SlideShare uma empresa Scribd logo
Figurinos de Resenha, Trajes de Fichamento e Roupagens de Resumo Prof. Esp. João Carlos Balbi
RESENHA Não deixa de ser uma condensação do texto, mas também há a análise interpretativa do texto lido. É um resumo crítico, deve existir uma apreciação crítica sobre a obra. Como fazer a resenha? Primeiramente deve-se resumir o conteúdo e depois fazer a transição para a crítica, seguindo o esquema: a)          introdução b)         desenvolvimento c)          conclusão d)         crítica (quando for feita à parte) A resenha é muito utilizada em jornais e revistas.
RESENHA: É um tipo de trabalho que necessita que se tenha domínio do assunto abordado. Somente o conhecimento profundo permitirá estabelecer comparações e fornecerá a maturidade intelectual necessária para a emissão de qualquer julgamento de valor, ou seja, dizer se concorda ou discorda das considerações apresentadas pela obra e texto a ser resenhado. Muito utilizado nos meios acadêmicos, esse recurso pode ser utilizado para relatar qualquer acontecimento da realidade: um filme, uma peça teatral, um evento esportivo, etc. além de livros (inteiros ou em partes) e textos diversos. Ao elaborar uma resenha é preciso ter um objetivo, ou seja, sua intenção pode ser, por exemplo, fazer publicidade ou adquirir conhecimento sobre o objeto. A partir desse objetivo deve-se determinar os pontos relevantes, informar seu custo de produção, mas é imprescindível destacar os dados referentes ao autor da obra. A resenha é, portanto, um texto que apresenta informações selecionadas e resumidas sobre o conteúdo de outro texto, trazendo, além das informações, comentários e avaliações do resenhista.
“ [...] É sensacional! Méritos para o estreante, roteirista e diretor Sylvain Chomet, que criou um universo charmoso e criativo, no qual opta por espelhar-se no cinema mudo apresentando uma mistura de raros diálogos, canções e movimentos. Além da simples história que exibe uma trama cativante e envolvente, o encanto certamente está no gráfico em 2D, devido aos divertidos traços caricaturados das feições humanas e dos ambientes com cores leves. [...]” (MORGAN, Ricardo. As Bicicletas de BelleVille. In: MACHADO, Ana Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI9, Lilia Santos. Resenha. São Paulo:`Parábola Editorial, 2004. P.17) Esse fragmento foi extraído da resenha de um filme. Note que os termos sensacional, charmoso, criativo, simples, etc. representam a opinião do resenhista. Ele procurou – e conseguiu: mostrar as informações de forma resumida, mostrar as informações mais relevantes e posicionar-se criticamente em relação ao objeto resenhado. RESENHA:
A resenha pode ser redigida de forma clara, a partir de conhecimento profundo e detalhado e:  em linguagem dissertativa, embora objetiva, acrescentando todas as impressões pessoais que o texto suscitar; Usando todos os adjetivos, advérbios e outros complementos  que sejam necessários à expressão do seu pensamento e considerações Se necessário, repetir frases inteiras do texto original, mencionando adequadamente a fonte Usar a ordem que melhor atenda aos objetivos e destinatários  a que a resenha se destine RESENHA:
FICHAMENTO É uma forma de  investigação que se caracteriza pelo ato de registrar todo o material necessário à compreensão de um texto ou tema. Para isso, é preciso usar fichas que facilitam a documentação e preparam a execução do trabalho. Não só, mas é também uma forma de estudar / assimilar criticamente os melhores texto / temas de sua formação acadêmico-profissional.
Um Fichamento completo deve apresentar os seguintes dados:  1.    Indicação bibliográfica – mostrando a fonte da leitura (cf. ABNT)  2.    Resumo – sintetizando o conteúdo da obra. Trabalho que se baseia no esquema (na introdução pode fazer uma pequena apresentação histórica ou ilustrativa).  3.  Citações – apresentando as transcrições significativas da obra.  4.  Comentários – expressando a compreensão crítica do texto, baseando-se ou não em outros autores e outras obras.  5.  Ideação – colocando em destaque as novas idéias que surgiram durante a leitura reflexiva.
MODELO DE FICHAMENTO   ________________________________________________________ Indicação bibliográfica (conforme as normas da ABNT)  _ _______________________________________________________ 1ª parte: apresentação objetiva das idéias do autor  1 – Resumo (baseado no esquema)  2 – Pequenas citações (entre aspas e páginas)   ________________________________________________________ 2ª parte: elaboração pessoal sobre a leitura  1 – Comentários (parecer e crítica)  2 – Ideação (novas perspectivas)     _ _______________________________________________________   Extraído de: HUHNE, L.M.  Metodologia científica. 7. ed. Rio de Janeiro: Agir, 2000.  pp.64-65
RESUMO É a condensação de conteúdo, sem análise crítica ou interpretação. Deve ter  o mesmo vocabulário do autor e seguir a mesma ordem do texto. O resumo deve ter:  a) brevidade b) clareza c) fidelidade Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas) Resumo é a  “apresentação concisa das idéias de um texto”  - Norma NBR 6028.
RESUMO é um tipo de redação informativo-referencial que se ocupa de reduzir um texto a suas idéias principais. Em princípio, o resumo é uma paráfrase e pode-se dizer que dele não devem fazer parte comentários e que engloba duas fases: a compreensão do texto e a elaboração de um novo. A compreensão implica análise do texto e checagem das informações colhidas com aquilo que já se conhece.  RESUMO é  uma apresentação sintética e seletiva das idéias de um texto, ressaltando a progressão e a articulação delas. Nele devem aparecer as principais idéias do autor do texto.
RESUMO é um texto,  portanto deve ser Uno, Coerente, Coeso : UNIDADE: Interligação entre suas partes, que deverão convergir para um direcionamento único COERÊNCIA: As idéias apresentadas devem ser coerentes e não contraditórias COESÃO:  Os elementos da frase devem estabelecer os nexos entre as partes do texto
RESUMO se relaciona com outros textos: existe um  texto anterior  que deu origem ao Resumo. Este texto será apresentado como uma paráfrase , propondo uma problematização. IMPORTANTE:
O RESUMO  deve responder a duas perguntas: - O que o autor pretende demonstrar? - De que trata o texto ? Portanto, devem constar do RESUMO :   O assunto do texto O objetivo do texto A articulação das idéias As conclusões do autor do texto objeto do resumo.
O que deve informar o RESUMO ? Tratando-se, por exemplo, do resumo de uma pesquisa iniciada, em andamento ou concluída, ele deve informar:  A natureza da pesquisa realizada Os resultados parciais ou finais As conclusões ou novos direcionamentos
O RESUMO tem por OBJETIVO :  partilhar um saber – uma referência fornecer informação apresentar provas ou evidências explicitar seus objetivos  explicitar sua metodologia apontar para uma conclusão
Sendo um texto conciso, o Resumo deve ser redigido:  em linguagem objetiva, suprimindo palavras desnecessárias (adjetivos, advérbios, por exemplo) . evitando a repetição de frases inteiras do texto original –  DEVERÃO SER SINTETIZADAS E NÃO TRANSCRITAS. respeitando a ordem em que as idéias ou fatos são apresentados.
Assim podem ser suas características, formais:  Extensão: de 8 a 15 linhas Um só parágrafo 3ª pessoa do singular ou  3ª pessoa do plural Frases pouco extensas Terminologia específica Ordem direta das frases Linguagem denotativa RESUMO:
REFERÊNCIAS www.caminhosdalingua.com www.ucb.br/prg/comsocial/cce/nromas_organinfo_resumo.htm BIBLIOGRAFIA: MEDEIROS, João Bosco.  Redação Científica: a prática de Fichamentos, Resumos,  Resenhas . São Paulo: Atlas, 2004. PLATÃO, f.S. & FIORIN, J.L.  Lições de Texto: leitura e redação . 4. ed. São Paulo: Ática, 1999. MACHADO, Anna Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI, Lília Santos.  Resumo . São Paulo: Parábola Editorial, 2004. MACHADO, Ana Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI9, Lilia Santos. Resenha. São Paulo:Parábola Editorial, 2004. P.17)
Pense muito antes de escrever. O resultado será excelente.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
denisecgomes
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Resenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantesResenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantes
Jose Roberto Batista da Silva
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Patrícia Éderson Dias
 
Fichamento de Texto
Fichamento de TextoFichamento de Texto
Fichamento de Texto
Portal do Vestibulando
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
rsaloes
 
Slide projeto de pesquisa
Slide projeto de pesquisaSlide projeto de pesquisa
Slide projeto de pesquisa
rivanialeao
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
Kátia Silva da Costa
 
Resenha acadêmica
Resenha acadêmicaResenha acadêmica
Resenha acadêmica
megainfoin
 
Normas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científicoNormas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científico
Carlos Moutinho
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
professsorcarlinho
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
Larissa Almada
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
Adriano Medeiros
 
Motivação em sala de aula
Motivação em sala de aulaMotivação em sala de aula
Motivação em sala de aula
Roselene Rocha
 
Modelo artigo técnico publicação
Modelo artigo técnico publicaçãoModelo artigo técnico publicação
Modelo artigo técnico publicação
Elmo Dutra Filho
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratores
louisacarla
 
Modelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em wordModelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em word
Mister B
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
Camila Neitzke
 
O que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativoO que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativo
Bernadete Carrijo Oliveira
 

Mais procurados (20)

Modelos de síntese
Modelos de sínteseModelos de síntese
Modelos de síntese
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Resenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantesResenha de artigo para estudantes
Resenha de artigo para estudantes
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicosNormas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
Normas ABNT Apresentação de trabalhos acadêmicos
 
Fichamento de Texto
Fichamento de TextoFichamento de Texto
Fichamento de Texto
 
Modelo relatorio
Modelo relatorioModelo relatorio
Modelo relatorio
 
Slide projeto de pesquisa
Slide projeto de pesquisaSlide projeto de pesquisa
Slide projeto de pesquisa
 
Tcc exemplo - Esqueleto
Tcc   exemplo - EsqueletoTcc   exemplo - Esqueleto
Tcc exemplo - Esqueleto
 
Resenha acadêmica
Resenha acadêmicaResenha acadêmica
Resenha acadêmica
 
Normas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científicoNormas para elaboração de um relatório científico
Normas para elaboração de um relatório científico
 
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃOTCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
TCC SLIDE DE APRESENTAÇÃO
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
 
Relatório
RelatórioRelatório
Relatório
 
Motivação em sala de aula
Motivação em sala de aulaMotivação em sala de aula
Motivação em sala de aula
 
Modelo artigo técnico publicação
Modelo artigo técnico publicaçãoModelo artigo técnico publicação
Modelo artigo técnico publicação
 
Descritores e distratores
Descritores e distratoresDescritores e distratores
Descritores e distratores
 
Modelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em wordModelo de-fichamento em word
Modelo de-fichamento em word
 
Modelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorioModelo padrao relatorio
Modelo padrao relatorio
 
O que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativoO que é o texto dissertativo
O que é o texto dissertativo
 

Destaque

Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
André luis
 
Coesao textual
Coesao textualCoesao textual
Coesao textual
Fatima Ali
 
Slides coesao textual
Slides coesao textualSlides coesao textual
Slides coesao textual
Nastrilhas da lingua portuguesa
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780
ameliapadrao
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
Cynthia Funchal
 
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUALELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
Débora Costa
 
Aula 8 preposição e conjunção
Aula 8   preposição e conjunçãoAula 8   preposição e conjunção
Aula 8 preposição e conjunção
J M
 
Crase
CraseCrase
Como Fazer Fichamento
Como Fazer FichamentoComo Fazer Fichamento
Como Fazer Fichamento
Marta Melo de Oliveira
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
Willma Frazão
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livroComo fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro
Luiz Henrique Araujo
 
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
Angélica Manenti
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
ALINE NEUSCHRANK
 
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
aulasdejornalismo
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
silnog
 

Destaque (15)

Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Coesao textual
Coesao textualCoesao textual
Coesao textual
 
Slides coesao textual
Slides coesao textualSlides coesao textual
Slides coesao textual
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780
 
Elementos de coesão
Elementos de coesãoElementos de coesão
Elementos de coesão
 
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUALELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
ELEMENTO DE TEXTUALIDADE: COESÃO TEXTUAL
 
Aula 8 preposição e conjunção
Aula 8   preposição e conjunçãoAula 8   preposição e conjunção
Aula 8 preposição e conjunção
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Como Fazer Fichamento
Como Fazer FichamentoComo Fazer Fichamento
Como Fazer Fichamento
 
Coesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativosCoesão textual e operadores argumentativos
Coesão textual e operadores argumentativos
 
Como fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livroComo fazer fichamento de texto ou livro
Como fazer fichamento de texto ou livro
 
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
2ª série E. M. - Pronomes: elementos coesivos
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
 
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 

Semelhante a 04 resumo,resenha,fichamento

Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptxAula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
LizianeBacchi
 
Apresentação (1).pptx
Apresentação (1).pptxApresentação (1).pptx
Apresentação (1).pptx
Fabianna12
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
Adriano Medeiros
 
Apostila
ApostilaApostila
Resumo e resenha 22.05.2015
Resumo e resenha 22.05.2015Resumo e resenha 22.05.2015
Resumo e resenha 22.05.2015
Uergs
 
A leitura e redação ciêntifica (completo)
A leitura e redação ciêntifica (completo)A leitura e redação ciêntifica (completo)
A leitura e redação ciêntifica (completo)
Juan Batista
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
Renally Arruda
 
Resumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.pptResumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.ppt
CAROLINA187615
 
Elaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientificoElaborando um artigo cientifico
822 elaborando um_artigo_cientifico
822 elaborando um_artigo_cientifico822 elaborando um_artigo_cientifico
822 elaborando um_artigo_cientifico
Maura Rodrigues
 
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientificoóTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
Gerdian Teixeira
 
Gênero textual.
Gênero textual.Gênero textual.
Gênero textual.
Daniel Rodrigues
 
Resenha e Resumo.pdf
Resenha e Resumo.pdfResenha e Resumo.pdf
Resenha e Resumo.pdf
VinciusClaudino
 
Resumo e Resenha
Resumo e Resenha Resumo e Resenha
Resumo e Resenha
AndressonSimplicio
 
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestreResumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
Cristina1506
 
Resenha como fazer
Resenha como fazerResenha como fazer
Resenha como fazer
volemar
 
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa II
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa IIRepresentação e Comunicação em Língua Portuguesa II
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa II
Ana Caroline Rocha de Oliveira
 
Como Fazer Uma Resenha
Como Fazer Uma ResenhaComo Fazer Uma Resenha
Como Fazer Uma Resenha
guest658d05
 
Elaboracao de artigo cientifico2006
Elaboracao de artigo cientifico2006Elaboracao de artigo cientifico2006
Elaboracao de artigo cientifico2006
Jose Rudy
 
Resumo 01/10/2009
Resumo 01/10/2009Resumo 01/10/2009

Semelhante a 04 resumo,resenha,fichamento (20)

Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptxAula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
Aula Sobre Resenha Crítica - Prof. Liziane.pptx
 
Apresentação (1).pptx
Apresentação (1).pptxApresentação (1).pptx
Apresentação (1).pptx
 
Resumo e resenha
Resumo e resenhaResumo e resenha
Resumo e resenha
 
Apostila
ApostilaApostila
Apostila
 
Resumo e resenha 22.05.2015
Resumo e resenha 22.05.2015Resumo e resenha 22.05.2015
Resumo e resenha 22.05.2015
 
A leitura e redação ciêntifica (completo)
A leitura e redação ciêntifica (completo)A leitura e redação ciêntifica (completo)
A leitura e redação ciêntifica (completo)
 
Resenha.
Resenha.Resenha.
Resenha.
 
Resumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.pptResumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.ppt
 
Elaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientificoElaborando um artigo cientifico
Elaborando um artigo cientifico
 
822 elaborando um_artigo_cientifico
822 elaborando um_artigo_cientifico822 elaborando um_artigo_cientifico
822 elaborando um_artigo_cientifico
 
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientificoóTimo elaborando um_artigo_cientifico
óTimo elaborando um_artigo_cientifico
 
Gênero textual.
Gênero textual.Gênero textual.
Gênero textual.
 
Resenha e Resumo.pdf
Resenha e Resumo.pdfResenha e Resumo.pdf
Resenha e Resumo.pdf
 
Resumo e Resenha
Resumo e Resenha Resumo e Resenha
Resumo e Resenha
 
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestreResumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
Resumo metodologia prova 1 bimestre 2 semestre
 
Resenha como fazer
Resenha como fazerResenha como fazer
Resenha como fazer
 
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa II
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa IIRepresentação e Comunicação em Língua Portuguesa II
Representação e Comunicação em Língua Portuguesa II
 
Como Fazer Uma Resenha
Como Fazer Uma ResenhaComo Fazer Uma Resenha
Como Fazer Uma Resenha
 
Elaboracao de artigo cientifico2006
Elaboracao de artigo cientifico2006Elaboracao de artigo cientifico2006
Elaboracao de artigo cientifico2006
 
Resumo 01/10/2009
Resumo 01/10/2009Resumo 01/10/2009
Resumo 01/10/2009
 

Mais de Joao Balbi

Curso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderançaCurso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderança
Joao Balbi
 
Curso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENACCurso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENAC
Joao Balbi
 
Apresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoriaApresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoria
Joao Balbi
 
Curso de oratoria
Curso de oratoriaCurso de oratoria
Curso de oratoria
Joao Balbi
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
Joao Balbi
 
14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbiGestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Joao Balbi
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
Joao Balbi
 
Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
Joao Balbi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
Joao Balbi
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
Joao Balbi
 
01 abertura
01 abertura01 abertura
01 abertura
Joao Balbi
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
Joao Balbi
 
10 cpa
10 cpa10 cpa
10 cpa
Joao Balbi
 
09 pdi
09 pdi09 pdi
09 pdi
Joao Balbi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
Joao Balbi
 
07 pppi elementos
07 pppi elementos07 pppi elementos
07 pppi elementos
Joao Balbi
 
05 o sinaes
05 o sinaes05 o sinaes
05 o sinaes
Joao Balbi
 
04 o papel do coordenador e supervisor
04  o papel do coordenador e supervisor04  o papel do coordenador e supervisor
04 o papel do coordenador e supervisor
Joao Balbi
 

Mais de Joao Balbi (20)

Curso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderançaCurso de chefia e liderança
Curso de chefia e liderança
 
Curso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENACCurso de Oratória-SENAC
Curso de Oratória-SENAC
 
Apresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoriaApresentacao e-oratoria
Apresentacao e-oratoria
 
Curso de oratoria
Curso de oratoriaCurso de oratoria
Curso de oratoria
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos14 trabalhos acadêmicos
14 trabalhos acadêmicos
 
Gestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbiGestão adm e financ no ens sup balbi
Gestão adm e financ no ens sup balbi
 
Planejamento escolar
Planejamento escolarPlanejamento escolar
Planejamento escolar
 
Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2Planejamento e ação docente 2
Planejamento e ação docente 2
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
 
03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar03 dimensões da gestão escolar
03 dimensões da gestão escolar
 
01 abertura
01 abertura01 abertura
01 abertura
 
Gestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens supGestão adm e financ no ens sup
Gestão adm e financ no ens sup
 
10 cpa
10 cpa10 cpa
10 cpa
 
09 pdi
09 pdi09 pdi
09 pdi
 
08 pppi estrutura
08 pppi estrutura08 pppi estrutura
08 pppi estrutura
 
07 pppi elementos
07 pppi elementos07 pppi elementos
07 pppi elementos
 
05 o sinaes
05 o sinaes05 o sinaes
05 o sinaes
 
04 o papel do coordenador e supervisor
04  o papel do coordenador e supervisor04  o papel do coordenador e supervisor
04 o papel do coordenador e supervisor
 

04 resumo,resenha,fichamento

  • 1. Figurinos de Resenha, Trajes de Fichamento e Roupagens de Resumo Prof. Esp. João Carlos Balbi
  • 2. RESENHA Não deixa de ser uma condensação do texto, mas também há a análise interpretativa do texto lido. É um resumo crítico, deve existir uma apreciação crítica sobre a obra. Como fazer a resenha? Primeiramente deve-se resumir o conteúdo e depois fazer a transição para a crítica, seguindo o esquema: a)         introdução b)        desenvolvimento c)         conclusão d)        crítica (quando for feita à parte) A resenha é muito utilizada em jornais e revistas.
  • 3. RESENHA: É um tipo de trabalho que necessita que se tenha domínio do assunto abordado. Somente o conhecimento profundo permitirá estabelecer comparações e fornecerá a maturidade intelectual necessária para a emissão de qualquer julgamento de valor, ou seja, dizer se concorda ou discorda das considerações apresentadas pela obra e texto a ser resenhado. Muito utilizado nos meios acadêmicos, esse recurso pode ser utilizado para relatar qualquer acontecimento da realidade: um filme, uma peça teatral, um evento esportivo, etc. além de livros (inteiros ou em partes) e textos diversos. Ao elaborar uma resenha é preciso ter um objetivo, ou seja, sua intenção pode ser, por exemplo, fazer publicidade ou adquirir conhecimento sobre o objeto. A partir desse objetivo deve-se determinar os pontos relevantes, informar seu custo de produção, mas é imprescindível destacar os dados referentes ao autor da obra. A resenha é, portanto, um texto que apresenta informações selecionadas e resumidas sobre o conteúdo de outro texto, trazendo, além das informações, comentários e avaliações do resenhista.
  • 4. “ [...] É sensacional! Méritos para o estreante, roteirista e diretor Sylvain Chomet, que criou um universo charmoso e criativo, no qual opta por espelhar-se no cinema mudo apresentando uma mistura de raros diálogos, canções e movimentos. Além da simples história que exibe uma trama cativante e envolvente, o encanto certamente está no gráfico em 2D, devido aos divertidos traços caricaturados das feições humanas e dos ambientes com cores leves. [...]” (MORGAN, Ricardo. As Bicicletas de BelleVille. In: MACHADO, Ana Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI9, Lilia Santos. Resenha. São Paulo:`Parábola Editorial, 2004. P.17) Esse fragmento foi extraído da resenha de um filme. Note que os termos sensacional, charmoso, criativo, simples, etc. representam a opinião do resenhista. Ele procurou – e conseguiu: mostrar as informações de forma resumida, mostrar as informações mais relevantes e posicionar-se criticamente em relação ao objeto resenhado. RESENHA:
  • 5. A resenha pode ser redigida de forma clara, a partir de conhecimento profundo e detalhado e: em linguagem dissertativa, embora objetiva, acrescentando todas as impressões pessoais que o texto suscitar; Usando todos os adjetivos, advérbios e outros complementos que sejam necessários à expressão do seu pensamento e considerações Se necessário, repetir frases inteiras do texto original, mencionando adequadamente a fonte Usar a ordem que melhor atenda aos objetivos e destinatários a que a resenha se destine RESENHA:
  • 6. FICHAMENTO É uma forma de investigação que se caracteriza pelo ato de registrar todo o material necessário à compreensão de um texto ou tema. Para isso, é preciso usar fichas que facilitam a documentação e preparam a execução do trabalho. Não só, mas é também uma forma de estudar / assimilar criticamente os melhores texto / temas de sua formação acadêmico-profissional.
  • 7. Um Fichamento completo deve apresentar os seguintes dados: 1.    Indicação bibliográfica – mostrando a fonte da leitura (cf. ABNT) 2.   Resumo – sintetizando o conteúdo da obra. Trabalho que se baseia no esquema (na introdução pode fazer uma pequena apresentação histórica ou ilustrativa). 3. Citações – apresentando as transcrições significativas da obra. 4. Comentários – expressando a compreensão crítica do texto, baseando-se ou não em outros autores e outras obras. 5. Ideação – colocando em destaque as novas idéias que surgiram durante a leitura reflexiva.
  • 8. MODELO DE FICHAMENTO ________________________________________________________ Indicação bibliográfica (conforme as normas da ABNT) _ _______________________________________________________ 1ª parte: apresentação objetiva das idéias do autor 1 – Resumo (baseado no esquema) 2 – Pequenas citações (entre aspas e páginas)   ________________________________________________________ 2ª parte: elaboração pessoal sobre a leitura 1 – Comentários (parecer e crítica) 2 – Ideação (novas perspectivas)   _ _______________________________________________________ Extraído de: HUHNE, L.M. Metodologia científica. 7. ed. Rio de Janeiro: Agir, 2000. pp.64-65
  • 9. RESUMO É a condensação de conteúdo, sem análise crítica ou interpretação. Deve ter o mesmo vocabulário do autor e seguir a mesma ordem do texto. O resumo deve ter: a) brevidade b) clareza c) fidelidade Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas) Resumo é a “apresentação concisa das idéias de um texto” - Norma NBR 6028.
  • 10. RESUMO é um tipo de redação informativo-referencial que se ocupa de reduzir um texto a suas idéias principais. Em princípio, o resumo é uma paráfrase e pode-se dizer que dele não devem fazer parte comentários e que engloba duas fases: a compreensão do texto e a elaboração de um novo. A compreensão implica análise do texto e checagem das informações colhidas com aquilo que já se conhece. RESUMO é uma apresentação sintética e seletiva das idéias de um texto, ressaltando a progressão e a articulação delas. Nele devem aparecer as principais idéias do autor do texto.
  • 11. RESUMO é um texto, portanto deve ser Uno, Coerente, Coeso : UNIDADE: Interligação entre suas partes, que deverão convergir para um direcionamento único COERÊNCIA: As idéias apresentadas devem ser coerentes e não contraditórias COESÃO: Os elementos da frase devem estabelecer os nexos entre as partes do texto
  • 12. RESUMO se relaciona com outros textos: existe um texto anterior que deu origem ao Resumo. Este texto será apresentado como uma paráfrase , propondo uma problematização. IMPORTANTE:
  • 13. O RESUMO deve responder a duas perguntas: - O que o autor pretende demonstrar? - De que trata o texto ? Portanto, devem constar do RESUMO : O assunto do texto O objetivo do texto A articulação das idéias As conclusões do autor do texto objeto do resumo.
  • 14. O que deve informar o RESUMO ? Tratando-se, por exemplo, do resumo de uma pesquisa iniciada, em andamento ou concluída, ele deve informar: A natureza da pesquisa realizada Os resultados parciais ou finais As conclusões ou novos direcionamentos
  • 15. O RESUMO tem por OBJETIVO : partilhar um saber – uma referência fornecer informação apresentar provas ou evidências explicitar seus objetivos explicitar sua metodologia apontar para uma conclusão
  • 16. Sendo um texto conciso, o Resumo deve ser redigido: em linguagem objetiva, suprimindo palavras desnecessárias (adjetivos, advérbios, por exemplo) . evitando a repetição de frases inteiras do texto original – DEVERÃO SER SINTETIZADAS E NÃO TRANSCRITAS. respeitando a ordem em que as idéias ou fatos são apresentados.
  • 17. Assim podem ser suas características, formais: Extensão: de 8 a 15 linhas Um só parágrafo 3ª pessoa do singular ou 3ª pessoa do plural Frases pouco extensas Terminologia específica Ordem direta das frases Linguagem denotativa RESUMO:
  • 18. REFERÊNCIAS www.caminhosdalingua.com www.ucb.br/prg/comsocial/cce/nromas_organinfo_resumo.htm BIBLIOGRAFIA: MEDEIROS, João Bosco. Redação Científica: a prática de Fichamentos, Resumos, Resenhas . São Paulo: Atlas, 2004. PLATÃO, f.S. & FIORIN, J.L. Lições de Texto: leitura e redação . 4. ed. São Paulo: Ática, 1999. MACHADO, Anna Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI, Lília Santos. Resumo . São Paulo: Parábola Editorial, 2004. MACHADO, Ana Rachel; LOUSADA, Eliane; ABREU-TARDELLI9, Lilia Santos. Resenha. São Paulo:Parábola Editorial, 2004. P.17)
  • 19. Pense muito antes de escrever. O resultado será excelente.