SlideShare uma empresa Scribd logo
16/04/2014
1
Relatórios e Pareceres
Parte 01 – Profª. Yasmin Fernandes
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
RELATÓRIOS E PARECERES
Introdução
Globalização
Objetivo
E.U.A X Europa
(US GAAP) X (IFRS)
16/04/2014
2
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
RELATÓRIOS E PARECERES
O que é?
Resolução CFC 1.055/05
É o órgão responsável por buscar a convergência da
contabilidade brasileira às normas internacionais.
Composição: ABRASCA, APIMEC, BM&FBOVESPA, CFC,
FIPECAFI, IBRACON.
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
RELATÓRIOS E PARECERES
ABRASCA: Associação Brasileira das Companhias Abertas.
APIMEC: Associação dos Analistas e Profissionais de
Investimento do Mercado de Capitais.
BM&FBOVESPA: Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros.
CFC: Conselho Federal de Contabilidade.
FIPECAFI: Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis,
Atuariais e Financeiras.
IBRACON: Instituto dos Auditores Independentes do Brasil
16/04/2014
3
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
Objetivo e Atribuição
 Objetivo: o estudo, o preparo e a emissão de
Pronunciamentos Técnicos sobre procedimentos de
Contabilidade e a divulgação de informações dessa
natureza, para permitir a emissão de normas pela entidade
reguladora brasileira, visando à centralização e
uniformização do seu processo de produção, levando
sempre em conta a convergência da Contabilidade
Brasileira aos padrões internacionais. (Art.3º)
RELATÓRIOS E PARECERES
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
Objetivo e Atribuição
 Atribuição: É atribuição do Comitê de Pronunciamentos
Contábeis - (CPC) estudar, pesquisar, discutir, elaborar e
deliberar sobre o conteúdo e a redação de
Pronunciamentos Técnicos. (Art. 4º)
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
4
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
Estrutura
RELATÓRIOS E PARECERES
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
Estrutura
Pronunciamentos: CPC
 Interpretações: ICPC
 Orientações: OCPC
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
5
COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS
Exemplo de CPC’s
 CPC 03: Demonstração do Fluxo de Caixa
 CPC 04: Ativo Intangível
 CPC 09: Demonstração do Valor Adicionado
CPC 27: Ativo Imobilizado
 CPC PME: Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas
RELATÓRIOS E PARECERES
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
O que é?
Resolução CFC nº 751/93
 É um conjunto de regras e procedimentos de conduta
que devem ser observados como requisitos para o exercício
da profissão contábil, bem como os conceitos doutrinários,
princípios, estrutura técnica e procedimentos a serem
aplicados na realização dos trabalhos previstos nas normas
aprovadas por resolução e emitidas pelo CFC.
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
6
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Definição
As Normas editadas pelo CFC devem seguir os mesmos
padrões de elaboração e estilo utilizados nas normas
internacionais e compreendem as Normas propriamente
ditas, as Interpretações Técnicas e os Comunicados
Técnicos.
RELATÓRIOS E PARECERES
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Definição
A Interpretação Técnica tem por objetivo esclarecer a
aplicação das NBC, definindo regras e procedimentos a serem
aplicados em situações, transações ou atividades específicas,
sem alterar a substância dessas normas.
 O Comunicado Técnico tem por objetivo esclarecer assuntos
de natureza contábil, com a definição de procedimentos a
serem observados, considerando os interesses da profissão e
as demandas da sociedade.
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
7
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Estrutura
Estrutura regulamentada pela Resolução CFC nº 1.328/11
As Normas Brasileiras de Contabilidade classificam-se em
Profissionais e Técnicas.
RELATÓRIOS E PARECERES
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Estrutura
 As Normas Profissionais estabelecem regras de exercício
profissional e classificam-se em:
NBC PG - Geral
NBC PA - do Auditor Independente
NBC PI - do Auditor Interno
NBC PP - do Perito
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
8
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Estrutura
As Normas Técnicas estabelecem conceitos doutrinários, regras
e procedimentos aplicados de Contabilidade e classificam-se em:
NBC TG - Geral
Normas completas
Normas simplificadas para PMEs
Normas específicas
NBC TSP - do Setor Público
NBC TA - de Auditoria Independente de Informação Contábil Histórica
NBC TR - de Revisão de Informação Contábil Histórica
NBC TO - de Asseguração de Informação Não Histórica
NBC TSC - de Serviço Correlato
NBC TI - de Auditoria Interna
NBC TP - de Perícia
NBC TAG - de Auditoria Governamental
RELATÓRIOS E PARECERES
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Estrutura
IMPORTANTE: As Normas foram renumeradas, de acordo
com a Resolução do CFC nº. 1.329/11, para se ajustarem a
nova estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade
(NBCs) na forma aprovada pela Resolução CFC nº. 1.328/11.
As Normas cuja numeração ainda obedecem a Resolução
CFC nº. 751/93 (NBC P ou NBC T), serão revisadas e
reeditadas adotando-se a nova estrutura de numeração das
NBCs.
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
9
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Exemplo de NBC’s
 NBC TG 03: Demonstração do Fluxo de Caixa
 NBC TG 04: Ativo Intangível
 NBC TG 09: Demonstração do Valor Adicionado
NBC TG 27: Ativo Imobilizado
 NBC TG 1000: Contabilidade para Pequenas e Médias
Empresas
RELATÓRIOS E PARECERES
NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE
Inobservância
A inobservância às Normas Brasileiras de Contabilidade
constitui infração disciplinar sujeita às penalidades
previstas nas alíneas de "c" a "g" do art. 27 do Decreto-Lei
nº 9.295/46, alterado pela Lei nº 12.249/10, e ao Código de
Ética Profissional do Contador.
RELATÓRIOS E PARECERES
16/04/2014
10
CPC’s e NBC’s
Visualização Geral da Estrutura
RELATÓRIOS E PARECERES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
Universidade Pedagogica
 
72.pdf
72.pdf72.pdf
IAS 7.pdf
IAS 7.pdfIAS 7.pdf
IAS 7.pdf
ItelioChissungo
 
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e errosPolíticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
Universidade Pedagogica
 
IAS 1.pdf
IAS 1.pdfIAS 1.pdf
IAS 1.pdf
ItelioChissungo
 
Ifrs 1 adopcao pela primeira vez
Ifrs 1   adopcao pela primeira vezIfrs 1   adopcao pela primeira vez
Ifrs 1 adopcao pela primeira vez
Universidade Pedagogica
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaques
suelen23
 
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
gpossati
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 08
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 08Exercicios resolvidos contabilidade   aula 08
Exercicios resolvidos contabilidade aula 08
contacontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
contacontabil
 
Controladoria ii exercicios aula 04
Controladoria ii exercicios aula  04Controladoria ii exercicios aula  04
Controladoria ii exercicios aula 04
controladoriacontab
 
Pfc alteracoes
Pfc alteracoesPfc alteracoes
Pfc alteracoes
simuladocontabil
 
Balanço patrimonial 2
Balanço patrimonial 2Balanço patrimonial 2
Balanço patrimonial 2
aalpere
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 10 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 10 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 10 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 10 cathedra icms-rj
contacontabil
 
Pgc nirf
Pgc   nirfPgc   nirf
Pgc nirf
brgskenneth
 
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
gpossati
 
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
Profacp
 
Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03
Claudio Parra
 
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
Tiago Slavov
 
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAPCONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
antonielsimoes
 

Mais procurados (20)

Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
Transacções em me e transposição das d fs em me – ias 21
 
72.pdf
72.pdf72.pdf
72.pdf
 
IAS 7.pdf
IAS 7.pdfIAS 7.pdf
IAS 7.pdf
 
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e errosPolíticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
Políticas contabilísticas, alterações nas estimativas contabilísticas e erros
 
IAS 1.pdf
IAS 1.pdfIAS 1.pdf
IAS 1.pdf
 
Ifrs 1 adopcao pela primeira vez
Ifrs 1   adopcao pela primeira vezIfrs 1   adopcao pela primeira vez
Ifrs 1 adopcao pela primeira vez
 
Cpc destaques
Cpc destaquesCpc destaques
Cpc destaques
 
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
CPCs: Pronunciamentos Contábeis Esquematizados, Resumidos e Anotados (Parte II)
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 08
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 08Exercicios resolvidos contabilidade   aula 08
Exercicios resolvidos contabilidade aula 08
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Controladoria ii exercicios aula 04
Controladoria ii exercicios aula  04Controladoria ii exercicios aula  04
Controladoria ii exercicios aula 04
 
Pfc alteracoes
Pfc alteracoesPfc alteracoes
Pfc alteracoes
 
Balanço patrimonial 2
Balanço patrimonial 2Balanço patrimonial 2
Balanço patrimonial 2
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 10 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 10 cathedra icms-rjExercicios resolvidos contabilidade   aula 10 cathedra icms-rj
Exercicios resolvidos contabilidade aula 10 cathedra icms-rj
 
Pgc nirf
Pgc   nirfPgc   nirf
Pgc nirf
 
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
[Infográfico] Teste de recuperabilidade (CPC 01)
 
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
3. cpc 26 r1 apresentação das demonstrações contábeis
 
Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03Consolidação de balanços_parte 03
Consolidação de balanços_parte 03
 
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
Resumo das Alterações do CPC PME (R1)
 
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAPCONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
CONTABILIDADE GERENCIAL, IFRS, BR GAAP E USGAAP
 

Destaque

Princípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunosPrincípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunos
Claudio Parra
 
Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96
Claudio Parra
 
Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93
Claudio Parra
 
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11  RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
Claudio Parra
 
02 mapa mental preparação para o exame do crc
02   mapa mental preparação para o exame do crc02   mapa mental preparação para o exame do crc
02 mapa mental preparação para o exame do crc
Claudio Parra
 
Contabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunosContabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunos
Claudio Parra
 
Dmpl aula extra
Dmpl aula extraDmpl aula extra
Dmpl aula extra
Claudio Parra
 
Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01
Claudio Parra
 
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisãoConsolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
Claudio Parra
 
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
Claudio Parra
 
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01   preparação para o exame de suficiência do crc 201401   preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
Claudio Parra
 
2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr
Claudio Parra
 
Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.
Claudio Parra
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Claudio Parra
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
Claudio Parra
 
Consolidação de balanços - parte 02_revisado
Consolidação de balanços - parte 02_revisadoConsolidação de balanços - parte 02_revisado
Consolidação de balanços - parte 02_revisado
Claudio Parra
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisadoConsolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
Claudio Parra
 
Consolidação_extra_aluno
Consolidação_extra_alunoConsolidação_extra_aluno
Consolidação_extra_aluno
Claudio Parra
 
Consolidação de balanços - parte 01
Consolidação de balanços - parte 01Consolidação de balanços - parte 01
Consolidação de balanços - parte 01
Claudio Parra
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 

Destaque (20)

Princípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunosPrincípios_atividade_alunos
Princípios_atividade_alunos
 
Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96Resolução cfc nº 803_96
Resolução cfc nº 803_96
 
Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93Resolução cfc nº 750_93
Resolução cfc nº 750_93
 
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11  RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
RESOLUÇÃO CFC N.º 1.330/11
 
02 mapa mental preparação para o exame do crc
02   mapa mental preparação para o exame do crc02   mapa mental preparação para o exame do crc
02 mapa mental preparação para o exame do crc
 
Contabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunosContabilização_01_alunos
Contabilização_01_alunos
 
Dmpl aula extra
Dmpl aula extraDmpl aula extra
Dmpl aula extra
 
Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01Legislação e ética_aula 01
Legislação e ética_aula 01
 
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisãoConsolidação de balanços - parte 01 - revisão
Consolidação de balanços - parte 01 - revisão
 
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
2014 04 29_relatórios e pareceres_parte 06_leasing
 
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01   preparação para o exame de suficiência do crc 201401   preparação para o exame de suficiência do crc 2014
01 preparação para o exame de suficiência do crc 2014
 
2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr2014 02 25_análise demonstr
2014 02 25_análise demonstr
 
Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.Análise demonstr. fin.
Análise demonstr. fin.
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
Consolidação_exercícios_alunos_parte 03
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
Consolidação_exercícios_alunos_parte 01
 
Consolidação de balanços - parte 02_revisado
Consolidação de balanços - parte 02_revisadoConsolidação de balanços - parte 02_revisado
Consolidação de balanços - parte 02_revisado
 
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisadoConsolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
Consolidação_exercícios_alunos_parte 02_revisado
 
Consolidação_extra_aluno
Consolidação_extra_alunoConsolidação_extra_aluno
Consolidação_extra_aluno
 
Consolidação de balanços - parte 01
Consolidação de balanços - parte 01Consolidação de balanços - parte 01
Consolidação de balanços - parte 01
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
 

Semelhante a Relatórios e pareceres_parte 01

191218_demonstracoes.pdf
191218_demonstracoes.pdf191218_demonstracoes.pdf
191218_demonstracoes.pdf
joaogrisi
 
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
Luziane Madeira
 
Resumo das leis
Resumo das leisResumo das leis
Resumo das leis
Carla Pinto
 
PGC - NIRF
PGC - NIRFPGC - NIRF
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptxAula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
sitequestoes358
 
Resolução CFC Nº. 1.255/2009
Resolução CFC Nº. 1.255/2009Resolução CFC Nº. 1.255/2009
Resolução CFC Nº. 1.255/2009
Roberto Dias Duarte
 
Plenaria bdo-henrique
Plenaria bdo-henriquePlenaria bdo-henrique
Plenaria bdo-henrique
Osni Matins
 
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
Escola Nacional de Seguros
 
PPT FINAL UFCD 6216.pptx
PPT FINAL UFCD 6216.pptxPPT FINAL UFCD 6216.pptx
PPT FINAL UFCD 6216.pptx
CarinaReis23
 
doc_1523943006.pdf
doc_1523943006.pdfdoc_1523943006.pdf
doc_1523943006.pdf
FabioHenriqueFloresB
 
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABUFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
CarinaReis22
 
Resumo dos CPCs
Resumo dos CPCsResumo dos CPCs
Resumo dos CPCs
Odair Junior Bergamo
 
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
Leandro Faccini
 
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
Diego Carvalho
 
Lei sa
Lei saLei sa
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidadePrincipios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
apostilacontabil
 
Grupo 8 cp-cs.analitico
Grupo 8 cp-cs.analiticoGrupo 8 cp-cs.analitico
Grupo 8 cp-cs.analitico
Cássia Carvalho
 
Atividade 05 criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
Atividade 05   criação do cpc e estrutura conceitual básica da ContabilidadeAtividade 05   criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
Atividade 05 criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
Leonardo Souza de Almeida
 
Normas ContáBeis
Normas ContáBeisNormas ContáBeis
Normas ContáBeis
renatadelara
 
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-finalSinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
Jeferson Alexandre
 

Semelhante a Relatórios e pareceres_parte 01 (20)

191218_demonstracoes.pdf
191218_demonstracoes.pdf191218_demonstracoes.pdf
191218_demonstracoes.pdf
 
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
HAMONIZAÇÃO CONTABILBooklet ibri-2010
 
Resumo das leis
Resumo das leisResumo das leis
Resumo das leis
 
PGC - NIRF
PGC - NIRFPGC - NIRF
PGC - NIRF
 
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptxAula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
Aula 03 Normas de Auditoria Introdutorias.pptx
 
Resolução CFC Nº. 1.255/2009
Resolução CFC Nº. 1.255/2009Resolução CFC Nº. 1.255/2009
Resolução CFC Nº. 1.255/2009
 
Plenaria bdo-henrique
Plenaria bdo-henriquePlenaria bdo-henrique
Plenaria bdo-henrique
 
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
Seminário Desafios Contábeis e Regulatórios com a Convergência ao IFRS no Mer...
 
PPT FINAL UFCD 6216.pptx
PPT FINAL UFCD 6216.pptxPPT FINAL UFCD 6216.pptx
PPT FINAL UFCD 6216.pptx
 
doc_1523943006.pdf
doc_1523943006.pdfdoc_1523943006.pdf
doc_1523943006.pdf
 
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTABUFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
UFCD 6214 SISTEMA DE NORMALIZAÇÃO CONTAB
 
Resumo dos CPCs
Resumo dos CPCsResumo dos CPCs
Resumo dos CPCs
 
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
Aspectos fiscais pós-adoção_ifrs_mp627_prof_leandro_faccini_28_jan2014
 
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
Depreciação contábil segundo os critérios da lei nº 11
 
Lei sa
Lei saLei sa
Lei sa
 
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidadePrincipios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
Principios fundamentais e normas brasileiras de contabilidade
 
Grupo 8 cp-cs.analitico
Grupo 8 cp-cs.analiticoGrupo 8 cp-cs.analitico
Grupo 8 cp-cs.analitico
 
Atividade 05 criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
Atividade 05   criação do cpc e estrutura conceitual básica da ContabilidadeAtividade 05   criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
Atividade 05 criação do cpc e estrutura conceitual básica da Contabilidade
 
Normas ContáBeis
Normas ContáBeisNormas ContáBeis
Normas ContáBeis
 
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-finalSinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
Sinopse contabil-e-tributaria-2015-versao-final
 

Mais de Claudio Parra

DCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOESDCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOES
Claudio Parra
 
Lei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domesticaLei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domestica
Claudio Parra
 
Empresário x Consumidor
Empresário x ConsumidorEmpresário x Consumidor
Empresário x Consumidor
Claudio Parra
 
“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"
Claudio Parra
 
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.comModulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Claudio Parra
 
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.comLingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
Claudio Parra
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
Claudio Parra
 
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.comBALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.comNoções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.comBalanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.comContabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Custos conjuntos teoria a
Custos conjuntos  teoria  aCustos conjuntos  teoria  a
Custos conjuntos teoria a
Claudio Parra
 
Those
ThoseThose
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.comCONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
Claudio Parra
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
Claudio Parra
 
Ex 1 a
Ex 1 aEx 1 a
Teoria aula 1
Teoria aula 1Teoria aula 1
Teoria aula 1
Claudio Parra
 

Mais de Claudio Parra (18)

DCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOESDCTF e RETENÇOES
DCTF e RETENÇOES
 
Lei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domesticaLei.da.empregada.domestica
Lei.da.empregada.domestica
 
Empresário x Consumidor
Empresário x ConsumidorEmpresário x Consumidor
Empresário x Consumidor
 
“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"“Manicômio jurídico tributário"
“Manicômio jurídico tributário"
 
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.comModulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
Modulo.v .:. www.tc58n.worpress.com
 
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.comLingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
Lingua Portuguesa .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
 
Relatorio natura
Relatorio naturaRelatorio natura
Relatorio natura
 
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.comBALANCO SOCIAL   www.tc58n.wordpress.com
BALANCO SOCIAL www.tc58n.wordpress.com
 
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.comNoções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
Noções gerais de direito .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.comBalanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
Balanço Social .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.comContabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
Contabilidade social .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Custos conjuntos teoria a
Custos conjuntos  teoria  aCustos conjuntos  teoria  a
Custos conjuntos teoria a
 
Those
ThoseThose
Those
 
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.comCONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
CONTABILIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS .:. www;tc58n.wordpress.com
 
Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
Ex 1 a
Ex 1 aEx 1 a
Ex 1 a
 
Teoria aula 1
Teoria aula 1Teoria aula 1
Teoria aula 1
 

Último

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 

Relatórios e pareceres_parte 01

  • 1. 16/04/2014 1 Relatórios e Pareceres Parte 01 – Profª. Yasmin Fernandes COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS RELATÓRIOS E PARECERES Introdução Globalização Objetivo E.U.A X Europa (US GAAP) X (IFRS)
  • 2. 16/04/2014 2 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS RELATÓRIOS E PARECERES O que é? Resolução CFC 1.055/05 É o órgão responsável por buscar a convergência da contabilidade brasileira às normas internacionais. Composição: ABRASCA, APIMEC, BM&FBOVESPA, CFC, FIPECAFI, IBRACON. COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS RELATÓRIOS E PARECERES ABRASCA: Associação Brasileira das Companhias Abertas. APIMEC: Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais. BM&FBOVESPA: Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros. CFC: Conselho Federal de Contabilidade. FIPECAFI: Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras. IBRACON: Instituto dos Auditores Independentes do Brasil
  • 3. 16/04/2014 3 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Objetivo e Atribuição  Objetivo: o estudo, o preparo e a emissão de Pronunciamentos Técnicos sobre procedimentos de Contabilidade e a divulgação de informações dessa natureza, para permitir a emissão de normas pela entidade reguladora brasileira, visando à centralização e uniformização do seu processo de produção, levando sempre em conta a convergência da Contabilidade Brasileira aos padrões internacionais. (Art.3º) RELATÓRIOS E PARECERES COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Objetivo e Atribuição  Atribuição: É atribuição do Comitê de Pronunciamentos Contábeis - (CPC) estudar, pesquisar, discutir, elaborar e deliberar sobre o conteúdo e a redação de Pronunciamentos Técnicos. (Art. 4º) RELATÓRIOS E PARECERES
  • 4. 16/04/2014 4 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Estrutura RELATÓRIOS E PARECERES COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Estrutura Pronunciamentos: CPC  Interpretações: ICPC  Orientações: OCPC RELATÓRIOS E PARECERES
  • 5. 16/04/2014 5 COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS Exemplo de CPC’s  CPC 03: Demonstração do Fluxo de Caixa  CPC 04: Ativo Intangível  CPC 09: Demonstração do Valor Adicionado CPC 27: Ativo Imobilizado  CPC PME: Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas RELATÓRIOS E PARECERES NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE O que é? Resolução CFC nº 751/93  É um conjunto de regras e procedimentos de conduta que devem ser observados como requisitos para o exercício da profissão contábil, bem como os conceitos doutrinários, princípios, estrutura técnica e procedimentos a serem aplicados na realização dos trabalhos previstos nas normas aprovadas por resolução e emitidas pelo CFC. RELATÓRIOS E PARECERES
  • 6. 16/04/2014 6 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Definição As Normas editadas pelo CFC devem seguir os mesmos padrões de elaboração e estilo utilizados nas normas internacionais e compreendem as Normas propriamente ditas, as Interpretações Técnicas e os Comunicados Técnicos. RELATÓRIOS E PARECERES NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Definição A Interpretação Técnica tem por objetivo esclarecer a aplicação das NBC, definindo regras e procedimentos a serem aplicados em situações, transações ou atividades específicas, sem alterar a substância dessas normas.  O Comunicado Técnico tem por objetivo esclarecer assuntos de natureza contábil, com a definição de procedimentos a serem observados, considerando os interesses da profissão e as demandas da sociedade. RELATÓRIOS E PARECERES
  • 7. 16/04/2014 7 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Estrutura Estrutura regulamentada pela Resolução CFC nº 1.328/11 As Normas Brasileiras de Contabilidade classificam-se em Profissionais e Técnicas. RELATÓRIOS E PARECERES NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Estrutura  As Normas Profissionais estabelecem regras de exercício profissional e classificam-se em: NBC PG - Geral NBC PA - do Auditor Independente NBC PI - do Auditor Interno NBC PP - do Perito RELATÓRIOS E PARECERES
  • 8. 16/04/2014 8 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Estrutura As Normas Técnicas estabelecem conceitos doutrinários, regras e procedimentos aplicados de Contabilidade e classificam-se em: NBC TG - Geral Normas completas Normas simplificadas para PMEs Normas específicas NBC TSP - do Setor Público NBC TA - de Auditoria Independente de Informação Contábil Histórica NBC TR - de Revisão de Informação Contábil Histórica NBC TO - de Asseguração de Informação Não Histórica NBC TSC - de Serviço Correlato NBC TI - de Auditoria Interna NBC TP - de Perícia NBC TAG - de Auditoria Governamental RELATÓRIOS E PARECERES NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Estrutura IMPORTANTE: As Normas foram renumeradas, de acordo com a Resolução do CFC nº. 1.329/11, para se ajustarem a nova estrutura das Normas Brasileiras de Contabilidade (NBCs) na forma aprovada pela Resolução CFC nº. 1.328/11. As Normas cuja numeração ainda obedecem a Resolução CFC nº. 751/93 (NBC P ou NBC T), serão revisadas e reeditadas adotando-se a nova estrutura de numeração das NBCs. RELATÓRIOS E PARECERES
  • 9. 16/04/2014 9 NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Exemplo de NBC’s  NBC TG 03: Demonstração do Fluxo de Caixa  NBC TG 04: Ativo Intangível  NBC TG 09: Demonstração do Valor Adicionado NBC TG 27: Ativo Imobilizado  NBC TG 1000: Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas RELATÓRIOS E PARECERES NORMAS BRASILEIRAS DE CONTABILIDADE Inobservância A inobservância às Normas Brasileiras de Contabilidade constitui infração disciplinar sujeita às penalidades previstas nas alíneas de "c" a "g" do art. 27 do Decreto-Lei nº 9.295/46, alterado pela Lei nº 12.249/10, e ao Código de Ética Profissional do Contador. RELATÓRIOS E PARECERES
  • 10. 16/04/2014 10 CPC’s e NBC’s Visualização Geral da Estrutura RELATÓRIOS E PARECERES