Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho

7.370 visualizações

Publicada em

Conceito de Documentação de Auditoria; Tipos de papéis de trabalho; Finalidades; Objetivo; Guarda e Sigilo; Organização e Identificação; e Evidência do Trabalho Realizado.

Publicada em: Economia e finanças
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
260
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 17 - 11. Papéis de Trabalho

  1. 1. 11. Papéis de Trabalho
  2. 2. Roteiro do nosso trabalho Conceito de Documentação de Auditoria Tipos de papéis de trabalho Finalidades Objetivo Guarda e Sigilo Organização e Identificação Evidência do Trabalho Realizado Faculdade Maurício de Nassau 1
  3. 3. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Documentação de auditoria é o registro dos procedimentos de auditoria executados, da evidência de auditoria relevante obtida e das conclusões alcançadas pelo auditor. “Usualmente utiliza-se a expressão “Papéis de Trabalho”. (NBC TA 230, item 6) Faculdade Maurício de Nassau 2 Conceituação
  4. 4. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Os papéis de trabalho constituem a documentação preparada pelo auditor ou fornecida a este na execução da auditoria. Eles integram um processo organizado de registro de evidências de auditoria, através de informações fixadas em suporte de: papel, fotografias, filmes, arquivos eletrônicos ou outros meios que assegurem o objetivo a que se destinam. Faculdade Maurício de Nassau 3 Conceituação
  5. 5. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 4 Permanentes - papéis de trabalho de caráter permanente são os utilizados em mais de uma auditoria. Correntes – papéis de trabalho que são os utilizados na auditoria em curso. Tipos de papéis de trabalho
  6. 6. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 5 Tipos de papéis de trabalho A pasta ou arquivo permanente, normalmente, pode conter:  Cópia dos relatórios anteriores com as respectivas respostas dos clientes  Registro de reuniões com a alta administração  Comentário dos auditores sobre assuntos importantes, excluídos do programa de auditoria devido ao objetivo específico do exame  Diversos: Organogramas, contratos, fluxogramas, informações financeiras históricas, resumo de horas despendidas no exame, diretrizes, instruções, atas de reunião, entre outros
  7. 7. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 6 Finalidades A documentação de auditoria, que atende às exigências da NBC TA 230, fornece: (a) evidência do embasamento do auditor para uma conclusão quanto ao cumprimento do objetivo da Auditoria; e (b) evidência de que a auditoria foi planejada e executada em conformidade com as normas de auditoria e exigências legais e regulamentares aplicáveis.
  8. 8. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 7 Objetivo Os papéis de trabalho têm por objetivo:  Apresentar registro dos exames realizados  Demonstrar os objetivos, o escopo, a metodologia e os critérios de amostragem  Evidenciar a realização do trabalho que embasou as conclusões e as recomendações  Fornecer informações relevantes ao planejamento de futuras auditorias  Registrar a evidência de reexame da supervisão do trabalho realizado
  9. 9. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 8 Objetivo Os papéis de trabalho têm por finalidade:  Apresentar na justiça as evidências do trabalho realizado, caso seja movido uma ação contra o auditor  Defesa da conduta ético profissional do auditor e da firma de Auditoria junto a sua entidade de classe
  10. 10. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 9  A documentação de auditoria deve ser completada em até 60 dias após a data do relatório;  Deve ser guardada no mínimo por 5 anos da data do relatório do auditor*  A propriedade dos papéis de trabalho é do auditor e da firma de auditoria  O acesso a terceiros somente ocorrerá com expressa autorização da entidade auditada ou para cumprimento de dever legal (ordem administrativa ou judicial) Guarda e Sigilo
  11. 11. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 10 Os papéis de trabalho constituem o elo entre o trabalho de campo e o relatório de auditoria. Devido à importância e utilização, a preparação dos papéis de trabalho deve ser orientada pelos critérios a seguir Organização e Identificação
  12. 12. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 11 Concisão – devem ser claros, de forma que todos entendam sem necessidade de explicações da pessoa que os elaborou; Objetividade – com objetivos claros, de forma que se entenda aonde o auditor quer chegar; Limpeza – os papéis devem estar limpos, de maneira a não prejudicar o seu entendimento; Organização e Identificação
  13. 13. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 12 Lógica – os papéis devem ser elaborados de forma lógica de raciocínio, na sequência natural do objetivo a ser atingido; Completude – conter todas as informações julgadas necessárias para fundamentar a opinião do auditor, quando da realização do relatório e parecer Organização e Identificação
  14. 14. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 13 As atividades de uma auditoria consistem na aplicação dos procedimentos de auditoria para a obtenção de evidência de auditoria adequada e suficiente, para formar uma opinião sobre as demonstrações contábeis. Evidência do Trabalho Realizado
  15. 15. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 14 A evidência de auditoria eficaz deve ser:  Suficiente e apropriada para atender aos objetivos de auditoria: Suficiência relaciona-se com a extensão dos procedimentos executados e, propriedade relaciona-se com a natureza e época de aplicação dos procedimentos  Obtida com eficiência, isto é, ao menor custo  Oferecer informações que permitam aumentar o valor do serviço de auditoria para os clientes Evidência do Trabalho Realizado
  16. 16. NORMAS DE AUDITORIA – AULA 4 AUDITORIA OPERACIONAL Faculdade Maurício de Nassau 15 ATTIE, William. AUDITORIA: conceitos e aplicações. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2011. CFC. Conselho Federal de Contabilidade. Normas brasileiras de contabilidade: NBC TA – de auditoria independente; NBC TA estrutura conceitual e NBC TA 200 a 810. Brasília: CFC, 2012 (NBC TA 230). REFERÊNCIAS

×