıtica B´asica
  • 4. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Introdu¸c˜ao Na sequˆencia Z (3) n˜ao h´a variabilidade de dados. A m´edia 13 representa bem qualquer valor da s´erie. Na sequˆencia Y , a m´edia 13 representa bem a s´erie, mas existem elementos da s´erie levemente diferenciados da m´edia 13. Na sequˆencia X existem muitos elementos bastante diferenciados da m´edia 13. Conclu´ımos que a m´edia 13 representa otimamente a sequˆencia Z, representa bem a sequˆencia Y , mas n˜ao representa bem a sequˆencia X. Estat´ıtica B´asica
  • 5. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Conceitos O nosso objetivo ´e construir medidas que avaliem a representativi- dade da m´edia. Para isto usaremos as medidas de dispers˜ao. Observe que na sequˆencia Z os dados est˜ao totalmente concentrados sobre a m´edia 13. N˜ao h´a dispers˜ao de dados. Na sequˆencia Y h´a forte concentra¸c˜ao dos dados sobre a m´edia 13, mas h´a fraca dispers˜ao de dados. J´a na s´erie X h´a fraca concentra¸c˜ao de dados em torno da m´edia 13 e forte dispers˜ao de dados em rela¸c˜ao a m´edia 13. Estat´ıtica B´asica
  • 6. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Medidas de Dispers˜ao Absoluta As principais medidas de dispers˜ao absolutas s˜ao: amplitude total, desvio m´edio simples, variˆancia e desvio padr˜ao. Amplitude Total - ´E a diferen¸ca entre o maior e o menor valor da sequˆencia. Estat´ıtica B´asica
  • 7. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 1o Caso - DADOS BRUTOS OU ROL Basta identificar o maior e o menor valor da sequˆencia e efetuar a diferen¸ca entre estes valores. Exemplo Determine a amplitude total da sequˆencia X : 11, 12, 9, 10, 10, 15. O maior valor desta sequˆencia ´e 15 e o menor valor ´e 9. Portanto, a amplitude total da sequˆencia ´e At = 15 − 9 = 6 unidades. Estat´ıtica B´asica
  • 8. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 2o Caso - VARI´AVEL DISCRETA Como os valores j´a se apresentam ordenados, a amplitude total ´e a diferen¸ca entre o ´ultimo e o primeiro elemento da s´erie. Exemplo Determine a amplitude total da s´erie. xi fi 2 1 3 6 5 10 7 3 O maior valor da s´erie ´e 7 e o menor valor da s´erie ´e 2. Portanto, a amplitude total da s´erie ´e At = 7 − 2 = 5 unidades. Estat´ıtica B´asica
  • 9. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - VARI´AVEL CONT´INUA Nesta situa¸c˜ao, por desconhecer o maior e o menor valor da s´erie devemos fazer um c´alculo aproximado da amplitude total da s´erie. Consideraremos como maior valor da s´erie o ponto m´edio da ´ultima classe e como menor valor da s´erie o ponto m´edio da primeira classe. A amplitude total ´e a diferen¸ca entre estes valores. Exemplo Determine a amplitude total da s´erie: Classe Int. cl. fi 1 2 4 5 2 4 6 10 3 6 8 20 4 8 10 7 5 10 12 2 Estat´ıtica B´asica
  • 10. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - VARI´AVEL CONT´INUA O ponto m´edio da ´ultima classe ´e 11 e o ponto m´edio da primeira classe ´e 3. Portanto, At = 11 − 3 = 8 unidades. COMENT´ARIO: Apesar da facilidade de obten¸c˜ao da amplitude total, esta medida apresenta a inconveniˆencia de depender apenas de dois valores da s´erie. ´E poss´ıvel modificar completamente a dis- pers˜ao ou a concentra¸c˜ao dos elementos em torno da m´edia, sem alterar a amplitude total da s´erie. ´E uma medida que tem pouca sensibilidade estat´ıstica. Estat´ıtica B´asica
  • 11. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples Desvio M´edio Simples O conceito estat´ıstico de desvio corresponde ao conceito matem´atico de distˆancia. A dispers˜ao dos dados em rela¸c˜ao a m´edia de uma sequˆencia pode ser avaliada atrav´es dos desvios de cada elemento da sequˆencia em rela¸c˜ao a m´edia da sequˆencia. O desvio m´edio simples que indicaremos por DMS ´e definido como sendo uma m´edia aritm´etica dos desvios de cada elemento da s´erie para a m´edia da s´erie Estat´ıtica B´asica
  • 12. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 1o Caso - DADOS BRUTOS OU ROL Calculamos inicialmente a m´edia da sequˆencia. Em seguida identi- ficamos a distˆancia de cada elemento da sequˆencia para sua m´edia. Finalmente, calculamos a m´edia destas distˆancias. Se a sequˆencia for representada por X : x1, x2, . . . , xn, ent˜ao o DMS admite como f´ormula de c´alculo: DMS = |xi − x| n Exemplo Calcule o DMS para a sequˆencia: X : 2, 8, 5, 6. Estat´ıtica B´asica
  • 13. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 1o Caso - DADOS BRUTOS OU ROL Determinamos inicialmente a m´edia da s´erie: X = xi n = 2 + 8 + 5 + 6 4 = 5, 25 em seguida determinamos as distˆancias de cada elemento da s´erie para a m´edia da s´erie: |x1 − x| = |2 − 5, 25| = 3, 25 |x1 − x| = |8 − 5, 25| = 2, 75 |x1 − x| = |5 − 5, 25| = 0, 25 |x1 − x| = |6 − 5, 25| = 0, 75 O DMS ´e a m´edia aritm´etica simples destes valores. DMS = 3, 25 + 2, 75 + 0, 25 + 0, 75 4 = 7 4 = 1, 75 Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da sequˆencia est´a afastado do valor 5,25 por 1,75 unidades. Estat´ıtica B´asica
  • 14. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 2o Caso - Vari´avel Discreta No caso da apresenta¸c˜ao de uma vari´avel discreta, lembramos que a frequˆencia simples de cada elemento representa o n´umero de vezes que este valor figura na s´erie. Conseq¨uentemente, haver´a repeti¸c˜oes de distˆancias iguais de cada elemento distinto da s´erie para a m´edia da s´erie. Assim, a m´edia indicada para estas distˆancias ´e uma m´edia aritm´etica ponderada. A f´ormula para o c´alculo do DMS ´e: DMS = |xi − x|fi fi Estat´ıtica B´asica
  • 15. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 2o Caso - Vari´avel Discreta Exemplo Determine o DMS para a s´erie: xi fi 1 2 3 5 4 2 5 1 O n´umero de elementos da s´erie ´e n = fi = 10. A m´edia da s´erie ´e: X = xi fi fi Usaremos a disposi¸c˜ao da tabela, acrescentando novas colunas para a resolu¸c˜ao dos c´alculos. Estat´ıtica B´asica
  • 16. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 2o Caso - Vari´avel Discreta xi fi xi fi 1 2 2 3 5 15 4 2 8 5 1 5 fi = 10 xi fi = 30 A m´edia da s´erie ´e: X = xi fi fi = 30 10 = 3 O DMS ´e dado por: DMS = |xi − x|fi fi Estat´ıtica B´asica
  • 17. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 2o Caso - Vari´avel Discreta Incluiremos outra coluna para efetuar estes c´alculos: xi fi xi fi |xi − x|fi 1 2 2 4 3 5 15 0 4 2 8 2 5 1 5 2 fi = 10 xi fi = 30 |xi − x|fi = 8 O desvio m´edio simples ´e: DMS = |xi − x|fi fi = 8 10 = 0, 8 unidades. Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da s´erie est´a afastado do valor 3 por 0,8 unidade. Estat´ıtica B´asica
  • 18. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Nesta situa¸c˜ao, por desconhecer os valores individuais dos elementos componentes da s´erie, substituiremos estes valores xi , pelos pontos m´edios de classe. Desta forma, o desvio m´edio simples tem por c´alculo a f´ormula: DMS = |xi − x|fi fi onde xi ´e o ponto m´edio da classe i. Estat´ıtica B´asica
  • 19. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Exemplo Determine o DMS para a s´erie. Classe Int. cl. fi 1 2 4 5 2 4 6 10 3 6 8 4 4 8 10 1 O n´umero de elementos da s´erie ´e n = fi = 20. Usaremos a disposi¸c˜ao da tabela acrescentando as colunas necess´arias para a resolu¸c˜ao dos c´alculos. Estat´ıtica B´asica
  • 20. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Inicialmente acrescentamos a coluna dos pontos m´edios das classes: Classe Int. cl. fi xi 1 2 4 5 3 2 4 6 10 5 3 6 8 4 7 4 8 10 1 9 fi = 20 Em seguida, calculamos a m´edia da s´erie: X = xi fi fi Estat´ıtica B´asica
  • 21. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Classe Int. cl. fi xi xi fi 1 2 4 5 3 15 2 4 6 10 5 50 3 6 8 4 7 28 4 8 10 1 9 9 fi = 20 xi fi = 102 A m´edia da s´erie ´e: X = xi fi fi = 102 20 = 5, 1 O DMS ´e dado por DMS = |xi − x|fi fi Estat´ıtica B´asica
  • 22. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua Classe Int. cl. fi xi xi fi |xi − x|fi 1 2 4 5 3 15 10,50 2 4 6 10 5 50 1,00 3 6 8 4 7 28 7,60 4 8 10 1 9 9 3,90 = 20 = 102 = 23 O DMS = |xi − x|fi fi = 23 20 = 1, 15 unidades Interpreta¸c˜ao: Em m´edia, cada elemento da s´erie est´a afastado de 5,1 por 1,15 unidades. Estat´ıtica B´asica
  • 23. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples 3o Caso - Vari´avel Cont´ınua COMENT´ARIO: O desvio m´edio simples depende de cada compo- nerte da s´erie. Se mudarmos o valor de um ´unico elemento da s´erie, mudamos tamb´em o DMS. Portanto, o desvio m´edio simples tem perfeita sensibilidade estat´ıstica. A maior dificuldade desta medida ´e envolver m´odulos, cujas propriedades, em geral n˜ao s˜ao suficien- temente conhecidas pelos estagi´arios que normalmente desenvolvem estes c´alculos. Estat´ıtica B´asica
  • 24. MEDIDAS DE DISPERS˜AO C´alculo da Amplitude Total Desvio M´edio Simples MARTINS, Gilberto de Andrade Martins, Estat´ıstica Geral e Aplicada, 4 ed. S˜ao Paulo: Editora Atlas S.A., 2011 SILVA, Ermes Medeiros da; SILVA, Elio Medeiros da; GONC¸ALVES, Valter; MUROLO, Afrˆanio Carlos, ESTAT´ISTICA Para os cursos de: Economia, Administra¸c˜ao e Ciˆencias Contabeis 3 ed. S˜ao Paulo: Editora Atlas S.A., 1999 Estat´ıtica B´asica