SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
9. Normas de Auditoria
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
OBJETIVOS DA AULA 
CONHECER 
TrabalhosdeASSEGURAÇÃO 
AscategoriasdasNormasdeAuditoria 
AsNormasrelativasàpessoadoauditor 
AsNormasrelativasaotrabalhodeauditoria 
AsNormasrelativasaoRelatóriodeAuditoria 
Faculdade Maurício de Nassau 1
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
TRABALHOSDEASSEGURAÇÃO 
DEFINIÇÃO–Trabalhodeasseguraçãosignificaumtrabalhonoqualoauditorindependenteexpressaumaconclusãocomafinalidadedeaumentarograudeconfiançadosoutrosusuáriosprevistos,quenãosejaaparteresponsávelacercadoRESULTADODAAVALIAÇÃOOUMENSURAÇÃOdedeterminadoobjeto,deacordocomoscritériosaplicáveis. 
Faculdade Maurício de Nassau 2
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
ELEMENTOSDEUMTRABALHOSDEASSEGURAÇÃO 
PARTESENVOLVIDAS(Auditor,Responsável,Usuários) 
OBJETOAPROPRIADO(Ex.DemonstraçõesContábeis) 
CRITÉRIOSADEQUADOS(Ex.NormasdeAuditoria) 
EVIDÊNCIAS(Apropriadasesuficientes) 
CONCLUSÃORELATÓRIO 
Faculdade Maurício de Nassau 3
NORMAS DE AUDITORIA –AULA AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
TRABALHOSDEASSEGURAÇÃO 
ASSEGURAÇÃORAZOÁVEL=AUDITORIA=opiniãopositiva 
ASSEGURAÇÃOLIMITADA=REVISÃO=opiniãonegativa 
Asseguração(=Assegurar+Ação)–Açãoouefeitodeassegurar,garantia,segurança. 
Faculdade Maurício de Nassau 4
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
ASSEGURAÇÃO 
ASSEGURAÇÃORAZOÁVEL 
–Reduçãodoriscodotrabalhodeasseguraçãoaumnívelaceitavelmentebaixo–nãoabsoluto 
ASSEGURAÇÃOLIMITADA 
–Reduçãodoriscodotrabalhodeasseguraçãoaumnívelaceitável,commaiorriscodoqueoanterior 
Faculdade Maurício de Nassau 5
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
“AsNormasdeAuditoriarepresentamosrequisitosbásicosAseremobservadosnodesempenhodostrabalhosdeAuditoria”(ATTIE,2011) 
“Oconjuntodeprincípiosepreceitosconsagradosparaarealizaçãodostrabalhosdeauditoriadenomina-seNormasdeAuditoria”(PEREZJR.ETAL,2007) 
Faculdade Maurício de Nassau 6
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
AS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE (NBC) 
SãoregrasditadaspelosórgãosreguladoresdaprofissãocontábildoBrasiletemporobjetivoaregulaçãodaprofissãoeatividadesbemcomoestabelecerdiretrizesaseremseguidaspelosprofissionaisnodesenvolverdeseustrabalhos. 
AsNBC’sestabelecempreceitosdecondutaprofissionalepadrõeseprocedimentostécnicosnecessáriosparaoadequadoexercícioprofissional. 
Faculdade Maurício de Nassau 7
FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA 
OrganizaçãoInternacionaldasEntidadesFiscalizadorasSuperiores-InternationalOrganizationofSupremeAuditIntitutions(INTOSAI) 
EscritóriodeAuditoriadoCanada-OfficeAuditofCanada(OAG) 
EscritórioNacionaldeAuditoria–NationalAuditOffice (NAO)Inglaterra 
Faculdade Maurício de Nassau 8
FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA 
EscritórioGovernamentaldeContas-GovernmentAccountabilityOffice(GAO)EUA-NormasdeAuditoriaGovernamental(GovernmentAuditingStandards,ouYellowBook-Revisão2003) 
Faculdade Maurício de Nassau 9
FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA 
FederaçãoInternacionaldeContadores-InternationalFederationofAccountants(IFAC)-NormasInternacionaisdeAuditoria(InternationalAuditStandards-ISA) 
InstitutoAmericanodeContadoresPúblicosCertificados– AmericanInstituteofCertifiedPublicAccountants(AICPA)– NormasdeAuditoriaGeralmenteAceitas 
ConselhoFederaldeContabilidade(CFC)–EditaasNormasBrasileirasdeContabilidadeeAuditoria-NBC 
Faculdade Maurício de Nassau 10
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
AsNormasBrasileirasdeContabilidadecompreendemoconjuntodasNormas,dasInterpretaçõesTécnicas,dosComunicadosTécnicosedoCódigodeÉticaProfissionaldoContabilista. 
Classifica-seemNormasProfissionais,NormasTécnicaseNormasdeComunicados 
Faculdade Maurício de Nassau 11
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
AsNormasProfissionaisdeContabilidade(NBCP)estabelecemregrasdeexercícioprofissional. 
DenominadasdeNormasrelativasàpessoadoauditorelasclassificam-seem: 
DeaplicaçãoGeral 
AplicáveisaoAuditorIndependente 
AplicáveisaoAuditorInterno 
AplicáveisaoPerito 
Faculdade Maurício de Nassau 12
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
AsNormasTécnicasdeContabilidade(NBCT)estabelecemconceitosdoutrinários,regraseprocedimentosaplicadospelaContabilidade.DenominadasdeNormasdeexecuçãodostrabalhosdeAuditoria,classificam-seemnormasde: 
AplicaçãoGeral 
AplicaçãoaoSetorPúblico 
AuditoriaIndependente 
RevisãodeInformaçãoContábil 
OutrosserviçosdeAsseguração 
ServiçosCorrelatos 
AuditoriaInterna 
Perícia 
Faculdade Maurício de Nassau 13
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
As norma editadas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) subdividem-se três categorias: 
Normas Profissionais –NBC P 
Normas Técnicas –NBC T 
Normas Técnicas de Comunicados –NBC CT 
Faculdade Maurício de Nassau 14
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 15
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 16
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL 
Integridade 
Objetividade 
Competência e zelo profissional 
Sigilo 
Comportamento profissional 
Faculdade Maurício de Nassau 17
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 18
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE 
NBC P –NORMAS PROFISSIONAIS 
NBC PG –GERAIS APLICADAS AOS CONTABILISTAS EM GERAL 
NBC PA –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS AUDITORES INDEPENDENTES 
NBC PI –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS AUDITORES INTERNOS 
NBC PP –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS CONTADORES PERITOS 
Faculdade Maurício de Nassau 19
NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 20
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE 
NBC T –NORMAS TÉCNICAS 
NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS 
NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE 
NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS 
NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO 
NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA 
NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS 
NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO 
NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL 
Faculdade Maurício de Nassau 21
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 23
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 23 
NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE 
NBC T –NORMAS TÉCNICAS 
NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS 
NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE 
NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS 
NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO 
NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA 
NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS 
NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO 
NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 22
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE 
NBC CT –COMUNICADOS TÉCNICOS 
NBC CTG –COMUNICADOS TÉCNICOS GERAIS 
NBC CTA –COMUNICADOS TÉCNICOS PARA AUDITORIA 
NBC CTR –COMUNICADOS TEC. REVISÃO DE INF. CONTÁBIL HISTÓRICA 
NCB CTO –COMUNICADOS TEC. OUTROS SERVIÇOS DE ASSEGURAÇÃO 
NBC CTSC –COMUNICADOS TÉCNICOS SETORIAL 
NBC CTSP –COMUNICADOS TÉCNICOS SETOR PÚBLICO 
Faculdade Maurício de Nassau 23
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 23
NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 
AUDITORIA OPERACIONAL 
NORMAS DE AUDITORIA 
Faculdade Maurício de Nassau 23 
NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE 
NBC T –NORMAS TÉCNICAS 
NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS 
NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE 
NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS 
NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO 
NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA 
NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS 
NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO 
NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Auditoria interna
Auditoria internaAuditoria interna
Auditoria interna
Gilson Sena
 
Apostila v ponto de equilibrio
Apostila v   ponto de equilibrioApostila v   ponto de equilibrio
Apostila v ponto de equilibrio
zeramento contabil
 
Slide Controle Interno
Slide Controle InternoSlide Controle Interno
Slide Controle Interno
guestb719b5
 

Mais procurados (20)

Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de TrabalhoAula 17 - 11. Papéis de Trabalho
Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho
 
Aula 19 - 13. Relatórios de Auditoria
Aula 19 - 13. Relatórios de AuditoriaAula 19 - 13. Relatórios de Auditoria
Aula 19 - 13. Relatórios de Auditoria
 
Etapas auditoria
Etapas auditoriaEtapas auditoria
Etapas auditoria
 
Aula 1 - Auditoria II.pdf
Aula 1 - Auditoria II.pdfAula 1 - Auditoria II.pdf
Aula 1 - Auditoria II.pdf
 
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - GabaritosExercícios de Auditoria - Gabaritos
Exercícios de Auditoria - Gabaritos
 
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
16 - NBC TA 520 Marcelo - Procedimentos Analíticos
 
Aula 0 - Aspectos Introdutórios da Contabilidade Pública
Aula 0 - Aspectos Introdutórios da Contabilidade PúblicaAula 0 - Aspectos Introdutórios da Contabilidade Pública
Aula 0 - Aspectos Introdutórios da Contabilidade Pública
 
Auditoria interna
Auditoria internaAuditoria interna
Auditoria interna
 
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
14 - NBC TA 530 - Amostragem em Auditoria
 
Procedimentos de auditoria amostragem 2016
Procedimentos de auditoria  amostragem 2016Procedimentos de auditoria  amostragem 2016
Procedimentos de auditoria amostragem 2016
 
Auditoria de estoques
Auditoria de estoquesAuditoria de estoques
Auditoria de estoques
 
Auditoria
AuditoriaAuditoria
Auditoria
 
Aula 2 - 1 Conceitos e objetivos da Auditoria.
Aula 2 - 1 Conceitos e objetivos da Auditoria.Aula 2 - 1 Conceitos e objetivos da Auditoria.
Aula 2 - 1 Conceitos e objetivos da Auditoria.
 
Aula 5 - 4 Auditoria Interna
Aula 5 - 4 Auditoria InternaAula 5 - 4 Auditoria Interna
Aula 5 - 4 Auditoria Interna
 
Auditoria contábil
Auditoria contábilAuditoria contábil
Auditoria contábil
 
Apostila v ponto de equilibrio
Apostila v   ponto de equilibrioApostila v   ponto de equilibrio
Apostila v ponto de equilibrio
 
Slide Controle Interno
Slide Controle InternoSlide Controle Interno
Slide Controle Interno
 
PERÍCIA CONTÁBIL - UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
PERÍCIA CONTÁBIL - UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁPERÍCIA CONTÁBIL - UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
PERÍCIA CONTÁBIL - UNIVERSIDADE ESTÁCIO DE SÁ
 
Aula 4 - 3 Auditoria Fiscal
Aula 4 - 3 Auditoria FiscalAula 4 - 3 Auditoria Fiscal
Aula 4 - 3 Auditoria Fiscal
 
Aula 16 - 10 Planejamento da Auditoria de demonstrações contábeis
Aula 16 - 10  Planejamento da Auditoria de demonstrações contábeisAula 16 - 10  Planejamento da Auditoria de demonstrações contábeis
Aula 16 - 10 Planejamento da Auditoria de demonstrações contábeis
 

Destaque

6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
Lusimar Moreira
 
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla CaldasFluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
Priscyla Caldas
 
Marketing e franchising
Marketing e franchisingMarketing e franchising
Marketing e franchising
Edimar Araldi
 
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
Erick Vils
 
Manual de auditoria_corrigido
Manual de auditoria_corrigidoManual de auditoria_corrigido
Manual de auditoria_corrigido
francisca paula
 

Destaque (20)

Aulas 15 - 9 Normas de Auditoria - Estrutura Conceitual de Trabalhosde Asseg...
Aulas 15 -  9 Normas de Auditoria - Estrutura Conceitual de Trabalhosde Asseg...Aulas 15 -  9 Normas de Auditoria - Estrutura Conceitual de Trabalhosde Asseg...
Aulas 15 - 9 Normas de Auditoria - Estrutura Conceitual de Trabalhosde Asseg...
 
Aulas 9 e 10 - 7 Fundamentos de Auditoria
Aulas 9 e 10 - 7 Fundamentos de AuditoriaAulas 9 e 10 - 7 Fundamentos de Auditoria
Aulas 9 e 10 - 7 Fundamentos de Auditoria
 
Aula 1 - Origem e evolução da Auditoria
Aula 1 - Origem e evolução da AuditoriaAula 1 - Origem e evolução da Auditoria
Aula 1 - Origem e evolução da Auditoria
 
Normas de auditoria reduzida
Normas de auditoria reduzidaNormas de auditoria reduzida
Normas de auditoria reduzida
 
Aula 20 - 13. O Parecer de Auditoria
Aula 20 - 13. O Parecer de AuditoriaAula 20 - 13. O Parecer de Auditoria
Aula 20 - 13. O Parecer de Auditoria
 
Aula 6 - 5 Auditoria de Sistemas
Aula 6 - 5 Auditoria de SistemasAula 6 - 5 Auditoria de Sistemas
Aula 6 - 5 Auditoria de Sistemas
 
Aula 18 - 12 Programas de Auditoria
Aula 18 - 12 Programas de AuditoriaAula 18 - 12 Programas de Auditoria
Aula 18 - 12 Programas de Auditoria
 
Aulas 11, 12 e 13 - 8 testes de superavaliação e de subavaliação e demonstraç...
Aulas 11, 12 e 13 - 8 testes de superavaliação e de subavaliação e demonstraç...Aulas 11, 12 e 13 - 8 testes de superavaliação e de subavaliação e demonstraç...
Aulas 11, 12 e 13 - 8 testes de superavaliação e de subavaliação e demonstraç...
 
Slides da apresentação: Tributação do ICMS na atividade das Cooperativas
Slides da apresentação:   Tributação do ICMS na atividade das CooperativasSlides da apresentação:   Tributação do ICMS na atividade das Cooperativas
Slides da apresentação: Tributação do ICMS na atividade das Cooperativas
 
Aulas 7 e 8 - 6 Auditoria: Controle Interno
Aulas 7 e 8 -  6 Auditoria: Controle InternoAulas 7 e 8 -  6 Auditoria: Controle Interno
Aulas 7 e 8 - 6 Auditoria: Controle Interno
 
Aula 3 - 2 Auditoria Contábil
Aula 3 - 2 Auditoria ContábilAula 3 - 2 Auditoria Contábil
Aula 3 - 2 Auditoria Contábil
 
6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
6996938 aula-6-testes-de-auditoria-exercicios
 
Normas Auditorias Perícia Contábil.
Normas Auditorias Perícia Contábil.Normas Auditorias Perícia Contábil.
Normas Auditorias Perícia Contábil.
 
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla CaldasFluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
Fluxos Comunicacionais e Cultura Organizacional, por Priscyla Caldas
 
2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...
2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...
2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...
 
Curso online auditoria contabil independente normas e praticas profissionais
Curso online auditoria contabil independente normas e praticas profissionaisCurso online auditoria contabil independente normas e praticas profissionais
Curso online auditoria contabil independente normas e praticas profissionais
 
resumo de auditoria
resumo de auditoriaresumo de auditoria
resumo de auditoria
 
Marketing e franchising
Marketing e franchisingMarketing e franchising
Marketing e franchising
 
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
Websoftware palestra crm_clube_do_conhecimento-2010-07-23
 
Manual de auditoria_corrigido
Manual de auditoria_corrigidoManual de auditoria_corrigido
Manual de auditoria_corrigido
 

Semelhante a Aula 14 - 9 Normas de Auditoria

Certificação+ambienta la
Certificação+ambienta laCertificação+ambienta la
Certificação+ambienta la
Keila Carvalho
 
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
Elisangela Cardoso
 
Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01
Claudio Parra
 
Aula Integridade Strutural
Aula Integridade StruturalAula Integridade Strutural
Aula Integridade Strutural
Bruno Silva
 
B. auditoria geral junho 09
B. auditoria geral junho 09B. auditoria geral junho 09
B. auditoria geral junho 09
Wander Gimenez
 
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a. unidade (1).ppt
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a.  unidade (1).pptSlide 02.1 Auditoria1 - 2a.  unidade (1).ppt
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a. unidade (1).ppt
Zoraide6
 
Auditoria Em Odontologia
Auditoria Em OdontologiaAuditoria Em Odontologia
Auditoria Em Odontologia
guest561bb98
 
Slide Auditoria - 2a. unidade -Aula (1).ppt
Slide Auditoria - 2a. unidade  -Aula (1).pptSlide Auditoria - 2a. unidade  -Aula (1).ppt
Slide Auditoria - 2a. unidade -Aula (1).ppt
Zoraide6
 

Semelhante a Aula 14 - 9 Normas de Auditoria (20)

Certificação+ambienta la
Certificação+ambienta laCertificação+ambienta la
Certificação+ambienta la
 
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptxAula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
 
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
Apresentacao thelma alves_de_oliveira (3)
 
Formação de-auditores-líderes-23-03-2014
Formação de-auditores-líderes-23-03-2014Formação de-auditores-líderes-23-03-2014
Formação de-auditores-líderes-23-03-2014
 
Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01Relatórios e pareceres_parte 01
Relatórios e pareceres_parte 01
 
ppra3.ppt
ppra3.pptppra3.ppt
ppra3.ppt
 
Ppra Treinamento
Ppra TreinamentoPpra Treinamento
Ppra Treinamento
 
Aula Integridade Strutural
Aula Integridade StruturalAula Integridade Strutural
Aula Integridade Strutural
 
Laboratório de qualidade
Laboratório de qualidadeLaboratório de qualidade
Laboratório de qualidade
 
Contabilidade Regulatória | Juan Pablo Tarelli | REGULASAN
Contabilidade Regulatória | Juan Pablo Tarelli | REGULASANContabilidade Regulatória | Juan Pablo Tarelli | REGULASAN
Contabilidade Regulatória | Juan Pablo Tarelli | REGULASAN
 
B. auditoria geral junho 09
B. auditoria geral junho 09B. auditoria geral junho 09
B. auditoria geral junho 09
 
Compliance, auditoria, seus pilares e comunicação
Compliance, auditoria, seus pilares e comunicaçãoCompliance, auditoria, seus pilares e comunicação
Compliance, auditoria, seus pilares e comunicação
 
Apresentação rh med
Apresentação   rh medApresentação   rh med
Apresentação rh med
 
Ppra
PpraPpra
Ppra
 
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a. unidade (1).ppt
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a.  unidade (1).pptSlide 02.1 Auditoria1 - 2a.  unidade (1).ppt
Slide 02.1 Auditoria1 - 2a. unidade (1).ppt
 
Auditoria Em Odontologia
Auditoria Em OdontologiaAuditoria Em Odontologia
Auditoria Em Odontologia
 
312
312312
312
 
Slide Auditoria - 2a. unidade -Aula (1).ppt
Slide Auditoria - 2a. unidade  -Aula (1).pptSlide Auditoria - 2a. unidade  -Aula (1).ppt
Slide Auditoria - 2a. unidade -Aula (1).ppt
 
Normas de auditoria governamental segundo a intosai
Normas de auditoria governamental segundo a intosaiNormas de auditoria governamental segundo a intosai
Normas de auditoria governamental segundo a intosai
 
Fabio Rabbani - SAFETY & SECURITY WORKSHOP - Panel 1: Standards and regulatio...
Fabio Rabbani - SAFETY & SECURITY WORKSHOP - Panel 1: Standards and regulatio...Fabio Rabbani - SAFETY & SECURITY WORKSHOP - Panel 1: Standards and regulatio...
Fabio Rabbani - SAFETY & SECURITY WORKSHOP - Panel 1: Standards and regulatio...
 

Mais de Secretaria de Estado da Tributação do RN

AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
Secretaria de Estado da Tributação do RN
 

Mais de Secretaria de Estado da Tributação do RN (11)

Mordomia Cristã do Tesouro
Mordomia Cristã do TesouroMordomia Cristã do Tesouro
Mordomia Cristã do Tesouro
 
Curso de Teologia Reformada - Módulo IV -Escatologia_O MilÊnio de Apocalipse
Curso de Teologia Reformada - Módulo IV -Escatologia_O MilÊnio de ApocalipseCurso de Teologia Reformada - Módulo IV -Escatologia_O MilÊnio de Apocalipse
Curso de Teologia Reformada - Módulo IV -Escatologia_O MilÊnio de Apocalipse
 
UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE MORDOMIA.pdf
UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE MORDOMIA.pdfUMA BREVE REFLEXÃO SOBRE MORDOMIA.pdf
UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE MORDOMIA.pdf
 
Interpretando Narrativas biblicas_texto revisado.pdf
Interpretando Narrativas biblicas_texto revisado.pdfInterpretando Narrativas biblicas_texto revisado.pdf
Interpretando Narrativas biblicas_texto revisado.pdf
 
Apocalipse 7 - A Igreja Selada - Texto da aula.pdf
Apocalipse 7 - A Igreja Selada - Texto da aula.pdfApocalipse 7 - A Igreja Selada - Texto da aula.pdf
Apocalipse 7 - A Igreja Selada - Texto da aula.pdf
 
Teologia do Pacto
Teologia do PactoTeologia do Pacto
Teologia do Pacto
 
Como ler e interpretar as narrativas bíblicas.
Como ler e interpretar as narrativas bíblicas.Como ler e interpretar as narrativas bíblicas.
Como ler e interpretar as narrativas bíblicas.
 
AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
AUDITORIA FISCAL: UMA APLICAÇÃO DA LEI DE NEWCOMB-BENFORD ÀS SÉRIES DE RECOLH...
 
Palestra educação financeira - Preparação para a Aposentação
Palestra educação financeira - Preparação para a  Aposentação Palestra educação financeira - Preparação para a  Aposentação
Palestra educação financeira - Preparação para a Aposentação
 
Introdução às Finanças Pessoais ]
Introdução às Finanças Pessoais ]Introdução às Finanças Pessoais ]
Introdução às Finanças Pessoais ]
 
Educação fiscal e evolução do índice de participação dos municípios
Educação fiscal e evolução do índice de participação dos municípiosEducação fiscal e evolução do índice de participação dos municípios
Educação fiscal e evolução do índice de participação dos municípios
 

Aula 14 - 9 Normas de Auditoria

  • 1. 9. Normas de Auditoria
  • 2. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL OBJETIVOS DA AULA CONHECER TrabalhosdeASSEGURAÇÃO AscategoriasdasNormasdeAuditoria AsNormasrelativasàpessoadoauditor AsNormasrelativasaotrabalhodeauditoria AsNormasrelativasaoRelatóriodeAuditoria Faculdade Maurício de Nassau 1
  • 3. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA TRABALHOSDEASSEGURAÇÃO DEFINIÇÃO–Trabalhodeasseguraçãosignificaumtrabalhonoqualoauditorindependenteexpressaumaconclusãocomafinalidadedeaumentarograudeconfiançadosoutrosusuáriosprevistos,quenãosejaaparteresponsávelacercadoRESULTADODAAVALIAÇÃOOUMENSURAÇÃOdedeterminadoobjeto,deacordocomoscritériosaplicáveis. Faculdade Maurício de Nassau 2
  • 4. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA ELEMENTOSDEUMTRABALHOSDEASSEGURAÇÃO PARTESENVOLVIDAS(Auditor,Responsável,Usuários) OBJETOAPROPRIADO(Ex.DemonstraçõesContábeis) CRITÉRIOSADEQUADOS(Ex.NormasdeAuditoria) EVIDÊNCIAS(Apropriadasesuficientes) CONCLUSÃORELATÓRIO Faculdade Maurício de Nassau 3
  • 5. NORMAS DE AUDITORIA –AULA AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA TRABALHOSDEASSEGURAÇÃO ASSEGURAÇÃORAZOÁVEL=AUDITORIA=opiniãopositiva ASSEGURAÇÃOLIMITADA=REVISÃO=opiniãonegativa Asseguração(=Assegurar+Ação)–Açãoouefeitodeassegurar,garantia,segurança. Faculdade Maurício de Nassau 4
  • 6. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA ASSEGURAÇÃO ASSEGURAÇÃORAZOÁVEL –Reduçãodoriscodotrabalhodeasseguraçãoaumnívelaceitavelmentebaixo–nãoabsoluto ASSEGURAÇÃOLIMITADA –Reduçãodoriscodotrabalhodeasseguraçãoaumnívelaceitável,commaiorriscodoqueoanterior Faculdade Maurício de Nassau 5
  • 7. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA “AsNormasdeAuditoriarepresentamosrequisitosbásicosAseremobservadosnodesempenhodostrabalhosdeAuditoria”(ATTIE,2011) “Oconjuntodeprincípiosepreceitosconsagradosparaarealizaçãodostrabalhosdeauditoriadenomina-seNormasdeAuditoria”(PEREZJR.ETAL,2007) Faculdade Maurício de Nassau 6
  • 8. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA AS NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE (NBC) SãoregrasditadaspelosórgãosreguladoresdaprofissãocontábildoBrasiletemporobjetivoaregulaçãodaprofissãoeatividadesbemcomoestabelecerdiretrizesaseremseguidaspelosprofissionaisnodesenvolverdeseustrabalhos. AsNBC’sestabelecempreceitosdecondutaprofissionalepadrõeseprocedimentostécnicosnecessáriosparaoadequadoexercícioprofissional. Faculdade Maurício de Nassau 7
  • 9. FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA OrganizaçãoInternacionaldasEntidadesFiscalizadorasSuperiores-InternationalOrganizationofSupremeAuditIntitutions(INTOSAI) EscritóriodeAuditoriadoCanada-OfficeAuditofCanada(OAG) EscritórioNacionaldeAuditoria–NationalAuditOffice (NAO)Inglaterra Faculdade Maurício de Nassau 8
  • 10. FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA EscritórioGovernamentaldeContas-GovernmentAccountabilityOffice(GAO)EUA-NormasdeAuditoriaGovernamental(GovernmentAuditingStandards,ouYellowBook-Revisão2003) Faculdade Maurício de Nassau 9
  • 11. FONTES DE NORMAS DE AUDITORIA FederaçãoInternacionaldeContadores-InternationalFederationofAccountants(IFAC)-NormasInternacionaisdeAuditoria(InternationalAuditStandards-ISA) InstitutoAmericanodeContadoresPúblicosCertificados– AmericanInstituteofCertifiedPublicAccountants(AICPA)– NormasdeAuditoriaGeralmenteAceitas ConselhoFederaldeContabilidade(CFC)–EditaasNormasBrasileirasdeContabilidadeeAuditoria-NBC Faculdade Maurício de Nassau 10
  • 12. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA AsNormasBrasileirasdeContabilidadecompreendemoconjuntodasNormas,dasInterpretaçõesTécnicas,dosComunicadosTécnicosedoCódigodeÉticaProfissionaldoContabilista. Classifica-seemNormasProfissionais,NormasTécnicaseNormasdeComunicados Faculdade Maurício de Nassau 11
  • 13. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA AsNormasProfissionaisdeContabilidade(NBCP)estabelecemregrasdeexercícioprofissional. DenominadasdeNormasrelativasàpessoadoauditorelasclassificam-seem: DeaplicaçãoGeral AplicáveisaoAuditorIndependente AplicáveisaoAuditorInterno AplicáveisaoPerito Faculdade Maurício de Nassau 12
  • 14. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA AsNormasTécnicasdeContabilidade(NBCT)estabelecemconceitosdoutrinários,regraseprocedimentosaplicadospelaContabilidade.DenominadasdeNormasdeexecuçãodostrabalhosdeAuditoria,classificam-seemnormasde: AplicaçãoGeral AplicaçãoaoSetorPúblico AuditoriaIndependente RevisãodeInformaçãoContábil OutrosserviçosdeAsseguração ServiçosCorrelatos AuditoriaInterna Perícia Faculdade Maurício de Nassau 13
  • 15. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA As norma editadas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) subdividem-se três categorias: Normas Profissionais –NBC P Normas Técnicas –NBC T Normas Técnicas de Comunicados –NBC CT Faculdade Maurício de Nassau 14
  • 16. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 15
  • 17. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 16
  • 18. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL Integridade Objetividade Competência e zelo profissional Sigilo Comportamento profissional Faculdade Maurício de Nassau 17
  • 19. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 18
  • 20. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC P –NORMAS PROFISSIONAIS NBC PG –GERAIS APLICADAS AOS CONTABILISTAS EM GERAL NBC PA –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS AUDITORES INDEPENDENTES NBC PI –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS AUDITORES INTERNOS NBC PP –ESPECÍFICAS APLICADAS AOS CONTADORES PERITOS Faculdade Maurício de Nassau 19
  • 21. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 20
  • 22. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC T –NORMAS TÉCNICAS NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL Faculdade Maurício de Nassau 21
  • 23. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 23
  • 24. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 23 NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC T –NORMAS TÉCNICAS NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL
  • 25. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 22
  • 26. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC CT –COMUNICADOS TÉCNICOS NBC CTG –COMUNICADOS TÉCNICOS GERAIS NBC CTA –COMUNICADOS TÉCNICOS PARA AUDITORIA NBC CTR –COMUNICADOS TEC. REVISÃO DE INF. CONTÁBIL HISTÓRICA NCB CTO –COMUNICADOS TEC. OUTROS SERVIÇOS DE ASSEGURAÇÃO NBC CTSC –COMUNICADOS TÉCNICOS SETORIAL NBC CTSP –COMUNICADOS TÉCNICOS SETOR PÚBLICO Faculdade Maurício de Nassau 23
  • 27. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 23
  • 28. NORMAS DE AUDITORIA –AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL NORMAS DE AUDITORIA Faculdade Maurício de Nassau 23 NBC –NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE NBC T –NORMAS TÉCNICAS NBC TG –NORMAS DE CONTABILIDADE –GERAIS NBC TA –NORMAS DE AUDITORIA INDEPENDENTE NBC TR –NORMAS DE REVISÃO DE DEM. CONTÁBEIS NBC TO –NORMAS DE OUTROS TRABALHOS DE ASSEGURAÇÃO NBC TI –NORMAS DE AUDITORIA INTERNA NBC TSC –NORMA PARA SERVIÇOS CORRELATOS NBC TSP –NORMAS DE CONTABILIDADE –SETOR PÚBLICO NBC TP –NORMAS DE CONTABILIDADE –PERÍCIA CONTÁBIL